Vous êtes sur la page 1sur 23

Princípios Geológicos

Biologia e Geologia
11º Ano 1
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Horizontalidade inicial


A deposição de sedimentos, caso não ocorram perturbações, processa-se de
forma a originar estratos horizontais.

2
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Sobreposição dos Estratos


Numa sucessão de estratos não deformados, a camada sedimentar mais
recente sobrepõe-se à mais antiga.

3
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Sobreposição dos Estratos

Exemplo
Estrato A é mais recente que o estrato B.

4
Princípios básicos da estratigrafia

Discordâncias estratigráficas ou lacunas estratigráficas


Descontinuidades no registo geológico, marcadas pela ausência de estratos,
devido à não ocorrência de sedimentação no local ou à erosão de estratos
que existiam.

5
Princípios básicos da estratigrafia

Variação horizontal de fácies

Ao longo de cada estrato, existe uma passagem gradual de litologias.

a – calcário; b – argila; c – arenito; d – conglomerado

6
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Continuidade Lateral


Um estrato tem sempre a mesma idade ao longo de toda a sua extensão,
independentemente da ocorrência da variação horizontal (lateral) de fácies.

7
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Continuidade Lateral

Permite estabelecer correlações de idade entre estratos localizados em


lugares distanciados.

As margens de África e da América do Sul contêm


sequências estratigráficas idênticas.

8
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Identidade Paleontológica


Estratos que contenham a mesma associação de fósseis são a mesma idade.

9
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Identidade Paleontológica

Ao encontrarmos em zonas distantes ou em zonas adjacentes


camadas litológicas com o mesmo conteúdo fossilífero, pode-se
dizer que as camadas têm a mesma idade.

10
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Identidade Paleontológica

11
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Interceção
Qualquer estrutura geológica, como uma falha ou um filão, é posterior aos
elementos que interceta e anterior àqueles que não afeta.

12
Princípios básicos da estratigrafia

Princípio da Inclusão
Qualquer rocha que contenha elementos de outra preexistente, é posterior a
esta.

13
Princípios básicos da estratigrafia

Transgressão marinha
O nível do mar sobe e as suas águas avançam sobre o continente.

Regressão marinha
O nível do mar desce e as suas águas recuam, pondo a descoberto o antigo
fundo submarino.

14
Princípios básicos da estratigrafia

Transgressão marinha
Pode ser causada pelo degelo das calotes polares ou pelo afundimento do
solo em regiões costeiras.
Numa transgressão marinha observa-se uma sequência que apresenta uma
diminuição de granulometria da base para o topo.
Princípios básicos da estratigrafia

Transgressão marinha

16
Princípios básicos da estratigrafia

Regressão marinha
Pode ser causada pela acumulação de gelo nas calotes polares ou pela
elevação do solo em áreas costeiras.
Numa regressão marinha observa-se uma sequência que apresenta um aumento
de granulometria da base para o topo.

17
Princípios básicos da estratigrafia

• Na figura, para além dos estratos, também estão representadas uma dobra
e uma falha. Estas estruturas são posteriores ou anteriores à formação dos
estratos?

• Reconstrói a história geológica do corte representado.


18
Princípios básicos da estratigrafia

19
Princípios básicos da estratigrafia

• A ordem cronológica das estruturas é C, B, D, A e E.


• Os estratos da sequência C foram os primeiros a depositar-se, na Era Paleozoica, dado terem
fósseis de trilobites.
• Foram desviados da sua posição inicial e sobre eles depositaram-se os estratos da sequência B (na
Era Mesozoica, dado terem fósseis de amonites).
• Posteriormente, surgiu uma intrusão magmática (D) que atravessou as estruturas geológicas C e B,
consolidando.
• Após erosão superficial depositou-se a sequência estratigráfica A (na Era Cenozoica), que foi
erodida na zona E por um curso de água. 20
Princípios básicos da estratigrafia

1 - Deposição de A, B, C, D, E, F e
G e posterior inclinação;
2 – Ocorrência da falha H;
3 – Erosão e formação de uma
descontinuidade (I) – superfície
irregular;
4 – Deposição de J, K e L;
5 – Aparecimento da Intrusão M;
6 – Novo episódio de erosão com
formação de uma segunda
descontinuidade (N);
7 – Deposição de P (com inclusões
de rochas mais antigas) e Q;

8 – O filão R e as camadas de lava S e T surgiram depois da deposição de Q mas não é


possível concluir se R surgiu antes ou depois de S e T pois não o interseta.

21
Princípios básicos da estratigrafia

22
Ordena cronologicamente e descreve os acontecimentos assinalados (A a H).

23