Vous êtes sur la page 1sur 15

17.

Determine o ponto de equilíbrio e esboce o gráfico das funções receita,


custo total e lucro em cada caso.

a) R(X) = 4x Ct (x) = 50 + 2x

b) R(X) = 200x Ct (x) = 150x + 10.000

c) R(X) = 1 x Ct (x) = 1 x + 20
2 4

Solução:
a) O ponto de equilíbrio é calculado igualando as funções Receita de vendas
R(x) e Custo Total Ct (x), então teremos:

R(x) = Ct(x) 4x = 50 + 2x
4x – 2x = 50 2x = 50
X = 50/2 x = 25 unidades

Representação gráfica

R(x); Qt (x) R(x)

Ct (x)

100
Ponto de equilíbrio (25,100)
50

0 25 x unidades

Gráfico da função receita: R(x) = 4x

R(x) R(x)

100

0 25 x unidades
Gráfico da função custo total: Ct (x) = 50 + 2x

Qt (x)

Ct (x)

100

50

0 25 x unidades

Gráfico da função Lucro L(x)

Cálculo da função Lucro


A função Lucro é calculada pela diferença entre R(x) e Ct (x):
L(x) = R(x) – Ct(x) L(x) = 4x – (50 + 2x)
L(x) = 4x – 50 – 2x L(x) = 2x – 50

L(x)
L(x)

0 25 x unidades

-50

b)Solução:
Ponto de equilíbrio:
R(x) = Ct(x) 200x = 150x + 10.000
200x – 150x = 10.000 50x = 10.000
X = 10.000/50 x = 200 unidades

Representação gráfica

R(x); Qt (x) R(x)

Ct (x)

40.000
Ponto de equilíbrio (200,40.000)
10.000

0 200 x unidades
Gráfico da função receita: R(x) = 200x

R(x) R(x)

40.000

0 200 x unidades

Gráfico da função custo total: Ct (x) = 150x + 10.000

Qt (x)

Ct (x)

40.000

10.000

0 x unidades

Gráfico da função Lucro L(x)

Cálculo da função Lucro


A função Lucro é calculada pela diferença entre R(x) e Ct (x):
L(x) = R(x) – Ct(x) L(x) = 200x – (150x + 10.000)
L(x) = 200x – 150x – 10.000 L(x) = 150x – 10.000

L(x)
L(x)

0 200/3 x unidades

-10.000
c)Solução:
Ponto de equilíbrio:
R(x) = Ct(x) 1x = 1x + 20
2 4

1x – 1x = 20 2x - x = 20
2 4 4
2 1

2x- x = 20x4 x = 80 unidades

Representação gráfica

R(x); Qt (x) R(x)

Ct (x)

40
Ponto de equilíbrio (80,40)
20

0 80 x unidades

Gráfico da função receita: R(x) = 1x


2

R(x) R(x)

40

0 80 x unidades

Gráfico da função custo total: Ct (x) = 1x + 20


4
Qt (x)

Ct (x)

40

20

0 80 x unidades
Gráfico da função Lucro L(x)

Cálculo da função Lucro


A função Lucro é calculada pela diferença entre R(x) e Ct (x):
L(x) = R(x) – Ct(x) L(x) = 1x – (1x + 20)
2 4

L(x) = 1x – 1x - 20 L(x) = 1x - 20
2 4 4

L(x)
L(x)

0 80 x unidades

-20

18. Uma editora vende certo livro por 60 u.m. a unidade. Seu custo fixo é 1.000
u.m. e o custo variável por unidade é 40 u.m. Qual o ponto de nivelamento
(equilíbrio)? (Obs: u.m. indica unidade monetária)

Solução:
Função Receita
R(x) = 60x
Valor unitário 60 u.m.
Quantidade vendida x

Função Custo Total


Ct(x) = 1.000 + 40x Custo Variável

Custo Fixo

Ponto de Equilíbrio
R(x) = Ct (x) 60x = 1.000 + 40x
60x – 40x = 1.000 20x = 1.000
x = 1.000/20 x = 50 unidades
R(50) = 60x50 R(50) = 3.000 u.m.
Ct (50) = 1.000 + 40x50 Ct (50) = 1.000 + 2.000
Ct (50) = 3.000 u.m.
Logo: R (50) = Ct (50)
Ct (0) = 1.000 + 40x0 Ct (0) = 1.000 + 0
Ct (0) = 1.000

Representação gráfica

R(x); Qt (x) R(x)

Ct (x)

3.000
Ponto de equilíbrio (50,3.000)
1.000

0 50 x unidades

19. Em relação ao problema anterior, quantas unidades a editora deverá vender


para ter um lucro igual a 8.000 u.m.?

