Vous êtes sur la page 1sur 9

Ementas das disciplinas em curso Síntese entre o que temos e o que outras universidades têm em cada

disciplina
Ciência, conhecimento e método científico. A pesquisa INICIAÇÃO AO ESTUDO ACADÊMICO – 2 créditos
científica. Métodos de estudo: resenha, leitura e Estrutura e organização da vida de estudos na Universidade. Organização e
interpretação, organização do trabalho científico. A instrumentação para o estudo acadêmico. Diretrizes para leitura, análise e
utilização da bibliografia. Métodos e técnicas de interpretação de textos. Registros e anotações de aula. Diretrizes para elaboração
pesquisa. Abordagens qualitativa e quantitativa. de material para apresentação. Principais aspectos sobre levantamento
bibliográfico e referenciação bibliográfica. Desenvolvimento de projetos e trabalhos
acadêmicos. Uso de novas tecnologias na pesquisa. Autoria e aspectos éticos
relacionados à produção de textos e ao uso de referências de outros autores.
Fundamentos lingüísticos básicos para o estudo do texto. ANÁLISE E PRODUÇÃO DO TEXTO ACADÊMICO I – 4 créditos
A noção do texto. Leitura, análise e interpretação de Análise da situação de comunicação na universidade e identificação do código e
textos. Produção textual. Revisão gramatical integrada à das estratégias discursivas adequadas ao trabalho nesse meio. tipologia, estrutura
produção de textos. composicional e qualidades do texto acadêmico. Estudo de textos: processo de
análise e interpretação. Normas da ABNT e a produção acadêmica.

ANÁLISE E PRODUÇÃO DO TEXTO ACADÊMICO I – 2 créditos (semi-


presenciais)
Processo de reflexão crítica com base em propostas de produção de textos
acadêmicos. Os requisitos lingüísticos e sua importância na elaboração de textos
acadêmicos.
Processo educacional. Tendências filosóficas que dão INTRODUÇÃO À FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO – 2 créditos
suporte às teorias educativas. Teorias pedagógicas. Concepção de Filosofia, Educação e Filosofia da Educação. Distinção entre
conhecimento empírico, filosófico e científico. Filosofia e Mito. Filosofia e Senso
Comum. Senso comum e ciência. Idealismo e materialismo.

Relação professor-aluno, escola-sociedade, Modelos FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO – 4 créditos


epistemológicos, paradigmas antropológicos e Tendências filosóficas que dão suporte às teorias pedagógicas. Teorias
tendências pedagógicas. pedagógicas. Principais concepções de educação ao longo da história das idéias:
mundo grego, medieval, renascentista; modernidade e pós-modernidade.
Pensamento pedagógico brasileiro e suas condições de produção.
Ciência Pedagógica: objeto e método. A construção do INTRODUÇÃO À PEDAGOGIA – 2 créditos
processo pedagógico: aspectos epistemológicos. O estatuto de cientificidade da Pedagogia. A Pedagogia como ciência da educação
Ciências da Educação e Epistemologia das ciências e como práxis. A contribuição das ciências para a explicação e compreensão da
naturais e ciências humanas e sociais. A pedagogia e a educação A Pedagogia na Antigüidade, na Idade Média, na Modernidade, na
ciência da práxis Contemporaneidade. A Pedagogia como locus de formação do educador e o
debate atual. Campo de trabalho do pedagogo.
Educação e instituições sociais: família, grupos sociais, SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO – 4 créditos
escola, meios de comunicação. A educação como objeto de estudo sociológico. Estudo dos fundamentos
históricos e epistemológicos das principais correntes sociológicas clássicas
(Durkheim, Weber, Marx). Sociologia contemporânea. O diálogo teórico entre
Antropologia, Educação e Pedagogia. Principais tendências teóricas na sociologia
da educação. Análise sociológica da instituição e da prática escolar. A construção
histórica, social e cultural do sentimento de infância.
Cultura popular X cultura de massa; meios de
comunicação e educação; capitalismo, globalização e
educação; neoliberalismo, Estado e educação.
ECONOMIA DA EDUCAÇÃO – 2 créditos
Relações históricas e atuais entre educação e economia. Teorias do
desenvolvimento e educação – gastos X investimento. Relações entre educação e
desenvolvimento econômico-social. Financiamento da Educação no Brasil.
Introdução ao estudo da história da educação: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
conceituação, métodos, fases e fontes. A educação nas Introdução ao estudo da história da educação: conceituação, métodos, fases e
sociedades primitiva, oriental, clássica e medieval. A fontes. Estabelecimento de marcos e relações temporais entre história e educação
educação humanista e o Estado Moderno. A política com base em diferentes enfoques da pesquisa histórica. A educação nas
educacional brasileira frente à ação colonizadora: a fase sociedades primitiva, oriental, clássica, medieval e renascentista. Perspectivas
jesuíta e a fase pombalina. A educação da elite na históricas e educacionais nos séculos XVII e XVIII. A educação humanista e o
sociedade agro-exportadora: a experiência imperial. A Estado Moderno. Contradições, projetos e realizações da Revolução Francesa.
constituição do sistema nacional de ensino no Brasil na História da Educação Infantil no Brasil e da Educação de Jovens e Adultos.
Primeira República e na Era Vargas. A organização Perspectivas históricas da educação no século XIX - a organização do trabalho
educacional brasileira sob o domínio do estado Militar operário e escolar: novas técnicas, o início da pedagogia experimental e a
(1964 – 1985). A experiência educacional recente no educação integral no pensamento operário e socialista. Educação no século XX.
âmbito regional e local. Perspectivas atuais da educação Contemporaneidade e Educação. Bases epistemológicas e materiais do processo
nacional. de constituição da escola moderna no Ocidente e sua realização no Brasil
Colonial. A política educacional brasileira frente à ação colonizadora: a fase jesuíta
e a fase pombalina. A educação da elite na sociedade agro-exportadora: a
experiência imperial. A constituição do sistema nacional de ensino no Brasil na
Primeira República e na Era Vargas. A organização educacional brasileira sob o
domínio do Estado Militar (1964 – 1985). A experiência educacional recente no
âmbito regional e local. Perspectivas atuais da educação nacional.
Introdução ao estudo da psicologia: senso comum e PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO – 4 créditos
ciência, evolução histórica. Principais abordagens Psicologia, Educação e Psicologia da Educação. Panorama das principais
teóricas e suas contribuições para a educação: vertentes da psicologia e suas relações com a educação: behaviorismo,
behaviorismo, gestalt, psicanálise, humanismo, gestaltismo, psicanálise, humanismo, cognitivismo, interacionismo, construtivismo,
cognitiva, construtivista, sistêmica e outras. Psicologia e teoria sistêmica. As teorias do desenvolvimento humano e a Educação. Análise do
cidadania. ciclo vital como diferenciação progressiva da vida humana: a infância e a
estruturação do eu, as primeiras relações sociais e a construção do real, latência e
sexualidade; a entrada na puberdade - os constituintes do pensamento formal e as
relações com a estruturação afetivo/social; a adolescência - a descentração do
pensamento e a construção da identidade, a expansão da autonomia, o sentido do
grupo, a construção de regras sociais, a relação com a autoridade; a juventude e a
fase adulta. A terceira idade - as características e a integração social do idoso. A
questão da normalidade.
Psicologia do desenvolvimento e da personalidade. A
multideterminação do humano: o homem um ser sócio-
histórico que aprende a ser homem. Conceitos, fatores,
princípios, estágios, aspectos e teorias no
desenvolvimento-personalidade. Teorias: Freud, Erikson.
Piaget, Vigotski e outras. Desenvolvimento humano:
infância(s), adolescência (- escolaridade), vida adulta e
velhice. A vida afetiva, a linguagem, a inteligência, a
sexualidade, o grupo... elementos que integram o
desenvolvimento. Processos de identidade e
personalidade. A questão da normalidade. Personalidade
do educador.

