Vous êtes sur la page 1sur 1

A SEGURANÇA DOS CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO LOGÍSTICOS CONFORME AS

NORMAS TÉCNICAS
Uma cadeia de distribuição refere-se principalmente à administração dos recursos necessários para a
atividade de uma empresa ou o abastecimento de uma rede de lojas. Dessa forma, é um departamento
muito importante para a área comercial, pois, por meio dele, as redes de varejo conquistam vantagens
competitivas e conseguem se destacar no mercado.
Além disso, as empresas que têm um bom planejamento estratégico conseguem diminuir seus custos de
entrega e aumentar a sua eficiência através da tecnologia, levando um produto mais barato até as suas
lojas. Isso se relaciona com o c cenário atual que se revela cada vez mais competitivo.
Em resumo, quando se ganha em preço, rapidez e agilidade fazem com que uma empresa tenha
vantagem sobre outra. Através de uma boa gestão da segurança na cadeia logística da distribuição dos
produtos, é possível ser mais eficaz na utilização de recursos financeiros, humanos, materiais e até
mesmo do tempo.
Na verdade, esses locais têm várias funções além de estocar mercadorias. Eles existem para o
processamento de dados e para dar suporte na compra e coleta das mercadorias, sendo essenciais para
o pleno atendimento dos clientes.
Oferecem vantagens e desvantagens. Maior pode de negociação junto a fornecedores; alto fluxo de
mercadorias; redução do investimento devido a centralização dos estoques; e maior controle em épocas
de sazonalidade. Já as dificuldades se relacionam com uma etapa a mais para os produtos chegarem ao
consumidor final; aumento do custo com a folha de pagamento.
Não se deve esquecer que, para definir os níveis de estoque, é importante conhecer as características de
compra dos clientes e o perfil dos fornecedores e, com base nisso, analisar as necessidades e criar uma
estratégia para controlar o seu estoque.Na hora de gerenciar os estoques e posicionar os produtos
visando o melhor layout para a logística de movimentação é fundamental a utilização da ferramenta
chamada curva ABC.
Ela visa realizar um controle mais detalhado dos produtos que estão em estoque, como também, otimizar
os custos. É importante conhecer os riscos e vantagens envolvidos, a quantidade varia dependendo do
produto, sua validade e o espaço ocupado por ele. Para fazer os cálculos e decidir corretamente, é
interessante buscar a ajuda de um especialista. Ele será capaz de fazer um cálculo correto, que diminua
os riscos e custos de armazenagem dos produtos.
Existem algumas normas técnicas que podem ajudar as empresas a gerenciar melhor os requisitos para
um sistema de gestão de segurança, incluindo aqueles aspectos fundamentais que garantem a segurança
da cadeia logística. A NBR ISO 28000 de 06/2009 – Especificação para sistemas de gestão de
segurança para a cadeia logística especifica os requisitos para um sistema de gestão de segurança,
incluindo aqueles aspectos fundamentais que garantem a segurança da cadeia logística. A gestão de
segurança está vinculada a muitos outros aspectos da administração do negócio. Esses aspectos incluem
todas as atividades controladas ou influenciadas por organizações que impactam na segurança da cadeia
logística.