Solução:
Cálculo da função lucro L(x):

L(x) = R(x) – Ct (x)


L(x) = 60x – (1.000 + 40x)
L(x) = 60x – 1.000 – 40x
L(x) = 20x – 1.000

Quando L(x) for igual a 8.000 u.m., 20x – 1.000 também será igual e 8.000 u.m.

Então teremos:
20x – 1.000 = 8.000 20x = 8.000 + 1.000
20x = 9.000 x = 9.000/20
x = 450

Resposta: 450 unidades deverão ser vendidas

20. Sabendo que a margem de contribuição por unidade é 3 u.m., o preço de


venda é 10 u.m.e o custo fixo 150 u.m., obtenha:

a) a função receita;
b) a função custo total;
c) o ponto crítico;
d) a função lucro;
e) a quantidade que deverá ser vendida para o lucro ser de 180 u.m.
21. O encanador José Silvério cobra por serviço o valor R$ 50,00 mais R$ 6,00
por hora de trabalho. Já o encanador Sebastião, cobra um valor fixo de R$ 60,00
mais R$ 4,00 por hora de trabalho. Se ambos têm a mesma qualidade de
serviço, qual o critério que você usaria para chamar um em detrimento do
outro?

Solução:
1° Passo: Montar a função Custo Total “Ct (x)” para cada situação
Situação 1
Custo Fixo Cf = R$ 50,00
Custo Variável Cv = R$ 6,00.x
Função Custo Total Ct1 (x)= Cf + Cv
Ct1 (x) = 50 + 6x

Situação 2
Custo Fixo Cf = R$ 60,00
Custo Variável Cv = R$ 4,00.x
Função Custo Total Ct2 (x)= Cf + Cv
Ct2 (x) = 60 + 4x

2° Passo: Igualar as funções Custo Total da Situação 1 com a Situação 2


Ct1 (x) = Ct2 (x)
50 + 6x = 60 + 4x
60 – 50 = 6x – 4x
2x = 10
x = 10/2 x=5

1a Conclusão: Se for contratado um serviço pelo período de 5 horas, a escolha é


indiferente

3° Passo:
Definir coordenadas cartesianas para cada situação

Situação 1
x Ct1 (x)
0 50 Ct1 (0) = 50 + 6.(0) Ct1 (0) = R$ 50,00
5 80 Ct1 (5) = 50 + 6.(5) Ct1 (5) = 50 + 30 Ct1 (5) = R$ 80,00
6 86 Ct1 (6) = 50 + 6.(6) Ct1 (6) = 50 + 36 Ct1 (6) = R$ 86,00

Situação 2
x Ct2
0 60 Ct2 (0) = 60 + 4.(0) Ct2 (0) = R$ 60,00
5 80 Ct2 (5) = 60 + 4.(5) Ct2 (5) = 60 + 20 R$ 80,00
6 84 Ct2 (6) = 60 + 4.(6) Ct2 (6) = 60 + 24 R$ 84,00
4° Passo:
Representar graficamente as duas funções em um mesmo plano cartesiano.

Ct1(x); Ct2(x)
Ct1(x)
Ct2(x)
80
60
50

0 5 x horas

2a Conclusão: Quando o tempo de contratação for menor que cinco horas, a 1a


opção é mais viável, caso o tempo seja maior que cinco horas, a segunda
proposta seria mais vantajosa.

22. A empresa limpadora de carpetes Bragacarpete cobra R$ 35,00 por visita


mais R$ 6,00 por metro quadrado de carpete a ser lavado. Já o Tibúrcio, que
também é do ramo, cobra R$ 20,00 pela visita mais R$ 8,50 por metro quadrado
lavado. Ambos têm a mesma qualidade de serviço.
Quais as considerações que você faria para escolhê-los?

Solução:
1° Passo: Montar a função Custo Total “Ct (x)” para cada situação
Situação 1
Custo Fixo Cf = R$ 35,00
Custo Variável Cv = R$ 6,00.x
Função Custo Total Ct1 (x)= Cf + Cv
Ct1 (x) = 35 + 6x

Situação 2
Custo Fixo Cf = R$ 20,00
Custo Variável Cv = R$ 8,50.x
Função Custo Total Ct2 (x)= Cf + Cv
Ct2 (x) = 20 + 8,50x

2° Passo: Igualar as funções Custo Total da Situação 1 com a da Situação 2


Ct1 (x) = Ct2 (x)
35 + 6x = 20 + 8,5x
35 – 20 = 8,5x – 6x
2,5x = 15
x = 15/2,5 x=6

