Vous êtes sur la page 1sur 31

Calendário Cultural

Madre Deus
da
DIVERSIDADE
“A vocação cultural da Madre Deus é tão
expressiva que ultrapassa os limites do bairro
para se tornar símbolo da própria cidade.”
Ubirajara Rayol
Professor da Língua Portuguesa e Escritor Madredivino

Agradecimentos
A comunidade da Madre Deus
Ao Conselho Cultural Comunitário da Madre Deus.
A todos os empreendedores culturais da Madre Deus
E a todos os colaboradores do Curso de Turismo da UFMA
A Madre Deus é o bairro
que mais centraliza a
E ste calendário cultural é resulta-
do do projeto “Empreendedoris-
mo Cultural: Perspectivas para o desenvol-
cultura popular de São vimento do Turismo Cultural no bairro da
Madre Deus em São Luís – MA”. O projeto
Luís. Visitar a cidade e foi financiado pelo Ministério da Cultura
não conhecer a Madre – MinC, por intermédio da Secretaria de
Economia Criativa – SEC, executado pelo
Deus é perder parte de Conselho Nacional de Desenvolvimento
sua história. Científico e Tecnológico – CNPq, Edital
80/2013, e coordenado pelo Espaço Inte-
grado do Turismo-ESINT. Seu principal
objetivo é fortalecer o empreendedorismo
cultural no Bairro da Madre Deus.
Empreendedorismo Cultural: Perspectivas para o desenvolvimento do Turismo Cultural
no bairro da Madre Deus em São Luís – MA. Edital: 80/2013 – CNPq / SEC / MinC.

Instituição Financiadora Profª. Drª. Ilza Galvão Cutrim • ilzagal@uol.com.br


MINISTÉRIO DA CULTURA - MinC Jorge Coutinho – Presidente do Conselho Cultural
por intermédio da Secretaria de Economia Criativa - SEC Comunitário da Madre Deus
Dorilene Sousa Santos • dorilene.sousa@gmail.com
Instituição Executora
Ildeneia Borges Abreu • neya.abreu@live.com
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico
Hanna Coelho Rocha • hannacoel@gmail.com
e Tecnológico - CNPq
Letícia Cynara Santos Silva • leticiascynara@gmail.com
Coordenação do Projeto Vanderley Rabelo de Jesus • vanderleydejesus21@gmail.com
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA
Bibliografia
Espaço Integrado do Turismo • ESINT
Chagas Júnior, José de Ribamar de Sousa. Madre Deus
esint.ufma@hotmail.com
de Festejos e Festanças, Lithograf. São Luís, 2002, 1ª edição;
Profa. Dra Conceição de Maria Belfort de Carvalho Projeto de Extensão Formação de Agentes Culturais
cbelfort@globo.com
Fundação de Amparo à Pesquisa e ao
Profa. Dra. Klautenys Dellene Guedes Cutrim Desenvolvimento Científico e Tecnológico
kdguedes@yahoo.com.br do Maranhão - FAPEMA
Universidade Federal do Maranhão - UFMA
Bolsista de Iniciação Tecnológica e Industrial do CNPq
Sâmya Cristini Pereira Mendonça Projeto Gráfico
mendoncasamya@gmail.com Marcos Caldas e Nazareno Almeida
Colaboradores Revisão
Profa. Msc. Karoliny Diniz Carvalho Profª. Drª. Ilza Galvão Cutrim
karolinydiniz@gmail.com
JANEIRO Os Reis visitam o Menino

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Fonte: http://blog.tendtudo.com.br
Representação simbólica da
visita dos três Reis Magos ao
Menino Jesus com “queimação
de palhinhas”.
Mais de 100 anos
de tradição!
JANEIRO

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Festejo de São Sebastião: santo


padroeiro de diversas cidades
Fonte: Vanderley Rabelo

do Maranhão, mártir cristão


também celebrado na Umbanda
como o guerreiro Orixá Oxossi.
Ilha de Foliões FEVEREIRO

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
Terça de Carnaval
Fonte: http://maranhaomaravilha.blogspot.com.br

De acordo com o calendário


cristão a animação acontece
na terça de carnaval. O Bicho
Terra, grupo musical fruto da
Cia. Barrica, surge na década
de 90 explodindo seu ritmo
carnavalesco maranhense.
Ilha de Foliões FEVEREIRO

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
Terça de Carnaval

Antes denominado Unidos da


Fonte: http://www.cabresto.blogspot.com

Última Hora, a Máquina de


Descascar Alho surge na década
de 80 como um alegre e popular
grupo carnavalesco.
MARÇO Carnaval de
Todos os Ritmos
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
Terça de Carnaval

