Vous êtes sur la page 1sur 11

Dezembro/2013

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 5a REGIÃO

Concurso Público para provimento de cargos de


Analista Judiciário - Área Apoio Especializado
Especialidade Arquivologia
Nome do Candidato No de Inscrição No do Caderno
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001 MODELO MODELO1

ASSINATURA DO CANDIDATO
No do Documento
0000000000000000
00001−0001−0001

Conhecimentos Gerais
PROVA Conhecimentos Específicos
Discursiva - Redação

INSTRUÇÕES
- Verifique se este caderno:
- corresponde a sua opção de cargo.
- contém 60 questões, numeradas de 1 a 60.
- contém a proposta e o espaço para o rascunho da Prova Discursiva - Redação.
Caso contrário, reclame ao fiscal da sala um outro caderno.
Não serão aceitas reclamações posteriores.
- Para cada questão existe apenas UMA resposta certa.
- Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher a resposta certa.
- Essa resposta deve ser marcada na FOLHA DE RESPOSTAS que você recebeu.

VOCÊ DEVE
- Procurar, na FOLHA DE RESPOSTAS, o número da questão que você está respondendo.
- Verificar no caderno de prova qual a letra (A,B,C,D,E) da resposta que você escolheu.
- Marcar essa letra na FOLHA DE RESPOSTAS, conforme o exemplo: A C D E
- Ler o que se pede na Prova Discursiva - Redação e utilizar, se necessário, o espaço para rascunho.

ATENÇÃO
- Marque as respostas primeiro a lápis e depois cubra com caneta esferográfica de material transparente de tinta preta.
- Marque apenas uma letra para cada questão, mais de uma letra assinalada implicará anulação dessa questão.
- Responda a todas as questões.
- Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquina calculadora.
- Em hipótese alguma o rascunho da Prova Discursiva - Redação será corrigido.
- Você deverá transcrever a redação, a tinta, na folha apropriada.
- A duração da prova é de 4 horas e 30 minutos para responder a todas as questões objetivas, preencher a Folha de
Respostas e fazer a Prova Discursiva - Redação (rascunho e transcrição).
- Ao término da prova, chame o fiscal da sala e devolva todo o material recebido.
- Proibida a divulgação ou impressão parcial ou total da presente prova. Direitos Reservados.

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
entanto, guardou ele as melhores palavras, as mais doces, as
CONHECIMENTOS GERAIS
mais ternas, as mais belas. Essa noiva tem um nome lindo,
Língua Portuguesa
negra: liberdade.
Atenção: Para responder às questões de números 1 a 8, Vê no céu, ele brilha, é a mais poderosa das estrelas.
considere o texto abaixo.
Mas o encontrarás também nas ruas de qualquer cidade, no
quarto de qualquer casa. Seja onde for que haja jovens, cora-
"Te embalarei com uma canção sentida."
ções pulsando pela humanidade, em qualquer desses corações
Senta-te aqui ao meu lado, amiga, e te contarei uma encontrarás Castro Alves.
história. Faz tempo que não te conto uma história na beira deste Dá-me agora tua mão direita, ouve o ABC do poeta.
cais. A noite está cheia de estrelas, são homens valentes que
Obs.: Ortografia atualizada segundo as normas vigentes.
morreram. Senta-te aqui, dá-me tua mão, vou te contar a his- (Jorge Amado. ABC de Castro Alves; 14. ed. São Paulo:
tória de um homem valente. Vês aquela estrela lá longe, mais Martins, 1968. p. 15-17)

além do navio fundeado, mais além do forte velho, da sombra


das ilhas? Deve ser ele iluminando o céu da Bahia. [...] 1. Considerando-se o desenvolvimento do texto, está correto
o que se afirma em:
Já viste da beira do cais o vento noroeste se despenhar
(A) Jorge Amado, num discurso de caráter didático,
sobre a cidade e o mar, levar embarcações, desatracar navios, busca transmitir a uma amiga leitora suas próprias
mudar o rumo de transatlânticos, transformar a cor das águas? convicções sobre a atuação de jovens − que podem
ser encontrados nas ruas de qualquer cidade, no
É rápido, inquietante, belo, quase irreal. Dura um instante na quarto de qualquer casa − que participam da luta em
medida do tempo. Mas, mesmo depois que o noroeste passa e defesa de seus ideais.
volta a calmaria, fica a sua lembrança e é impossível esquecê-lo (B) Jorge Amado, numa fala de caráter bastante pes-
soal, uma "canção sentida", como se lê de início, se
porque tudo mudou na face das coisas: é outra a fisionomia do posiciona a respeito de Castro Alves, impetuoso
cais e o ar que se respira é mais puro. Assim, negra, foi Castro defensor de seus ideais humanitários, procedimento
peculiar da juventude, que pode ser observado em
Alves. Tinha a força do vento noroeste, o seu ímpeto, a sua todo lugar.
violência. Tinha a sua beleza também. E deixou o ar mais puro, (C) Tomando como exemplo a vida de Castro Alves,
a sua lembrança imortal. Jorge Amado se detém na necessidade de se reco-
nhecer, ainda hoje, a importância do belo espetáculo
Tinha a precocidade desses moleques de rua a quem de juventude oferecido até mesmo pelos moleques
acaricias a cabeça e dos quais te contei a história. Começou de rua, tema que já havia abordado anteriormente.
muito moço e muito moço terminou. Foi o mais belo espetáculo (D) Em um extenso monólogo, Jorge Amado busca en-
tender as razões que hoje e sempre impulsionaram
de juventude e de gênio que os céus da América presenciaram. e impulsionam a juventude − com o exemplo de
No tempo que andou nestas e noutras ruas, disse tantas Castro Alves, que começou muito moço e muito mo-
ço terminou −, a eternizar seus ideais em palavras
e tão belas coisas, amiga, que sua voz ficou soando para
impetuosas ou de amor.
sempre e é cada vez mais alta e cada vez mais a voz de
(E) Segundo Jorge Amado, a defesa da liberdade que,
centenas, de milhares, de milhões de pessoas. É a sua voz, embora surja dos desejos do povo, das necessidades
do povo, foi, à época de Castro Alves, um ideal que
negra, é a voz do cais inteiro e da cidade lá atrás também. durou um instante na medida do tempo, tal como um
Falou por todos nós como nenhum de nós falaria. É ainda hoje forte vento que tudo destrói à sua passagem.
_________________________________________________________
o maior e o mais moço de todos nós.
2. É a sua voz, negra, é a voz do cais inteiro e da cidade lá
No teatro grande lá de cima ouviste certa vez uma o
atrás também. (4 parágrafo)
numerosa orquestra. Lembras-te da hora em que os músicos se
Da afirmativa transcrita acima decorre a seguinte inferência:
juntaram todos num esforço supremo e produziram com os seus
(A) A população mais pobre de uma cidade, que vive em
instrumentos e com sua virtuosidade uma nota mais alta que zonas degradadas como a do cais, dificilmente tem
voz para defender seus direitos.
todas, que todas mais bela, nota que ficou soando na sala
(B) Em toda a Bahia, poucos se fazem ouvir, até mesmo
mesmo após a saída dos espectadores? Pois assim foi Castro
aqueles mais aquinhoados pela sorte, que vivem
Alves. Há momentos no mundo em que todas as forças de uma melhor nas cidades.
nação se conjugam e, como uma nota mais alta que todas, (C) É verdadeiramente livre a cidade em que os anseios
da camada mais rica se equivalem aos dos mais
aparece, tranquilo e terrível, demoniacamente belo, justo e ver-
necessitados.
dadeiro, um gênio. Nasce dos desejos do povo, das necessi-
(D) Os negros, os oprimidos, os carentes de proteção fa-
dades do povo. Nunca mais morre, imortal como o povo. lam nos poemas de Castro Alves, cujos versos pri-
mam pela defesa da liberdade.
Este, cuja história vou te contar, foi amado e amou mui-
(E) Todas as pessoas, pobres ou não, ouvem os versos
tas mulheres. Vieram brancas, judias e mestiças, tímidas e afoi-
de Castro Alves, que falam dos oprimidos e, tam-
tas, para os seus braços e para o seu leito. Para uma, no bém, das atribulações da vida citadina.

