Vous êtes sur la page 1sur 100

A LIAHONA I n d ic e por A ssuntos e O radores

Janeiro de 1988 Volum e 41 n? 1


PB M A 88O IPO - São P au lo - Brasil
Os assuntos abaixo, são Os oradores desta conferência
Publicação oficial em português de A Igreja de tratados em discursos iniciados são alistados abaixo em
Jesus C risto dos Santos d os Ú ltim os Dias.
R elatório d a 157? C onferência G eral Sem estral nas páginas indicadas. ordem alfabética:
de O u tu b ro de 1987.
A Prim eira Presidência:
E zra T a ft B enson, G o rd o n B. H inckley, Thom as Adversidade 6, 14, 57, 91 Ashton, Marvin J. 18
S. M onson
Q uorum dos Doze: África 23 Backman, Robert L. 59
M arion G . Rom ney, H ow ard W . H u n ter, Boyd
K. P acker, M arvin J. A sh to n , L. T om Perry,
Alegria 94 Ballard, M. Russell 77
David B. H aight, Jam es E. F au st, Neal A.
M axwell, Russell M . N elson, Dallin H . O aks,
Amor 18, 28, 65 Benson, Ezra Taft 3, 46, 82
M . Russell Ballard, Joseph B. W irthlin Arrependimento 14,91 Bradford, William R. 74
C onsultores: H ugh W . Pin n o ck , G ene R. C o o k ,
W illiam R. B radford, Keith W . W ilcox Auto-suficiência 77 Doxey, Joanne B. 88
E ditor: H ugh W . Pinnock Casamento 46, 84 Evans, Joy F. 91
D iretor das Revistas da Igreja:
R onald L. K nighton Comemorações 69 Faust, James E. 31
International M agazines: Conforto 28 Featherstone, Vaughn J. 25
E ditor G erente: L arry A. Hiller
E ditor A ssociado: David M itchell Constituição dos EUA 3 Haight, David B. 11
E ditora Assistente: A nn Laem m len Crianças 46 Hinckley, Gordon B. 42, 53
Seção Infantil: D iane Brinkm an
L ayout e desenhos: N. Kay Stevenson, Sharri
Crescimento da Igreja 53, 80 Hunter, Howard W. 57
C ook Dons do Espírito 18 Larsen, Dean L. 9
P rodução: Reginald J. C hristensen, Sydney N.
M cD onald Ensino 84,88 Martin, Douglas L. 21
G erente de M arketing: T hom as L. Peterson Escotismo 25 Maxwell, Neal A. 28
A Liahona:
D iretor R esponsável: José M aria C arleto Espiritualidade 9,59 Monson, Thomas S. 39, 65
E ditor: P aulo Dias M achado Eva 84 Morrison, Alexander B. 23
T ra d u çã o e N otícias Locais:
Flavia G . E rbolato Expiação 62,94 Nelson, Russell M. 35, 84
P ro d u ç ão G ráfica:
D ario M ingorance
Família 84, 88 Oaks, Dallin H. 62
A ssinaturas: C arlos T ad eu de C am pos Fé 39, 53, 57, 91 Pace, Glenn L. 37
C apa: Sede d a Igreja na C idade do Lago
Salgado
Honestidade 11 Packer, Boyd K. 14
R E G IS T R O : E stá a s s e n ta d o n o c a d a s tro d a D IV IS Ã O
Jesus Cristo 28, 62, 65, 82 Perry, L. Tom 69
D E C E N S U R A D E D IV E R S Õ E S P Ú B L IC A S , d o
D .P .F ., s o b n? 1 1 5 1 -P 2 0 9 /7 3 d e a c o rd o c om a s n o rm as
Juventude 25, 37, 42 Porter, L. Aldin 72
em vig o r.
S U B S C R IÇ Õ E S : T o d a a c o rre sp o n d ê n c ia so b re
Líderes 72 Richards, Franklin D. 80
a ss in a tu ra s d e v e rá ser e n d e re ç a d a a o D e p a rta m e n to de
A s s in a tu ra s , C a ix a P o s ta l 26023, S ão P a u lo , S P . P re ço Maternidade 46, 84, 88 Sorensen, Lynn A. 76
d a a ss in a tu ra a n u a l p a r a o B rasil: CzS 265,00; p a ra
P o rtu g a l — C e n tro de D istrib u iç ã o P o rtu g a l L isb o a, Moralidade 11,91 Winder, Barbara W. 94
A v e n id a A lm ira n te G a g o C o u tin h o 93 — 1700 L isb o a.
A s s in a tu ra A n u a l E sc. 550; p a r a o e x te rio r, sim ples: Mulheres 84, 88, 91 Wirthlin, Joseph B. 6
U S$ 5,00; a é re a , U S $ 10,00. P re ç o d e e x em p la r em
n o ssa ag ê n c ia : C z$ 25,00. Mundanismo 37,74
A s m u d a n ç a s d e e n d e re ç o devem ser co m u n ica d a s
in d ic a n d o -se o a n tig o e o n o v o end e reç o . Obediência 72, 77, 84
A L IA H O N A — © 1977 pela C o rp o ra ç ã o d b P re sid e n te
de A Ig re ja de J e su s C risto d o s S a n to s d o s Ú ltim o s
D ias. T o d o s o s d ire ito s re serv ad o s. E d ição B rasileira d o
Obra Missionária 2 1 ,2 3 ,3 9 ,5 3 ,5 9 ,
“ In te rn a tio n a l M a g a z in e ” d e A Ig re ja d e Je su s C risto 77, 80
d o s S a n to s d o s Ú ltim o s D ias, a ch a -se re g istra d a so b o
n ú m e ro 93 d o L iv ro B, n? 1, d e M a trícu las e O fic in a s
Im p re sso ra s de Jo rn a is e P e rió d ic o s, c o n fo rm e o
O Livro de Mórmon 59, 82
D e c re to n ? 4857, d e 9-11-1930. A L ia h o n a , revista
in te rn a c io n a l d e A Ig re ja de Je su s C risto d o s S a n to s dos
Oração 18,84
Ú ltim o s D ias é p u b lic a d a m e n salm e n te em ch in ê s,
h o la n d ê s , d in a m a rq u ê s , inglês, fin la n d ê s, fra n cê s,
Paternidade 46
a le m ã o , ita lia n o , ja p o n ê s , c o re a n o , no ru e g u ês,
p o rtu g u ê s , s a m o a n o , e s p a n h o l, suec o e to n g a n ês; Perdão 14
b im e n sa lm e n te em in d o n é sio , ta itia n o e taila n d ê s; e
trim e stra lm e n te em islan d ês. C o m p o siçã o : H O M A R T Perseverança 6
F o to c o m p o s iç ã o e A rtes G rá fic a s L td a . - R u a R o ch a ,
288 - F o n e : 289-7279 - F o to lito s e Im p re ssã o : E d ito ra Profanidade 42
G rá fic a M .N .J . L td a . - R u a C a p is tra n o de A b re u , 210 -
F o n e : 418-4071 - J o rd a n ó p o lis - S . B .C . - S P . D ev id o à Profetas 72
o rie n ta ç ã o seg u id a p o r e sta rev ista , re se rv am o -n o s o
d ire ito d e p u b lic a r so m e n te os a rtig o s so licita d o s pe la Responsabilidade 35,46
re d a ç ã o . N ã o o b s ta n te , s e rão bem -v in d a s as
c o la b o ra ç õ e s p a ra a p re c ia ç ã o d a re d a ç ã o e d a eq u ip e Sacerdócio 35, 46, 84
in te rn a c io n a l d o “ I n te rn a tio n a l M a g az in e ” .
C o la b o ra ç õ e s e s p o n tâ n e a s e m a té ria s dos
c o rre sp o n d e n te s e s ta rã o su je ita s a a d a p ta ç õ e s e d ito ria is.
Sacrifício 74, 77
R e d a ç ã o e A d m in is tra ç ã o : A v. P ro f. F ra n cisc o M o ra to ,
2 .4 3 0 - T e le fo n e (011) 814-2277.
Satanás 31
Serviço 2 1 ,2 3 ,7 4 ,8 0
Published m onthly by the C orporation o f the President o f
T he Church o f Jesus Christ o f Latter-day Saints. Tentação 31,37
A pplication to mail at second class postage rates is pending
at Salt Lake City, U tah. Subscription price $9.00 a year.
Testemunho 53, 59, 76, 82
$1.00 per single copy. T hirty days’ notice required for change
o f address. W hen ordering a change, include address label
Tradições 69
from a recent issue; changes cannot be m ade unless both the
old address and the new are included. Send subscriptions
Verdade 9
and queries to Church Magazines, 50 East N orth Temple
Stree, Salt Lake City, U tah 84150, United States o f A merica.
Subscription inform ation telephone num ber 801-531-2947.
PO STM ASTER: Send form 3579 to A Liahona at 50 East
N orth Temple Street, Salt Lake City, U tah 84150, United
States o f America.
ÍNDICE
2 R e l a t ó r i o d a 157“ C o n fe r ê n c ia G e r a l Sessão M a t u t in a d e D o m in g o

Semestral d e A I greja d e J esus C risto dos 53 “S enhor , A crescent a-n o s a F é ”


Sa n t o s dos Últim os D ias . Presidente Gordon B. Hinckley
57 P o rtas Q ue S e A brem — P o rtas Q ue S e Fech am
Sessão M a t u t in a d e Sábado Presidente H oward W. Hunter
3 N ossa C onstituição D ivina 59 “C h a m a d o s a Se r v ir ”
Presidente Ezra Taft Benson Élder Robert L. Back man
6 N unca D esistais 62 “A L u z EA Vida d o M undo
Elder Joseph B. Wirthlin Élder Dallin H. Oaks
9 O lh ar A l é m d o M a r c o 65 Uma P orta C h a m a d a A m or
Élder Dean L. Larsen Presidente Thomas S. Monson
11 É tica e H onestidade
Élder D avid B. Haight S e s s ã o Ve s p e r t in a de D o m in g o

14 O Bá r b a r o d e G ileade 69 Uma C e le bração S ignificativa


Élder B oyd K. Packer Élder L. Tom Perry
72 Seguir a os I r m ã os
S e s s ã o Ve s p e r t in a de Sábado Élder L. Aldin Porter
17 A po io a o s O ficiais da I greja 74 S er viço A bnegado
Presidente Gordon B. Hinckley Élder William R. Bradford
18 P o is HÁ M uitos D ons 76 “E u I rei e C umprirei ... ”
Élder Marvin J. Ashton Élder Lynn A. Sorensen
21 A Ser viço d o Senhor 77 S/l CRIFÍCIO E A UTO-SUFICIÊNCIA
Élder Douglas J. Martin Élder M. Russell Ballard
23 A A lvo rad a d e um N o v o D ia na Á frica 80 O p o r t u n i d a d e s d e S e r v ir
Élder Alexander B. Morrison Élder Franklin D. Richards
25 Um D e f e n s o r d a J u v e n t u d e 82 “ Vin d e a C r isto ”
Élder Vaughn J. Featherstone Presidente Ezra Taft Benson
28 “ T oda via E stás A l i ”
Élder Neal A . M axwell R e u n iã o G eral das M ulheres

31 ‘ ‘O G r a n d e I m i t a d o r ’ ’ 84 O Q ue A prendem os d e E va
Élder James E. Faust Élder Russell M. Nelson
88 F ortalecer a Fam ília
S e ssão do S a c e r d ó c io Joanne B. Doxey
35 A s C ha ves d o Sa c e r d ó c i o 91 C o m o Vencer os D esafios na Vida
Élder Russell M. Nelson Joy F. Evans
37 “E les N ã o Sã o R e alm en te Felizes ” 94 E n c o n tr a r A legria na Vida
Élder Glenn L. Pace Barbara W. Winder
39 R e c o r d a ç õ e s M is s io n á r ia s
Presidente Thomas S. Monson
42 N ã o T o m a r 0 N o m e d e D e u s em V ão Participação adicional: As o raçõ e s p ro fe rid a s n a sessão m a tu tin a de s á b a d o fo ram
Presidente Gordon B. Hinckley p ro fe rid a s p o r: É ld er F. E n zio B usche e É ld e r J o h n K. C arm ack ; n a sessão
v esp ertin a d e s á b a d o p o r É ld er A ngel A b re a e É ld er F ran cis M . G ib b o n s; na
46 A o s P a is em I srael sessão d o sacerd ó c io p o r É ld er T ed E. B rew erto n e E ld er P h ilip T . S o n n tag ; n a
Presidente Ezra Taft Benson sessão m a tu tin a d e d o m in g o p o r É ld e r T h e o d o re M . B u rto n e B ispo H en ry B.
E yring; n a sessão v esp ertin a de d o m in g o p o r É ld er J o h n H . G ro b erg e É ld er
R o y d en G . D errick e n a R eu n ião G eral d as M u lh eres p o r P atricia K. G rah am e
K ath leen L ü b e ck . A u to rid a d e s G erais q u e n ã o co m p arece ram à co n ferê n cia geral:
P re sid e n te M ario n G . R o m n ey , É ld er Y o sh ih ik o K ik u ch i e É ld er J o h n H .
V an d en b erg .
F o to s d este n ú m e ro ficaram a ca rg o d a S eção d e F o to g ra fia s d o P la n e ja m e n to e
D esen v o lv im en to d e A u d io v isu ais d a Ig reja: Je d . A . C la rk , fo tó g ra fo -c h efe;
E ld o n K. L in sc h o ten , P h ilip S. S h u rtle ff e W eid en A n d ersen , au x iliad o s p o r
C raig D im o n d . F o to d a c a p a p o r R oyce Bair.
R elatório da 157? Conferência
Gera l S em estra l de
A Igreja de J esus Cristo dos
Santos dos Últim os Dias
Sermões e Procedimentos dos dias 3 e 4 de outubro de 1987,
no Tabernáculo da Praça do Templo, Cidade do Lago Salgado, Utah.

L
endo o Livro de Mórmon, passada, e esses desafios crescerão John H. Vandenberg, membro
um crescente número de tanto espiritual como emérito do Primeiro Quorum dos
pessoas tem-se convencido de temporalmente. Temos de manter­ Setenta.
que Jesus é o Cristo. Agora mos achegados a Cristo, assumir seu Os procedimentos da conferência
precisamos de um número crescente nome diariamente, lembrá-lo sempre foram televisionados e transmitidos
que use o Livro de Mórmon para e guardar seus mandamentos” , via satélite para muitos grupos de
comprometer-se com Cristo. declarou o Presidente Benson. membros da Igreja espalhados pelos
Precisamos ser convencidos e nos O Presidente Benson presidiu os Estados Unidos e Canadá.
comprometermos” , insistiu o dois dias de conferência geral. As Videotapes da conferência estarão
Presidente Ezra Taft Benson, na sessões foram dirigidas pelo disponíveis na maioria das outras
última sessão da conferência geral de Presidente Gordon B. Hinckley, partes do mundo.
outubro. primeiro conselheiro, e Presidente Uma semana antes da conferência
“ Voltemos a reler continuamente Thomas S. Monson, segundo geral, no dia 26 de setembro,
o Livro de Mórmon, para virmos conselheiro na Primeira Presidência. realizou-se a Reunião Geral das
mais plenamente a Cristo, estarmos Estiveram presentes todas as Mulheres, transmitida via satélite
comprometidos com ele, Autoridades Gerais, com exceção do para centros de recepção nos
centralizados e consumidos nele. Presidente Marion G. Romney, Estados Unidos e Canadá. Os
Encontramos o adversário todos presidente do Quorum dos Doze; discursos dessa reunião foram
os dias. Os desafios desta época Élder Yoshihiko Kikuchi, presidente incluídos neste número.
rivalizam com os de qualquer era da Missão Havaí Honolulu; e Élder — Os Editores

2
SESSÃO MATUTINA DE SÁBADO estas coisas possam vir.” (3 Néfi 21:4.)
3 de outubro de 1987 A América, terra da liberdade, deveria
ser a base de operações do Senhor, nos
últimos dias, para sua igreja

nossa Constituição D ivina restaurada.


A Declaração de Independência
confirmou a fé e confiança em Deus
Presidente Ezra Taft Benson dos patriotas fundadores, nestas
palavras: “ Temos essas Verdades
evidentes por si próprias, de que todos
os homens são criados iguais, dotados
“Nosso Pai Celeste planejou o surgimento dos por seu Criador com certos direitos
fundadores de nossa nação e sua forma de governo, como inalienáveis, estando entre eles a Vida,
prólogo necessário à restauração do evangelho. ” Liberdade e a busca da Felicidade.”
Doutrina & Convênios estabelece:
“ Cremos que nenhum governo pode
Desejo, portanto, falar-vos a existir em paz, a não ser que tais leis
respeito de nossa Constituição divina sejam feitas e conservadas invioláveis,
que, diz o Senhor, “ pertence à de modo a garantir a todo indivíduo o
humanidade toda" (D&C 98:5), “ e livre exercício de consciência, o direito
(deve) ser (mantida) para os direitos e a e controle de propriedade e a proteção
proteção de toda carne, de acordo com devida.” (D&C 134:2.) Vida,
os princípios justos e santos” . (D&C liberdade, propriedade — os três
101:77; grifo nosso.) grandes direitos do homem.
A Constituição dos Estados Unidos Em sua conclusão, diz a Declaração
tem servido de modelo para muitas de Independência: “ E em defesa desta
nações e é a mais antiga em uso hoje. Declaração, com a firme confiança na
“ Estabeleci, pelas mãos de homens proteção da Providência Divina,
sábios que ergui para esse fim, a empenhamos mutuamente um ao
Constituição desta terra” , disse o outro nossa vida, nossa Fortuna e
Senhor. (D&C 101:80.) nossa sagrada H onra.” Esta
O Senhor conservou a América Declaração foi uma promessa que
oculta na cavidade de sua mão durante exigiria terríveis sacrifícios da parte de
séculos, até chegar o tempo certo de seus signatários. Cinco deles foram
torná-la conhecida para seu destino capturados como traidores e
nos últimos dias. “ É prudente que não torturados antes de morrer. As casas
eus amados irmãos e irmãs, chegue esta terra ao conhecimento de de doze foram saqueadas e

M quão gloriosa é a bênção de


estarmos congregados em mais
uma grande conferência geral da
Igreja. Solicito-vos o benefício de
outras nações” , dizia Léhi, “ pois que
muitas nações ocupariam a terra, de
modo a não deixarem lugar para uma
herança.” (2 Néfi 1:8.)
incendiadas. Dois perderam filhos na
Guerra da Independência, os dois
filhos de outro foram feitos
prisioneiros. Nove morreram em
vossa fé e orações ao falar-vos sobre No seu devido tempo, o Espírito do conseqüência de ferimentos ou
um assunto muito caro ao meu Senhor “ agiu” sobre Colombo, os privações da guerra. Disse o Senhor:
coração e que afeta a Igreja imigrantes puritanos ingleses e outros, “ Redimi a terra pelo derramamento de
mundialmente. induzindo-os a virem para a América. sangue.” (D&C 101:80.) E Néfi
Celebramos recentemente o Eles testificaram da intervenção divina declara que os fundadores “ foram
bicentenário da assinatura da em seu favor. (Vide 1 Néfi 13:12-13.) salvos das mãos de todas as outras
Constituição dos Estados Unidos. Isto Diz o Livro de Mórmon que eles se nações” . (1 Néfi 13:19.)
comemorou o início de uma série de humilharam “ diante do Senhor; e o Os anos imediatamente anteriores à
acontecimentos que levaram à poder do Senhor estava com eles” . (1 Convenção Constitucional foram
ratificação da Constituição, Néfi 13:16.) repletos de desapontamentos e
implementação do governo por ela Nosso Pai Celeste planejou o ameaças à recém-conquistada paz. A
criado e à redação e ratificação da surgimento dos fundadores de nossa Washington ofereceram a monarquia
Carta de Direitos. Aguardamos nação e sua forma de governo, como que ele recusou veementemente. Néfi
ansiosamente a futura comemoração prólogo necessário à restauração do profetizara centenas de anos antes que
desses importantes eventos dentro dos evangelho. Lembrai-vos do que nosso “ esta terra será uma terra de liberdade
próximos quatro anos. É em Salvador Jesus Cristo disse há quase para os gentios e não haverá reis sobre
conseqüência deles que nos podemos dois mil anos, quando visitou esta terra a terra” . (2 Néfi 10:11; grifo nosso.)
reunir em paz hoje em dia, como prometida: “ Porque está na sabedoria Entre os críticos anos de 1783 a
membros da Igreja de Jesus Cristo do Pai que eles se estabeleçam nesta 1787, um estranho, observando os
restaurada. Por tudo isso deveríamos terra e sejam instituídos como um Estados Unidos de fora, certamente
todos ser eternamente gratos. povo livre, pelo poder do Pai, para que julgaria inviável que treze estados tão
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 3
Constituição foi ratificada por nove
estados, para os quais, assim se tornou
obrigatória. A profecia estava
cumprida.
Em seu primeiro discurso de posse
em 1789, dizia o presidente George
Washington, um homem suscitado por
Deus: “ Nenhum povo está mais
obrigado a reconhecer e adorar a Mão
Invisível que dirige os negócios dos
homens que o povo dos Estados
Unidos. Cada passo pelo qual
avançaram para o caráter de nação
independente, parece ter sido
distinguido por alguma prova de
mediação providencial.” {First
Inaugural Address, 30 de abril de
1789.)
De acordo com o sexto artigo da
Constituição, o primeiro ato aprovado
pelo Congresso e assinado pelo
Presidente Washington a 1? de junho
de 1789, foi o juramento de obediência
à Constituição a ser prestado por
diversos oficiais governamentais.
A oração dedicatória do Templo de
Kirtland, conforme ditada pelo Senhor
e que consta de Doutrina & Convênios,
diz: “ Que os princípios que foram
defendidos com tanta honra e nobreza
diferentes pudessem chegar inspiração celestial. James Madison, por nossos pais, ou seja, a
efetivamente a uma união. Os poderes muitas vezes considerado o pai da Constituição da nossa terra, sejam
mundiais estavam convencidos de que Constituição, escreveu: “ É impossível estabelecidos para sempre.” (D&C
essa nação não duraria. ao homem de ponderação piedosa 109:54.)
Finalmente, doze dos estados se deixar de perceber nela o dedo da mão Pouco depois de tornar-se
reuniram em Filadélfia para resolver o Onipotente que tão freqüente e Presidente da Igreja, o Presidente
problema. Madison declarou no início patentemente se tem estendido em Spencer W. Kimball designou-me a
da Convenção, que os delegados nosso socorro nos estágios críticos da pesquisar no arquivo do Templo de St.
“ estavam agora elaborando um plano revolução.” {TheFederalist, ed. Henry George, esses antigos registros.
que, em sua aplicação, decidiria para Cabot Lodge, New York: G. P. Realizou-se assim, um velho sonho que
sempre o destino do Governo Putnam ’s Sons, 1983, n? 37, p. 222.) eu tinha desde que soube da visita dos
Republicano” . (26 de junho de 1787, Alexander Hamilton, famoso como Pais Fundadores* ao Templo de St.
Records o f the Federal Convention-, iniciador dos escritos do The Federalist George. Vi, com meus próprios olhos,
1911, 1:423.) e autor de cinqüenta e um dos ensaios, o registro da obra realizada a favor dos
“ O Senhor tudo sabe, desde o declarou: “ De minha própria parte, fundadores desta grande nação, a
começo” , dizia Néfi. “ Portanto, ele considero-a sinceramente um sistema começar por George Washington.
prepara o caminho pelo qual devem ser que, sem o dedo de Deu», jamais Imaginai só — os Pais Fundadores
cumpridas todas as suas palavras entre poderia ser sugerido e aceito por desta nação, aqueles grandes homens,
os filhos dos homens.” (1 Néfi 9:6.) interesses tão diversos.” (Paul L. Ford, apareceram dentro daquelas paredes
Quatro meses mais tarde, os Essays on the Constitution o f the sagradas, para que se executassem por
convencionais haviam terminado sua United States, 1892, pp. 251-252.) eles as ordenanças vicárias.
tarefa. Conforme disse Gladstone, foi Charles Pinckney, participante O Presidente Wilford W oodruff se
“ a mais maravilhosa obra já forjada muito ativo e autor do Plano Pinckney refere a esse incidente com estas
pelo cérebro e propósito humano” durante a Convenção, disse: “ Quando palavras: “ Antes de eu deixar St.
(William Gladstone, North American a grande obra estava feita e publicada, George, os espíritos dos mortos me
Review, Sept.-Oct. 1878, pp. 185-186), fui tomado de assombro. Nada menos cercaram, querendo saber por que não
e o Profeta Joseph Smith chamou-a de que a supervisora Mão da Providência os redimíamos, dizendo: “ Tendes
“ um estandarte glorioso... uma que tão miraculosamente nos amparou usado a Casa de Endowment por
bandeira celestial” . (Ensinamentos do durante a guerra... poderia torná-la vários anos, e ainda assim nada fizestes
Profeta Joseph Smith, comp. Joseph tão completa, em seu conjunto.”
* É o nome pelo qual o povo americano designa
Fielding Smith, p. 143.) {Essays on the Constitution, p. 412.) todos os que elaboraram e assinaram a
Os delegados foram recipientes de No espaço de dez meses, a Constituição Americana. N. do t.

