Vous êtes sur la page 1sur 8

Máquinas de Fluxo – P2

1 – Qual a importância da velocidade especifica Ns?


Ela é como se fosse a identidade da bomba. Com valor de Ns pode-se
saber, através de gráfico, qual o tipo de impelidor que a bomba utiliza, alem de se
poder determinar o desempenho aproximado da bomba.
Pag. 206

2- Qual a importância da velocidade especifica de sucção?


Ela serve como parâmetro que permite a análise das condições de sucção
(cavitação) em bombas geometricamente similares. Geralmente bombas com
SSS>= 12000 não são utilizadas, pois têm um NPSHreq muito baixo, o que gera
inconvenientes como recirculação.
Pag. 220 e 228

3 – Porque se associa bombas em serie?


 Quando é necessário altos valores de “H”, o que seria impossível de se
atingir com apenas uma bomba.
 Quando se usa bombas muito grandes, como da água de alimentação da
caldeira, o NPSHreq é muito grande, assim utiliza-se uma pequena bomba
(booster) para pressurizar o liquido, dando condições de sucção para
bomba grande

4 – O que é melhor, bombas de múltiplos estágios, ou simples em serie?


Em tese bombas de múltiplos estágios seria mais barato do que
associações em serie, porém essas bombas são projetos específicos, tornando o
custo do projeto mais elevado.

5 – Como se obtém a curva de bomba associada?


Soma-se o Hs para mesma vazão

Associada
Pto
6 – Qual a situação crítica de operação com bombas em série? Sozinha ou
associada?
Associada, pois se opera com uma vazão maior, aumentando a potência
consumida. E no caso da bomba 1, o aumento da vazão aumenta a perda de carga
diminuindo o NPSHd e aumentando o NPSHreq, podendo ocorrer cavitação.

7 – Porque se associa bombas em paralelo?

Quando a vazão exigida for muito grande, ou para se ter flexibilidade de


operação, ou seja, trabalhar com diferentes vazões ligando-se ou desligando-se
bombas.

8 – Como se obtém a curva associada?


Soma-se as vazões para o mesmo H

Graf HxQ
Amarelo – 1 e 2
Vermelho - Associada

9 – Qual a situação crítica? Sozinha ou Associada?


Operando sozinha, pois a vazão é maior, a potencia consumida é maior e a
perda de carga aumenta, podendo gerar cavitação.

10 – Porque não se associa bombas diferentes em paralelo?


O grande problema deste tipo de associação é quando por algum motivo o
sistema passe a operar com Head maior do que o de Shut-off da bomba 1. Esta
bomba passa a não contribuir com vazão nenhuma, fica operando no shut-off por
horas, podendo quebrar a bomba. Como a pressão na bomba 2 é maior que na
bomba 1, ocorre refluxo, para contornar essa situação utiliza-se uma válvula de
retenção.
Pág 366

11 – Porque surgem esforços axiais em bombas centrifugas?


O líquido de recirculação que se encontra entre a carcaça e o impelidor
está a pressão de descarga. Na parte superior os esforços se anulam. Na parte
inferior a pressão de sucção é menor que a de descarga, gerando um esforço axial
da direita para a esquerda.
12 – Diga as formas de balanceamento para bombas de simples estágio e simples
sucção.
 Furos de balanceamento em ambos os lados do impelidor, tenta equalizar
a distribuição de pressão das costas com a frente do impelidor. Porém
gera uma recirculação diminuindo o rendimento da bomba entre 0,1 e
1%.
 O uso de pás posteriores se dá para fazer um contra-balanceamento do
líquido gerando uma diminuição de pressão. Só é empregado para fluidos
sujos , pois este tipo poderia entupir os furos de balanceamento gerando
esforços axiais altos e quebrando o rolamento de dupla ??? de esforços.

13 – Diga as formas de balanceamento para bombas de múltiplos estágios.


 Impelidores opostos, equilibrando a pressão
 O tambor de balanceamento contem a linha de balanceamento,
onde fazemos a circulação de liquido à pressão de sucção do
primeiro estagio ate o tambor de balanceamento. Pela diferença de
pressão, criamos esforço axial oposto, assim balanceando a bomba.
OBS: Quando a pressão na linha de balanceamento aumenta,
significa que ha problemas com o labirinto do tambor de
balanceamento, pois está aumentando o fluxo de líquido à pressão
de descarga. O esforço axial aumenta, podendo levar à quebra do
mancal de escova.