Aspectos básicos sobre o aprender e o ensinar. PSICOLOGIA DAS APRENDIZAGENS – 4 créditos


Principais teorias de ensino / aprendizagem. Problemas Teorias da aprendizagem e suas implicações no ensino. Piaget e a teoria
escolares. Principais dificuldades de aprendizagem. A interacionista da aprendizagem e do desenvolvimento. Contexto de produção da
família frente as questões da aprendizagem. A interação teoria construtivista. Sujeito epistêmico, interação, relação entre desenvolvimento
família/ escola. e aprendizagem. Processo de construção do conhecimento. Implicações para a
A importância de se compreender e diferenciar agressão prática educativa. Tendências atuais do pensamento construtivista. Contribuições
de agressividade. Ações preventivas da psicologia cognitiva. Processos de aprendizagem: atividade mental, conflito
As repercussões da violência familiar, social e escolar, no cognitivo, atenção, motivação, memória, metacognição. Vigotski e a psicologia
processo de ensino e aprendizagem. sócio-histórica da aprendizagem e do desenvolvimento. Contexto de produção da
teoria vigotskiana. Aprendizagem, desenvolvimento. Teoria da atividade em
Leontiev. Tendências atuais do pensamento sócio-histórico. Contribuições para o
contexto educacional.
Bases biológicas do ser humano autoconstrutor, ser de BIOLOGIA DA EDUCAÇÃO I – 4 créditos
relações, como animal que é, sistema integrado e Natureza biológica do homem. Organização biológica do crescimento e
integrador no convívio com o meio ambiente e consigo desenvolvimento humano. Evolução e Educação. Mecanismos evolutivos:
mesmo. Princípios embriológicos que subsidiam os reprodução, adaptação. Educação e neurologia: neurônios, sistema nervoso
processos de desenvolvimento e de aprendizagem de central. A dimensão neurobiológica na compreensão do processo
uma criança. Visão de Vygotsky sobre a integração entre ensino/aprendizagem. Processamento da informação e produção de
desenvolvimento e aprendizagem. As dinâmicas de conhecimentos. Princípios embriológicos que subsidiam os processos de
adaptação e de organização humanas e suas desenvolvimento e de aprendizagem de uma criança. Funções integrativas do
implicações na aprendizagem e na construção da sistema endócrino e nervoso e suas relações com comportamento e aprendizagem
inteligência, segundo Piaget. A nutrição como sistema (infância e fase adulta). A construção do conhecimento através do funcionamento
responsável pela manutenção da vida do indivíduo e o integrado do sistema nervoso central e das áreas cerebrais. Os fatores genéticos e
sistema sexual como mecanismo de energização hormonais interferentes no desenvolvimento e na aprendizagem humanos. Bases
especial, e caracterização das relações humanas e biológicas das diferenças individuais e seus reflexos na educação. Herança e
manutenção da espécie. meio. O desenvolvimento normal e as anomalias causadas por doenças genéticas,
por agressões no meio pré-natal e por acidentes no momento do nascimento, que
interferem na capacidade de aprendizagem humana.