4
por nós. Lançamos o fundamento do
governo que agora usufruis e jamais
apostatamos dele, mas permanecemos
fiéis a ele e a Deus.” ” (The Discourses
o f Wilford Woodruff, sei. G. Homer
Durham, Salt Lake City: Bookcraft,
1946, p. 160.)
Depois de tornar-se Presidente da
Igreja, Wildord W oodruff declarou
que “ os homens que lançaram o
fundamento deste governo americano,
eram os melhores espíritos que o Deus
dos céus pôde encontrar na face da
terra. Eram espíritos escolhidos... (e)
foram inspirados pelo Senhor.”
(Conference Report, abril de 1898,
p. 89.)
Infelizmente, como nação,
apostatamos, em vários graus, de
diversos dos princípios constitucionais
proclamados pelos inspirados Pais
Fundadores. Estamo-nos aproximando
celeremente do momento profetizado
por Joseph Smith, quando disse: “ Até
mesmo esta nação estará na iminência
de fazer-se em pedaços e desmoronar;
e quando a Constituição estiver à beira
da ruína, este povo será o bordão no
qual a nação há de apoiar-se, e eles Elder James E. Faust, do Conselho dos Doze, com Presidente Ezra Tafl Benson.
resgatarão a Constituição prestes a ser
destruída.” (19 de julho de 1840, e orientação de nosso Pai Celeste? serão varridas quando a plenitude de
conforme registrado por Martha Jane Primeiro e acima de tudo, temos de sua ira vier sobre elas. E a plenitude de
Knowlton Coray; manuscrito em ser justos. sua ira virá sobre elas quando
poder do Escritório do Historiador da Dizia John Adams: “ Nossa houverem amadurecido em
Igreja, Cidade do Lago Salgado.) Constituição foi feita unicamente para iniqüidade.” (Éter 2:9.)
Nossos antepassados sofreram e se um povo moral e religioso. Ela é Duas grandes civilizações cristãs
sacrificaram durante séculos para que absolutamente inadequada para o americanas — os jareditas e os nefitas
recebêssemos as bênçãos da liberdade. governo de qualquer outro.” (The — foram varridas deste país por não
Se eles se dispuseram a tamanho Works o f John Adams, ed. C. F. “ servirem ao Deus da terra, Jesus
sacrifício para que fôssemos um povo Adams, Boston: Little, Brown Co., Cristo” . (Éter 2:12.) O que será da
livre, não deveríamos estar dispostos a 1851, 4:31.) Para que a Constituição nossa civilização?
fazer o mesmo para conservar essa tenha continuidade, é preciso que esta Segundo, precisamos conhecer os
liberdade para nós próprios e para as nação americana e, particularmente, os princípios da Constituição na tradição
gerações futuras? santos dos últimos dias sejam dos Pais Fundadores.
Unicamente nesta terra virtuosos. Nós lemos os escritos do The
preordenada, sob a Constituição O Livro de Mormon nos adverte a Federalisü Estamos lendo a
inspirada por Deus e o resultante respeito do viver nesta terra livre: Constituição e ponderando-a? Somos
ambiente de liberdade, foi possível “ Portanto, esta terra é consagrada conhecedores de seus princípios?
estabelecer-se a igreja restaurada. Cabe àqueles que ele trouxer. E se eles o Estamos vivendo esses princípios e
a nós a responsabilidade de cuidar para servirem, de acordo com os seus ensinando-os a outros? Seríamos
que essa liberdade se perpetue, a fim mandamentos, será uma terra de capazes de defender a Constituição?
de que a Igreja floresça mais liberdade para eles; e, portanto, não De reconhecer quando uma lei é
facilmente no futuro. serão mais levados cativos; e se forem inconstitucional? Estamos a par do
Disse o Senhor: “ Portanto, eu, o será por causa da iniqüidade; porque que os profetas têm dito a respeito da
Senhor, vos justifico, e aos vossos se houver muita iniqüidade, o país será Constituição e das ameaças a ela?
irmãos da minha igreja, no apoio à lei maldito para eles; será, porém, sempre Conforme dizia Jefferson: “ Se uma
que é a lei constitucional do país.” bendito para os justos.” (2 Néfi 1:7.) nação espera ser ignorante e livre... ela
(D&C 98:6.) “ Assim” , adverte Morôni, espera o que nunca foi nem será
Qual, então, a melhor maneira de “ podemos ver os decretos de Deus possível.” (Carta dirigida ao Cel.
prestigiarmos a Constituição nesta relativos a esta terra, que é uma terra Charles Yancey, 6 de janeiro de 1816.)
hora crítica, assegurarmos as bênçãos de promissão; e todas as nações que a Terceiro, precisamos ser civicamente
da liberdade e garantirmos a proteção possuírem deverão servir a Deus, ou ativos para assegurar que sejamos bem
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 5
representados.
Diz o Senhor que “ considera os
homens responsáveis por seus atos” Nunca D esista is
em relação ao governo, “ tanto no Élder Joseph B. Wirthlin
fazer leis como no administrá-las” . do Quorum dos Doze Apóstolos
(D&C 134:1.) Precisamos acatar este
conselho do Senhor: “ Devemos
procurar diligentemente homens “A perseverança é essencial para nós... Ela determinará
honestos e sábios, e aos homens bons e
sábios devereis apoiar; porque o que
nosso progresso na busca da exaltação. ”
for menos do que isto, provém do
m al.” (D&C 98:10.) bom. Ela nos dá esperança, ajudando-
Notai as qualidades que o Senhor -nos a perceber que os justos nunca
espera daqueles que nos devem experimentam o fracasso, a menos que
representar. Eles precisam ser bons, desistam e deixem de tentar.
sábios e honestos. Quando certas pessoas enfrentam
Quarto, temos de fazer sentir nossa uma tarefa difícil, elas abandonam
influência pelo voto, por nossas cartas, tudo o mais até que a tarefa esteja
ensino e conselho. Temos de estar terminada. Outras simplesmente
muito bem informados e depois desistem. A necessidade de
externar nossa opinião. Disse o Profeta perseverarmos está expressa nestas
Joseph Smith: “ É de nosso dever linhas:
concentrar toda nossa influência para “ Gênio é simplesmente o poder de
tornar popular o que é salutar e bom, e continuar esforçando-se. A divisa entre
impopular aquilo que é malsão. Está o fracasso e sucesso é tão delgada que
certo, politicamente, o homem que mal percebemos quando a cruzamos;
tiver influência, usá-la... Daqui por tão imperceptível que muitas vezes nos
diante manterei toda a influência que encontramos sobre ela sem o saber.
eu conseguir.” (History o f the Church, Quantas vezes um homem já
5:286.) renunciou, quando, com um
Tenho fé em que a Constituição será pouquinho mais de esforço, um pouco
salva, conforme foi profetizado por into-me honrado por seguir o mais de paciência, teria sucesso? Um
Joseph Smith. Ela será salva pelos
cidadãos justos desta nação que amam
e apreciam a liberdade. Será salva
pelos membros esclarecidos da Igreja
S Presidente Ezra Taft Benson. Eu
o amo como meu amigo e líder.
pouco mais de perseverança, um pouco
mais de esforço e um aparente fracasso
Ele é, de fato, nosso profeta, vidente etotal poderá transformar-se em
revelador. glorioso sucesso... Não existe derrota a
— entre outros — homens e mulheres No contexto de meus comentários não ser a interior, nenhuma barreira
que compreendem e apóiam os hoje, perseverança significa continuar realmente instransponível a não ser
princípios da Constituição. seguindo determinado rumo até atingir nossa própria e inerente fraqueza de
Reverencio a Constituição dos uma meta ou objetivo, a despeito de propósito.” (Autor desconhecido,
Estados Unidos como um documento obstáculos, oposição e outras Second Encyclopedia, ed. Jacob M.
sagrado. Para mim, suas palavras são influências contrárias. Qual é nosso Brand, Englewood Cliffs, N .J.:
afins das revelações de Deus, pois este curso, qual é nossa meta e quais são os Prentice Hall, Inc., 1957, p. 152.)
lhes apôs o selo de sua aprovação. obstáculos e oposição capazes de nos Encontramos numerosos exemplos
Testifico que o Deus dos céus enviou retardar ou desviar? de perseverança nas escrituras, na
alguns de seus espíritos mais escolhidos Nosso curso como membros da história secular e em nossas próprias
para lançar o fundamento deste Igreja deve ser a observância dos experiências.
governo, e atualmente mandou outros princípios e ordenanças do evangelho. Possivelmente, o mais conhecido
espíritos eleitos para ajudarem a Nossa meta, preencher a medida de exemplo de perseverança do Velho
preservá-lo. nossa criação como filhos e filhas do Testamento seja a história de Jó.
Nós, os bem-aventurados Pai Celestial — isto é, alcançar a Como sabeis, ela conta as aflições que
beneficiários da Constituição, exaltação e vida eterna. Os obstáculos acometeram um homem justo e
enfrentamos dias difíceis na América, e a oposição que enfrentamos são as considera os motivos delas. Ela não
“ uma terra escolhida entre todas as tentações e os engodos de Satanás, esclarece plenamente por que Jó, ou
outras” . (Éter 2:10.) visando frustrar a obra e glória do qualquer outra pessoa, sofre dores e
Que Deus nos dê a fé e a coragem Senhor: “ Proporcionar a imortalidade tormentos, mas deixa claro que as
demonstradas por aqueles patriotas e vida eterna ao homem.” (Moisés aflições não são necessariamente um
que empenharam a vida, a fortuna e a 1:39.) sinal da ira de Deus e castigo do
sagrada honra. Perseverança é um atributo positivo, pecado, conforme achavam os amigos
Que sejamos igualmente valentes e ativo. Não é ficar-se ociosa e de Jó. A escritura sugere que, se não
livres como eles, eu oro em nome de passivamente aguardando, na for punição, a aflição poderá servir de
Jesus Cristo. Amém. esperança de que aconteça algo de experiência, disciplina e instrução.
6
(Vide Dicionário Bíblico, sob verbete
“ Jó ” .)
Não conheço nada de que os
membros da Igreja mais necessitem do
que da convicção e perseverança de Jó.
Ele era um homem justo, que temia a
Deus e evitava todo o mal. Depois que
o Senhor permitiu a Satanás
atormentá-lo, suas aflições incluíram a
perda de seus sete filhos e três filhas, a
perda de seus bens e rebanhos, e graves
males físicos. Permanecendo fiel ao
Senhor durante todo seu indescritível
sofrimento e dor, Jó foi capaz de
dizer: “ Bendito seja o nome do
Senhor.” (Jó 1:21) “ Ainda que ele me
mate, nele esperarei... Também isto
será a minha salvação... Porque eu sei
que o meu Redentor vive, e que por
fim se levantará sobre a terra... ainda
em minha carne verei a Deus.” (Jó
13:15-16; 19:25-26.)
O resultado da perseverança de Jó A partir da esquerda: Elderes John K. Carmack, Russell C. Taylor, Robert B. Harhertson e Devere
aparece no fim da história. O Senhor Harris do Primeiro Quorum dos Setenta.
abençoou-o com filhos, saúde e muitos
bens. Ele continuou em seu curso, a não lança em rosto; e ser-lhe-á dada” , nosso Pai Celeste e Jesus Cristo,
despeito da implacável oposição, até Joseph compreendeu que tinha de recebeu instruções e conselhos de anjos
comtemplar com seus olhos o Senhor. fazer o que Tiago mandava ou, então, e outros seres celestes durante toda a
(Vide Jó 42:5.) continuar em trevas e confusão. A vida.
O Livro de Mórmon está repleto de partir do momento em que se ajoelhou A história secular também ensina o
histórias de pessoas que perseveraram em oração, enfrentou enormes princípio da perseverança. Winston
até o fim, desde Léhi e sua família até obstáculos e oposição. Primeiro, foi Churchill é conhecido por sua
Morôni, o filho de Mórmon. A vida de subjugado por um poder invisível. determinação como líder da Grã-
Morôni é particularmente instrutiva Então, diz ele, “ justamente neste -Bretanha durante a II Guerra
quanto à perseverança. Os obstáculos momento de grande alarma, vi uma Mundial. Certa ocasião, já com mais
que enfrentou podem parecer-nos coluna de luz acima de minha cabeça, idade, ele voltou à escola onde
inverossímeis. Ele viu toda a nação de um brilho superior ao do sol... estudara quando menino. Antes de sua
nefita destruída pela espada em uma Logo após esse aparecimento, vi-me chegada, o diretor dissera aos alunos:
guerra terrível, devido à iniqüidade do livre do inimigo que me havia “ O maior britânico de nossa época
povo. Seu pai e toda sua parentela e sujeitado. Quando a luz repousou visitará esta escola, e quero... que
amigos foram mortos. Ele viveu sobre mim, vi dois Personagens, cujo todos vocês estejam aqui com seu
sozinho cerca de vinte anos, talvez resplendor e glória desafiam qualquer caderno de anotações. Quero que
fugindo e se ocultando de lamanitas descrição, em pé, acima de mim... Um anotem o que ele disser, porque suas
selvagens que queriam matá-lo. (Vide deles falou-me, chamando-me pelo palavras serão algo para se lembrarem
Mórmon 8:2-7.) Não obstante, nome, e disse, apontando para o por toda a vida.” O idoso estadista
continou a manter os registros outro: — Este é o meu Filho Amado. chegou e foi apresentado. Seus óculos
conforme o pai lhe recomendara. Ouve-o.” (Joseph Smith 2:16-17.) pendiam da ponta do nariz, como de
Em virtude de sua perseverança e Esse maravilhoso acontecimento, costume. De pé, repetiu estas palavras
retidão, recebeu a ministração dos Três logo no início de seu ministério mortal, de um seu discurso inesquecível,
Nefitas a quem o Senhor permitiu provou-se um padrão na vida do proferido no Parlamento: “ Nunca,
permanecer na terra até sua segunda Profeta. Ele foi ridicularizado, nuncej, nunca desistam.” E sentou-se.
vinda. (Vide Mórmon 8:11.) Morôni violentamente atacado pelos inimigos, Esta foi sua inigualável mensagem.
cumpriu, nestes últimos dias, a divina traído por companheiros achegados em Sua mensagem merecia, de fato, ser
comissão de instruir Joseph Smith em quem confiava, separado à força de lembrada por todos os meninos que a
seu chamado como Profeta da seus entes queridos, julgado e preso ouviram e por todos nós. Jamais
Restauração, e entregar-lhe os registros sob falsos pretextos e, finalmente, devemos desistir, a despeito das
do Livro de Mórmon. assassinado como mártir pelo tentações, frustrações,
A determinação e a perseverança de populacho. No entanto, conservou-se desapontamentos ou desânimo.
Joseph Smith são outro bom exemplo. fiel ao encargo recebido, e serviu Creio que a perseverança é vital para
Depois de ler Tiago 1:5: “ Se algum de conscienciosamente em seu chamado o sucesso em qualquer empenho, seja
vós tem falta de sabedoria, peça-a a de profeta, para iniciar a dispensação ele espiritual ou temporal, grande ou
Deus, que a todos dá liberalmente, e o da plenitude dos tempos. Além de ver pequeno, público ou pessoal. Refleti
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 7
fosse realmente o Filho de Deus. Jesus
recusou-se a abusar de seu poder
divino, dizendo: “ Não tentarás o
Senhor teu Deus.” (Mateus 4:7.)
Satanás raramente desiste. Então
apelou para a propensão que provoca
a queda de pessoas invulneráveis em
outros sentidos — a fome quase
irresistível de riquezas. Satanás
mostrou-lhe todos os reinos do mundo
e ofereceu-lhos se o adorasse. Jesus
ordenou a Satanás que se retirasse
dizendo: “ Ao Senhor teu Deus
adorarás e só a ele servirás.” (Mateus
4:10.) Eis o tipo de perseverança diante
da tentação que cada um de nós pode e
deve exercer para evitar a miséria do
pecado.
Jesus perseverou durante os últimos
dias de sua vida mortal, quando o
seriamente sobre quão importante tem Desde a época do conselho pré- ânimo do povo se transformou,
sido a perseverança, ou a falta dela, -mortal, no qual Jesus se tornou o passando dos brados de “ Hosana ao
em vossos empreendimentos, como Cristo, o Messias, o Salvador de toda a Filho de Davi” , (Mateus 21:9), para o
chamados na Igreja, estudos ou humanidade, até o fim de seu reino clamor de “ Crucifica-o” (Marcos
emprego. Acredito que, milenar, ele tem perseverado e há de 15:13). Ele suportou as indignidades e
essencialmente, toda realização perseverar com perfeição, fazendo abuso físico de seu julgamento perante
significativa resulta principalmente de tudo o que o Pai ordenou. Devido a os líderes judeus e romanos. Por meio
perseverança. seu amor a nós, ofereceu-se para de sua expiação e ressurreição, deu ao
Alguns de nossos mais excelentes cumprir o plano de salvação com estas homem tanto a imortalidade como a
legados foram produzidos pela palavras: “ Pai, faça-se a tua vontade e possibilidade de vida eterna. Ele pagou
aplicação desse princípio. John Milton, seja tua a glória para sempre.” (Moisés a penalidade de nossos pecados, desde
por exemplo, estava cego quando 4:2.) Quão diferente da reação de que nos arrependamos deles. Como
escreveu o Paraíso Perdido. LtiHvvig Satanás ao mesmo plano: “ Redimirei a sou grato pelos efeitos de seu amor e
von Beethoven estava surdo, qi ndo humanidade toda, de modo que perseverança sobre mim!
terminou algumas de suas melhores nenhuma alma se perderá, e sem Provavelmente poucos de nós
composições. Abraão Lincoln era dúvida o farei; portanto, dá-me a tua enfrentaremos oposição e obstáculos
ridicularizado como rapaz honra.” (Moisés 4:1.) O conflito entre semelhantes aos encontrados pelos
desengonçado do interior, que teve as forças do bem e do mal persiste no grandes homens a que me referi.
muitos fracassos; no entanto, tornou- mundo até hoje — com Jesus Entretanto, todos nós temos nossos
-se um dos maiores e mais eloqüentes perseverando no esforço de salvar próprios desafios e provações a vencer,
presidentes dos Estados Unidos. almas, e Satanás procurando destruí- no empenho de prosseguir no rumo
Florence Nightingale dedicou a vida à -las. certo. Freqüentemente, as provações
salvação de inúmeros soldados feridos. Durante seu ministério mortal, mais importantes são as que temos de
Todas estas pessoas deixaram uma como Unigénito do Pai na carne, Jesus enfrentar e vencer particularmente em
marca pessoal permanente no mundo. ensinou novamente o evangelho. No nosso próprio coração.
Seu exemplo deve servir de esperança começo de seu ministério, vemos sua Testifico que a perseverança é
para todos nós. Tiveram êxito não só perseverança num dos mais essencial para nossa aprendizagem e
por terem sido dotados por Deus com comoventes dramas já registrados. vivência dos princípios do evangelho, e
certas qualidades, como fez a cada um Venceu galhardamente todas as que ela determinará nosso progresso
de nós em menor ou maior grau, mas tentações que Satanás conseguiu na busca da exaltação. Jesus é o
por se empenharem com perseverança. arquitetar. (Vide Mateus 4:1-11.) Cristo, o Filho de Deus. Ele dirige esta
Obviamente, o supremo exemplo de Depois de Jesus haver jejuado Igreja. Sou grato por trabalhar neste
perseverança é nosso Senhor e quarenta dias e noites, acumulando serviço e ser uma testemunha especial
Salvador Jesus Cristo, que venceu e milagrosa força interior, deu-se a de sua divindade. O evangelho foi
vencerá todo e qualquer obstáculo no batalha dos poderes rivais no deserto restaurado nestes últimos dias por
cumprimento da vontade do Pai da Judéia. Primeiro, Satanás tentou intermédio do Profeta Joseph Smith.
Celeste. Jesus é, de fato, perfeito na Jesus, apelando ao apetite básico da O Presidente Ezra Taft Benson é nosso
perseverança e nos ensinou a sermos fome, mandando-o transformar pedras profeta, vidente e revelador. Sigamos
perfeitos como ele e o Pai são em pão. Jesus ateve-se a seu curso sua comovente mensagem desta
perfeitos. (Vide 3 Néfi 12:48.) Estudar divino e recusou. Em seguida, tentou-o manhã. Presto este testemunho
a vida dele nos ajuda a aprender e a se jogar do pináculo do templo, humildemente em nome de Jesus
viver esse importante princípio. alegando que anjos o protegeriam se Cristo. Amém.
8
que apareciam entre eles com as
Olhar Além do Marco palavras claras e simples do Senhor.
Eles ultrapassavam o marco ou limites
Élder Dean L. Larsen da sabedoria e prudência, e
da Presidência do Primeiro Quorum dos Setenta obviamente não se mantinham dentro
do círculo das verdades fundamentais
do evangelho que formam a base da
“É extremamente importante que mantenhamos os olhos fé. Devem ter-se deliciado com
especulações e assuntos teóricos que
nas coisas básicas que mais importam e que terão as lhes obscureceram as verdades
maiores conseqüências eternas para nós. ” espirituais fundamentais. Fascinados
por essas “ coisas que não podiam
compreender” , perderam o
nos mantermos dentro da linha entendimento e a fé no papel
demarcada. redentor do verdadeiro Messias, e o
Recentemente, lendo o capítulo propósito da vida se lhes tornou
quatro de Jacó no Livro de Mórmon, confuso. Um estudo da história de
passei a ponderar essas experiências de Israel confirmará as alegações de Jacó.
minha juventude. Nessa parte de seu Parece-me que toda geração
registro, Jacó fala dos israelitas antigos enfrenta seus desafios com o “ olhar
que se meteram em grandes para além do marco” . O Apóstolo
dificuldades: “ Mas eis que... Paulo preocupava-se com aqueles que
desprezaram as palavras ditas com ajudara a adquirir um testemunho de
clareza, mataram os profetas e Jesus Cristo. Paulo recomendou a Tito
procuraram coisas que não podiam que evitasse “ questões loucas... e
compreender. Portanto, devido à contendas, e... debates acerca da lei;
cegueira que lhes veio, por olhar para porque são cousas inúteis e vãs” . (Tito
além do marco, terão que cair.” (Jacó 3:9.)
4:14; grifo nosso.) A Timóteo escreveu ele:
As expressões figuradas, como essa “ Que pregues a palavra, instes a
usada por Jacó em seu escrito — tempo e fora de tempo, redarguas,
“ olhar para além do marco” — repreendas, exortes, com toda a
geralmente provên 'e alguma coisa longanimidade e doutrina.

Q
uando eu era jovem, adorava comum e familiar àqueles a quem são Porque virá tempo em que não
participar de atividades dirigidas. Todo idioma e toda cultura sofrerão a sã doutrina; mas, tendo
desportivas de vários tipos. possuem expressões idiomáticas comichão nos ouvidos, amontoarão
Nunca fui muito bom nessas coisas, similares. para si doutores conforme as suas
mas isto não diminuía meu interesse Fiquei imaginando o que Jacó teria próprias concupiscências;
nem a satisfação proveniente de minha em mente, de fato, referindo-se a E desviarão os ouvidos da verdade,
participação. As que mais me “ olhar para além do marco” ao voltando às fábulas.” (II Timóteo 4:2-
interessavam eram as modalidades descrever uma falha comum na antiga -4.)
atléticas de pista e campo. Como Israel. Conforme já mencionei, as Antes, Paulo havia aconselhado
estudante, competi em corridas de palavras de Jacó trouxeram-me à Timóteo: “ Nem se dêem a fábulas ou
obstáculos, bem como no lançamento mente experiências de certos eventos a genealogias intermináveis, que mais
de peso e arremesso de disco. As desportivos de minha mocidade, nos produzem questões do que edificação
últimas duas modalidades exigiam que quais era tão importante manter-se de Deus, que consiste na fé.” (I
o atleta fizesse o arremesso do interior dentro do “ marco” . A força, o Timóteo 1:4.)
de um círculo demarcado no campo. empenho e a perícia que um Ficando a imaginar como nós nos
Enquanto se mantivesse dentro do competidor aplicasse nas provas que poderemos proteger atualmente do “ ir
círculo durante o lance, este valia para acabo de descrever, de nada valiam se além do marco” , resolvi fazer várias
a contagem de pontos. Se pusesse um não se mantivesse dentro do círculo ou coisas que compartilharei convosco
pé fora dele, sua tentativa era “ marco” . para que possais aplicá-las como
desqualificada como falta. Em geral, Jacó fala de um povo que se colocou quiserdes em vossa vida.
permitiam-se três lances preliminares em sério risco nas coisas espirituais por Dedicarei mais tempo e atenção ao
em cada modalidade, seguidos de não querer aceitar os princípios simples estudo e ponderação das escrituras
outros três para aqueles cujos e fundamentais da verdade. propriamente ditas, do que a
resultados eram suficientes para Entretinham-se e intrigavam-se com comentários e críticas de autoria
qualificá-los para as finais. Se o “ coisas que não podiam alheia. Assim fazendo, estarei mais
participante errasse as três tentativas, compreender” ; aparentemente sofriam aberto ao Espírito do Senhor, a fim de
estava fora da competição. de certa pseudo-sofisticação e poder entender tais coisas por mim
Nós que participávamos desses esnobismo que lhes davam um falso mesmo. Diz Jacó: “ Pois o Espírito
esportes aprendemos a importância de senso de superioridade sobre aqueles fala a verdade e não mente. Portanto,
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 9
buscar estes novos horizontes, hei de
sempre querer voltar ao círculo de
minha estabelecida fé, e nutrir
continuamente essa fé com o estudo
piedoso das verdades reveladas de
Deus.
Nas muitas horas que passei,
quando moço, exercitando-me para
aperfeiçoar meu desempenho no
lançamento de peso, às vezes
ultrapassava o círculo demarcado para
praticar determinada técnica ou
detalhe. Aprendi, entretanto, que a
menos que meu estratagema me
permitisse ficar dentro do “ marco”
durante a competição, de nada valeria.
As analogias raramente são
perfeitas, e a que usei provavelmente o
seja menos que outras. Às vezes,
entretanto, é proveitoso analisarmos
nossa situação em termos de uma
comparação assim singela.
Existem outras maneiras de muitos
de nós olharmos para além do marco.
Vez por outra concentramos a atenção
e as energias excessivamente nas
necessidades temporais, não só para
nosso agrado e satisfação dos apetites
físicos, mas também para obter
reconhecimento, posição e poder.
Podemo-nos deixar consumir a tal
ponto pela busca destas coisas, que
sacrificamos o encanto e a contínua
paz mental encontrados no bem-estar
espiritual, no bem cultivado
relacionamento familiar, e no amor e
respeito de amigos e companheiros.
Muitas vezes permitimos que as
exigências estritas da rotina diária
fala das coisas como realmente são e menos com a data e o lugar exatos da amorteçam nosso apreço pela beleza
como realmente serão; assim, estas aparição de Pedro, Tiago e João, a fim das criações de Deus e pelas influências
coisas nos são manifestadas claramente de restaurarem essa divina autoridade e refinadoras que nos cercam por todos
para a salvação de nossas almas.” poder. os lados. Deixamos de sentir o senso de
(Jacó 4:13.) Penso em procurar lembrar-me mais realização decorrente do
Estou muito mais interessado em consistentemente do perfeito padrão de desenvolvimento de dons e talentos
entender as admoestações de Samuel, o relacionamento humano demonstrado com que fomos aquinhoados. Não nos
Lamanita, quando, de pé nas muralhas pelo Salvador em sua própria vida, e achegamos suficientemente ao Senhor
de Zarahemla, chamou ao me esforçarei mais para imitar esse para conhecê-lo e sentir seu amor
arrependimento os rebeldes nefitas, do padrão de solicitude, amor e sacrifício. redentor.
que em identificar a localização dessa Vou procurar ser mais diligente no No mundo complicado de hoje, com
cidade na geografia atual. ensino do que o Salvador quer que eu sua diversidade de exigências e, às
Estou mais vitalmente interessado ensine, e preocupar-me menos em vezes, vozes perturbadoras, é
em qual foi a comissão do Pai e do ventilar minhas próprias tendências. Se extremamente importante que
Filho a Joseph Smith, e nos frutos de for influenciar outros, quero fazê-lo mantenhamos os olhos nas coisas
seus labores proféticos, do que se em prol das coisas que promovam a fé básicas que mais importam e que terão
mencionou ou não um ou dois em lugar de inquietá-los com as maiores conseqüências eternas para
personagens divinos em seu relato especulações e questões impossíveis de nós.
original da Primeira Visão. resolver. Que Deus nos ajude a assim agir e a
Farei maior empenho em ser digno Acho que não refrearei o sadio não olharmos para além do marco, eu
de portar um ofício ordenado no apetite de conhecimento, de alcançar oro sinceramente em nome de Jesus
sacerdócio de Deus, preocupando-me novos níveis de discernimento. Mas ao Cristo. Amém.
10
América e a restauração do Evangelho
E tica e H onestidade de Jesus Cristo — ambos apoiando-se
mutuamente de maneira significativa.
Além da inspiração divina, os dois
Élder David B. Haight precisaram da adesão de pessoas
Do Quorum dos Doze Apóstolos honestas e virtuosas, para que se
realizassem seus propósitos divinos.
Atribuímos o surgimento da nação
“Nós corremos o risco de perder tanto a liberdade americana e sua sobrevivência a dois
fatores vitais. Primeiro, Deus amparou
doméstica como a salvação eterna, se baldarmos, por os esforços dos que fundaram a
ganância e avareza, as restrições éticas e morais inerentes à república. James Madison,
Constituição deste país e ao Evangelho de Jesus Cristo. ” considerado o pai da Constituição e a
quem o Presidente Benson se referiu
esta manhã, declarou: “ É impossível
das escrituras. ao homem de ponderação religiosa,
Esse mesmo desejo de viver os deixar de perceber (na Constituição) o
princípios cristãos era patente em dedo da mão Onipotente que tão
Aurelia Rogers, educada nas planícies, freqüente e patentemente se tem
e que fundou a primeira organização estendido em nosso socorro (no
da Primária da Igreja. Ela se estabelecimento de nossa república).”
preocupava com o caráter moral e (The Federalist, n? 37, New York City,
desenvolvimento social das crianças. The Modern Library, n.d., p. 231.)
As lideres da Primária, desde Aurelia Segundo, a justa conduta e o
Rogers, têm-se mostrado discípulas exemplo de seus cidadãos. Este aspecto
dignas e continuam a ensinar é muito bem expresso por Alexander
integridade, virtude e amor mútuo às Hamilton, o soldado que se tornou
crianças, bem como a instilar-lhes o estadista e escreveu que “ parece ter
desejo de entender e viver os valores sido reservado ao povo deste país, por
tradicionais. sua conduta e exemplo, decidir a
Recentemente, a Irmã Haight e eu importante questão, se as sociedades
participamos de uma reunião humanas são realmente capazes ou não
sacramental a certa distância de casa. de estabelecer um bom governo com
Terminado o sacramento, verificamos, ponderação e escolha, ou serão
para nosso deleite, que a Primária ia destinadas a depender para sempre de
enho orado pelo benefício de apresentar o programa que tem por acidente e força para seus estatutos

T vossa fé e preces, para que


consiga externar claramente o
que me vai no coração.
tema: “ Cremos em Ser Honestos.”
Fiquei maravilhado com a
vivacidade e o interesse daquelas
políticos” . (TheFederalist, n? 1, p. 3.)
Os importantes atributos humanos
necessários para que esta nova nação
James Peter Fugal era um homem crianças pequenas ao falarem sobre os se tornasse de fato uma república
honesto! Passou grande parte da vida princípios fundamentais que estavam cooperativa e funcional de estados
apascentando ovelhas nas colinas aprendendo na Primária, como falar a distintos, foram manifestados por um
ondulantes de Idaho, tanto ovelhas verdade, respeitar a propriedade povo que demonstrou com sua vida, a
próprias como as de outros. alheia, merecer confiança e defender o crença e o desejo de viver numa
Numa frígida noite de inverno, certo. sociedade de justiça para toda a
estava cuidando das ovelhas de outra Lembrei-me de James Fugal, o humanidade. Por intermédio do
pessoa, quando houve forte nevasca. humilde pastor de ovelhas, e como era Profeta Joseph Smith, o Senhor
As ovelhas se aglomeraram num canto maravilhoso essas crianças estarem reconheceu, igualmente, que, assim
do cercado, como costumam fazer, e aprendendo os mesmos valores que o como a nova nação, o evangelho
muitas pereceram. Nas propriedades tornaram homem de tão nobre caráter. restaurado teria dificuldade de
vizinhas também morreram muitas na Ao acompanharmos essa tão perdurar sem homens e mulheres de
mesma noite, devido à inclemência do previdente e oportuna apresentação da igual integridade e conduta.
tempo. Primária que ressaltava estes A pedido de John Wentworth,
Embora a morte das ovelhas não intemporais valores espirituais e editor de um jornal de Chicago,
fosse culpa sua, James Fugal se julgou morais, meus pensamentos pareceram Joseph Smith redigiu a 1? de março de
responsável e passou os anos seguintes concentrar-se na similaridade de dois 1842 treze breves enunciados
trabalhando e poupando para pagar o importantes eventos dirigidos pelos conhecidos como Regras de Fé,
prejuízo do dono das ovelhas. céus que nós, membros de A Igreja de resumindo as doutrinas básicas da
Eis o tipo de profunda honra e Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Igreja. Como conclusão, o Profeta
responsabilidade moral promovida Dias, temos motivos especiais para escreveu este inspirado código de
pelos antigos colonizadores das áreas agradecer: a elaboração da conduta:
fronteiriças, tementes a Deus e leitores Constituição dos Estados Unidos da “ Cremos em ser honestos,
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 11
político nacional como local — colocar
o interesse pessoal... acima do interesse
público maior...
Homens e mulheres têm... sido
removidos de funções federais e até
mesmo presos por ultrapassarem os
limites estabelecidos pelos autores da
nossa Constituição (e mandamentos de
Deus).” (Charles A. Perry, “ Religious
Assumptions Undergird the Entire
U.S.Constitution” , Deseret News, 27
de setembro de 1987, p. A-19.)
Uma razão do declínio nos valores
morais é que o mundo inventou um
novo, constantemente variável e não-
-con fiável padrão de conduta moral
chamado de “ ética circunstancial” .
Agora, as pessoas definem bem e mal
como dependentes de cada situação;
isto se opõe diretamente ao padrão
absoluto proclamado por Deus como
em “ Não matarás” , “ Não furtarás” .
(Êxodo 20:15.)
Recente pesquisa de opinião pública
mostra que a grande maioria dos
verdadeiros, castos, benevolentes, o declínio da decência moral e a erosão americanos espera das escolas duas
virtuosos e em fazer o bem a todos os da conduta ética básica. Eles detalham coisas: Que ensinem nossas crianças a
homens; na realidade, podemos dizer a corruptora influência da falar, raciocinar, escrever e contar; e as
que seguimos a admoestação de Paulo desonestidade, desde simples e infantis ajudem a desenvolver padrões de
— Cremos em todas as coisas e furtos ou trapaças a grandes conduta para guiá-las pela vida. No
confiamos em todas as coisas, temos desfalques, fraudes e malversação de entanto, alguns professores evitam
suportado muitas coisas e confiamos dinheiro ou bens. questões sobre certo ou errado ou se
na capacidade de tudo suportar. Se Manchetes e reportagens de mantêm neutros, ou fazem as crianças
houver qualquer coisa virtuosa, amável destaque demonstram dramaticamente escolher seus próprios valores, o que
ou louvável, nós a procuraremos.” a necessidade de honestidade e significa deixar muitas delas
(13? Regra de Fé) integridade no relacionamento moralmente à deriva.
Que inspiradora descrição de familiar, mundo dos negócios e Muitos de nossos jovens
pessoas de bem, pessoas tementes a conduta de funcionários esqueceram-se do que é certo e do que
Deus, pessoas dedicadas a tratar a governamentais e ministros religiosos. é errado ou então nunca aprenderam
humanidade com justiça! Essas seriam Recentes artigos de capa de esses valores fundamentais. O clássico
a espécie de pessoas capazes de suscitar importantes revistas nacionais com pronunciamento do Presidente Harold
uma nação e ajudá-la a sobreviver; a títulos como “ Lying in America” * B. Lee, quando disse que “ a mais
espécie de pessoas que compreendem o (U.S. News and World Report, 23 de importante obra do Senhor que fareis
verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo fevereiro de 1987) e “ What Ever será entre as paredes de vosso próprio
com a fé necessária para proclamá-lo Happened to Ethics” *(Time, 25 de lar” , é sem dúvida alguma verdade
aos habitantes da terra. maio de 1987), ressaltam a necessidade hoje. “ Como pais, cabe-nos a
Nós aqui reunidos hoje, e pessoas de preocupação pública para com o responsabilidade de ensinar castidade a
espalhadas por toda a nação e pelo rumo que estamos seguindo. nossos filhos... (e não só a serem
mundo livre, somos devedores a A virtude pública, que espera do moralmente limpos, mas a serem) fiéis
indivíduos amantes da liberdade que homem que ele se eleve acima do (e) valentes, empenhando-se em viver
tiveram a fé e a integridade necessárias interesse pessoal e aja com sabedoria e (todos os) mandamentos do Senhor.”
para lançar os alicerces de nossas coragem em prol do interesse público, (Strengthening the Home, Salt Lake
sociedades sobre valores morais era tão evidente nos líderes como City: The Church of Jesus Christ of
fundamentais. Só numa atmosfera de George Washington que, costumava-se Latter-day Saints, 1973, pp. 4, 7-8.)
liberdade e confiança poderiam dizer, era incapaz de dizer uma Certos adultos, incluindo
florescer valores como a honestidade e mentira, e Abraham Lincoln, funcionários públicos e líderes cívicos,
a integridade, incentivando assim conhecido como “ Abe Honesto” . Nos têm-se desencaminhado também pelos
outros a lutarem por seu direito à últimos anos, temos visto “ funcionário anseios de luxo e prazer.
liberdade e busca de felicidade. após funcionário — tanto no cenário A devastação sofrida pelas famílias e
Portanto, é com grande alarma que entes queridos dos condenados por
lemos nos jornais relatos e ouvimos *“ A Mentira na América” e “ O Que crimes como roubo, fraude, embuste,
diariamente noticiários que descrevem Aconteceu à Ética?” (N. do T.) maus tratos a crianças, transgressão
12
sexual ou outros crimes graves, é
imensurável. Tanto sofrimento, mágoa
e até mesmo lares desfeitos resultam da
falsa crença de que as pessoas podem
estabelecer suas próprias regras de
conduta e fazer o que bem quiserem
enquanto não forem apanhadas.
As pessoas podem enganar e até
mesmo não serem descobertas ou
punidas, mas não escaparão dos
julgamentos de um Deus justo.
Nenhum homem pode desobedecer à
palavra de Deus sem sofrer as
conseqüências. Nenhum pecado, por
mais secreto que seja, escapa à
retribuição e ao julgamento que
acompanha tal transgressão.
Nós declaramos: “ Só existe uma
cura para os males deste mundo... e
esta é fé no Senhor Jesus Cristo e...
obediência a (seus) mandamentos.”
(Mark E. Petersen, Improvement Era,
dezembro de 1963, p. 110.)
Nós corremos o risco de perder
tanto a liberdade doméstica como a
salvação eterna, se baldarmos, por
ganância e avareza, as restrições éticas
e morais inerentes à Constituição deste
país e ao Evangelho de Jesus Cristo.
A sobrevivência contínua de uma
sociedade livre e aberta depende de um
grau elevado de valores e conduta
moral divinamente inspirados,
conforme declararam os Pais
Fundadores. O povo tem que ter
confiança em suas instituições e nos
seus líderes. A grande necessidade
atual é de liderança que exemplifique
veracidade, honra e decência tanto na
vida pública como na vida particular.
Honestidade não é apenas a melhor
política, como dizia Benjamin
Franklin, mas a única!
Disse alguém: “ Nós memorizamos a
Regra de Ouro. Agora está na hora de
vivê-la.” O ensinamento do Salvador:
“ Portanto, tudo o que vós quereis que libertinagem... porque quem as fizer seguidores que adotassem novos
os homens vos façam, fazei-lho perecerá. padrões mais elevados em comparação
também vós” (Mateus 7:12), deveria Porque nenhuma destas iniqüidades à sua antiga conduta. Como crentes,
ser a base de todo relacionamento vem do Senhor, pois ele pratica o bem deviam pautar sua vida por um código
humano. entre os filhos dos homens;... e espiritual e moral que os apartaria não
O Senhor é muito claro a respeito da convida a todos para que venham a ele só do resto do mundo, mas igualmente
conduta que espera dos habitantes e participem de sua bondade.” (2 Néfi de algumas de suas tradições. E ele não
desta terra. Néfi declarou: 26:32-33.) espera menos dos que o seguem hoje.
“ E, novamente, o Senhor ordenou Agora é o momento de Nós realmente cremos em ser
que os homens não cometam rededicarmos a vida aos valores e honestos, castos, benevolentes e
assassínio; que não mintam; que não ideais eternos, a fazer as mudanças de virtuosos? Desta prova talvez dependa
roubem; que não usem o nome do que precisamos para harmonizar nossa a sobrevivência de nossa sociedade,
Senhor seu Deus em vão; que não vida e conduta com os ensinamentos nosso governo constitucional e nossa
tenham inveja; que não tenham do Salvador. salvação eterna.
malícia; que não disputem um com o Do princípio ao fim de seu Isto declaro em nome de Jesus
outro; que não cometam ministério, Jesus pediu a seus Cristo. Amém.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 13
evitar o ônus exorbitante de serem
0 BÁLSAMO DE GILEADE obrigados a defender-se nos tribunais.
Não é absolutamente desonroso
Élder Boyd K. Packer recorrer a um tribunal em busca de
do Quorum dos Doze Apóstolos justiça ou proteção. Refiro-me àqueles
que o fazem visando autojustificar-se e
lançar a sua responsabilidade sobre
“ Vemos tanto sofrimento desnecessário, tantos que se outra pessoa.
Tais tentativas apresentam
amarguram espiritualmente, carregando fardos de que se suficientes índices de sucesso que
poderiam livrar. ” permitam a advogados inescrupulosos
convencer mais outro cliente de que
sentem em paz, àqueles cuja vida tem não precisa honrar seus compromissos.
um travo de amargura, de hostilidade A palavra integridade acaba
ou de ressentimento. É um apelo deslustrada igualmente por conselheiro
àqueles que lutam angustiados com e cliente. E segue-se a longa trilha de
preocupações, ou pesar, ou asperezas de irmão contra irmão sobre
desapontamento, com culpa ou propriedades ou dinheiro.
vergonha. Tende cuidado para não vos
Vemos tanto sofrimento tornardes pessoalmente um bode
desnecessário, tantos que se expiatório carregando invisíveis fardos
amarguram espiritualmente, espirituais para o deserto. Muito,
carregando fardos de que se poderiam muito mais sério que a perda de
livrar. Muito padecem devido a um propriedade ou dinheiro, são as
real infortúnio ou injustiça. penalidades espirituais invisíveis que se
Infelizmente, outros só se imaginam acumulam como os juros de uma
assim. Seja como for, as penalidades dívida que, segundo o esquema eterno
infligidas a si próprios, logo se das coisas, terá de ser obrigatoriamente
transformam em punição cruel, paga algum dia.
insólita. Li certa vez sobre o caso do jovem
Se o fardo é de culpa, o casal que se estabeleceu no sertão.
arrependimento é o bálsamo de Enquanto o marido desbravava o solo,
alando deste mesmo púlpito anos

