Vous êtes sur la page 1sur 31

Universidade Federal do Paraná

Arquitetura e Urbanismo

Saneamento Urbano I – TH052

Aula 08 – Drenagem Urbana: parte 1

Profª Heloise G. Knapik


1
DRENAGEM URBANA
Relevo e
Tipos e usos do
ambiente
solo
construído

Objetivos e tipos
Macro
de estruturas
drenagem
hidráulicas

Problemas de
Micro drenagem
inundação

2
Drenagem Urbana

Cheias x Inundações x Alagamentos


Cheia (ou enchente): é o aumento temporário do nível de água no canal de
drenagem (rio) devido ao aumento da vazão, atingindo a cota máxima do canal
(sem transbordamento)
Inundação: transbordamento das águas de um canal de drenagem, atingindo
as áreas marginais (planície de inundação ou área de várzea
Alagamento: acúmulo de água nas ruas e nos perímetros urbanos em função
de problemas de drenagem
Drenagem Urbana

Consequências de Inundações

Mortes (deslizamento de terras, doenças de veiculação hídrica)

Danos materiais (moradias, comércio, indústrias)

Congestionamentos

Destruição de veículos

Desvalorização comercial
Drenagem Urbana

Causas de inundações

Aumento das áreas urbanizadas → impermeabilização do solo;

Pavimentação de ruas e construção de calçadas, reduzindo a


superfície de infiltração;
Construção adensada de edificações, que contribuem para reduzir
o solo exposto e concentrar o escoamento das águas;
Acúmulo de detritos em galerias pluviais, canais de drenagem e
cursos de água;
Insuficiência da rede de galerias pluviais.
Drenagem Urbana

Fatores que agravam as inundações urbanas:


Ocupação das áreas marginais;

Obras de drenagem mal projetadas;

Obras de drenagem com problemas de execução;

Canalização de córregos sem a análise de impactos a jusante


(transferência de inundações de um ponto a outro);
Soluções impróprias de canalização;
Falta de
Planejamento
Qualidade das águas (esgoto, poluição difusa, etc.) Urbano
Urbanização

Crescimento
Impermeabilização
urbano

7
Urbanização

Consequências no balanço hídrico:


Urbanização

Consequências no balanço hídrico:


Centro Politécnico

EXEMPLO DE CÁLCULO:
ÁREAS IMPERMEÁVEIS E ESCOAMENTO
A prefeitura do campus da UFPR/Setor de Tecnologia necessita
saber qual a vazão gerada na área do estacionamento do
prédio da administração e da Biblioteca setorial para projetar
as galerias de águas pluviais do local. Sabendo-se que a área do
estacionamento é de 1.500 m², sendo 5% de área permeável
(gramados, canteiros de flores e árvores), que o tempo de
duração da chuva é de 20 minutos e adotando um tempo de
recorrência de 3 anos (microdrenagem com prédios públicos),
determinar a vazão gerada.
Urbanização

Consequências no sistema de drenagem:

Transporte

Erosão Sedimentação

Problemas
sanitários e
de
escoamento
a jusante
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais

Objetivos:

• Escoar a água precipitada o mais rápido possível


para jusante do ponto de coleta
• Reduzir a exposição da população e das edificações
ao risco de inundações
• Reduzir o nível de danos causados pelas inundações
(erosão de vias, lotes, casas)
• Proteção da qualidade ambiental e do bem estar
social
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais

Microdrenagem Macrodrenagem

Conjunto de galerias de
Estruturas que coletam as
águas pluviais, canais, etc,
águas da chuva nas áreas
que constituem grandes
urbanas, formadas por
troncos coletores das águas
bueiros e tubulações
de chuva em áreas
secundárias de menor
urbanizadas ou em processo
diâmetro
de urbanização
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais - Dimensionamento

Uso atual e Deve contemplar


desenvolvimento áreas de montante e
futuro de jusante
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais - Microdrenagem

Microdrenagem

• Sarjetas
• Bocas de lobo
• Caixas de ligação
• Galerias
• Poços de queda
• Poços de visita
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais

Microdrenagem
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais - Macrodrenagem

Macrodrenagem

• Emissários em condutos circulares


e canais
• Obras de extremidade para
dissipação de energia
• Reservatórios de detenção
• Retificação e dragagem de
córregos e rios
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais
Tipos de canais de macrodrenagem urbana
Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais

Macrodrenagem

Rio Belém canalizado (Cidade de Curitiba)


Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais

Macrodrenagem

Foz do rio Juvevê no Rio Belém


Drenagem Urbana

Sistemas tradicionais

Macrodrenagem
Drenagem Urbana

Medidas de controle de Inundações


São medidas de correção e /ou prevenção que visam minimizar os
danos das inundações.

Intensivas
Medidas estruturais
Extensivas

Medidas de controle:

Medidas não estruturais


Drenagem Urbana

Medidas de controle de Inundações


Medidas Estruturais:

Intensivas: Extensivas:
• Aceleração do escoamento: • Corresponde aos pequenos
Canalização e obras correlatas; armazenamentos disseminados
• Retardamento do fluxo: na bacia
Reservatórios (Bacias de • Recomposição de cobertura
detenção/retenção), vegetal e ao controle de erosão
restauração de calhas naturais; do solo
• Desvio de escoamento: Túneis
de derivação e canais de
desvio;
Drenagem Urbana

Medidas de controle de Inundações


Medidas Estruturais: obras de engenharia

retificação de
canalizações barragens galerias
córregos e rios

outras melhorias dragagem obras de retenção drenagem forçada


em córregos e rios (desassoreamento) (reservatórios) em áreas baixas

bombeamento túneis microdrenagem


Drenagem Urbana

Medidas de controle de Inundações


Medidas Não Estruturais:

• Planejamento de Macro e Micro Drenagem Urbana


• Leis de Uso e Ocupação do Solo (preservação das áreas marginais,
manutenção de áreas verdes, disciplinamento da ocupação urbana,
etc.)
• Integração da drenagem urbana com outras intervenções urbanas
• Regras Operativas de Obras Hidráulicas para Controle de Cheias
• Detenção do escoamento superficial gerado pela ocupação (parcela
de solo impermeável) no próprio lote.
Drenagem Urbana

Medidas de controle de Inundações


Medidas Não Estruturais: “atacam as causas”

• Utilização de pavimentos permeáveis


• Fiscalização , educação ambiental e participação da sociedade
• Sistema adequado de coleta de lixo
• Sistema eficiente de manutenção de obras de drenagem
• Participação da sociedade
• Sistema de Ações Civis para Minimizar os Impactos das Inundações
(Defesa Civil, Polícia, Trânsito, Serviço Social, Abrigos, Hospitais,
Engenharia, etc.)
Fonte: detenção das águas pluviais no controle de enchentes urbanas no estado do Paraná. Fendrich e Gevaerd, 2014
Problemas Drenagem
inerentes à urbana
urbanização tradicional

Drenagem urbana sustentável