O corpo como sistema dinâmico e aberto às experiências


do mundo é o veículo de integração social e de
construção do conhecimento. Dessa forma, ele
representa o instrumento fundamental no
desenvolvimento neurológico e cognitivo dos seres
humanos. As vias aferentes e eferentes do sistema
nervoso central (sentidos, fala, movimentos) têm
implicações muito significativas na formação da criança e
nas suas intervenções no processo ensino-aprendizagem
escolar. O estudo das três grandes unidades cerebrais,
suas implicações na aprendizagem nas diferentes etapas
do desenvolvimento, e as mudanças anatomofuncionais,
contribuem para a busca da compreensão de como a
criança aprende biologicamente.
Teorias do conhecimento e teorias sobre a aquisição e o APRENDIZAGEM E LINGUAGEM – 4 créditos
desenvolvimento da linguagem: o empirismo/o O simbolismo na criança. O simbolismo e a constituição da linguagem na criança.A
condutismo, o apriorismo/o inatismo, o construtivismo/a linguagem e o desenvolvimento das funções psicológicas superiores: as
psicogênese da língua escrita. A linguagem e o perspectivas de análise oferecidas pela teoria histórico-cultural. Estudo das
desenvolvimento das funções psicológicas superiores: as múltiplas formas de expressão da criança: linguagem, brinquedo, desenho, jogo,
perspectivas de análise oferecidas pela teoria histórico- imitação, etc. Origem, natureza e desenvolvimento da fala e da escrita: abordagem
cultural. Os processos históricos, sociais, biológicos e filogenética e ontogenética. Mediação semiótica, sistema simbólico, o
cognitivos interferentes na construção do conhecimento desenvolvimento das funções psicológicas superiores. A linguagem como função
sobre a língua. As contribuições da lingüística, da psicológica superior. A elaboração de conceitos. O período pré-lingüístico: a
psicolingüística e da sociolingüística para a compreensão construção da matriz interacional. Desenvolvimento da linguagem na criança:
do fenômeno lingüístico. Conceitualização de linguagem, aspectos fonológicos e pragmáticos, cognitivos, psicomotores. Funções da
linguagem verbal, língua, oralidade, letramento, fala, linguagem infantil. Comunicação lingüística entre crianças e linguagem adulta
escrita. Origem, natureza e desenvolvimento da fala e da dirigida à criança. Linguagem e pensamento em Luria. O papel da linguagem nos
escrita: abordagem filogenética e ontogenética. processos psíquicos. A linguagem e a consciência. A linguagem interior e a função
Conceitualização e funcionamento da fala. Fonema, reguladora da linguagem.
vogal, consoante, características da modalidade oral da
linguagem verbal. Estudos psicogenéticos da linguagem
escrita. Níveis de conceitualização da escrita.
Conceitualização e características da modalidade escrita
da linguagem verbal. Fala e escrita: o problema das
variações dialetais e de registro.
Definições de pesquisa; relação pesquisa e ensino, PESQUISA EM EDUCAÇÃO – 2 créditos
pesquisa e educação; a pesquisa e a construção do Introdução às questões epistemológicas relativas à produção científica na
conhecimento no campo da educação; pesquisa educação. Os problemas contemporâneos da ciência, teorias e modos e
qualitativa e quantitativa; metodologias de pesquisa: linguagens da pesquisa. Definições de pesquisa; relação pesquisa e ensino,
pesquisa-ação, participante, documental, levantamento pesquisa e educação; a pesquisa e a construção do conhecimento no campo da
de dados estatísticos, histórias de vida, história oral; educação. Métodos de pesquisa com enfoques qualitativos e quantitativos
passos para a elaboração de projetos de pesquisa; Metodologias de pesquisa. Passos para a elaboração de projetos de pesquisa;
organização de relatório de pesquisa . organização de relatório de pesquisa.
Currículo. Concepções. Teorias do currículo e a prática CURRÍCULO E ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO NA ESCOLA – 2 créditos
escolar. Planejamento e desenvolvimento curricular. O Relações entre currículo, ensino, cultura e sociedade. O conceito do currículo
plano curricular, sua elaboração e avaliação – autonomia escolar, a história das disciplinas escolares e as tendências curriculares no Brasil.
escolar. Teorias educacionais subjacentes à organização curricular. Teoria crítica do
currículo. Conhecimento escolar: seleção, distribuição, transposição. Currículo
disciplinar e possibilidades de superação da disciplina. Níveis de integração
curricular: multidisciplinaridade, interdisciplinaridade, transdisciplinaridade.
Debates e experiências contemporâneos no campo do currículo.
A Didática e o seu processo de construção histórico.Os DIDÁTICA GERAL – 4 créditos
novos rumos da Didática. A escola na sociedade Objetivos da educação escolar e do ensino. Concepções de planejamento e
brasileira de classes.A função social do professor.O avaliação e sua aplicação à situação de ensino. As diferentes formas de ensino e
processo de ensinar e aprender. sua relação com o planejamento. Concepção de aula. Elementos de uma aula.
Organização da dinâmica da sala de aula considerando a relação professor-aluno-
conhecimento. O método como mediador entre a estrutura do conteúdo e as
condições do educando. Identificação e análise de estratégias de ensino, da
natureza dos conteúdos e das formas de avaliação em consonância com as
características da clientela escolar. O papel do professor como educador e
organizador de situações de ensino. Planos de ensino: pressupostos, fases e
elementos componentes.

Os elementos técnico-instrumentais do processo de ensino: objetivos, conteúdos,


metodologia, avaliação, sua estrutura formal e base teórica.
Os elementos técnico-instrumentais do processo de ensino nos planejamentos de
ensino e no projeto político pedagógico.
Os elementos técnico-instrumentais do processo de GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO NA ESCOLA – 4 créditos
ensino: objetivos, conteúdos, metodologia, avaliação, sua Projeto pedagógico escolar. A avaliação do trabalho da equipe pedagógica:
estrutura formal e base teórica. professor e equipe técnica. A avaliação da proposta pedagógica da escola. Planos
Os elementos técnico-instrumentais do processo de de estudo. A organização do trabalho docente: planejamento, desenvolvimento e
ensino nos planejamentos de ensino e no projeto político avaliação do processo de ensino.
pedagógico.
Aula nos anos iniciais e na Educação Infantil
O especialista de educação numa perspectiva histórica. O trabalho na sociedade
capitalista: história, modos de produção, relações de produção. A escola no
capitalismo: organização, gestão dos processos educativos, o trabalho docente. A
escola como local de trabalho. Natureza do trabalho pedagógico. A escola como
cultura organizacional: a elaboração e implementação do projeto pedagógico como
eixo integrador da gestão escolar. O especialista como o agente formador,
integrador e articulador do trabalho pedagógico. Natureza do trabalho de
coordenação pedagógica. Natureza do trabalho de supervisão escolar. O processo
de planejamento na escola. O currículo como operacionalização da proposta
pedagógica da escola. o papel do "pedagogo" na implementação e no
desenvolvimento do currículo.

