Vous êtes sur la page 1sur 8

Sumário

1. INTRODUÇÃO ...................................................................................................................... 2
1.1 Problemática ..................................................................................................................... 3
1.2 Objetivos........................................................................................................................... 3
1.2.2 Objetivo Geral ........................................................................................................... 3
1.2.3 Objetivos Específicos................................................................................................. 3
2. METODOLOGIA ................................................................................................................... 4
2.1 Caracterização da Pesquisa ............................................................................................... 4
2.2 Plano de Coleta e Análise de Dados ................................................................................. 5
2.3 População e Amostragem ................................................................................................. 5
3. RESULTADOS DA PESQUISA ........................................................................................... 6
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................... 7
REFERENCIAS ......................................................................................................................... 8
1. INTRODUÇÃO
Com o advento da tecnologia, mercadorias e serviços ficaram mais fáceis de serem
comercializados, a sobrevivência das organizações acabou por ser afetada por inúmeras
variáveis, que direta ou indiretamente, atingem o bom funcionamento dos procedimentos
organizacionais.

Os consumidores se tornaram cada vez mais exigentes, forçando as empresas a


estarem buscando sempre por inovações, produzindo bens ou serviços que atendam às
necessidades de seus clientes. Dessa forma, as relações organização/cliente evoluíram nos
últimos anos a um patamar ao ponto de se tornar um dos principais fatores de sobrevivência
de qualquer organização. Este relacionamento, aumenta na medida da identificação do cliente
com a empresa, juntamente com uma série de outros fatores, que facilitam a permanência da
mesma do mercado.

As organizações que conseguem de certa forma, fidelizar e reter seus clientes


conseguem uma vantagem competitiva no mercado em relação as demais empresas
envolvidas no mesmo segmento de atuação. Juntamente com a sensatez de se utilizar de
critérios de precificação e julgamento, a empresa permite que seus clientes tenha um maior
leque de escolhas em relação aos seus produtos e serviços, nem como a disponibilidade de
tratar e atender a todos, sem diferenças entre os mesmos, tornando-os assim divulgadores
positivos de suas condições.

Devido à grande circulação de pessoas e de mercadorias na região, Picos se tornou um


importante centro comercial do Sudeste Piauiense, atraindo empresas dos mais variados
ramos para a cidade e seus entornos. Assim, com uma vocação principalmente voltada para o
setor de serviços, a área cresce a cada dia mais, bem como o número de veículos que rodam
pelas estradas picoenses, gerando desgaste de peças e de sistemas, carecendo assim de uma
ampla rede de oficinas e estabelecimentos capazes de suprir a necessidade por consertos dos
mais variados veículos que rodam por Picos.

Este trabalho de pesquisa buscou conhecer o perfil socioeconômico dos clientes da


Oficina Ivan Moto Peças, uma microempresa que trabalha no setor de prestação de serviços
para os mais variados tipos de motocicletas, na cidade de Picos, Piauí. Para tanto foi
desenvolvida uma pesquisa quantitativa, utilizando-se um questionário contendo quatorze
questões versando sobre a renda e a escolaridade dos entrevistados, bem como sobre os
serviços ou produtos adquiridos na Oficina em questão.
1.1 Problemática
As motos vêm ocupando um espaço cada vez maior na vida urbana das pessoas, seja
por proporcionar facilidade e rapidez de deslocamento, seja devido as mudanças positivas da
economia brasileira que possibilitaram o acesso das classes menos privilegiadas a este tipo de
veículo. Assim, as classes C e D passaram a ver na moto um instrumento de liberdade
individual de custo acessível.

A empresa Ivan Moto Peças, oferta produtos e serviços voltados para o concerto e
manutenção de motos na cidade de Picos- PI. Para satisfazer o consumidor, consequentemente
obter sucesso organizacional, é necessário compreender quais as necessidades e desejos de
seu público-alvo. Público-alvo ou target é um recorte demográfico, socioeconômico e
comportamental de seus consumidores. Segundo Kotller (2006), o comportamento do
consumidor é influenciado pelas características culturais, sociais, pessoais e psicológicas.

Muitas empresas pecam ao não conhecer os clientes que consomem seus produtos e
serviços. Não conhecer seu público pode levá-las à tomada de decisões genéricas ou até
mesmo equívocas.

Sendo assim, este trabalho tem como tema central responder ao seguinte
questionamento: qual o perfil socioeconômico dos clientes da empresa Ivan Moto Peças?

1.2 Objetivos

1.2.2 Objetivo Geral


 Analisar o perfil socioeconômicos dos clientes da Oficina Ivan Moto Peças

1.2.3 Objetivos Específicos



2. METODOLOGIA
Esta pesquisa teve como objetivo principal analisar o perfil socioeconômico dos
consumidores da cidade de Picos PI. Através da percepção dos consumidores, buscamos
apresentar informações acerca dos perfis econômicos predominantes quanto aos clientes
desta, e caracterizar também assim o grau de atuação da empresa nas diferentes classes
sociais.

Nesta pesquisa, optamos por realizar a coleta de dados na empresa, Ivan Moto Peças
da cidade de Picos, que se mostrou propensa a constante crescimento e demonstrou maestria
quanto à fidelização de clientes.

