Vous êtes sur la page 1sur 5

2014/2015 Teste de Avaliação Sumativo - Português - 5º ANO

Nome: ________________________________________________Nº___ Turma:____ Data: __/___/____


Professor: ____________ Classificação: ___________________ Enc.Ed.:__________________________
Observações:

GRUPO I

Lê com muita atenção o texto que se segue.

Era uma vez um jardim maravilhoso, cheio de grandes tílias, bétulas, carvalhos, magnólias e
plátanos.
Havia nele roseirais, jardins de buxo e pomares. E ruas muito compridas, entre muros de camélias
talhadas.
E havia nele uma estufa cheia de avencas onde cresciam plantas extraordinárias que tinham,
atada ao pé, uma placa de metal onde o seu nome estava escrito em latim.
E havia um grande parque com plátanos altíssimos, lagos, grutas e morangos selvagens. E havia
um campo com trigo e papoilas, e um pinhal onde entre mimosas e pinheiros cresciam urzes e fetos.
Ora num dos jardins de buxo havia um canteiro com gladíolos.
Os gladíolos são flores muito mundanas. E aqueles gladíolos achavam que o lugar mais chique do
jardim era esse jardim de buxo onde eles moravam.
- Os jardins civilizados – diziam eles – são sempre jardins de buxo.
Perto dos gladíolos estava um caramanchão com glicínias e bancos de azulejos.
- Nos jardins antigos – diziam os gladíolos – há sempre azulejos.
Os buxos, quando ouviam isto, sorriam e murmuravam com voz de buxo, que é uma voz
pequenina, húmida e verde.
- Nos jardins antigos havia buxo e azulejos mas não havia gladíolos.
Pois a raça dos buxos é antiga mas a dos gladíolos só começou a estar à moda nos últimos trinta
anos.
Mas os gladíolos gostavam muito de ser gladíolos e achavam-se superiores a quase todas as
outras flores.
(…)
No dia seguinte, quando era já noite escura, um rouxinol começou a cantar em frente da janela
de Florinda.
E Florinda acordou, sacudindo os cabelos, esfregou os olhos, e disse:
- Que bem que canta este rouxinol!
- Florinda – disse o rouxinol – Queres vir a uma festa maravilhosa?
- Quero – disse Florinda.
- Então vem comigo.
Florinda saltou da cama, desceu da janela e foi ter com o rouxinol.
Atravessaram um pomar e uma mata e chegaram ao princípio do parque.
No ar cruzavam-se as sombras das árvores.
- Parece-me que tenho medo- murmurou Florinda.
- Não tenhas medo. Eu tomo conta de ti – disse ao lado dela uma voz.
Florinda voltou-se e viu um rapaz alto, lindo e verde.
Andresen, Sophia de Mello Breyner, O Rapaz de bronze

1
Parte A - Leitura e Educação Literária

Responde cuidadosamente às questões que se seguem:

1. Localiza no espaço a primeira parte da ação, colocando uma cruz na resposta correta:
 floresta  mata
 jardim  pomar

2. Que adjetivo usa o narrador para caracterizar o jardim? _________________________________


_________________________________________________________________________________
3. Qual era o local que os gladíolos consideravam o mais chique do jardim? ____________________
_________________________________________________________________________________
4. No texto diz-se que os gladíolos são “flores muito mundanas”, o que significa que são:
 extrovertidos e sociáveis
 tímidos e reservados
 tristes e feios
 engraçados e simpáticos para toda a gente
(assinala com uma cruz a resposta correta).
5. Assinala com uma cruz os adjetivos que caracterizam a voz do buxo:

 forte  aguda  grave


 pequenina  húmida  verde

Qual é o parágrafo que apoia a tua resposta? (indica o algarismo e não a frase)
_________________________________________________________________________________
6. Depois de dar o panorama geral do jardim nos quatro primeiros parágrafos, o narrador centra a
sua atenção num lugar específico. De que lugar se trata? ___________________________________
_________________________________________________________________________________
7. Como se achavam os gladíolos em relação às outras flores? ______________________________
_________________________________________________________________________________