Estudo das deficiências: causas, avaliação, processos de FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA – 4 créditos
prevenção e metodologias educacionais. O movimento Análise histórica da educação especial e das tendências atuais, no âmbito
de integração e inclusão dos portadores de necessidades internacional e nacional. Os sujeitos do processo educacional especial. Conceitos
especiais (legislação e filosofia).O lugar do educador nas e princípios axiológicos: inclusão, integração, necessidades, deficiência. Ideologia
diferentes instâncias da Educação Especial e seus e desvio. Desrotulação e desinstitucionalizacão. Os princípios atuais da educação
papéis.O contexto educativo e a possibilidade de especial: normalização, integração e individualização do ensino. O lugar do
inovação no processo de integração / inclusão.Os educador nas diferentes instâncias da Educação Especial e seus papéis. O
paradigmas e os princípios na Educação Especial. contexto educativo e a possibilidade de inovação no processo de
integração/inclusão. Os paradigmas e os princípios na Educação Especial.
Aspectos políticos, sócio-econômicos e culturais da POLÍTICA EDUCACIONAL E ORGANIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA - 4
educação. Sistema de ensino brasileiro e sua créditos
organização. Educação na legislação brasileira atual. Política, Estado e Educação: as políticas educacionais em determinados
Educação Básica: finalidade, objetivo e organização. momentos históricos. Direito à educação e cidadania. Fundamentos históricos e
Educação básica e as novas diretrizes educacionais. sociais do sistema educacional brasileiro. Sistema de ensino brasileiro e sua
Formação de professores para a educação básica. organização. Educação Básica e ensino superior : finalidade, estrutura e
funcionamento. Elementos teóricos-metodológicos para a análise de Políticas
Públicas. Políticas educacionais e legislação de ensino. Conteúdos, impasses e
perspectivas das políticas vigentes em relação à educação. Educação não formal:
ONGs, instituições filantrópicas, assistenciais e o acesso à educação.
Sociedade da informação e seus reflexos nas atividades EDUCAÇÃO, MÍDIA E TECNOLOGIAS – 4 créditos
didático-pedagógicas de escolas que se apropriam de Sociedade da informação e seus reflexos nas atividades didático-pedagógicas. O
recursos tecnológicos na construção do conhecimento de uso de recursos tecnológicos na construção do conhecimento. Processos
forma crítica e criativa. educativos mediados por tecnologias. Análise das principais teorias da
Estudos e pesquisas nos quais a tecnologia seja aprendizagem subjacentes às metodologias de ensino por computador. Conceitos
concebida como parte integrante dos recursos relevantes: interatividade, criatividade, autoria e pedagogia midiática. Potencial
disponíveis à educação, tanto para disseminação de didático da internet, multimídia, hipermídia em educação nas diferentes áreas de
informações como para a construção de novos ensino. Produção e análise de software educacional.
conhecimentos.
Potencial didático da internet, multimídia, hipermídia em
educação nas diferentes áreas de ensino;
Produção e análise de software educacional, voltado,
sobretudo, ao ensino fundamental.
Análise de questões ligadas à interatividade, a
criatividade, a motivação e a aquisição de conhecimentos
a partir da análise interdisciplinar e da utilização de novas
tecnologias em educação.
TÓPICOS ESPECIAIS I
Abordagem de temas atuais e emergentes sob ótica multidisciplinar.
TÓPICOS ESPECIAIS II
Abordagem de temas atuais e emergentes sob ótica multidisciplinar.
Síntese dos estudos realizados nas disciplinas de Fundamentos.
TÓPICOS ESPECIAIS III
Abordagem de temas atuais e emergentes sob ótica multidisciplinar.
Preparação do TFC.
LÍNGUA DE SINAIS E CULTURA SURDA - LIBRAS
--- FONOAUDIOLOGIA
As especificidades da ética. Do que trata a ética. A ética ÉTICA GERAL – 2 créditos
e as esferas do saber. Semelhanças e diferenças entre As especificidades da ética. A ética e as esferas do saber. Semelhanças e
normas morais, jurídicas e religiosas. Aspectos referentes diferenças entre normas morais, jurídicas e religiosas. Aspectos referentes aos
aos fundamentos da ética: evolução moral, competência fundamentos da ética: evolução moral, competência moral, critérios de prova para
moral, critérios de prova para os princípios éticos, os princípios éticos, universalismo versus relativismo e dogmatismo, liberdade,
universalismo versus relativismo e dogmatismo, voluntariedade e responsabilidade moral. Valores e princípios
liberdade, voluntariedade e responsabilidade moral. individuais/profissionais. Fundamentos éticos do agir humano. Profissão como
Valores e princípios individuais/profissionais. A dimensão responsabilidade social.
ética da educação. Ética na prática pedagógica. Ética e
educação.
Abordagens epistemológicas para análise de programas NOVAS LINGUAGENS E EDUCAÇÃO – 2 créditos
televisivos infantis. Propostas metodológicas para análise Estudo das teorias, modelos e formas do processo de comunicação e suas
crítica da publicidade, telenovelas, filmes, noticiários e implicações na educação. Ênfase à imprensa, rádio, televisão, cinema, e suas
programas de auditório na televisão. Criança e televisão: relações com a educação. Metodologia de análise de programas televisivos
exposição, passividade, imitação e estereótipos. Análise infantis. Propostas metodológicas para análise da publicidade, telenovelas, filmes,
de mensagens subliminares da publicidade para noticiários e programas de auditório na televisão. Criança e televisão: exposição,
crianças. Conhecimento dos mecanismos do meio imitação e estereótipos. Análise de mensagens subliminares da publicidade para
televisivo: técnico, filosófico, ideológico. crianças. Conhecimento dos mecanismos do meio televisivo: técnico, filosófico,
ideológico.
Desenvolver o hábito da investigação sobre a temática FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS I –
do meio ambiente através da pesquisa, da observação e 4 créditos
da etnociência. A produção da Ciência e o Ensino da Ciência. A Ciência e o(s) método(s)
científico(s): os processos de investigação na produção do conhecimento científico
e os tipos de raciocínio envolvidos. Concepções de Ciência, Ambiente, Educação e
Sociedade subjacentes aos principais modelos de ensino de Ciências. A produção
do conhecimento científico e a influência de fatores sociais em sua produção.
Contextualização do ensino das Ciências Naturais na educação infantil e nos anos
iniciais do ensino fundamental. O ensino e a aprendizagem dos conceitos
científicos: fundamentos teóricos e aplicações práticas. História do Ensino de
Ciências. Diretrizes metodológicas para o ensino de Ciências: as Propostas
Curriculares de Ciências e os Parâmetros Curriculares Nacionais. Os programas
de Ensino de Ciências. Os conteúdos escolares. A avaliação nacional dos livros
didáticos e o papel dos recursos didáticos disponíveis: livro didático, laboratório,
materiais audiovisuais e outros.
A criança explorando e reconhecendo o mundo dos seres FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS II –
biótipos e abiótipos. A ação do homem e seus efeitos nos 2 créditos
ecossistemas. O problema do lixo. A busca da qualidade Objetivos gerais, conceitos básicos e procedimentos metodológicos para o ensino
de vida no uso adequado dos recursos naturais: solo, das Ciências Naturais na educação infantil e nos anos iniciais do ensino
água, seres vivos. Reflorestamento e florestamento, fundamental. Inter-relações com os demais componentes curriculares. Gênese do
horta e tecnologias auto- sustentáveis. Eletricidade. conhecimento no campo das ciências físico-biológicas, conceitos e princípios
básicos na área; vinculação entre pensamento infantil e a ciência formalizada. A
criança explorando e reconhecendo o mundo dos seres biótipos e abiótipos. A
ação do homem e seus efeitos nos ecossistemas. Qualidade de vida e recursos
naturais: o uso do solo, da água, dos seres vivos. Eletricidade.
A escola como espaço coletivo de interação, de INTRODUÇÃO À METODOLOGIA DO ENSINO – 2 créditos
aprendizagem intencional, planejada e sistemática. Organização do trabalho pedagógico interdisciplinar e globalizado.
Metodologia e processos de ensino e de aprendizagem. Os parâmetros Curriculares como referência para o Currículo Nacional. O currículo
Papéis do professor e do aluno no contexto da sala de do Ensino Fundamental e Médio. O currículo da Educação Infantil e da Educação
aula. Organização do trabalho pedagógico interdisciplinar de Jovens e Adultos.
e globalizado. Avaliação como processo de Os temas transversais propostos pelos PCNs da educação básica e sua
ressignificação do trabalho pedagógico. importância para formação do cidadão: ética, pluralidade cultural, meio ambiente,
saúde, orientação sexual, trabalho e consumo. A transversalidade do currículo

