Vous êtes sur la page 1sur 12

Canções dos Alunos do NPOR

Aluno 01:

Olha só quem chegou

É o guerreiro audaz, o mais vibrante do EB

Pra receber esse título não é moleza não

Tem que ser um bom infante

se não vc fica na mão

No campo de batalha não é moleza não

Veja só meu blindado causando a destruição

Aluno 02:

Aqui no 36

Só tem guerreiro forte

Em busca de ser

O mais audaz infante

Infante é infante

Infante é ameaço

Infante é ardor

Infante é couraço

E é usando seu braço

Que ele forja o próprio aço

E é usando esse aço

Que ele constrói seu blindado

Meu batalhão mecanizado

Tem guaranis em quantidade

Oferecendo ao aliado

Segurança e modernidade
Oferecendo ao inimigo

O fim da realidade

Aluno: 03

O 36 batalhão mecanizado

Sentinela do triângulo agraciado por blindados

Guarani o anfíbio encouraçado

Abra espaço

Saia da frente

Não fique do meu lado

Imponente

Permanente

Quase onipresente

Trigésimo sexto... Batalhão que tenho apreço!

Aluno: 04

Olhe eu andando em meu blindado

Eu sou o guerreiro mais dedicado

Pode me dar essa missão

Irei dedicar o meu coração

Sabe que eu sou muito eficaz

Em tempos de guerra ou em tempos de paz

Eu vou equipado e protegido

No guarani que não será atingido

Olhar de medo em nosso inimigo

Pois tem a certeza que será vencido

36° batalhão
É quem possui a maior vibração

De infantaria mecanizada !!

Sem dúvidas é a mais respeitada

Aluno 05:

De todas as armas a nossa é rainha

Combatendo em todo o Brasil eu sou de infantaria

A nossa missão é armado e equipado

E o transporte realizamos de blindado

Quem tem blindado não precisa de mais nada

Só da coragem do fuzil e da carcaça

E se me perguntarem eu respondo em alto brado

sou do batalhão de infantaria mecanizado

Aluno 06:

Cuidado com meu blindado, passando em sua frente

Pois ele vai ser, o seu pesadelo

Não vai sai da sua mente

Aquele blindado que onde passa destrói

Defendendo a nação e me tornando um herói

O verdadeiro pavor, do meu inimigo

É saber que o pé preto está trazendo o seu castigo

O maldito pé preto, sabe castigar

É fazendo o inimigo de joelhos implorar

Implorar pela vida


implorando piedade

Então antes de meter na minha frente, pense bem.

Aluno 07:

Senti um dia no meu coração

Uma estranha e forte sensação

De combater dentro de um blindado

E lá de dentro todos vão me ver

Então me vendo todos vão dizer

Guerreiro alado é mecanizado

Sentimos muito orgulho de você

Guerreiro que traz no peito o querer.

Aluno 08:

Parapapapapapapapa parapapapapaparapapa

O nosso 36 é ruim de invadir

Os boina preta vão se divertir

Porque no meu GC eu vou dizer como é que é

É mecanizado você pode botar fé

Eu dou maior conselho para os amigos meus

Viu mecanizado, tem que ter fé em Deus

Tem que ter moral, e também muito preparo

Pra ser um boina preta você paga muito caro

Limpe o seu fuzil, encha o seu cantil

Suba no Guarani se não você fica no rio

Fique esperto para o meu ditado


Aqui é infantaria mecanizado

Aluno 10:

Blindado, blindado

Blindados camuflados surgem da escuridão e corpos ensanguentados eles


deixam pelo chão.

Foi do 36 que ele surgiu e sempre pronto pra cumpri o que lhe pediu.

De aço de aço.

De aço forte ele é feito.

De aço forte ele é forjado.

Tesouro da nação construído pelas nossas mãos.

Aluno 11:

Do alto

Se avista

Aquela boina preta

Na Guerra

Na Paz

Quebrando as fronteiras

Blindado

De aço!

Que faz infiltração

Lutamos

Com garra

Defesa da nação!
Eu sou

Nós somos!

Tropa mecanizada

O corpo

E a alma

Com aço é forjada!

Aluno 12:

Pé de poeira eu nasci pra ser. Moldado pro combate destinado a vencer

O mais temido de todos eu sou. Destruo qualquer coisa junto com meu
blindado

Te imponho respeito

Você fede a medo

E essa tremedeira ?

E essa tremedeira ??

É porque viu no blindado o pé de poeira !!

Aluno 15:

Listras vermelhas costurada no calção

Só é pra quem pode, já é tradição

Seguindo em frente com muita vibração

Não iremos nos entregar e nem cair no chão

Podem até tentar nos fazer desistir

Mas a estrela de aspira iremos conseguir

Podem até tentar derrotar esse nosso pelotão

Mas para nos derrotar e preciso muito mais que um batalhão

E se em uma guerra precisarmos intervir


Sabemos que podemos contar com o nosso Guarani!

