Vous êtes sur la page 1sur 3

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM

• Observar constantemente a paciente e quaisquer


alterações no estado geral
• Monitorizar os sinais vitais e verificar os sinais de
choque iminente
• Verificar o nível de consciência
• Observar o sangramento vaginal
• Administrar medicações prescritas pelo médico
• Oferecer apoio à paciente, explicar as atividades de
enfermagem para diminuir o medo e ansiedade
• Preparo pré-operatório
• Proporcionar assistência pós-operatória
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM PRÉ, TRANS E PÓS-
OPERATÓRIO
• Fase pré-operatória intervenção cirúrgica
transferência do paciente para o centro cirúrgico, a
enfermagem deve estar atenta a todas as
necessidades do paciente, executando com
conhecimento científico especializado
• O período trans-operatório é a etapa mais crítica,
nesse período o enfermeiro é responsável pela
circulação na sala operatória, também é função dele o
planejamento e implementação da assistência
prestada
• O pós-operatório segue aos cuidados de enfermagem,
monitoração dos sinais vitais, verificarem efeitos
colaterais do anestésico, avaliar o paciente por
completo, promover conforto e alívio da dor.

Referências

https://sites.google.com/site/inspconsulting/home/trabalhos-de-conclusao-de-
curso/participacaodoenfermeirofrenteotratamentodagestacaoectopicaumrelatodecaso

http://www.mdsaude.com/2013/10/gravidez-ectopica.html
http://www.ebah.com.br/content/ABAAABu24AB/prenhez-ectopica