14 – Qual a desvantagem do Disco para o tambor de balanceamento?


Ele submete a caixa de selagem à pressões variáveis.

15 – Para que serve o teste hidrostático?


Operando com uma pressão >= 1,5 Pproj, basicamente se avalia a
resistência da carcaça, vibração, ruídos, vazamentos, ???, e temperatura do óleo
e dos mancais.

16 – Qual o objetivo do teste de desempemho e como ele é feito?


Tem como objetivo determinar as curvas características reais da bomba.
O teste é executado em 6 pontos: Shut-off, projeto e outros 4. Mede-se: a vazão
Q, a pressão de sucção PS, pressão de descarga Pd, rotação N, voltagem V,
amperagem I e fator de potencia cos . Com estes valores podemos calcular para
cada ponto H, Potabs e .

17 – Qual objetivo do teste de cavitação e como ele é feito?


Tem como objetivo determinar o NPSHreq da bomba. Neste teste, é
desejado que se determine o NPSHd mantendo-se a vazão constante. Porém,
quando se estrangula a válvula na sucção, a curva do sistema é deslocada
diminuindo a vazão, para mantê-la constante na vazão desejada, abre-se uma
válvula na descarga. Plota-se uma curva auxiliar HxNPSHd, quando houver uma
variação de 2% no Head, é porque iniciou a cavitação. Este método é mais
preciso do que a detecção de ruído e vibração.

18 – Quais os principais aspectos na seleção de um ventilador?


Vazão, pressão estática e  do fluido.

19 – Quais as vantagens do ventilador PPT?


Possui o melhor rendimento entre os centrífugos e o max está na faixa
estável, a curva de potencia cresce de maneira branda com a vazão, a curva de
pressão é boa e ele é mais silencioso.

20 – O que tem de bom e o que tem de ruim o PPF?


Ele é menor e só.
A curva de potencia cresce exponencialmente com vazão, mais ruidoso,
faixa estável é menor e os pontos de maiores rendimento estão fora da faixa
estável.

21 – Quais as vantagens do PR?


Trabalha com altas pressões, gases corrosivos, sólidos em suspensão, tem
alta resistência mecânica. O ponto de vazão mínima coincide com o de maior
rendimento, as passagens são mais amplas, não há esforço normal à palheta, ela
serve como reforço estrutural, assim pode-se trabalhar com maiores velocidades
periféricas.
Tiragem de caldeira:
 Na tiragem forçada, utiliza-se PPT com outro tipo de pá, a AIRFOIL, que
melhora a eficiência e economiza energia.
 Na tiragem induzida, utiliza-se PR, pois ela trabalha com gases corrosivos
e tem alta resistência mecânica, visto que os gases de combustão saem
com uma alta temperatura e com partículas.

22 – Os tubo-axiais são melhores do que os centrífugos?


Sim, pois possuem alto rendimento, são menores, mais silenciosos,
trabalham com alta RPM, gases limpos, altas vazões e baixas Pts. Helicoidais: Alta
Q e baixa Pts, descarga livre, baixo  e mais ruidosos.

23 – Quais são as formas de controle de capacidade para ventiladores?


Estrangulamento, variação de RPM com caixa de redução ou correias e
polias, e por ultimo IGVs. O efeito destas palhetas guias é similar a variação de
RPM, elas alteram Vu1 no triangulo de velocidades variando a posição angular
das mesmas, assim conseguimos variar a curva da bomba.

