Vous êtes sur la page 1sur 10

DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Declaração Ambiental

1 - Preambulo

O desempenho ambiental da FRIGOCON tem-se regido pelo princípio da melhoria contínua, e pelo cumprimento da sua
Política de Ambiente, que foi distribuída e divulgada, a todas as partes interessadas.
A Política da empresa faz parte de um sistema integrado de Gestão da Qualidade,
Ambiente e Segurança e Saúde no Trabalho, sendo o ambiente uma peça estratégica da responsabilidade da FRIGOCON,
constituindo um desenvolvimento sustentável e sustentado.

2 - Introdução

Esta é a primeira Declaração Ambiental publicada pela FRIGOCON, a qual segue o descrito e estabelecido no Regulamento
do Sistema de Eco Gestão e Auditoria da União Europeia (EMAS).
Os dados expostos nesta Declaração reportam o período de Janeiro de 2013 a Dezembro de 2013.
Pretende-se através deste documento fornecer ao público e outras partes interessadas informações de carácter ambiental
relativas aos impactes e à melhoria contínua do comportamento ambiental.

3. Apresentação da FRIGOCON
3.1. Identificação e localização das instalações

Nome: FRIGOCON – indústria de frio e congelação S.A.


CAE: 27510
Morada: Rua das Calçadas 568
4480-492 Touguinha - Vila do Conde
Portugal
Telefone: 351 252 640 140
Fax: 351 218 647 113
Email: geral@FRIGOCON.pt
Site: www.FRIGOCON.pt

3.2 Descrição das actividades da Organização

Neste capítulo pretende-se analisar os processos de prestação do serviço com o intuito de identificar aqueles que têm
maiores incidências ambientais. Deste modo, além da descrição das principais fases dos processos de trabalho, é
apresentado um fluxograma onde estão indicadas as fontes mais significativas no que diz respeito aos descritores (aspectos
ambientais) mais comuns.
Ver anexo I – Fluxo do Procedimento produtivo

4. A FRIGOCON, SA E o seu Sistema de gestão Ambiental

Pelo facto de a FRIGOCON, ter implementado um Sistema de Gestão Ambiental, apresenta-se de seguida a respectiva
Política.

Na FRIGOCON preocupamo-nos com o impacte da nossa actividade na comunidade.


Estando conscientes da responsabilidade na gestão desse impacte, assumiu a
Administração da FRIGOCON o compromisso da melhoria contínua da qualidade dos seus processos, produtos e serviços, do
seu desempenho ambiental e da segurança das pessoas e bens, como contributo para um desenvolvimento sustentável.
Visando a eficácia do sistema, a Administração da empresa tem objectivos de rigor e de adequação de métodos e processos
de trabalho, comprometendo-se para tal a:

 Promover a redução dos impactes ambientais através da melhor gestão dos recursos utilizados e dos resíduos
gerados pela instalação.
 Cumprir e criar condições para o cumprimento, a todos os níveis, dos requisitos legais, normativos e outros
aplicáveis à actividade, promovendo a melhoria contínua da eficácia do Sistema, através de avaliações de
Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

desempenho de processos e do cumprimento dos objectivos e normativos da empresa e de cada uma das suas
unidades de trabalho.
 Satisfazer as necessidades e exigências dos clientes, fornecendo-lhe produtos e serviços que correspondam às suas
expectativas, de modo a fomentar uma relação de confiança e fidelidade com a FRIGOCON.
 Incluir metas e objectivos de Qualidade, Ambiente e Segurança nos planos de negócio e relações com clientes,
fornecedores e outros, garantindo a veiculação das nossas preocupações e objectivos em matéria de Ambiente,
Qualidade e Segurança, medindo e avaliando os resultados obtidos de forma a promover a sua eficácia e melhoria.
 Aplicar as melhores práticas e definir as melhores estratégias para a prevenção contínua dos riscos para a
segurança, a saúde e o ambiente.
 Promover a poupança de energia, água e outros recursos naturais e a correcta gestão de resíduos, promovendo a
redução da poluição.

A implementação das normas NP EN ISO 9001, NP EN ISO 14001 e OHSAS 18001 reflectem a nossa preocupação na definição
e implementação de um conjunto de processos e metodologias, assegurando elevados padrões de qualidade, eficiência e
competitividade, demonstrando assim a nossa capacidade de resposta às necessidades do cliente e imperativos legais.
O nosso cliente é o nosso maior activo.

5. SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO- O SISTEMA AMBIENTAL

O sistema de gestão ambiental implementado na FRICON está integrado com os sistemas de gestão da qualidade, ambiente
e segurança, cujo âmbito é Concepção e fabricação de aparelhos de refrigeração e desumidificadores com e sem
aquecimento, suportado pelos seguintes documentos:
 Política da Qualidade, Ambiente e Segurança;
 Objectivos e Metas;
 Legislação e outros requisitos;
 Manual da Qualidade, Ambiente e Segurança;
 Procedimentos de Gestão, Instruções de Trabalho, Especificações Técnicas e Impressos;
 Planos de: Gestão e Acompanhamento dos Objectivos da Qualidade, Ambiente e Segurança, Monitorização,
Formação,
 Auditorias, Calibração, Manutenção;
 Registos;
 Definição da Política Qualidade, Ambiente e Segurança;
 Identificação e Avaliação dos Aspectos;
 Identificação de Perigos e avaliação de riscos.

5.1. Aspectos Ambientais

Os aspectos ambientais são elementos das nossas actividades que podem interagir com o ambiente.
De acordo com o anexo VI do EMAS (Regulamento CE n.º 761/2001) a FRICON SA dividiu os seus aspectos ambientais
directos (aqueles que a empresa pode controlar, minimizar ou prevenir) e indirectos (aqueles que a empresa pode apenas
influenciar).
Foram também identificados igualmente as actividades ou serviços associados a esses aspectos ambientais e em cada
condição de operação Normal, Arranque ou de Emergência.
Após a identificação dos aspectos os mesmos foram classificados em significativos e não significativos.

5.1.1. Aspectos Ambientais Significativos 2013

5.1.1.2 Directos e Indirectos


A FRICON procedeu à identificação dos seus aspectos ambientais de acordo com as actividades passadas, actuais e
planeadas, em condições normais, arranque e emergência.

O quadro seguinte apresenta os Impactes Ambientais Significativos da FRICON:

Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Aspecto Ambiental ou Responsabilidade


Situação Principais Impactes
Social

Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Normal Consumo de água Desgaste dos recursos


Normal Consumo de ar comprimido Desgaste dos recursos
Normal Consumo de Energia Desgaste dos recursos
Normal Consumo de materiais Desgaste dos recursos
Normal Consumo de Matérias primas Desgaste dos recursos
Normal Consumo de Filme Plástico Desgaste dos recursos
Normal Consumo de produtos químicos Desgaste dos recursos
Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Anormal Derrame de óleo
meio receptor)
Normal Emissão de calor Deterioração do Ambiente de trabalho
Normal Emissão de gases (NOx, CO2, CO, COV, etc.) Contaminação do ar atmosférico
Normal Emissão de gases de escape Deterioração do Ambiente de trabalho
Normal Emissão de poeiras Contaminação do ar atmosférico
Anormal Fuga de ar comprimido Desgaste dos recursos
Normal Produção de Efluentes líquidos Contaminação dos solos
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de R.S.U
receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de Resíduos de absorventes
receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de Resíduos de Cabos eléctricos
receptor)
Produção de Resíduos de Embalagens Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
Contaminadas meio receptor)
Produção de Resíduos de Embalagens de Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal
Plástico receptor)
Produção de Resíduos de Embalagens de Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
tinta meio receptor)
Produção de resíduos de equipamentos Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
eléctricos meio receptor)
Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal Produção de Resíduos de Lâmpadas
meio receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de Resíduos de Madeira
receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de Resíduos de Metais ferrosos
receptor)
Produção de Resíduos de Metais não Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal
ferrosos receptor)
Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal Produção de Resíduos de Óleo
meio receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de Resíduos de Papel/Cartão
receptor)
Produção de Resíduos de Pilhas e Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
Acumuladores meio receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Produção de Resíduos de Plástico
receptor)
Produção de Resíduos de Reagentes e Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
Embalagens contaminadas meio receptor)
Produção de Resíduos de Solventes de Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
lavagens meio receptor)
Produção de Resíduos de Têxtil Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal
contaminado meio receptor)
Normal Produção de Resíduos Industriais Banais Produção de Resíduos (contaminação do meio
Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

receptor)
Normal Produção de Ruído Deterioração do Ambiente de trabalho
Produção de Resíduos Perigosos (contaminação do
Normal Resíduos fluidos de refrigeração
meio receptor)
Produção de Resíduos (contaminação do meio
Normal Derrame de fluidos
receptor)