F atrás, intitulei meu discurso “ O


Bálsamo de Gileade” . A reação
Gileade.
Alguns, todavia, querem curar a
culpa, procurando autojustificar-se,
foi surpreendente; naquele mesmo dia,
resolveram-se dois litígios. Um dos
remédio inócuo que só serve para
a mulher cuidava das coisas em torno
da casa. Vez por outra a vaca invadia a
horta, o que deixava o marido furioso.
Ao partir, certo dia, para buscar
encobrir os sintomas, mas jamais mantimentos, perguntou em tom
litigantes, ou ambos, reconheceram
sanará a causa. A autojustificação nos sarcástico: — Você acha que consegue
que o eventual ganho material não
leva a culpar os outros por nossos manter a vaca presa enquanto estou
valia o custo espiritual.
erros. longe? Ela disse que sim, que tentaria.
Gostaria de repetir grande parte do
Quando buscais ganhos financeiros,
que disse. Naquela noite, desabou um forte
por exemplo, podereis ser tentados por
Nos tempos antigos, produzia-se em temporal. Assustada pelos trovões, a
outros a calcular mal ou mesmo
Gileade, além do Jordão, um ungüento vaca escapou e fugiu para a mata. Dias
ignorar os riscos. Se as coisas derem
da resina de certa árvore e que era mais tarde, chegando à cabana deserta,
errado — e elas podem dar errado até
amplamente comercializado. Os o marido encontrou um bilhete:
nos negócios muito bem calculados —
negociantes ismaelitas que compraram “ Houve um temporal e a vaca
alguns procuram um culpado. Querem
José de seus irmãos, estavam levando escapou. Sinto muito. Acho que
achar uma “ mina” que os torne sãos.
esse bálsamo de Gileade para o Egito. conseguirei encontrá-la.”
Querem alguém que assuma sua
(Vide Gênesis 37:25.) O homem saiu à procura delas.
responsabilidade como o bode
Tornou-se simbólico do poder de expiatório do Velho Testamento que, Nenhuma das duas havia sobrevivido.
abrandar e curar. depois de cerimonialmente carregado O autor concluía o incidente com estas
com pecados alheios, era deixado no palavras:
Há um bálsamo em Gileade, deserto. Os meninos empinam suas pipas como
Para curar qualquer ferido; Não encontram nenhuma se fossem pássaros de asas brancas.
Há um bálsamo em Gileade, dificuldade em descobrir um advogado Podeis recolher vossas pipas, mas não
Que sana almas doentes de pecado. disposto a atuar como sumo sacerdote vossas palavras não francas.
(Recreational Songs, The Church of na transferência de sua “Cuidado com o fo g o ” é sábio
Jesus Christ of Latter-day Saints, responsabilidade para outra pessoa. conselho, sabeis;
1949, p. 130.) Movem ações judiciais com pouca ou “Cuidado com palavras” é dez vezes
Minha mensagem então, e a de nenhuma razão, pretendendo forçar os mais, pondereis.
agora, é um apelo aos que não se outros a fazerem um acordo, a fim de Pensamentos não ditos poderão cair
14
mortos, passados,
Mas nem Deus poderá calá-los, depois
de falados!
(Anônimo)
Ser vítima é penoso. Mas ainda não
aprendestes quão mais penoso é ser o
ofensor?
Como é necessário o bálsamo de
Gileade espiritual, pois existe um
espírito no homem!
Existem disfunções e males
espirituais capazes de causar intenso
sofrimento.
Se sofreis de preocupação, de pesar,
vergonha, ciúme, desapontamento ou
inveja, de auto-recriminação ou
autojustificação, ponderai esta lição
que me foi ensinada por um patriarca,
muitos anos atrás. Era um dos homens
mais santos que conheço. Era firme e
sereno, possuidor de profunda força
espiritual na qual muitos se
estribavam.
Ele sabia exatamente como ministrar
aos que sofriam. Algumas vezes, estive
presente, quando dava bênçãos a
doentes e aflitos. Sua vida era dedicada
ao serviço, tanto na Igreja como em
sua comunidade.
Tendo presidido uma das missões da
Igreja, sempre aguardava ansioso as
reuniões de ex-missionários. Ao
avançar em idade, já não mais podia
dirigir à noite; então, ofereci-me para
levá-lo às reuniões. Esse simples gesto
foi recompensado mil vezes.
Certa ocasião, induzido pelo
Espírito, deu-me uma lição de vida,
tirada da experiência pessoal. Embora
eu pensasse conhecê-lo, contou-me
coisas de sua vida que jamais poderia
imaginar.
Criara-se numa pequena
comunidade, com o intenso desejo de
tornar-se alguém. Lutou muito para
conseguir instrução.
Casara-se com sua amada e na
época, as coisas iam bem. Tinha um emergência, e conseguiu resolver o quem infectou minha mulher. Se
bom emprego, com ótimas problema. O bebê nasceu e, tivesse tido mais cuidado, ela ainda
perspectivas para o futuro. O casal se aparentemente, a crise passara. estaria viva.”
amava profundamente, e ela estava Dias depois, a jovem mãe morria da Não pensava em outra coisa e, na
esperando o primeiro filho. mesma infecção que o médico estivera sua amargura, tornou-se ameaçador.
Na noite do nascimento, houve tratando em outra paciente, na mesma Hoje, sem dúvida, seria pressionado
complicações. O médico estava fora, noite. por muitas pessoas a mover uma ação
cuidando de doentes no interior. O mundo de John desabou; nada de imperícia médica. E haveria
Depois de muitas horas de mais estava certo, tudo errado. Havia advogados que vislumbrariam, na sua
sofrimento, a condição da futura mãe perdido a esposa. Não tinha como lamentável condição, apenas um
tornou-se desesperadora. cuidar do bebê e do trabalho. ingrediente: dinheiro!
Finalmente, conseguiram localizar o No decorrer das semanas, sua dor Mas os tempos eram outros e, certa
médico. Ele tomou as providências arruinou. “ Esse médico não devia ter noite, bateram à sua porta. Era uma
adequadas naquela situação de permissão de clinicar” , dizia. “ Foi ele menininha que disse simplesmente: —
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 15
Implorando pela graça
De, ao seres ofendido,
Dares o perdão?
Que repouso alcançado,
E a humilde oração,
Que ao mais desalentado
Traz consolação.
(Hinos, n? 21.)
Somos obrigados a suportar certas
frustrações sem resolver, de fato, o
problema. Certas coisas que
precisariam ser corrigidas não o são,
porque se acham além de nosso
controle. Às coisas que não podemos
resolver, precisamos sobreviver.
Se tendes ressentimento de alguém
por algo que vos fez — ou deixou de
fazer — esquecei-o.
As coisas de que, freqüentemente,
nos ressentimos são banais, até mesmo
estúpidas. Se, depois de todos esses
anos, ainda estais aborrecidos porque
Tia Clara não foi à sua festa de
casamento, por que não vos mostrais
Meu pai gostaria de falar com o outro, dispondo de poucos adultos e esqueceis o assunto?
senhor. Ele pede que vá procurá-lo. medicamentos, nenhum hospital, uns Se continuais remoendo
“ Meu pai” era o presidente da raros instrumentos, procurando salvar constantemente uma perda ou erro
estaca. Um moço acabrunhado e aflito vidas e quase sempre o conseguindo. passado, olhai à frente — esquecei-o.
foi ver seu líder espiritual. Ele chegara num momento crítico Nós chamamos isso de perdão. O
Esse pastor espiritual estivera em que duas vidas estavam por um fio, perdão é um poderoso remédio
vigiando seu rebanho, e tinha algo a e agira sem demora. Eu já era um espiritual. Perdoar, oferecer esse
dizer-lhe. velho — repetiu — antes de finalmente bálsamo aos que vos ofenderam, é
Foi simples o conselho desse servo entender! Teria arruinado a minha sarar. E, o mais difícil, quando houver
sábio: — John, deixa a coisa como vida e a de outros. necessidade, perdoai-vos a vós
está. Nada que fizer a trará de volta. Muitas vezes rendera, de joelhos, mesmos!
Tudo o que fizer só servirá para piorar graças ao Senhor por aquele sábio líder Repito: — João, deixa a coisa como
as coisas. John, deixa como está. espiritual, que lhe aconselhara está! Maria, deixa-a estar!
Meu amigo contou-me, então, que simplesmente: — John, deixa como Purgai e lavai e acalmai vossa alma e
aquilo fora sua provação, seu está! coração, e vossa mente e a de outros.
Getsêmani. Como deixar estar? Certo E é o conselho que vos repito. Se Então uma nuvem se levantará, uma
é certo, errado é errado! Um erro sofreis de algum ressentimento que vos trave vos cairá dos olhos. E virá a paz
terrível fora cometido, e alguém teria atormenta, se estais envolvidos que ultrapassa todo entendimento.
de pagar por ele. Era um caso nalguma disputa áspera, “ eis... o que Disse o Senhor: “ Deixo-vos a paz, a
incontestável. dizem as escrituras (e dizem-no minha paz vos dou: não vo-la dou
Debateu-se em agonia para cinqüenta vezes e mais): O homem não como o mundo a dá. Não se turbe o
conseguir dominar-se. Finalmente, ferirá, nem julgará, porque o vosso coração, nem se atemorize.”
decidiu que devia obedecer, apesar dos julgamento é meu, diz o Senhor; e a (João 14:27.)
pesares. vingança também é minha, e eu “ Se me amardes, guardareis os meus
A obediência é um poderoso recompensarei.” (Mórmon 8:20.) mandamentos.
remédio espiritual. Chega quase a ser Por isso, digo: — João, deixa a E eu rogarei áo Pai, e ele vos dará
um cura-tudo. coisa como está. Maria, deixa-a estar. outro Consolador, para que fique
Ele decidiu acatar o conselho do seu Se necessitais de uma transfusão de convosco para sempre.
sábio líder espiritual. Deixaria a força espiritual, então solicitai-a. Nós a O Espírito da verdade, o mundo não
questão em paz. chamamos de oração. Ela é um pode receber, porque não o vê nem o
Em seguida, disse-me: poderoso remédio espiritual. As conhece; mas vós o conheceis, porque
— Eu já era um velho, quando instruções de como usá-la estão nas habita convosco, e estará em vós.
consegui entender! Só com a idade escrituras. Não vos deixarei órfãos, voltarei
consegui, finalmente, ver um pobre Um de nossos sagrados hinos diz para vós.” (João 14:15-18.)
médico da roça — sobrecarregado de assim: Presto testemunho daquele que é
trabalho, mal remunerado, mal Com fervo r fizeste a prece, esse conforto, em nome de Jesus
vestido, correndo de um paciente para ao amanhecer?... Cristo. Amém.
16
SESSÃO VESPERTINA DE SABADO
3 de outubro de 1987

Apoio dos Oficiais da Igreja


Presidente Gordon B. Hinckley
Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência

Os que estão a favor, queiram poderão fazê-lo, levantando a mão.


manifestar-se. Quem estiver contra, Apoiamos como Presidência do
pelo mesmo sinal. Primeiro Quorum dos Setenta Dean L.
É proposto que apoiemos os Larsen, Richard G. Scott, Marion D.
conselheiros na Primeira Presidência e Hanks, Wm. Grant Bangerter, Robert
os Doze Apóstolos como profetas, L. Backman, Hugh W. Pinnock e
videntes e reveladores. James M. Paramore.
Os que estiverem a favor, queiram Os que estão a favor, queiram
manifestar-se. Se alguém se opuser, manifestar-se. Os que se opõem,
manifeste-se. manifestem-se.
Há alguns meses foi anunciado que É proposto que apoiemos todas as
o Élder Jack H. Goaslind foi outras Autoridades Gerais e oficiais
desobrigado como Presidente do gerais da Igreja como presentemente
Primeiro Quorum dos Setenta para ser constituídos.
o Presidente da Área Ilhas Britânicas- Os que forem a favor, queiram
-África. manifestar-se. Os que se opõem,
Aqueles que desejarem estender um manifestem-se.
voto de agradecimento ao Élder Presidente Benson, parece-me que
Goaslind por seu serviço dedicado os votos positivos foram unânimes.
presentar-vos-ei agora as

A
apoio.
Autoridades Gerais e oficiais
gerais da Igreja para voto de

É proposto que apoiemos o


Presidente Ezra Taft Benson como
profeta, vidente e revelador, e
Presidente de A Igreja de Jesus Cristo
dos Santos dos Últimos Dias; Gordon
B. Hinckley como primeiro conselheiro
na Primeira Presidência, e Thomas S.
Monson como segundo conselheiro na
Primeira Presidência.
Os que estão a favor, queiram
manifestar-se. Os que se opõem,
manifestem-se.
É proposto que apoiemos como
presidente do Conselho dos Doze
Apóstolos Marion G. Romney e
Howard W. Hunter como presidente
interino do Conselho dos Doze
Apóstolos, e como membros deste
conselho: Marion G. Romney,
Howard W. Hunter, Boyd K. Packer,
Marvin J. Ashton, L. Tom Perry,
David B. Haight, James E. Faust, Neal
A. Maxwell, Russell M. Nelson, Dallin
H. Oaks, M. Russell Ballard e Joseph Presidente Ezra Taft Benson, auxiliado por Elder L. Tom Perry do Conselho dos Doze, chega para
uma sessão da conferência. À esquerda está Élder Marvin J. Ashton, do Conselho dos Doze.
B. Wirthlin.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 17
"Pois HÁMuitos Dons” ponderar, usado tão freqüentemente
no Livro de Mórmon. Os dicionários
definem ponderar como pesar
Élder Marvin J. Ashton mentalmente, refletir profundamente a
do Quorum dos Doze Apóstolos respeito, deliberar, meditar.
Quando veio ensinar os nefitas,
Jesus Cristo disse: “ Por conseguinte,
“A o desenvolver e compartilharmos os dons recebidos de ide para vossas casas, ponderai estas
Deus, e nos beneficiarmos dos dons daqueles que nos coisas por mim faladas e pedi ao Pai,
em meu nome, que vo-las faça
cercam, . . . a obra de Deus progredirá mais rapidamente. ” entender; preparai vosso entendimento
para amanhã, e eu virei novamente.”
(3 Néfi 17:3.)
Chicago: Encyclopedia Britannica, Morôni usa o mesmo termo ao
1952, p. 210.) A cada um de nós cabe encerrar esse registro. “ Eis que desejo
procurar e edificar sobre os dons que exortar-vos, quando lerdes estas coisas,
Deus nos deu. É preciso não esquecer ... que vos lembreis da grande
que somos feitos à imagem de Deus, misericórdia que tem tido o Senhor
que não existem pessoas sem para com os filhos dos homens, ...
importância. Todos importam a Deus (que as) ponderareis em vossos
e a seus semelhantes. corações.” (Morôni 10:3.)
No Livro de Mórmon, Quando ponderamos, damos ao
particularmente em 3 Néfi, capítulos Espírito oportunidade de incutir e
onze a vinte e seis, quando o Salvador dirigir. Ponderar é um poderoso elo
Jesus Cristo se mostrou ao povo no entre coração e intelecto. Lendo as
continente americano, numerosos dons escrituras, comovem-se nosso coração
são mencionados como muito reais e e mente. Se usarmos o dom da
sumamente úteis. Tomados ao acaso, ponderação, poderemos tomar essas
citarei alguns que nem sempre são verdades eternas e compreender como
evidentes ou notados, não obstante incorporá-las em nosso viver diário.
serem muito importantes. Entre estes, Hoje, incentivados pelo Presidente
poderão estar os vossos dons — dons Benson, milhões estão lendo o Livro
não muito visíveis mas, mesmo assim, de Mórmon, alguns pela primeira vez,
ma das grandes tragédias da reais e valiosos.

U
outros como um hábito regular.
vida, parece-me, é quando a Examinemos alguns desses dons Precisamos lembrar-nos de que os
pessoa se considera sem nenhum menos conspícuos: o dom de pedir; o frutos desse grande livro são mais
talento ou dom. Quando, desgostosos dom de ouvir; o dom de escutar e
ou desanimados, nos permitimos acatar a voz suave e mansa; o dom de
chegar a níveis depressivos de chorar; o dom de evitar contendas; o
desespero por causa de tal auto- dom de ser agradável; o dom de evitar
-avaliação negativa, é um dia triste vãs repetições; o dom de buscar o que
para nós e um dia triste aos olhos de é reto; o dom de não julgar; o dom de
Deus. Concluir que não temos nenhum buscar a orientação de Deus; o dom de
dom, quando nos julgamos segundo ser discípulo; o dom de se importar
nossa estatura, inteligência, com o próximo; o dom da
desempenho, riqueza, poder, posição ponderação; o dom de orar; o dom de
ou aparência, é não só injusto como prestar um testemunho poderoso; e o
irracional. dom de receber o Espírito Santo.
Em Doutrina e Convênios 46:11-12, Temos de lembrar-nos de que a todo
encontramos esta verdade: “ Pois nem homem é dado um dom pelo Espírito
a todos são dados todos os dons; pois de Deus. É nosso direito e
há muitos dons, e a cada homem é responsabilidade aceitar nossos dons e
dado um dom pelo Espírito de Deus. compartilhá-los. Os dons e poderes de
A alguns é dado um, a outros é Deus são acessíveis a todos nós.
dado outro, para que todos sejam O tempo só me permitirá ressaltar
assim beneficiados.” uns poucos desses dons dados por
Deus conferiu a cada um de nós um Deus.
ou mais talentos especiais. Sócrates fez
esta conhecida declaração: “ A vida 1. O Dom da Ponderação
não examinada não vale a pena ser
vivida.” (“ Apology” , The Dialogues Ao estudar as escrituras, sinto-me
o f Plato, trad. Benjamin Jowett, desafiado e movido pelo termo
18
proveitosos, quando ponderamos
enquanto o lemos.
Ponderar é um empenho mental
progressivo. É um dom grandioso para
aqueles que aprenderam a utilizá-lo.
Aproveitando o dom da ponderação,
encontramos compreensão,
discernimento e aplicação prática do
que lemos.

2. O Dom de Buscar a Orientação de


Deus

Quantas vezes já não dissemos a nós


mesmos ou ouvimos outros exclamar,
em momentos de crise ou problemas:
“ Simplesmente não sei a quem
recorrer” ?
Existe um dom disponível a todos
nós — basta querer usá-lo: o dom de
buscar a orientação de Deus. Eis um
meio de obter força, consolo e
orientação.
“ Eis que eu sou a lei e a luz. Voltai a
mim vossos olhos, perseverai até o fim
e vivereis; porque a todo aquele que
perseverar até o fim, dar-lhe-ei a vida
eterna.” (3 Néfí 15:9.)
“ Voltai vossos olhos a Deus e
vivereis.” Esta é a maravilhosa
promessa feita tantas vezes nas
escrituras.
Voltando nossos olhos a Deus em
busca de orientação, o que veremos em
seus filhos que poderá ser de proveito?
Parece que alguns de nós preferimos o
hábito de procurar e apontar as
fraquezas de nossos semelhantes. Os
dons dos outros, e não suas falhas,
tornam possível que todos tiremos
proveito.
Que grande consolo espiritual e
bênção é saber que, se voltarmos os
olhos ao nosso Salvador Jesus Cristo e
perseverarmos até o fim, poderemos “ E aconteceu que, ao se acharem comunicação com voz suave e mansa
alcançar a vida eterna e exaltação. assim conversando uns com os outros, com nossos semelhantes é que torna
Nossa capacidade de ver e ouviram uma voz que parecia vir do possível inestimáveis amizades.
compreender só aumenta na proporção céu; e puseram-se a olhar por todas as Aprecio as pessoas que não acham
da nossa disposição de olhar. Ao partes, não compreendendo o que dizia necessário levantar a voz para
voltarmos nossos olhos a Deus, ele se aquela voz, a qual não era áspera nem impressionar ou convencer. Parece que
torna mais acessível. Olhar para Deus forte; entretanto, apesar de ser uma a maioria das pessoas que discutem e
nos ensina a servir e viver sem voz suave, penetrava até o âmago gritam deixaram de ouvir o que a voz
compulsão. O fato de ser líder na daqueles que a ouviam, de tal modo suave é capaz de contribuir
Igreja não deverá jamais diminuir que fazia tremer todas as partes do poderosamente.
nosso tempo de “ olhar para Deus” . corpo; sim, penetrou até o mais Nós adoramos ouvir uma vozinha
profundo da alma e incendiou todos os de criança dizer: “ Mãezinha, paizinho,
3. O Dom de Escutar e Acatar a Voz corações.” (3 Néfi 11:3.) eu amo vocês.”
Suave e Mansa Na maioria das vezes, esperança, Quão poderosa é a voz suave que
incentivo e orientação emanam de uma sabe como e quando dizer:
Vozes celestiais suaves e mansas voz suave, penetrante. “ Obrigado.”
penetram o coração com declarações As vozes suaves são ouvidas só por Pensai na voz celestial, dizendo a
meigas, convincentes: aqueles dispostos a escutar. A Joseph: “ Este é o meu Filho Amado.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 19
Ouve-o.” (Joseph Smith 2:17.)
É alentador e confortador ouvir a
voz suave declarar: “ Sossegai e sabei.”
(D&C 101:16.)
Lembrai-vos de que um de nossos
grandes dons é a voz suave e mansa do
Espírito Santo sussurrando-nos
orientações para nossa vida e
possibilitando poderosos testemunhos.

4. O Dom de Acalmar

Que dom magnífico é o de conseguir


acalmar os outros! Somos gratos a
Deus por aqueles que são calmos em
vez de rixentos.
“ Pois em verdade, em verdade vos
digo que aquele que tem o espírito de
discórdia não é meu, mas é do
demônio, que é o pai da discórdia e
leva a cólera aos corações dos homens,
para contenderem uns com os outros.”
(3 Néfi 11:29.) Os visitantes de várias parles do mundo, que não falam inglês ouviram com fones os discursos da
conferência em seu próprio idioma. A tradução simultânea em vinte e sete línguas fo i feita por
A discórdia é a arma do adversário; intérpretes de tempo integral e voluntários localizados no subsolo do Tabernáculo, que assistiram à
paz, a ferramenta do Salvador. Que conferência em monitores de televisão.
maravilhoso tributo prestamos às
pessoas, descrevendo-as como gentis, os corações dos homens, uns contra os de uma ala no Vale do Lago Salgado,
firmes e calmas! outros; ao contrário, é preceito de foi prestada uma homenagem ao
A contenda impede o progresso. O minha doutrina que tais coisas devem “ Melhor Escoteiro de Todos os
amor traz progresso eterno. cessar.” (3 Néfi 11:30.) Tempos” . A comemoração especial,
Onde houver contenda, não pode “ (Deveis) viver em paz uns com os realizada no salão cultural, que
haver esforço conjunto em qualquer outros.” (Mosiah 2:20.) Os constou de um jantar além de um bem
direção proveitosa. possuidores do dom da calma tornam elaborado programa, atraiu muitas
“ Cessai de contender uns com os possível a paz duradoura. pessoas de volta à ala, por causa do
outros; cessai de falar mal uns dos clima de amizade criado nos últimos
outros.” (D&C 136:23.) 5. O Dom de Importar-se vinte e cinco anos.
Contenda e discussão devem ser O mestre de cerimônias apresentou
substituídas por calmo debate, estudo, Como devemos ser gratos pelas um jovem para prestar essa
atenção e negociações. famílias, amigos e organizações que se homenagem especial. Ele era alto e
O evangelho é um evangelho de importam! Eles tornam a vida mais robusto; dirigiu-se ao microfone e
harmonia, união e concordância. Deve fácil e significativa. E também colhem disse: — Agora gostaríamos de prestar
ser apresentado com amor, como boas- recompensas em sua solicitude cristã, tributo ao melhor escoteiro que esta
-novas, por pessoas calmas.» quando servem pelos motivos certos. ala já teve.
Precisamos aprender a conversar, Os líderes de qualquer nível devem Imediatamente, nomes e rostos de
escutar juntos, orar juntos, decidir interessar-se primordialmente em se ex-líderes de escotismo ocorreram aos
juntos e evitar toda espécie possível de preocupar compassivamente com o presentes. Quem seria? A ala tivera
contenda. Temos de aprender a próximo. muitos excelentes chefes de escoteiros.
controlar a raiva. Satanás sabe que, “ Mas eis que vos digo estas coisas, Como decidiriam os encarregados?
havendo contenda, cessa o progresso para que aprendais sabedoria; para O jovem alto e simpático mencionou
ordenado. que saibais que, quando estais a vários nomes de ex-líderes e então
Jamais houve para nós, membros de serviço de vosso próximo, estais disse: — Não, não é nenhum deles,
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos somente a serviço de vosso Deus.” embora todos tenham sido grandes
dos Últimos Dias, outra época em que (Mosiah 2:17.) escoteiros. O reconhecimento de
fosse mais importante nos mantermos Nosso Salvador importa-se com “ Melhor Escoteiro de Todos os
firmes em nossas convicções, e nos todas as suas ovelhas. Como é honroso Tempos” da nossa ala vai para alguém
conduzirmos com calma segurança em ser considerado alguém que se que vem trabalhando na Primária e
qualquer circunstância. Não nos importa. Gostaria de contar-vos a como líder de escoteiros há quarenta
devemos deixar manipular ou irritar história da discreta solicitude de uma anos. Essa pessoa foi agraciada com
por aqueles que sutilmente promovem pessoa extraordinária, da qual tomei uma das maiores distinções no
contendas sobre assuntos correntes. conhecimento nas últimas semanas. escotismo, e com o mais alto
“ Eis que esta não é a minha Recentemente, durante uma reunião reconhecimento do escotismo na
doutrina, ou seja, a de agitar com ira comemorativa dos vinte e cinco anos Igreja. — Então, com a voz um pouco
20
insegura, ele disse: — Nosso
reconhecimento de “ Melhor Escoteiro
de Todos os Tempos” é conferido à A S erviço do S enhor
Irmã Jennie Verl Keefer. Houve um Élder Douglas J. Martin
momento de silêncio no salão, seguido do Primeiro Quorum dos Setenta
de algumas vozes aprovadoras, e
depois explodiram os aplausos que
pareciam não mais parar. “Os casais missionários estão encontrando um
A Irmã Keefer foi chamada à frente.
Todos os presentes ficaram
novo propósito e realização na vida. ”
observando atentos, enquanto esse
grisalho feixe de energia andava meio entretanto, recebi um telefonema que
hesitante, com sua baixa estatura mal acabou levando-nos à conferência
sobressaindo entre os que estavam geral na Cidade de Lago Salgado,
sentados. Chegando ao microfone, a antes da data planejada para me
surpresa homenageada externou um aposentar, em abril.
calmo e emocionado, porém firme, Como somos gratos por termos
agradecimento. Entre lágrimas de dado ouvidos aos sussurros do
gratidão, comentou que não eram bem Espírito, seguindo aquele conselho do
quarenta anos que vinha servindo, Presidente Kimball anos atrás!
apenas trinta e sete. E em seguida, Deve haver muitos irmãos na Igreja
acrescentou que, durante todo esse hoje, em diferentes paises, cuja idade e
tempo, nunca teve um menino mal situação são semelhantes à nossa.
comportado. Talvez aquela voz mansa e delicada
Então o jovem apresentador pediu a esteja sussurrando a vós. Ao dardes
todos os ex-pupilos da Irmã Keefer que ouvidos a ela, lembrai-vos da promessa
viessem ao palco. E eis o assombro. contida na revelação recebida pelo
Homens e rapazes aproximaram-se e Profeta Joseph Smith: “ E agora, na
encheram o espaço atrás da pequena verdade, na verdade te digo: Põe a tua
senhora. Homens avantajados, confiança naquele Espírito que conduz
homens de terno e gravata, médicos, à prática do bem” (D&C 11:12).