24 – Quais os fatores que devem ser levados em conta para seleção de materiais
das bombas?
Corrosividade do fluido ,temperatura de bombeamento, pressão, erosão,
resistência mecânica, fator de carga.
25 – Qual a vantagem da carcaça partida axialmente para radialmente?
Na axial, os bocais de sucção e descarga são localizados na parte inferior,
de forma que a abertura possa ser feita sem necessidade de desconectá-los.
 Luva de eixo: Protege o eixo contra erosão, corrosão ou desgaste,
principalmente na região da caixa de gaxetas.
 Anéis de Desgaste: Veda as regiões de baixa e alta pressão entre o
impelidor e a carcaça.
 Caixa de gaxetas: Protege a bomba contra vazamentos nos pontos onde o
eixo passa através da carcaça.
 Sobreposta: Ajusta os anéis da caixa de gaxetas permitindo um vazamento
de 30 a 60 gotas/min para possibilitar a lubrificação e auxiliar o
arrefecimento das gaxetas.
 Bucha de garganta: Fica no fundo da caixa de gaxetas e reduz a pressão do
fluido que escoa da região do impelidor para dentro da caixa.
 Anel de lanterna: Separa a caixa de gaxetas em 2 seções, permitindo a
entrada do líquido de selagem, isso quando a bomba opera com altura
manométrica negativa, pois o ar tende a entrar para dentro da bomba.
 OBS: Recomenda-se um suprimento independente de água de selagem
para os seguintes casos: Suction left > 15 ft, pressão de descarga abaixo de
10lb (ou 23 ft de Head), água quente (T>>50F), água suja ou arenosa,
bombeamento de líquido acido ou viscoso.

26 – Quando se utiliza selo mecânico?


Quando os fluidos de trabalho tem pequeno valor lubrificante como
propano e butano, quando o vazamento deve ser mantido mínimo sob severa
pressão e com líquidos inflamáveis e tóxicos.

Mais questões, a partir de resumo do livro:

CAP. 15

1. Quais fatores afetam a seleção de material das bombas?


a. Características do fluido (corrosividade, ph e Temperatura de
bombeamento, sólidos em suspensão, gases dissolvidos)
b. Condições de serviço (pressão, temperatura, velocidade)
c. Características dos Materiais (resistência mecânica e à corrosão,
usinabilidade, soldabilidade...)

2. Cite os principais matérias das bombas e 2 características:


a. Ferro Fundido (+ barato e + resistente à corrosão que o aço-
carbono; usado para bombas que trabalham esporadicamente)
b. Aço Carbono (melhor resistência mecânica, soldabilidade e
usinabilidade)
c. Aço Inox (Ótima resistência à corrosão; + caro; usado para bombas
que trabalham direto)
3. Quais os principais componentes das bombas e quais os matérias
normalmente usados em cada um?
a. Carcaça: ferro fundido a não ser que o líquido seja muito
corrosivo(usar aço inox) ou levemente corrosivo (usar bronze)
b. Impelidor: bronze a não ser que a carcaça seja de ferro fundido e o
fluido seja um eletrólito forte. Também não usar bronze em altas
temperaturas pois o bronze dilata mais do que o aço fazendo com
que aumente a folga radial entre cubo do impelidor e eixo do aço
causem vazamentos e erosão. Assim, nessa condições trocar o
bronze por ferro fundido, aço fundido ou inox.

4. Cite alguns aspectos que devem ser considerados para a seleção do


material de uma bomba:
a. Influência do pH, formação de pares galvânicos, influência da
estrutura das bombas, influência do fator de carga.

5. Quais tabelas devem ser consultadas para seleção de matérias das


bombas?
a. HI (Hydraulic Institute) – mais genéricas
b. API-610: mais específica e usada na indústria do petróleo

6. Cite fatores que favoreçam o uso de gaxetas e selos mecânicos:


a. Gaxetas
i. Alta vibração, serviço intermitente, fluidos com alto poder
lubrificante...
b. Selos mecânicos
i. Fluidos de baixo valor lubrificante, fluidos tóxicos,
inflamáveis e prejudiciais ao homem, condições cíclicas de
operação (mudanças na pressão, temperatura e rotação).

7. Cite a função das gaxetas, selos mecânicos, bucha de gargante, anel de


lanterna, câmara de refrigeração e sobreposta:
a. Gaxeta: Evitar a entrada de ar na bomba ou o vazamento de
líquidos da bomba nos pontos onde o eixo passa através da
carcaça.
b. Selos mecânicos: Usar em casos de severa pressão e mínimo
vazamento que não é conseguido com gaxetas.
c. Bucha de garganta: é localizada no fundo da gaxeta e reduz a
pressão do fluido que sai do impelidor para a caixa de gaxetas.
d. Anel de lanterna: usar quando há tendência de entrar ar na bomba
(Hs negativo). Separa a caixa de gaxetas em duas seções
permitindo a entrada do líquido na selagem.
e. Câmara de refrigeração: Arrefecimento da caixa de gaxetas. Usada
em temperaturas superiores a 100C
f. Sobreposta: controla o vazamento em volta do eixo ao ajustar os
anéis da caixa de gaxetas
CAP. 16

