Vous êtes sur la page 1sur 6

32

Resolução
1. Cite cinco tipos de recurso de hardware e cinco tipos de recursos de dados ou de
software que possam ser compartilhados com sucesso. Dê exemplos práticos de
seu compartilhamento em sistemas distribuídos.
Hardware:
 CPU: servidor de computação (executa aplicativos intensivos em processador para
clientes), servidor de objetos remoto (executa métodos em nome de clientes), programa
worm (compartilha capacidade de CPU da máquina de mesa com o usuário local). A
maioria dos outros servidores, como servidores de arquivos, fazem alguma computação
para seus clientes, daí a sua CPU é um recurso compartilhado.
 Memória: cache de servidor (mantém as páginas web acessadas recentemente na sua
RAM, para acesso mais rápido por outros computadores locais)
 Disco: servidor de arquivos, servidor de disco virtual (consulte o Capítulo 8), servidor
de vídeo sob demanda (consulte o Capítulo 15).
 Tela (de vídeo): Os sistemas de janelas de rede, como o X-11, permitem que os
processos em computadores remotos atualizem o conteúdo das janelas.
 Impressora: impressoras em rede aceitam trabalhos de impressão de muitos
computadores. Gerenciando-os com um sistema de enfileiramento.
 Circuitos de rede: a transmissão de pacotes permite que muitos canais de comunicação
simultâneos (fluxos de dados) sejam transmitidos nos mesmos circuitos.
33

Dados / software:
 Página da Web: os servidores web permitem que vários clientes compartilhem conteúdo de página
somente leitura (geralmente armazenado em um arquivo, mas às vezes gerado on-the-fly).
 Sistema de Arquivos: os servidores de arquivos permitem que vários clientes compartilhem
arquivos de leitura e gravação. Atualizações conflitantes podem resultar em resultados
inconsistentes. Mais útil para arquivos que mudam com pouca freqüência, como binários de
software.
 Objeto: as possibilidades para objetos de software são ilimitadas. Por exemplo. “Whiteboard”
compartilhado (edição de imagem), documentos compartilhados (texto, planilha), agenda
compartilhada, sistema de reserva de hospedagem, etc.
 Base de dados: as bases de dados destinam-se a registrar o estado definitivo de alguns conjuntos
de dados relacionados. Eles foram compartilhados desde o surgimento dos computadores
multiusuários. Eles incluem técnicas para gerenciar atualizações simultâneas.
 Conteúdo de notícias em newsgroup: O sistema de notícias faz cópias somente leitura das
notícias publicadas recentemente disponíveis para clientes em toda a Internet. Uma cópia do
conteúdo do newsgroup é mantida em cada servidor de notícias que é uma réplica aproximada
daqueles em outros servidores. Cada servidor disponibiliza seus dados para vários clientes.
 Fluxo (streaming) de vídeo/áudio: os servidores podem armazenar vídeos inteiros em disco e
entregá-los em velocidade de reprodução para vários clientes simultaneamente.
 Lock exclusivo: um objeto em nível de sistema fornecido por um servidor de bloqueio, permitindo
que vários clientes coordenem seu uso de um recurso (como a impressora que não inclui um
esquema de fila).
34
Resolução
2. Compare e contraste a computação em nuvem com a computação cliente-servidor
mais tradicional. O que há de novo em relação à computação em nuvem como
conceito?
No livro, a computação em nuvem é definida em termos de:
(1)suporte a serviços baseados na Internet (se aplicativos, armazenamento ou outros
serviços baseados em computação), onde tudo é um serviço,
- é completamente consistente com a computação cliente-servidor e, de fato, os
conceitos de cliente-servidor suportam a implementação da computação em nuvem.
(2) dispensar armazenamento local de dados ou software aplicativo.
- destaca um dos elementos-chave da computação em nuvem em se mudar para um
mundo onde você pode dispensar serviços locais. Esse nível de ambição pode ou não
estar presente na computação cliente-servidor.
A computação em nuvem promove uma visão da computação como uma utilidade e isso
está ligado a modelos de negócios frequentemente novos, em que os serviços podem ser
alugados ao invés de serem propriedade, levando a uma abordagem mais flexível e
elástica à prestação e aquisição de serviços. Esta é uma distinção fundamental na
computação em nuvem e representa a novidade fundamental na computação em nuvem.
Para resumir, a computação em nuvem é parcialmente uma inovação técnica em termos
do nível de ambição, mas em grande parte uma inovação de negócios em termos de
visualização de serviços de computação como um utilitário.
35
Resolução
3. Use a World Wide Web como exemplo para ilustrar o conceito de compartilhamento de
recursos, cliente e servidor. Quais são as vantagens e desvantagens das tecnologias básicas HTML,
URLs e HTTP para navegação em informações? Alguma dessas tecnologias é conveniente como
base para a computação cliente-servidor em geral?