Q
bispos, presidentes de empresa, ueridos irmãos e irmãs, há Minha esposa e eu estamos agora a
maridos, pais carregando bebês, ex- vários anos, em uma serviço do Senhor e fomos designados
-missionários, empreiteiros, técnicos de conferência geral, ouvi o a trabalhar nas ilhas Filipinas,
computador, dentistas, carpinteiros Presidente Kimball encorajar aos queMicronésia e Guam. Estamos nesse
etc. Todos esses escoteiros haviam sido já haviam criado suas famílias a chamado há somente um mês e nossa
tocados pelo serviço e solicitude dessa venderem o carro, deixarem os netos e, vida já mudou por completo.
grande e nobre mulher — a melhor por um ou dois anos, dedicarem-se ao Trocamos o inverno pelo verão em
escoteira de toda a história da ala. Ela serviço do Salvador Jesus Cristo no apenas doze horas, e a carne de
possuía o dom de se importar, e eis ali campo missionário. Suas palavras cordeiro da Nova Zelândia por um
alguns frutos de seu trabalho. tocaram-me profundamente e, quando delicioso peixe chamado lapu lapu.
Gerações vindouras ainda hão de voltei para casa, na Nova Zelândia, Conhecemos um presidente de estaca
abençoá-la pelo que fez. Que grande repeti-as para minha esposa. filipino, típico, magro e de cabelos
dom o daqueles que sabem ser Decidimos planejar de modo a negros, que calmamente disse: “ Tenho
solícitos! estarmos prontos a servir, antecipando a mesma idade que o senhor, Élder
“ E a cada homem é dado um minha aposentadoria para abril de M artin” .
dom .” (D&C 46:11.) Isto é verdade. 1987, quando eu completaria sessenta Logo após chegarmos às Filipinas,
Que Deus nos ajude a reconhecer, anos. Conversamos com nossos filhos viajamos cerca de cem quilômetros em
desenvolver e compartilhar nossos que, mesmo sem dizer muito, direção ao norte, para nossa primeira
dons com todos os que possam tirar concordaram e apoiaram nosso desejo. conferência de estaca. No caminho,
proveito deles, é minha sincera Do mesmo modo, informei meus pudemos vislumbrar a pobreza de
esperança e desejo. companheiros de trabalho com três ou tantos desse povo tão amável. Essa
Deus vive. Ele nos abençoa com quatro anos de antecedência. também foi uma experiência nova e
dons. Ao desenvolver e À medida que 1987 se aproximava, nossos corações se encheram de pesar.
compartilharmos os dons recebidos de nossos planos iam-se encaixando Instalamo-nos num pequeno hotel de
Deus e nos beneficiarmos dos dons perfeitamente. Aguardava uma cidade distante, e logo sentimos a
daqueles que nos* cercam, o mundo ansiosamente os diversos meses em que falta de muitas das coisas que
pode tornar-se um lugar melhor, e a faria tantas coisas agradáveis, com as consideramos comuns e com as quais
obra de Deus progredirá mais quais havia sonhado por anos. E, no estamos acostumados. Então,
rapidamente. Destas verdades eu tempo certo, nosso chamado para a subitamente, ao entrarmos pelo
testifico e presto testemunho pessoal missão viria. terreno da capela, nossos espíritos se
em nome de Jesus Cristo. Amém. Um dia, em fins de março deste ano, elevaram. Fomos saudados por rostos
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 21
bebê e, enquanto refletíamos nas
esplêndidas realizações desse jovem
casal, lembramo-nos das palavras do
Salvador: “ Bem-aventurados os que
ouvem a palavra de Deus e a
guardam” (Lucas 11:28).
Desde aí temos estado em diferentes
lugares nas Filipinas. Conhecemos
casais missionários em toda parte,
muitos deles mais idosos que nós. O
casal Johnson, de Fremont,
Califórnia, trabalha num local distante
chamado Vigan. Eles estão na Igreja
há não muitos anos, desde que se
batizaram. Em Vigan, o carabao ou
búfalo d ’água e os triciclos a motor
são praticamente os únicos meios de
transporte. Os Johnson encaram tudo
com uma atitude positiva.
Sempre que conheço e converso com
casais missionários, sinto amor e
respeito por sua humildade e desejo de
ajudar os santos filipinos. Consideram
a missão uma das grandes
oportunidades de servir o Mestre. Eles
sempre perguntam: “ Quantos netos os
irmãos têm?” Ao respondermos oito,
eles logo dizem: “ Temos dezesseis” ,
“ vinte e três” , ou talvez “ vinte e sete”
e, quase sempre completam: “ E há
dois que ainda não conhecemos” . Eles
sentem falta da família e dos netos,
mas não se queixam. Ao invés,
aguardam ansiosos o dia em que
À esquerda, Elder Dean A. Larsen e Elder Richard G. Scott, ambos da Presidência do Primeiro
Quorum dos Setenta. voltarão a se reunir com a família.
Enquanto isso, recebem todo o amor
radiantes e sorridentes, mãos desenrolou-se à nossa frente. do devotado povo filipino.
estendidas, vestidos impecáveis e O presidente da estaca era seu pai. Como nós, todos esses casais
camisas extremamente brancas. Cumpriu missão de tempo integral, o missionários estão encontrando um
Não éramos estranhos ou que, para outros, poderia ter sido um novo propósito e realização na vida. A
estrangeiros, e sim, concidadãos destes obstáculo, mas que para ela fora Seção 4 de Doutrina e Convênios tem
santos e da família de Deus. Logo em apenas uma dificuldade. Descreveu agora um novo significado:
seguida, viria ter a minha experiência seus sentimentos a respeito de ter ido “ Portanto, se tendes desejo de servir
filipina mais marcante, até agora. casar-se no Templo de Manila, de a Deus, sois chamados ao trabalho;
À medida que caminhávamos, maneira extremamente bela. Seu Pois eis que o campo já está branco,
trocando apertos de mão e saudações, discurso demonstrava uma maturidade pronto para a ceifa; e eis que aquele
uma jovem franzina estendeu na compreensão do evangelho e da que lança a foice com toda sua força,
timidamente o braço. Quando o humildade, difícil de ser igualada. põe em reserva para que não pereça, e
toquei, percebi que ela não tinha mão Então, seu marido se levantou e traz salvação à sua alma” (vers. 3-4).
naquele e nem no outro braço. contou como havia escrito à namorada Oro para que os casais cujos filhos
Troçamos sorrisos e continuei a andar. depois de estar na missão há dois já estão criados possam ouvir e
Na próxima vez em que encontrei meses e, mais tarde, perto do final, obedecer ao Espírito que impele o
novamente esta irmã, ela e seu marido sobre como queria casar-se com ela no chamado para se preparar e servir no
haviam sido convidados a discursar, Templo de Manila, quando voltasse campo missionário. Sei que esta é a
como um jovem casal selado no para casa. Não houve dúvidas ou Igreja do Senhor, que Joseph Smith
Templo de Manila dentro dos últimos mudanças de opinião, apesar da foi um profeta de Deus e que o
dezoito meses. Quando ela se levantou, distância, mas sim uma crescente Presidente Benson é o atual profeta de
notei que, além de haver nascido sem compreensão do significado e bênçãos Deus na terra. Sou grato por ser
as mãos, também tinha uma perna do casamento eterno, de ambas as membro da Igreja e pelas bênçãos que
artificial. Ao ela discursar em primeiro partes. ela tem proporcionado à minha vida e
lugar, e ser seguida pelo marido, uma Após a conferência, quando à de meus familiares. No sagrado
extraordinária história sobre sua vida orgulhosamente nos mostraram seu nome de Jesus Cristo, amém.
22
preparado — um povo preparado pelo
A Alvorada de U m Novo Espírito de Deus. As palavras de
Alma, proferidas em um contexto
diferente, vêm-me à mente:

Dia na África “ ...O Senhor derramou o seu


Espirito sobre toda a face da terra, a
fim de preparar as mentes dos filhos
Elder Alexander B. Morrison
dos homens, ou preparar seus
do Primeiro Quorum dos Setenta corações, para receberem a palavra
que lhes seria ensinada...
“O irradiar da luz do evangelho sobre a África é ... Para que não fossem obstinados
contra a palavra, nem fossem
uma poderosa manifestação e testemunho do amor de descrentes e se efetuasse sua
Deus a todos os seus filhos. ” destruição; mas para que recebessem a
palavra com alegria, e, como um
ramo, fossem enxertados na verdadeira
Jerusalém, como em toda Judéia e videira, para poder entrar no descanso
Samaria, e até aos confins da terra.” do Senhor seu Deus.” (Alma
(Atos 1:8.) 16:16-17.)
A frase “ até aos confins da terra” , Nossos irmãos e irmãs africanos,
ficou gravada em minha mente, verdadeiramente, “ recebem a palavra
algumas semanas atrás, quando tive o com alegria” . Ansiosos por aprender e
privilégio de acompanhar o Élder rápidos em compreender, atentos e
Marvin J. Ashton, do Conselho dos compreensivos, espiritualmente
Doze, até uma terra verde e grande, à sensíveis, sedentos da água viva e
qual tenho muito amor — o continente famintos do pão da vida, eles se
africano. Sob a autoridade do santo prepararam durante longo tempo para
Apostolado, Élder Ashton dedicou esse dia. Se o preço da espiritualidade é
dois países do oeste da África — sofrimento e aflição, trabalho árduo e
Libéria e Costa do Marfim — e um na dor, nossos humildes irmãos e irmãs
África central — Zaire — para a obra africanos estão bem preparados para
do Senhor e para a pregação da receber e seguir a plenitude do
plenitude do evangelho de Cristo. evangelho de Cristo. A grande maioria
Esses países unem-se a outros na é muito pobre; a fome e a pestilência
supostamente chamada “ África seguem seus passos e visitam seus lares
Negra” , onde o importante trabalho regularmente. As oportunidades de
s profetas proclamam e as de trazer almas a Cristo já começou. O educação e trabalho são extremamente

O escrituras atestam suavemente


que todo homem e mulher que
desejarem alcançar a verdadeira
felicidade, devem atender a isto:
tempo da colheita chegou. Estamos
testemunhando a alvorada de um novo
dia, o início de uma nova era na
África.
limitadas.
Mas apesar de tudo, eles são um
povo feliz, generoso e amoroso,
ansioso de aprender e ávido por
“ Vinde a Cristo, sede perfeitos nele.” Em seu magnífico hino sobre a obedecer aos mandamentos de Cristo.
(Morôni 10:32.) Na verdade, esse é o Restauração, Parley P. Pratt, apóstolo
mesmo propósito de A Igreja de Jesus desta dispensação, descreveu com
Cristo dos Santos dos Últimos Dias — paixão poética sua visão gloriosa desta
convidar, encorajar e ajudar todos os grande obra dos últimos dias:
filhos de Deus, tanto os vivos quanto A alva rompe em Sião
os mortos, a virem a Cristo e “ (se E a verdade fa z volver
apegarem) a toda boa dádiva” Depois da longa escuridão...
(Morôni 10:30), para que “ possais Bendito dia vai nascer!
receber a remissão de vossos pecados e (“ A Alva Rompe” , Hinos, n? 179.)
sejais cumulados com o Espírito Quão inteiramente essas palavras se
Santo, para que sejais contados entre aplicam à África! A luz da plenitude
os de meu povo, que são da casa de do evangelho de Cristo, como um feixe
Israel” (3 Néfi 30:2). de claridade transcendente e de beleza
Esta é a razão pela qual fazemos a fulgurante, está-se irradiando
obra missionária. Esse propósito majestosamente sobre aqueles povos e
divino explica por que o Salvador terras longínquos. Ela dispersa a
ressuscitado proclamou a seus escuridão espiritual e afasta as sombras
apóstolos escolhidos que eles, após do erro e da superstição que por muito
receberem o Espírito Santo, deveriam tempo pairaram sobre o “ continente
servir-lhe de testemunhas, “ tanto em negro” . Ela incide sobre um povo
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 23
centros de força, à volta dos quais a
Igreja pode crescer. São as pessoas
certas no lugar e tempo certos dentro
da história. A sua missão é de amor e
serviço.
Progressivamente, a eles estão-se
juntando maravilhosos missionários,
muitos dos quais são casais
aposentados da América do Norte e
Europa, ricos em experiências na
Igreja e ansiosos de servir, com um
espírito elevado de aventura e
sacrifício. E grande a necessidade de
casais missionários adicionais para
trabalharem na África e a recompensa
para tal serviço é sublime e eterna.
O irradiar da luz do evangelho sobre
a África é uma poderosa manifestação
e testemunho do amor de Deus a todos
os seus filhos. Nas palavras do profeta
nefita Amon: Ele “ se lembra de todos
os povos, estejam onde estiverem; ele
conta o seu povo e suas entranhas de
misericórdia cobrem toda a terra.”
(Alma 26:37.)
Sabemos pelo testemunho de Pedro
que “ Deus não faz acepção de pessoas;
mas que lhe é agradável aquele que,
em qualquer nação, o teme e obra o
que é justo.” (Atos 10:34-35.)
Néfi registrou que “ o Senhor estima
toda a carne como uma só e aquele que
é justo é favorecido por Deus” (1 Néfi
17:35), pois “ ele pratica o bem entre os
filhos dos homens; e não faz nada que
não seja claro para os filhos dos
homens; e convida a todos para que
venham a ele e participem de sua
bondade; e nada nega aos que o
procuram, seja branco ou preto,
escravo ou livre, homens ou
mulheres;... e todos são iguais perante
Deus.” (2 Néfi 26:33; grifo nosso.)
“ Ele reúne seus filhos dos quatro
cantos da terra, conta suas ovelhas e
elas o conhecem; e haverá um rebanho
e um pastor; e alimentará suas ovelhas,
Entre eles existe muita compreensão lançaram a fundação para o futuro que nele se apascentarão.” (1 Néfi
sobre a importância das famílias. Se crescimento da Igreja. Quão 22:25.)
um trabalha, doze comem. Muitos, em afortunados somos pelo espírito A coligação e reunião dos filhos de
sociedades tecnologicamente mais pioneiro perpetuar-se hoje em dia! Em Deus na África, está apenas
avançadas, esqueceram-se do que o todos os cantos da África, há fiéis começando. Nas palavras do profeta
mais simples camponês africano sabe membros da Igreja, não-africanos, que Joseph, ela seguirá adiante, “ corajosa,
tão bem: a família é o bloco lá vivem e trabalham; santos dos nobremente e independente até... (a
fundamental sobre o qual qualquer últimos dias procedentes de vários verdade de Deus ter) varrido cada país
sociedade deve ser edificada, para que países. e soado em cada ouvido, até que os
possa perdurar por muito tempo. Testifico que eles não estão lá por propósitos de Deus sejam cumpridos e
Nós, santos dos últimos dias, temos acaso. Como parte do plano grandioso o Grande Jeová diga que a obra está
orgulho justificável de nossa herança de Deus para o crescimento, eles foram realizada” . (History o f the Church,
pioneira — daqueles vigorosos e colocados nas fronteiras da Igreja pela 4:540.) Disso eu testifico humildemente
corajosos pioneiros que, sob condições providência divina, para servirem de no sagrado nome de Jesus Cristo,
de muita privação e sacrifício, “ aios” e “ amas” (1 Néfi 21:23.) — amém.
24
dedicar uma grande escola para
U m defenso r da J uven tude meninos... disse: — Se esta escola que
custou milhões, for capaz de salvar
Élder Vaughn J. Featherstone apenas um rapaz, todo esse dinheiro
Do Primeiro Quorum dos Setenta foi bem gasto. Ao término da reunião,
um dos seus amigos lhe disse: — Você
exagerou um pouco, não? Você não
“É tempo de o Sacerdócio Aarônico atingir a maioridade. quis dizer que todos esses milhões que
gastamos aqui teriam valido a pena se
A barra de ferro que vos leva à árvore da vida, rapazes, salvassem apenas um rapaz. Horace
pode bem ser o cumprimento da completa e plena obra do Mann olhou para ele e respondeu: —
Não, meu amigo, não teria sido demais
Sacerdócio Aarônico. ” se esse rapaz fosse meu filho.”
Então, com grande poder e emoção,
sempre é fácil trabalhar com a o Élder Lee disse: “ Quero dizer-vos
juventude, mas eu, tendo Deus como que não seria demais se esse rapaz
testemunha, tenho um grande amor fosse um dos meus netos. Eles são
pelos jovens. preciosos para mim e alguns são
Durante um acampamento na teimosos, obstinados e marotos como
Finlândia, os escoteiros decidiram que seu avô, que é difícil e duro de lidar. Se
eu deveria aprender a tomar sauna. Os alguém, por favor, Deus, puder apenas
finlandeses aquecem suas saunas à ajudá-los a passar por essa idade
temperatura de 170 a 180 graus. O perigosa como eu fui ajudado, ficaria
presidente da estaca Olli Roto que, imensamente grato.” (A Leader —
junto com os escoteiros, que eram The Champion o f Youth, p. 3.)
especialistas, estava ensinando-me, fez A juventude de hoje é maravilhosa.
um pequeno feixe de galhos de O Élder L. Tom Perry, a Presidência
vidoeiro. Quando começamos a da Área Sul de Utah e a presidência
transpirar, ele pegou o feixe e com ele das Moças realizaram recentemente
fustigou-me as costas, tórax e pernas, reuniões para todos os alunos do
dizendo: — Isto traz o sangue à seminário da área do Lago Salgado.
superfície. — Respondi-lhe: — Na Cidade do Lago Salgado, a
Funciona. Corremos então e juventude lotou o Tabernáculo, o
mergulhamos no Mar Báltico e, a Assembly Hall, o auditório do Salt
a conferência da AMM de seguir, regressamos à sauna. É Palace, e quatro mil jovens se

