Vous êtes sur la page 1sur 19

Tabelas:

1
2
3
4
5
10
11
12
Tabela 23

13
Tabela 24: seno, coseno e tangente dos ângulos:
ÂNGULO SENO COSENO TANGENTE ÂNGULO SENO COSENO TANGENTE
1° 0,0175 0,9998 0,0175 46° 0,7193 0,6947 1,0355
2° 0,0349 0,9994 0,0349 47° 0,7314 0,682 1,0724
3° 0,0523 0,9986 0,0524 48° 0,7431 0,6691 1,1106
4° 0,0698 0,9976 0,0699 49° 0,7547 0,6561 1,1504
5° 0,0872 0,9962 0,0875 50° 0,766 0,6428 1,1918
6° 0,1045 0,9945 0,1051 51° 0,7771 0,6293 1,2349
7° 0,1219 0,9925 0,1228 52° 0,788 0,6157 1,2799
8° 0,1392 0,9903 0,1405 53° 0,7986 0,6018 1,327
9° 0,1564 0,9877 0,1584 54° 0,809 0,5878 1,3764
10° 0,1736 0,9848 0,1763 55° 0,8192 0,5736 1,4281
11° 0,1908 0,9816 0,1944 56° 0,829 0,5592 1,4826
12° 0,2079 0,9781 0,2126 57° 0,8387 0,5446 1,5399
13° 0,225 0,9744 0,2309 58° 0,848 0,5299 1,6003
14° 0,2419 0,9703 0,2493 59° 0,8572 0,515 1,6643
15° 0,2588 0,9659 0,2679 60° 0,866 0,5 1,7321
16° 0,2756 0,9613 0,2867 61° 0,8746 0,4848 1,804
17° 0,2924 0,9563 0,3057 62° 0,8829 0,4695 1,8807
18° 0,309 0,9511 0,3249 63° 0,891 0,454 1,9626
19° 0,3256 0,9455 0,3443 64° 0,8988 0,4384 2,0503
20° 0,342 0,9397 0,364 65° 0,9063 0,4226 2,1445
21° 0,3584 0,9336 0,3839 66° 0,9135 0,4067 2,246
22° 0,3746 0,9272 0,404 67° 0,9205 0,3907 2,3559
23° 0,3907 0,9205 0,4245 68° 0,9272 0,3746 2,4751
24° 0,4067 0,9135 0,4452 69° 0,9336 0,3584 2,6051
25° 0,4226 0,9063 0,4663 70° 0,9397 0,342 2,7475
26° 0,4384 0,8988 0,4877 71° 0,9455 0,3256 2,9042
27° 0,454 0,891 0,5095 72° 0,9511 0,309 3,0777
28° 0,4695 0,8829 0,5317 73° 0,9563 0,2924 3,2709
29° 0,4848 0,8746 0,5543 74° 0,9613 0,2756 3,4874
30° 0,5 0,866 0,5774 75° 0,9659 0,2588 3,7321
31° 0,515 0,8572 0,6009 76° 0,9703 0,2419 4,0108
32° 0,5299 0,848 0,6249 77° 0,9744 0,225 4,3315
33° 0,5446 0,8387 0,6494 78° 0,9781 0,2079 4,7046
34° 0,5592 0,829 0,6745 79° 0,9816 0,1908 5,1446
35° 0,5736 0,8192 0,7002 80° 0,9848 0,1736 5,6713
36° 0,5878 0,809 0,7265 81° 0,9877 0,1564 6,3138
37° 0,6018 0,7986 0,7536 82° 0,9903 0,1392 7,1154
38° 0,6157 0,788 0,7813 83° 0,9925 0,1219 8,1443
39° 0,6293 0,7771 0,8098 84° 0,9945 0,1045 9,5144
40° 0,6428 0,766 0,8391 85° 0,9962 0,0872 11,4301
41° 0,6561 0,7547 0,8693 86° 0,9976 0,0698 14,3007
42° 0,6691 0,7431 0,9004 87° 0,9986 0,0523 19,0811
43° 0,682 0,7314 0,9325 88° 0,9994 0,0349 28,6363
44° 0,6947 0,7493 0,9657 89° 0,9998 0,0175 57,29
45° 0,7071 0,7071 1 90° 1 0
14
Critérios para dimensionamento dos dispositivos de proteção (fusíveis, relé térmico)
e de comando (contator)