1a Conclusão: Se for contratado um serviço pelo período de 6 horas, a escolha é


indiferente.
3° Passo:
Definir coordenadas cartesianas para cada situação

Situação 1
x Ct1(x)
0 35 Ct1 (0) = 35 + 6.(0) Ct1 (0) = R$ 35,00
6 71 Ct1 (6) = 35 + 6.(6) Ct1 (6) = 35 + 36 Ct1 (6) = R$ 71,00

Situação 2
x Ct2
0 20 Ct2 (0) = 20 + 8,5(0) Ct2 (0) = R$ 20,00
6 71 Ct2 (6) = 20 + 8,5(6) Ct2 (6) = 20 + 51 R$ 71,00

4° Passo:
Representar graficamente as duas funções em um mesmo plano cartesiano.

Ct1(x); Ct2(x)
Ct2(x)
Ct1(x)
71
35
20

0 6 x horas

2a Conclusão: Quando o tempo de contratação for menor que seis horas, a 2 a


opção é mais viável, caso o tempo seja maior que seis horas, a 1 a proposta seria
mais vantajosa.

23. A empresa transportadora A cobra por mudança R$ 520,00 para carregar o


caminhão mais R$ 15,00 por quilômetro rodado. Já a empresa B cobra por
quilômetro rodado R$ 18,00 mais R$ 400,00 para carregar o caminhão. Monte
ambas as funções custo e demonstre graficamente, a partir de qual
quilometragem é vantagem escolher uma em detrimento da outra.

Solução:
1° Passo: Montar a função Custo Total “Ct (x)” para cada situação
Situação 1
Custo Fixo Cf = R$ 520,00
Custo Variável Cv = R$ 15,00.x
Função Custo Total Ct1 (x)= Cf + Cv
Ct1 (x) = 520 + 15x
Situação 2
Custo Fixo Cf = R$ 400,00
Custo Variável Cv = R$ 18x
Função Custo Total Ct2 (x)= Cf + Cv
Ct2 (x) = 400 + 18x

2° Passo: Igualar as funções Custo Total da Situação 1 com a da Situação 2


Ct1 (x) = Ct2 (x)
520 + 15x = 400+ 18x
520 – 400 = 18x – 15x
3x = 120
x = 120/3 x = 40

1a Conclusão: Se for contratado um serviço para um percurso de 40 quilômetros,


a escolha é indiferente.

3° Passo:
Definir coordenadas cartesianas para cada situação

Situação 1
x Ct1(x)
0 520 Ct1 (0) = 520 + 15.(0) Ct1 (0) = R$ 520,00
40 1120 Ct1 (40) = 520 + 15.(40) Ct1 (40) = 520 + 600 Ct1 (40) =
R$ 1.120,00
60 1420 Ct1 (60) = 520 + 15(60) Ct1 (10) = 520 + 900 Ct1 (60) =
R$ 1.420,00

Situação 2
x Ct2
0 400 Ct2 (0) = 400 + 18.(0) Ct2 (0) = R$ 400,00
40 1120 Ct2 (40) = 400 + 18.(40) Ct2 (40) = 400 + 720 R$ 1.120,00
60 1480 Ct2 (60) = 400 + 18(60) Ct2 (60) = 400 + 1.080 R$
1.480,00

4° Passo:
Representar graficamente as duas funções em um mesmo plano cartesiano.

Ct1(x); Ct2(x)
Ct2(x)
Ct1(x)
1120
520
400

0 40 x quilômetros
2a Conclusão: Para um percurso menor que 40 quilômetros, a 1a opção é mais
viável, caso o percurso seja maior que 40 quilômetros, 2 a opção seria mais
vantajosa.

24. Uma sorveteria opera mensalmente nas seguintes condições:


custo variável: R$ 4,50 preço do Kg sorvete: R$
8,00
custo fixo: R$ 2.200,00

a) para uma sorveteria, cite dois itens que geram custos fixos e dois que geram
custos fixos e dois que geram custos variáveis;
b) se forem vendidos mensalmente 900 kg de sorvetes, qual será o lucro?
c)Suponha que uma diminuição de 20% sobre o preço do kg de sorvete
aumente o consumo em 50%. Você diminuiria o preço? Justifique.

12. O valor de uma máquina decresce linearmente com o tempo, devido ao


desgaste. Sabendo-se que hoje ela vale (10.000) unidades monetárias, e daqui
a (5) cinco anos valerá (1.000) unidades monetárias. Calcule o seu valor daqui a
(3) anos.