2 TRT5R-Conhecimentos Gerais3

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
3. ... e é impossível esquecê-lo porque tudo mudou na face 7. Há momentos no mundo em que todas as forças de uma
das coisas: é outra a fisionomia do cais e o ar que se nação se conjugam...
respira é mais puro. (2º parágrafo)
A afirmativa introduzida pelos dois-pontos deve ser enten-
dida como A lacuna a ser corretamente preenchida pela expressão
grifada acima está em:
(A) justificativa dos resultados da destruição provocada
pelo ímpeto de uma ventania, como fez Castro
Alves, em sua época, com seus poemas. (A) Vários poetas, conquanto tenham morrido muito jo-
vens, deixaram vasta obra, ...... atesta sua genia-
(B) demonstração da força da natureza quando se de- lidade e precocidade.
sencadeia sem controle, como se vê na obra de
Castro Alves, poeta muito jovem e ainda imaturo.
(C) detalhamento do cenário que vem sendo descrito, (B) Versos há, na obra de poetas românticos, ...... se
numa associação direta com o ímpeto versificador encontram ideais caros à juventude, tais como o
de Castro Alves nos temas tratados por ele. amor e a liberdade.

(D) enumeração dos estragos decorrentes de um cata-


clismo, que o relaciona com a revolução embutida
(C) Alguns temas ...... se dedicaram diferentes poetas,
nos poemas libertários de Castro Alves.
em qualquer época e em qualquer lugar, abrangem
(E) comentário auxiliar que, assim como ocorre com os sentimentos de caráter universal.
fenômenos naturais, se propõe a minimizar os
efeitos contestadores dos poemas de Castro Alves.
_________________________________________________________ (D) Há magníficos versos, testemunhas ...... poetas de
4.
o
O segmento que, no contexto do 2 parágrafo, expressa todas as idades são capazes de alcançar grande
noção de consequência é: força expressiva.

(A) E deixou o ar mais puro, a sua lembrança imortal.


(B) Já viste da beira do cais o vento noroeste se des- (E) Castro Alves, embora tenha morrido muito jovem, foi
penhar sobre a cidade e o mar... o poeta ...... se atribui o título de um dos maiores
autores brasileiros.
(C) Mas, mesmo depois que o noroeste passa e volta a _________________________________________________________
calmaria...
8. Para uma, no entanto, guardou ele as melhores palavras,
(D) Tinha a força do vento noroeste, o seu ímpeto, a sua as mais doces, as mais ternas, as mais belas. Essa noiva
violência.
tem um nome lindo, negra: liberdade.
(E) É rápido, inquietante, belo, quase irreal.
_________________________________________________________
A opinião exposta por Jorge Amado encontra respaldo,
5. Ambos os verbos flexionados nos mesmos tempo, modo principalmente, nos versos de Castro Alves transcritos em:
e pessoa estão grifados em:
(A) No teatro grande lá de cima ouviste certa vez uma (A) Eras tu que, com os dedos ensopados
numerosa orquestra. Lembras-te da hora em que os No sangue dos avós mortos na guerra,
músicos... Livre sagravas a Colúmbia terra,
(B) São homens valentes que morreram. Sagravas livre a nova geração!

