Vous êtes sur la page 1sur 3

01) A reta s passa pelo ponto (0,3) e é b) 3

perpendicular à reta AB onde A=(0,0) e c) 2


B é o centro da circunferência x2 + y2 -
d) 5
2x - 4y = 20. Então a equação de s é:
a) x- 2y = - 6 e) 6
b) x + 2y = 6
c) x + y = 3 06) A circunferência λ representada a
d) y - x = 3 seguir é tangente ao eixo das ordenadas
e) 2x + y = 6 na origem do sistema de eixos
cartesianos.
02) Uma circunferência de raio 2,
localizada no primeiro quadrante,
tangencia o eixo x e a reta de equação
4x-3y=0. Então a abscissa do centro
dessa circunferência é:
a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

03) A reta y = mx (m>0) é tangente à


circunferência (x-4)2+y2=4. Determine o A equação de λ , é
seno do ângulo que a reta forma com o a) x2 + y2 + 4x + 4 = 0
eixo x. b) x2 + y2 + 4y + 4 = 0
a) 1/5. c) x2 + y2 + 4x = 0
b) 1/2. d) x2 + y2 + 4y = 0
e) x2 + y2 + 4 = 0
c) 3 /2.
d) 2 /2. 07) A circunferência de centro no ponto
e) 5 . (− 2 , − 2) e tangente aos eixos
coordenados é interceptada pela
04) O par (x, y) de números reais, que é bissetriz do 3° quadrante, conforme a
solução do sistema figura abaixo.
⎧⎪x 2 + x + 2xy + y 2 = 7
⎨
⎪⎩x + y = 2
pertence à curva de equação
a) x 2 + y 2 = 10
b) y = x 2 − 4x + 3
c) xy = −3
d) y = log 2 ( x − 1)
e) 2x + 3 y − 4 = 0
O ponto P, assinalado na figura, tem
05) Uma circunferência passa pelos coordenadas:
pontos (2,0), (2,4) e (0,4). Logo, a a) x = -2 3 ; y = -2 3
distância do centro dessa circunferência b) x = -2- 3 ; y = -2- 3
à origem é:
c) x = -2 2 ; y = -2 2
a) 2
d) x = -2- 2 ; y = -2- 2
08) A equação da circunferência de III. O centro da circunferência C1
centro em A e raio AB é: pertence à circunferência C2.

devemos dizer que,


a) somente a I é falsa.
b) somente a II é falsa.
c) somente a III é falsa.
d) todas são verdadeiras.
e) todas são falsas.

12) Sejam os pontos A e B as


intersecções da reta r, de equação
a) x2 + y2 - 6y + 8 = 0 x+y=0, com a circunferência λ , de
b) x2 + y2 - 6x + 8 = 0 equação x2+y2-4x=0. A equação da reta
c) x2 + y2 - 6y + 1 = 0 paralela a r, conduzida pelo centro de λ ,
d) x2 + y2 - 6x + 1 = 0 é
e) x2 + y2 - 6y - 1 = 0 a) x - y = 0
b) x - y - 2 = 0
09) Sejam o ponto P(-3; 0), a reta r de c) x - y + 2 = 0
equação y = x + 6 e a circunferência C d) x + y - 2 = 0
de equação x2 + y2 - 4y = 0. É verdade e) x + y + 2 = 0
que
a) P pertence ao interior de C. 13) A equação da circunferência de raio
b) P pertence a r. 5, cujo centro é o ponto comum às retas
c) r e C não têm pontos comuns. x - y + 1 = 2 e x + y - 1 = 2 é:
d) r e C interceptam-se em um único a) x2 + y2 - 4x - 2y - 20 = 0
ponto. b) x2 + y2 - 4x - 2y + 20 = 0
e) r e C interceptam-se em dois pontos c) x2 + y2 - 4x + 2y + 20 = 0
d) x2 + y2 - 4x + 2y - 20 = 0
10) A equação x2 + y2 - 4x + 6y - 3 = 0 é e) x2 + y2 + 4x - 2y - 20 = 0
de uma circunferência cuja soma do raio
e das coordenadas do centro é igual a: 14) A equação x2 + y2 + 4x - 6y + m = 0
a) -2 representa um círculo se e semente se:
b) 3 a) m > 0
c) 5 b) m < 0
d) 8 c) m > 13
e) 15 d) m > -13
e) m < 13
11) Sejam as equações das
circunferências, 15) Qual deve ser o raio da
circunferência com centro no ponto O
C1 : (x − 1)2 + (y − 1)2 = 1 = (0,0) para que a reta x − 2y − 10 = 0
seja tangente a essa circunferência?
C 2 : (2 x − 1)2 + 4 (y − 1)2 = 1 a) 4 2
b) 2 5
Sobre as sentenças
c) 20
I. C1 e C2 têm raios iguais a 1. d) 5 2
II. As circunferências C1 e C2 são e) 4 5
tangentes e o ponto de tangência é (0,
1).
16) A reta que passa pelo centro da b) x2 + y2 - 2x + 4y = 0
circunferência x2+y2+6x+4y+12=0 e é c) 2x2 + 4y2 + 2x + 4y + 5 = 0
paralela à bissetriz dos quadrantes pares d) x2 + y2 + 2x + 2y + 1 = 0
tem equação: e) x2 + y2 + 6x + 3y - 4 = 0
a) x + y + 5 = 0
b) x + y - 5 =0
c) 5x + 5y + 1 = 0
d) x + y - 1 = 0
e) x + y + 1 = 0

17) No plano cartesiano, a


circunferência com centro no ponto
C=(3,4) e raio r=5 intercepta os eixos
do sistema em:
a) nenhum ponto
b) 1 ponto
c) 2 pontos
d) 3 pontos
e) 4 pontos

18) Seja P um ponto do eixo das


ordenadas pertencente à reta de equação
2x- 3y- 6= 0. A equação da
circunferência de centro em P e tangente
ao eixo das abcissas é
a) x2 + y2 = 4
b) x2 + y2 + 4x = 0
c) x2 + y2 +4y = 0
d) x2 + y2 - 4x = 0
e) x2 + y2- 4y = 0

19) Considere a reta (r), de equação


y=2x+3, e a circunferência de equação
x2+y2=10. A reta (s), perpendicular à
reta (r), tangencia a circunferência no
ponto P. Esse ponto pode ser
(
a) 2 , 2 2 )
b) (2 , 2 2 + 3)
c) (− 2 , 6 )
d) (1 , 3)
(
e) − 2 , − 2 2 + 1 )
20) A reta de equação y = 2x - 4
intercepta os eixos coordenados nos
pontos A e B. Esses pontos são os
extremos de um diâmetro da
circunferência λ . A equação
correspondente a λ é
a) x2 + y2 - 2x + 4y - 5 = 0