Vous êtes sur la page 1sur 3

1) (Unesp-SP) Um veículo A passa por um posto policial a uma velocidade constante acima do

permitido no local. Pouco tempo depois, um policial em um veículo B parte em perseguição do


veículo A. Os movimentos dos veículos são descritos nos gráficos da figura.

Tomando o posto policial como referência para estabelecer as posições dos veículos e
utilizando as informações do gráfico, calcule:

a) a distância que separa o veículo B do A no instante t = 15,0 s;

b) o instante em que o veículo B alcança o A.

2) (Mack-SP – mod.) Em certo instante passam pela origem de uma trajetória retilínea os
móveis A, em movimento uniforme, e B, em movimento uniformemente variado. A partir desse
instante, constrói-se o diagrama abaixo. Em que instante o móvel B está 32 m à frente de A?

3) Uma locomotiva parte de uma estação A e para em uma estação B, distante 1200 m de A. O
máximo módulo da aceleração que ela consegue manter é de 3 m/s 2, tanto na fase de
aceleração como na de retardamento. Sabendo que é proibido trafegar nessa região com
velocidade superior a 30 m/s, calcule o mínimo intervalo de tempo possível para ir de A a B,
sem problemas com a fiscalização.

Sugestão: Resolva essa questão utilizando o gráfico da velocidade escalar em função do


tempo.
4) (OBF) Dois carros movem-se no mesmo sentido em uma estrada retilínea com velocidades
vA = 108 km/h e vB = 72 km/h respectivamente. Quando a frente do carro A está a uma
distância de 10 m atrás da traseira do carro B, o motorista do carro A freia, causando uma
desaceleração a = 5 m/s2.

a) Calcule a distância percorrida pelo carro A até que ele colida com o carro B.

b) Repita o cálculo do item anterior, mas agora supondo que a velocidade inicial do carro A
seja de 90 km/h. Interprete seu resultado.

5) Um corpo, inicialmente em repouso, entra em movimento com aceleração escalar constante


α, no instante t0 = 0.

a) Mostre que as diferenças entre as distâncias percorridas em intervalos de tempo


consecutivos e iguais a 1 unidade de tempo são sempre as mesmas e têm o mesmo valor
numérico de α.

b) Determine a distância percorrida durante a enésima unidade de tempo. Verifique que ela é
um múltiplo ímpar da distância percorrida na primeira unidade de tempo.

6) (FEI-SP) Um móvel parte de certo ponto com um movimento que obedece à lei horária S =
4t2, válida no SI. S é a abscissa do móvel et é o tempo. Um segundo depois, parte outro móvel
do mesmo ponto do primeiro, com movimento uniforme e seguindo a mesma trajetória.
Qual a menor velocidade que deverá ter esse segundo móvel a fim de encontrar o primeiro?

7) A figura representa um acoplamento de três rodas dentadas A, B e C que possuem 40, 10 e


20 dentes respectivamente.

Lembrando que os dentes são todos iguais, quantas voltas dá a roda A enquanto a roda C
completa 10?

8) Na figura, as rodas dentadas R1 e R3 são iguais e seus raios medem 50 cm, enquanto a roda
dentada R2 tem raio igual a 25 cm. As rodas R2 e R3 giram fixas a um mesmo eixo. A roda R1,
acoplada à R2, gira com frequência igual a 5000 rpm.

Determine:

a) a frequência de rotação das rodas R2 e R3.


b) o quociente v1/v3 das velocidades escalares lineares de pontos na periferia das rodas R 1 e
R3 respectivamente.

9) A figura representa dois discos de papelão fixados a um mesmo eixo, com rotação de
frequência igual a 50 Hz. Os discos foram fixados em locais do eixo distantes 2 m um do outro.
Um projétil é disparado paralelamente ao eixo, descolando-se em movimento suposto retilíneo
e uniforme, per furando os dois discos. O ângulo entre o plano que contém o eixo e o furo no
primeiro disco e o plano que contém o eixo e o furo no segundo disco é igual a 45°. Determine
a velocidade do projétil, sabendo que, entre as duas per furações, os discos giraram menos
que meia volta.

10) (ITA-adaptada) Uma partícula move-se ao longo de uma circunferência circunscrita em um


quadrado de lado L com velocidade angular constante. Na circunferência inscrita nesse mesmo
quadrado, outra partícula move-se com a mesma velocidade angular. Calcule a razão entre os
módulos das respectivas velocidades lineares dessas partículas.

11) Na figura, temos duas polias coaxiais A e B de raios RA = 20 cm e RB = 10 cm e uma outra


polia C de raio RC = 50 cm:

O bloco X, que parte do repouso em t = 0, desce com aceleração escalar constante e igual a 4
m/s2. Não há deslizamento entre as polias. Calcule a velocidade angular da polia C num
instante genérico t.

Gabarito
1) a) 250 m; b) 40 s

2) 8 s

3) 50 s

4) a) 50 m; b) Não haverá colisão.

5) a) Demonstração; b) Δsn = (2n – 1) α/2

6) 16 m/s

7) 5

8) a) 10 000 rpm b) 12

9) 800 m/s

10) 2
11) 16t