2.1 Caracterização da Pesquisa


Esta pesquisa teve características exploratórias e descritivas. As pesquisas
exploratórias têm como objetivo proporcionar maior familiaridade com o problema, com
vistas a torná-lo mais explicito ou constituir hipóteses (GIL, 2006). Na pesquisa
descritiva realiza-se o estudo, a análise, o registro e a interpretação dos fatos do mundo físico
sem a interferência do pesquisador (BARROS e LEHFELD, 2007). Este trabalho teve o
desenvolvimento de uma pesquisa de cunho quantitativo. Para Richardson (1999), o método
quantitativo tende a evitar distorções de análise e interpretações, pois sua intenção é garantir a
precisão dos resultados e se caracteriza pelo emprego da quantificação tanto na coleta, quanto
no seu tratamento, através de técnicas estatísticas.

Fizemos o uso da pesquisa de campo como principal método de pesquisa, a mesma


ocorreu no período de 04 dias. As pesquisas deste tipo se caracterizam por “o conjunto das
atividades sistemáticas e racionais que com maior segurança e economia, permite alcançar o
objetivo – conhecimentos válidos e verdadeiros – traçando o caminho a ser seguido,
detectando erros e auxiliando as decisões do cientista.” (MARCONI; LAKATOS, 2005, p.83)
2.2 Plano de Coleta e Análise de Dados
Para coletarmos os dados necessários fizemos uso de técnica de entrevista através de
questionários para com os clientes da oficina, que buscou descrever de melhor forma possível
o perfil socioeconômico dos mesmos. O questionário apresentado contem 14 perguntas
fechadas, escolhidas com o objetivo de tornar a pesquisa dinâmica e de fácil entendimento
pelos entrevistados, assinalando apenas um “X” na opção que considere mais conveniente.

A análise dos dados se deu da seguinte maneira, eles foram organizados de acordo
com a sequência do questionário, ordenando-se as perguntas e tabulando-se os dados por
itens, de modo a facilitar a diferenciação e organização dos diversos perfis existentes. Em
seguida os dados foram transformados em gráficos para melhorar a leitura e entendimento,
adicionando-se ainda os comentários que se julgaram pertinentes.

Mattar (2000, p. 37) conceitua que “o processo dos dados compreende os passos
necessários para transformar os dados brutos coletados, em dados trabalhados, que permitirão
a realização das análises e interpretações”

2.3 População e Amostragem


Para obtermos os dados que se fizeram necessários para o desenvolvimento da
pesquisado mercado consumidor no presente projeto, foi necessário buscar alguma forma que
nos desse a definição do número de elementos da amostra, isto é, uma pequena parte dos
elementos que compõe o universo. Visando encontrar esse resultado fizemos uso de uma
calculadora amostral que nos forneceu os dados necessários para termos como base qual
quantia seria adequada para se possuir uma amostra com alto nível de confiabilidade.
Utilizamos as seguintes informações para calcularmos nossa amostra que se mostrou ser de 78
entrevistados:
 População – 200
 Erro amostral – 7%
 Nível de confiança – 95%
(A calculadora amostral pode ser encontrada no seguinte endereço eletrônico
http://comentto.com/blog/calculadora-amostral/)
3. RESULTADOS DA PESQUISA
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Com a elaboração desta pesquisa atingimos o objetivo inicial pretendido, qual seja,
identificar o perfil socioeconômico dos clientes da empresa Ivan Moto Peças. Para isso foi
realizada uma pesquisa com 78 clientes, onde analisamos os fatores que identifiquem suas
posições sociais.
Com a pesquisa voltada para a percepção do poder aquisitivo de sua clientela constatou-se
que estes, em sua maioria, não possuem grande poder de compra no mercado, visto que 68%
deles tem como renda de 1 a 3 salários mínimos e aproximadamente a metade deles possuem
apenas um automóvel.
Comparando-se a distribuição dos clientes quanto ao sexo verifica-se uma
concentração maior em pessoas do sexo masculino que representam 73% da clientela.
Importante ressaltar que a condição financeira do cliente não é necessariamente, segundo a
pesquisa, proporcional ao grau de escolaridade destes, pois foi observado, no momento da
análise dos questionários, que haviam pessoas com baixo grau de escolaridade que possuíam
um alto poder aquisitivo e vice-versa.
Apesar de seus clientes estarem fortemente nas classes mais baixas, estes têm preferências por
produtos originais, 82% de seu público está disposto a pagar mais caro por um produto que
possua durabilidade (53%), qualidade (28%) e garantia (19%). Enquanto que apenas 12%
levam produtos paralelos por causa do preço mais acessível.
Mediante os resultados apresentados, observa-se que identificar o perfil
socioeconômico de seus clientes leva a organização ao seguinte questionamento: é melhor
manter ou mudar nossas estratégias?
Exposto isso, com os dados da pesquisa a seu favor a empresa terá melhores condições de
atender os desejos e necessidades de seus clientes, pois um dos importantes fatores para focar
em seu público-alvo é conhecer seu poder aquisitivo, além de sua real disposição em comprar
ou não produtos e serviços com uma maior qualidade, que em média, custam mais caros.
Atendendo a sua clientela conforme suas expectativas a organização deve buscar
fidelizá-los e mantê-los em sua empresa. Entretanto, para que esta pesquisa possa ajudar
realmente é importante informar esses dados tanto à gestão organizacional, quanto às pessoas
que nela trabalham. Garantindo que a empresa não se equivoque na hora da tomada de preço
de seus produtos e serviços.
REFERENCIAS
GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2006.

BARROS, Aidil Jesus da Silveira; LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Fundamentos de


Metodologia Cientí‐ fica. 3.ed. São Paulo: Prentice‐Hall, 2007

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da metodologia


científica. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2005

MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de marketing. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

KOTLER, P.; KELLER, Kevin L. Administração de marketing. 12. ed. São Paulo : Pearson
Prentice Hall, 2006 – capa vermelha