Vous êtes sur la page 1sur 6

Diretoria de Ciências Exatas

Física Geral e Experimental II


PRA
Prof. Dr. Ricardo Hildebrand
Lista de Exercícios

1)Considere a figura abaixo onde m1 = 1,8 kg e m2 = 1,8 kg a força F = 49 N é paralela ao plano inclinado e
puxa o corpo m1 para cima. Entre o corpo m1 e o apoio não existe atrito. F m 1

Determine a aceleração do sistema e a tensão na


30º
corda. Resp.: a = 6,26 m/s2 e T = 28,9 N
m2

2) Se o corpo padrão de 1 kg é acelerado por F1 = (3,0 N) i + (4,0 N) j e F2 = (-2,0 N) i + (- 6,0 N) j, então


(a) qual a força resultante em vetores unitários, (b) qual o módulo e o sentido da força resultante e (c) da
aceleração?
Resp.: a) FR = (1,0 N) i - (2,0 N) j, b) FR = 2,24 N e = - 63,4º, c) a = 2,24 m/s2.

3) Na caixa de 2 kg da figura abaixo são aplicadas duas forças F1 e F2, mas somente uma é mostrada. A
aceleração da caixa também é mostrada na figura. a) Determine a segunda força F2 em notação de vetores
unitários.
b) Determine o módulo e direção da segunda força F2.
c) Qual o módulo e a direção da força resultante? y
Resp.: a) F2 = (-32 N) i - (20,78 N) j, b) F2 = 38N e = 213º, c) FR = 24N e
= 240º. F1 = 20,0 N
x

30º
a = 12 m/s2

4) Um mergulhador de massa de 70,0 kg pula de um trampolim a 10,0 m acima da água. Se sua descida é
parada 2,0 s após ele entrar na água, qual foi a força média para cima exercida pela água sobre ele? Resp.: 1,18k
N.

5) A figura abaixo mostra um móbile de três peças, preso por uma corda de massa desprezível. São dadas as
massas das peças superior e inferiores. A tensão no topo da corda é 199 N. Qual a tensão (a) no pedaço
inferior da corda e (b) no trecho médio da corda? Resp.: a) T1 = 54,0 N, b) T2 = 152N.

4,8 kg

5,5 kg

6) Um sinal luminoso pesando 122 N está pendurado por um cabo preso a dois outros cabos ligados a um suporte,
como mostra a figura abaixo. Os cabos superiores fazem ângulos de 37º e 53º com a horizontal. Esses cabos
não são tão fortes quanto o cabo vertical, e vão se romper se a tensão sobre eles ultrapassar 100 N.
a. Determine as trações nos cabos T1, T2 e T3
e indique se o sinal luminoso permanece em
repouso nessa situação, ou será que um dos cabos
vai se romper?

b. Se os ângulos dos cabos podem ser ajustados, em qual situação teremos T1 = T2?

Resp. T1 = 73,43 N T2 = 97,66N e T3 = 122N


=45º T1 = T2

7) Uma bola de chumbo “B” e um bloco “M” estão ligados por uma corda leve conforme indicado na figura
abaixo. A corda e a polia possuem massas desprezíveis, e a polia não possui atrito. Desprezando o atrito
cinético entre o bloco M e a mesa. Considerando que uma força F = 98 N é aplicada ao corpo de massa M.
a. Determine a tensão na corda e a aceleração do sistema? M = 8,0
F
b. Qual deve ser a massa da bola de chumbo “B” para que o
kg
sistema permaneça em equilíbrio.

B = 6,0 kg

8) Quando o sistema da figura abaixo é liberado do repouso,


o bloco m1 = 3,0 kg tem aceleração de a = 1 m/s2 para a
direita. As superfícies e a polia não têm atrito.
a. qual a tensão na corda durante o movimento. 1
b. qual o valor da massa M. Resp.: a) M = 0,34 kg. M

9) Dois blocos estão em contato sobre uma mesa sem atrito. Uma força de horizontal F = 60 N é
aplicada a um dos blocos como mostrado na figura. A massa do primeiro bloco é mA = 10,5 kg e a
do segundo bloco é mB = 4,5 kg.
F A
a. determine a força de contato entre os dois blocos. B
b. invertendo-se apenas as posições de A e B, e
aplicando a mesma força F = 60 N. Qual será o valor da
força de contato entre A e B. Resp.: a) Fc = 18,0 N a =
4 ms-2, b) Fc = 42,0N.

10) Três blocos estão em contato entre si sobre uma superfície horizontal plana, como mostra a figura abaixo. Uma
força horizontal F é aplicada a m1. Se m1 = 2,0 kg , m2 = 3,0 kg, m3 = 4,0 kg, e F = 18,0 N . a) Desenhe o
diagrama de corpo livre para cada corpo separadamente. b)encontre o valor da aceleração dos blocos, c)
determine a força resultante sobre cada bloco, d) Encontre as forças de contato entre os bloco

Resp. b) a = 2 m/s2,
c) FR1 = 4,0 N, FR2 = 6,0 N e FR3
= 8,0 N d) F32 = 8,0 N F21 = 14,0
N
11) Calcular a aceleração de um bloco de massa M que desce por um plano inclinado 35º com a
horizontal, sabendo que não existe atrito entre o bloco e o plano. Resp.: a = 5,62 m/s-2.

