Vous êtes sur la page 1sur 3

1.

Identifica as condições que permitiram a Portugal serem os pioneiros na expansão


maíritma? (Página 14 e 15)

As condições que permitiram a Portugal ser pioneira na expansão marítima era que tinha uma
extensa faixa costeira, também tinha estabilidade política, todos os grupos sociais tinham
interesse na expansão e ainda tinha conhecimento técnicos.

2. Refere os diferentes interesses da sociedade portuguesa na expansão? (Página 14 e 15)

Os diferentes interesses da sociedade portuguesa na expansão era que a nobreza pretendia


cargos e privilégios, a burguesia desejava aceder a novos mercados e produtos, o clero
pretendia espalhar a fé cristrã e o povo acreditava que podia melhorar as condiçõe de vida.

3 . Explica em que consistiu a navegação astronómica? (Página 14)

A navegação astronómica era a navegação orientada a partir da observação de determinados


astros, através de instrumentos como a bússola e o astrolábio.

4. Identifica as principais descobertas no período henriquino? (Página 16 e 17)

As principais descobertas do período henriquino foram: a reedescoberta das as ilhas atlânticas,


e a descobeta do arquipélago de Cabo Verde, Baixos de Arguim e a Serra Leoa. Nessa altura
também foi descoberto o Rio do Ouro e Cabo Branco.

5. Localiza no mapa essas descobertas. (Página 17)


6. Descreve a importância da dobragem Cabo Bojador? (Página 16 e 17)

A importância da dobragem do Cabo Bojador foi que abriu a navegação a sul, permitindo
descobrir territórios desconhecidos na costa africana abaixo dele.

7. Explica como foi explorada a costa africana no reinado de D. Afonso V. (Página 18)

Durante o reinado de D. Afonso V privilegiou-se uma política de conquistas no Norte de África.


As principais conquistas foram Alcácer Ceguer (1458), Arzila e Tânger (1471).

8. Descreve o interesse de Portugal e de D. João I na conquista de Ceuta. (Página 16)

Portugal interessou-se pela conquista de Ceuta pois tinha uma localização estratégica, entre o
mar Mediterrâneo e o Ocêano Atlántico, sendo um ativo entreposto comercial, um dos pontos
de escala de caravaneiros que traziam ouro, escravos, especiarias e uma base de pirataria
muçulmana. Ceuta também ficava situada próxima das regiões férteis em cereais.

9. Localiza no mapa o cabo da Boa Esperança e a cidade de Calecute. (Página 18)


10. Explica em que consistiu o Tratado de Tordesilhas. (Página 18 e 19)

O Tratado de Tordesilhas consistiu foi o tratado que dividiu o mundo em duas partes
separadas por um meridiano, repartindo-o por Portugal e Espanha.

11. Refere a importância da descoberta do caminho marítimo para a Índia. (Página 20)

A descoberta do caminho marítimo para a Índia foi importante porque permitiu a inauguração
da Rota do Cabo e o acesso ao lucrativo comércio das especiairias, dos perfumes e das sedas
orientais.

12. Refere o ano e o nome do navegador que descobriu o Brasil. (Página 20)

Quem descobriu o Brasil foi Pedro Álvares Cabral em 1500.

13. Explica como foi organizada a exploração do arquipélago da Madeira e dos Açores.
(Página 22)

A exploração do arquipélago da Madeira e dos Açores foi feita através de capitanias, que
consistiam na divisão do território em parcelas que eram administradas por captiães-
donatários, que tinham como função promover o seu povoamento, dinamizá-las
economicamente e detinham largos poderes administrativos, judiciais e militares.

14. Refere os produtos que foram explorados na Madeira e nos Açores. (Página 23)

Na Madeira foi explorada a pesca, a madeira e o cultivo de cereais, da vida e da cana-de-


açúcar. Nos Açores ocorreu a criação de gado, o cultivo de cereais e de plantas tintureiras.