Vous êtes sur la page 1sur 16

Ossos e Articulações

Profa. Letícia Coutinho Lopes Moura


Tópicos da aula

A. Ossos
B. Articulações

2
Letícia C. L. Moura
A. Ossos
 Modelagem, Remodelagem Óssea
 Crescimento e Desenvolvimento Ósseos
 Anormalidades de Desenvolvimento nas Células, na Matriz
e Estrutura Ósseas
 Doenças Associadas a Diminuição da Massa Óssea
 Fraturas

3
Letícia C. L. Moura
Modelagem e Remodelagem Óssea

4
Letícia C. L. Moura
Modelagem e Remodelagem Óssea
 A- Osteoblastos ativos sintetizando matriz óssea
 B- Osteoclastos absorvendo osso

5
Letícia C. L. Moura
Modelagem e Remodelagem Óssea
 A- Osso trançado depositado na superfície do osso lamelar
preexistente

6
Letícia C. L. Moura
Anormalidades de Desenvolvimento nas
Células, na Matriz e Estrutura Ósseas
 Malformações congênitas – disostoses (mutações genes
homeobox – migrações células mesenquimais)
 Ausência dos ossos,
 Ossos supranumerários,
 Ossos inapropriadamente fusionados
 Anormalidades na organogênese óssea – displasias (mutações
na transdução de sinais ou na MEC)
 Cartilagem e tecidos ósseos de modo global

7
Letícia C. L. Moura
Anormalidades de Desenvolvimento nas
Células, na Matriz e Estrutura Ósseas
 Doenças causadas defeitos em hormônios e mecanismos de
transmissão de sinais:
 Acondroplasia – síntese defeituosa cartilagem nas placas de
crescimento (mutação FGFR3 – inibe proliferação da cartilagem)
 Doenças associadas a defeitos em proteínas estruturais
extracelulares:
 Osteogênese imperfeita – síntese anormal de colágeno do tipo I –
fragilidade óssea e suscetibilidade a fraturas
 Doenças associadas a defeitos nas vias metabólicas:
 Osteopetrose – redução da absorção óssea – alteração na formação
ou função dos osteoclastos - osso denso – remodelamento ósseo
defeituoso (osteoclasto)

8
Letícia C. L. Moura
Anormalidades de Desenvolvimento nas
Células, na Matriz e Estrutura Ósseas
 Radiografia esqueleto feto com
osteogênese imperfeita letal tipo
II.
 Inúmeras fraturas de todos os ossos,
encurtamento dos membros

9
Letícia C. L. Moura
Anormalidades de Desenvolvimento nas
Células, na Matriz e Estrutura Ósseas
 Radiografia extremidade superior
indivíduo com osteopetrose.
 Ossos com esclerose difusa e metáfises da
ulna e rádio mal formadas

10
Letícia C. L. Moura
Doenças Associadas a Diminuição da Massa
Óssea
 Osteoporose – decréscimo massa óssea – fraturas
ósseas (multifatorial)
 Osteoporose desuso membro ou todo esqueleto –
doença óssea metabólica (primária ou secundária)
 Osteoporose senil – perda das funções dos
osteoblastos
 Osteoporose pós-menopausa – aumento da
atividade dos osteoclastos (ausência de
estrogênio)

11
Letícia C. L. Moura
Doenças Associadas a Diminuição da Massa
Óssea

12
Letícia C. L. Moura
Doenças Associadas a Diminuição da Massa
Óssea
Corpo vertebral osteoporótico – encurtado por fratura de compressão

13
Letícia C. L. Moura
Fraturas
 Classificadas:
 Completa ou incompleta
 Fechada – tecido subjacente intacto
 Composta – fratura se estende para a pele subjacente
 Cominutiva – osso é fraturado em pequenos fragmentos
 Deslocadas – osso fraturado não está alinhado
 Fratura patológica (local de doença prévia – ex: tumor maligno)
 Fratura por estresse (ex: aumento da atividade física – pesos
repetitivos ossos)
 Trauma fratura óssea rompe vasos sanguíneos associados
 Calo ósseo de tecido mole

14
Letícia C. L. Moura
Fraturas
 Ossificação endocondral – ossificação (extremidades fraturadas são ligadas
por um calo ósseo)
 Excesso de tecido fibroso, cartilagem e osso produzidos no calo inicial –
suporte de peso subsequente – reabsorção do calo por locais não
estressados – restaura tamanho e forma original do osso
 Cicatrização interrompida por diversos fatores:
 Fraturas deslocadas ou cominutivas
 Imobilização inadequada (movimentação constante no local da fratura –
constituintes normais do calo não se formem)
 Excesso de mobilidade ao longo da lacuna da fratura – porção central do
calo degeneração cística ou pseudo-artrose
 Infecção (fraturas cominutivas e abertas) obstáculo à cicatrização
 Níveis inadequados de cálcio ou fósforo, deficiências de vitaminas,
infecções sistêmicas, diabetes e insuficiência vascular – reparação óssea
reduzida
15
Letícia C. L. Moura
Fraturas
 Fratura fíbula – formação acentuada calo após 6 semanas

16
Letícia C. L. Moura