12) Um bloco é projetado para cima de um plano inclinado sem atrito com velocidade inicial v0 = 3,50
m/s. O ângulo do plano inclinado é = 32º. Quanto tempo leva para chegar no ponto mais alto de sua
trajetória? Resp.: t = 0,673s

13) No sistema da figura abaixo vemos um bloco de massa m1 = 10 kg, puxando um bloco m2 de massa
m2 = 4 kg através de uma corda, como mostrado na figura abaixo. A roldana e a corda são ideais (massa
desprezível e sem atrito). Considere também, que não exista atrito entre os blocos e o contato com a
superfície.

m2 corda

a. determine a aceleração do sistema


T3 = 65 N

14) Calcular a aceleração de um bloco de massa M que desce por um plano inclinado 35º com
horizontal, sabendo que não existe atrito entre o bloco e o plano. Resp.: a = 5,62 m/s-2.
15) Um bloco é projetado para cima de um plano inclinado sem atrito com velocidade inicial v0 = 3,50 m/s. O
ângulo do plano inclinado é = 32º. Quanto tempo leva para chegar no ponto mais alto de sua trajetória?
Resp.: t = 0,673s

16) No sistema da figura abaixo vemos um bloco de massa m1 = 10 kg, puxando um bloco m2 de massa
m2 = 4 kg através de uma corda, como mostrado na figura abaixo. A roldana e a corda são ideais (massa
desprezível e sem atrito). Considere também, que não exista atrito entre os blocos e o contato com a
superfície.
a) determine a aceleração do sistema

b) determine a tensão na corda. (represente as forças que atuam nos corpos, “diagrama de corpo livre” )
Resp. a = 3,5 m/s2 e T = 14 N corda
m2

17) Considere a figura abaixo onde m1 = 1,8 kg e m2 = 1,8 kg a força F = 49 N é paralela ao plano inclinado e
puxa o corpo m1 para cima. Entre o corpo m1 e o apoio não existe atrito.
F m1
Determine a aceleração do sistema e a tensão na

corda. Resp.: a = 6,26 m/s2 e T=28,9N


30º
18) Um armário de quarto com massa de 45 kg, incluindo gavetas e roupas, está em repouso sobre o assoalho. (a) Se
o coeficiente de atrito estático entre o móvel e o chão for 0,45, qual a menor força horizontal que uma pessoa
deverá aplicar sobre o armário para colocá-lo em movimento? (b) Se as gavetas e as roupas, que têm 17 kg de
massa, forem removidas antes do armário ser empurrado, qual a nova força mínima? Resp. a) F = 198,45 N, b) F
= 123,48

19) Considere que o bloco m1 = 5 kg, está em movimento sobre a mesa, o bloco m2 tem massa de m2 = 10 kg,
sabendo que o coeficiente de atrito cinético entre o bloco m1 e a mesa é mc = 0,25.
a. Qual a aceleração do sistema e qual a tensão na
corda durante o movimento. (o atrito entre a corda e
polia é desprezível).
b. Se por algum processo conseguirmos eliminar o
atrito entre m1 e amesa qual seria a aceleração dos
blocos ?

Resp. a) a = 5,71 m/s2 e T = 40,8 N b)


a = 6,5 m/s2

20) Um bloco de massa 3,0 kg está sendo empurrado contra uma parede por uma força F que faz um ângulo de 50º
com a horizontal, como mostrado na figura abaixo.
O coeficiente de atrito estático entre o bloco e a parede é de 0,25.
Determine os possíveis valores para o módulo da força F que fazem
que o bloco permaneça estacionário.

21) Considere a figura abaixo onde m1 = 1,8 kg e m2 = 1,8 kg a força F = 49 N é paralela ao plano inclinado e
puxa o corpo m1 para cima. Entre o corpo m1 e o apoio existe atrito com k = 0,3. Determine:
i. A aceleração do sistema e a tensão na corda.
ii. Suponha que o bloco m1 seja colocado sobre um carrinho muito leve de
rodas pequenas e mancais bem lubrificados de modo que podemos desprezar o atrito,
qual será o valor da aceleração neste caso?
(desprezar a massa do carrinho e o atrito deste com a superfície). Resp.: a) a = 4,98 m/s2 , b) T = 26,6 N c) a =
6,26 m/s2.

F
m1

30º

m2
22) Na figura a baixo (a) qual é o módulo mínimo da força aplicada FA que impedirá que o bloco deslize pela parede
vertical. A massa do bloco é m = 6,8 kg e o coeficiente de atrito estático entre o bloco e a parede é e = 0,5.
(a) Qual a força exercida pela parede sobre o bloco em notação de vetores unitários?

Resp. a) FA = 133,28 N, b) FP = -133,28N i + 66,64N j

FA

a. Qual a maior aceleração que pode ser produzida por um atleta, se o coeficiente de atrito estático entre os seus
sapatos e o chão é 0,95? (Apenas um pé fica em contato com o chão durante a aceleração).
Resp. a = 9,31 m/s2.
23) Um bloco de massa m1 = 4 kg está em movimento sobre um plano inclinado com 30º de inclinação, o coeficiente
de atrito cinético entre m1 e plano inclinado é k = 0,32, o bloco m1 está preso por uma corda que passa por
uma polia, de massa e atrito desprezíveis, e tem na outra extremidade um segundo bloco de massa m2 = 8,6 kg,
pendurado conforme a figura. a) Quais são os módulos das acelerações de cada bloco?. b) Qual a tensão na
corda?

Resp.: a) a = 3,92 m/s2 , b) T = 50,57 N e c) m1 = 21,7 kg