(C) Faz tempo que não te conto uma história na beira


deste cais. (B) Escravo, dá-me a c'roa de amaranto
(D) Vês aquela estrela lá longe... Já viste da beira do Que mandou-me inda há pouco Afra impudente,
cais o vento noroeste... Orna-me a fronte... Enrola-me os cabelos
Quero o mole perfume do Oriente.
(E) Vê no céu... ouve o ABC do poeta.
_________________________________________________________

6. Considerando-se outras possíveis alterações, o verbo que (C) Vai funda a tempestade no infinito,
se mantém corretamente no singular, com as propostas Ruge o ciclone túmido e feroz...
entre parênteses no final da frase para o segmento nela Uiva a jaula dos tigres da procela
grifado, é: − Eu sonho a tua voz −
(A) ... como nenhum de nós falaria. (ninguém mais
dentre os poetas)
(D) Mas não...! Somente as vagas do sepulcro
(B) ... fica a sua lembrança... (as marcas de sua lem- Hão de apagar o fogo que em mim arde...
brança) Perdoa-me, Senhora! ... Eu sei que morro...
É tarde! É muito tarde!...
(C) ... porque tudo mudou na face das coisas... (uma e
outra situação)
(D) ... que sua voz ficou soando para sempre... (os (E) Corre nas veias negras desse mármore
ecos de sua voz) Não sei que sangue vil de messalina,
A cova, num bocejo indiferente,
(E) ... aparece, tranquilo e terrível, demoniacamente
Abre ao primeiro a boca libertina.
belo, justo e verdadeiro, um gênio. (os gênios)

TRT5R-Conhecimentos Gerais3 3

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
Atenção: Para responder às questões de números 9 a 12, 10. Considerada como órgão desta função, avulta incompa-
considere o texto abaixo. rável, no mundo moderno, a sua grandeza.
O sentido da afirmativa acima está corretamente repro-
Embora as maiores instituições humanas se alienem, ou o
duzido, em linhas gerais, dentro do contexto do 1
enxovalhem, resta-nos sempre uma, tão nova nos lábios de parágrafo, com clareza e lógica, em:
Gladstone como nos de Péricles: a instituição divina da palavra,
(A) A função que a imprensa tem no mundo moderno,
capaz só por só de reconquistar todas as outras, quando em que se vive hoje, é de ser extraordinariamente
associada à misteriosa onipotência da verdade. Tiraram-lhe a grande, por ser de uso de governos.
majestade da tribuna, pela qual os parlamentos governam. Mas (B) No mundo moderno atualmente, a imprensa tem
ficou-lhe a imprensa, que se impõe aos governos, domina os função tida como que superior a todas as institui-
parlamentos, e instrui os povos. Considerada como órgão desta ções, quer de governo, quer de ensino.
função, avulta incomparável, no mundo moderno, a sua gran- (C) A imprensa, palco de disseminação de ideias e de
deza. E é assim que a consideramos, que o seu prestígio nos conhecimentos, assume extraordinária relevância no
mundo moderno.
fascina, que a sua beleza nos deslumbra, que a sua missão nos
atrai, que as temeridades, os sacrifícios, os perigos da sua (D) O palco que se encontra como meio da imprensa, no
mundo moderno, está sendo de importância rele-
comunhão nos acenam, ainda hoje, com uma sedução diversa,
vante, com função de instrução.
mas às vezes não menos viva que a de vinte e sete anos atrás,
(E) Nessa função de governo e de ensino, a imprensa,
quando o jornalismo arrebatou pela primeira vez no seu tor- vem aparecendo como vulto sem comparação, no
velinho a nossa mocidade. mundo moderno.
Cada país, cada raça, cada estado social, cada época _________________________________________________________
tem a sua imprensa, e, na mesma época, o Proteu reveste, para 11. Considere as afirmativas seguintes a respeito da regência
de alguns verbos transcritos do texto e do sentido que lhes
cada ambição, para cada parcialidade, para cada tendência,
é atribuído. Está INCORRETO o que consta em:
para cada apostolado, a sua forma, atenuada, ou típica, vivaz, o
(A) No 1 parágrafo, a frase Tiraram-lhe a majestade da
ou decadente, confessa, ou dissimulada. As grandes nações tribuna pode ser substituída, sem outra alteração,
coevas poderiam caracterizar-se cada qual pelo caráter do seu por: Arrebataram dela a majestade da tribuna.
jornalismo. Mas através das variedades que o diversificam, das (B)
o
No 2 parágrafo, o verbo da frase que se inicia por o
especialidades, que o enriquecem, das excentricidades que o Proteu reveste está empregado sem necessidade de
desnaturam, a origem do seu valor, do seu poderio, da sua re- complemento diretamente ligado a ele.
o
sistência indestrutível está na transparência luminosa da sua (C) No 1 parágrafo, a frase Mas ficou-lhe a imprensa
ação sobre a sociedade, na sua correspondência com os sofri- apresenta sentido de Porém tocou a ela por
quinhão a imprensa, respeitada a regência do
mentos populares, na sua solidariedade com as reivindicações verbo que substitui o original.
do direito, na irreconciliabilidade da sua existência com a da o
(D) O pronome nos, subordinado aos verbos do 1
ignorância, a da mentira, a da torpeza. parágrafo grifados em que a sua beleza nos
Obs.: Proteu − um deus do mar, capaz de se metamorfosear
deslumbra, que a sua missão nos atrai, pode ser
em todas as formas que desejasse, fossem animais ou substituído por a nós, com alteração apenas de sua
quaisquer outros elementos, como água ou fogo. colocação em cada uma das frases.
o
Ortografia atualizada segundo as normas vigentes. (E) O verbo grifado na frase transcrita do 1 parágrafo,
que a consideramos, apresenta um único comple-
(Rui Barbosa. Campanhas jornalísticas. 4. ed. São Paulo:
Edigraf, 1972. p. 138-139)
mento, expresso pelo pronome a.
_________________________________________________________
12. ... quando associada à misteriosa onipotência da verdade.
9. Está correto o que se afirma em: o
(1 parágrafo)
(A) Como meio de propagação de ideias, a imprensa Mantém-se corretamente o à − com o sinal indicativo de
livre recupera o prestígio da palavra falada, ainda crase − se o segmento grifado for substituído por:
que eventualmente se mostre parcial ao dissimular a
verdade dos fatos, no interesse de manutenção da (A) uma característica que a identifica.
ordem social. (B) cada tendência de pensamento.
(C) valores dispersos na sociedade.
(B) Do mundo antigo ao moderno, a palavra falada, ora (D) defesa dos direitos sociais.
substituída pela imprensa, bastou para que gover- (E) qualquer ação esclarecedora dos fatos.
nantes se sobrepusessem aos interesses e aos _________________________________________________________
desígnios das respectivas sociedades.
Raciocínio Lógico-Matemático
(C) Somente o respeito à verdadeira palavra, associado
13. Em uma concessionária de automóveis, cinco carros de
intrinsecamente aos governantes, de modo geral,
cores diferentes (vermelho, azul, branco, preto e prata)
garante-lhes tanto a soberania sobre seus governa-
foram expostos em fila, em ordem decrescente de preço.
dos, quanto a ordem necessária ao convívio social.
O carro vermelho que foi exposto é mais caro do que o
(D) O jornalismo, herdeiro das tradições originárias do prata, mas é mais barato do que o branco. Além disso,
hábito de ouvir os discursos de governantes de sabe-se que o carro preto ficou imediatamente depois do
todas as épocas, tem perdido prestígio, atualmente, carro prata na fila. Apenas com essas informações, pode-
em razão de nem sempre manter-se imparcial em se concluir que o carro mais barato do grupo
relação aos fatos noticiados.
(A) pode ser o azul ou o preto.
(E) A imprensa, tendo sucedido aos discursos e à (B) certamente é o branco.
palavra falada, tem máxima importância atualmente (C) pode ser o branco ou o azul.
em sua atuação na sociedade, desde que se man- (D) certamente é o preto.
tenha nos estritos limites éticos da verdade. (E) pode ser o branco ou o preto.