N junho de 1968, o Élder Harold

B. Lee fez um maravilhoso


discurso intitulado “ Um Líder — O
impressionante o que aprendemos
quando estamos trabalhando com a
juventude.
O Élder Orson F. Whitney disse:
comprimiram na Praça do Templo
para ouvir as mensagens. Tivemos
vinte e três mil jovens no Marriot
Center na BYU, três mil duzentos e
Defensor da Juventude” . (Salt Lake “ Vós que sois pais de voluntáriosos e vinte no Dixie College e mais de três
City: Young Men’s Mutual geniosos! Não desistais. Não os mil no Snow College. O total excedeu
Improvement Association, 1968.) rejeiteis. Eles não estão completamente em cinco mil, o número de alunos
Sendo que ouvi e li o discurso, gostaria perdidos. O Pastor encontrará a sua matriculados no seminário.
não só de fazer comentários sobre este ovelha. Eles eram dele antes de serem Convidamos esse maravilhoso
assunto, como também qualificar-me vossos — muito antes de confiá-los aos exército moderno de Israel a envergar a
como defensor de e para a juventude. vossos cuidados; e não podeis começar armadura de Deus, defender a verdade
Lembro-me da história de uma a amá-los assim como ele os ama. Eles e tornar-se uma influência maravilhosa
professora que ajudava um jovem se desviaram do Caminho da Virtude e poderosa contra a imoralidade, as
aluno a calçar as galochas. Elas por ignorância, mas Deus é drogas e a indulgência. A resposta tem
pareciam menores que seus sapatos. misericordioso com a ignorância. sido impressionante. A juventude da
Ajoelhando-se perto dele, puxou, Somente a plenitude do conhecimento Igreja é uma das forças para o bem
empurrou e esticou uma das botas até traz a plenitude da responsabilidade. mais poderosas que temos na terra
que conseguiu calçá-la. Então seguiu o Nosso Pai Celestial é muito mais hoje.
mesmo processo com a outra. Quando misericordioso, muito mais caridoso, Não é difícil entender por que o
finalmente terminou, o menino disse: que até mesmo o melhor dos seus grande Deus nos céus reservou esses
“ Estas galochas não são minhas.” servos; e o evangelho eterno tem mais espíritos especiais para a obra final do
Com muito esforço, a professora, poder para salvar do que nossa mente Reino antes do Milênio.
finalmente, conseguiu tirá-las. Então limitada pode compreender.” Meu coração, assim como o de
ele disse: “ Elas são da minha irmã, (Conference Report, abril de 1929, p. Enoque, parece “ avultar-se como a
mas minha mãe me fez usá-las.” 110.) eternidade” (Moisés 7:41), quando
Algumas pessoas que trabalham O Élder Lee citou em seu discurso penso no que nossa juventude e
com jovens podem achar que não Horace Mann, o qual, “ convidado a aqueles que estão nascendo nesta
servem para este chamado. Nem
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 25
(durante a II Guerra Mundial) eram,
em sua grande maioria, rapazes de
lares desfeitos, cujas esposas ou
namoradas tinham sido infiéis.” Então
ele acrescentou: “ Ouvimos muito nesta
conferência sobre os nossos rapazes.
Mas temos ouvido pouco sobre as
nossas moças.” (Conference Report,
abril de 1945, p. 165.)
Somos gratos a Deus pelas grandes
mulheres como a Presidente Dwan
Young e a Presidente Ardeth Kapp,
que são grandes defensoras da
juventude. São mulheres nobres,
maravilhosas, mulheres de visão e
entendimento.
As mulheres são dotadas de
atributos e características especiais que
as acompanham desde a eternidade, e
herdadas de uma mãe divina. As
moças têm sentimentos especiais a
respeito da caridade, do amor e da
obediência, os quais lhes foram dados
época realizarão. Lista geração ele os levantará no último dia.” (Vers. por Deus. Grosseria e vulgaridade são
enfrcnlará provações c dificuldades 6-7.) contrárias a sua natureza. Elas exercem
que excederão as de seus antepassados Esta é uma geração escolhida. sobre os rapazes uma influência
pioneiros. Nossa geração tem tido Há algum tempo, eu estava em benéfica e positiva. As moças não
certos pcriodos de trégua do inimigo; a Raymond, Alberta, Canadá. Debbie, foram preordenadas a fazer o que os
geração futura, porém, terá pouca ou uma linda adolescente, fez um discurso portadores do sacerdócio fazem. Sua
nenhuma. Entretanto, sua grande fé na conferência da estaca. Entre outras função é sagrada e dada por Deus, e os
no Senhor lhes dará a força necessária. coisas ela disse: “ Gostaria de falar-lhes atributos que receberam da mãe
Nossa juventude influencia seus sobre um amigo que tive na escola celestial são tão importantes quanto os
companheiros para o bem. O quando fazia o segundo grau.” dons dados aos rapazes.
Presidente Wilford W oodruff disse na Contou que se julgava feia mas que Às vezes, mulheres ou homens mal
conferência geral de 1898: “ A respeito seu amigo lhe dizia que era linda. orientados afastam nossa juventude do
da salvação dos mortos, o Profeta Quando havia um baile, ele dançava seu papel divinamente designado.
Joseph Smith disse que na ressurreição com ela e a animava. Dizia ela: “ Ele Eternamente, os homens jamais serão
aqueles que tivessem sido beneficiados era o meu melhor amigo. Era bonito e capazes de procriar. Toda moça pode
por essa obra, se prostrariam aos pés popular, e vivia a sua religião. Nunca o ser uma procriadora junto com Deus, e
daqueles que o fizeram por eles, ouvi praguejar ou violar a Palavra de carregar um pequenino em seu seio,
beijariam seus pés, abraçariam seus Sabedoria, e ía á igreja fielmente. seja nesta vida ou nos mundos eternos.
joelhos e manifestariam a mais Foi bom que ele fosse um membro A maternidade é uma bênção
profunda gratidão.” Acredito que firme da Igreja” , disse ela “ pois eu o maravilhosa e inestimável, não
nossa juventude salvará uma geração seguia por toda parte. Fazia o que ele importa o que o mundo inteiro diga. A
inteira. Sua obra suscitará esses fazia e o teria seguido a qualquer ordenação ao sacerdócio é uma bênção
mesmos sentimentos e emoções dos lugar. Não posso expressar o amor e para os homens. As conseqüências são
pais e avós daqueles que forem respeito que tenho por ele. Eu não era graves quando a maternidade ou o
resgatados espiritualmente. sua namorada, mas com certeza o sacerdócio são violados ou postos de
Creio que a promessa de Amon a amava. Ele está na missão agora e nos lado.
seus irmãos, aplica-se à juventude de correspondemos regularmente. Ele Todos os profetas têm sido
hoje. No capítulo 26 de Alma, lemos: ainda me ama e ainda é o meu melhor defensores da juventude, mas penso
“ Sim, não serão abatidos pela amigo. Ele é o meu irmão mais que nosso amado profeta, o Presidente
borrasca, no último dia, nem velho.” Ezra Taft Benson, encontra-se no
perturbados pelo furacão; mas, Que bênção é para a Igreja quando pináculo daqueles que amam e
quando vier a tormenta, serão irmãos e irmãs têm esse tipo de amor e defendem nossa juventude. Quem se
reunidos em seu lugar, para que a respeito mútuo !----------------------------------esquecerá do maravilhoso conselho
tempestade não possa chegar onde Em abril de 1945, o Elder Harold B. dado recentemente pelo Presidente
estejam; e também não serão Lee falou de nossos rapazes no serviço Benson aos rapazes e moças da Igreja?
impelidos, pelos ventos fortes, para militar. Disse ele: “ Ouvi um médico Os dois discursos foram distribuídos à
onde o inimigo queira levá-los. dizer, recentemente, que os relatórios Igreja em forma de folheto. (Vide Para
Mas eis que estão nas mãos do médicos constataram que os rapazes os Rapazes do Sacerdócio, 1986; Para
Senhor da colheita, e lhe pertencem; e que se desestabilizaram mentalmente as Moças da Igreja, 1986.)
26
Durante as comemorações do
Jubileu de Diamante dos Escoteiros da
América em fevereiro de 1985, o
Presidente Gordon B. Hinckley disse:
“ Que coisa maravilhosa é plantar no
coração de um menino a máxima
impulsionadora: “ Prepare-se.”
Preparar-se para o quê? Para dar nós,
sim. Amarrar nós é uma tarefa de
principiante, mas é importante. De
certa maneira, todo o processo de viver
e fazer envolve amarração de nós, o
tipo de nós que seguram e não se
soltam sob pressão e cansaço. Vemos
ao nosso redor evidências de fracasso,
de nós que se desfizeram quando
deveriam ter resistido. Eles são
evidentes em carreiras mal sucedidas,
em negócios mal sucedidos, em
fracassos profissionais, em casamentos
desfeitos. Ser capaz de atar o nó certo
para a ocasião certa e pela razão certa
é fazer com que ele permaneça firme
mesmo sob tensão, faz parte do
processo de estar preparado.” (Boy
Scouts Program, 10 de fevereiro de
1985.)
A vida toda do Presidente Thomas À esquerda Élder Howard W. Hunter, Presidente Interino do Conselho dos Doze, e Êlder Boyd K.
S. Monson tem sido dedicada à Packer, membro do Conselho.
juventude. Ele faz parte do Comitê
Executivo Nacional dos Escoteiros da que denominou de sua mensagem de O estudo da natureza lhes mostrará
América. Seus discursos durante todos despedida aos escoteiros do mundo: quantas coisas belas e maravilhosas
estes anos têm refletido um amor “ Queridos Escoteiros: Deus criou neste mundo para nós
especial pela juventude. Quem será Se já viram a peça “ Peter P an” , desfrutarmos. Contentem-se com o
capaz de esquecer seu discurso “ Corre, lembrar-se-ão de como o chefe dos que possuem e façam o melhor uso
Rapaz, Corre!” ? (Vide A Liahona, piratas estava sempre fazendo seu possível dele. Olhem o lado bom das
janeiro de 1983, pp. 32-36.) discurso de morte por recear que sua coisas ao invés do ruim.
Donald Dowdle, um grande amigo hora de morrer chegasse sem que A verdadeira maneira de alcançar a
meu, estava presente em uma reunião tivesse tempo de expressar seus felicidade, entretanto, é proporcionar
realizada há muitos anos. Um jovem sentimentos. Isto acontece comigo felicidade aos outros. Procurem deixar
conselheiro na presidência da estaca, também, e, por isso, apesar de não este mundo um pouco melhor do que o
Thomas S. Monson, acabara de estar morrendo neste momento, encontraram, e quando chegar a sua
concluir seu discurso. O velho qualquer dia destes isto será inevitável; vez de morrer, poderão morrer felizes
patriarca da estaca levantou-se na portanto, quero enviar-lhes uma sentindo que de certa maneira não
congregação e disse: “ Thomas palavra de despedida. desperdiçaram seu tempo mas deram o
Monson se sentará no Quorum dos Lembrem-se, é a última coisa que melhor de si. “ Preparem-se” desta
Doze Apóstolos.” A seguir sentou-se. ouvirão de minha parte; portanto maneira para viverem felizes e
Realmente, Thomas Monson assim o meditem sobre o que vou falar. morrerem felizes — não se afastem da
fez. E que grande defensor da Tenho tido uma vida muito feliz e sua Promessa Escoteira — mesmo
juventude ele tem sido! quero que cada um de vocês tenha depois de terem atingido a idade adulta
Disse o grande filósofo americano igualmente uma vida tão feliz quanto a — e que Deus os ajude a fazê-lo. Seu
Yogi Berra: “ O bom arremesso é minha. amigo, Baden-Powell.”
melhor que a boa defesa, e Creio que o Senhor nos coloca neste Agora, também aos meus jovens
vice-versa.” Ele disse também: “ Se mundo admirável para sermos felizes e amigos, de alguém que os ama:
não souber para onde está indo, estará apreciarmos a vida. A felicidade não O que fazeis agora, hoje, poderá ter
sujeito a acabar em outro lugar.” vem da riqueza, nem de uma carreira conseqüências de longo alcance. Creio
Acho que Lord Baden-Powell era bem sucedida ou da auto-indulgência. que o Sacerdócio Aarônico e as Moças
dotado de um fogo ardente no peito Um passo em direção à felicidade é da Igreja de hoje, liderarão a
em favor da juventude. Ele queria que tornar-se saudável e forte enquanto juventude do mundo durante os
os jovens soubessem para onde forem jovens, para que possam ser tempos mais difíceis da história. É
estavam indo. Foi outro grande úteis e apreciar a vida quando se tempo de o Sacerdócio Aarônico
defensor da juventude, e escreveu o tornarem homens. atingir a maioridade. A barra de ferro
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 27
que vos leva à árvore da vida, rapazes,
pode bem ser o cumprimento da
completa e plena obra do Sacerdócio “T odavia E stás Al i”
Aarônico. A medida que ordenamos Élder Neal A. Maxwell
vossas forças em vossa verdadeira do Quorum dos Doze Apóstolos
identidade como diáconos, mestres e
sacerdotes no sagrado Sacerdócio
Aarônico, mobilizamos um exército de “Jesus já está familiarizado com nossos pecados,
Israel como nunca antes visto na
Igreja. Vosso número é uma legião. enfermidades e dores. Pode carregá-los agora, porque já o
Creio que será exigido de vós realizar a fez, com sucesso, antes!”
obra mais importante desta
dispensação, com exceção da realizada
pelo Profeta Joseph Smith. suas vastas criações, e exclamou
O Presidente Spencer W. Kimball confiante: “ Todavia estás ali.”
disse: “ Quando leio a história da (Moisés 7:30; vide também Jeremias
Igreja, fico impressionado com a 10: 12.)
coragem dos primeiros irmãos Essa mesma confiança pode
aventurando-se pelo mundo. Eles acompanhar-nos através de todas as
pareciam sempre encontrar um épocas e condições de nossa vida. O
caminho. Mesmo durante as Deus universal está, de fato, envolvido
perseguições e dificuldades, eles saíam em nossos pequenos universos de
e abriam portas que evidentemente experiência pessoal! Em meio a seus
estavam pendentes de suas dobradiças imensos domínios, ainda assim ele nos
e muitas outras prestes a fechar... conta, nos conhece e nos ama
Esses homens de valor começaram a perfeitamente. (Vide Moisés 1:35; João
andar pela terra com dignidade e 10:14.)
honradez, com mantos nos ombros, Além de saber que Deus existe, é
chaves nas mãos e amor no coração.” igualmente vital saber como ele é,
(Discurso proferido no Seminário de inclusive conhecer seus perfeitos
Representantes Regionais, 4 de abril de atributos de justiça e misericórdia.
1974, p. 9.) Maior número de mortais morrem
Meus jovens e fiéis amigos, vós ignorando o verdadeiro caráter de
podeis ter a mesma coragem que eles que João e Paulo escreveram Deus do que precisamente em rebeldia
tiveram. Podeis andar com a mesma
dignidade e honradez, com o manto
sobre os ombros, chaves nas mãos e
O acerca das criações de Deus e da
pluralidade de mundos, o
evangelho restaurado afirma
com ele. Crer na bondade e no poder
de Deus é muitíssimo facilitado pelo
entendimento do seu plano de
amor no coração. grandiosamente, declarando que foram salvação, com sua decisiva concessão
Então exclamaremos como fez criados “ mundos sem número” . de arbítrio moral ao homem, um
Amon: “ Gloriemo-nos... no Senhor; (Moisés 1:33; vide também João 1:3; autêntico arbítrio moral — com erros
sim, nós nos rejubilaremos, pois que Hebreus 1:2, 11:3; D&C 93:10.) Essas reais e consequências reais! Seu plano
nosso gozo é completo; sim, verdades evangélicas são afirmações prevê provas reais, dilemas reais,
louvaremos nosso Deus para sempre. E muito significativas para nós, situados angústia real e alegria real.
quem poderá glorificar-se como estamos neste “ grão de areia” , Mesmo sabendo ter sido chamado
demasiadamente no Senhor? Quem nas fímbrias de uma pequena galáxia, pessoalmente por um Deus pessoal,
poderá falar demasiado sobre o seu a Via Láctea. Sem a plenitude do Enoque teve de lutar contra
grande poder, sua misericórdia e evangelho, pareceríamos estar vivendo sentimentos de inadequação pessoal.
longanimidade para com os filhos dos um mero segundo do relógio geológico (Vide Moisés 6:31.) Também chorou
homens? Eis que vos digo que não e em meio à imensidão desconhecida. por causa da condição humana, mas
posso expressar nem a mínima parte Não obstante, devemo-nos foi-lhe dito: “ Eleva teu coração,
do que sinto.” (Alma 26:16.) concentrar neste planeta, exatamente regozija-te e vê.” (Moisés 7:44.) Não
Não conheço obra mais como o Senhor falou a Moisés: houvesse olhado e sido espiritualmente
maravilhosa. Tendo Deus por “ Mas eu só te darei um relato desta esclarecido, Enoque teria visto a
testemunha, eu amo esta obra com terra e dos seus habitantes. Porque eis condição humana isolada da grandiosa
cada partícula de meu coração e alma; que há muitos mundos que... deixaram realidade. Se Deus não estivesse ali, a
amo-a mais que a minha própria vida. de existir... e são incontáveis para o pergunta de Enoque ter-se-ia
Sinto-me muito honrado por andar ao homem; mas, para mim, todas as transformado num desesperado grito
vosso lado como um verdadeiro e leal coisas estão contadas, porque são sem resposta!
defensor da juventude. minhas e eu as conheço.” (Moisés A princípio, Enoque recusou-se a
Deus vos abençoe, juventude de 1:35.) “ ser consolado” . (Moisés 7:44.) Mas
nobre estirpe, eu oro em nome de Enoque, a quem o Senhor revelou depois, viu o plano de Deus, a futura
Jesus Cristo. Amém. tantas coisas, louvou a Deus em meio a vinda do Messias no meridiano dos
28
tempos e, finalmente, o triunfo dos O irmão de Jared deixara de orar
propósitos de Deus; viu justiça e tempo demasiado. (Vide Éter 2:14.)
misericórdia caracterizando o trono de Mesmo o justo poderá descuidar-se, se
Deus. (Vide Moisés 7:31.) o Senhor não estiver ali para
Significativamente, as conseqüências repreendê-lo. Mais tarde, o irmão de
do mau uso do arbítrio humano foram Jared que fora repreendido, viu a
explicadas a Enoque: deu-se aos Cristo! (Vide Éter 3:13-16.)
mortais o mandamento de que se O que nós, mortais, consideramos
“ amassem uns aos outros” ; não imprevisto, Deus já viu, como por
obstante, tornaram-se um povo sem exemplo, que as reservas de petróleo
“ amor e odeiam seu próprio sangue” . da terra configurariam os conflitos
(Moisés 7:33.) entre nações nos últimos dias. “ É a
Nós, também, podemos recusar-nos mão (de Deus) que está estendida sobre
a ser consolados, acusando Deus todas as nações.” (Isaías 14:26.) Ele
injustamente de grande parte da previu, igualmente, todos os terríveis
miséria humana, causada, na verdade, surtos de fome, alguns resultantes da
pelo não cumprimento dos irresponsável e desnecessária
mandamentos pelos mortais. Ou, destruição do precioso solo arável.
como Enoque, ter suficiente humildade Certamente previu as terríveis
intelectual para olhar e aceitar as perseguições aos judeus. Tendo criado
verdades sobre a existência de Deus e a terra, anteviu o impacto do
de sua personalidade e planos. movimento dos continentes na
Ai de nós, quando o Senhor dá freqüência e intensidade dos
“ linha sobre linha” e “ preceito sobre terremotos nos últimos dias. Ele, que
preceito” sobre si mesmo e seus usou da analogia de que “ os ímpios
planos, e muitos ignoram esses grandes são como o mar bravo que se não pode
dons. Em lugar de linhas, alguns aquietar” (Isaías 57:20), também sabe
exigem parágrafos inteiros e mesmo onde e quando, nos últimos dias,
páginas. Quando Deus concede “ um vagalhões gigantescos se arremessarão
pouco aqui, um pouco ali” (Isaías selvagemente “ além de seus limites” .
28:10), alguns querem muito e já! (D&C 88:90.)
Ainda assim, as páginas das reconhecimento, Jesus ressurreto Sem revelações, todavia, as
escrituras farfalham com confirmações mandou Pedro lançar a rede para respostas a respeito do motivo da
tranqüilizadoras, como estas apanhar determinado cardume de nossa existência e do sofrimento
concedidas afetuosamente a Abraão: peixes. (Vide João 21:6-8.) A Deidade humano, escapariam até mesmo à
“ Meu filho, meu filho (e sua mão chamou Samuel, Maria Madalena, melhor digressão intelectual:
estava escondida), eis que te mostrarei Paulo e Joseph Smith pelos respectivos “ Eis que grandes e maravilhosas são
todas estas. E ele pôs a mão sobre nomes. (Vide I Samuel 3:4; João as obras do Senhor. Quão insondáveis •
meus olhos, e vi aquelas coisas que 20:16; Atos 9:4; Joseph Smith 2:17.) são as profundezas de seus mistérios! E
suas mãos haviam feito, que eram Macro-amor com tais é impossível ao homem descobrir todos
muitas; e elas se multiplicaram ante micromanifestações! os seus caminhos. E não há ninguém
meus olhos, e não pude ver seu fim.” Deus não está apenas ali, nas mais que os conheça, a não ser que lhe
(Abrão 3:12.) amenas expressões de sua presença, sejam revelados; portanto, irmãos, não
Seja qual for a proporção das mas também nas expressões desprezeis as revelações de Deus.”
coisas, o Senhor está ali! Seja falando aparentemente severas. Por exemplo, (Jacó 4:8.)
de como o sol, a lua e as estrelas quando a verdade “ penetra até o As supremas perguntas humanas
mostram “ Deus obrando em sua âmago” (1 Néfi 16:2), poderá ser sinal prendem-se realmente ao “ por quê” !
majestade e poder” (D&C 88:47), ou de que está havendo uma cirurgia O evangelho positivamente
descrevendo os lírios do campo como espiritual, extirpando penosamente o “ transborda” de respostas a essas
melhor ataviados que Salomão em orgulho da alma. indagações sobre o propósito humano.
toda sua elegância, quem é melhor Deus está ali também, quando As verdades do evangelho são as
qualificado que o Criador para palavras verdadeiras, porém duras, verdades vitalmente integradoras e
descrever assim os céus ou comparar abrem, à força, a porta de uma mente ordenadoras, esclarecendo-nos não
vestidos e flores? (Vide Mateus 6:28- dominada por uma única obsessão. Às apenas as “ coisas como realmente
-29.) vezes, irmãos e irmãs, em lugar de a são” , mas também “ como realmente
Uma solitária mulher samaritana foi mente girar em torno de uma idéia, é serão” . (Jacó 4:13.)
uma das primeiras a saber, da própria uma idéia que envolve a mente — Não admira, pois, que deveríamos
boca de Jesus, que ele era, de fato, o outra maneira de a “ soberba... (cercá- render “ diariamente graças a Deus”
Messias. Maravilhou-se, quando ele -la) como um colar” . (Salmo 73:6.) (Alma 34:38), porque “ tudo mostra
lhe disse “ tudo quanto tenho feito” . O Senhor está realmente ali para que existe Deus; sim, até mesmo a
(João 4:29.) Jesus estivera na vida dela repreender aqueles a quem ama, terra e tudo o que existe sobre a sua
por longo tempo. Para apressar o inclusive os espiritualmente eminentes. face; seu movimento, e também todos
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 29
de modo que nem uma só alma se estende por anos e anos, quando o
perderá, e sem dúvida o farei; consolo das lembranças empalidecidas
portanto, dá-me a tua honra.” (Moisés já não basta, às vezes soluçam sem ver
4:1; vide também Abraão 3:27; Isaías propósito algum nisso tudo.
6 : 8 .) Entretanto, mais tarde conhecerão
Notai o egocentrismo que permeia momentos em que o Senhor
essas poucas linhas. A linguagem “ enxugará... as lágrimas de todos os
voltada para o “ eu” é geralmente rostos” . (Isaías 25:8.) Enquanto isso,
acompanhada por joelhos que não se podem realmente testificar: “ Todavia
dobram, porque os orgulhosos, como estás ali!”
na parábola de Jesus, confiam em si Esposas e maridos cuja vida é
mesmos, crendo ser justos, e destroçada pela traição do cônjuge,
desprezam os outros. (Vide Lucas talvez se julguem abandonados ou
18:9.) engolfados pela injustiça. Não
Há muito tempo, foi igualmente o obstante, eles, também, podem saber:
manso, amoroso Redentor Jesus que “ Todavia estás ali” , atendendo ao
previu a necessidade de levar o convite de Jesus: “ Vinde a mim, todos
evangelho aos que se encontravam em os que estais... oprimidos, e eu vos
prisão espiritual, incluindo os ímpios aliviarei.” (Mateus 11:28.)
da época de Noé, quando o escolhido Pais que, empenhados em alcançar e
implorou perante a face de Deus. resgatar o adolescente revoltado,
(Moisés 7:39.) Jesus tem estado ali sofrem desapontamento após
como nosso paciente Pastor durante desapontamento e ficam imaginando
eras. quando tudo aquilo terminará, podem
Nós não precisamos estar nos altos estar certos: “ Todavia estás ali!”
de uma montanha ou em bosques A vós que assim sofreis e, não
sagrados, para Deus estar ali. Deus obstante, perseverais e testificais pela
também está ali na mais amena eloqüência de vosso exemplo, nós vos
os planetas que giram regularmente, expressão de sua presença. saudamos em Cristo! Perdoai, por
testemunham que existe um Supremo A consciência permite ao Senhor favor, a nós que tão canhestramente
Criador” . (Alma 30:44.) estar ali, seja nas primeiras procuramos confortar-vos. Nós
Além disso, “ todas as coisas que advertências ou nas últimas. Ele nos dá sabemos donde provém vosso
foram dadas por Deus aos homens, uma centelha de discernimento ou um verdadeiro consolo. O ombro de Deus
desde o começo do mundo, são a vislumbre de recordação, afastando- está ali para vos encostardes.
representação (de Cristo)” . (2 Néfi -nos da beira do precipício ou A prometida paz de Jesus é uma
11:4.) induzindo-nos a fazer o bem. A forma especial de descanso em meio à
Prover um adequado suprimento de consciência pode avisar-nos de que agitação. Mesmo quando outras coisas
oxigênio neste planeta, é uma forma de apenas nos estamos retardando mais e estão em comoção, seus discípulos
Deus nos dar “ alento para... viver” , mais ao insistir na vingança. A podem continuar tranqüilos. (Vide
como dizia o Rei Benjamim em sua consciência nos adverte a não D&C 45:26, 32.) Eles sabem que o
litania. (Mosiah 2:21.) Deus conserva cravarmos nossas travas fundo demais Senhor está ali nos últimos dias. “ Eu
este planeta habitável, “ preservando na turfa mortífera, tão perigosamente sou aquele que tirou da terra do Egito
(-nos) de dia em dia” . (V. 21.) Diante artificial. os filhos de Israel; e o meu braço está
de tudo o que ele tem feito, não De inúmeras maneiras, a Deidade estendido nestes últimos dias, para
admira sermos, comparativamente, estará sempre ali, exatamente como salvar o meu povo, Israel.” (D&C
“ servidores inúteis” . (V. 21.) testifica Enoque, inclusive em nosso 136:22.)
Não obstante nossa inutilidade, sofrer. Podemos lançar, confiantes, nossas
nosso Redentor ainda está ali. Na Alguns de nós, desesperadamente ansiedades sobre o Senhor, pois,
verdade, os transcendentes serviços de enfermos, conhecemos a solidão de um devido aos eventos torturantes do
Jesus ao homem remontam à era pré- quarto de hospital à noite, quando os Getsêmani e do Calvário, Jesus já está
-mortal. Quando Deus nos apresentou entes queridos se foram ou estão familiarizado com nossos pecados,
seu plano de salvação, Jesus estava ali, “ dormindo de tristeza” (Lucas 22:45), enfermidades e dores. (Vide I Pedro
apresentando-se em voluntária e incapazes de “ velar” nem mais “ uma 5:7; 2 Néfi 9:21; Alma 7:11-12.) Pode
humilde mansidão: “ Eis-me aqui, hora” . (Mateus 26:40.) A noite carregá-los agora, porque já o fez, com
envia-me” (Abraão 3:27), dizendo: intensifica a quietude nos corredores sucesso, antes! (Vide 2 Néfi 9:8.)
“ Pai, faça-se a tua vontade e seja tua a do hospital, enquanto essas pessoas Sim, as criações de Deus estão
glória para sempre.” (Moisés 4:2.) O roçam o véu da morte. Mesmo assim, “ estendidas” , mas da mesma forma
Pai, preocupado com a liberdade de estejam ou não “ designado(s) para está o seu braço redentor! (Vide Êxodo
escolha de todos, deu oportunidade morrer” (D&C 42:48), esses fiéis estão 6:6; Salmo 136:6.)
também a Lúcifer: na mão de Deus. Eles o conhecem e Aquele que está sempre ali é perfeito
“ Eis-me aqui, manda-me e serei teu sabem: “ Todavia estás ali!” em seu amor. Ademais, “ as coisas que
filho e redimirei a humanidade toda, Viúvas e viúvos, cuja solidão se o olho não viu, e o ouvido não ouviu,
30
e não subiram ao coração do homem,
são as que Deus preparou para os que
o amam” . (I Coríntios 2:9; vide
“0 Grande Imitador”
também Isaías 64:4.) Élder James E. Faust
A Restauração, pois, está repleta Do Quorum dos Doze Apóstolos
dessas abundantes confirmações
tranquilizadoras sobre Deus, a vida, o
universo e sobre nós. “Não nos precisamos deixar paralisar pelo medo do poder
Ao percorrermos rapidamente o
panorama repleto de maravilhas da
de Satanás. Ele não tem poder sobre nós, a menos que o
Restauração, exclamando e permitamos. ”
observando, não deve surpreender-nos
que nossas primeiras impressões sejam
tudo, menos definitivas. Não é de Disfarçar-se-á com mais sofisticação e
admirar que alguns de nós nos astúcia, porém será igualmente mais
confundamos e tomemos um grupo de ruidosa. Precisaremos de maior
árvores pela mata inteira ou que, em espiritualidade para perceber todas as
algumas de nossas exclamações formas do mal, e mais forças para
jubilosas, exista um pouco de exagero resistir a ele. Os desapontamentos e
involuntário. reveses na obra de Deus, entretanto,
Perambulando em meio aos serão apenas temporários, pois ela irá
majestosos madeiros da verdade, avante. (Vide D&C 65:2.)
somos envolvidos inevitavelmente pela Não é de bom alvitre interessar-se
penetrante fragrância do pinho. por Satanás e seus mistérios. Achegar-
Nossos bolsos ficam estufados de -se ao mal não trará nenhum benefício.
pedras e pinhas recolhidas como Como quando brincamos com fogo, é
lembrança; estamos cheios de alegria muito fácil queimar-se: “ O
infantil. Não há maneira de examinar conhecimento do pecado induz à sua
tudo — seja numa excursão ou em prática.” (Joseph F. Smith, Doutrina
várias. Além disso, nosso assombro do Evangelho, p. 342.) O único
crescerá quanto mais nos caminho seguro é manter-se bem
familiarizarmos com ela. Afinal, distante dele e de quaisquer de suas
alguém não dado a hipérboles utilizou atividades iníquas e práticas nefandas.
o termo maravilhoso para descrever a alvez já conheçais a história, e A maldade do culto diabólico, da
Restauração!
Um reconhecimento mais
aprofundado, na verdade, produz
T não passa de história, dos
garotos insubordinados e
barulhentos de uma classe na Escola
feitiçaria, dos conjuros, bruxarias,
feitiços, magia negra e todas as demais
formas de demonismo devem ser
certa abafada expectativa, porque, Dominical, aos quais o professor, evitados como praga.
algum dia, tudo será dado aos fiéis. “ E exasperado, indagou por que se davam Não obstante, diz Brigham Young, é
dia virá em que ... serão reveladas aos ao trabalho de freqüentá-la. Um dos importante “ estudar... o mal e suas
filhos dos homens todas as coisas que mais atrevidos respondeu: — Viemos terríveis conseqüências” . (Discursos de
ocorreram entre eles, bem como tudo o ver o senhor fazer um milagre. Brigham Young, comp. John A.
que se dará até o fim do m undo.” (2 Aproximando-se lentamente do Widtsoe, p. 257.) Sendo Satanás o
Néfi 27:11.) rapazinho, o professor respondeu autor de todo o mal no mundo, será,
Como Moisés, Néfi esteve no cume ameaçador: — Aqui não fazemos portanto, essencial dar-se conta de que
de “ montanhas mui altas” e milagres, mas expulsamos demônios! ele é a influência por trás da oposição à
contemplou “ grandes coisas... Por alguma razão, sinto-me obra de Deus. Alma coloca este ponto
demasiadamente grandes para o induzido a falar-vos hoje contra o sucintamente: “ Porque vos digo que
homem” . (2 Néfi 4:25.) À semelhança demônio e seus anjos — a fonte e tudo que é bom vem de Deus e tudo
de Enoque, Néfi citou os atributos de origem de todo mal. E o faço em que é mau vem do diabo.” (Alma
Deus que ali está entre mundos espírito de oração, porque Satanás não 5:40.)
inumeráveis, declarando: é o tipo de assunto iluminado. A principal razão de eu escolher este
“ Oh! Quão grande é a bondade de Considero-o como sendo o grande tema é ajudar os jovens, advertindo-
nosso Deus!” (2 Néfi 9:10.) imitador. -os, como diz Paulo, “ para que não
“ Oh! Quão grande é a misericórdia Penso que testemunharemos sejamos vencidos por Satanás; porque
de nosso Deus!” (2 Néfi 9:19.) evidências crescentes do poder de ignoramos os seus ardis” . (II Coríntios
“ Oh! Quão grande é o plano de Satanás, à medida que o reino de Deus 2:10-11.) Esperamos que os jovens,
nosso Deus!” (2 Néfi 9:13.) se fortalecer. Creio que os esforços desconhecedores dos sofismas do
Jubiloso e firme, acrescento minha cada vez mais intensos de Satanás são, mundo, se conservem a salvo das
débil voz ao testemunho dessas de certa forma, prova da veracidade tentações e engodos de Satanás. Não
maravilhosas declarações de adoração, desta obra. Futuramente, a oposição pretendo ter, pessoalmente, nenhum
em nome de Jesus Cristo. Amém! tornar-se-á mais sutil e mais aberta. conhecimento especial quanto aos
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 31
não há inferno; e diz-lhes: Eu não sou
o diabo; ele não existe; e isso ele lhes
sussurra aos ouvidos, até os agarrar
com suas terríveis correntes, das quais
não há libertação.” (2 Néfi 28:21-22.)
A Primeira Presidência descreveu
Satanás: “ Ele trabalha tão bem
disfarçado, que muitos não o
reconhecem nem a seus métodos. Não
existe crime que não cometa, nenhuma
devassidão que não invente, nenhuma
praga que não mande, coração algum
que não despedace, nem vida que não
tome ou alma que não destrua. Ele
vem como o ladrão à noite; é um lobo
disfarçado em pele de ovelha.”
(Messages o f the First Presidency,
comp. James R. Clark, 6 vols., Salt
Lake City: Bookcraft, 1965-1975,
6:179.)
Satanás é o mestre mundial no uso
da lisonja; ele conhece a grande força
da eloqüência. (Vide Jacó 7:4.) Tem
métodos de Satanás, mas pude, vez mais, está certo” ; “ Se se sentir bem a sido sempre um dos grandes poderes
por outra, sentir sua influência e respeito, está certo” ; ou “ É o que está do mundo.
atuação em minha vida e na vida de na moda” . Tais instigações sutis de Ainda recentemente ouvimos o
outros. Quando cumpria minha Satanás fazem dele o grande imitador, Presidente Ernest LeRoy Hatch, do
primeira missão, ele procurou desviar- o mestre dos impostores, o Templo da Cidade de Guatemala,
-me de meu futuro caminho e, se arquidissimulador e o grande dizer: “ O demônio não é esperto por
possível, destruir minha utilidade para mentiroso. ser o demónio; é esperto porque é
a obra do Senhor. Isso foi há quase Todos nós possuímos um freio velho.” De fato, o demônio é velho e
cinqüenta anos, mas ainda recordo íntimo que nos detém antes de nem sempre foi demônio. A princípio
muito bem quão razoáveis pareciam os seguirmos Satanás longe demais no não era o perpetrador do mal, mas
seus pedidos. caminho errado. É a voz suave e fazia parte das hostes celestes. Era
Quem já não ouviu e sentiu as mansa da consciência. Mas depois de “ um anjo de Deus, que possuía
instigações do demônio? Sua voz sucumbirmos uma vez, o tal freio autoridade perante Deus” . (D&C
parece, muitas vezes, tão convincente e começa a deixar vazar fluido, 76:25.) Antecipando-se a Cristo,
sua mensagem tão fácil de justificar; enfraquecendo e deteriorando nosso propôs a Deus, o Pai: “ Eis-me aqui,
ele tem uma voz sedutora, intrigante, mecanismo freador. manda-me e serei teu filho e redimirei
de doces tons. Não é dura nem O príncipe das trevas encontra-se em a humanidade toda, de modo que nem
discordante. Ninguém daria ouvidos à toda parte, muitas vezes em excelente uma só alma se perderá, e sem dúvida
voz de Satanás se ela soasse áspera ou companhia. Diz Jó: “ E, vindo outro o farei; portanto, dá-me a tua honra.”
maldosa. Se fosse desagradável, sua dia, em que os filhos de Deus vieram (Moisés 4:1.) Isto ele se propunha fazer
voz não seduziria as pessoas a dar-lhe apresentar-se perante o Senhor, veio à força, destruindo o livre-arbítrio do
ouvidos. também Satanás entre eles apresentar- homem. Seu pedido de “ dá-me a tua
Diz Shakespeare: “ O principe das -se perante o Senhor.” (Jó 2:1.) E sua honra” significou, porventura, que
trevas é um gentil-homem” (Rei Lear, influência está em toda a parte: pretendia organizar um levante para
ato 3, cena 4, linha 143), e “ o demônio “ Então o Senhor disse a Satanás: suplantar até mesmo Deus, o Pai?
sabe citar escrituras para seus fins” . (O Donde vens? E respondeu Satanás ao Satanás tornou-se demônio,
Mercador de Veneza, ato 1, cena 3, Senhor, e disse: De rodear a terra, e procurando obter glória, poder e
linha 95.) Como grande impostor, passear por ela.” (Jó 2:2.) domínio pela força. (Vide Moisés 4:3-
Lúcifer dispõe de maravilhosos Néfi nos deixou o padrão ou -4.) Jesus, porém, “ escolhido desde o
poderes de ilusão. Conforme dizia maneira de atuação de Satanás: princípio” (Moisés 4:2), disse a Deus:
Paulo aos coríntios: “ E não é “ E a outros pacificará, e os “ Pai, faça-se a tua vontade e seja tua a
maravilha, porque o próprio Satanás adormecerá em segurança carnal, de glória para sempre.” (Moisés 4:2.) Que
se transfigura em anjo de luz.” (II modo que dirão: Tudo vai bem em grande diferença na proposta! Por
Coríntios 11:14; vide também 2 Néfi Sião; sim, Sião prospera. Tudo vai mais errado que fosse, o plano de
9:9.) bem. Assim, o diabo engana suas Satanás foi suficientemente persuasivo
Alguns dos argumentos mais almas e os conduz cuidadosamente ao para induzir um terço das hostes
eficazes de Satanás são: “ Todo mundo inferno. celestes a segui-lo. (Vide D&C 29:36;
faz” ; “ Se não prejudicar ninguém E a outros ele lisonjeia, dizendo que Apocalipse 12:4.) Ele perpetrou uma
32
A Primeira Presidência, da esquerda para a direita: Presidente Gordon B. Hinckley, primeiro conselheiro; Presidente Ezra Taft Benson e o segundo
conselheiro, Presidente Thomas S. Monson.

grande fraude, dizendo: “ Eu sou seguidores de Cristo certa Desta maneira, nossos bons motivos
também um filho de Deus.” (Moisés responsabilidade de se mostrarem são tão mal conduzidos que perdemos
5:13.) preocupados com entes queridos que se amigos e, pior ainda, caímos sob a
O livre-arbítrio que nos foi desviaram do caminho e “ estão influência do demônio. Recentemente
concedido por meio do plano do Pai, é banidos da presença de Deus” ? ouvi num lugar especial: “ Vossa crítica
a grande alternativa para o plano de (Moisés 6:49.) Não sei de melhor pode ser pior que a conduta que
imposição de Satanás. Com esse auxílio que mostrar-lhes amor procurais corrigir.”
sublime dom, podemos crescer, incondicional e ajudar a alma perdida C. S. Lewis deu-nos uma visão
progredir e buscar a perfeição. Sem a buscar outro caminho. perspicaz das táticas demoníacas.
ele, nenhum de nós poderia crescer e Satanás, todavia, exerce na verdade Numa carta fictícia, Screwtape, o
desenvolver-se aprendendo com nossos uma importante função negativa. Em 2 demônio-chefe, instrui o aprendiz de
enganos e erros, e os alheios. Néfi está escrito: “ Porque é necessário diabo Wormwood, que está
Devido à rebeldia, Lúcifer foi que haja uma oposição em todas as procurando tornar-se mais experiente:
expulso e tornou-se Satanás, o coisas.” (2:11.) No entanto, Pedro “ Certamente dirás que são apenas
demônio, “ o pai de todas as mentiras, adverte: “ Sede sóbrios; vigiai; porque pecadilhos; e, sem dúvida, como todos
para enganar e cegar os homens, e o diabo, vosso adversário, anda em os tentadores jovens, ansias por poder
levá-los cativos à sua vontade, mesmo derredor, bramando como leão, relatar iniqüidades espetaculares...
a todos quantos não ouvirem minha buscando a quem possa tragar.” (I Não importa quão pequenos sejam os
voz” . (Moisés 4:4.) E assim, esse Pedro 5:8.) pecados, uma vez que seu efeito
personagem que fora um anjo de Deus Não nos tornemos tão imersos no cumulativo é afastar o homem da Luz
e com autoridade, mesmo na presença zelo de fazer o bem argumentando, ou e levá-lo ao Nada... Na verdade, o
de Deus, foi banido da presença de em nossa pura intenção de discutir caminho mais seguro para o inferno é
Deus e seu Filho. (Vide D&C 76:25.) doutrina, a ponto de ultrapassar o aquele gradual — declive suave,
Isto provocou muita tristeza nos céus, bom-senso e boas maneiras, com isso pavimento macio, sem curvas
“ pois os céus prantearam por ele — promovendo contendas ou dizendo ou fechadas, sem sinalização nem postes
era Lúcifer, um filho da m anhã” . fazendo coisas imprudentes, invocando indicadores.” (The Screwtape Letters,
(D&C 76:26.) Isto não dá aos cinismo ou ridículo com impertinência. New York: Macmillan, 1962, p. 56.)
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 33
e seus anjos. Entretanto, existe um
amplo escudo contra o poder de
Lúcifer e suas hostes. Essa proteção
acha-se no espírito do discernimento
pelo poder do Espírito Santo. Este
dom manifesta-se invariavelmente pela
revelação pessoal àqueles que se
empenham em obedecer aos
mandamentos do Senhor, e em acatar
os conselhos dos profetas vivos.
Essa revelação pessoal virá, sem
dúvida, a todos aqueles que têm os
olhos fitos unicamente na glória de
Deus, pois eles têm a promessa de que
seus “ corpos se encherão de luz, e
(neles) não haverá trevas” . (D&C
88:67.) Os esforços de Satanás podem
ser baldados por todos os que vêm a
Cristo pela obediência aos convênios e
ordenanças do evangelho. Os humildes
seguidores do divino Mestre não serão
enganados pelo demônio, se forem
honestos e sinceros com seus
semelhantes, forem à casa do Senhor,
receberem o sacramento dignamente,
observarem o Dia do Senhor, pagarem
o dízimo e as ofertas, orarem com
C. S. Lewis escreveu também: induziu.” Não penso que o demônio contrição, se empenharem na obra do
“ Costuma ser aceita como válida a consiga, de fato, nos induzir a coisa Senhor e acatarem aqueles que os
tola idéia de que as pessoas de bem não alguma. Sem dúvida, ele pode tentar e presidem.
sabem o que significa tentação. Isto.é pode enganar, mas não tem autoridade Desejo testificar que existem forças
obviamente mentira. Só quem procura sobre nós que não lhe concedamos. que nos salvarão das crescentes
resistir à tentação sabe como ela é O poder de resistir a Satanás pode mentiras, desordens, violências, caos,
forte... A força do vento se descobre ser maior do que percebemos. O destruição, miséria e fraudes que se
andando contra ele, e não deitando no Profeta Joseph Smith ensinou: “ Todos encontram na terra. Estas forças
chão.”{Mere Christianity, New York: os seres com corpos possuem domínio salvadoras são os eternos princípios,
Macmillan, 1960, p. 124.) sobre os que os não têm. O diabo não convênios e ordenanças do evangelho
O Profeta Joseph Smith fala por tem poder sobre nós, exceto se o eterno do Senhor Jesus Cristo. Esses
experiência própria: “ Quanto mais a permitirmos. No momento em que nos mesmos princípios, convênios e
pessoa se aproxima do Senhor, maior rebelarmos contra qualquer coisa que ordenanças estão ligados aos direitos e
poder será manifestado pelo adversário vem de Deus, o diabo exercerá seu poderes do sacerdócio do Deus
para impedir a consecução de seus domínio.” (Ensinamentos do Profeta Onipotente. Nós, desta igreja, somos
propósitos.” (Orson F. Whitney, Life Joseph Smith, comp. Joseph Fielding portadores e depositários desses
o f Heber C. Kimball, Salt Lake City: Smith, p. 176.) poderes dominantes que podem reduzir
Bookcraft, 1967, p. 132.) Declarou ainda: “ Os espíritos e, de fato, reduzem grande parte do s
Todavia, não nos precisamos deixar iníquos têm seus limites, termos e leis poder de Satanás na terra. Cremos ser
paralisar pelo medo do poder de pelos quais são governados.” (History depositários dessas poderosas forças
Satanás. Ele não tem poder sobre nós, o f the Church, 4:576.) Assim, pois, por todos os que morreram, por todos
a menos que o permitamos. Na Satanás e seus anjos não são todo- os que vivem agora e pelos que estão
verdade, é um covarde e se ficarmos -poderosos. Um dos métodos de por nascer.
firmes, ele recuará. O Apóstolo Tiago Satanás é persuadir a pessoa que Oro que, expandindo-se a retidão, as
recomenda: “ Sujeitai-vos, pois, a transgrediu de que não existe esperança mãos malignas do destruidor sejam
Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de de perdão. Contudo, esperança sempre detidas e não lhe seja permitido
vós.” (Tiago 4:7.) Ele não consegue há. Desde que exista suficiente amaldiçoar o mundo inteiro. Oro,
captar nossos pensamentos, a menos sinceridade, há possibilidade de também, que Deus releve nossas
que os externemos com palavras. H arrependimento para a grande maioria fraquezas e fragilidade, e nossas
Néfi diz que “ (ele) não tem nenhuma dos pecados, por mais nefandos que numerosas falhas, e perdoe
força sobre os corações do povo” que tenham sido. generosamente nossas maldades.
vive em retidão. (Vide 1 Néfi 22:26.) Satanás tem tido muito sucesso com Rogo, ainda, que dê consolo aos que
Temos ouvido comediantes e outros esta geração simplória. Em sofrem, conforto aos que choram e paz
justificarem ou explicarem suas más conseqüência disso, literalmente aos aflitos, no santo nome de Jesus
ações, dizendo: “ O dempnio me multidões vêm sendo vitimadas por ele Cristo. Amém.
34
SESSÃO DO SACERDÓCIO Smith, Ensinamentos do Profeta
3 de outubro de 1987 Joseph Smith, compilado por Joseph
Fielding Smith, pp. 153, 164-165; vide