6. Descrição dos Objectivos ambientais do programa de gestão

6.1. Objectivos 2014

Medidas Estabelecidas/Procedimentos

Redução do consumo de água


Gestão de energia
Gestão de energia (redução do consumo)
Gestão de matérias primas e resíduos incorporados
Diminuição do consumo de plástico
Redução do consumo de produtos químicos
Gestão de emissões gasosas
Gestão das emissões gasosas, melhorando percursos e controlando velocidades
Gestão do Sistema de Despoeiramento, aumento da exaustão e de sistemas de
exaustão
Gestão de energia (manutenção aos sistemas ar comprimido)
Gestão de água e efluentes líquidos
Gestão de resíduos (fazer melhor triagem dos resíduos)
Gestão de resíduos perigosos
Gestão de Resíduos
Gestão de resíduos (reciclagem)
Reciclagem/recuperação de metais
Redução do consumo e retenção de produtos e matérias perigosas.
Tratamento das águas
Redução do consumo e retenção de produtos e matérias perigosas.
Diminuição do Ruído que chega ao colaborador na fonte através de EPI

7. Descrição do Desempenho Ambiental da FRIGOCON

7.1. Consumos de matéria-prima e materiais auxiliares

MATÉRIA-PRIMA E MATERIAIS AUXILIARES 2012 2013


Chapa
Fio de soldadura (Kg)
Madeira
Plástico

Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Tabela 01: Dados de consumo de matéria-prima e materiais auxiliares

Gráfico n.º 01: Gráfico comparativo do consumo de matéria-prima

7.2. Evolução da produção entre 2012 e 2013

Tabela 02: Dados de Produção


Gráfico 02: Análise comparativa dos valores de produtos produzidas entre

7.3. Consumo de gases de apoio à produção

Para a etapa do processo produtivo são consumidos 2 tipos de gases distintos, Oxigénio e Acetileno.

Identificação do Gás Acetileno (Kg) Oxigénio (m3)

Ano 2012 2013 2012 2013


Consumo
Consumo gás vs produção

Tabela 03: Descrição de consumo de 2012 e 2013 relativo aos gases de apoio à produção
Gráfico 03:
Gráfico 04:

7.4. Consumos energéticos

A empresa utiliza dois tipos de energia para a realização da sua actividade, a energia eléctrica e o gasóleo para o
Empilhador.

Ano 2012 2013


Consumo de Energia eléctrica (Kw.h) 438098 578719

Consumo de Energia eléctrica vs produção

Tabela 04: Descrição de consumo de Energia eléctrica de 2012 e 2013, e o Consumo específico de energia eléctrica desde
2012 até Dezembro de 2013.

Gráfico n.º05 - Análise comparativa entre 2012 e 2013 do Consumo de energia eléctrica

Gráfico n.º06 - Análise comparativa entre 2012 e 2013 do Consumo específico de Energia eléctrica

7.5. ANÁLISE COMPARATIVA DO CONSUMO TEP EM FUNÇÃO DA LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Ano 2012 2013

Consumos Energéticos (TEP/ano)

Tabela 05: Análise do Consumos Energéticos em TEP/ano


Gráfico n.º07 –

7.6. RESÍDUOS

O principal resíduo produzido pela FRICON é “Aparas e limalhas de metais ferrosos”, existem no entanto outros resíduos
produzidos na actividade representados também na tabela seguinte:

MATÉRIA-PRIMA E MATERIAIS AUXILIARES Ler 2012 2013


Aparas e limalhas de metais ferrosos 120101
Papel e cartão 150101
Plástico 150102
Embalagens de Madeira 150103
Poeiras e Partículas de metais ferrosos 120102
Toners 08 03 18

Tabela 06:

Gráfico n.º08 –

MATÉRIA-PRIMA E MATERIAIS AUXILIARES 2012 2013


Produção de Resíduos de Aparas e limalhas de
metais ferrosos (ton)
Produção (ton)
Relação entre a Produção de Aparas e limalhas
de metias ferrosos vs Produção

Tabela 07:Relação entre a Produção de Aparas e limalhas de metais ferrosos vs Produção

Gráfico n.º 9- Relação entre a Produção de Aparas e limalhas de metais ferrosos vs Produção

7.7. ÁGUA

MATÉRIA-PRIMA E MATERIAIS AUXILIARES 2012 2013


Consumo de Água (m3) 214,83 184,33
N.º Trabalhadores 189 199
Consumo específico de água

Tabela 08:

Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Gráfico n.º 09 – Análise comparativa 2012 e 2013 do consumo de água

8. VERIFICAÇÃO DO CUMPRIMENTO LEGAL


8.1. EQUIPAMENTOS CONTENDO ODS (OZONE DEPLETING SUBSTANCE)

A FRICON não identificou equipamentos que contenham hidroclorofluorocarbonos-HCFC’s.

8.2. CONSUMOS ENERGÉTICOS EM TEP/ANO

2013
Valor limite tendo em conta Decreto-lei n.º71/2008 de 15 de <500 TEP/ano Em Cumprimento // Em
Abril incumprimento
Tabela 09:

8.3. EFLUENTE LIQUIDO

O efluente líquido produzido na FRICON pode ser comparado a doméstico.