4 TRT5R-Conhecimentos Gerais3

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
o
14. Para montar, com palitos de fósforo, o quadriculado 2 × 2 17. A Lei n 8.112/90, que dispõe sobre o regime jurídico dos
mostrado na figura a seguir, foram usados, no total, servidores públicos civis da União, das autarquias e das
12 palitos. fundações públicas federais, estabelece que as penalida-
des disciplinares são: advertência, suspensão, demissão,
cassação de aposentadoria ou disponibilidade, destituição
de cargo em comissão e destituição de função comissio-
nada. Nos termos desse regramento legal, é regra ati-
nente às penalidades:

(A) a suspensão será aplicada no caso de violação das


proibições que não tipifiquem infração sujeita à
penalidade de destituição de cargo em comissão.
(B) a pena de suspensão não pode ser convertida em
multa.
(C) o cancelamento das penalidades de advertência e
Para montar um quadriculado 6 × 6 seguindo o mesmo de suspensão surte efeitos retroativos.
padrão, deverão ser usados, no total,
(D) ao caso de conduta escandalosa na repartição é
(A) 64 palitos. aplicada a suspensão de 30 dias.
(B) 72 palitos. (E) os antecedentes funcionais são considerados na
(C) 84 palitos. aplicação das penalidades.
_________________________________________________________
(D) 96 palitos. o
18. Nos termos da Lei n 9.784/99, que regula o processo
(E) 108 palitos. administrativo no âmbito da Administração Pública Fede-
_________________________________________________________ ral, algumas pessoas têm prioridade na tramitação pro-
cessual. Num determinado dia foram protocolizados cinco
15. Nas somas mostradas a seguir, alguns dígitos do nosso processos. No processo A figura como parte um homem
sistema de numeração foram substituídos por letras. No de 61 anos; no B uma mulher de 45 anos portadora de
código criado, cada dígito foi substituído por uma única deficiência física; no C um homem de 45 anos portador de
letra, letras iguais representam o mesmo dígito e letras esclerose múltipla; no D um jovem de 24 anos portador da
diferentes representam dígitos diferentes. síndrome da imunodeficiência adquirida; no E uma mulher
de 61 anos. Nos termos desse regramento, terão tramita-
P+P=S H+H=U ção prioritária os processos
S+S=H M + M = PS
(A) B, C, D e E.
Utilizando o mesmo código, pode-se deduzir que o (B) C, D e E.
resultado da soma S + H é igual a (C) A, B, C, D e E.
(A) P. (D) A, C, D e E.
(E) B, C e D.
(B) M.
_________________________________________________________
(C) U.
19. No julgamento de matéria judiciária, recursos adminis-
(D) PH. trativos e infrações disciplinares, o Regimento Interno do
TRT/BA prevê que NÃO poderão integrar o mesmo órgão
(E) SM. fracionário do Tribunal, nem atuar simultaneamente, inclu-
_________________________________________________________ sive no Tribunal Pleno,
Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da
União − Lei no 8.112/90
(A) cônjuges.
Processo Administrativo − Lei no 9.784/99 (B) cônjuges e companheiros.
Regimento Interno do Tribunal Regional do Trabalho da 5a Região
(C) cônjuges, companheiros, parentes consanguíneos
16. Ao entrar em exercício, o servidor nomeado para cargo de o
ou afins, em linha reta ou colateral, até o 1 grau.
provimento efetivo do Tribunal Regional do Trabalho da
a
5 Região − TRT/BA ficará sujeito ao estágio probatório, (D) cônjuges, companheiros, parentes consanguíneos
durante o qual a sua aptidão e capacidade serão objetos o
ou afins, em linha reta ou colateral, até o 2 grau.
de análise para o desempenho do cargo. A avaliação de
desempenho do servidor será submetida à homologação (E) cônjuges, companheiros, parentes consanguíneos
o
da autoridade competente ou afins, em linha reta ou colateral, até o 3 grau.
_________________________________________________________
(A) quatro meses antes de findo o período do estágio
probatório. 20. O Regimento Interno do TRT/BA regula os casos de
substituições. Caso haja a necessidade do afastamento do
(B) dois meses antes de findo o período do estágio pro- Vice-Presidente, durante o segundo ano de mandato, ele
batório.
será substituído, na forma da lei, pelo
(C) três meses antes de findo o período do estágio pro-
batório. (A) Presidente, de forma cumulativa.
(B) Corregedor Regional.
(D) um mês antes de findo o período do estágio pro-
batório. (C) Vice-Corregedor Regional.
(D) Desembargador mais antigo.
(E) seis meses antes de findo o período do estágio pro-
batório. (E) Presidente do Órgão Especial.

