Vous êtes sur la page 1sur 2

Performance a longo prazo de implantes curtos: revisão sistemática e meta-análise dos

parâmetros essenciais de avaliação

A falta de critérios padrão para avaliação dos resultados dificulta a tirada de conclusões na
performance clínica de implantes curtos e, sob tais circunstâncias, determinar os motivos das
taxas de insucesso.

Este estudo avaliou através de revisão sistemática da literatura e meta-análise os parâmetros


essenciais para avaliar a performance clínica a longo prazo de implantes curtos e extra-curtos.
Bases de dados eletrônicas (Pubmed- MEDLINE, Cochrane Biblioteca de Dados, Embase, e
Lilacs) foram pesuiqsadas por dois revisores independentes, sem limitação de língua, para
identificar artigos relevantes. Referências dos artigos selecionados também foram revisadas. A
revisão incluiu testes clínicos envolvendo implantes curtos colocados em humanos, publicados
entre Janeiro de 2000 e Março de 2014, que descreveram os parâmetros aplicados para
medição dos resultados e que proporcionavam dados da taxa de sobrevivência. Treze estudos
metodologicamente aceitáveis foram selecionados e 24 parâmetros identificados. Os mais
frequentemente avaliados foram perda óssea e taxas cumulativas de sucesso dos implantes,
seguidas de taxas de insucesso e complicações biológicas como sangramento durante a
sondagem e profundidade da sondagem. Apenas a taxa cumulativa de sobrevivência permite
meta-análise revelando efeitos positivos de (0,052 (fixo) a 0,042 (aleatório)) o que significa que
implantes curtos parecem ser uma opção viável. Complicações mecânicas e medições de taxa
de C/I também foram descritas comumente, no entanto, considerando as evidências
disponíveis; nenhuma conclusão forte pôde ser tirada uma vez que diferentes métodos foram
utilizados para avaliar cada parâmetro. Para fins de revisão literária, um esquema de avaliação
padrão é proposto, para auxiliar investigações futuras e comparações em estudos futuros.

Materiais e métodos

Estratégia de pesquisa e Seleção de estudos

Uma pesquisa eletrônica, sem restrição de linguagem, foi conduzida para identificar estudos
focados na performance clínica de implantes dentários curtos e extra-curtos.

Para este propósito foram pesquisadas bases de dados PubMed/MEDLINE, EMBASE, LILACS, e
Cochrane Library databases entre janeiro de 2000 e março de 2014. A pesquisa foi limitada aos
seguintes filtros dos sites citados: “teste clínico”, “testes clínicos aleatórios”, “estudos
prospectivos”, e “humanos”. As palavras-chave utilizadas na pesquisa foram: “implantes
dentarios curtos”, : “implantes dentarios curtos”[MeSHterm] E “resultados de tratamento”,
“implantes dentarios curtos”[MeSHterm] E “fracassos “,“implantes dentarios
curtos”[MeSHterm] E “complicações”, “implantes dentarios curtos”[MeSHterm] E
“complicação biológica”, “implantes dentarios curtos”[MeSHterm] E “perda de osso alveolar”,
“implantes dentarios curtos”[MeSHterm] E “perda óssea”, “implantes dentarios
curtos”[MeSHterm] E “sucesso”, “implantes dentarios curtos”[MeSHterm] E “suceso clínico”.

Títulos e resumos dos artigos pesquisados foram inicialmente avaliados por dois revisores
independentes, à procura de possíveis inclusões. Uma pesquisa mais avançada foi feita nas
bibliografias de todos os artigos. Quaisquer discrepâncias entre os revisores foram discutidas
até completa concordância. Foi calculado o coeficiente kappa Cohen como maneira de medir a
concordância entre ambos os leitores, revelando um grau excelente de concordância (K=0,83).

Critérios de inclusão

O primeiro autor criou uma estratégia de pesquisa na qual os títulos e resumos dos estudos
foram examinados e os estudos relevantes foram selecionados. O critério de seleção incluíram:

 Todos os tipos de testes clínicos aleatórios ou prospectivos, conduzidos em humanos,


com objetivo claro de investigar a performance a longo prazo de implantes curtos
exclusivamente (menos que 10mm no comprimento total e 8mm no comprimento
intraósseo);
 Estudos com taxas de sobrevivência do implante reportadas bem como o critério dos
insucessos;
 Estudos precisavam ter uma amostragem mínima de 10 pacientes saudáveis e um
número mínimo de 10 implantes curtos instalados, com média do tempo de
acompanhamento mencionada de ao menos um anos após a colocação da carga da
prótese.

nesta revisão, uma ampla variedade de critérios de inclusão foi incluída sem diferenciação do
tipo de implante, técnica do procedimento cirúrgico, características do paciente ou tipo de
prótese a fim de obter as descobertas gerais.

Critério de exclusão

Estudos em animais, estudos retrospectivos, relatórios de caso, revisões, estudos não clínicos,
explicações de técnicas ou testes clínicos com informação insuficiente sobre a performance a
longo prazo de implantes curtos não foram considerados para evitar parcialidade. Estudos
utilizando implantes curtos e padrão também foram excluídos para suportar a mesma prótese
também foram excluídos.

Extração de dados

Baseada no critério de inclusão e exclusão de dados, artigos potenciais selecionados foram


analisados na íntegra. Os dados extraídos incluíram os seguintes:

Data Extraction
Based on the inclusion and exclusion criteria, selected
potential articles were obtained in full text. The data
extracted included the following: study design, number
of subjects at baseline, number of implants at baseline,
implant length (mm), implant system, location, type of