Trabalho de campo orientado para o diagnóstico dos componentes metodológicos


envolvidos na prática educativa das escolas públicas de 1º grau, procurando
analisá-las no conjunto das determinações mais amplas a que estão submetidas.
Numa perspectiva integrada da área de Magistério, propor reflexões a partir da
prática das escolas, a serem encaminhadas para as metodologias específicas,
visando à continuidade do trabalho. Esta disciplina articula-se com projetos e
estudos desenvolvidos em Pesquisa Pedagógica I e II.
Reggio Emilia
Escola da Ponte
Conceito de alfabetização, alfabetismo, letramento, FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DA ALFABETIZAÇÃO – 4 créditos
leiturização. Relação entre fala e pensamento. Conceito de alfabetização, alfabetismo, letramento, analfabetismo.
Desenvolvimento da oralidade. Função social da escrita. A escola diante das práticas de desenvolvimento da linguagem escrita. Os
Processos de aquisição da escrita em pré-escolares. métodos de alfabetização: história, pressupostos, características e embasamento
Como se ensina e como se aprende. Ambiente científico. Abordagens atuais no processo de alfabetização. O texto, leitura e
alfabetizador. Manifestações populares e o processo de produção, na alfabetização. Manifestações populares e o processo de
alfabetização. Alfabetização a partir do nome próprio e de alfabetização. Programas e projetos de alfabetização. Projeto didático para o
textos. Experiências em alfabetização. trabalho com a leitura e a escrita. Intervenção didática: o papel do professor e dos
materiais de alfabetização.
Conceituação de alfabetização, alfabetismo, letramento e
leiturização. Os métodos de alfabetização: pressupostos,
características e embasamento científico. Psicogênese
da língua escrita. Contribuições de Piaget, Ferreiro e
Teberosky, Vygotsky e de lingüistas para a elaboração de
uma metodologia em alfabetização. Os níveis de
conhecimento das crianças sobre a escrita. Intervenção
didática: o papel do professor e dos materiais de
alfabetização. Experiências metodológicas sobre
alfabetização. As manifestações populares e a
alfabetização.
FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA –
4 créditos
Conceitualização e características da modalidade escrita e oral da linguagem
verbal. Fala e escrita: o problema das variações dialetais e de registro.
Ensino de língua e fracasso escolar. Desenvolvimento da oralidade.
Função social da escrita. Recursos de textualidade, coerência e de coesão
na leitura e produção de textos. Produção de textos escritos: a escrita
infantil, o erro, a correção. O ensino da gramática nos anos iniciais.
Articulações entre o sistema fonológico e o sistema ortográfico da língua: a
ortografia e os valores funcionais das letras. Categorias de erros
ortográficos: origens e procedimentos metodológicos. Competências
lingüístico-textuais a serem desenvolvidas nos anos iniciais. Diretrizes e
projetos, em língua portuguesa, para a escola.
Contextualização do ensino da História e da Geografia; FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA
Fundamentos teórico-metodológicos e conceitos básicos I – 2 créditos
da História e da Geografia. A identidade do sujeito e as Contextualização do ensino da História e da Geografia. Fundamentos teórico-
relações sociais. O livro didático de Estudos Sociais – metodológicos e conceitos básicos da História e da Geografia. Concepções de
História e Geografia. tempo e de tempo histórico. Formação dos conceitos de espaço, tempo, grupo,
cultura, relações sociais e identidade. A identidade do sujeito e as relações sociais.
Grupo: construção da identidade social/escolar do aluno. Comunidade e Município.
Espaço: construção e desenvolvimento dos conceitos espaciais. Pontos
convencionais de orientação e estratégias de localização espacial. Tempo:
construção dos conceitos e representação temporal. Linguagens da representação
geográfica: o estudo da cartografia, estudo do meio e os trabalhos
interdisciplinares. Alfabetização cartográfica.
Princípios metodológicos do ensino de História e de FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA
Geografia.A partir de observações, experiências e II – 4 créditos
registros, trabalhar os pontos convencionais de O ensino da História e da Geografia na Educação Infantil e nos anos iniciais do
orientação.Comunidade e Município: Grupo: construção Ensino Fundamental. A História e a Geografia no currículo escolar: objeto de
da identidade social/escolar do aluno (exploratório, estudo, objetivos, enfoque histórico, abordagens e políticas educacionais vigentes.
retomada e ampliação).Espaço: construção e O livro didático de Estudos Sociais – História e Geografia.
desenvolvimento dos conceitos espaciais (exploratório, Construção de projetos de estudo. Análise dos materiais e recursos didáticos
ampliação e específicos das séries).Tempo: construção utilizados na área de geografia. Orientações didáticas para ensino da área de
dos conceitos e representação temporal (exploratório, geografia e história.
ampliação e específicos das séries).
O ensino da História e da Geografia no cotidiano das
séries iniciais do ensino Fundamental. Situando a
História e a Geografia no currículo escolar: -objeto de
estudo; objetivos; enfoque histórico; abordagens e
políticas educacionais vigentes. -Princípios teóricos-
metodológicos do ensino da História e Geografia;
Conceitos básicos da História e da Geografia e suas
relações nas séries iniciais do Ensino Fundamental
(Espaço, tempo, grupo: cultura , relações sociais e
identidade). As Contribuições da História e da Geografia
na 1ª série do Ensino Fundamental.
O que é educação matemática. Alfabetização FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE MATEMÁTICA I – 4
matemática. Aprendizagem e desenvolvimento mental. créditos
Didática da matemática. Os conteúdos serão Visão histórica e epistemológica do conhecimento matemático. A função social dos
desenvolvidos considerando-se a elaboração e resolução conteúdos matemáticos. Educação matemática: fundamentos teórico-
de problemas como uma das tendências em educação metodológicos e objeto de estudo. Matemática como linguagem. Alfabetização
matemática. matemática. Aprendizagem e desenvolvimento mental. O desenvolvimento
psicogenético da estrutura numérica e suas relações com as estruturas lógicas
elementares. Didática da matemática. Elaboração e resolução de problemas. O
papel do lúdico no ensino de matemática. Referências curriculares no domínio de
matemática. Recursos metodológicos para o ensino de matemática: o jogo; os
materiais estruturados; a história do conceito; a resolução de problemas; a história
virtual. Análise da inter-relação entre seu conteúdo específico e as demais áreas
curriculares.