TRT5R-Conhecimentos Gerais3 5

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
26. Dentre as competências do Comitê Gestor Regional para
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Coordenação do Funcionamento do Processo Judicial Ele-
a
trônico do Tribunal Regional do Trabalho da 5 Região,
21. Ao manter fundos sem dispersão, mutilação, alienação, des- instituído por Ato de 25 de julho de 2012, figura a de
truição não autorizada ou adição indevida, o arquivista res-
peita o princípio da (A) elaborar tabelas de temporalidade e planos de desti-
nação de documentos.
(A) cumulatividade.
(B) garantir a integridade do sistema, no que diz respeito
(B) proveniência. à sua taxonomia e às classes processuais.

(C) historicidade. (C) observar as normas expedidas pelo Tribunal de Jus-


tiça do Estado da Bahia.
(D) organicidade.
(D) proceder à eliminação dos documentos considera-
(E) integridade. dos de valor efêmero e primário.
_________________________________________________________
(E) submeter os casos omissos ao Instituto de Ciência
22. Para os arquivistas, a mudança de paradigma requer dei- da Informação da Universidade Federal da Bahia.
xar de identificar a si mesmos como guardiões passivos _________________________________________________________
de um legado herdado, para celebrar o seu papel na for- 27. A implantação de programas de gestão de documentos,
mação ativa da memória coletiva (ou social). O novo para- segundo Ana Célia Rodrigues, deve ser feita a partir do
digma a que se refere Terry Cook, e com o qual o autor se estudo analítico do órgão produtor, com a reunião de infor-
identifica, é inspirado no mações sobre sua estrutura organizacional e sobre as fun-
(A) memorialismo. ções e atividades que desenvolve ao longo do tempo. A
identificação da tipologia documental, nesse contexto, en-
(B) positivismo. contra fundamento nos princípios teóricos e metodológicos
da
(C) pós-modernismo.
(A) Gestão do Conhecimento.
(D) racionalismo. (B) Ciência da Informação.
(E) iluminismo. (C) Diplomática Contemporânea.
_________________________________________________________
(D) História.
23. Derivado de sua relação com a soberania de um Estado, o
(E) Biblioteconomia.
atributo pelo qual os arquivos públicos não podem ser ce- _________________________________________________________
didos a terceiros é definido como
28. Ao conjunto de encargos que uma instituição leva a efeito
(A) desclassificação. para auxiliar e viabilizar o desempenho de suas atribui-
ções específicas, gerando documentos de caráter acessó-
(B) imprescritibilidade.
rio, dá-se o nome de
(C) direito de preempção. (A) atividades-meio.

(D) inalienabilidade. (B) competências.


(C) funções.
(E) derrogação.
_________________________________________________________ (D) operações.
24. Negativos e positivos de fotografias analógicas correspon- (E) missão.
dem aos estágios previstos no conceito arquivístico de _________________________________________________________

(A) suporte. 29. A Norma Internacional para Descrição de Funções − ISDF,


destinada à caracterização de entidades coletivas produto-
(B) gênero. ras e mantenedoras de arquivos, prevê, entre duas ou
mais funções, a possibilidade de relacionamento
(C) ciclo vital.
(A) efetivo, regular e estável.
(D) tramitação.
(B) orgânico, unilateral e disjuntivo.
(E) forma. (C) estrutural, funcional e corporativo.
_________________________________________________________
(D) temático, qualitativo e quantitativo.
25. Quando percorrem numa linha contínua, sem sofrer qual-
quer tipo de alteração, o trajeto que vai da entidade pro- (E) hierárquico, temporal e associativo.
dutora ao seu legítimo sucessor, os documentos de arqui- _________________________________________________________
vo são presumivelmente autênticos. Tal condição é conhe-
30. Para realizar o diagnóstico da produção de documentos
cida como
no âmbito dos organismos públicos, é fundamental mobili-
(A) gestão de qualidade total. zar conceitos de
(A) sigilografia.
(B) teoria das três idades.
(B) criptografia.
(C) classificação de segurança.
(C) tipologia documental.
(D) cadeia de custódia ininterrupta.
(D) sucessão arquivística.
(E) inteligência competitiva. (E) paleografia.
6 TRT5R-An.Jud.-Arquivologia-E05