A folia carnavalesca também


acontece no mês de março.
Blocos como o Bloco
Tradicional Companhia do
Ritmo, Bloco Organizado
Mocidade Independente Os
Dragões da Madre Deus e
Bloco Tradicional Os Feras

Fonte: Edgar Rocha


se apresentam dentro e fora
da capital tornando o carnaval
maranhense único.
Carnaval de Todos os Ritmos MARÇO
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
Terça de Carnaval

A Escola de Samba Turma do


Quinto, o Bloco Tradicional
Príncipe de Roma, o Bloco
Alternativo Vagabundos do Jegue
e o Bloco Os Fuzileiros da Fuzarca
também animam a festa! Nossos
blocos são formados por diversos
instrumentos musicais: o bloco
tradicional traz o contratempo
(grandes tambores de compensado,
cobertos de couro de bode) enquanto
que os blocos organizados têm a
Fonte: Edgar Rocha

presença de violões, cavaquinhos,


saxofones, clarinetes, tamborins,
retintas e cabaças.
Palco de
Emoções
ABRIL
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

A Avenida Rui Barbosa, mais


conhecida como Largo do
Caroçudo, tornou-se o 1º Viva
da capital, em 1997. É ponto de
Fonte: Vanderley Rabelo

encontro da comunidade e palco


de manifestações culturais.
Palco de Emoções ABRIL
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Na Capela de São Pedro, na


Madre Deus, é o lugar onde
todos os bois se reúnem para
agradecer o Santo.
Fonte: Edgar Rocha
MAIO 150 anos de tradição

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Festejo do Divino Espírito


Santo: De acordo com o
calendário cristão, o festejo
de celebração da Trindade
religiosa é realizado no mês de

Fonte: Edgar Rocha


Maio na Casa das Minas.
MAIO 150 anos de tradição

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

O Festejo do Divino é uma


festividade surgida no século
XIV em Portugal; chegou ao
Maranhão com os colonos
açorianos, portugueses e
seus descendentes e adquiriu

Fonte: Edgar Rocha


características de religiões afro-
brasileiras.
JUNHO Festejos
Juninos
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20
21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Fonte: Edgar Rocha


Este período celebra diversas
entidades religiosas em todos os
arraiais da ilha. O bairro realiza
o Festejo do Glorioso Santo
Antônio, considerado o Santo
Casamenteiro. A família Barata
realiza o festejo há 70 anos de 1
a 13 do mês. Destaca-se também
o Festejo de São Pedro, o
Padroeiro dos Pescadores, de 20

Fonte: Vanderley Rabelo


a 29, com procissão marítima e
terrestre no último dia. O festejo
tem grande repercussão popular.
Ilha de Sotaques JUNHO
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24
25 26 27 28
29 30 31

No bairro encontramos as
homenagens aos santos do mês
em forma de manifestações
culturais, como o bumba boi
representado por diferentes
sotaques: O Bumba Meu Boi da
Madre Deus, desde a segunda
metade do século XIX, vem
representando o sotaque de
matraca da ilha, enquanto o
Boizinho Barrica representa o
Fonte: Edgar Rocha

sotaque de orquestra.
Conselho Comunitário JULHO
1
1 2
2 3
3 4
4 5 6
5 6 7
7
8
8 9 10 11 12 13 14
9 10 11 12 13 14
15
15 16 17 18
16 17 18 19
19 20 21
20 21
22 23
22 23 24
24 25
25 26
26 27
27 28
28
29 30 31
29 30 31

Conselho Cultural
Comunitário da Madre Deus,
antes Departamento Municipal
de Trânsito, funciona desde
1997. Foi criado por artistas,
líderes religiosos, políticos e
moradores da comunidade.
Incentiva a produção artística
Fonte: Vanderley Rabelo

por meio de projetos culturais


e educacionais.
Praça da Saudade JULHO
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Localizada em frente ao
Cemitério do Gavião, a
Praça da Saudade é um dos
principais pontos de encontro
Fonte: Vanderley Rabelo

da comunidade.
Agosto Morre a estrela
do São João
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31
1º Domingo

Manifestação cultural com


influência afro-brasileira, o
bumba meu boi maranhense é
celebrado nos festejos juninos
retratando a história do escravo
pai Francisco, e se apresenta
como um retrato das relações
sociais e econômicas do

Fonte: Edgar Rocha


período colonial.
Agosto Morre a estrela
do São João
1
1 2
2 3
3 4
4 5 6
5 6 7
7
8
8 9 10 11 12 13
9 10 11 12 13 14
14
15
15 16
16 17
17 18
18 19
19 20 21
20 21
22 23
22 23 24
24 25
25 26
26 27
27 28
28
29 30
29 30 31
31
1º Domingo

O festejo é realizado em 4
etapas: ensaios, batismo,
celebração em arraiais e morte
do boi. A morte do Bumba meu
boi da Madre Deus acontece a
partir do 1° domingo de agosto
finalizando a brincadeira.