Construção do Sistema de numeração com uma FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE MATEMÁTICA II


metodologia dinamizante. Estudo do conjunto dos Estudo dos objetivos e do conteúdo da matemática na Educação Infantil e nos
números naturais. Conjunto dos números racionais – anos iniciais do ensino fundamental. O currículo, a organização do ensino e a
frações: propriedades e operações, partindo de situações construção do número e das primeiras aprendizagens matemáticas. Unidades
problema do cotidiano do aluno. didáticas do ensino de matemática: Estudo do conjunto dos números naturais.
Sistema de Numeração Decimal: correspondência um a um, agrupamento,
ordenação, inclusão hierárquica, valor posicional. Conjunto dos números racionais
– frações: propriedades e operações. Conjunto dos números racionais absolutos:
números decimais, operações. Geometria: sistema de medidas de comprimento,
de superfície e de volume. Construção dos conceitos de perímetro, de área e de
volume. Operações aritméticas; adição, subtração, multiplicação e divisão.
Estatística e probabilidade. Elaboração e resolução de problemas como uma das
tendências em Educação Matemática. Planejamento e desenvolvimento de
atividades e materiais de ensino específicos na área de Matemática.
Operações com números racionais: multiplicação e
divisão de frações (Metodologia da Matemática II).
Construção do conjunto dos números racionais absolutos
- números decimais: operações. Geometria: sistema de
medidas de comprimento, de superfície e de volume.
Construção dos conceitos de perímetro, de área e de
volume. Elaboração e resolução de problemas como uma
das tendências em Educação Matemática.
Teorias e métodos da Educação Musical a partir de EDUCAÇÃO ESTÉTICA – 4 créditos
Kodály, Dalcroze, Orff, Willems e Suzuki. Análise de Expressão musical na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental.
tendências contemporâneas: Paynter, Gainza, Schafer, Especificidade da linguagem musical. Apreciação estética e musical. A música na
Swamnwick. educação. Percepção e expressão em Música. Repertório para Educação Infantil e
anos iniciais do Ensino Fundamental. Música e movimento. Dança como
expressão corporal.

O papel e o significado da arte nas séries iniciais. As As Artes Visuais e a Educação. Artes plásticas na educação infantil e nos anos
fases do desenvolvimento do grafismo. O jogo simbólico, iniciais do ensino fundamental. Diferentes formas de trabalho em Artes Visuais
o jogo de regras e os jogos de grupos e suas evoluções (pintura, desenho, modelagem, colagem, vídeo). Evolução do grafismo infantil e
nas séries iniciais. Estruturação de ações pedagógicas suas relações com a aquisição da escrita. Leitura de imagens. Cultura, imagem e
na prática de atividades dramáticas, teatrais e plásticas: tecnologias. Atividades e recursos adequados a diferentes idades e contextos
as influencias do meio, o papel do professor arte- escolares. Pesquisa e execução de atividades de artes visuais na Educação
educador, a motivação artística, os materiais e os Infantil e nos anos iniciais. Organização curricular e ensino de artes.
métodos adequados.
Introdução – Eixo Histórico-existencial. ER – Eixo
Fenômeno Religioso. Eixos organizadores do conteúdo
de ER. Método e práticas pedagógicas.
Experiências práticas com confecção de máscaras Linguagem teatral e Educação. Expressão dramática na educação infantil e nos
específicas para improvisações e jogos dramáticos com anos iniciais do ensino fundamental. Atividades e recursos adequados a diferentes
crianças de Educação Infantil e Séries Iniciais. Pesquisa, idades e contextos escolares. Jogos dramáticos na escola. Confecção de
confecção e manipulação de bonecos de vara, máscaras específicas para improvisações e jogos dramáticos com crianças de
marionetes e fantoches, com materiais alternativos. Educação Infantil e anos iniciais. Pesquisa, confecção e manipulação de bonecos
Elaboração e manuseio de maquiagem especial para de vara, marionetes e fantoches, com materiais alternativos. Elaboração e
teatro com crianças. Adaptação de figurino, cenário e manuseio de maquiagem especial para teatro com crianças. Adaptação de
teatro de sombras aos jogos dramáticos infantis. figurino, cenário e teatro de sombras aos jogos dramáticos infantis.
Artes plásticas na escola: o que se diz, o que se ensina e
o que se faz. Pesquisa e confecção de materiais
expressivos (alternativos): suportes (papéis), lápis, tintas,
massas, pincéis, rolos. Visitas à exposições. Pesquisa e
execução de experiências práticas de atividades de artes
plásticas na Educação Infantil e nas Séries Iniciais.
Análise e observação de
Produzir conhecimentos e práticas educacionais com
vistas a um desenvolvimento biopsicossocial em todo o
ciclo vital. Integrar conhecimentos psicológicos aos
propósitos de uma educação emancipadora e solidária.
Preparar recursos humanos para uma prática pedagógica
interdisciplinar, integrando-se a outras áreas de atenção
do desenvolvimento.
Educação, Educação Lúdica e Corporeidade. Dualismo EDUCAÇÃO LÚDICA E CORPOREIDADE – 4 créditos
corpo x mente e a sociedade racional. História do Educação Lúdica e corporeidade. Dualismo corpo x mente e a sociedade
corpo na Pedagogia Escolar. Teorias do Brincar. O racional. História do corpo na Pedagogia Escolar. Função do corpo na evolução
lúdico como processo educativo. Desenvolvimento psíquica. Teorias do Brincar. Desenvolvimento psicomotor. Aspectos conceituais
psicomotor. O desenvolvimento da corporeidade via da psicomotricidade: imagem do corpo, a tonicidade, o movimento, a comunicação
processo pedagógico. Movimentos básicos naturais. corporal. Formação das estruturas espaço-temporais. O problema da lateralidade.
Atividades vivenciais e confecção de materiais Principais perturbações psicomotoras na criança. A reeducação psicomotora.
alternativos para a Educação Lúdica. Expressão corporal e educação. Movimentos básicos naturais. Jogos motores e a
educação pelo movimento. Rodas e brinquedos cantados. Dança, danças
populares e atividades rítmicas. Atividades e confecção de materiais alternativos
para a Educação Lúdica.
O jogo: questões etimológicas, históricas, conceituais e
culturais. Perspectiva psicanalítica, cognitiva e
psicomotora do jogo.
O jogo e a Educação : teorias de aprendizagem,
possibilidades e limites do uso pedagógico do jogo.
Tipologia do jogo: classificações do jogo segundo a faixa
etária, aspecto evolutivo contemplado, objetivos,
materiais, esfera de execução, participação de outros...
Vivência da conduta lúdica.
PROPOSTA DE ESTÁGIO CONTEXTUALIZAÇÃO
INSTITUIÇÃO, SUJEITOS, CURRÍCULO, ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
1. PESQUISA E PRÁTICA PEDAGÓGICA I PEDAGÓGICO, LEGISLAÇÃO
Aglutinação dos professores das disciplinas de Precedidas pelas disciplinas de
diferentes disciplinas a fim de planejar o Estágio - Didática
Curricular, em torno de um projeto interdisciplinar. - Políticas
- Currículo
2. PESQUISA E PRÁTICA PEDAGÓGICA II - Fundamentos: gestão, sociologia, biologia, psicologia
Aglutinação dos professores das disciplinas de
diferentes disciplinas a fim de planejar o Estágio PLANEJAMENTO
Curricular, em torno de um projeto interdisciplinar. INTERPRETAÇÃO DO DIAGNÓSTICO, PROPOSIÇÃO > FUNDAMENTAÇÃO
Precedidas pelas disciplinas de
3. ESTAGIO SUPERVISIONADO I - Fundamentos: filosofia, biologia, sociologia,
Estágio curricular em educação escolar – formação - Metodologias
de professores em nível médio, gestão,
coordenação, orientação escolar – e em educação ESTÁGIO – AÇÃO
não escolar – empresa, ONGs, instituições.
AVALIAÇÃO – SISTEMATIZAÇÃO: Memorial
4. ESTÁGIO SUPERVISIONADO II
Estágio curricular em anos iniciais ou em educação Integração do Curso com as escolas/instituições que recebem estagiários
infantil.
Planejamento de ensino: sua função no processo A aula como momento de formação. O professor como profissional reflexivo e
pedagógico.Tipos de Planos de Ensino e seus variados investigador do cotidiano pedagógico. Planejamento com enfoque ao plano de
pressupostos teóricos: as relações entre o planejamento aula. A memória como recurso pedagógico. Estágio supervisionado - Docência em
de ensino e seus variados pressupostos teóricos: as escolas de nível médio – modalidade normal, com disciplinas de fundamentos da
relações entre o planejamento de ensino e o projeto educação. Realização de seminários junto a alunos da habilitação magistério e a
político pedagógico.Planejamento de ensino numa grupos de comunidade, a partir dos temas planejados através de núcleo temático,
perspectiva interdisciplinar através de núcleos tendo como eixo a formação de professores e a educação de crianças no início da
temáticos.Conteúdos estudados nas disciplinas de escolaridade. Orientação pedagógica e sessões de estudos junto aos estagiários.
Fundamentos da Educação e Didática nos semestres Supervisão da prática de estágio.
anteriores do curso, pressupostos como objeto de
planejamento.A relação escola comunidade:
possibilidades de trabalho planejado.
Construção do conhecimento:relação entre sujeitos. DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES PRATICAS JUNTO A EQUIPE
Elaboração de um projeto de investigação do cotidiano PEDAGOGICA DA UNIDADE ESCOLAR DE PRIMEIRO E/OU SEGUNDO
da Escola que permita identificar no planejamento, GRAUS, COM OPORTUNIDADE DE VIVENCIAR EXPERIENCIAS JUNTO A
procedimentos didático-pedagógicos, do processo ORIENTACAO EDUCACIONAL, ORIENTACAO PEDAGOGICA E GESTAO
ensino-aprendizagem. Preparação do acadêmico para o ESCOLAR.
Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais da escolaridade
e projetos especiais.
Supervisão. Aconselhamento pedagógico. Disciplina da parte prática do currículo, destinada ao desenvolvimento de estágio
Ressignificação da práxis pedagógica. Orientações para junto às escolas de educação infantil/educação fundamental (séries iniciais),
a elaboração do relatório. direcionado ao trabalho pedagógico na docência
Seminário.
PROCESSOS EDUCATIVOS EM ESPAÇOS NÃO ESCOLARES – 2 créditos
Modalidades e processos educacionais existentes na sociedade para além dos
sistemas formais de ensino. Apresentação e discussão de bibliografia e
experiências realizadas fora da escola formal (promovidas pelo poder público ou
pelo terceiro setor). Análise das práticas de grupos organizados da sociedade civil
sob a forma de Movimentos Sociais e do potencial pedagógico dessas ações.