8. “Nos jardins antigos havia buxo e azulejos, mas não havia gladíolos”. Com este comentário, os
buxos queriam dizer que os gladíolos eram flores:

 especiais, que passaram a habitar jardins de buxo.


 convencidos, sem razão para tal.
 sem sorte, porque passaram a habitar jardins de buxo.
 Inteligentes, que sabiam escolher um bom sítio para morar.
(assinala com uma cruz a resposta correta)

2
9. Os gladíolos, personagens desta narrativa, comportam-se como seres humanos. Que nome dás a
este recurso expressivo? (Assinala com uma cruz a resposta correta)

 Comparação  Personificação  Adjetivação

10. Quem era o rapaz de bronze? (Assinala com uma cruz a resposta correta)
 senhor do jardim durante o dia
 estátua de bronze durante a noite
 senhor do jardim durante a noite
Parte B
Lê atentamente o texto informativo que se segue.

Gladíolo L. é o nome comum das plantas bulbosas floríferas


do género Gladiolus (do latim, diminutivo de gladius, espada) da família
iridaceae.
O género Gladiolus contém cerca de 260 espécies, das quais 250 são nativas
da África subsariana, principalmente da África do Sul. Cerca de 10 espécies
são nativas da Eurásia. Existem 160 espécies de gladíolos endémicos do sul
da África e 76 da África tropical. As espécies variam desde muito pequenas
até às espetaculares espigas de flores gigantes disponíveis no comércio.
São largamente cultivadas no mundo inteiro, por causa dos seus cachos
altamente decorativos e que têm grande valor comercial.

12. Preenche o quadro com os dados sobre gladíolos, retirando a informação necessária do texto
que acabaste de ler.

Nome em latim

Significado do nome

Número de espécies

Continente de onde são originárias

Locais onde se cultivam

Razões porque se cultivam

3
GRUPO II – Gramática
1. Distribui na grelha nomes comuns e coletivos que se seguem:
 carvalhos, pinhal, bétulas, jardim, pomar roseirais.

comuns coletivos

2. Coloca as palavras, destacadas, por ordem alfabética: Planta; Plátano; Pomares; Placa; Príncipe;
Primavera; Princípio.
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
3. Atenta nas frases que se seguem e substitui as formas verbais sublinhadas, selecionando os
verbos adequados. Presta atenção à intenção de quem fala!

perguntou / esclareceu
a. – Florinda – disse o rouxinol – queres vir a uma festa maravilhosa? ordenou / afirmou
b.– Quero – disse Florinda. concordou / acrescentou
c.– Então vem comigo. – disse o rouxinol. respondeu / pediu

a. _________________________ b. __________________________ c. ______________________

4. «Florinda voltou-se e viu um rapaz alto, lindo e verde.»


4.1. Indica a classe a que pertencem as palavras sublinhadas, na frase.
_________________________________________________________________________________

5. Completa o quadro com as subclasses das palavras indicadas.

Subclasses
possessivo demonstrativo art. indefinido art. definido comum
plátano
uma
o
esse
sua

6.Transcreve do texto duas palavras agudas, duas graves e duas esdrúxulas.

Agudas Graves Esdrúxulas

4
GRUPO III – Escrita
O texto que acabaste de ler é um excerto da obra “Rapaz de Bronze” de Sophia de Mello
Breyner, lido nas aulas de Português.
Escreve a tua opinião sobre essa obra, construindo um texto com um mínimo de 10 linhas.

ATENÇÃO: Não é um resumo, mas a tua opinião sobre o que leste.

Porém, antes de começares, toma atenção às instruções que se seguem:


. respeita o pedido que foi feito acima;
. faz um rascunho do teu texto, a lápis, numa folha à parte;
. revê, com cuidado, o texto do rascunho e corrige-o, se necessário;
. copia o texto para a folha do teste, com letra bem legível, a caneta de tinta azul ou preta;
. se por acaso te enganares, risca e escreve de novo.

_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

Nº _____

Bom Trabalho!