Vous êtes sur la page 1sur 1

Em princípios do ano de 1822, funda-se no Rio

de Janeiro, o Grande Oriente, onde se filiaram

O dia 20 de Agosto foi instituído como o


dia do maçom de acordo com o Decreto
nº 125 de 29 de setembro de 1.821, o rei
de Portugal D. João VI extinguiu
todas as lojas existentes naquele oriente, sendo
eleito seu primeiro Grão Mestre José Bonifácio
de Andrada e 1º Grande Vigilante Joaquim
o reinado do Brasil e Gonçalves Ledo.
determinou o regresso de
D. Pedro com toda a A 13 de julho de 1.822, por proposta de
família real para Portugal. Nessa José Bonifácio, D. Pedro é iniciado na maçonaria
época, funcionavam no Rio de Janeiro, a Loja na loja Comércio e Artes e logo elevado ao grau
Maçônica Comércio e Artes, da qual eram de Mestre Maçon. Enquanto isso, crescia em
membros vários homens ilustres da corte como o todo o Brasil, o movimento pela Independência,
Cônego Januário da Cunha Barbosa, Joaquim encabeçado pelos maçons. Os acontecimentos se
Gonçalves Ledo e José Clemente Pereira entre sucediam, até que a 20 de agosto de 1822 é
outros. Esses maçons reunidos e após terem convocada uma reunião extraordinária do Grande
obtidos a adesão dos irmãos de São Paulo, Minas Oriente e nessa reunião assume o malhete da
Gerais e Bahia, resolveram fazer um apelo a D. loja, Joaquim Gonçalves Ledo que era o 1º
Pedro para que permanecesse no Brasil e que Grande Vigilante, devido a ausência de José
culminou com o celebre "Como é para o bem de Bonifácio que se encontrava viajando.
todos e felicidade geral da nação, estou pronto,
diga ao povo que fico". Joaquim Gonçalves Ledo, profere um eloqüente
e enérgico discurso, expondo a todos os irmãos
Mas não parou ai o trabalho dos maçons. presentes, a necessidade de se proclamar
Começou-se logo em seguida, um movimento imediatamente a Independência do Brasil. A
coordenado, entre os irmãos de outras províncias proposta foi posta em votação e aprovada por
brasileiras com o intuito de promover a todos e em seguida lavrou-se a ata dessa reunião.
Independência do Brasil.
Presume-se que a cópia da ata dessa memorável
Os movimentos nativistas para a convocação de reunião, tenha sido enviada a D. Pedro,
uma assembléia constituinte e a concessão do juntamente com outros documentos que o
título de "Príncipe Regente Constitucional e alcançaram na tarde do dia 7 de setembro de
Defensor Perpétuo do Reino Unido do Brasil", 1822 as margens do riacho Ipiranga e culminou
autorgado a D. Pedro, pelos brasileiros, acirrou com a proclamação da Independência do Brasil
ainda mais os ânimos entre os portugueses e oficialmente naquele dia e que a história assim
nativistas. registra.

Nessa época, havia na metrópole, três lojas Eis aí, porque o dia 20 de agosto.
maçônicas funcionando, a "Comércio e Artes", a foi escolhido para ser o dia do maçom brasileiro.
"Esperança de Niterói" e a "União e
Tranqüilidade", e nenhuma pessoa era iniciado Foi nesse dia que realmente passamos a ser
em qualquer das três lojas, sem que fossem nação e independente.
conhecidas suas opiniões sobre a Independência
do Brasil e o neófito jurava não só defendê-la
como também promovê-la.