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
Atenção: Para responder às questões de números 31 a 33, 35. A fim de auxiliar as Secretarias das Varas do Trabalho na
observe as subdivisões da Classe 43 (EXECUÇÃO separação, organização e entrega de processos, o Tribu-
a
FINANCEIRA) do Código de Classificação de Docu- nal Regional do Trabalho da 5 Região admite a solicita-
mentos do Tribunal Superior do Trabalho. ção de carga via internet. Tal serviço é restrito a
(A) empregadores, dirigentes sindicais e peritos.
43.3 PAGAMENTO (B) desembargadores, juízes e advogados.
43.3.1 Guia de recolhimento do FGTS
(C) advogados, procuradores e peritos.
43.3.2 Guia de recolhimento do ISS
(D) juízes, procuradores e empregadores.
43.3.3 Guia de recolhimento do INSS
43.3.4 Guia de recolhimento de contribuição sindical
(E) dirigentes sindicais, empregados e advogados.
43.3.5 Guia de recolhimento de COFINS _________________________________________________________
43.3.6 Guia de recolhimento de PIS/PASEP 36. Diferentes usuários (partes, juízes, servidores e outras
43.3.7 Guia de recolhimento de imposto de renda − IR pessoas interessadas), desde que previamente cadastra-
43.3.8 Solicitação de documentos gerais relativos à cobran-
dos, podem obter informações sobre o andamento de pro-
ça/planilhas de custo, à regularidade fiscal/previden- a
ciária cessos junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 5 Re-
43.3.9 Fiscalização e pagamento sem retenção do INSS gião, por meio de correio eletrônico. Trata-se do
43.3.10 Fiscalização e pagamento com retenção do INSS (A) Sistema Push.
43.3.11 Pagamento de aquisição de bens/contratação de (B) e-ARQ Brasil.
serviços com retenção do INSS (C) BPMS.
43.3.12 Pagamento de aquisição de bens/contratação de
(D) DI − Document Imaging.
serviços sem retenção do INSS
43.3.13 Ressarcimento de despesas (E) Form Processing.
43.3.14 Diárias _________________________________________________________
43.3.15 Estímulos financeiros e creditícios 37. A qualidade pela qual os documentos permitem conhecer
43.3.16 Pagamentos em moeda estrangeira
seres, coisas, fatos e fenômenos configura seu valor
43.3.17 Conta única
43.3.18 Outras contas: Tipo B, C e D (A) permanente.
43.3.19 Extrato bancário (B) fiscal.
(C) legal.
31. De acordo com Renato Tarciso Barbosa de Sousa, é (D) jurídico.
questionável a utilização de espécies e tipos documentais (E) informativo.
_________________________________________________________
como unidades de classificação. Espécies e tipos docu-
mentais, para o autor, “são os objetos a serem classifica- 38. Nas tabelas de temporalidade, demarca-se o período em
dos e não podem ser confundidos com as unidades de que permanecem efetivas e válidas as disposições con-
classificação”. São exemplos desse equívoco, entre ou- tidas nos documentos, isto é,
tros, os códigos
(A) sua data tópica.
(A) 43.3.8 e 43.3.11. (B) seu prazo de vigência.
(B) 43.3.10 e 43.3.12. (C) sua data crônica.
(C) 43.3.3 e 43.3.19. (D) sua tempestividade.
(D) 43.3.14 e 43.3.17. (E) suas datas-limite.
(E) 43.3.15 e 43.3.16. _________________________________________________________
_________________________________________________________
39. De acordo com o Ato de 14 de maio de 2013, da Presi-
32. As subdivisões da função PAGAMENTO não deveriam dência do Tribunal Superior do Trabalho, que altera o Có-
admitir redundância, como ocorre, por exemplo, nos códigos digo de Classificação e a Tabela de Temporalidade e Des-
tinação de Documentos Administrativos e Judiciais do Tri-
(A) 43.3.11 e 43.3.16. bunal Superior do Trabalho, as folhas de pagamento de
(B) 43.3.14 e 43.3.15. magistrados devem ser
(C) 43.3.2 e 43.3.4.
(D) 43.3.17 e 43.3.18. (A) eliminadas, após curta permanência na fase interme-
(E) 43.3.6 e 43.3.7. diária.
_________________________________________________________ (B) eliminadas ainda na fase corrente.
33. O quadro em que são discriminadas as despesas neces- (C) de guarda definitiva, após curta permanência na fase
sárias para a obtenção de um produto ou serviço corres- corrente.
ponde, do ponto de vista documental, (D) eliminadas, após guarda intermediária prolongada.
(E) de guarda definitiva, após permanência prolongada
(A) à guia de recolhimento. na fase intermediária.
(B) ao extrato bancário. _________________________________________________________
(C) ao estímulo creditício.
(D) à planilha de custos. 40. Quando um certificado emitido por autoridade pública, se-
(E) à conta única. gundo as regras burocráticas, contém informação que não
_________________________________________________________ corresponde à realidade, é

34.
a
O Tribunal Regional do Trabalho da 5 Região dispõe de (A) histórica e legalmente autêntico, mas diplomatica-
um sistema de protocolo integrado (PROINT), que per- mente falso.
mite ao advogado, seja nas unidades da capital, seja em (B) legal e diplomaticamente autêntico, mas historica-
qualquer Vara do Trabalho do interior ou em agência cre- mente falso.
denciada dos Correios, (C) diplomática e historicamente autêntico, mas legal-
mente falso.
(A) solicitar o adiamento de praça ou leilão.
(B) apresentar recursos judiciais. (D) diplomaticamente autêntico, mas histórica e legal-
(C) pedir o arrolamento de testemunhas. mente falso.
(D) propor a substituição de testemunhas. (E) historicamente autêntico, mas legal e diplomatica-
(E) sugerir a suspensão de praça ou leilão. mente falso.
TRT5R-An.Jud.-Arquivologia-E05 7

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
Atenção: Para responder às questões de números 41 a 43, 42. A ementa mais adequada para esse Ato é:
o
observe o Ato n 589, da Presidência do Tribunal
Superior do Trabalho. (A) Dispõe sobre a tramitação de processos em segredo
de justiça no âmbito do TST.
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR DO (B) Proíbe a identificação das partes na publicação de
1
TRABALHO, no uso das atribuições legais e regimentais,
atos ordinatórios do TST.
Considerando o disposto nos artigos 93, inciso IX, da
2
Constituição Federal e 155 do Código de Processo Civil, (C) Estabelece o uso de iniciais para ocultar nomes de
RESOLVE réus e advogados nos processos.
Art. 1o Os gabinetes dos Ministros, a Secretaria-Geral Ju- (D) Regula as competências da Coordenadoria de
diciária e as Secretarias dos Órgãos Judicantes do
Classificação, Autuação e Distribuição de Proces-
Tribunal Superior do Trabalho deverão zelar pelo
sigilo inerente ao processo com trâmite em se- sos − CCADP.
gredo de justiça.
(E) Ratifica as determinações da Lei de Acesso à Infor-
Art. 2o Nos processos em grau de recurso, se já houver in- mação − LAI junto aos órgãos da Justiça do Traba-
dicação de que tramitaram em segredo de justiça lho.
no Juízo a quo, a Coordenadoria de Classificação, _________________________________________________________
Autuação e Distribuição de Processos − CCADP
manterá o registro na autuação. 43. O Ato é, quanto ao gênero,
o
Art. 3 Nas ações originárias, havendo pedido expresso de (A) documento textual.
trâmite em segredo de justiça, a CCADP fará a au-
tuação com o respectivo indicador, certificando o (B) espécie documental.
ato. (C) cópia de distribuição.
(D) documento heterógrafo.
Art. 4o O Relator sorteado determinará a retificação do re-
gistro de trâmite em segredo de justiça, lançado na (E) tipo documental.
autuação, se considerar ausentes os elementos _________________________________________________________
que justifiquem o procedimento.
Atenção: Para responder às questões de números 44 a 47,
3
Art. 5o No momento da autuação, a CCADP cadastrará as considere o texto e o quadro abaixo.
partes com as iniciais dos nomes ou razão social,
conforme o caso. Segundo Heloísa Bellotto, os instrumentos de pesquisa
o
Art. 6 As decisões proferidas nos processos em segredo têm diferentes áreas de abrangência e tomam por base diferen-
de justiça não conterão dados que possibilitem a tes unidades de descrição. O quadro abaixo, em que se procu-
identificação das partes envolvidas, bem como não rou sistematizar as características atribuídas pela autora às mo-
serão objeto de indexação na base de pesquisa de
jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho. dalidades possíveis de descrição em arquivos permanentes,
Parágrafo único. Nas decisões de que trata o caput tem alguns campos não preenchidos e será objeto das ques-
deste artigo, as partes serão identificadas pelas ini- tões 44 a 47.
ciais dos nomes ou razão social, conforme o caso.