1) Dimensionamento do contator K1:


Para dimensionamento do contator de K1 devemos levar em consideração a corrente
nominal motor (In M x FS) para fazer o dimensionamento em função da corrente nominal
do contator (Ie). Desta forma, temos:
Ie (K1) ≥ (InM x FS)
Utilizar a condição mais critica, pois o cliente poderá utilizar o motor em condições em que
necessita do fator de serviço.
Lembrete: O fator de serviço indica a sobrecarga permissível que pode ser aplicada
continuamente ao motor sobre condições especificadas.
No nosso caso o FS = 1,15 , o motor suporta continuamente 15 % de sobrecarga
acima de sua potência nominal. Portanto devemos considerar para um bom
dimensionamento este fator multiplicador.
Com o valor de Ie, considerando a categoria de emprego dos contadores abaixo
relacionada, basta localizarem no catálogo do fabricante o contator que tenha esta faixa de
corrente.
CATEGORIA DE EMPREGO DOS CONTATORES (conforme IEC 60947-1)
CORRENTE ALTERNADA
AC-1 Cargas não indutivas ou de baixa indutividade – Resistências
Motores com rotor bobinado (com anéis)
AC-2
Partida com desligamento durante a partida e em regime nominal
Motores com rotor em curto-circuito (gaiola)
AC-3
Partida com desligamento em regime nominal
Motores com rotor em curto-circuito (gaiola)
AC-4 Partida com desligamento durante a partida, partida com inversão de rotação, manobras
intermitentes.
AC-5a Lâmpadas de descarga em gás (fluorescentes, vapor de mercúrio ou sódio).
AC-5b Lâmpadas incandescentes
AC-6a Transformadores
AC-6b Banco de capacitores
AC-7a Cargas de aparelhos residenciais ou similares de baixa indutividade
AC-7b Motores de aparelhos residenciais
AC-8 Motores-compressores para refrigeração com proteção de sobrecarga
CORRENTE CONTÍNUA
DC-1 Cargas não indutivas ou de baixa indutividade - Resistências
Motores de derivação (shunt)
DC-3
Partidas normais, partidas com inversão de rotação, manobras intermitentes, frenagem.
Motores série
DC-5
Partidas normais, partidas com inversão der rotação, manobras intermitentes, frenagem.
Lâmpadas incandescentes
DC-6
Contatores auxiliares / Contatos auxiliares
CONTATOS AUXILARES
CORRENTE ALTERNADA
AC-12 Cargas resistivas e eletrônicas
AC-13 Cargas eletrônicas com transformador de isolação
AC-14 Cargas eletromagnéticas ≤ 72VA
AC-15 Cargas eletromagnéticas > 72VA
CORRENTE CONTÍNUA
DC-12 Cargas resistivas e eletrônicas
DC-13 Cargas eletromagnéticas
DC-14 Cargas eletromagnéticas com resistências de limitação
15
2) Dimensionamento do relé de sobrecarga F7:

O relé deve ter uma faixa de ajuste em que a corrente nominal do motor esteja inclusa.
Assim basta localizar no respectivo catálogo do fabricante o relé que possua a referida faixa
de ajuste.
O ajuste o relé deve ser na corrente nominal do motor, sendo que caso utilizar o fator de
serviço devemos considera-lo.
Segue abaixo a curva característica do relé térmico:

Curva característica relé de sobrecarga térmica

Interpretação da curva característica de um relé térmico: no eixo horizontal (abscissas) encontram-se os


valores múltiplos da corrente de regulagem (x IE) e no eixo (ordenadas), o tempo de desarme (t). A curva 1
representa o comportamento dos relés quando submetidos a sobrecarga tripolar e a curva 2 para sobrecarga
bipolar. Os valores de desligamento apontados nas curvas são válidos para sobrecargas a partir da
temperatura ambiente, ou seja, sem aquecimento prévio (estado frio).Para relés operando em temperatura
normal de trabalho e sob corrente nominal, ou seja, relés pré-aquecidos (estado quente) deve-se considerar os
tempos de atuação em torno de 25 a 30% dos valores das curvas. Isto se deve ao fato de que, quando pré-
aquecidos pela passagem da corrente nominal os bimetálicos já sofreram um deslocamento de
aproximadamente 70 % do deslocamento necessário ao desarme.

