Vous êtes sur la page 1sur 3

Escola Secundária c/ 3º Ciclo João Gonçalves Zarco

Ano Lectivo 2008/2009 Biologia 12º ano

Ficha de Trabalho 2 – Sistema Imunitário

_________________________________________________________________________________________
I
Considere a figura que representa mecanismos de um processo de defesa contra bactérias que
invadem o organismo.

1. A que processo de defesa dizem respeito os esquemas da figura?

2. Ordene os esquemas de acordo com a sequência normal dos fenómenos.

II
O esquema da figura representa alterações que ocorreram quando uma agulha infectada atravessou a
epiderme até aos tecidos mais profundos da pele.

1. "A pele representa linhas de defesa contra agressões do meio." Justifique esta afirmação.

2. Como se designa o conjunto de reacções traduzidas no esquema?

3. Explique o edema que se forma na zona afectada.

4. O aumento da permeabilidade dos vasos sanguíneos na região é devida à acção das seguintes
substâncias produzidas por células lesionadas e outros tipos de células:

 Pirógenos  Anticorpos  Histamina  Interferão

5. Considere a destruição local das células estranhas. As células envolvidas nessa destruição são:

 hemácias e linfócitos.  linfócitos B e linfócitos T auxiliares.

Natércia Vieira Charruadas Página 1 de 3


 granulócitos e macrófagos.  mastócitos e basófilos.

6. O mecanismo de defesa representado é:

 específico e humoral.

 não específico, impedindo a entrada do agente infeccioso.

 específico e mediado por células.

 não específico, actuando após a entrada do agente infeccioso.

III
Os esquemas da figura que se segue representam um processo de defesa do organismo relativamente
a células estranhas.

1. Descreva o processo representado pela sequência A.

2.Identifique o tipo de células que podem desempenhar este mecanismo de defesa.

3. Em relação à situação A, pode afirmar-se que representa:

 um mecanismo de defesa específico.

 um mecanismo de defesa não específico.

 um mecanismo de defesa humoral.

 um mecanismo de defesa por barreiras bioquímicas.

4. Que consequências podem advir da situação representada em B?

Natércia Vieira Charruadas Página 2 de 3


Ficha de Trabalho 2 – Sistema Imunitário

Sugestões de Correcção

I
1. …Fagocitose

2. 4–1–3–2

II A pele reveste todo o corpo, sendo a camada mais externa da epiderme constituída por
1. células mortas. Este revestimento representa uma superfície protectora que impede a
penetração de microorganismos, de produtos químicos agressivos e protege mesmo
contra agressões físicas como sejam certas radiações.

Reacção inflamatória.
2.
Na região infectada pelas bactérias que penetraram quando a pele foi lesionada, as
3. células lesionadas e mastócito, que existem no tecido conjuntivo que constitui a derme,
produzem mensageiros químicos, a histamina. A histamina aumenta a permeabilidade
dos capilares sanguíneos, verificando-se a saída de plasma e de alguns leucócitos. O
plasma que se acumula na região provoca o edema.

Histamina
4.
granulócitos e macrófagos
5.
não específico, actuando após a entrada do agente infeccioso.
6.

III O processo representado é a fagocitose. A bactéria adere ao macrófago e é englobada


1. por elenum vacúolo de fagocitose. Alguns lisossomas, contendo enzimas hidrolíticas,
aproximam-se e fundem-se com os vacúolos de fagocitose. As enzimas hidrolíticas
digerem a bactéria. As moléculas simples resultantes dessa digestão difundem-se para o
citoplasma do macrófago e os resíduos são libertados por exocitose.

2. Granulócitos e macrófagos

3. um mecanismo de defesa não específico

4. Como a bactéria resiste à fagocitose, multiplica-se provocando o alastramento da


infecção. A exposição do antigénio pelos macrófagos irá activar os mecanismos de defesa
específica por parte do organismos infectado, mecanismos estes que sendo mais
eficientes e específicos eliminarão a infecção.

Natércia Vieira Charruadas Página 3 de 3