Fonte: Edgar Rocha


SETEMBRO Protetores dos gêmeos
e das crianças
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27
26 27 28
28
29 30 31

No dia 27, acontece o Festejo

https://www.google.com.br/Sao+cosme+e+damiao
de São Cosme e Damião,
santos médicos da Igreja
Católica, que praticavam a
cura sem pedir nada em troca
e ainda distribuíam doces aos
enfermos.
Curiosidades SETEMBRO

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Hospital Geral Tarquínio Lopes


Filho: Antiga ermida Nossa
Senhora da Madre de Deus ou
Casa da Madre de Deus erguida
Fonte: Vanderley Rabelo

em 1713, antes conhecida como


Ponta de Santo Amaro.
OUTUBRO Grande Centro Artesanal

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Antes Sede da Companhia de


Fiação e Tecidos de Cânhamo,
antiga fábrica de 1893, o prédio
é a atual sede do Centro de
Comercialização de Produtos
Artesanais do Maranhão
(CEPRAMA).

Fonte: Hanna Coelho


OUTUBRO Arena Cultural

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Na década de 90 um teatro
de Arena foi construído na
lateral do prédio, para servir
como palco de apresentações
culturais. O espaço é aberto
para visitação de segunda à
sexta, das 9h às 19h. Sábado,
das 9h às 20h. Domingo,

Fonte: Hanna Coelho


das 9h às 13h.
NOVEMBRO Cemitério do Gavião:
acervo Cultural
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Inaugurado em 1855, o
Cemitério São José da
Misericórdia é popularmente
conhecido como Cemitério
do Gavião, em homenagem à
área em que está localizado: a
Quinta do Gavião.

Fonte: Hanna Coelho


NOVEMBRO Cemitério do Gavião:
acervo Cultural
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Nele encontramos esculturas


e monumentos representativos
em memória de grandes
personalidades maranhenses,
como o artista plástico João
Clemente Jorge Trinta, o
famoso carnavalesco Joãozinho
Trinta. Roteiros turísticos são
realizados no local das 08h às

Fonte: Elza Galvão


12h mediante contratação.
DEZEMBRO Mártir da Paz
1 2 3 5 6 4 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

No dia 4 realiza-se o festejo de


santa Bárbara, que também é
festejada nas religiões de culto
afro como Yansan ou Oyá.
Protetora dos fiéis contra todos

https://www.google.com.br/santabarbara
os tipos de males, contra raios
e tempestades, Santa Bárbara é
também venerada pelos militares.
Natalina da Paixão
DEZEMBRO

1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Uma montagem da Companhia


Barrica de Teatro de Rua,
inspirada na trajetória de Jesus
Cristo na terra. É realizada
desde 2001 nas ruas do bairro da

http://boideseuteodoro.wordpress.com/
Madre Deus, no período pascoal
e natalino.
Casa das Minas Praça Demerval Rosa Companhia Barrica do Maranhão
(Rua São Pantaleão, 857-A) (Lira Madre Deus) (Av. Rui Barbosa Nº 102)
• Dia de Reis • Festejo de São Sebastião • Natalina Da Paixão
• Festejo do Divino • Sede do Bloco Cia. do Ritmo • Bicho terra
• Festejo de São Cosme e Damião • Sede da Quadrilha Sertaneja Rosa Amarelo • Boi barrica
• Festejo de Santa Barbara
Bloco Os Fuzileiros da Fuzarca Bloco Tradicional Príncipe de Roma Bloco Alternativo Vagabundos do Jegue
(Rua Afrânio Peixoto nº 04) (Rua Lucio de Mendonça Nº 166 A) (Rua São Pantaleão Nº 1237)
Conselho Cultural Comunitário da Madre Deus Bloco Tradicional Os Feras Escola de samba Turma do Quinto
(Av. Rui Barbosa, nº65) ao lado da Praça da Saudade (Rua do Norte)
Festejos do Glorioso Santo Antônio A Máquina de Descascar’ Alho Praça da Saudade
(Rua São Pedro Nº 10) (Rua 04 nº 17) (Em frente ao Cemitério do Gavião)
Sociedade Folclórica e Cultural Bumba Grupo Cultural Bloco Organizado Mocidade Igreja de São Pedro
Meu Boi da Madre Deus Independente Os Dragões Da Madre Deus (Av. Vitorino Freire S/Nº)
(Av. Vitorino Freira s/n) (Rua Beco Feliz Nº 04)
Patrocínio Realização