16
3) Dimensionamento dos fusíveis (F1,2,3):

Tomando como base a partida do motor (In x IN/IP) e com o tempo de partida, verificamos a
curva característica do fusível para dimensionamento.
Segue abaixo a curva característica dos fusíveis Diazed e NH:

Curva característica do fusível – “D” – Diazed

17
Curva característica do fusível – “NH”

Ao final, a corrente do fusível de proteção deve satisfazer as seguintes condições:

 If ≥ 1,2 In

 If ≤ If máx K1: a corrente nominal do fusível deve ser menor ou igual a corrente
máxima dos fusível dimensionado para o contator.

 If ≤ If máx F7: a corrente nominal do fusível deve ser menor ou igual a corrente
máxima dos fusível dimensionado para o relé de sobrecarga.

18
Tabelas de contatores e relé para dimensionamento:

TABELA DE CONTATORES SIEMENS- ACIONAMENTO EM CORRENTE ALTERNADA


Categoria de emprego AC-3 / AC-2
(manobra de motores com rotor em curto-circuito e rotor bobinado)
CORRENTE POTÊNCIA DE MOTORES TRIFÁSICOS FUSÍVEL MÁXIMO
PADRONIZADOS (NBR 5432 / 1983)
NOMINAL DE
CONTATOR
SERVIÇO

Ie (até 440 V) 220 / 230 V 380 / 440 V 440 V (DIAZED OU NH)


3RT10 15-1A 7A 2 CV / 1,5 KW 4 CV / 3 KW 5 CV / 3,7 KW 20 A ¹
3RT10 16-1A 9A 3 CV / 2,2 KW 5 CV / 3,7 KW 6 CV / 4,5 KW 20 A ¹
3RT10 17-1A 12 A 4 CV / 3 KW 7,5 CV / 5,5 KW 7,5 CV / 5,5 KW 20 A ¹
3RT10 23-1A 9A 3 CV / 2,2 KW 5 CV / 3,7 KW 6 CV / 4,5 KW 25 A ¹
3RT10 24-1A 12 A 4 CV / 3 KW 7,5 CV / 5,5 KW 7,5 CV / 5,5 KW 25 A ¹
3RT10 25-1A 17 A 6 CV / 3 KW 10 CV / 7,5 KW 12,5 CV / 9 KW 25 A ¹
3RT10 26-1A 25 A 7,5 CV / 5,5 KW 15 CV / 11 KW 15 CV / 11 KW 35 A ¹
3RT10 34-1A 32 A 12,5 CV / 9 KW 20 CV / 15 KW 25 CV / 18,5 KW 63 A ¹
3RT10 35-1A 40 A 15 CV / 11 KW 25 CV / 18,5 KW 30 CV / 22 KW 63 A ¹
3RT10 36-1A 50 A 20 CV / 15 KW 30 CV / 22 KW 40 CV / 30 KW 80 A ¹
3RT10 44-1A 65 A 25 CV / 18,5 KW 40 CV / 30 KW 50 CV / 37 KW 125 A ¹
3RT10 45-1A 80 A 30 CV / 22 KW 50 CV / 37 KW 60 CV / 45 KW 160 A ¹
3RT10 46-1A 95 A 30 CV / 22 KW 60 CV / 45 KW 75 CV / 55 KW 160 A ¹
3RT10 54-1A 115 A 50 CV / 37 KW 75 CV / 55 KW 75 CV / 55 KW 315 A ¹
3RT10 55-6A 150 A 60 CV / 45 KW 100 CV / 75 KW 125 CV / 75 KW 315 A ¹
3RT10 56-6A 185 A 75 CV / 55 KW 125 CV / 90 KW 150 CV / 110 KW 315 A ¹
3RT10 64-6A 225 A 75 CV / 55 KW 150 CV / 110 KW 175 CV/ 132 KW 400 A ¹
3RT10 65-6A 265 A 100 CV / 75 KW 175 CV / 132 KW 200 CV / 150 KW 400 A ¹
3RT10 66-6A 300 A 125 CV / 90 KW 200 CV / 150 KW 250 CV / 185 KW 400 A ¹ (500 A) ²
3RT10 75-6A 400 A 150 CV / 110 KW 270 CV / 200 KW 300 CV / 220 KW 400 A ¹ (630 A) ²
3RT10 76-6A 500 A 200 CV / 150 KW 350 CV / 250 KW 400 CV / 300 KW 500 A ¹ (630 A) ²
3TF68 44-OC 630 A 270 CV / 200 KW 450 CV / 335 KW 500 CV / 375 KW 500 A ¹ (800 A) ²
3TF69 44-OC 820 A 350 CV / 250 KW 600 CV / 450 KW 750 CV / 550 KW 630 A ¹ (1250 A) ²

