Vous êtes sur la page 1sur 33

1C – Lean Supply Chain

SCORE – Supply Chain Optimization Road for Excellence

Isabel Haviaras – Coordenadora de Logística


Volvo na América Latina
Grupo Volvo América Latina

• Ampla presença regional, com sedes no


Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru
• Iniciou suas operações industriais
em Curitiba em 1977
• Fábricas em Curitiba (PR)
e Pederneiras (SP)
2
Grupo Volvo América Latina

• Sede em Curitiba - Paraná


• 3.960 funcionários
• Divisões presentes:
• Volvo Trucks
• Volvo Buses
• Volvo Construction Equipment
• Volvo Penta
• Volvo Financial Services
3
Prêmios recentes

Eleita por duas vezes a


melhor empresa para
trabalhar no Brasil
Guia Exame-Você SA
2008 e 2011

Prêmio Nacional da
Qualidade (PNQ) Eleita por três vezes a
Primeira e única marca mais desejada
montadora automotiva a pela FENABRAVE
vencer três vezes o PNQ 2013 - 2014 - 2015
2009 - 2012 - 2015

4
Jornada Lean
SIV
Sistema
Industrial
Volvo

1999 2003 2004 2007


Layout
Lean Summit VM Launch
Optimization

REVOLUÇÃO DESENVOLVIMENTO

@
Repórter
Kaizen

DIGITAL DOIO
2008 2016
Reunião Matriz de
Diária Treinamento

Global setup Step to Milestones

5
JORNADA SEM FIM
“Uma corrente é tão
forte quanto seu elo mais fraco”
Henry Ford

6
Programa SCORE
• Supply Chain Optimization Road
for Excellence
• Busca eliminar desperdícios e
fortalecer a melhoria contínua
• Atuação nos fornecedores Volvo
• Metodologias: Kaizen, PDCA e
Mapeamento de Fluxo de Valor
• Início em 2013
7
• Multiplicação de conhecimento
Resolução de Problemas x Melhoria Contínua

Processo de = Desafiar
Melhoria Contínua
Padrão (Melhorar o Padrão)

= Resolver problemas
Resolução de Problemas
(Retornar ao Padrão)
Escopo – Programa SCORE

Point of Outbound
Good Receiving Assy Customer
consumption Transport

SCORE Curitiba

SCORE Curitiba 2016 - Piloto


Organização do Programa SCORE

Líder Grupo de Coach Especialistas


SCORE Trabalho SCORE Lean

Engajamento da Liderança

10
Governança do Programa SCORE
Steering Committee
Chairman
Diretor Logística de Manufatura

Steering Committee
Diretoria e Vice-Presidência
Logística de Manufatura
Time de trabalho
Serviços Logísticos
Compras
Suprimento de Materiais Compras
Serviços Logísticos VPS
Controle de Qualidade
Desenvolvimento Logístico Coordenação do Programa Suporte na Coordenação
Engenharia de Produção Coordenação Logística de Manufatura VPS – Volvo Production System
Engenharia de Produto
Engenharia Logística
Inventário Líderes SCORE
Movimentação de Materiais Desenvolvimento Logístico
Planejamento de Produção Engenharia Logística
Estrutura Suprimento de Materiais
11 IT Planejamento de Produção
Fases do programa SCORE

2- Preparação 4- Desenvolvimento
• Estratégia • Parceria • Resultado
de • Análise • Ações
melhoria
1- Seleção do 3- MFV no
5- Fechamento
fornecedor fornecedor

12
Fase 1 - Seleção de fornecedor

• Definição da estratégia:
• Precisão de entrega
• Disponibilidade de Peças
• Alterações de sequencia
• Inventário
• Impacto linha de produção

13
Fase 2 – Preparação

• Formação grupo de trabalho


• Definição do escopo
• Mapeamento de Fluxo de Valor interno: estado atual
• Oportunidades de melhoria: estado futuro

14
Fase 3 – MFV no fornecedor

• Convite ao fornecedor
• Grupo de trabalho no fornecedor
• Mapeamento de Fluxo de Valor: estado atual
• Oportunidades de Melhoria (MFV estado futuro)

15
Mapeamento do
16

estado atual
17
Gemba
Mapeamento do
18
estado futuro
Fase 3 – MFV no fornecedor

Introdução ao MFV Gemba walking para conhecer os Desenho do Estado


processos (De porta à Porta) Atual

19
Fase 3 – MFV no fornecedor

10 AT

3 AT 2 AT 610 s
1 AT 2 AT 2 AT

20 s 200 s 200 s 190 s

Analisar o mapa atual Listar as Oportunidades


Desenhar Estado
– Informação Futuro
– Processos
– Estoques
– Fluxos
20
Fase 4 – Desenvolvimento
Ações Responsável

• Definição das ações prioritárias Implementar Kit sequenciado de matéria-prima

Criar uma área de preparação de kit


Fornecedor

Fornecedor

• Início das ações Analisar viabilidade de eliminar pre-montagem

Reduzir 1 dia de estoque de materia-prima nacional


Fornecedor

Fornecedor

• Acompanhamento
Definição de janelas de expedição

Implementar sequenciamento na linha de montagem


Fornecedor / Volvo

Fornecedor


Reduzir 15% tempo de ciclo da montagem Fornecedor

Pilotos Definição de nova embalagem Fornecedor / Volvo


Adequação de sistema para recebimento da programação de

Troca de conhecimento entregas e envio de aviso de embarque


Fornecedor / Volvo

Redução de 80% de buffer na entrada da linha básica Fornecedor

21
Fase 5 – Conclusão

• Ações implementadas
• Avaliação de Resultado
• Lições aprendidas
• Divulgação nos canais de comunicação
Volvo e fornecedores

22
Resultados – Programa SCORE

• Estabilidade na cadeia de suprimentos

Delivery precision faults at Factory due Meritor


14% 300
Início SCORE
12% 250
10%
200 Início SCORE
8%
150
6%
100
4%
2% 50

0% 0
Jan Feb Mar Apr Jun Jul Aug

23
Resultados – Programa SCORE
• Economia de cerca de R$ 7.000.000 desde 2014
• Redução de inventário
• Redução de Lead time de Transporte
• Otimização Fluxo Logístico
• Otimização Transporte
• Otimização embalagens
• Padronização
• Gestão Visual
• Eliminação de armazém externo
24
Resultados – Programa SCORE

• Parceria de longo prazo com fornecedor


• Cultura Lean no fornecedor
• Desenvolvimento de pessoas
• Vencedor de premiação global do Grupo Volvo

25
Lições Aprendidas

• Definição clara do objetivo e escopo


• Alinhamento com alta direção
• Ciclos longos (atividades prioritárias)
• Documentação
• Equipes multidisciplinares
• Desenvolvimento de competências
• Reconhecimento

26
Um propósito:
Melhoria Contínua
Para fortalecer
nossos elos
Através de
parcerias
Para uma
mudança
de
cultura
32
Time SCORE Volvo
Isabel Haviaras
Isabel.haviaras@volvo.com
www.volvogroup.com.br

33