TFC estar articulado com a idéia de professor TRABALHO FINAL DE CURSO I


pesquisador. O aluno deverá iniciar trabalho final de curso, nos termos da deliberação do
Colegiado do Curso, o qual será desenvolvido sob orientação de um docente da
FE.
Competência em Informática
Competência em Língua Portuguesa
Competência em Língua Estrangeira
A dinâmica da assimilação da corporeidade e da EDUCAÇÃO E SEXUALIDADE HUMANA – 4 créditos
construção de gênero humano, feminino e masculino e Construção cultural da sexualidade humana: conceitos e preconceitos, medos e
suas implicações nas inter- relações do dia a dia das tabus sexuais. O desenvolvimento humano e o sexo biológico: anatomia e
pessoas. A sexualidade como energia natural e fisiologia dos órgãos reprodutores, anticoncepção, doenças sexualmente
necessária ao desenvolvimento e vida saudável da transmissíveis. Sexo, sexualidade, genitalidade, gênero, preferência sexual.
criança, do adolescente e do adulto. Sexo, sexualidade, Análise do desenvolvimento e das características da sexualidade da criança, do
genitalidade, gênero, preferência sexual. Características adolescente e do adulto, numa perspectiva biológica, psicológica, social, cultural. A
que as questões sexuais assumem nas diferentes fases sexualidade e o processo de educação na família, na escola e na sociedade.
da vida humana. Semelhanças e diferenças existentes Práticas e estratégias mais adequadas ao trabalho de educação sexual na escola.
nas diversas formas de viver a sexualidade humana. Saúde e doenças ligada ao sexo.
Respeito às diferenças sexuais na escola e na
sociedade. Práticas e estratégias mais adequadas ao
trabalho de educação sexual na escola. Saúde na escola.
Saúde e doenças ligada ao sexo.
Análise da bibliografia e de outros materiais existentes
sobre o tema no mercado.
GESTÃO DA EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL – 2
créditos
Conceitos básicos de ciências sociais aplicadas às teorias e práticas das
organizações educacionais. Aplicação das teorias das organizações a diferentes
instituições educacionais: alcance e limites. Matrizes teóricas da administração
escolar no Brasil. Tendências em administração escolar no Brasil. Indivíduo e
organização. Estudo crítico do comportamento humano nas organizações: a
mentalidade burocrática, o comportamento legalístico-burocrático. Forma de
participação e legitimação presentes nas ações coletivas. Os princípios da gestão
democrática. Aspectos específicos no que se refere à gestão e coordenação do
trabalho em escolas de Educação Básica. Competências dos sistemas e órgãos
educacionais. Princípios e normas fundamentais da administração pública.

