Vous êtes sur la page 1sur 7

RELATÓRIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

Marcos Vinícius dos Santos Silva


Graduando do curso de Engenharia
de Controle e Automação da
Universidade Federal de Itajubá
RA:21724

Junho de 2017
1 INTRODUÇÃO

O presente relatório tem por objetivo descrever as atividades realizadas durante o


período de estágio do aluno do curso de Engenharia de Controle e Automação, Marcos
Vinícius dos Santos Silva. O estágio em questão, teve duração de 160 horas e foi realizado
entre os dias 5 de dezembro de 2016 e 24 de Janeiro de 2017, na empresa Líder Comércio
e Serviços de Eletromecânica Ltda, situada no endereço Rua Columbita, 150 – Distrito
Industrial. Cep: 35903-054 – Itabira/MG. Quanto a supervisão do Estágio, esta foi
realizada pelo Engenheiro Mecânico Édio Timóteo de Oliveira.

Por definição, o estágio tem objetivo principal de pôr em prática os conhecimentos


adquiridos durante o curso e acrescentar ao estagiário conhecimentos específicos da
realidade do exercício de sua profissão. Quanto aos objetivos estabelecidos para o estágio
em discussão, podemos citar: Observar, analisar, compreender e interagir com os
processos de rebobinagem e tratamento de motores realizados pela empresa;
Aperfeiçoamento de aplicações de gestão utilizadas através da automatização
computacional na linguagem de programação VBA; Projetar sistemas autônomos para
auxiliar no processo produtivo e melhor gerir os recursos e serviços oferecidos;
Supervisionar a implementação desses projetos.

2 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

A empresa Líder tem como principais atividades a rebobinação e recuperação de


motores elétricos de alta potência. A empresa ainda conta com um processo de limpeza e
restauração desses motores, aumentando assim a vida útil dos mesmos. Inicialmente, dois
tipos de motores chegam à Empresa, aqueles que precisam de manutenção preditiva e
aqueles que não funcionam ou que tem problemas de funcionamento. Os motores do
primeiro tipo passam por limpeza, pintura e rebobinagem. Já os motores do último tipo
passam por um processo de diagnóstico para determinar o que causou sem mal
funcionamento, e depois passam pelo processo de recuperação, trocando as peças
defeituosas, e por fim pelo processo de rebobinagem se necessário.

Ao longo do estágio foram desenvolvidas as seguintes atividades:

• Observação e análise do trabalho executado no processo de rebobinagem e

restauração de motores elétricos;

• Atualização da aplicação de gestão utilizada (Linguagem de programação VBA);

• Planejamento de possíveis automações nos processos de produção;

• Projeto de sistema autônomo para localização e gestão dos motores e processos;

• Desenvolvimento de uma nova aplicação em VBA;

• Desenho de placas para motores.

3 DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO

Inicialmente, foi dado ao estagiário as funções de observar, questionar, analisar e


acompanhar todos os processos da empresa pelos quais passam os motores, para
entendimento das atividades desenvolvidas. Nesta etapa, deu-se ênfase às etapas de
diagnóstico e peritagem elétrica, afinal estas possuem maior afinidade com a área de
controle e automação. A organização setorial da empresa é descrito abaixo pela Figura 1.

