Vous êtes sur la page 1sur 8

À FRANCESA

O mais formal e elegante dos serviços, ideal para recepções clássicas e tradicionais, onde os
convidados permanecem sentados à mesa e o Garçom traz a travessa à esquerda do
convidado para que o mesmo se sirva. Deste modo, o convidado serve-se apenas da
quantidade que deseja comer reduzindo, com isso, o desperdício de alimento.

O requinte do serviço exige profissionais com aparência, postura e habilidade impecáveis,


transmitindo a sensação de boa higiene e manuseando as travessas com destreza, sem
encostar à mesa, esbarrar no convidado ou derrubar a comida.

A organização dos utensílios de mesa (mesa posta) deve ser completa – sousplat, pratos,
guardanapo de tecido, talheres, taças e Menu.

Geralmente presente em momentos especiais e sofisticados como noivados, casamentos e


jantares formais, esta é a maneira mais sofisticada de se servir. As principais características
são: sequencialidade de pratos; transporte da refeição em bandeja pelo Garçom à mesa, que,
por sua vez, leva aos convidados os talheres que serão utilizados; respeito à ordem de se servir
primeiramente as mulheres e depois os homens; início da refeição após o último (anfitrião) ter
sido servido; retirada das louças usadas pela direita e colocação das louças novas pela
esquerda. Para garantir a eficiência do serviço é necessário 1 Garçom para cada 5 convidados.

Garçom e Menu
quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Tipos de serviço em buffet.


Seja em casa, em um buffet ou em um ambiente
corporativo, há muitas variáveis que influenciam na
maneira como uma refeição vai ser servida aos
convidados. A quantidade de pessoas, se elas vão se
alimentar em pé ou sentadas, a necessidade de
garçons. Tudo isso, entre outras coisas, são fatores que
devem ser avaliados na hora de se fazer o
planejamento da refeição de qualquer evento.
Ao longo dos anos, a Gastronomia criou uma forma
para sintetizar diferentes maneiras de se servir,
através da referência a determinadas cozinhas e
culturas ao redor do mundo. O blog traz então a você
internauta, as mais famosas maneiras de se servir uma
refeição em um evento.
Antes de falarmos um pouquinho sobre cada um deles
é importante dizermos que a escolha do tipo de serviço
de buffet deve levar em consideração a personalidade
dos noivos, o estilo da festa e o orçamento disponível
para o evento. Confira!

Foto: www.propos-de-chef.com

À FRANCESA
O mais formal e elegante dos serviços, ideal para
recepções clássicas e tradicionais, onde os convidados
permanecem sentados à mesa e oGarçom traz a
travessa à esquerda do convidado para que o mesmo
se sirva. Deste modo, o convidado serve-se apenas da
quantidade que deseja comer reduzindo, com isso, o
desperdício de alimento.
O requinte do serviço exige profissionais com
aparência, postura e habilidade impecáveis,
transmitindo a sensação de boa higiene e manuseando
as travessas com destreza, sem encostar à mesa,
esbarrar no convidado ou derrubar a comida.
A organização dos utensílios de mesa (mesa posta)
deve ser completa – sousplat, pratos, guardanapo de
tecido, talheres, taças e Menu.
Geralmente presente em momentos especiais e
sofisticados como noivados, casamentos e jantares
formais, esta é a maneira mais sofisticada de se servir.
As principais características são: sequencialidade de
pratos; transporte da refeição em bandeja
pelo Garçom à mesa, que, por sua vez, leva aos
convidados os talheres que serão utilizados; respeito à
ordem de se servir primeiramente as mulheres e
depois os homens; início da refeição após o último
(anfitrião) ter sido servido; retirada das louças usadas
pela direita e colocação das louças novas pela
esquerda. Para garantir a eficiência do serviço é
necessário 1 Garçom para cada 5 convidados.
Foto: www.propos-de-chef.com