A FRICON ira pedir durante o ano de 2014 a autorização de águas residuais não domésticas.
Semestralmente serão monitorizados os seguintes parâmetros:

Parâmetro Resultados obtidos VLD*


Parâmetros indicadores
pH (graus escala Sorensen) 6a9
Cloro Residual Total (mg/l Cl2)
Sulfuretos (mg/l S-2)
Sólidos suspensos totais (mg/l)
Parâmetros Químicos
Arsénio Total (mg/l As)
Cádmio Total (mg/l Cd)
Chumbo Total (mg/l Pb)
Cobre Total (mg/l Cu)
Crómio Hexavalente (mg/l CrVl)
Crómio total (mg/l Cr)
Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Mercúrio (μ/l Hg)


Níquel Total (mg/l Ni) 2
Carência química de Oxigénio (mg/l O2)
Carência Bioquímica de Oxigénio (mg/l O2)
Cianetos (mg/l CN)
Fenóis (mg/l C6H5OH)
Hidrocarbonetos Totais (óleos minerais) (mg/l) 15
Condutividade (20ºC) (μS/cm) 2000
Óleos e gorduras (mg/l) 15
Alumínio (mg/l Al) 10
Ferro (mg/l Fe) 5
Manganês (mg/l Mn) 2
Zinco (mg/l Zn) 2
Níquel (mg/l Ni) 2
* de acordo com a autorização n.º2/2006 de águas residuais não domésticas

8.4. EMISSÃO DE RUÍDO

As principais fontes de ruído na FRICON, SA são as rebarbadeiras e máquinas de corte.


Durante o ano de 2014 irá ser efectuado uma avaliação de ruido.

9. AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE LEGAL

A FRICON possui uma “Lista de Verificação da Conformidade legal”, na qual se especifica por temas a aplicabilidade e o grau
de cumprimento da legislação em vigor. No plano de monitorização estabelece-se a periodicidade de verificação, sendo
realizada no mínimo semestralmente.

10. COMUNICAÇÃO, FORMAÇÃO E ENVOLVIMENTO DAS PARTES INTERESSADAS


10.1. ACOLHIMENTO DOS COLABORADORES E COMUNICAÇÃO INTERNA

O acolhimento de novos colaboradores é efectuado conforme a função que irá desempenhar nas instalações da FRICON,
consistindo numa primeira fase a distribuição e análise detalhada do manual de acolhimento, aspectos ambientais e
impactos associados, riscos e perigos, equipamentos de protecção individual associados à sua função, normas básicas de
funcionamento da organização e do sistema de gestão. A segunda fase de acolhimento é feita no posto de trabalho.

10.2. FORNECEDORES

Com a certificação a FRICON tem uma nova visão no relacionamento com os seus fornecedores, para que consiga mais
facilmente obter uma melhoria baseada em qualidade nas três áreas de certificação e no seu processo produtivo.
Para consequente melhoria do nosso processo produtivo a organização criou procedimentos que nos permitem avaliar a
aptidão dos fornecedores, apurar a sua sensibilidade para questões de Qualidade, Ambiente, para as práticas de Higiene e
Segurança e para a organização da sua própria empresa. Pretendemos efectuar a avaliação do seu desempenho para que
todos tenhamos as mesmas preocupações e o mesmo rumo para garantir a protecção ambiental.

10.3. COMUNICAÇÃO EXTERNA

A comunicação interna é de vital importância para dar a conhecer a FRICON, assim como todo o seu sistema de gestão.
Esta comunicação é realizada através de placards, folhetos entregues aos colaboradores, e-mail, internet, etc.

10.4. PARTICIPAÇÃO DOS TRABALHADORES

A FRICON tem implementado um sistema de recolha e de apresentação dos resultados semestrais aos colaboradores
relativos ao seu sistema de gestão integrado, no entanto e para que seja mais eficaz para os postos de trabalho que
interferem directamente com aspectos ambientais significativos são recolhidas informações/ sugestões individualmente com
vista a uma melhor eficiência neste processo.
Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1
DECLARAÇÃO AMBIENTAL

Todas as sugestões e comunicações são registadas e contempladas na revisão e no acompanhamento do sistema de gestão.

10.5. COMUNIDADE
Aos clientes e fornecedores são enviados panfletos publicitários e informativos.

11. PRAZO ESTABELECIDO PARA A APRESENTAÇÃO DA PRÓXIMA DECLARAÇÃO AMBIENTAL,


A próxima Declaração Ambiental será redigida no 1º trimestre de 2015, e estará disponível a partir do 2º trimestre de 2015.

Mod_HST_030.1 [11-02-2014] Depois de impresso, constitui cópia não controlada Pag. 1/1