Vous êtes sur la page 1sur 2

HISTÓRIA DO BRASIL REPÚBLICA

- Proclamação da República (15/11/1889)


- 1ª Constituição Republicana (1891): voto aberto; três poderes; exclusão de mulheres, mendigos,
analfabetos; presidencialismo.
- Coronelismo: poder dos coronéis = fazendeiros com poder político.
- Política do Café com Leite (SP e MG): voto de cabresto e fraudes eleitorais.
- Política dos Governadores: era uma troca de favores políticos entre governadores e presidente. O
presidente apoiava os candidatos dos partidos governistas nos estados, enquanto estes políticos
davam suporte a candidatura presidencial e também durante a época do governo.
- Reforma Urbana no Rio de Janeiro – Estilo de vida e arquitetura da Europa: período da Belle
Époque.
- A Guerra de Canudos (1893/1897): pobreza, miséria e exploração da população pelo governo.(Líder
Antonio Conselheiro)
- Antonio Conselheiro: líder messiânico.
- Cangaço: bandos armados no nordeste; saqueavam fazendeiros e faziam justiça com as próprias
mãos; Lampião era o mais famoso.
- Revolta da Vacina (1904): Rio de Janeiro. Crise, desemprego e descontentamento popular.
Vacinação obrigatória contra a varíola. Violência nas ruas, confrontos com a polícia e
prisões.(Responsável pela campanha foi o médico sanitarista Oswaldo Cruz)
- Greves (1901/1920): exploração dos trabalhadores. Greves eram tratadas como caso de polícia
pelo governo. Conquistas trabalhistas e fim das greves.
A Guerra do Contestado começou em 22 de outubro de 1912-1916 e teve fim há 100 anos, em agosto
de 1916. (líder João Maria e José Maria) O conflito foi uma disputa pela região conhecida como
“Contestado”, localizada entre Paraná e Santa Catarina. A Guerra aconteceu entre os camponeses e
o poder do Estado. A área era rica em madeira e erva-mate.
A Revolta da Chibata foi um importante movimento social ocorrido, no início do século XX, na
cidade do Rio de Janeiro. Começou no dia 22 de novembro de 1910.(líder João Cândido) Neste
período, os marinheiros brasileiros eram punidos com castigos físicos. As faltas graves eram punidas
com 25 chibatadas (chicotadas)
HISTÓRIA DO BRASIL REPÚBLICA
- Proclamação da República (15/11/1889)
- 1ª Constituição Republicana (1891): voto aberto; três poderes; exclusão de mulheres, mendigos,
analfabetos; presidencialismo.
- Coronelismo: poder dos coronéis = fazendeiros com poder político.
- Política do Café com Leite (SP e MG): voto de cabresto e fraudes eleitorais.
- Política dos Governadores: era uma troca de favores políticos entre governadores e presidente. O
presidente apoiava os candidatos dos partidos governistas nos estados, enquanto estes políticos davam
suporte a candidatura presidencial e também durante a época do governo.
- Reforma Urbana no Rio de Janeiro – Estilo de vida e arquitetura da Europa: período da Belle Époque.
- A Guerra de Canudos (1893/1897): pobreza, miséria e exploração da população pelo governo.(Líder
Antonio Conselheiro)
- Antonio Conselheiro: líder messiânico.
- Cangaço: bandos armados no nordeste; saqueavam fazendeiros e faziam justiça com as próprias
mãos; Lampião era o mais famoso.
- Revolta da Vacina (1904): Rio de Janeiro. Crise, desemprego e descontentamento popular. Vacinação
obrigatória contra a varíola. Violência nas ruas, confrontos com a polícia e prisões.(Responsável pela
campanha foi o médico sanitarista Oswaldo Cruz)
- Greves (1901/1920): exploração dos trabalhadores. Greves eram tratadas como caso de polícia pelo
governo. Conquistas trabalhistas e fim das greves.
A Guerra do Contestado começou em 22 de outubro de 1912-1916 e teve fim há 100 anos, em agosto de
1916. (líder João Maria e José Maria) O conflito foi uma disputa pela região conhecida como
“Contestado”, localizada entre Paraná e Santa Catarina. A Guerra aconteceu entre os camponeses e o
poder do Estado. A área era rica em madeira e erva-mate.
A Revolta da Chibata foi um importante movimento social ocorrido, no início do século XX, na cidade do
Rio de Janeiro. Começou no dia 22 de novembro de 1910.(líder João Cândido) Neste período, os
marinheiros brasileiros eram punidos com castigos físicos. As faltas graves eram punidas com
25 chibatadas (chicotadas)