Solução:
Representação gráfica:

10.000

1.000

3 5 x anos

Temos as seguintes coordenadas cartesianas:


(0,10.000); (5,1.000); (3, ?)

x1 y1 x 2 y2
Cálculo da equação da reta
1° Passo: Calcular o coeficiente angular

m = (y2 – y1) m = (1.000 – 10.000) m = -9.000 m = - 1.800


(x2 – x1) (5 – 0) 5

m.(x – x1) = (y – y1) -1.800.(x – 0) = (y – 10.000)

-1.800x = y – 10.000 y = -1.800x + 10.000

Para 3 anos, temos x = 3:

y = -1.800.(3) + 10.000 y = -5.400 + 10.000


y = 4.600 u.m.
Resposta: Após três anos de uso a máquina terá um valor de 4.600 u.m.

13. O custo (C) em reais para produzir (x) unidades de um produto eletrônico é
dado por (C(x) = 18x + 4.500).
a) Qual é o custo para se produzir (1.000) unidades desse produto?
b) Para a produção do item (a), qual é o valor do custo de cada unidade do
produto?

Solução:
a)Produção de 1.000 unidades

C (1.000) = 18.(1.000) + 4.500


C (1.000) = 18.000 + 4.500
C (1.000) = R$ 22.500,00

b)Custo da unidade do produto para a produção do item (a)


R$ 2,25

14. Um vendedor recebe um salário fixo de ( R$ 300,00) por mês, mais uma
comissão de (5%) sobre as vendas que excederam a ( R$ 1.000,00 ).

a) Chamando por (y) o salário e por (x) os valores das vendas no mês,
determine a lei de formação da função que representa o
salário mensal desse vendedor.
b) Qual seria o seu salário em um mês cujas vendas atingiram ( R$
1.800,00 )?

Solução:

15. Determine a lei de formação do gráfico abaixo, referente ao preço pago P


(R$) por uma quantidade consumida (q) (cm3) de um certo produto.

P (R$)

30
20
10

0 10 20 q(cm3)

16. Após o pagamento de todos os custos na importação de um produto,


uma empresa calcula o faturamento que terá com o mesmo, usando a lei
( f(x) = 8x – 640 ), onde f(x) é o faturamento líquido de (x) unidades
vendidas. Qual a quantidade mínima que essa empresa terá de vender para
obter lucro?

17. Um indústria implantou um programa de prevenção de acidentes de


trabalho. Esse programa prevê que o número (y) de acidentes varie em
função do tempo (t) em anos, de acordo com a lei ( y = 28,8 – 3,6t). Nessas
condições, quantos anos levará para essa indústria erradicar os acidentes de
trabalho?
Solução:

Para achar o valor dos anos que levará para erradicar os acidentes de
trabalho, devemos achar o valor de “t” quando y for igual a 0.

Para y = 0, temos:

28,8 – 3,6t = 0
28,8 = 3,6t
t = 28,8/3,6
t = 6 anos

y (acidentes)

28,8

t (tempo)
0 6

18. O gráfico abaixo mostra a despesa (d) e a receita (R) mensais de uma
fábrica, em função do número de quilos vendidos, no mês, do produto que
ela fabrica.

R(q)

R(q) R$ d (q)

1000

500

0 700 q (kg)

Determine o lucro (L) obtido pela empresa, para um total vendido no mês de
(4.900kg).
1) Uma empresa apresenta a seguinte função custo de produção: C p (x) =
9,45x + 84.250 onde Cp é o custo de produção em reais de x mercadorias
e a produção máxima é de 12.000 mercadorias. Se os custos de
comerciallização são os indicados na tabela abaixo.

Custos de Comercialização
Discriminação Valores
ICMS 12%
PIS 1,65%
COFINS 3%
Comissão do 3,35%
Vendedor

E a margem de lucro praticada pela empresa é de 45%:

a) Determine o preço de venda de cada mercadoria, se o valor mínimo


deste preço deve ser o correspondente custo médio de produção de
90.000 mercadorias;
b) Monte a função receita e esboce seu gráfico;
c) Determine a função custo total e esboce seu
d) Determine o lucro obtido pela empresa se forem produzidas e
vendidas:
(I) 12.000 mercadorias;
(II) 90.000 mercadorias;
(III) 5.000 mercadorias.
e) Ache o ponto de equilíbrio entre custo e receita;
f) Esboce o gráfico das funções custo e receita juntas.

Meus tels: 8674-3315Trab: 2614-3535Casa: 2711-


1423 Obrigada, Bethina.