GESTÃO DE SISTEMAS E UNIDADES EDUCACIONAIS

ESTATÍSTICA APLICADA À EDUCAÇÃO – 2 créditos


Conceitos básicos de inferência e análise estatística. Métodos indispensáveis para
levantamento, leitura e interpretação de dados estatísticos de pesquisa em
educação. Técnicas de survey, uso de software estatístico (SPSS). Noções sobre
amostragem. Distribuições amostrais da média, da diferença entre médias e da
proporção. Intervalos de confiança para média e proporção. Demografia da
educação brasileira: estudo de indicadores. Diferenciais de acesso e sucesso no
sistema formal de ensino: variáveis de classe, gênero, etnia. A avaliação externa e
interna do Sistema Educacional Brasileiro.

METODOLOGIA DO ENSINO E INCLUSÃO – 4 créditos


Educação especial no sistema escolar: currículo, avaliação e didática. A ação do
educador junto ao corpo discente heterogêneo - conhecimento das especificidades
das pessoas portadoras de necessidades educacionais especiais. Alternativas
pedagógicas no atendimento educacional das pessoas com necessidades
educativas especiais. A pesquisa educacional na área.
A educação de adultos no Brasil desde o descobrimento. A educação de adultos no Brasil: história e concepções. As políticas educacionais
As políticas educacionais a partir de 1930. a partir de 1930. Campanhas e políticas públicas em EJA. Educação formal e
Fundamentação Legal. Perspectivas após 1990 e o que informal: a validação da educação não formal.
se prevê para o futuro. Campanhas e políticas públicas
em EJA. Educação formal e informal: a validação da
educação não formal.
Características da aprendizagem do adulto: o que dizem Características da aprendizagem do adulto: o que dizem as pesquisas. Os
as pesquisas. Educação para a cidadania. princípios metodológicos da EJA. Experiências com alfabetização de adultos, com
Os princípios metodológicos da EJA. Experiências com educação de adultos e com educação continuada.
alfabetização de adultos, com educação de adultos e
com educação continuada.
Caracterização da modalidade de educação e dos Caracterização da modalidade de educação e dos sujeitos jovens e adultos.
sujeitos jovens e adultos. Conceituação de EJA. Conceituação de EJA. Letramento e alfabetização. Exclusão social e
Letramento, leiturização, alfabetização. Exclusão social e analfabetismo. Agentes promotores de EJA. O ideário da educação popular e
analfabetismo. Agentes promotores de EJA. O ideário da práticas educativas fora do espaço escolar. Currículo da EJA. Planejamento e
educação popular e práticas educativas fora do espaço organização do trabalho escolar. Fatores interferentes no domínio de instrumentos
escolar. Currículo. Planejamento e organização do básicos de leitura e escrita, do cálculo e nas interações com a natureza e com a
trabalho escolar. Fatores interferentes ao domínio de sociedade.
instrumentos básicos de leitura e escrita, do cálculo e nas
interações com a natureza e com a sociedade.
SOCIEDADE, CULTURA E INFÂNCIA
História do atendimento à infância brasileira. A concepção de infância na formação
do pensamento pedagógico a partir das contribuições de Rousseau, Pestalozzi,
Montessori, Froebel e Dewey. Sociedade, Modernidade, Educação e Infância.
Antropologia da infância
Ariés
Lahire
Postman
FUNDAMENTOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL – 4 créditos
Creches e pré-escolas no hemisfério norte3. Os Direitos da Criança e o direito à
proteção integral enquanto Direitos Humanos4. O acesso à educação infantil e as
políticas de expansão de vagas e inclusão social5. A especificidade da educação e
cuidado de crianças de 0 a 6 anos em ambientes coletivos6. Legislação atual da
Educação Infantil, os movimentos sociais e as novas exigências na formação do
profissional em educação infantil7. Relação creche-família
Como nasceu filosofia com crianças; a tentativa pioneira FILOSOFIA PARA CRIANÇAS – 4 créditos
de Matthew Lipman; A filosofia com crianças no Brasil;
pressupostos filosóficos e teórico-metodológicos de
filosofia com crianças; o desenvolvimento das
habilidades e a filosofia com crianças.
Avaliação Educacional – 2 créditos
1. Teorias de avaliação educacional2. Reformas educativas e avaliação
educacional. 3. Sistemas de Avaliação e Políticas Estaduais e Federais de
Avaliação Escolar: SARESP ( Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do
Estado de São Paulo) e SAEB ( Sistema de Avaliação da Escola Básica).4.
Avaliação e Currículo.5. Projetos macros de avaliação educacional.
LEITURA E LITERATURA INFANTIL – 4 créditos
Leitura como objeto de reflexão e de construção de sentidos. A escolarização da
leitura. Temática, estrutura composicional e características estilísticas de diferentes
gêneros de textos. Gêneros de tradição oral: trava-língua, parlendas, adivinhas,
quadrinhas, cantigas de roda, contos de fada, contos, lendas, mitos e fábulas.
Literatura infantil: história e características do gênero. Realidade e fantasia no
texto para crianças. O universo infantil e os contos de fadas. A narrativa: conto
moderno x tradicional; propostas metodológicas. A ilustração do livro para crianças
Principais autores brasileiros do século XX. O humor, a fantasia e a musicalidade
nos textos para crianças: o teatro, a poesia, o folclore; propostas metodológicas. O
diálogo com a informática: produções gráfico-eletrônicas; propostas
metodológicas. Os textos informativos e a ampliação do universo infantil;
propostas metodológicas. As leituras do cotidiano: o desenho animado, a HQ, os
filmes, as escritas do cotidiano.
BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO DE CRIANÇAS – 2 créditos
Conceito de jogo, brinquedo e brincadeira. Perspectiva psicanalítica, cognitiva e
psicomotora do jogo. O jogo na educação: histórico, jogo educativo. O jogo e a
cultura: jogos tradicionais infantis. O jogo e a construção da representação: Piaget,
Wallon, Vygotski e Bruner. A brincadeira de faz-de-conta e a ação pedagógica.
Brincadeiras e prática pedagógica. Tipologia do jogo: classificações do jogo
segundo a faixa etária, aspecto evolutivo, objetivos, materiais. Jogos e
brincadeiras populares. Jogos e esportes na escola.