 Páginas da Web são exemplos de recursos que são compartilhados. Esses recursos são
gerenciados por servidores Web.
 Arquitetura cliente-servidor. O Navegador da Web é um programa cliente (por exemplo,
Firefox ou IE) executado no computador. O servidor Web acessa os arquivos locais que contêm
as páginas da Web e os fornece ao cliente (processos do navegador).
 HTML é uma linguagem relativamente simples para analisar e processar, mas confunde
apresentação com os dados subjacentes que estão sendo apresentados.
 Os URLs são localizadores de recursos eficientes, mas não são suficientemente ricos como
links de recursos. Por exemplo, eles podem apontar para um recurso que foi realocado ou
destruído; sua granularidade (como um recurso) é muito grosseira para muitos propósitos.
 O HTTP é um protocolo simples que pode ser implementado com uma pequena pegada e que
pode ser usado em muitos tipos de transferência de conteúdo e outros tipos de serviço. Sua
verbosidade (mensagens HTML tendem a conter muitas strings) torna ineficaz para passar
pequenas quantidades de dados.
 HTTP e URLs sã o aceitá veis como uma base para a computaçã o cliente-servidor, exceto que
(a) não há forte typechecking (serviços web operam por tipo de verificação de valor sem apoio
do compilador), (b) há a ineficiência que mencionamos.
36
Resolução
4. Os recursos na World Wide Web e outros serviços são nomeados por URLs. O que denotam as
iniciais URL? Dê exemplos de três diferentes tipos de recursos da Web que podem ser nomeados
por URLs.

URL siginifica Uniform Resource Locator (localizador de recurso uniforme).

Três exemplos de recursos que podem usar URLs: um arquivo ou uma


imagem, filmes, som, qualquer coisa que pode ser processado, uma consulta
a um banco de dados ou a um mecanismo de busca.
37
Resolução
5. Cite um exemplo de URL HTTP. Liste os principais componentes de um URL HTTP, dizendo
como seus limites são denotados e ilustrando cada um, a partir de seu exemplo. Até que ponto um
URL HTTP tem transparência de localização?
Exemplo de URL HTTP: http://ifpa.edu.br/index.php

Principais componentes:
• Antes do “:” define o protocolo; ex: http ("HyperText Transport Protocol").
• A parte entre // e / é o nome do domínio no servidor web. Ex: ifpa.edu.br
• O resto (depois de /) refere-se à informação solicitada ao servidor (o
recurso) que está dentro de um diretório usado no servidor web. Ex: o
recurso “index.php” está localizado no diretório raiz do servidor ifpa.edu.br

Quanto à transparência: O nome do host "www" é independente da


localização, por isso temos a transparência do local em que o endereço de um
determinado computador não está incluído. Portanto, a organização pode
mover o serviço da Web para outro computador. Porém, se a responsabilidade
de fornecer um serviço de informações baseado em WWW se deslocar para
outra organização, a URL precisaria ser alterada.