Vous êtes sur la page 1sur 11

Projeto Interdisciplinar Aplicado

Ao Curso Superior de

Tecnologia em Logística_IV

(PROINTER_ IV)

Relatório Parcial

Campinas/SP

2017
Faculdade Anhanguera Educacional de Campinas – Unidade III

Centro de Educação a Distância

Tecnólogo em Logística

Projeto Interdisciplinar Aplicado aos Cursos Superiores de Tecnologia

(PROINTER _ IV)

Tutor EAD: Gilberto Morais

Tutor Presencial: Rivael Strobel Penze

Alunos: RA

- Amanda Cristina Pereira da Silva RA:6180675124

- Raphael Rodrigo do Nascimento RA:6178711682

Campinas/SP

2017
Relatório Parcial

Relatório Parcial apresentado no Projeto

Interdisciplinar do Curso de Tecnologia em

Logística na Faculdade Anhanguera, sob a orientação do

Tutor EAD Prof. Gilberto Morais e

Do Tutor Presencial Prof.ªRivael Strobel Penze.

Campinas/SP

2017
4

RESUMO

Este trabalho preocupa-se em mostrar assuntos respectivos de Logística, Transporte e


Qualidade e tem como foco auxiliar a empresa qualidade nos processos de transporte de
produtos perecíveis permitindo desenvolver estratégias para aumentar o nível do serviço
prestado.

O trabalho em si baseia-se na revisão teórica sobre o tema abordado, salientando


conceitos importantes e necessários dentro da disciplina, assim como a orientação
procedimental da rotina de transporte de produtos perecíveis.

Palavras-Chave: Qualidade; Logística; Transporte; Perecível.

A Gestão Logística é a parte do SCM que planeja, implementa e controla o fluxo


(adiante e reverso) e a armazenagem de materiais, serviços e informações relacionadas de
forma eficiente e eficaz, entre o ponto de origem e o ponto de consumo para satisfazer as
necessidades dos clientes. A Logística em si, significa abastecer alguém com algo.

Não basta apenas produzir em nosso pais e realizar importações, precisamos realizar
cada vez mais exportações, nosso país precisa desse giro econômico, que nos ajuda a manter
empregos e continuar sobrevivendo economicamente .

Com isto o presente Projeto Interdisciplinar aplicado aos cursos superiores de Gestão
em Tecnologia em Logística irá tratar sobre as seguintes abordagens: Logística e Cadeia de
Suprimentos Integrada; Estoques; Armazenagem; Embalagens na Logística e Modais.

A metodologia de pesquisa utilizada é de pesquisa bibliográfica com auxilio de livros


e o uso da internet.
5
6

SUMÁRIO.

Conteúdo
1.Introdução .............................................................................................................................. 7
2.Logística e Cadeia de Suprimentos Integrada .................................................................... 8
3.Fluxo de Informações ............................................................................................................ 9
4. Diferenças entre Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos .................................... 10
5. Gestão Eficiente dos Estoques ........................................................................................... 11
6. Principais Tipos de Estoques ................................................. Error! Bookmark not defined.
7. Custos com Estoques .............................................................. Error! Bookmark not defined.
8. Armazenagem ......................................................................... Error! Bookmark not defined.
9. Tipos de Embalagens .............................................................. Error! Bookmark not defined.
10. Funções das Embalagens .................................................... Error! Bookmark not defined.
11. Unitização .............................................................................. Error! Bookmark not defined.
12. Armazenagem Alfandegada................................................. Error! Bookmark not defined.
13. Modais Rodoviário, Ferroviário e Marítimo ..................... Error! Bookmark not defined.
14. Importância da Exportação ................................................. Error! Bookmark not defined.
15. Importação Direta ................................................................ Error! Bookmark not defined.
16. CONCLUSÃO....................................................................... Error! Bookmark not defined.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS ..................................... Error! Bookmark not defined.
7

1.Introdução

O presente trabalho é sobre Logística e Gestão da cadeia de Suprimentos, mais


concretamente sobre a diferença de cada um, explicando algumas áreas como Armazenagem,
a importância dos Estoques, seus custos, suas movimentações , embalagens utilizadas dentro
da Logística, suas importâncias.

É objetivo desde trabalho demonstrar o aumento da competitividade do mercado. No


Brasil, as empresas que trabalham com Exportação e Importação tiveram que se adaptar com
as mudanças que foram ocorrendo durante os anos e as novidades já existentes em outros
países.O Supply Chain Management é em si o avanço da tecnologia da informação, engloba
diversas áreas e processos para que se atinja a excelência da operação.