Aluno 16:

Contemplando o horizonte

Serei fiel a todo instante

Ao meu Guarani

Que vem chegando

Seja por água, seja por terra

Para batalha ele nos leva

Pra vencer

A guerra que nos vier para combater

Aluno 17:

Pegue a mochila e o camuflado,(bis)

Vamos pro campo cumpri missão.(bis)

Que o batalhão é mecanizado,(bis)

E aqui não tem enrolação(bis)

Quando eu voltar para a cidade,(bis)

Vou gritar com vibração.(bis)

Que eu estou muito feliz,(bis)

Em voltar pro meu batalhão(bis)

Trinta e seeeis BIMec

Aluno 18:

Na marcha pro combate eu tomei uma decisão.


Pintar o meu blindado em meio a infiltração.

A tinta que usarei eu vou dizer qualê que é.

É o sangue do inimigo tirado ao ponta pé.

Depois de pintá-lo todo de vermelho.

Será realizada uma salva com morteiros.

A tropa contente com a decisão.

Marchará brando cantando essa canção.

ME-CA-NI-ZA-DO.

guerreiro adestrado.

Eu me tornei um guerreiro diferente.

Marcho com convicção tomando a linha de frente.

Aço do meu vigor, aço do batalhão.

Junto a vocês cumpro qualquer missão.

Aço do meu blindado, aço do meu fuzil.

Junto a vocês defenderei o Brasil.

Aluno 19

Roupa molhada, carcaça cansada

Mas sempre com meu fuzil e da mira não escapa nada

No meio da escuridão, o inimigo não podera me ver

Camuflado e mochilado, pronto pra combater

No campo basico, não é mole não

Mas eu só paro quando for, cumprida minha missão

Pra servir a infantaria, tem que ter moral

Pois somos mecanizados uma tropa especial

Aluno 20:
Faço parte do infante “Mecana”,

Com muita raça encaramos a Guerra,

Quando o perigo na noite emana,

Meu blindado surge rachando a Terra,

E se pensares em desistir,

Serás o primeiro e único a sucumbir,

Pra ser infante,

tem q ter moral,

Pois o aço forte,

se molda em fogo infernal.

Aluno 21:

Infante

Que anda de blindado

Patrulha de blindado

Entra na água, passa em qualquer lugar

Faz infiltrações derrotando o inimigo

Aluno 22:

Eu tenho uma mania

que já é tradição

com o blindado do meu lado nunca caio no chão

Por isso quando eu vejo A faca na caveira

Sei que vou ralar Minha vida inteira

Mas a blindagem do infante

Ele traz no coração


É de fibra é de fé

Coragem e determinação

Determinação pra andar de blindado

E com isso ter certeza

Que a Vitória está do lado

Aluno 24:

Juntos a blindado eu vou combater, ouça ouça agora oque eu quero de você,

quero que tu vibre com nossa missão, defender o brasil com garra e vibração,
de guarani vou cumprir minha missão, defendendo a minha pátria com meu
coração,

o 36 é mecanizado, sempre pronto junto aos blindados, AÇO BRASIL!

Aluno 25:

O mecanizado é o futuro do Brasil

Homens bem equipados empunhando seu fácil

Quando o inimigo peito a peito vir a mim

Estarei bem preparado junto ao meu Guarani

Nosso esforço nunca será em vão

Nunca desistirá nosso blindado coração

Aluno 26:

"Nós somos!"

"Aqueles q ultrapassam

Os limites da batalha !"

"Nós somos aqueles que avançam em um marcha!"

"Se você esta com medo"

"Largue sua arma"


"Levante sua mão"

“E entregue a batalha”

"Pois avançaremos sem bumbuns piedade"

"nós somos os blindados "

"Que defendem nossa pátria"

1,2

NP

3;4

OR

"Blindados nos somos e continuaremos ser"

"Hoje e amanha pra todo sempre"

"Não importa se eu virar pqd ou de comandos"

"Nenhum se compara ao brilho do guarani"

" esse carro de combate, sonho de todos aqui"

Aluno 27:

A infantaria, com o seu blindado

No terreno avançara

e o inimigo

Ao ver esse monstro camuflado

Fugirá arrepiado

Eu sou da Nobre arma da granada e do fuzil

Junto ao blindado defendo o meu Brasil

Ser de infantaria não é pra quem quer

Tem que ter moral pra enfrentar o que vier.

Aluno 28:
Ataca, massacra, impõe o seu valor

Não tem medo da morte, ao inimigo causa horror

Nós somos do 36, nosso lema é vibração

Estamos sempre prontos ao lado do blindado, pra cumprir qualquer missão

Somos boinas pretas, traços de Leão, nós somos os guerreiros do 36

Aluno 30:

Havia um garoto que eu conheço a muito tempo

E ele dizia que queria conhecimento

Foi então que ele perguntou o que eu fazia

Eu sirvo o meu país e a arma da infantaria

Via nos olhos dele o quão ficou maravilhado

E seu objetivo era andar de blindado

Pois aqui no 36 tem que ter garra e vibração

E a coragem de um menino com muita dedicação