1) COORDENAÇÃO TIPO 2 - IEC 60 947-4


(CORRENTE PRESSUMIDA DE CURTO-CIRCUITO 50 KA / 500 VCA)

2) COORDENAÇÃO TIPO 1 - IEC 60 947-4


(CORRENTE PRESSUMIDA DE CURTO-CIRCUITO 50 KA / 500 VCA)

19
Contatores Weg
Modelos CWM9 CWM12 CWM18 CWM25 CWM32 CWM40 CWM50 CWM65
AC-3 Ie máx. (Use ≤ 440 V) (A) 9 12 18 25 32 40 50 65
Serviço normal de Potências 220 V ( CV ) 3 4 6 7,5 12,5 15 20 25
manobras de motores com
rotor gaiola com 380 V ( CV ) 5 7,5 10 15 20 25 30 40
desligamento em regime (60 Hz) 4400 V ( CV ) 6 7,5 12,5 15 20 30 40 50

AC-4 Ie máx. (Use ≤ 440 V) (A) 5 7 8 12 16 18,5 23 30


Manobras pesadas. Potências
Acionar motores com carga 220 V ( CV ) 1,5 2 2 4 6 6 7,5 10
plena; comando
intermitente, reversão a 380 V ( CV ) 3 4 5 7,5 10 12,5 15 20
plena marcha e paradas
por contracorrente. (60 Hz) 4400 V ( CV ) 3 5 6 7,5 12,5 15 15 20

AC-1 Ie máx. (Use ≤ 440 V) (A) 25 25 32 45 60 60 90 110


Manobras de cargas Potências 220 V ( KW ) 9,5 9,5 12 17 22,5 22,5 34 42
resistivas puras ou pouco 380 V ( KW ) 16,5 16,5 21 29,5 39,5 39,5 59 72,5
indutivas (60 Hz) 4400 V ( KW ) 19 19 24 34 45,5 45,5 68,5 84

Fusível Máximo (gL / gG) 25 25 35 50 63 63 100 125

Relé térmico
RW27D RW67D RW117.1D
Montagem direta ao contator. Montagem em Montagem direta ao contator. Montagem em trilho ou por Montagem direta ao contator.
Montagem em trilho ou por parafuso
trilho ou por parafuso com adaptador BF 27 D parafuso com adaptador BF 67 D com adaptador BF 117D.
Faixas de ajuste / Fusível máx. (gL/gG) (A): Faixas de ajuste / Fusível máx. (gL/gG) (A): Faixas de ajuste /Fusível máx. (gL/gG) (A
0,28 ... 0,4 / 2 1,8 ... 2,8 / 6 8 ... 12,5 / 25 25 ... 40 / 80 - RW67.1D 40 ... 57 / 100 - RW67.2D 63 ... 80 / 200
0,4 .... 0,63/ 2 2,8 ..... 4 / 10 10 .... 15 / 35 32 ... 50 / 100 - RW67.1D 50 ... 63 / 100 - RW67.2D 75 ... 97 / 225
0,56...0,8 / 2 4 ..... 6,3 / 16 11 .... 17 / 35 57 ... 70 / 125 - RW67.2D 90 .... 112 / 250
0,8 .... 1,2 / 4 5,6 .... 8 / 20 15 ..... 23 / 50 63 ... 80 / 125 - RW67.2D
1,2 ... 1,8 / 6 7 ...... 10 /25 22 .... 32 / 63 40 ... 57 / 100 - RW67.2D
Modelo de contator Modelo de contator CWM50
Modelo de contator CWM9 AO CWM25
CWM32 E CWM40 AO CWM80
Coordenação tipo 2 ( relé / fusível)

20
Tabela de motores:

21
22
23