Vous êtes sur la page 1sur 4

Escola Pio XII

Data: _____ / _____ / 2018


Aluno (a): _________________________________________________
Professor: Sérgio Machado . Turma: 7º _____ Nota: _____Qualitativo:_________
ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS

“Se você não mudar a direção, terminará exatamente onde partiu.”


Teste de História
ll Unidade
ATENÇÃO:

1. As questões OBJETIVAS têm apenas uma alternativa (resposta) correta.


2. Não é permitido o uso de borrachas, corretivo, grafite, as questões rasuradas
serão anuladas.

1- Ao estudarmos a presença africana no Brasil, percebemos sua influência em


nossa culinária, em alguns ritmos musicais, em inúmeras palavras do nosso
vocabulário, além de outras manifestações culturais e religiosas. Essa
herança cultural foi trazida:
a) Entre os séculos lll e V, quando os espanhóis trouxeram milhares de
africanos escravizados para a extração do Pau Brasil.
b) Entre os séculos XVl e XlX, quando os portugueses trouxeram para o
Brasil, milhares de africanos escravizados.
c) Com a coroa portuguesa, quando os franceses declararam Guerra
contra Portugal, após a colonização do Brasil.
d) Após as primeiras revoltas entre portugueses e indígenas, em Portugal.

2- As sociedades africanas adotaram, ao longo de sua história, diversas formas


de organização social e política, com a existência desde pequenas
comunidades reunidas em aldeias até grandes impérios formados por vários
reinos. Em relação ao sistema de lideranças.

a) O membro mais experiente da aldeia era considerado o chefe, possuía


conhecimentos e condições e contato com os espíritos, capaz de trazer
vida aos mortos.
b) O membro mais experiente da aldeia era considerado o chefe, possuía
conhecimentos e condições de manter a justiça e o bem-estar da
comunidade.
c) O membro mais experiente da aldeia era considerado o cacique, possuía
conhecimentos e condições de manter a aldeia em harmonia e liderava
as guerras.
d) O membro mais experiente da aldeia era considerado o chefe, possuía
domínio sobre os elementos da terra e condições de manter a aldeia em
harmonia e liderava as guerras.

3- A escravidão é uma prática muito antiga na história da humanidade e


esteve presente em muitos lugares. Porém, houve variações nessa prática
nos diversos períodos históricos e de acordo com as sociedades que a
realizavam. Em diversas sociedades africanas, por exemplo, as pessoas
eram escravizadas nas seguintes situações:

a) Como prisioneiras de guerra, em caso de divida ou quando seus bens


eram confiscados pelo chefe da aldeia
b) Como prisioneiras, em caso de divida ou quando os filhos herdavam as
Nnnn contas não pagas dos pais.
c) Como prisioneiras de guerra, quando cumpriam penalidades em caso de
algum crime cometido ou por não pagar suas dividas.
d) Quando cumpriam penalidades em caso de crime cometido, como
devedores das aldeias vizinhas ou quando não pagava os tributos
impostos pelo chefe da aldeia.

4- “[...] e em lugar de ouro, de prata e de outros bens que servem de moeda em


outras regiões, aqui a moeda é feita de pessoas, que não são nem ouro, nem
tecidos, mas sim criaturas. E a nós a vergonha e a de nossos predecessores,
de termos, em nossa simplicidade, aberto a porta a tantos males [...]”
Garcia II, rei do Congo, século XVII.

a) Garcia II lamenta a ocorrência do tráfico de escravos a partir da África


indicando que havia também a responsabilidade:
b) Dos europeus, que invadiram o continente e introduziram a escravidão.
c) Os próprios africanos, que haviam participado desde o início da
comercialização dos escravos.
d) Os colonos americanos, que abriram as portas das novas terras para a
entrada dos escravizados.

5- A região do Sahel era localizada entre o deserto do Saara e a África


Subsaariana, onde se desenvolveram o Reino de Gana e o império do Mali.
Além do comércio desenvolvido nessa região, também responsável pela
formação e crescimento de grandes cidades como Tombuctu, Jené e Gaô,
podemos citar outro fator importante para o desenvolvimento econômico
dessa região.

a) A escravidão, por ser uma prática de comércio entre África e Europa.


b) Os rios Tigre e Eufrates por favorecer a agricultura e a comercialização
entre a região do Sahel e cidades como Arguim e Tagaza.
c) Rios como o Niger e Senegal foram determinantes para o
desenvolvimento da agricultura local, povos as cheias propiciavam
fertilidade para o solo.
d) O clima foi um dos principais fatores por favorecer a pesca e o cultivo
de frutas e legumes

6- Na região entre os rios Senegal e Níger, os soninquês (povos de origem


mandê), fundaram pequenas cidades, que desde o século 4 foram se
unificando, muito provavelmente para resistir às guerras com povos
nômades. Pouco se conhece sobre tal processo, mas, no século Vlll, a região
já era conhecida como Império de Gana. Quais meios favoreceram o
crescimento de Gana na regão do Sahel?

a) A dominação dos povos vizinhos e o cultivo de frutas e verduras.


b) Controle exercido sobre os povos dominados. Grande parte da riqueza
do império vinha da cobrança de tributos desses povos, além da grande
quantidade do ouro extraído das minas dessa região.
c) Crescimento demográfico e a organização político-social.
d) A extração do ouro e a agricultura foi um dos fatores que causou
declínio no império de Gana.

7- Os reinos de Yorubá, Benin, Congo e osimpérios de Gana, Mali e Songai


fazem parte da(o):
a) Da África do Sul
b) Do continente europeu.
c) Da América do Sul
d) Do continente africano

8- Os fundadores do Mali professavam o islamismo e diziam ter relação


próxima com a religião, pois acreditavam descender diretamente de Dion
Bilali, companheiro do Profeta Maomé. A partir do que foi estudado na
unidade anterior, as características do islamismo são:
a) Politeísta, tema Bíblia como livro sagrado e como profetaMaomé
b) Monoteísta, tem a Bíblia como livro sagrado e não tem profeta.
c) Monoteísta, tem o Alcorão como livro sagrado e tem como profeta
Maomé.
d) Nenhuma das respostas anteriores.