As Chaves do Sacerdócio
também D&C 78:16.)
O potencial do sacerdócio é tão
vasto que se torna um desafio à nossa
Élder Russell M. Nelson compreensão. O Profeta Joseph Smith
declarou: “ O sacerdócio é um
Do Quorum dos Doze Apóstolos
princípio eterno, e existiu com Deus
desde a eternidade, e existirá pelas
“O potencial do sacerdócio é tão vasto que se torna um eternidades.” (Ensinamentos, p. 153.)
O Presidente Brigham Young
desafio à nossa compreensão. ” acrescenta que o sacerdócio é “ a lei
pela qual os mundos existem, existiram
estadual e aos hospitais nos quais eu e continuarão a existir para todo o
desejava exercer minha profissão. Eu sempre” . (Discursos de Brigham
só poderia realizar cirurgias quando Young, sei. John A. Widtsoe, p. 130.)
aqueles que possuíam a devida O sacerdócio é a autoridade de Deus
autoridade usassem as chaves pairá me delegada ao homem para ministrar em
dar licença e autorização. Em troca, eu favor da salvação dos homens. “ O
seria obrigado a obedecer à lei, a ser poder de dirigir estes trabalhos
leal e a entender e não abusar do poder constitui as chaves do sacerdócio.”
do bisturi cirúrgico. Os importantes (Joseph F. Smith, Improvement Era,
passos da preparação, permissão e Janeiro de 1901, p. 230.)
obrigação também se aplicam a outras Na cena um, muitos foram
atividades. portadores dessas chaves, entre eles
Por que o poder de agir em nome de Abraão, Isaque, Jacó, José, Moisés,
Deus é mais importante? Porque tem Elaías e Elias.
significado eterno. Devemos entender
a fonte da nossa autoridade e um Cena Dois — O Ministério Mortal do
pouco sobre as chaves que controlam Senhor
esse poder. Elas podem beneficiar a
todos os homens, mulheres e crianças A cena dois diz respeito às chaves do
que vivem, que já viveram e que sacerdócio durante o ministério mortal
odos vós sabeis quão valiosas as viverão na terra. do Senhor. Jesus revelou a amplitude

T chaves podem ser. Muitos de


nós, se não todos, temos chaves
em nossos bolsos neste exato
Analisemos as chaves do sacerdócio
por meio de três cenas da história: na
antigüidade, durante o ministério
da autoridade do sacerdócio. O
Salvador disse aos seus apóstolos: “ E
eu te darei as chaves do reino dos céus;
momento. mortal do Senhor e nos tempos e tudo o que ligares na terra será ligado
Mas, as chaves sobre as quais falarei modernos. nos céus, e tudo o que desligares na
são muito mais importantes. São terra será desligado nos céus.” (Mateus
preciosas, poderosas e invisíveis! Cena Um — Antigüidade 16:19; vide também D&C 128:10.)
Algumas delas podem abrir e fechar Na mesma semana dessa promessa,
tanto no céu quanto na terra. Falo das A primeira cena diz respeito às Jesus conduziu Pedro, Tiago e João ao
chaves do sacerdócio. chaves do sacerdócio no princípio dos alto de um monte. As chaves do
Vós rapazes, sois portadores do que tempos, mesmo antes da criação da sacerdócio lhes foram conferidas por
muitas vezes chamamos de sacerdócio terra. Nós existíamos como filhos Moisés e Elias (Elaías) sob orientação
preparatório. A preparação, o serviço espirituais de Deus. Abraão era um de divina. (Vide Mateus 17:1-5.) O Mestre
do sacerdócio e as chaves são nós. Disseram-lhe que estava entre os falou então a seus discípulos sobre seus
relacionados entre si, mas diferentes. que foram escolhidos para serem chamados sagrados ao santo
Permiti-me ilustrar este ponto. governantes — mesmo antes de nascer. apostolado: “ Não me escolhestes vós a
Antes do chamado para o Quorum (Vide Abraão 3:23.) As escrituras mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos
dos Doze, eu trabalhava como médico também contam que o Senhor Deus nomeei.” (João 15:16; vide também
e cirurgião. Ao longo de minha preordenou sacerdotes preparados D&C 7:7.)
carreira, consegui dois doutorados e desde a fundação do mundo de acordo Jesus não só chamou e ordenou os
fui avaliado por duas juntas com sua presciência. Sendo assim, homens, mas também ensinou-lhes
especializadas. A longa preparação nosso chamado ao santo sacerdócio foi seus deveres.
havia consumido muitos anos, mas previsto antes de nascermos. (Vide Depois de Cristo ser crucificado, e
mesmo assim ainda não tinha Alma 13; 1-5.) mesmo antes que os antigos apóstolos
permissão legal para trabalhar. Era Sabemos que Adão recebeu a cumprissem suas obrigações, começou
necessário adquirir as chaves. Elas autoridade do sacerdócio antes da a apostasia. Isto ocorreu conforme
pertenciam às autoridades do governo criação do mundo. (Vide Joseph havia sido profetizado, quando a
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 35
no futuro os pais não o cedam mais.
Do mesmo modo, se o poder do
sacerdócio for mal usado, “ o Espírito
do Senhor se magoa; e, quando se
afasta, amém para o sacerdócio ou a
autoridade daquele homem” . (D&C
121:37.)
Para entender o poder do
sacerdócio, temos de conhecer a
divindade da sua restauração nestes
últimos dias. Em 1820, nosso Pai
Celestial e seu filho, Jesus Cristo,
apareceram a Joseph Smith. Em 1829,
João Batista conferiu o Sacerdócio
Aarônico a Joseph Smith e Oliver
Cowdery. (Vide D&C 13; 27:8; Joseph
Smith 2:69, 72.) Pouco tempo depois,
eles receberam o Sacerdócio de
Melquisedeque das mãos de Pedro,
Tiago e João. (Vide D&C 27:11-12.)
Mais tarde, o Senhor falou a Joseph
e a Oliver a respeito de outros que
autoridade do sacerdócio foi mal poder desse vosso instrumento. A tinham recebido chaves específicas do
usada e as ordenanças sagradas obediência, a lealdade e a compreensão sacerdócio. Cada um por sua vez,
aviltadas. estão implícitas ao aceitardes as conferiu essas chaves:
chaves. M orôni: Chaves do Livro de
Cena Três — Tempos Modernos Aplicai os mesmos princípios às Mórmon. (Vide D&C 27:5.)
chaves do sacerdócio. O presidente de Moisés: Chaves da coligação de
Tendo as cenas um e dois como estaca, o presidente de quorum e o Israel e da condução das dez tribos.
pano de fundo, analisemos a cena três bispo possuem as chaves da (Vide D&C 110:11.)
— os tempos modernos em que presidência. As chaves deles controlam Elaías: Chaves da restauração de
vivemos. Após séculos de apostasia, as o poder da sua unidade da Igreja. todas as coisas (vide D&C 27:6),
chaves do sacerdócio foram Esses líderes podem não só chamar e incluindo o convênio de Abraão. (Vide
restauradas mais uma vez. Por esta desobrigar, como devem instruir e D&C 110:12; Joseph Fielding Smith,
autoridade, tivemos mãos impostas arcar com a sagrada responsabilidade Doutrinas de Salvação, comp. por
sobre nossa cabeça. de que a missão da Igreja seja Bruce R. McConkie, vol. III, PP- 127-
As obrigações pertencem tanto cumprida. -128.)
àqueles que fazem quanto àqueles que Aqueles que recebem ordenações ou Elias: As chaves do poder de
recebem as ordenações ou chamados. chamados têm obrigações de selamento. (Vide D&C 27:9; 110:13-16;
Talvez isto possa ser melhor obediência, lealdade e compreensão. vide também 128:21.)
explicado com um exemplo. Tenho Obediência à lei significa, primeiro e Joseph Smith conferiu todas as
aqui um molho de chaves de um acima de tudo, guardar os chaves aos Doze Apóstolos (vide
automóvel. Pensai nelas como algo mandamentos de Deus. Só assim nos Smith, Doutrinas de Salvação, vol. III,
valioso para vós — um trator, uma tornamos dignos de receber revelação pp. 156-157). Na devida hora, as
ferramenta ou um instrumento pessoal! Aqueles que recebem o chaves têm sido transferidas aos líderes
poderoso. Se eu vos der as chaves, eu Sacerdócio de Melquisedeque estão sob atuais.
passarei a ter certas obrigações e vós, solene convênio e juramento de “ viver Atualmente, o Presidente Ezra Taft
outras. de toda a palavra que sai da boca de Benson possui todas as chaves
Eu, como aquele que as deu, tenho Deus” . (D&C 84:44.) restauradas de que eram portadores
certa responsabilidade pelo seu A lealdade é vital. Ter lealdade para “ todos aqueles que receberam uma
sucesso. Se falhardes, de certa maneira com quem possui as chaves para vos dispensação em qualquer tempo, desde
eu também falhei. Sendo assim, tenho chamar e desobrigar, mesmo que seja o começo da criação” . (D&C 112:31;
que ensinar-vos e instruir-vos um ser humano imperfeito, trará a grifo nosso; vide também D&C
adequadamente para certificar-me de unidade essencial para o sucesso. (Vide 128:18.)
vossa segurança pessoal e, ao mesmo D&C 124:45-46.) O Senhor definiu esta Sem dúvida, um dos momentos mais
tempo, cuidar da propriedade preciosa realidade quando disse: “ Israel será sagrados de minha vida deu-se no dia
que ireis usar. salvo; e pelas chaves que dei será 12 de abril de 1984, quando a Primeira
Vós, como recebedores, recebeis as guiado.” (D&C 35:25.) Presidência e os membros do Quorum
chaves com certas obrigações que as Para entender o poder do dos Doze Apóstolos impuseram as
acompanham. Deveis conhecer as leis sacerdócio, precisamos conhecer suas mãos sobre minha cabeça. Conforme
de sua utilização e obedecer a elas. limitações. Se um automóvel for usado aconteceu a outros antes de mim,
Espera-se que sejais leais e entendais o de maneira descuidada, é possível que foram-me conferidas todas as chaves
36
do sacerdócio. Assim como acontece
com cada membro do Quorum dos
Doze, certas chaves não são usadas até “E le s Não São R ea lm en te
que seja requerido pelo Senhor, ou
ordenado pelo seu apóstolo sênior.
Sinto o peso da responsabilidade e o
fardo da confiança ilimitada. Sei que
F e liz e s "
Bispo Glenn L. Pace
estas chaves foram restauradas “ nos
Segundo Conselheiro no Bispado Presidente
últimos dias e pela última vez” . (D&C
112:30.)
Sou profundamente grato por “Não confundais o prazer telestial com a felicidade e
sermos portadores do sacerdócio —
cada um de nós preordenado desde a alegria celestiais. Não confundais falta de autocontrole
fundação do mundo para esta com liberdade... Não invejeis uma vida inferior e
responsabilidade. (Ver Alma 13:1-5.)
Como símbolo de gratidão, escrevi degradante. ”
alguns versos para serem cantados no
final de minha mensagem. Um verso família e tentava explicar como éramos
para cada uma das três cenas da muito mais felizes por causa de nossa
história servem para resumir meus atividade na Igreja.
comentários. Ouvireis esta canção pela A princípio, pensei que não estava
primeira vez. A letra foi escrita para conseguindo atingir meu objetivo, até
uma música do País de Gales. que, num domingo subseqüente, vimos
Expresso aqui meus agradecimentos uma família rindo, entusiasmada,
pelo generoso apoio do Irmão Jerold enquanto colocavam os esquis de
D. Ottley e nosso coral masculino. A inverno no carro. Um de meus filhos
essa canção dei um título antigo, adolescentes disse, com um sorriso
“ Hosana” , o brado devoto de louvor astuto: “ Eles não são realmente felizes,
fervoroso: não é, papai?” Aquela declaração
tornou-se uma piada familiar sempre
Hosana que víamos alguém fazendo algo que
Pela senda imortal do tempo sem fim , não podíamos fazer. Quando vejo um
Com amor nossos passos ele guia. adolescente dirigindo um belíssimo e
Além das esferas celestes fulgura caro carro esporte, digo a meus.filhos:
Nosso grande Deus, Eloim. “ Olhem, lá está mais um pobre
Hosana ao seu santo nome — coitado.”
O Deus de nossos pais o mesmo é! Vós, meus jovens, estais crescendo
Naquela noite santa em Belém, esejo ter uma conversa franca

D
num mundo de enorme confusão e
Seu Filho amado ao mundo veio, convosco, jovens portadores do desafios. Coisas sempre proibidas pelo
Para da tumba eterna resgatar, Sacerdócio Aarônico, Senhor e por muitos anos reprovadas
E de Deus todos os filhos salvar. especialmente com aqueles que pela sociedade, são agora aceitas e
Hosana ao seu santo nome — compareceram a esta reunião promovidas por essa mesma sociedade.
O Deus de nossos pais o mesmo é! relutantemente, ou talvez nem tivessem A mídia tira proveito disso, fazendo-as
Seu sacerdócio à terra restaurou, vindo, não fosse por uma pequena parecer muito desejáveis. Além de
Para toda alma nascida abençoar. ameaça ou suborno de vosso pai ou fazer com que sejam aceitas e
Nossa voz elevamos em cantos de líderes do sacerdócio. almejadas, provoca rivalidade, e até
prece, Quando nossos filhos eram mesmo causa conflito.
Proclamando nosso júbilo e louvor. pequenos e estávamos a caminho das A visão que Léhi teve da árvore da
Hosana ao seu santo nome — reuniões da Igreja, ocasionalmente vida é adequada aos nossos dias. Ele
O Deus de nossos pais o mesmo é. éramos ultrapassados por um carro viu um grande e espaçoso edifício, o
Am ém, amém, amém, amém! puxando um barco. Meus filhos qual representa o orgulho e as
Que possamos estar à altura da ficavam em silêncio, encostavam o tentações do mundo:
confiança que ele depositou em nós, nariz contra o vidro, e depois “ E eu... vi... um grande e espaçoso
portadores do santo sacerdócio e das perguntavam: “ Papai, por que não edifício...
chaves sagradas, eu oro em nome de podemos esquiar na água hoje ao invés E estava cheio de gente... jovens e
Jesus Cristo. Amém. de irmos à Igreja?” velhos, cujas vestimentas eram muito
Às vezes, eu dava uma resposta ricas; e sua atitude era de mofa, e
* Letra de Russell M. Nelson, Copyright 1987; fácil, porém covarde, dizendo: “ É apontavam com os dedos para aqueles
“Tydi A Roddaist”, de Arwell Hughes, simples, nós não temos um barco.”
Copyright 1938. Somos gratos a ele por permitir
que... comiam do fruto” (1 Néfi 8:26-
que usássemos esta letra em sua música, e a Em dias mais conscientes, porém, -27).
Barry D. R. Whittaker, presidente da Estaca reunia toda a lógica e espiritualidade a Embora tenhais um testemunho e
Ordiff Wales por sua ajuda. que tem direito o patriarca de uma desejeis fazer o que é certo, é difícil
a L ia h o n a / Ja n e ir o de 1988 37
momentânea e a curto prazo,
inevitavelmente ligada ao pesar e
sofrimento a longo prazo. Os
mandamentos que guardais não são
dados por um Deus imparcial a fim de
privar-vos de ter gozo nesta vida; mas
são dados por um Pai Celestial
amoroso, que deseja vossa felicidade
nesta terra e na vida futura..
Comparai as bênçãos da obediência
à Palavra de Sabedoria àquelas
oferecidas a vós se escolherdes festejar
com os que estão no grande e espaçoso
edifício. Comparai a alegria do humor
inteligente ao riso embriagado, tolo,
grosseiro e escandaloso. Comparai
nossas fervorosas jovens que ainda
enrubescem a face àquelas que já
perderam esse rubor há muito tempo e
tentam persuadir-vos a juntar-vos a
elas em sua conduta perdida.
Comparai o elevar as pessoas com o
rebaixá-las. Comparai a capacidade de
receber revelação pessoal e orientação
em vossa vida com aqueles que são
arremessados de cá para lá por
qualquer vento de doutrina. Comparai
o sacerdócio que possuís com qualquer
coisa que vedes acontecendo naquele
grande e espaçoso edifício.
Membros de muitas igrejas do
mundo têm pressionado seus líderes a
mudarem a doutrina para que ela se
enquadre no tipo de vida que levam.
Muitos foram bem sucedidos, e, cada
não serdes atraídos pelo grande e ter de iniciar mais um dia de aula.
vez mais, vemos igrejas feitas das
espaçoso edifício. Aparentemente, as Beijava minha mãe e, ao sair pela
doutrinas dos homens. Existem
pessoas que nele se encontram parecem porta, olhava pesarosamente para o verdades absolutas da eternidade. Elas
estar divertindo-se. A música e o riso meu lugarzinho em frente ao não mudam à medida que a sociedade
são ensurdecedores. Diríeis a mim o aquecedor, percebendo que a gata já se se afasta delas. Nenhum voto popular
que meus filhos disseram: “ Eles não havia apossado dele novamente. Como
pode mudar uma verdade eterna
são realmente felizes, não é, papai?” , à eu invejava aquela gata! Como se absoluta. Legalizar um ato não o torna
medida que os observais. aquilo não bastasse, ela me fitava com
moral. Não sejais enganados pelo
Eles parecem felizes e livres, mas, uma expressão de zombaria, como se
argumento: “ Todos estão fazendo
não confundais o prazer telestial com a estivesse dizendo: “ Divirta-se na isso.” Tal raciocínio ofende vosso
felicidade e alegria celestiais. Não escola, Glenn. Eu certamente sou feliz
espírito e insulta vossa inteligência.
confundais falta de autocontrole com por não ser hum ano!” Eu detestava
liberdade. A liberdade total, sem quando ela fazia aquilo! Um dia, os grandes sábios deste
nenhuma restrição, torna-nos escravos À medida que o dia passava, porém, mundo descobrirão e ensinarão aquilo
de nossos apetites. Não invejeis uma algo interessante acontecia. Eu voltava que vós, meus jovens, aprendestes no
vida inferior e degradante. para casa, após ter tido experiências jardim de infância de vosso
Quando eu estava no ginásio, tinha boas e más na escola, e via a gata treinamento espiritual: “ Iniqüidade
que levantar naquelas manhãs geladas preguiçosa, ainda enrolada em frente nunca foi felicidade” (Alma 41:10).
de inverno e ficar em frente ao ao aquecedor e, desta vez, eu sorria Por que esperar que o homem finito
aquecedor para me esquentar. A gata para ela e dizia: “ Certamente sou feliz prove o que seu infinito Criador já
da família sempre chegava na minha por não ser um gato.” revelou a seus profetas?
frente, então, eu a espantava Para aqueles de vós que vos estais Sei quanto gostais de sensação,
gentilmente e me sentava. Logo minha aproximando do grande e espaçoso aventura e emoção. Quereis algo
mãe me chamava para ir à escola. Eu edifício, permiti-me esclarecer que as emocionante? Eu vos darei. Percebeis
olhava para os pingentes de gelo do pessoas que nele se encontram não que sois 1 em 1.000 no mundo? Os
lado de fora da casa e sentia medo de possuem absolutamente nada para filhos de Helamã não enfrentaram essa
enfrentar o frio, sem falar no fato de oferecer, exceto gratificação proporção. À medida que os ventos da
38
opinião popular se intensificarem e
aumentar a zombaria por parte
daqueles que estão tentando justificar
R ecordações Missionárias
suas atitudes iníquas, será requerido de Presidente Thomas S. Monson
vós revestir-vos de toda a armadura de Segundo Conselheiro na Primeira Presidência
Deus. Precisareis lutar com toda a
vossa força para vos manterdes limpos
das manchas do mundo. Rogamos que “O trabalho é árduo, o impacto eterno. Não é um tempo
permaneçais firmes — não por nós, para ”,serviço militar temporário” no exército do Senhor. ”
mas por vós próprios.
Com a proporção de 1 para 1.000,
deverá a juventude de Sião fugir à missionários. Num momento crítico,
luta? Não! Jamais! A juventude do uma viúva se interpôs entre os élderes e
reino sairá vitoriosa. Isso sim é o grupo irado, e disse: “ Estes dois
emocionante. Que aventura naquele moços são meus convidados e irão
grande e espaçoso edifício trocaríeis para minha casa comigo. Por favor,
pela emoção de construir o próprio deixem-nos passar.”
reino que o Salvador governará, O grupo se afastou, e os
quando voltar à terra? missionários acompanharam sua
Nós vos amamos, juventude da benfeitora pela noite chuvosa,
Igreja, e sabemos que obtereis sucesso chegando finalmente a uma modesta
coletivamente. Temos, porém, uma casa. Depois de pendurar as capas
grande preocupação com aqueles que molhadas dos missionários sobre
poderemos perder pelo caminho. cadeiras, pediu-lhes que sentassem à
Falando como pai, posso afirmar-vos mesa da cozinha, enquanto preparava
que a perda de apenas um é muito algo para servir-lhes. Depois de
grande. Desejamos que cada um de vós haverem comido, os élderes deram a
seja bem sucedido, não simplesmente a mensagem à bondosa senhora que os
maioria. ajudara. O filho dela, ainda rapazinho,
Para aqueles que estão foi convidado a sentar-se à mesa, mas
relutando e perdendo terreno, aqueles preferiu continuar no seu cantinho

Q
que foram atraídos para dentro do ue visão inspiradora é ver esse isolado e aconchegante atrás do fogão.
edifício por uma de suas muitas portas histórico tabernáculo totalmente O Presidente Fetzer concluiu seu
e agora não encontram a saída, aqueles repleto, dando-se conta de que relato, comentando: — Embora não
que se sentem derrotados e presos há capelas e salões pelo mundo aforasaiba se aquela senhora chegou a filiar-
numa armadilha, asseguramos que há igualmente cheios de portadores do -se à Igreja, continuo grato a ela por
esperança, e nem tudo está perdido. sacerdócio de Deus. Oro que a sua bondade naquela noite de chuva,
Por sua expiação, o Senhor e inspiração dos céus me ajude e oriente trinta e três anos atrás.
Salvador Jesus Cristo proporcionou minhas palavras. Os irmão sentados à nossa frente no
um caminho pelo qual podeis escapar Meus pensamentos remontam a uma Tabernáculo também estavam
desse terrível lugar. Ele vos conhece reunião geral do sacerdócio em 1956. conversando. Depois de algum tempo,
intimamente. Ele conhece vosso nome Nessa época, eu servia na presidência começamos a prestar atenção ao que
e conhece vossa dor. Se vos da Estaca Temple View, aqui na falavam. Então um deles perguntou ao
aproximardes do Pai Celestial com um Cidade do Lago Salgado. Percy K. amigo, sentado do lado dele: — Diga-
coração quebrantado e espírito Fetzer, John R. Burt e eu, a -me, como se tornou membro da
contrito, miraculosamente vos vereis presidência da estaca, havíamos Igreja?
fora daquele grande e espaçoso edifício chegado cedo aqui no Tabernáculo, na Ao que ele respondeu: — Certa
e nos braços amorosos do Salvador da esperança de encontrar lugar para noite chuvosa, na Alemanha, minha
humanidade. sentar. Estivemos entre os primeiros a mãe trouxe para casa dois missionários
Em vosso lar terreno, descobrireis entrar, sendo obrigados a esperar ensopados que havia salvo de um
que os braços de vosso pai sempre quase duas horas pelo início da grupo de arruaceiros. Deu-lhes de
estiveram abertos para vós e que, reunião. comer, e os élderes deram-lhe uma
durante vossa ausência, vossa mãe O Presidente Fetzer contou-nos mensagem a respeito da obra do
nunca parou de colocar um lugar na então uma experiência de seus dias de Senhor. Eles me convidaram para
mesa, em frente à vossa cadeira vazia. missionário na Alemanha. Descreveu juntar-me a eles, mas eu era tímido e
Vereis claramente a diferença entre a como, em certa noite chuvosa, ele e seu medroso, por isso fiquei no meu canto
felicidade telestial e a felicidade companheiro deviam apresentar a atrás do fogão. Mais tarde, voltando a
celestial, e experimentareis e mensagem do evangelho a um grupo ouvir falar da Igreja, lembrei-me da
saboreareis a alegria celestial nesta vida reunido numa escola. Havendo um coragem e fé, bem como da mensagem
e por toda a eternidade. Deixo-vos desafeto espalhado inverdades a daqueles dois humildes missionários, e
meu testemunho e esta promessa, em respeito da Igreja, algumas pessoas isto me levou à conversão. Suponho
nome de Jesus Cristo, amém. ameaçaram agredir os dois que nunca chegarei a encontrá-los aqui
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 39
na mortalidade, mas sou eternamente para o Presidente Spencer W. Kimball,
grato a eles. Não sei de onde eram. que na época designava os
Acho que um deles se chamava Fetzer. missionários, fiquei imaginando qual
Nessas alturas, o Presidente Burt e seria sua reação. Será que mandaria o
eu olhamos para o Presidente Fetzer e jovem para a Califórnia ou
vimos grossas lágrimas rolando-lhe Washington, para ficar mais ou menos
pelas faces. Sem dizer-nos uma só perto do Oregon, onde vivia? Sem
palavra, bateu levemente no ombro do erguer o olhar da folha de designações,
irmão à nossa frente, que acabara de o Presidente Kimball disse: — Por
falar de sua conversão, dizendo-lhe: — favor, designe-o para Johannesburgo,
Eu sou Bruder Fetzer, um dos dois África do Sul.
missionários que vocês acolheram Outra recomendação missionária
naquela noite. Sou muito grato por continha este comentário do presidente
encontrar o rapaz que continuou atrás da estaca: “ Este jovem serviu de
do fogão, o jovem que ouviu e instrumento para trazer seu padrasto
aprendeu. para a Igreja, há cerca de um ano. O
Não me recordo das mensagens padrasto contou-me que foi por vê-lo
apresentadas naquela reunião do levantar-se cedo todo domingo para ir
sacerdócio, porém jamais olvidarei a às reuniões, que o fez perguntar-se que
conversa repleta de fé que precedeu o tipo de igreja conseguia exercer
início da reunião. tamanha influência sobre um rapaz.”
Estas palavras do Senhor que nos Em muitos sentidos, a missão é um
pareceram tão apropriadas então, chamado familiar. As cartas que o
continuam igualmente apropriadas missionário escreve aos pais estão
hoje: “ E, se acontecer que, se repletas de poder — de poder
trabalhardes todos os vossos dias, espiritual. Estão cheias de fé — fé
proclamando arrependimento a este inabalável. Digo sempre que essas
povo, e trouxerdes a mim, mesmo que cartas parecem passar por uma agência
seja uma só alma, quão grande será a postal celeste, antes de serem entregues
vossa alegria com ela no reino de meu aos familiares. A mãe entesoura cada
Pai.” (D&C 18:15.) Espírito, pregando em meu nome o palavra. O pai estoura de orgulho. As
Nós somos um povo missionário. meu evangelho, levantando as vossas cartas são lidas e relidas — e nunca
Temos o mandamento divino de vozes como se fora o som de trombeta, jogadas fora.
proclamar a mensagem da declarando a minha palavra como Confio em que os pais se lembrem
Restauração. Vós, jovens, presentes anjos de Deus.” (D&C 42:6.) de que suas cartas ao filho ou filha
aqui hoje, estais no limiar de vossa Pais, bispos, consultores de quorum, missionário levam para perto deles o
oportunidade missionária. Alma, esse vós tendes a responsabilidade de lar e o céu, e proporcionam renovado
vigoroso missionário do Livro de preparar esta geração de missionários, compromisso ao sagrado chamado
Mórmon, deixou-nos um exemplo de de despertar no coração destes missionário. Deus vos inspirará a
conduta missionária: “ Minha glória é diáconos, mestres e sacerdotes não só a apanhar a caneta para externar ao ser
que talvez possa ser um instrumento consciência de sua obrigação de servir, que tanto amais, o que vos vai na
nas mãos do Senhor, para fazer com mas também uma visão das alma, e o amor de vosso coração.
que alguma alma se arrependa; e esta é oportunidades e bênçãos que os Nas exéquias da mãe do Élder
a minha alegria.” (Alma 29:9.) aguardam por meio desse chamado Marion G. Romney, realizadas em
Acrescento meu testemunho pessoal: missionário. O trabalho é árduo, o Provo, Utah, seu genro, o Irmão John
Nossos missionários não são impacto eterno. Não é um tempo para K. Edmunds, fez este relato: “ Os
vendedores, querendo mascatear “ serviço militar temporário” no primeiros anos de casados, o Irmão e
mercadorias; mas, sim, servos do Deus exército do Senhor. Irmã Romney viveram no México.
Altíssimo, com testemunho a prestar, As recomendações missionárias que Como o pai do Presidente Benson, o
verdades a ensinar e almas para salvar. chegam diariamente na sede da Igreja, Irmão Romney foi chamado para uma
Todo missionário que atende ao apresentam um largo espectro de missão. Não dispunha de recursos para
sagrado chamado, torna-se um servo preparação. Gostaria de compartilhar sustentar-se. Mesmo assim foi, sendo
do Senhor, ao qual esta obra pertence convosco apenas um ou dois mantido pela esposa. Um dia, ela
na verdade. Não temais, meus jovens, comentários colhidos ao acaso, no sentiu-se aflita, porque queria escrever
pois ele estará convosco. Ele nunca período em que servi no Comitê ao marido, mas não tinha dinheiro
falha e prometeu: “ Irei diante de vossa Missionário. Um dos formulários de para comprar um selo. Então orou e
face. Eu estarei à vossa mão direita e à recomendação trazia este comentário depois deu uma caminhada pelo
vossa esquerda, e o meu Espírito estará do bispo: “ João é muito ligado à mãe. pomar outonal, chutando as folhas ao
em vossos corações, e os meus anjos Ela ficaria feliz, se ele fosse designado andar e pensando no marido. Nisso,
ao vosso redor, para vos suster.” a uma missão próxima, para poder viu alguma coisa reluzente no chão e
(D&C 84:88.) telefonar-lhe semanalmente e visitá-lo verificou ser uma moeda — o valor
“ E... ireis no poder do meu de vez em quando.” Ao ler o pedido exato para diversos selos.”
40
A Primeira Presidência, à esquerda, e outras Autoridades Gerais unem-se à congregação para cantar durante a Sessão do Sacerdócio da Conferência.