A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica.


8

2.Logística e Cadeia de Suprimentos Integrada

Logística é uma área da gestão cujas atividades estão voltadas para a distribuição e
circulação de produtos e o planejamento da armazenagem.Um de seus maiores objetivos é de
conseguir criar mecanismos para entregar os produtos sejam eles terminados ou não em um
prazo mais curto possível, reduzindo os custos . Para que isso ocorra existem especialistas em
Logística que estudam rotas de circulação, meios de transportes, locais de armazenagem,
entre outros fatores que influenciem em seu serviço, fazendo escolhas que melhor se adéquam
a cada tipo de produto e cliente.
De acordo com Baumgardt (2002) o conceito de logística, até os anos 50, esteve mais
ligado às atividades militares. A logística foi inicialmente desenvolvida pelos militares para
designar estratégias de abastecimento de seus exércitos, para que houvesse falta dos
suprimentos. Ainda de acordo com Baumgardt (2002), no período entre os anos 50 e 60 a
logística passou a ser vista a partir da distribuição física dos produtos.

Dornier (2000) esclarece que o sistema logístico pode ser dividido em dois segmentos:
logística de entrada e logística de saída. A logística de entrada envolve o fornecimento de
todos os materiais e componentes necessários para a fabricação dos produtos; a logística de
saída engloba a forma como os produtos manufaturados movem-se a partir da montagem
final, por meio da distribuição e armazenagem até as mãos dos consumidores.

Mas com o passar do tempo, a Logística foi perdendo espaço no mercado para o que é
conhecido hoje como gestão de cadeia de suprimento, ou Supply Chain Management (SCM),
que é um conceito mais amplo e mais pertinente nos dias atuais.

A Gestão de Cadeia de Suprimentos é um processo que busca gerenciar


estrategicamente diferentes fluxos, sejam eles de bens, serviços,finanças e informações, bem
como as relações entre empresas, buscando sempre alcançar os objetivos organizacionais.
Possuindo diversos participantes, tais como : fábrica, fornecedores e clientes finais.
9

3.Fluxo de Informações

https://www.portogente.com.br/portopedia/91207-o-que-e-a-gestao-da-cadeia-de-suprimentos-e-como-funciona

Em termos simples, a SCM envolve a coordenação de todas as atividades ligadas ao


processamento dos pedidos dos clientes, incluindo sempre técnicas que são utilizadas para
possibilitar a excelência na integração entre as todas as etapas do processo, bem como :
transporte, estoque e custo.
10

4. Diferenças entre Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos

É muito comum a confusão entre os conceitos e características de Logística e Gestão


da cadeia de Suprimentos , as principais diferenças são :
11

5. Gestão Eficiente dos Estoques

Estoque é, basicamente, o montante de bens armazenados. Um bom controle de


estoque garante a organização e o cumprimento de metas e objetivos nas empresas. É
necessário sempre ter ciência da capacidade do seu estoque para que assim sejam definidos os
custos que serão necessários à empresa ao longo da operação.

As políticas do estoque normalmente consistem em :


• Controle dos depósitos e dos materiais a serem guardados neles;
• Estipulação do ponto de compra; ou seja, a hora de comprar antecipadamente,
mediante preços mais baixos; em quantidades superiores para garantir descontos;
• Definição da média de flutuação dos estoques, para suprir um superávit ou déficit das
vendas ou alteração de consumo;
• Controle da rotatividade do estoque;

Os dois últimos pontos são os mais importantes, pois, a partir deles, será possível
medir o capital que está investido nos estoques.

Estoque nada mais é como armazenamento de recursos materiais em um sistema de


transformação, todos os tipos de operação mantém estoque, existem pessoas que acreditam
que só possa existir dentro de empresas, mas estão enganadas, o estoque existe desde dentro
de nossas casas até no nosso trabalho, ou seja em todo o mundo.

Conforme Dias(2010),

A gestão de estoques visa elevar o controle de custos e melhorar a


qualidade dos produtos guardados na empresa. As teorias sobre o tema
normalmente ressaltam a seguinte premissa: é possível definir uma
quantidade ótima de estoque de cada componente e dos produtos da
empresa, entretanto, só é possível defini-la a partir da previsão da demanda
de consumo do produto (DIAS, 2010).