Seguido deste estudo, foi conduzido algumas correções e adaptações em uma


aplicação de gestão em desuso. A aplicação citada, apesar de facilitar processos de
cadastramento de motores e preenchimento de formulários no Excel, estava em desuso
porque além de incompleta, esta apresentava muitas telas e uma certa desorganização.
Sob supervisão dos encarregados da gestão, foram feitas modificações e adaptações, afim
de deixar a aplicação mais eficiente para a realidade da empresa. A aplicação em questão,
é desenvolvida em linguagem VBA (Visual Basic), bastante intuitiva e não muito
diferente das linguagens estudadas durante a graduação. Entretanto, foi preciso revisar
alguns tutoriais sobre a linguagem e estudar o índice de comandos disponível, para
realizar a programação.
Quanto ao setor específico de automação, a proposta principal do estágio era que,
sob a supervisão e com o auxílio do Engenheiro supervisor, fosse definido possíveis
automatizações para os processos da empresa. E, caso algumas destas automações fossem
interessantes e possíveis no momento atual da empresa, um projeto com orçamento
deveria ser desenvolvido. Primariamente, algumas automações acompanhadas de
orçamentos informais foram propostas, como por exemplo, a instalação de uma esteira, a
automação do guincho elevador, um contador de eletrônico de giros para a bobinadeira e
um sistema de monitoramento em tempo real da posição do motor no processo.

A automação escolhida pela empresa para fosse feito o projeto completo foi a
última citada. Para tanto, o projeto deveria contemplar um sistema capaz de rastrear a
posição do motor na produção em tempo real e registrar as etapas pelas quais o motor
passou. Adicionalmente, o sistema deveria registrar em qual processo cada funcionário
estava trabalhando e qual a duração de cada processo. Sendo assim, problemas na gestão
de prioridades e custo de cada processo poderia ser facilmente determinado. Inicialmente,
considerou utilizar pontos com computadores ou tablets em cada setor, onde o funcionário
informaria ao sistema as informações dos motores. Entretanto, devido ao custo elevado,
dificuldade e possíveis na operação essa ideia foi descartada. Outra solução proposta foi
a utilização de Tags de radiofrequência que seriam lidas pelos sensores RFID nos postos
fixos de cada setor. Novamente, devido ao alto custo de manter Tags para algumas
centenas de motores a ideia foi descartada. Por fim, foi projetado um sistema capaz de ler
Tags impressas na própria empresa através de imagens de câmera para cada setor. O
sistema também, identificava o funcionário por crachá e atualizava automaticamente o
que estava sendo feito e quem estava fazendo. O funcionamento do sistema foi testado
para um ponto único, contudo, sua aplicação estava sujeita a disponibilidade financeira
da empresa.

Similarmente ao programa modificado, uma nova aplicação na mesma linguagem


foi criada, com o objetivo de receber informações da rede. Essa aplicação tinha por
objetivo gerir as informações coletadas do processo em tempo real enviadas por postos
autônomos que poderiam ser criados em alguns setores. Essencialmente, a aplicação
importaria dados de servidores Web com host nos pontos de coleta de informação
presentes em cada setor.
Por fim, foram desenvolvidos desenhos de algumas placas para motores com o
auxílio dos softwares AutoCad e CorelDraw, dentro das especificações fornecidas.

4 RESULTADOS OBTIDOS

Na etapa de familiarização com os serviços executados pela empresa. Foi possível


compreender como se dá o teste de motores elétricos, as principais falhas e suas causas e
também como é feita a manutenção de acordo com cada problema. Especificamente, a
diferença dos testes a vazio e com o motor aberto e como analisar seu resultado. Sendo
que, na maioria das vezes os problemas são oriundos de sobrecorrente causada por curtos
e derretimento das espiras internas. Outro resultado obtido nessa etapa, foi o aprendizado
de como é feita a bobinagem de um motor e seu controle de qualidade.

Seguindo para etapa de gestão, o desenvolvimento em VBA resultou em


adaptação de uma aplicação em desuso, para que esta se tornasse mais completa e retrata-
se com maior fidelidade a realidade da empresa. Sendo que nesta etapa, a programação
ficou a cargo do estagiário e o algoritmo dos responsáveis pela área. Também resultou,
no desenvolvimento de uma aplicação que implementará a lógica de gestão e interface
visual do projeto de monitoramento dos motores, quando este for implementado.