8. Quando devemos associar bombas em série e paralelo?


a. Quando, para uma mesma vazão, quisermos atingir uma altura
manométrica elevada que não é facilmente atingida nem por uma
mutiestágio.
b. Quando a vazão exigida for muito grande; para se ter flexibilidade
de operação, ou seja, trabalhar com diferentes vazões ligando-se
ou desligando-se bombas ou quando necessitarmos de um
adicional de segurança operacional.
CAP. 17

9. Defina Teste Hidrostático


a. Avalia a resistência da carcaça.
b. Pressãoteste >= 1,5 Pressãomáx permitida pela carcaça
c. Regida pela API-610
d. Normalmente é um teste obrigatório

10. Defina Teste de Performance ou Desempenho


a. Levantará as curvas de características da bomba a partir de +- 6
vazões diferentes com respectivos (H, Potabs e η)
b. Normalmente não é obrigatório, mas é aconselhável fazê-lo.

11. Defina Teste de Cavitação


a. Deve ser feito quando a diferença entre o NPSHdisp e o NPSHreq for
< que 1 metro.
b. Etapas:
i. Ver qual a vazão requerida
ii. Calcular o H
iii. Calcular o NPSHdisp
iv. Registrá-lo num gráfico NPSHdisp x H
v. Estrangular a válvula de sucção (e ao mesmo tempo abrir a
descarga para não mudar a vazão) até que o NPSHdisp e o
NPSHreq sejam iguais na vazão requerida.
c. Iremos perceber a cavitação quando:
i. Avaliarmos ruídos/vibrações
ii. Avaliarmos queda de Head: O H cair 2 a 3% na vazão
desejada já basta para saber que está cavitando

VENTILADORES

12. Cite algumas propriedades dos Ventiladores:


a. São máquinas de baixa pressão, grande vazão, porém trabalham
com altos Heads já que trabalham com fluidos com δ pequeno.
b. A unidade de pressão é “coluna dágua”
c. Características físicas análogas às bombas
13. Quais são os tipos de pás dos ventiladores e quais suas principais
características?
a. PPT
i. É o mais eficiente
ii. + caro
iii. Mia silencioso: Menos ruído/vibração(boa aerodinâmica)
iv. Tiragem forçada
v. Não trabalhar com gases com particulados sólidos
b. PPF
i. Potência cresce com a vazão
ii. Tamanho menor

c. PR
i. Trabalha com altas pressões e temperaturas
ii. Baixa eficiência
iii. Mais ruídos/vibrações (aerodinâmica ruim)
iv. Trabalha com gases corrosivos ou sólidos
v. + barato

Questões V ou F
 Comparação entre Aneis de desgaste e enraxamento com eficiência
 A função da luva é proteger o eixo de desgaste
 A função da sobreposta é travar o selo (V ou F)
 Os anéis de desgaste têm por objetivo comprimir a graxeta (V ou F)
 As bombas de petróleo são construitas pela norma ASME (V ou F) não,
é feito pela API
 O ventilador com pá aerodinamica é utilizado para tiragem induzida
(V ou F) O par radial é para tiragem induzida e o aerodinamico é para
forçada.
 Os ventiladores PPT utilizam uma pelicula protetora pois estes não
sofrem forças cizalhantes que arrancariam esta protecção (V ou F) F é
o par radial que usa
 Os ventiladores PPT possuem uma faixa de operação ampla(V ou F)
Verdadeiro
 A fórmula para calcular velocidade é precisa (V ou F)
 A bomba vertical possui um baixo NPSH requerido(V ou F)verdadeira
 O rotor do ventilador é usinado (V ou F) falso, o da bomba é que é qual
é a norma que regulamenta os ventiladores?
O pessoal disse:
Gaxeta, sobreposta, pás, selo mecânico; bombas verticais, que eram pra
economizar espaço, algo do gênero; Afirmaçoes sobre os componentes da
bomba. De cada parada da bomba; quando utiliza os tipos diferentes de
ventiladores