Vous êtes sur la page 1sur 3

SUMÁRIO

Parte I
DOUTRINA

CAPÍTULO 1 – A ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA.............................................. 5


1.1. Conceitos............................................................................................................ 6
1.1.1. Produto, organização e processo............................................................ 7
1.1.2. Assessoramento ao processo decisório............................................... 10
1.1.3. Obtenção do “dado negado”................................................................. 11
1.1.4. Inteligência, informações e informação.............................................. 12
1.1.5. Percepção funcional.............................................................................. 20
1.1.6. O conceito de inteligência segundo a legislação brasileira................ 21
1.1.7. Elementos essenciais ao conceito de inteligência.............................. 22
1.2. Conclusão......................................................................................................... 22

CAPÍTULO 2 – INTELIGÊNCIA: ESCOPO E CATEGORIAS.............................. 23


2.1. O Escopo da Atividade de Inteligência.......................................................... 23
2.2. As Distintas Categorias de Inteligência......................................................... 25
2.2.1. Inteligência militar e de defesa............................................................. 26
2.2.3. Inteligência financeira........................................................................... 38
2.2.4. Inteligência fiscal................................................................................... 40
2.2.5. Inteligência competitiva....................................................................... 41
2.2.6. Inteligência estratégica......................................................................... 45
2.2.7. Inteligência de Estado: a acepção clássica.......................................... 47
2.2.7.1. Inteligência externa.................................................................. 48
2.2.7.2. Inteligência interna ou doméstica (security intelligence).... 50
2.3. Classificação da Inteligência segundo A Doutrina da Escola Superior
de Guerra.......................................................................................................... 53
2.3.1. Inteligência quanto à área de abrangência.......................................... 54
2.3.2. Inteligência quanto à validade no tempo............................................ 55
2.3.3. Inteligência quanto à finalidade ou alcance da ação.......................... 57
2.3.4. Inteligência quanto à expressão do poder nacional........................... 58
2.3.5. Inteligência quanto à natureza............................................................. 58
2.4. Conclusões....................................................................................................... 59

Cap00.indd 31 04/10/2013 16:27:57


CAPÍTULO 3 – FUNÇÕES DA ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA......................... 61
3.1. Reunião (Collection)........................................................................................ 62
3.1.1. Coleta e Busca........................................................................................ 63
3.1.2. Reunião, liberdades individuais e democracia.................................... 63
3.2. Análise (Analysis)............................................................................................. 64
3.3. Contrainteligência (Counterintelligence)...................................................... 68
3.4. Operações de Inteligência (Support Operations) e ações clandestinas
ou encobertas (Covert Actions)....................................................................... 72
3.5. O Ciclo da Inteligência e o Processo de Produção do Conhecimento........ 76
3.5.1. Orientação.............................................................................................. 79
3.5.2. Produção................................................................................................ 80
3.5.3. Utilização................................................................................................ 83
3.6. Conclusões....................................................................................................... 83

CAPÍTULO 4 – FONTES E MEIOS DE OBTENÇÃO DOS DADOS – PRINCÍPIOS


NORTEADORES DA ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA..................................... 85
4.1. Fontes e Meios de Obtenção de Dados.......................................................... 85
4.1.1. Fontes humanas (humint).................................................................... 86
4.1.2. Inteligência técnica (techint)................................................................ 94
4.1.3. Humint x techint.................................................................................... 98
4.1.4. Reunião a partir de fontes abertas (osint)............................................ 99
4.2. O Dilema da Coleta de Informações no Século XXI.................................... 102
4.3. Princípios Norteadores da Atividade de Inteligência................................. 104
4.3.1. Princípio da objetividade.................................................................... 105
4.3.2. Princípio da oportunidade.................................................................. 105
4.3.3. Princípio da segurança........................................................................ 105
4.3.4. Princípio da imparcialidade............................................................... 106
4.3.5. Princípio do controle........................................................................... 107
4.3.6. Princípio da clareza............................................................................. 108
4.3.7. Princípio da simplicidade................................................................... 108
4.3.8. Princípio da amplitude........................................................................ 108
4.3.9. A ética como princípio........................................................................ 108
4.4. Conclusões..................................................................................................... 109

Cap00.indd 32 04/10/2013 16:27:57


CAPÍTULO 5 – CONCLUSÕES A ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA
E SUA RELEVÂNCIA PARA O ESTADO DEMOCRÁTICO............................... 111

Parte II
LEGISLAÇÃO COMENTADA

CAPÍTULO 6 – CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA


DE INTELIGÊNCIA......................................................................................... 115
6.1. Comentários à Lei no 9.883/1999.................................................................. 116
6.2. Comentários ao Decreto no 4.376/2002....................................................... 135
6.3. Comentários ao Decreto no 6.408/2008....................................................... 145
6.4. Comentários à Lei no 11.776/2008................................................................ 161
6.5. Comentários à Política Nacional De Inteligência [Mensagem (Cn) no 198,
de 2009 (Mensagem no 997, de 09/12/2009, na Origem)]........................... 182
6.6. Observações Finais........................................................................................ 213

REFERÊNCIAS................................................................................................ 215

ANEXOS.......................................................................................................... 223
Lei no 9.883, de 07 de dezembro de 1999............................................................ 225
Decreto no 4.376, de 13 de setembro de 2002..................................................... 227
Decreto no 6.408, de 24 de março de 2008.......................................................... 232
Lei no 11.776, de 17 de setembro de 2008........................................................... 243
Mensagem no 198, de 2009-CN (no 997/2009, na origem) – PNI....................... 272
Decreto no 3.695, de 21 de dezembro de 2000.................................................... 286
Resolução no 1, de 15 de julho de 2009 – Secretaria Nacional de Segurança
Pública............................................................................................................ 288
Decreto no 4.801, de 06 de agosto de 2003.......................................................... 298
Portaria Normativa no 295, de 03/06/2002 (Ministério da Defesa).................. 300
Lei no 12.527, de 18 de novembro de 2011.......................................................... 301

ÍNDICE REMISSIVO....................................................................................... 315

Cap00.indd 33 04/10/2013 16:27:57