Vous êtes sur la page 1sur 3

Quarto

Wood frame

O método de construção desse sistema é muito parecido com o Steel Frame. A diferença é que
no lugar dos perfis de aço galvanizado são utilizados perfis de madeira, normalmente de
reflorescimento, como o pinus. Este sistema é composto por perfis de madeira estruturados,
formando placas vazadas que são posteriormente fechadas por painéis de vedação,
normalmente de OSB. Os perfis são feitos com madeira de reflorescimento, o que contribui
para que o processo seja considerado ecológico.

Umas das primeiras dúvidas que vêm à cabeça quando se fala desse tipo de construção são em
relação à resistência, pois tanto a estrutura quanto as paredes são muito leves. E na verdade esse
tipo de construção é muito estável, pois as cargas são distribuídas em todas as paredes ao invés
de pontos concentrados – que seriam os pilares. Além disso, para locais com terremotos, por
exemplo, o risco de ruptura é muito menor do que nas construções mais rígidas, que não
permitem nenhuma movimentação. É por isso inclusive que esse e outros sistemas desse tipo
são muito usados nos Estados Unidos, Canadá e Europa.

A leveza da estrutura também ajuda na hora da montagem, que em geral é mais rápida do que
a construção em alvenaria.

Vantagem

 Canteiro de obras organizado e limpo;


 Uso de madeira de reflorestamento, única matéria prima renovável da construção civil;
 Ótimo desempenho acústico e térmico;
 Agilidade na construção;
 Redução de geração de resíduos;
 Baixo custo.

desvantagens:

 Mão de obra especializada;


 Limites de pavimentos;
 Maiores cuidados com impermeabilização.
 Paredes de concreto
 As paredes de concreto consistem em um sistema construtivo em paredes estruturais
maciças de concreto armado. Estas paredes são concretadas com o auxílio de formas de
madeira ou metálica que são montadas in loco de acordo com o projeto arquitetônico.
 As instalações hidráulicas e elétricas são embutidas, então não há quebra de paredes e
retrabalhos. Este sistema é viável para construções de larga escala, onde as formas
serão reutilizadas várias vezes, pois o custo das mesmas é alto.
Execução
Fundação, baldrames e primeira laje
 A execução é feita de acordo com o projeto estrutural, deixando o perímetro da laje 8
cm maior do que especificado em projeto para colocação da face externa das fôrmas.
Laje do térreo e marcação do posicionamento das fôrmas
 A partir do eixo central da parede, são considerados 13 cm para cada lado, totalizando
a distância de 26 cm, correspondendo aos 10 cm de espessura da parede e mais 8 cm
de cada lado para a colocação das faces das fôrmas (interna e externa).
Alinhamento dos arranques
 É feito a cada 50 cm, utilizando aço CA-60, ø 5 mm, e colocação da tela considerando
a altura da parede e da laje conforme projeto estrutural.
Corte da tela metálica
 Nos locais de vãos de portas e janelas, é feito o corte da tela metálica e colocação de
reforços de tela nas janelas e portas conforme projeto estrutural.
Aplicação de desmoldante
 Aplicação de desmoldante, à base de óleo mineral, nas faces internas das fôrmas
(faces do molde).
Travamento, instalações elétricas e hidráulicas
A execução do travamento interno das peças, a colocação dos eletrodutos, das caixas
elétricas, das tubulações hidrossanitárias e o posicionamento das mangueiras para
passagem de parafusos de travamento são feitas de acordo com o projeto. As
tubulações acima de 40 mm de diâmetro são colocadas, posteriormente, em shafts
executados em alvenaria, com a inserção de tela metálica nos encontros entre os shafts
e as paredes de concreto.
Colocação dos espaçadores plásticos nas telas
 Os espaçadores são colocados a cada 50 cm, tanto na horizontal quanto na vertical, de
forma a possibilitar o cobrimento de concreto definido em projeto.
Colocação dos gabaritos nas fôrmas
 Antes do fechamento das fôrmas, são colocados os gabaritos de portas e janelas, para
garantir o vão previsto em projeto.

Centres d'intérêt liés