Art. 7o A publicação oficial de qualquer decisão ou ato Instrumento Área de Unidade de


ordinatório não conterá elementos que identifiquem de Pesquisa Abrangência Descrição
as partes. 44 Cada fundo e co-
GUIA
leção
Art. 8o O acesso aos autos de processo físico ou eletrô- Fundo ou parte de um
nico que tramita em segredo de justiça será restrito fundo (um ou mais gru-
INVENTÁRIO 45
às partes, aos advogados com procuração e ao Mi- pos, uma ou mais sé-
nistério Público do Trabalho para emissão de pa- ries, parte de uma série)
recer, nos casos previstos em lei. Fundo ou parte de um
fundo (um ou mais gru-
46 Cada documento
Art. 9o Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. pos, uma ou mais sé-
ries, parte de uma série)
Brasília, 30 de agosto de 2013.
Ministro CARLOS ALBERTO REIS DE PAULA 4 CATÁLOGO 47
Cada documento
Presidente do Tribunal Superior do Trabalho SELETIVO

44. A área de abrangência do guia coincide com


41. As partes do Ato numeradas à direita correspondem, res- (A) o fundo mais representativo do arquivo.
pectivamente, à seguinte partição:
(B) o fundo mais volumoso do arquivo.
(C) o acervo da instituição.
(A) nomenclatura, considerações, teor e assinatura.
(D) os temas mais procurados pelos pesquisadores.
(E) os documentos em fase intermediária e permanente.
(B) titulação, exposição de motivos, determinação e en-
_________________________________________________________
cerramento.
45. A unidade de descrição, no inventário, é
(C) autoria, apresentação, decisão e conclusão.
(A) a data crônica.
(D) abertura, arrazoado, disposição e fechamento. (B) cada subgrupo.
(C) o nome de cada remetente.
(E) protocolo inicial, preâmbulo, dispositivo e protocolo (D) a data tópica.
final. (E) cada tipo documental.

8 TRT5R-An.Jud.-Arquivologia-E05

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
46. O instrumento que descreve um fundo, no todo ou em par- 51. Estão desobrigadas do cumprimento de seus dispositivos as
te, tomando por unidade cada documento, é o
(A) Ouvidorias do poder executivo federal.
(A) inventário sumário. (B) Cortes de Contas.
(B) catálogo. (C) sociedades de economia mista.
(C) repertório. (D) unidades do Ministério Público Federal.
(D) índice. (E) fundações de direito privado.
(E) quadro de arranjo. _________________________________________________________
_________________________________________________________
52. Dentre os conceitos utilizados pelo legislador, figura o de
47. O catálogo seletivo tem por área de abrangência
(A) primariedade, entendido como qualidade da infor-
(A) cada uma das séries de todos os grupos de um fun- mação coletada na fonte, com o máximo de deta-
do fechado. lhamento possível, sem modificações.

(B) todos os subgrupos de um grupo, com as respecti- (B) dado, entendido como unidade de registro de infor-
vas séries documentais. mações, qualquer que seja seu suporte ou formato.
(C) integridade, entendido como qualidade da informa-
(C) uma série de cada grupo de um fundo, a título de ção que pode ser conhecida e utilizada por indiví-
amostragem. duos, equipamentos ou sistemas autorizados.
(D) determinado tema (de modo exaustivo ou por critério (D) autenticidade, entendido como qualidade da infor-
de importância), em um ou mais acervos. mação não modificada, inclusive quanto à origem,
ao trânsito e ao destino.
(E) todos os acervos de determinada circunscrição geo-
gráfica, dentro da mesma esfera de governo. (E) documento, entendido como conjunto de dados, pro-
_________________________________________________________ cessados ou não, que podem ser utilizados para pro-
dução e transmissão de conhecimento, em qualquer
48. O Serviço de Informações ao Cidadão − SIC do Tribunal Su- meio, suporte ou formato.
o
perior do Trabalho, instituído nos termos da Lei n 12.527, de _________________________________________________________
18 de novembro de 2011, não poderá indeferir pedidos que
recaiam sobre 53. A manutenção da Infraestrutura de Chaves Públicas Bra-
sileira − ICP-Brasil é da responsabilidade
(A) processos que tramitam em segredo de justiça.
(A) do Conselho da Justiça Federal − CJF.
(B) atividades administrativas do Tribunal.
(B) do Supremo Tribunal Federal − STF.
(C) autores de ações ajuizadas perante a Justiça do Tra- (C) do Ministério Público da União − MPU.
balho.
(D) do Instituto Nacional de Tecnologia da Informa-
(D) a vida privada e a intimidade das pessoas. ção − ITI.

