Vous êtes sur la page 1sur 4

Ritual de reprogramação

O Útero é muito mais que um órgão sexual feminino, ele é o


Vaso Sagrado, onde postamos nossas experiencias sejam
positivas ou negativas. Também conhecido como Cálice
Sagrado ou Santo Graal, contem o sangue da descendência, o
sangue sagrado que tem o poder de renascimento.

Ele guarda memórias de nossas ancestrais e de nossas próprias


experiencias vividas nessa vida e em uma vida diferente. É uma
grande fonte de autoconhecimento, quando silenciamos a
mente e permitimos nos conectar com essa força, obtemos
informações preciosas para nossa saúde física e emocional,
pois padrões mentais e emocionais que carregamos estão em
nosso útero esperando para serem levados à consciência.

É nele que se encontra todo o nosso potencial sexual e criativo.


Através do nosso ciclo mensal, podemos deixar morrer e
renascer todos os meses uma nova mulher, uma nova vida,
novos projetos e relacionamentos. A energia do útero afeta
tudo que está a nossa volta. É o nosso maior centro de poder.
Ritual de reprogramação
Estar conectada com esse centro de força é estar conectada com a
Deusa interna, a força da criação, a Mãe Terra, a intuição e toda força
de nossas ancestrais.

O nosso útero guarda toda nossa conexão com a Grande Mãe e toda a
sabedoria ancestral, muitas mulheres ainda não tem consciência do
poder desse tesouro, que possuem.

Guardamos em nós toda essa força e toda essa fonte de conhecimento


e energia, mas nos esquecemos disso durante muitos anos, agora
precisamos nos relembrar e reconectar com essa força. Assim, curadas
e conscientes podemos criar uma geração vindoura sem traumas, livres
do peso do passado, aberta para o amor e vibrando a nova freqüência
da Nova Era. Uma Era onde o amor governa, que não há desigualdade e
onde a força criadora da mulher é honrada.

O útero retém não só as energias citadas acima, mas também energias


trocadas em atos sexuais, através da troca de fluidos, dos quais é
absorvido o psiquismo celular do parceiro e das parceiras que
estiveram com ele. Caso convivamos com uma pessoa raivosa,
negativa, depressiva, absorvemos essa energia que fica a vibrar no
nosso vaso sagrado.

Crenças limitadoras que nos são passadas desde crianças como


verdades absolutas, como por exemplo: “fecha essas pernas menina,
que coisa feia!” também ficam retidas em nosso útero bloqueando
nossa energia, a maioria de nós crescem e inconscientemente
sustentamos inúmeras afirmações como essas na vida adulta.

Essas energias bloqueiam e comprometem a energia uterina a ponto


de nos deixar doentes. Hoje em dia existem inúmeros desequilíbrios
ligados ao nosso sistema reprodutor e ciclo menstrual que atingem
milhares de mulheres.
Ritual de reprogramação
Material

1 Vela branca ou lilás


2 copos ou taças com água filtrada

Como fazer 

Sente-se confortavelmente e em um lugar tranquilo (de


preferência ao ar livre e olhando para a lua).
Acenda a vela pedindo que a força do fogo e da
transmutação se manifeste ali.

Pegue uma das taças com água, coloque próximo ao seu


ventre, olhe em direção a lua (caso não consiga vê-la olhe
para o alto) e invoque a força da lua, pedindo para limpar o
seu corpo, a sua mente e as suas emoções. Se quiser pedir
que limpe emoções especificas, dores especificas fique a
vontade, importante é não mencionar o nome de ninguém.

Mentalize que a energia da água percorre o seu útero


limpando memórias ancestrais, padrões repetitivos e dores
antigas. Essa energia percorre agora o seu coração limpando
as mágoas, as tristezas, a raiva, a ansiedade e tudo aquilo
que você sentir que deve ser limpo. Agora ela percorre a sua
terceira visão, limpando os maus pensamentos, os bloqueios
criativos, as paranóias e tudo o que você sentir. Tome o
tempo que for necessário.
Ritual de reprogramação
Quando finalizar, vire esta água na terra ou em um vaso de planta
devolvendo para a Mãe Terra tudo o que foi limpo em um ato de gratidão,
te serviu por um tempo, mas agora você não precisa mais. Pode fazer uma
oração intuitiva.

Agora pegue a segunda taça com água e coloque perto do seu ventre,
mentalize essa energia preenchendo o seu ventre de boas energias, amor,
gratidão, criatividade e saúde. Depois coloque próximo ao seu coração e
veja ele sendo preenchido de amor, alegria, prosperidade, abundância,
amor próprio e tudo aquilo que você quer atrair. Leve a taça a sua terceira
visão e visualize ela sendo preenchida de energia feminina, intuição e se
expandindo cada vez mais. Leve o tempo que precisar, sempre
mentalizando coisas boas.

No final peça para que a Lua abençoe todos esses pedidos e beba a água.

Deixe a vela queimar até o final. Aproveite este momento e sinta seu útero
e medite um pouco.

O ideal é que o ritual seja feito na Lua Nova, mas nada impede que seja
feito em outras fases da lua. A Lua Nova traz fortemente a energia de
Transmutaçã/Morte e renascimento.