A carta estava escrita. Agora, pela eternos, mas também de mãos dadas Sudbury, pai de Craig, não
intervenção de Deus, podia despachá- com Deus, como seus representantes compareceu. Vinte e cinco anos antes,
-la. num mundo faminto de fé. sua mãe desposara Fred, que não
Irmãos, pensai nas bênçãos Aos muitos que contribuem com compartilhava de seu apego à Igreja e,
familiares recebidas pelas famílias seus meios para o serviço missionário, de fato, não era nem membro dela.
Romney e Benson, bênçãos essas externo os agradecimentos da Igreja e Craig confiou-me seu profundo
decorrentes do compromisso com o o apreço de minha alma. A gratidão de amor aos pais e sua esperança de que
serviço missionário. Deus talvez não se faça esperar. Ou algum dia, de alguma forma, o
Lembro-me de meu próprio avô, então, poderá vir como ao Irmão Espírito tocasse o pai e abrisse seu
Nels Monson, que esperou sete anos Fetzer — depois de trinta e três anos. coração para o Evangelho de Jesus
para poder desposar sua amada. A De uma coisa eu sei: Ela virá. Ela Cristo. Implorei inspiração sobre como
primeira anotação no seu diário abençoará. Ela confortará. Ela esse desejo poderia cumprir-se. Recebi
missionário expressa eloqüentemente santificará. a inspiração e disse ao Craig: — Sirva
sua gratidão: “ Hoje, no Templo de No mês passado, os jornais da o Senhor de todo o coração. Seja
Lago Salgado, Maria Mace tornou-se Cidade do Lago Salgado publicaram o obediente ao seu sagrado chamado.
minha esposa eterna.” Três dias mais obituário de Fred Sudbury. Dizia que Escreva semanalmente a seus pais; e,
tarde, o assentamento melancólico: deixou uma esposa, Pearl, e um filho, vez por outra, escreva uma carta
“ Hoje à noite, o bispo veio visitar-nos. Craig; que era membro de A Igreja de pessoal a seu pai, fazendo-o saber que
Fui chamado para uma missão de dois Jesus Cristo dos Santos dos Últimos o ama e por que se sente grato de ser
anos na Escandinávia. Minha querida Dias; e que seu casamento se realizara seu filho.”
mulher ficará em casa e me no Templo de Lago Salgado. O que o Agradeceu-me e, com sua mãe,
sustentará.” Estimo tamanha fé; obituário não conseguiu transmitir, foi deixou meu escritório.
acalento tamanha dedicação. o inspirador drama humano que Não tornei a ver a mãe de Craig por
Elogio os muitos casais que precedeu o falecimento de Fred. mais de dezoito meses. Ela chegou ao
atualmente se prestam a servir. Alguns anos atrás, Craig Sudbury e escritório, dizendo-me em frases
Deixando o conforto do lar, a sua mãe procuraram-me em meu pontuadas de lágrimas: — Faz quase
convivência com a família, andam de escritório, antes da partida para a dois anos que Craig partiu em missão.
mãos dadas como companheiros Missão Austrália Melborne. Fred Nunca deixou de nos escrever uma vez
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 41
por semana. Recentemente, Fred, meu
marido, levantou-se pela primeira vez
numa reunião de testemunho e disse:
Não T omar o Nome de
“ Todos sabem que não sou membro
da Igreja, mas aconteceu-me algo
desde que Craig saiu em missão. Suas D eus em Vão
cartas tocaram-me a alma. Posso ler- Presidente Gordon B. Hinckley
-lhes uma delas?
Primeiro conselheiro na Primeira Presidência
Querido Pai,
Hoje ensinamos uma família
escolhida a respeito do plano de “O hábito... em que incorrem alguns jovens, de usar
salvação e das bênçãos da exaltação no
reino celestial. Mas para mim não seria termos vulgares eprofanos... é não só ofensivo... mas um
um reino celestial, se o senhor não pecado grosseiro à vista de Deus, e (que) não deveria existir
estivesse lá. Sou grato por ser seu filho,
pai, e quero que saiba que o amo. entre os filhos dos santos dos últimos dias. ”
Seu filho missionário,
Craig. aos rapazes aqui presentes, aos jovens
Depois de vinte e seis anos de do Sacerdócio Aarônico. Tenho em
casado, tomei a decisão de tornar- mãos uma carta enviada por um
-me membro da Igreja, pois sei que a funcionário público e na qual diz:
mensagem do evangelho é a palavra de “ Poderia, por favor, tratar do
Deus. A missão de meu filho me problema da linguagem blasfema,
incitou a agir. Tomei providências para vulgar e uso de palavrões?
minha esposa e eu irmos ao encontro Dos meus tempos de curso
de Craig, quando ele terminar a secundário só consigo lembrar-me de
missão. Serei seu último batismo como um colega dado a essas coisas, e a
missionário de tempo integral do maioria dos alunos evitava sua
Senhor.” companhia. Hoje, se estou bem
Ele ouviu a mensagem, viu a luz, informado, seu uso atingiu proporções
abraçou a verdade. epidêmicas entre nossos escolares.”
Um jovem missionário de fé E prossegue: “ Certa noite, estava
inabalável participara com Deus de um assistindo a um filme na televisão com
milagre moderno. O desafio de meu filho de dezesseis anos. Quando
comunicar-se com aquele que amava passaram a usar uns termos grosseiros,
tornara-se mais difícil pela barreira de sugeri desligarmos a TV. Então meu
milhares de quilômetros que se filho falou: — Está bem, pai, mas isto

I
interpunham entre ele e seu lar. Mas o rmãos, o Presidente Benson pediu- não é nada comparado ao que ouço
espírito de amor transpôs a imensidão -me que vos falasse agora. É toda hora na escola. — Conversando
azul do Pacífico, e falou de coração a sempre inspirador contemplar os com outros jovens de nossa
coração, num diálogo divino. rostos deste imenso corpo do comunidade, recebi a mesma
Nenhum missionário mostrava-se sacerdócio reunido no Tabernáculo, e informação. Um dos rapazes
mais ufano que Craig Sudbury, lembrar de que, congregado em comentou: — Quase todas as pessoas
quando, na longínqua Austrália, prédios da Igreja em todo este falam assim. As meninas são iguais ou
ajudou o pai a entrar na água e, continente e outras regiões do mundo, piores que os rapazes.
levantando o braço direito em ângulo está um número ainda muitas vezes O que temo, pelo que me foi
reto, repetiu as sagradas palavras: — maior. Vossa presença nesta reunião relatado, é que o uso generalizado de
Fred Sudbury, tendo sido de sábado à noite é uma indicação de linguagem imprópria se tenha tornado
comissionado por Jesus Cristo, eu te vossa fé e grande devoção à obra do padrão aceitável nas escolas,
batizo em nome do Pai, e do Filho e Senhor. Eu vos elogio e agradeço, e provavelmente devido, em grande
do Espírito Santo. Amém. (Vide D&C vos externo meu amor. parte, à influência da TV e à
20:73.) Vossas orações de apoio são de permissividade corrente de nossa
A prece de uma mãe, a fé que um grande importância. Eu sei, como sociedade. Seja qual for a causa,
pai sentiu, o serviço de um filho também meus irmãos sabem, estou espero que se tome alguma providência
produziram o milagre de Deus. certo, que vossas preces ascendem ao adicional para reprimi-la e ajudar
“ Quão formosos os pés dos que Senhor em benefício das Autoridades nossa juventude a apreciar a
anunciam a paz, dos que anunciam Gerais da Igreja. É uma grande e importância do falar apropriado.”
coisas boas!” (Romanos 10:15.) sagrada responsabilidade que nos foi Creio que a sugestão é oportuna.
Que Deus nos abençoe, meus confiada, e temos o senso de dever Recortei do Wall Street Journal
irmãos, com recordações missionárias para com o Senhor e convosco, nossos (Diário de Wall Street, importante
de serviço resoluto na causa de Cristo, co-obreiros nesta grande causa. jornal nova-iorquino. N. do T.), uma
eu oro em seu santo nome. Amém. Gostaria de dirigir minhas palavras crônica recente de Hodding Carter, na
42
Presidente Gordon B. Hinckley, à esquerda cumprimenta o Presidente Ezra Taft Benson e o Presidente Thomas S. Monson.

qual ele diz: E, assim, somos assaltados por os Dez Mandamentos em placas de
“ Se já foi raro ouvir linguajar de todos os lados pelo uso e costume da pedra. Estes mandamentos tornaram-
marinheiro num grupo misto, agora gentalha, com poucos tendo a coragem -se o fundamento do código judaico-
fica difícil evitá-lo. Qualquer que seja a ou o desejo de confronto direto. Diz -cristão que rege a conduta humana.
razão, a contribuição permanente à ele: “ Raramente interpelo o desbocado Todos os dez são importantes, e entre
América deixada pela década de 1960, que embaraça minha mãe em lugar eles encontramos este: “ Não tomarás o
é a degradação do discurso e público... Como a grande maioria, nome do Senhor teu Deus em vão;
comportamento públicos.” simplesmente estremeço e me afasto.” porque o Senhor não terá por inocente
O Sr. Carter escreve como ex- ( Wall Street Journal, 4 de junho de o que tomar o seu nome em vão.”
-fuzileiro naval e repórter de jornal, 1987, p. 23.) (Êxodo 20:7.)
grupos conhecidos por sua linguagem Conversas que mantive com Na antiga Israel, a violação desta lei
inconveniente. Isto ele admite e diretores de escola e alunos, levaram- era considerada tão grave que a
confessa sua culpa; mas censura seu -me à mesma conclusão — que mesmo blasfêmia do nome do Senhor era
crescente uso no linguajar público. E entre os nossos jovens, existe o crime capital. No livro de Levítico
continua: crescente mau hábitc de usar termos encontramos um relato interessante:
“ Tal comportamento não se blasfemos e linguagem suja e profana. O filho de uma mulher israelita
restringe às cidades grandes ou aos Não hesito em dizer que é errado, “ blasfemou o nome do Senhor, e o
dois litorais... O que, outrora, era muito errado e grave, qualquer rapaz amaldiçoou, pelo que o trouxeram a
considerado linguagem de gueto onde, ordenado ao sacerdócio de Deus ser Moisés...
é lógico, continua sendo usada, hoje é culpado disso. E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
igualmente comum em Harvard e Tomar o nome do Senhor em vão é Tira o que tem blasfemado para
Tulane, em Davenport, Iowa, e Destin, um assunto muito sério. fora do arraial; e todos os que o
Flórida, para citar uns poucos... Quando Moisés conduzia os filhos ouviram porão as suas mãos sobre a
lugares. de Israel do Egito para a terra sua cabeça; então toda a congregação
Atrás do linguajar está o problema prometida, ele subiu ao alto da o apedrejará.
maior, que é o declínio da civilidade montanha para comungar com o E aos filhos de Israel falarás,
em geral... Senhor, e o dedo do Senhor escreveu dizendo: Qualquer que amaldiçoar o
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 43
pareceu fazer o ar empalidecer em
redor de si. Cada terceira ou quarta
palavra era o nome da Deidade
tomado em vão.
Pensei comigo: como pode um
homem adulto ser tão infantil? A
própria idéia de um homem agir e falar
assim era absolutamente repugnante.
Nunca mais consegui respeitá-lo.
Quando era um garotinho no
primeiro ano escolar, tive o que achei
um dia muito duro na escola.
Chegando em casa, joguei os livros na
mesa da cozinha e soltei uma
imprecação contendo o nome do
Senhor.
Minha mãe ficou chocada. Com
calma e firmeza, explicou-me quão
errado eu estava. Disse-me que era
inaceitável saírem tais coisas da minha
boca. Conduziu-me ao banheiro pela
mão, apanhou um esfregão de rosto
limpo na prateleira, molhou-o debaixo
da torneira e depois o ensaboou
generosamente. Então disse: — Temos
que lavar-te a boca — mandando que a
abrisse, o que fiz com relutância.
Então ela esfregou-me a língua e os
dentes com o pano ensaboado.
Engasguei e funguei de raiva, sentindo
vontade de soltar nova imprecação,
mas não o fiz. Fiquei lavando a boca
uma porção de vezes, mas levou
bastante tempo até livrar-me do gosto
Presidente Ezra Taft Benson de sabão. De fato, sempre que me
lembro do incidente, volto a sentir o
seu Deus, levará sobre si o seu pecado. como agora: “ O hábito... em que gosto do sabão. A lição valeu a pena.
E aquele que blasfemar o nome do incorrem alguns jovens, de usar termos Acho que posso dizer que venho
Senhor, certamente morrerá; toda a vulgares e profanos... é não só procurando não usar o nome do
congregação certamente o ofensivo para pessoas bem educadas, Senhor em vão desde aquele dia. Sou
apedrejará.” (Levítico 24:11-16.) mas um pecado grosseiro à vista de grato pela lição.
Embora haja cessado há muito o Deus, e (que) não deveria existir entre Certa ocasião, Jesus falou à
castigo extremo, a gravidade do os filhos dos santos dos últimos dias.” multidão: “ O que contamina o homem
pecado não mudou. (Messages o f the First Presidency, não é o que entra na boca, mas o que
O Senhor voltou a falar em nosso comp. James R. Clark, 6 vols., Salt sai da boca isso é o que contamina o
tempo a respeito desse grave assunto. Lake City: Bookcraft, 1965-1975, homem.” (Mateus 15:11.)
Na revelação dada ao Presidente 3:112-113.) E convenci-me disso ao ouvir
Brigham Young a 14 de janeiro de Certa vez trabalhei com uma turma homens e mulheres, rapazes e meninas
1847, enquanto os santos se de ferroviários que pareciam orgulhar- blasfemarem.
preparavam para partir de Winter -se de seu linguajar impróprio. Disse certa ocasião o Presidente
Quarters em busca destes vales no Procuravam torná-lo uma arte. George Q. Cannon, que por longos
Oeste, o Senhor lhes disse: “ Guardai- Lembro-me da vez em que entreguei anos serviu fielmente como conselheiro
-vos do pecado de tomar o nome do uma instrução escrita a certo guarda- na Primeira Presidência:
Senhor em vão, pois eu sou o Senhor -chaves. Cabia a ele cuidar da tarefa “ Será que anjos tomam o nome do
vosso Deus, mesmo o Deus de vossos segundo as instruções, mas ele achou Senhor em vão? A idéia é tão ridícula
pais, o Deus de Abraão e de Isaque e inconveniente ter de fazê-lo naquela que nem gostamos de fazer a
de Jacó.” (D&C 136:21.) ocasião. Ao ler a ordem, teve um pergunta... Como, então, nós ousamos
Numa epístola geral dirigida a toda acesso de raiva. Apesar de ser um fazer aquilo a que não se atrevem os
a Igreja pela Primeira Presidência, a 8 homem de cinqüenta anos, parecia anjos? Seria possível argumentar que o
de abril de 1887, um século atrás, dizia uma criança mimada. Jogou o boné no proibido nos céus é louvável na
ela concernente a esse problema, que chão e sapateou sobre ele, soltando terra?...
evidentemente era tão sério então tamanho jorro de imprecações que Embora estando certos de que
44
nenhum rapaz poderá citar-nos
qualquer proveito resultante do abuso
do sagrado nome de Deus, nós lhe
poderemos enumerar muitos males
disso decorrentes. Para começar” ,
dizia o Irmão Cannon, “ é
desnecessário e portanto absurdo;
diminui nosso respeito às coisas
sagradas e nos conduz à sociedade dos
ímpios; acarreta-nos o desrespeito dos
homens de bem que nos evitam; leva-
-nos a outros pecados, pois aquele
disposto a ofender seu Criador não se
envergonhará de defraudar seu
semelhante; e também, assim fazendo,
estamos violando direta e
intencionalmente um dos mais diretos
mandamentos de Deus.” (Juvenile
Instructor, 27 de setembro de 1873,
p. 156.)
Irmãos, guardai-vos da sarjeta em
vossas conversas. O linguajar sórdido
desonra aquele que o usa.
Se tiverdes o hábito, como livrar-se
dele? Começai tomando a decisão de
emendar-vos. Na próxima vez em que
estiverdes prestes a usar palavras que
sabeis serem erradas, simplesmente
calai-vos ou dizei o que tendes a dizer
de maneira diferente. Com a prática,
esse autodomínio torna-se fácil.
Costumava dizer o Presidente Heber J.
Grant: “ Aquilo que persistimos em
fazer, torna-se mais fácil para nós; não
que a natureza da coisa em si tenha
mudado, mas nosso poder de fazê-la
aumentou.” (Vide Conference Report,
abril de 1901, p. 63.)
Começamos pela autodisciplina.
Shakespeare coloca estas palavras na
boca de Hamlet:
Refreai-vos esta noite, que isso vos
dará certa facilidade à próxima
abstenção, e ainda mais à outra: o
hábito quase pode mudar o selo inato,
e dominar o Diabo, ou expulsá-lo com
um poder maravilhoso.
(Hamlet, ato 3, cena 4, linhas 195-
-199.)
Podeis imaginar um missionário autoridade para agir em nome de na caridade, no espírito, na fé, na
desta igreja usando o tipo de Deus. Lembrai-vos de que é a mesma pureza.” (I Timóteo 4:12.)
linguagem que se ouve no campus de voz que ora ao Senhor de um lado que, Observai que ele diz: “ Sê um
muitas escolas secundárias? do outro, quando em companhia de exemplo na palavra.” Aqui ele se
Certamente não. Estaria totalmente em amigos, se inclina a usar palavras sujas refere à linguagem. Penso que está
desacordo com seu chamado de e sórdidas. Esses dois tipos de voz são falando das coisas a que eu me referia.
embaixador do Senhor. incompatíveis. Está dizendo que termos vulgares e
A maioria dos rapazes aqui Paulo, possivelmente o maior indecentes são incompatíveis com o
presentes hoje, é formada por futuros missionário de todos os tempos, dizia chamado do crente em Cristo.
missionários. É tão errado usardes na epístola a Timóteo, seu jovem “ No trato” — ele refere-se
linguagem sórdida agora como seria companheiro no ministério: “ Ninguém novamente a que em nossas conversas
para um missionário, porque também despreze a tua mocidade: mas sê o com outros devemos ser um exemplo
sois portadores do sacerdócio. Tendes exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, de crente. A conversa é a base da
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 45
Aos Pais em Israel
convivência social amigável. Pode ser
alegre. Pode ser leve. Pode ser séria.
Pode ser engraçada, mas não maliciosa
ou grosseira ou obscena se formos Presidente Ezra Taft Benson
realmente crentes em Cristo.
Talvez acheis que bati demais no
assunto. Se o fiz, é porque o considero
tão importante. É trágico e “Atendei ...às necessidades materiais de vossa família e,
desnecessário que rapazes e moças
usem linguagem sórdida. Quanto à
com vossa companheira eterna a vosso lado ... (cumpri)
moça, é indesculpável. E é igualmente vossa sagrada responsabilidade de prover a liderança
grave no caso do rapaz portador do
sacerdócio. É um hábito
espiritual no lar. ”
absolutamente inaceitável da parte de
alguém autorizado a falar em nome de dentro das paredes de vosso lar.
Deus. Blasfemar seu santo nome ou Ensino familiar, trabalho do bispado e
usar de linguagem debochada é outros deveres são todos importantes,
ofensivo a Deus e ao homem. porém a obra mais importante é dentro
O homem ou rapaz que precisa das paredes de vosso lar.”
recorrer a tal linguajar mostra (Strengthening the Home, folheto,
imediatamente sua pobreza de 1973, p. 7.)
vocabulário. Não dispõe de suficiente Qual é, então, a responsabilidade
riqueza de expressão para conseguir específica do pai dentro das sagradas
comunicar-se efetivamente sem usar paredes do lar? Gostaria de sugerir
imprecações ou palavras sórdidas. duas responsabilidades fundamentais
Falei nestes termos convosco nesta de todo pai em Israel.
noite por achar que alguns de vós Primeiro, tendes a sagrada
estejais incorrendo nesse hábito, pelo responsabilidade de prover a
menos em certa medida. Espero que subsistência material da família.
aceiteis o que falei no espírito em que O Senhor definiu claramente os
foi dito. Se tendes usado tal linguajar e papéis quanto ao sustento e criação de
vossos amigos estão convosco nesta uma posteridade justa. No princípio,
reunião do sacerdócio, resolvei em Adão e não Eva, foi instruído a ganhar
conjunto ajudar-vos uns aos outros. o pão com o suor do rosto.
Caso aconteça um deslize, lembrai-vos eus caros irmãos, sou grato O Apóstolo Paulo aconselha a
reciprocamente. Espero que o fareis.
E, assim fazendo, estareis honrando
vosso Pai Celestial, seu Filho Amado e
o sacerdócio que portais. Estareis
M por estar aqui convosco nesta
gloriosa congregação do
sacerdócio de Deus. Rogo que o
Espírito do Senhor esteja comigo e
maridos e pais: “ Se alguém não tem
cuidado dos seus, e principalmente dos
da sua família negou a fé, e é pior do
que o infiel.” (I Timóteo 5:8.)
dando crédito ao lar a que pertenceis. convosco, ao falar-vos sobre um Nos primórdios da história da Igreja
Estareis honrando a vós próprios e assunto sumamente vital. Nesta noite, restaurada, o Senhor incumbiu
orgulhando-vos da capacidade de gostaria de falar aos pais reunidos aqui especificamente os homens da
disciplinar vosso linguajar. por toda a Igreja, a respeito de seu obrigação de prover o sustento de sua
Eu digo aos rapazes. Digo-o sagrado chamado. mulher e família. Disse ele em janeiro
igualmente a vós, homens mais velhos, Espero que vós, jovens, ouçais de 1832: “ Na verdade vos digo que
que tendes um problema semelhante. igualmente com atenção, visto que vos todo homem que for obrigado a
Faço-o com amor. Sei que o Senhor se estais preparando para vos tornardes manter sua própria família, que
alegra quando usamos uma linguagem os futuros pais da Igreja. mantenha, e de modo nenhum perderá
limpa e virtuosa, pois ele nos deu o Pais, tendes um chamado eterno do a sua coroa.” (D&C 75:28.) Três meses
exemplo. Suas revelações são expressas qual não sois desobrigados jamais. Por mais tarde voltou a dizer: “ As
em termos positivos, edificantes, que mais importantes que sejam, os mulheres têm o direito de receber de
nos incentivam a fazer o que é certo e a chamados na Igreja são temporários seus maridos o sustento, até que eles
perseverar na verdade e bondade. por sua própria natureza; depois de sejam tirados.” (D&C 83:2.) Este é o
Não imprequeis. Não blasfemeis. algum tempo, vem a desobrigação. O direito divino da mulher e mãe.
Evitai as chamadas piadas impróprias. chamado de pai, porém, é eterno, e Enquanto ela nutre e cuida de seus
Afastai-vos de conversas pontuadas de sua importância transcende o tempo. É filhos em casa, o marido ganha o
palavras sórdidas e sujas. Se o fizerdes, um chamado tanto para o tempo como sustento para a família, o que
sereis mais felizes, e vosso exemplo para a eternidade. possibilita essa nutrição.
dará forças a outros. Que sejais O Presidente Harold B. Lee disse, No lar em que há um marido
abençoados nesse empenho, eu oro com razão, que “ a mais importante fisicamente capaz, espera-se que ele
humildemente, meus queridos irmãos, obra do Senhor que vós (pais) havereis seja o arrimo da família. Vez por outra
em nome de Jesus Cristo. Amém. de fazer será a obra que realizardes temos notícia de maridos que, devido
46
A Primeira Presidência, da esquerda para a direita: Presidente Gordon B. Hinckley, primeiro conselheiro; Presidente Ezra Taft Benson e o segundo
conselheiro, Presidente Thomas S. Monson.

Didier do Primeiro Quorum dos Setenta.


Jerol D. Ottley, diretor do Coro do
Tabernáculo.

a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 47
A u to r id a d e s G e ra is d e A I g r e ja d e J e s u s C r i s t o d o s S a n to s d o s Ú ltim o s D ia s
A PRIMEIRA PRESIDENCY

Presidente Gordon B. Hinckley Presidente Ezra Taft Benson Presidente Thomas S. Monson
Primeiro Conselheiro Segundo Conselheiro

O QUORUM DOS DOZE

Marion G. Romney Howard W. Hunter Boyd K. Packer Marvin J. Ashton L Tom Perry David B. Haight

Neal A. Maxwell Russell M. Nelson Dallin H. Oaks M. Russell Ballard Joseph B. Wirthlin

PRESIDENCY DO PRIMEIRO QUORUM DOS SETENTA

Richard G. Scott Marion D. Hanks Wm. Grant Bangerter Robert L. Backman Hugh W. Pinnock James M. Paramore
MEMBROS ADICIONAIS DO PRIMEIRO QUORUM DOS SETENTA

Franklin D. Richards Theodore M. Burton Paul H. Dunn Hartman Rector, Jr. Loren C. Dunn Robert L. Simpson Rex D. Pinegar
mfà

Ê /à
<-W

William R. Bradford George P. Lee


II Carlos E. Asay John H. Groberg Jacob de Jager Vaughn J. Featherstone Royden G. Derrick Yoshihiko Kikuchi

Jack H. Goaslind Devere Harris Spencer H. Osborn


MMMH

Philip T. Sonntag Helio R. Camargo H. Verlan Andersen

George I. Cannon Francis M. Gibbons Gardner H. Russell George R . Hill John R. Lasater Douglas J. Martin Alexander B. Morrison L. Aldin Porter Glen L. Hudd Douglas H. Smith Lynn A. Sorensen

AUTORIDADES GERAIS EMERITAS


0 BISPADO PRESIDENTE Membros do Primeiro Quorum dos Setenta

Henry B. Eyring Robert D. Hales Glenn L. Pace Eldred G. Smith Sterling W. Sill Bernard P. Brockbank Joseph Anderson John H. Vandenberg
Primeiro Conselheiro Bispo Presidente Segundo Conselheiro
A Presidência Geral da Primária: à esquerda, Irmã Virginia B. Cannon, primeira conselheira; Os visitantes de várias partes do mundo, que
Presidente Dwan J. Young e Irmã Michaelene P. Grassli, segunda conselheira. não falam inglês ouviram com fones os
discursos da conferência em seu próprio
idioma. A tradução simultânea em vinte e sete
línguas fo i feita por intérpretes de tempo
integra! e voluntários localizados no subsolo do
Tabernáculo, que assistiram à conferência em
monitores de televisão.

É/deres M. Russell Ballard, à esquerda e Dallin H. Oaks do Conselho dos Doze.

A Conferência Geral é uma ocasião para


renovar a amizade, e ao finaI de cada sessão os
visitantes procuram cumprimentar as
Autoridades Gerais. Aqui, ao centro, Élder F.
Enzio Busche do Primeiro Quorum dos Setenta
é rodeado por visitantes da Conferência.

