Vous êtes sur la page 1sur 5

OBSERVAÇÃO DE CÉLULAS DO EPITÉLIO DE ESCAMAS DE CEBOLA,

CÉLULAS DE ELODEA E CÉLULAS DA MUCOSA ORAL HUMANA.

1. INTRODUÇÃO:
As células eucariontes comparadas com as células procariontes são organismos
muito
mais complexos, a principal diferença está na organização do material genético:
as células eucariontes possuem seu material genético organizado no núcleo,
que se encontra separado do restante da célula; nas células procarióticas o
material genético não se encontra em um compartimento, esta em todo
citoplasma da célula.
As células eucarióticas são divididas em duas categorias: as células animais e as
células vegetais.
As células animais possuem uma membrana celular fluída, que possui
movimentos, não e uma estrutura rígida, ela funciona como uma barreira
seletiva, ela permite a passagem de certas substâncias indispensáveis para a
célula e impede que outras entrem, mantendo em equilíbrio a célula.
As células vegetais possuem organelas similares as das células animais, no
entanto possuem parede celular ao invés da membrana plasmática. A parede
celular é uma estrutura rígida, espessa e forte responsável pela proteção da
célula, pela nutrição, crescimento, reprodução, é ela a responsável por dar
sustentação à planta. Essa camada – parede celular –tira a mobilidade das
células vegetais, além disso, possui cloroplastos, que são responsáveis por
realizar fotossíntese, - respiração celular- . E nele se encontram uma estrutura
membranosa contendo clorofila, responsável pela pigmentação esverdeada as
plantas. Alem disso possuem um grande vacúolo citoplasmático, local onde vai
ser armazenado reserva energética, como por exemplo, o amido.

2. OBJETIVO DO EXPERIMENTO:
Conhecer as principais partes de um microscópio óptico, seu manuseio e
funcionamento, também aprender a preparar lâminas “a fresco” com epitélio de
escamas de cebola, folhas de Elodea e células da mucosa oral, para podermos
visualizar e poder diferenciar as estruturas ( parede celular, membrana
plasmática, cloroplastos, núcleo, nucléolo) de cada tipo de célula eucariótica
(vegetal e animal).

3. MATERIAL E MÉTODOS:
Atividade 1:
Observação das células da epiderme da cebola ( célula vegetal)
Materiais utilizados
Lamina
Lamínula
Corante azul de metileno (0,3%)
Pinça
Facas
cebola
Pipetas de Pasteur de plástico
Papel toalha
Metodologia:
1- Cortou-se com uma faca a cebola e foi retirado com uma pinça, o epitélio da
cebola,- uma película delicada que recobre cada escama da cebola- .
2- Colocou-se o epitélio da cebola na lâmina
3- posteriormente foi colocado uma gota do corante azul de metileno
4- Cobriu -se a película com a lamínula
5- retira-se o excesso do corante com uma toalha de papel
6- Observou -se a lamina ao microscópio óptico
7- Os resultados obtidos foram anotados.

Atividade 2:
Observação da célula da mucosa bucal ( célula animal)

Materiais e reagentes:
Laminas
Lamínulas
Haste flexível
Corante azul metileno (0,3%)
Célula da mucosa bucal

Metodologia:
1- Com uma haste flexivel obtém -se a mucosa bucal.
2- Espalha-se sobre a lâmina o material obtido, através da técnica do
esfregaço;
3- Colocou-se uma gota do corante azul de metileno;
4- Cobriu -se com uma lamínula o material contido na lamina.
5- Observa-se a lamina ao microscópio óptico;
6- Anotam-se os resultados obtidos

Atividade 3:
Observar a célula da elodea (célula vegetal)
Materiais e reagentes:
Laminas
Lamínulas
Folha da Elodea
Pinça
Metodologia
1- Retirou-se com uma pinça uma folha da elodea;
2- Colocou-se em uma lamina;
3- Após cobriu-se a lamina com uma lamínula;
4- Observa-se ao microscópio a lamina ao microscópio óptico;
5- Anotam-se os resultados.

4. RESULTADOS E DISCUSSÕES
1. Ao analisar as células do tecido epitelial da boca, conseguimos visualizar as
seguintes estruturas das células eucariontes animal: núcleo, nucléolo o
citoplasma a membrana plasmática, esta não apresentava um formato
geométrico definido, não tinha uma forma específica, porém pode-se observar
o formato arredondo e oval como característica mais marcante. Foi utilizado o
corante azul de metileno com a finalidade de identificar o principalmente o
núcleo e o restante das estruturas.
2. Adicionando a coloração azul de Metileno no epitélio da escama da cebola
conseguimos visualizar as seguintes estruturas das células eucariontes vegetais:
núcleo, citoplasma, parede celular bem definida e em formato mais retangular,
formando estruturas que lembra a parede de tijolos.

Células eucariontes da mucosa bucal


Células eucariontes vegetais do epitélio da cebola

3. Nas folhas da elodea observou-se também as estruturas da célula vegetal e


também os cloroplastos, responsáveis por dar a coloração esverdeada as folhas
da elodea, não necessitou da utilização do corante azul de metileno, pois a
clorofila já dava a pigmentação necessária para que se visualiza-se as células
no microscópio óptico com clareza.

Células vegetais da elodea

5. CONCLUSÃO
A realização dessa atividade elaborada contribui para ter o conhecimento mais
aprofundado na área da citologia, conhecendo as diferenças entre as células
animais e vegetais e aprendendo a manusear o microscópio.
Para uma próxima experiência pode-se ser também analisadas as células
procariontes, principalmente as bactérias- analisando e comparando-as com a
estrutura das células eucariontes. Também é interessante observar outras
células eucariontes tais como os fungos, para poder assim agregar mais
conhecimento na ária da citologia.

BIBLIOGRAFIA
LOPES, Sonia. Bio. Introdução á biologia e origem da vida Citologia Reprodução
e Embriologia Histologia, 5 ed. Barra Funda: Saraiva, 1999

LINHARES, Sergio.; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia: volume único . 1


ed. São Paulo: Ática, 2005.

AMABIS, José.; MARTHO Gilberto. Biologia 1: biologia das células. 2 ed. São
Paulo: Moderna, 2004.

JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Biologia celular e molecular. 6.ed. Rio de


Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.