O principal resultado do estágio foi o projeto do sistema de monitoramento da


posição dos motores. Que coleta as informações dos motores e funcionários de cada setor
em tempo real e as disponibiliza em um servidor Web, que é por sua vez, acessado
regularmente pela aplicação VBA desenvolvida. Embora o projeto não tenha sido
implementado dentro do período de estágio, para utilização do projeto no futuro, basta
uma atualização do orçamento oferecido.

Quanto à outras possibilidades não realizadas durante o estágio, fica apontado a


implementação do sistema projetado, bem como a implementação da automação nos
outros processos sugeridos. Para que, a empresa possa aumentar a eficiência de seus
processos e ter maior controle e informações de gestão no futuro.
5 PARTICIPAÇÃO DO ESTAGIÁRIO

Na etapa inicial do estágio foi necessário para compreensão e análise dos


processos, conhecimentos nas disciplinas de elétrica e mecânica presentes na graduação.
Especificamente, as matérias de Eletrotécnica, Eletrônica de Potência, Instalações
Elétricas Industriais e Máquinas elétricas foram necessárias para compreender os
acionamentos, o funcionamento e os problemas com os motores e os processos de
restauração executados. Também foi necessário relembrar conhecimentos adquiridos na
disciplina de Processos de transformação.

Já no desenvolvimento e modificação das aplicações em VBA, é de extrema


importância possuir conhecimentos oferecidos primordialmente na disciplina de
Informática. Também foram empregados conhecimentos adquiridos em outras muitas
disciplinas que ao longo do curso utilizaram diferentes linguagens de programação.
Afinal, para criar aplicações em uma linguagem de programação é necessário
compreender lógicas e processos de programação.

Finalmente, o projeto do sistema de automação discutido acima, utilizou


conhecimento das disciplinas de Instrumentação Industrial, Automação e Supervisão de
Processos, Microcontroladores e Eletrônica Digital. Principalmente, por que para projetar
e idealizar automatizações precisa de conhecimentos sólidos sobre as possibilidades da
automação e eletrônica. E também, porque saber como programar microcontroladores,
adquirir sinais, e disponibiliza-los em rede foi imprescindível ao longo desse
desenvolvimento. De forma geral, alguns conceitos e saberes de matérias gerenciais como
Planejamento Empresarial, industriais como Sistemas Integrados da Manufatura e de
segurança como Princípios de Saúde e Segurança também foram utilizados.

Durante a realização do Estágio, foi de suma importância o contato com a


realidade industrial e como os conhecimentos, principalmente da área de motores
elétricos são aplicados fora do escopo acadêmico. Também, pode-se dizer que o exercício
de idealizar e projetar automatizações para serem aplicadas nos processos foi desafiador
e muito construtivo, primeiramente, por que força o estagiário a colocar conhecimentos
multidisciplinares a serviço da realidade, e também, porque o faz pesar todas as decisões
de implementação na balança de investimento/economia a médio e longo prazo.

6 CONCLUSÕES FINAIS

Primeiramente, é necessário pontuar que a atividade de estágio realizada teve e


terá muita importância no processo da minha formação. Mais ainda, pode-se dizer que as
experiências práticas adquiridas elevam os outros conhecimentos da graduação para o
nível prático e produtivo. O contato com o funcionamento dos motores elétricos, os testes
que podem ser realizados para identificar o problema, as causas e o protocolo de correção
desses problemas, permitiu a fundamentação e complemento dos conhecimentos
relacionados. Também o contato com a área de gestão, e o desenvolvimento de
ferramentas para a mesmo, foram de extrema importância para adquirir experiência numa
área presente em qualquer produção, no entanto, negligenciada ao longo do curso.

Considero como parte mais significativa do estágio, a etapa de projeto, onde


obtive primeiro contato prático na área que pretendo atuar. Compreendi, que todos os
processos de melhorias devem ser pesados e orçados para que tenham um retorno
considerável. Por fim, o contato com a engenharia prática foram parte essencial na minha
formação e com certeza fará diferença na qualidade de minha formação.