(E) ações protegidas por sigilo fiscal. (E) da Associação Brasileira de Normas Técnicas − ABNT.
__________________________________________________________________________________________________________________

49. Atividades pedagógicas com o objetivo de divulgar seu 54. A sigla CIM equivale
acervo costumam fazer parte, nas instituições arquivísti-
cas, do chamado setor ou serviço (A) ao microfilme utilizado para introduzir dados em
computadores.
(A) curatorial.
(B) expográfico. (B) à sinalética indicativa de interrupção no processo de
microfilmagem.
(C) reprográfico.
(D) educativo. (C) ao computador capaz de ler microfotogramas.
(E) cenográfico.
(D) à cópia produzida a partir de microfilme intermediá-
_________________________________________________________
rio.
Atenção: Para responder às questões de números 50 a 52,
o
considere a Lei n 12.527, de 18 de novembro de (E) ao rolo de microfilme separado em fotogramas indivi-
2011, conhecida como Lei de Acesso a Informa- duais.
ções − LAI. ______________________________________________________

55. De acordo com o Modelo de Requisitos para Sistemas In-


50. As informações que, em nome da segurança da sociedade formatizados de Gestão de Processos e Documentos do
ou do Estado, forem classificadas como ultrassecretas, Judiciário brasileiro − MoReq-Jus, é preciso “limitar ou au-
secretas e reservadas, terão prazos máximos de restrição torizar o acesso a documentos, por usuário e/ou papéis.”
de, respectivamente, Nesta acepção, papéis significam

(A) 15, 10 e 5 anos. (A) espécies documentais.


(B) 30, 20 e 10 anos. (B) perfis de atividade.
(C) 25, 15 e 5 anos. (C) documentos textuais.
(D) 35, 25 e 15 anos. (D) níveis de segurança.
(E) 40, 20 e 10 anos. (E) condições do suporte.
TRT5R-An.Jud.-Arquivologia-E05 9

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
56. Considere as disposições abaixo sobre a utilização do Sistema Integrado de Protocolização e Fluxo de Documentos Eletrô-
a
nicos (e-DOC) no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 5 Região.
I. O e-DOC é um serviço de uso facultativo, que permite às partes, aos advogados e aos peritos praticarem atos pro-
cessuais que dependem de petição escrita.
II. O acesso ao e-DOC depende da utilização, pelo usuário, da sua assinatura digital, adquirida perante qualquer autoridade
certificadora credenciada pela ICP-Brasil.
III. As petições, acompanhadas ou não de anexos, apenas serão aceitas em formato PDF, respeitado o limite de 30 folhas
impressas (60 páginas com impressão em frente e verso), por operação, no tamanho máximo de 2 megabytes.
Está correto o que se afirma em
(A) III, apenas.
(B) I e II, apenas.
(C) II e III, apenas.
(D) I e III, apenas.
(E) I, II e III.

57. No âmbito da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira − ICP-Brasil, ao conjunto de ensaios com o objetivo de verificar se os
padrões e especificações técnicas mínimas aplicáveis a um determinado sistema ou equipamento de certificação digital estão
atendidos dá-se o nome de
(A) roteamento.
(B) autoridade de registro.
(C) contexto seguro de execução.
(D) avaliação de conformidade.
(E) mitigação.

58. A habilidade que um aplicativo de software ou sistema tem de compartilhar dados ou comandos com suas versões anteriores e,
eventualmente, com outros aplicativos ou sistemas mais antigos é definida como
(A) espelhamento.
(B) compatibilidade reversa.
(C) migração transformativa.
(D) status de transmissão.
(E) cifragem.

59. O Modelo de Referência Open Archival Information System − OAIS identifica, quanto à preservação digital, quatro tipos de
migração:
(A) cópia, emulação, encapsulamento e refreshing.
(B) interna, externa, lateral e transversal.
(C) atualização, replicação, reempacotamento e transformação.
(D) TIFF, JPEG, XML e HTML.
(E) mecânica, óptica, eletromagnética e informática.

60. No processo de conservação, é importante que em todos os estágios sejam utilizados produtos e materiais que garantam a
possibilidade de retorno ao primeiro estado físico do documento, sem a ocorrência de perdas ou danos, afirma Jayme Spinelli
Junior a propósito dos registros em suporte-papel. Trata-se, segundo o autor, do paradigma da

(A) reversibilidade.

(B) reenfibragem.

(C) esterilização.

(D) laminação.

(E) reintegração.

10 TRT5R-An.Jud.-Arquivologia-E05

www.pciconcursos.com.br
Caderno de Prova ’E05’, Tipo 001
DISCURSIVA-REDAÇÃO
Atenção:
− Deverão ser rigorosamente observados os limites mínimo de 20 linhas e máximo de 30 linhas.
− Conforme Edital do Concurso, será atribuída nota ZERO à Prova Discursiva-Redação que for assinada, na folha de respostas definitiva, fora do
campo de assinatura do candidato, apresentar qualquer sinal que, de alguma forma, possibilite a identificação do candidato.
− NÃO é necessária a colocação de Título na Prova Discursiva-Redação.
− Em hipótese alguma o rascunho elaborado pelo candidato será considerado na correção da Prova Discursiva-Redação.

Para Roberto Mangabeira Unger, o Brasil “fervilha de energia humana”, mas é um país “no qual a maioria não tem
como transformar essa energia em ação fecunda”.
(Folha de São Paulo. Opinião. 09/05/2013)

Algumas das propostas de superação desse impasse, sob a óptica de Unger, incluem:

“Seguir rumo a um modelo de desenvolvimento que assegure a primazia dos interesses do trabalho e da produção.
Fazer, portanto, com que a democratização de oportunidades para trabalhar e produzir seja o próprio motor do crescimento
econômico.”
(Adaptado de: law. harvard. edu/unger)

Considerando o que está transcrito acima, redija um texto dissertativo-argumentativo, posicionando-se a respeito do
seguinte tema:
Crescimento econômico, trabalho e aprofundamento do ideário democrático.

TRT5R-An.Jud.-Arquivologia-E05 11

www.pciconcursos.com.br