À INGLESA
Assim como “à francesa”, servir “à inglesa” também é
considerado uma maneira sofisticada de se servir. E o
motivo é explicado pelo fato desta prática ter suas
origens nos antigos banquetes da alta nobreza
britânica. É ideal para uma refeição formal para
muitas pessoas. A maior diferença para a anterior é
que o garçom serve o convidado do começo ao fim da
refeição, ao contrário do “autosserviço à francesa”. Há
o modelo direto – Garçom coloca os pratos vazios
pela direita e apresenta a refeição pela esquerda,
servindo da própria bandeja; e o modelo indireto –
apesar da travessa também ser apresentada pelo lado
esquerdo, utiliza-se o guéridon (uma mesa de suporte)
em que oGarçom monta o prato do convidado e
depois o serve pela direita.
TFoto: www.propos-de-chef.com

EMPRATADO
Neste serviço os convidados permanecem sentados à
mesa enquanto o Garçom traz o prato já preparado e
decorado individualmente para cada convidado,
servindo-o pelo lado direito. O serviço empratado é
perfeito para os noivos que valorizam uma boa comida
e querem proporcionar as pessoas uma excelente
experiência gastronômica.

O empratado, por seguir uma sequência – entrada,


pratos quentes e sobremesa – deixa o cronograma
bastante delimitado, uma vez que todos os convidados
permanecem sentados em seus lugares do início ao
fim do almoço ou jantar. Para que todos sejam
servidos simultaneamente é necessário
1Garçom para cada 8 convidados e a mesa deve ser
composta por sousplat, guardanapo de tecido,
talheres, taças e Menu.

Foto: educacaoerequinte.com.br

SERVIÇO À AMERICANA
O mais informal e mais frequente serviço utilizado nas
recepções de casamento permite maior liberdade aos
convidados, que decidem o que querem fazer em um
determinado momento – comer, dançar, conversar,
etc. Nesse tipo de serviço os alimentos são dispostos
em pontos fixos (bufê) aonde o convidado se dirige
para escolher o que irá comer, podendo ou não ser
serviço pelo Garçom, de acordo com a vontade dos
noivos.
A vantagem do serviço à americana é a maior
variedade de pratos, agradando assim a todos os
paladares. E a desvantagem são as grandes filas que se
formam quando o ponto de bufê é liberado. A fim de
evitar a longa espera recomenda-se 1 ponto de bufê
para cada 100 pessoas e 1 Garçom para cada 10
convidados.
Neste caso, a mesa (mesa posta) não precisa ser
completa – sousplat é opcional; guardanapo de tecido,
talheres, taças e Menu devem estar presentes. Os
pratos permanecem à disposição dos convidados no
bufê.

DEGUSTAÇÃO OU FINGER FOOD


Embora bastante informal, é um tipo de serviço
frequentemente utilizado em casamentos na praia ou
em recepções onde a maioria dos convidados são
jovens e preferem ficar na pista de dança.
Mesmo informal, o Menu é bem variado e criativo,
uma vez que, para servir são utilizadas cumbucas,
panelinhas, colheres de louça, copinhos, entre outras
opções, dando um ar despojado, porém moderno ao
cardápio.
Como a comida é servida em bandejas, por garçons,
ou disponibilizadas em ilhas (ilhas de degustação),
onde o próprio convidado se serve, não há necessidade
de montar uma grande quantidade de mesas. Apenas
reserve-as para os familiares e convidados mais
idosos, para que eles possam se sentar e ficar mais
confortáveis. Nestas mesas pode-se ou não colocar
menus. Somente isso. Para o serviço de degustação o
ideal é que se tenha 1Garçom para cada 10
convidados.
Foto: noivas.net

COQUETEL
Opção mais utilizada para os casais que possuem
budget baixo, mas que preferem oferecer algo a mais
aos convidados do que o tradicional bolo com
champagne. É um serviço volante no qual são servidos
canapés e salgados quentes, fritos e assados, podendo
ou não ser seguido de um prato de massa.
Neste tipo de serviço não se recomenda montar mesas
completas, mas sim lounges ou mesas bistrô, para que
as pessoas não fiquem achando que será servido um
jantar.
Para que o serviço seja eficiente, 1 Garçom para cada
10 convidados, se for servido prato quente, ou 1 para
15 se for servido apenas canapés e salgadinhos.
Tenham todos uma excelente festa e até o nosso
próximo evento!