Vous êtes sur la page 1sur 41

hange E hange E

XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

CAPIM MACIO
ANÁLISE GERAL DO BAIRRO
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

DADOS PRIMÁRIOS
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INVENTARIOS FÍSICOS

Sistema de Circulação de
OIRÁTNEVNI
Pedestres

Calçadas em diferentes

condições ao longo do

bairro.

Calçadas em boas

condições com piso tátil;

Calçadas em más

condições, com altos

declives, degradadas
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INVENTARIOS FÍSICOS

Sistema de Circulação
OIRÁTNEVNI
de Bicicletas

Hoje, não existe

infraestrutura específica

para o bairro.

Plano Cicloviário de Natal

– Eixo 3.

Intervenções na Av. Eng.

Roberto Freire e na Av.

Odilon Gomes de Lima/R.

Governador José Varela.


hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

INVENTÁRIO

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

COMPLEMENTAR
O BAIRRO SE ORGANIZA ESSENCIALMENTE EM TORNO DA AV. ENG. ROBERTO FREIRE
NO SENTIDO NOROESTE, A AVENIDA SE LIGA À BR-101, LIGANDO O BAIRRO ÀS DEMAIS ZONAS
NO SENTIDO SUDESTE, A CONTINUAÇÃO DA AVENIDA SE LIGA À ROTA DO SOL, FAZENDO
LIGAÇÃO COM O LITORAL SUL.
APESAR DE SER UM BAIRRO PREDOMINANTEMENTE RESIDENCIAL, HÁ UMA GRANDE
VARIEDADE DE ESTABELECIMENTOS NO PERÍMETRO E NO ENTORNO DA AV. ENG. ROBERTO
FREIRE.

ENSINO: 04 (UNIFACEX, MAURÍCIO DE NASSAU, ESTÁCIO E UNP);

CENTRO COMERCIAL: 05 (SHOPPING CIDADE JARDIM, SEAWAY,


DUNNAS, SHOPPING DO ARTESANATO POTIGUAR E PRAIA
SHOPPING);

SUPERMERCADO: 04 (HIPER BOMPREÇO, NORDESTÃO, FAVORITO E


EXTRA);
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INVENTARIOS FÍSICOS

Sistema de Circulação
OIRÁTNEVNI
de Transporte Coletivo

A circulação dos ônibus ocorre

preferencialmente nas avenidas

Engenheiro Roberto Freire e Ayrton

Senna, além da circulação de

intermunicipais ligando o bairro a sua

região metropolitana e demais municípios

por meio de ônibus fretados pelas

prefeituras;

Não há faixa exclusiva para o uso de

transporte coletivo.

Existem pontos de maior concentração de

usuários em universidades e centros

comerciais.

Os pontos de parada geralmente possuem

abrigo e bancos, mesmo que em baixa

quantidade em relação a demanda. Em

pontos de maior fluxo de pessoas, há

informações quanto as linhas de ônibus

que passam pela área.


hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INVENTARIOS FÍSICOS

Sistema de Circulação de
OIRÁTNEVNI
Trafego Geral
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INVENTARIOS FÍSICOS
OIRÁTNREVNI
Sistema de Controle

de Tráfego

Sinalização horizontal e

vertical;

Sinalização semafórica;

Equipamentos de

fiscalização eletrônica
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INVENTARIOS FÍSICOS
OIRÁTNREVNI
Estacionamento

Oferta de vagas de

estacionamentos na via

pública;

Oferta de vagas de

estacionamentos fora da

via pública
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

PESQUISAS

Operacionais do transporte
SASIUQSEP
coletivo

OFERTA

DEMANDA
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

PESQUISAS

Comportamento na circulação
SASIUQSEP
Informações sobre a capacidade e as

características da infraestrutura dos

sistemas de transportes, as pesquisas

de demanda informam o mapeamento

quantitativo dos movimentos de

transportes, no espaço e no tempo


hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

DADOS SECUNDÁRIOS
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INFORMAÇÕES
SEÕÇAMROFNI
Socioeconômicas

Conforme o censo de 2010

realizado pelo IBGE, a

população de Capim Macio é

de 22760 habitantes, sendo

que a população masculina,

representa 10.221 hab, e a

população feminina, 12.539

hab. Portanto, a população

do bairro é composta de

55.09% de mulheres e 44.91%

de homens.
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y
O gráfico abaixo mostra a distribuição por faixa

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
etária, agrupando em grupos de 0 a 4 anos, 0 a 14
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

anos, 15 a 64 anos e 65 anos e +:


hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y
DADOS GERAIS SOBRE A POPULAÇÃO DE CAPIM

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
MACIO
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y
ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

INFORMAÇÕES
SEÕÇAMROFNI
Gerais do setor de

Transportes
Em relação ao número de

acidentes de trânsito, Capim

Macio é o bairro com o

segundo maior número de

ocorrências:
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

LEVANTAMENTO
OTNEMATNAVEL
Legislação
As legislações relevantes quanto ao

planejamento e diagnóstico dos

transportes são as seguintes:

- Em nível nacional:

• PNMU – Plano Nacional de

Mobilidade Urbana – Lei n º 12.587

de 3 de Janeiro de 2012

- Em nível municipal:

• Lei complementar 149 de 18 de

Maio de 2015;

• Lei complementar 423 de 17 de

Junho de 2015;

• Lei complementar 428 de 03 de

Julho de 2015;

• Lei complementar 429 de 03 de

Julho de 2015;

• Lei complementar 153 de 03 de

Agosto de 2015;

• Lei complementar 430 de 21 de

Agosto de 2015.
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

ANÁLISE

Projetos e Estudos

Pré-Existentes
ESILÁNA

As legislações relevantes quanto ao

planejamento e diagnóstico dos transportes

são as seguintes:
hange E hange E
XC di XC di
F- t F- t
PD

PD
or

or
!

!
W

W
O

O
N

N
Y

Y
U

U
B

B
to

to
k

k
lic

lic
C

C
tra

tra
m

m
ck o ck

o
er- .c er- .c
s o ft w a r e s o ft w a r e

OBRIGADO

ALUNOS:

André Stabile

Antônio Teobaldo

Caique Diogo

Hanna Camila

Igor Pinheiro

Larissa Daiana 

Lucas Adleer