50
às condições econômicas, perderam o
emprego e esperam que a esposa vá
trabalhar fora de casa, mesmo que o
m arido ainda seja capaz de prover a
subsistência da família. Nesses casos,
solicitamos ao m arido que faça tudo
que puder para que sua m ulher possa
ficar em casa cuidando dos filhos,
enquanto ele continua a m anter a
família o melhor que puder, mesmo
que o trabalho disponível não seja o
ideal e implique redução do orçam ento
familiar.
As necessidades educacionais ou
aquisições materiais tam bém não
justificam o adiam ento de filhos, para
que a mulher continue trabalhando
como m antenedora da família.
Lembro-me do conselho de nosso
am ado Presidente Spencer W. Kimball
a estudantes casados: “ Tenho dito a
milhares de jovens que, quando se
casarem, não devem retardar a vinda
de filhos até haverem term inado os
estudos e satisfeito anseios
financeiros... Devem coabitar
norm alm ente e deixar que venham os
filhos...
Não conheço nenhum a escritura” ,
prossegue o Presidente Kimball, “ na
qual seja dada autorização para jovens
esposas retardarem filhos e irem
trabalhar para financiar os estudos do
m arido. Existem milhares de m aridos
que financiaram , trabalhando, os
próprios estudos além de form arem
família ao mesmo tem p o .” (“ M arriage
Is H onorable” , Speeches o f the Year,
1973, Provo, U tah: Brigham Young atendim ento às necessidades materiais tendes a grande responsabilidade de
University Press, 1974, p. 263.) da família é a reserva que deveis fazer suprir as necessidades materiais da
Irmãos do sacerdócio, continuo para casos de emergência. A família e dispor das necessárias
destacando a im portância de as mães preparação familiar é um princípio de provisões em caso de emergência.
ficarem em casa para criar e cuidar dos bem-estar há muito estabelecido. E Segundo, tendes a sagrada
filhos, e instruí-los nos princípios da hoje é ainda mais urgente. responsabilidade de prover liderança
retidão. Pergunto-vos seriamente, tendes espiritual na vossa família.
Viajando pela Igreja, sinto que a um a reserva de m antim entos, roupas e, Num folheto publicado há alguns
grande m aioria das mães SUD querem se possível, combustível suficiente para anos pelo Conselho dos Doze, nós
sinceramente acatar este conselho. um ano, para vossa família? A dizíamos: “ Paternidade é liderança, a
Sabemos, todavia, que às vezes a mãe revelação de produzir e estocar mais im portante form a de liderança.
trabalha fora por insistência ou m antim entos poderá ser tão essencial Isto sempre tem sido assim, e sempre o
incentivo do m arido. É ele quem para nosso bem-estar tem poral hoje, será. Pai, com a assistência, conselho e
deseja as comodidades que a renda como foi entrar na arca para o povo encorajam ento de sua companheira
suplementar faculta. Nesses casos, nos dias de Noé. eterna, você preside o lar.” (Pai,
irmãos, sofre não só a família como E tam bém , estais vivendo dentro do Considere Sua Responsabilidade,
vosso próprio crescimento e progresso vosso orçam ento e econom izando um folheto, p. 5.)
espiritual ficará prejudicado. A firm o a pouco? Essa posição de presidência,
todos vós, que o Senhor incumbiu os Estais sendo honestos com o Senhor contudo, é acom panhada de
homens da responsabilidade de prover no pagam ento do dízimo? O im portantes obrigações. Temos, às
o sustento da família de form a a cum prim ento desta lei divina vos trará vezes, notícias de homens, mesmo na
permitir à mulher cum prir seu papel de bênçãos tanto materiais como Igreja, que acham que estar à testa da
mãe no lar. espirituais. família os coloca em posição superior,
Pais, outro aspecto vital do Sim, irmãos, como pais em Israel dando-lhes permissão de dar ordens e
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 51
intelectual, emocional e socialmente,
bem como espiritualmente.
Lembrai-vos, irmãos, de que o am or
pode ser alimentado e acalentado com
pequenas coisas. Flores num a data
especial são maravilhosas, da mesma
form a como a disposição de ajudar a
lavar a louça, trocar fraldas, atender a
criança quando ela chora à noite, e
deixar a televisão ou o jornal para
ajudar a preparar o jantar. São
maneiras de dizer sem palavras: “ Eu te
am o .” Tais esforços insignificantes
proporcionam ricos dividendos.
Esse tipo de liderança am orosa do
sacerdócio aplica-se não só à esposa
como aos filhos.
A mãe exerce um a im portante
função como coração do lar, mas isto
de form a alguma diminui o igualmente
im portante papel do pai como cabeça
do lar, criando, educando e am ando os
fazer exigências. mais nada, coisa algum a, exceto Deus, filhos.
O A póstolo Paulo ressalta que “ o tem prioridade sobre a esposa em Com o o patriarca do lar, tendes a
m arido é a cabeça da mulher, como vossa vida — nem trabalho, nem grave responsabilidade de assumir a
tam bém Cristo é a cabeça da igreja” . recreação, nem passatempos. Ela é liderança no trato com os filhos. Cabe-
(Efésios 5:23; grifo nosso.) Este é o vossa preciosa coadjutora eterna — -vos ajudar a criar um lar no qual
modelo que devemos seguir na função vossa com panheira. possa habitar o Espírito do Senhor.
de presidência no lar. N ão vemos o O que significa am ar alguém de todo Vossa função é dar orientação a toda a
Salvador dirigir a Igreja com m ão dura coração? Significa am ar com toda a vida familiar. Deveis participar
e severa. Não vemos o Salvador tratar força emocional e toda a devoção. ativamente no estabelecimento das
sua Igreja com desrespeito ou A m ando vossa esposa de todo o regras e disciplina da família.
negligência. Não vemos o Salvador coração, certamente não sereis capazes Vosso lar deve ser um refúgio de paz
recorrer à força ou coerção para de menosprezá-la, criticá-la, ver e alegria para a família. Nenhuma
realizar seus propósitos. Em parte defeitos nela nem ofendê-la com criança deve temer o próprio pai —
alguma vemos o Salvador fazendo palavras, atos ou mau hum or. sobretudo um pai portador do
qualquer coisa senão o que edifica, O que quer dizer “ apegar-se a ela” ? sacerdócio. O pai tem por dever tornar
eleva, conforta e exalta a Igreja. Significa estar perto dela, ser-lhe leal e o lar um lugar de felicidade e alegria.
Irmãos, digo-vos com toda sobriedade, fiel, comunicar-se com ela e externar- Isto é impossível se houver brigas,
ele é o modelo que devemos seguir na -lhe vosso am or. discussões, contendas ou mau
liderança espiritual de nossa família. A m ar significa ser sensível a seus com portam ento. O poderoso efeito de
Isto se aplica particularm ente ao sentimentos e necessidades. Ela deseja um pai justo dando exemplo,
relacionam ento com a esposa. ser notada e valorizada. Deseja ouvir disciplinando e educando, acalentando
Nisto, novam ente, o conselho do que a considerais amável e atraente, e e am ando é vital para o bem-estar
Apóstolo Paulo é o mais belo e que é im portante para vós. Am ar espiritual dos filhos.
pertinente. Ele simplesmente diz: significa dar, em vossa vida, alta Com am or em meu coração aos pais
“ M aridos, am ai vossas mulheres, prioridade ao bem-estar e am or- em Israel, gostaria de sugerir dez
como tam bém Cristo am ou a igreja.” -próprio dela. maneiras de pais proporcionarem
(Efésios 5:25.) Deveis ser gratos por ela ser a mãe liderança espiritual aos filhos:
N um a revelação m oderna o Senhor de vossos filhos e rainha do lar; gratos 1. Dai bênçãos paternas aos filhos.
fala novam ente dessa obrigação, por haver escolhido o lar e a Batizai e confirmai-os. Ordenai os
dizendo: “ A m arás a tua esposa de m aternidade — gerar, criar, am ar e rapazes ao sacerdócio. Isto tudo serão
todo o teu coração e a ela te apegarás e educar vossos filhos — como o mais pontos espirituais culminantes na vida
a nenhum a o u tra .” (D&C 42:22.) Que nobre de todos os cham ados. dos filhos.
eu saiba, há só um a outra coisa em M aridos, reconhecei a inteligência de 2. Dirigi pessoalmente as orações
toda escritura que nos é m andado vossa esposa e sua capacidade de familiares, a leitura diária das
am ar de todo o coração, e esta é o aconselhar-vos como real parceira com escrituras e a noite familiar semanal.
próprio Deus. Ponderai o que isto respeito aos planos, atividades e Vossa participação m ostrará a vossos
significa! orçam ento da família. Não vos filhos como essas coisas são
Essa espécie de am or poderá ser mostreis sovinas com vosso tempo e im portantes.
dem onstrada à vossa esposa de muitas vossos recursos. 3. Sempre que possível, comparecei
maneiras. Em primeiro lugar e antes de Dai-lhe oportunidade de crescer às reuniões da Igreja em família. A
52
adoração familiar sob vossa liderança é SESSÃO MATUTINA DE DOMINGO
vital para o bem-estar espiritual de 4 de outubro de 1987
vossos filhos.
4. Acom panhai vossos filhos e filhas
nas atividades especiais das auxiliares
da Igreja. Participai, com o família, de
acampamentos e piqueniques, jogos
“S enhor, Acrescenta-nos
a FÉ”
desportivos e recitais, program as
escolares etc. A presença do pai faz
toda a diferença.
5. Cultivai um a tradição quanto a Presidente G ordon B. Hinckley
férias, viagens e passeios. Isso Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência
proporcionará recordações que seus
filhos levarão p ara sempre consigo.
6. Conversai regularmente a sós com
“De todas nossas necessidades, penso que a maior é
cada filho. Permiti que falem sobre o a de um acréscimo de fé. ”
que quiserem. Ensinai-lhes princípios
do evangelho. Ensinai-lhes valores
verdadeiros. Externai-lhes vosso am or. veio-lhe à mente que deveria pertencer
Dedicar algum tem po aos filhos a um a igreja que levasse o nome do
mostra-lhes quais são vossas Salvador. N um a velha enciclopédia
prioridades. existente em certa biblioteca pública,
7. Ensinai os filhos a trabalhar, e ele encontrou menção à Igreja de Jesus
demonstrai-lhes o proveito de esforçar- Cristo dos Santos dos Últimos Dias
-se para atingir alguma meta meritória. com sede na Cidade do Lago Salgado.
Criai um fundo missionário e um Escreveu um a carta solicitando
fundo educacional para vossos filhos, maiores informações e recebeu
mostrando-lhes assim o que resposta com alguma literatura.
considerais im portante. Depois, seguiu-se mais literatura a
8. Incentivai o cultivo de boa pedido seu.
música, arte e literatura no lar. O lar Q uando nos_ encontramos com ele,
em que reinar um a atm osfera de havia lido o Livro de M órmon
refinam ento e beleza abençoará a vida repetidas vezes. Lera D outrina &
das crianças para sempre. Convênios e outros escritos da Igreja.
9. Se a distância perm itir, freqüentai Entusiasm ado, contara aos amigos do
regularmente o templo com vossa tesouro que descobrira. Ele pediu que
esposa. Assim vossos filhos fosse batizado.
compreenderão melhor a im portância Nós o entrevistamos. Ele conhecia o
do casam ento no templo e convênios crescento minhas boas-vindas a sacerdócio, suas ordens e ofícios.
do templo, e a unidade familiar eterna.
10. Deixai que os filhos vejam com
que alegria e satisfação servis na
Igreja. Isto pode tornar-se contagiante;
A todos os congregados nesta
grandiosa conferência. Ela

m undial. Agora falamos para


Tinha conhecimento das várias
ordenanças e procedimentos nas
tornou-se, de fato, um a conferência reuniões.
Acreditava ser o Livro de M órm on a
então, eles tam bém desejarão servir na congregações espalhadas pela América palavra de Deus? Oh, sim, ele sabia
Igreja e terão am or ao reino. do N orte, e outras nos ouvem que era verdadeiro. Ele o havia lido;
Oh! m aridos e pais em Israel, vós instantaneam ente no além-mar. ponderara e orara a respeito. Não
podeis fazer tanto pela salvação e Centenas de milhares estão reunidos tinha dúvidas quanto à sua veracidade.
exaltação de vossa família! Vossas nesta m anhã para ouvir a palavra do Cria que Joseph Smith é um profeta
responsabilidades são tão im portantes! Senhor. Agradeço-vos por vossa fé e de Deus? Sem dúvida. Novamente,
Lembrai-vos do sagrado cham ado vossos desejos, e rogo a orientação do havia estudado e orado. Estava
de pai em Israel— vosso mais Santo Espírito. convencido da realidade da gloriosa
im portante cham ado no tem po e na G ostaria de contar-vos um a visão em que Deus, o Pai Eterno, e seu
eternidade — um cham ado do qual experiência que tive com um de nossos Filho A m ado, o Senhor ressurreto,
jamais sereis desobrigados. presidentes de área. Estávamos num apareceram ao adolescente Joseph
Que possais atender sempre às país no qual, pelo que sabíamos, não Smith, a fim de anunciar um a nova e
necessidades materiais de vossa família havia um único m em bro da Igreja final dispensação do evangelho.
e, com vossa com panheira eterna ao entre seus milhões de habitantes. O sacerdócio fora restaurado com
vosso lado, possais cum prir vossa M as havia um homem que conhecia todos seus dons e poderes. Tinha
sagrada responsabilidade de prover a a Igreja e queria ser batizado. Ele certeza disso. Nosso amigo queria ser
liderança espiritual em vosso lar. vinha estudando a Bíblia havia longo batizado e almejava o sacerdócio para
Neste sentido eu oro, em nom e de tem po. Pertencia a um a igreja cristã, poder ensinar e agir com a devida
Jesus Cristo. Amém. mas não se sentia satisfeito. E ntão autoridade.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 53
verdade, não tinham nada a ver com
os pontos fundam entais de nossa
história. Mas alguns membros de
pouca fé, aparentem ente sempre
prontos a crer nas coisas negativas,
aceitaram como verdadeiros os
pronunciam entos e predições da
imprensa. Recordo-me da carta de um
indivíduo solicitando a exclusão de seu
nome dos registros da Igreja por não
poder mais acreditar num a igreja
ligada a uma experiência com um a
salam andra.
Pois bem, conform e sabeis, essas
cartas, além de outros documentos,
foram declaradas por seu forjador
como totalm ente fraudulentas e parte
de um plano maligno e desonesto que
culminou no assassinato de duas
pessoas.
Tenho procurado imaginar o que
aqueles cuja fé se deixou abalar
pensam desde que o falsificador
confessou sua obra maligna.
E ntretanto, apresso-me a
acrescentar, a grande maioria dos
membros da Igreja, todos com exceção
de uns poucos, deram pouca atenção
ao caso e continuaram servindo
fielmente, vivendo estribados na firme
convicção fundam entada no
— Mas — objetam os — se o porém instruído — é professor conhecimento proporcionado pelo
batizarmos e partirm os em seguida, form ado. Pouco sei de suas condições poder do Espírito Santo. Eles sabiam
ficará sozinho. Em bora existam muitos de vida. M as isto eu sei: quando então e sabem agora que Deus vela por
cristãos em seu país, e suas leis conversamos com ele, ardia-lhe no sua obra, que Jesus Cristo é o cabeça
garantam a liberdade religiosa, há coração a cham a da fé, e nossa própria desta Igreja, que ela é verdadeira, e
restrições severas concernentes a fé tam bém se avivou. que seguir seus preceitos e
estrangeiros. N ão haverá ninguém para A o partir dali, e havendo tempo ensinamentos nos leva à felicidade e
ensinar e ajudá-lo. N ão haverá para m editar, desejei que houvesse progresso.
ninguém em quem possa am parar-se. mais fé desse tipo, tanto entre nós O já mencionado episódio produziu
A o que respondeu: — Deus há de como nos outros. Seu exemplo agora outro fenômeno, descrito como
me ensinar e ajudar; ele será meu propiciou-me um tema. Encontra-se no a elaboração de um a “ nova história”
amigo e esteio. versículo cinco do capítulo dezessete de da Igreja em contraposição à “ velha
Fitando os olhos desse homem de Lucas. Jesus estivera ensinando seus história” . Representa, entre outras
bem, vi brilhar a luz da fé. Nós o discípulos por meio de preceito e coisas, um em penho para trazer à luz
batizamos pela autoridade do santo parábola. “ Disseram então os todo e qualquer elemento de magia
sacerdócio. Confirm am o-lo mem bro apóstolos ao Senhor: Acrescenta-nos a popular e ocultismo no ambiente em
da Igreja e lhe conferimos o Espírito f é .” (Grifo nosso.) que vivia Joseph Smith para explicar o
Santo. Batizamos a esposa dele. Após Esta é m inha prece para todos nós: que ele fez e por quê.
conferir-lhe o Sacerdócio A arônico, “ Senhor, acrescenta-nos a fé .” N ão tenho dúvidas de que se
ordenam o-lo ao ofício de sacerdote A um enta nossa fé para transporm os os praticava magia popular naqueles dias.
para que pudessem, sob a devida abismos da incerteza e da dúvida. Indubitavelmente havia superstições e
direção, ter o sacram ento. Com o m uitos de vós sabeis, nos supersticiosos. Suponho que havia
Realizamos um a reunião últimos quatro ou cinco anos vivemos igualmente um pouco disso nos dias
sacramental e de testem unho com eles. um episódio interessante na história da em que o Salvador andou na terra. E
Abraçamo-los e nos despedimos deles, Igreja. Chegaram-nos às mãos duas continua havendo mesmo nesta época
com lágrimas nos olhos. Eles partiram cartas das quais a imprensa se tida como esclarecida. Em alguns
de volta para casa, e nós fomos apoderou quando as anunciamos. hotéis e edifícios dè escritórios, por
desincumbir-nos de nossas Foram trom beteadas aos quatro cantos exemplo, não existe o décimo terceiro
responsabilidades em outras nações. do m undo como docum entos capazes andar. Isto significa que há algo de
Não hei de esquecê-lo jam ais. Ele é de contestar a autenticidade da Igreja. errado com o prédio? Logicamente que
pobre quanto às coisas do m undo, Ao anunciá-las, declaramos que, na não. Ou com os construtores? Não.
54
Semelhantemente, o fato de haver
superstições entre o povo na época de
Joseph Smith, não prova
absolutam ente que a Igreja haja
nascido de superstições.
Joseph Smith, pessoalmente,
escreveu ou ditou sua história. É o
testemunho dele do que aconteceu, e
ele selou esse testem unho com a
própria vida. Ela está escrita num a
linguagem clara, simples e
inconfundível. O Livro de M órm on foi
traduzido de antigos anais pelo dom e
poder de Deus. Está disponível a todos
que o queiram ver, m anusear e ler.
Aqueles que o leram com fé e
indagaram em oração, obtiveram
conhecimento de sua veracidade. O
atual empenho para encontrar outra
explicação qualquer quanto á
organização da Igreja, origem do
Livro de M órm on e ao sacerdócio com
suas chaves e poderes, acabará como
outros modismos antim órm ons que
apareceram, floresceram e sumiram . A
verdade prevalecerá. O conhecimento
da verdade se obtém pelo esforço e
estudo, sim; mas, prim ordialm ente, ele
vem como um dom de Deus àqueles
que buscam com fé.
Élder Boyd K. Packer, do Conselho dos Doze, a esquerda, com Presidente Gordon B. Hinckley e
M inha constante prece em favor de
Presidente Ezra Taft Benson.
toda a Igreja é: Senhor, aum enta nossa
fé, para que ela se eleve acim a dos Encontravam sua força na mensagem, primeiro hino: “ Que M anhã
pusilânimes detratores desta tua grande não nas instalações. C ontinuam fiéis M aravilhosa!” (Hinos, n? 97.) Foi
e santa obra. Fortalece nosso ânim o. até hoje e seu núm ero tem-se um a comovente evocação da primeira
Ajuda-nos a edificar e expandir teu multiplicado por dezenas de milhares. visão do Profeta Joseph Smith.
reino de acordo com teu grande Poucos domingos atrás, realizamos Havia conhecido a Coréia do Sul em
m andam ento, para que este evangelho um a conferência regional em Tóquio. seus dias de pobreza e reconstrução,
seja pregado no m undo inteiro como O espaçoso salão foi totalm ente após a terrível guerra. Q uando lá
um testemunho a todas as nações. ocupado. Havia quase o mesmo cheguei pela primeira vez, tínhamos
Tenho visto respostas a essa oração. núm ero de presentes que há aqui no seis missionários em Seul e dois em
Tenho visto o milagre da expansão Tabernáculo de Lago Salgado nesta Pusan, alguns deles acometidos de
desta causa e reino, e posso testificá-lo. m anhã. O Espírito do Senhor se fazia hepatite. H oje, temos quatro pujantes
Em 1960, faz apenas vinte e sete sentir. Um a atitude de fé predom inava missões nesse país, com cerca de
anos, recebi da Prim eira Presidência a naquela vasta congregação. P ara mim, seiscentos missionários. Muitos deles
designação de cuidar dos presidentes que conheci os dias em que éramos são filhos e filhas da Coréia, inclusive
de missão, missionários e santos na fracos e poucos em núm ero, era como belas e inteligentes moças em cujo
Ásia. A Igreja era fraca e pequena contem plar um milagre, pelo qual coração arde a luz da fé. H á também
nessa parte da terra. A semente fora rendo graças ao Senhor. entre eles jovens que abandonam os
lançada no Japão, Taiwan e Coréia Tivemos um a experiência estudos por algum tempo a fim de
por fiéis santos dos últimos dias que semelhante em Hong Kong, onde cum prir missão. Esses rapazes
prestavam serviço militar, mas era atualm ente temos quatro estacas de enfrentam enormes pressões por causa
pequena e instável. N ão possuíamos Sião. dos requisitos militares bem como
prédios próprios; os pequenos grupos A seguir em Seul, Coréia, meu exigências educacionais, mas têm fé no
ieuniam-se em casas alugadas que, no coração comoveu-se quando, coração.
inverno, eram frias e desconfortáveis. chegando ao m aior salão existente Q uando estive na Coréia pela
A Igreja conseguia converter pessoas, nessa grande cidade, encontram os prim eira vez, tínham os lá dois ou três
mas a fé de algumas era fraca e logo todos os lugares ocupados pelos pequenos ram os. H oje, existem cento e
desapareciam. N ão obstante, restava m embros de A Igreja de Jesus Cristo cinqüenta unidades locais da Igreja,
um grupo de maravilhosos homens e dos Santos dos Últimos Dias e seus tanto alas como ramos. Na época era
mulheres fortes que olhavam para convidados. Um magnífico coro de um pequeno e isolado distrito da
além da adversidade do m om ento. trezentas e vinte vozes cantou como Missão Extremo Oriente Norte, sem
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 55
cruzarmos o limiar desta vida,
entram os noutra mais gloriosa; e que,
pela expiação do Filho de Deus, todos
hão de levantar-se da sepultura, e os
fiéis seguirão avante para a exaltação.
Dá-nos fé para prosseguirmos na
obra de redenção dos m ortos, para que
se cum pram teus propósitos eternos em
favor de teus filhos e filhas de todas as
gerações.
Pai, concede-nos fé para aceitar teu
conselho nas pequenas coisas que tanto
im portam . Nosso presidente, a quem
apoiam os como profeta, tem-nos
pedido repetidamente, desde que o
chamaste para esta responsabilidade,
que leiamos a outra grande testemunha
do Senhor Jesus Cristo, o Livro de
M órm on. Dezenas de milhares o
fizeram, sendo grandemente
abençoados. Eles poderiam testificar:
Doces são as recompensas da fé
singela.
Senhor, aum enta nossa fé recíproca
e em nós próprios, e na capacidade de
fazer coisas grandes e boas.
Esta, meus irmãos e irmãs, é minha
oração^
O livro de I Reis conta um a história
simples e comovente. Permiti que vos
leia umas poucas linhas:
“ Então Elias, o tesbita, dos
m oradores de Gileade, disse a Acabe:
Vive o Senhor, Deus de Israel, perante
cuja face estou, que nestes anos nem
nenhum a capela. H oje, são quatorze ofertas, e depositar nossa confiança em orvalho nem chuva haverá senão
estacas com quarenta e sete capelas ti, o T odo-Poderoso, de que abrirás as segundo a m inha palavra.
próprias, cinqüenta e duas alugadas e janelas do céu conform e prometeste. Depois veio a ele a palavra do
mais outras em construção. Dá-nos fé para fazer o que é certo e Senhor, dizendo:
Senti naquela congregação, há três deixar que venham as conseqüências. Vai-te daqui, e vira-te para o
semanas, um espírito que me tocou até Concede-nos fé, quando as oriente, e esconde-te junto ao ribeiro
o fundo da alm a. Vi os doces frutos da torm entas da adversidade nos de Carite, que está diante do Jordão.
fé. Sabia de quanto lutaram no abaterem e fizerem ir ao chão. Que nas E há de ser que beberás do ribeiro; e
princípio para estabelecer um a igreja épocas de enfermidades nossa eu tenho ordenado aos corvos que ali
desconhecida; conheci a pobreza do confiança seja forte nos poderes do te sustentem.
povo. A gora há força, vigor; existe sacerdócio, seguindo o conselho de Foi pois (Elias), e fez conform e à
prosperidade jam ais im aginada. Reina Tiago: palavra do Senhor.” (I Reis 17:1-5;
ali um cálido espírito de solidariedade. “ Está alguém entre vós doente? grifo nosso.)
Contam com famílias de devotados Cham e os presbíteros da igreja, e orem Não houve nenhum a argum entação,
pais e mães, e boas e belas crianças. sobre ele, ungindo-o com azeite em nenhum a discussão. Não houve
São um povo que eu am o, e am o-o nom e do Senhor; racionalização da parte de Elias. Ele
por causa de sua fé. São inteligentes e E a oração da fé salvará o doente, e simplesmente fo i e fez.
bem educados; trabalhadores e o Senhor o levantará.” (Tiago 5:14-15; Pai, acrescenta-nos a fé. De todas
progressistas; humildes e piedosos. São grifo nosso.) nossas necessidades, penso que a maior
um exemplo para outros pelo m undo O Presidente H ow ard W. H unter, é a de um acréscimo de fé. E por isso,
afora. que vos falará em seguida, é um querido Pai, acresce nossa fé em ti, em
Volto a dizer, com o o faziam os notável exemplo da eficácia dessa fé. teu Filho A m ado, em tua grande obra
apóstolos de Jesus: “ Senhor, Senhor, quando andarm os pelo vale eterna, em nós próprios como teus
acrescenta-nos a fé .” Concede-nos fé da som bra da m orte, dá-nos fé para filhos, e em nossa capacidade de ir e
para olharm os além dos problem as do sorrir apesar das lágrimas, sabendo fazer segundo a tua vontade e os teus
m om ento, para os milagres do futuro. que tudo faz parte do plano eterno de preceitos, eu oro humildemente em
Dá-nos fé para pagar nosso dízimo e um Pai amantíssimo; que, ao nom e de Jesus Cristo. Amém.
56
abre. N a vida, costumamos ver portas

Portas que S e Abrem - fechando-se e, às vezes, isto nos causa


genuína dor e pesar. Eu, porém , creio
realmente que, para cada porta que se

P ortas que S e F echam fecha, abre-se outra (e talvez mais de


um a), com esperança e bênçãos em
outras áreas de nossa vida que talvez
Presidente H ow ard W. H unter
não descobririamos de outra maneira.
Presidente em Exercício do Quorum dos Doze Apóstolos
Nosso am ado presidente do Quorum
dos Doze, M arion G. Romney, não
“Fechando-se uma porta, outra se abre... Nem sempre pôde estar conosco hoje. Como
sentimos falta de sua com panhia e
temos sabedoria ou experiência suficiente para discernir perspicácia, sua experiência e
adequadamente todas as possíveis entradas e saídas. ” liderança! O Presidente Romney viu
fecharem-se-lhe algumas portas, até
mesmo no seu ministério. Tem
para suas próprias almas, a não ser que suportado muitas dores e desalentos, e
se humilhem e se tornem com o as visto seus planos m udarem nestes
criancinhas... últimos anos. Foi ele, porém, deste
P orque o homem natural é inimigo mesmo púlpito, alguns anos atrás,
de Deus, tem-no sido desde a queda de quem dizia que todos os homens e
A dão e sê-lo-á para sempre, a não ser mulheres, inclusive os mais fiéis e leais,
que ceda ao influxo do Espírito Santo, sofreriam adversidade e aflição na vida
se despoje do homem natural, porque, nas palavras de Joseph Smith:
tornando-se santo pela expiação de “ Os homens têm de sofrer, a fim de
Cristo, o Senhor, chegando a ser como que possam subir ao M onte Sião e
criança, submisso, m anso, humilde, serem exaltados acima dos céus.”
paciente, cheio de am or e disposto a se (History o f the Church, 5:556; vide
submeter a tudo quanto o Senhor Conference Report, outubro de 1969,
achar que lhe deve infligir, assim como p. 57.)
um a criança se submete a seu p a i.” Dizia então o Presidente Romney:
(Mosiah 3:18-19.) “ Isto não quer dizer que ansiamos
Ser como um a criança e submeter-se por sofrer. Evitamo-lo sempre que
á vontade de nosso Pai nem sempre é podem os. E ntretanto, sabemos agora e
fácil. Certa ocasião, o Presidente todos nós sabíamos quando
erdoai-me se continuo sentado ao Spencer W. Kimball, que tinha escolhemos vir para a mortalidade, que

P fazer-vos estes poucos


comentários. N ão é por vontade
m inha que vos falo de um a cadeira de
rodas. N oto que estais desfrutando a
bastante conhecimento quanto a dores,
desapontam entos e condições fora de
seu controle, escreveu:
“ Sendo hum anos, gostaríam os de
aqui seríamos provados no cadinho da
adversidade e aflição...
(Ademais) o plano do Pai destinado
a provar (e refinar) seus filhos não
conferência sentados, então seguirei eliminar de nossa vida a dor física e a isentou nem mesmo o próprio
vosso exemplo. angústia m ental, assegurando-nos Salvador. O padecimento que se dispôs
Com referência ao estar sentado ou contínuo bem-estar e conforto; mas, se a sofrer, e de fato sofreu, equivale ao
de pé, tenho observado que a vida — fechássemos as portas ao pesar e ao sofrim ento som ado de todos os
qualquer vida — tem seu pleno sofrim ento, estaríamos excluindo homens (e mulheres de toda parte.
quinhão de altos e baixos. Na verdade, possivelmente nossos maiores amigos e Trem endo e sangrando, e desejando
encontram os muitas alegrias e m uitos benfeitores. O sofrim ento pode recusar a am arga taça, ele disse:) “ Eu
pesares no m undo, muitas m udanças santificar as pessoas ao aprenderem a tomei da taça e terminei as preparações
de planos e novos rum os, numerosas ter paciência, resignação e que fizera para os filhos dos hom ens.”
bênçãos que nem sempre parecem nem autodom ínio.” (Faith Precedes the (D&C 19:18-19.)” (Conference Report,
sentimos como tal, e m uita coisa que Miracle, Salt Lake City: Deseret Book outubro de 1969, p. 57.)
nos torna mais humildes e aum enta C o., 1972, p. 98.) Todos nós precisamos term inar
nossa paciência e fé. Todos temos Nessa declaração, o Presidente nossas “ preparações... para os filhos
passado por experiências assim de Kimball refere-se a fechar as portas dos hom ens” . As preparações de
tempos em tempos, e suponho que para certas experiências da vida. Essa Cristo foram bastante diversas das
continuaremos a passar. m etáfora traz-me à m em ória um a linha nossas, mas todos temos preparações a
Certa passagem de um dos maiores de Dom Quixote, o conhecido clássico fazer, portas para abrir. Essas
sermões proféticos já proferidos — o de Cervantes, que me tem confortado im portantes preparações exigem,
magistral discurso do Rei Benjamim ao no decorrer dos anos. Nesta obra- m uitas vezes, certa dose de dor,
povo de Zarahem la, no Livro de -prim a, encontram os o breve mas algumas mudanças inesperadas na
M órm on — diz assim: im portantíssim o lembrete de que, senda da vida, e certa submissão,
“ Os homens bebem condenação quando um a porta se fecha, outra se “ assim como um a criança se submete a
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 57
E strada” , que nos dão um a lição de
prazer e um a lição de pesar:
Andei uma milha com o Prazer
Que o tempo todo tagarelou,
Sem nada de novo me ensinar,
Por tudo que disse e falou.
Andei uma milha com o Pesar
Que uma só palavra não
pronunciou.
Mas, oh! quanto tinha a me ensinar,
Por tudo quanto não falou!
E agora term inou a parte mortal da
jornada do Élder Tuttle. Ele fechou
esta porta e outra abriu. A gora anda e
conversa com os anjos. E assim, algum
dia, nós tam bém fecharemos e
abriremos as mesmas portas.
Mencionei a vida de dois de nossos
irmãos contem porâneos. Obviamente,
profetas de outras eras enfrentaram ,
igualmente, adversidades e
dificuldades. Eles não foram poupados
exatamente como nossa geração não o
é. Léhi, o grande patriarca do Livro de
M órm on, encorajou seu filho Jacó,
que nascera no deserto num a época de
dificuldades e oposição. A vida de
Jacó não era o que seria de esperar e
não seguia o curso ideal da
experiência. Havia sofrido aflições e
reveses, mas Léhi prometeu-lhe que
essas aflições reverteriam em seu
benefício. (Vide 2 Néfi 2:2.)
Depois Léhi acrescentou estas
palavras que se tornaram clássicas:
“ Pois que é necessário que haja um a
oposição em todas as coisas. Pois, se
assim não fosse... não haveria justiça
nem m aldade, nem santidade nem
miséria, nem bem nem m al.” (2 Néfi
seu p ai” . Term inar as preparações hom em . É a sina comum de todos... 2 : 11.)
divinas e abrir portas celestiais poderá experimentar infortúnio, sofrim ento, Esta explicação para certas dores e
tom ar-nos — na verdade, sem dúvida doença ou outras adversidades. Muitas desapontam entos da vida tem-me
nos tom ará — até as últimas horas de vezes nosso trabalho é árduo e confortado grandemente no decorrer
nossa vida m ortal. desnecessariamente exigente. Nossa fé dos anos. E conforta-m e mais ainda
Todos nós sentimos falta de nosso é tentada de diversas maneiras — às que homens e mulheres dos mais
querido Irm ão Élder A. Theodore vezes injustam ente (nos parece). Às nobres, inclusive o Filho de Deus,
* Tuttle, que recentemente abriu um a vezes parece que o próprio Deus nos tiveram de enfrentar essa oposição a
nova porta p ara retornar ao seu lar está punindo e aos nossos. U m a das fim de entenderem melhor o contraste
celeste. Suas preparações na coisas que tornam tudo tão difícil de entre retidão e iniqüidade, santidade e
m ortalidade estavam plenamente suportar é que, aparentem ente, fomos miséria, bem e mal. Pelo confinam ento
concluídas para essa jornada. Ele os únicos escolhidos para sofrer tal na escura e úm ida Cadeia de Liberty, o
tam bém com o o Presidente Romney, aflição, enquanto outros Profeta Joseph Smith aprendeu que, se
falou neste Tabernáculo a respeito da presumivelmente escapam dessas somos cham ados a passar por
adversidade, adversidade que sabia que adversidades... tribulações, é para nosso crescimento e
viria a todos nós, mas que talvez não N ão nos podem os, (porém) entregar experiência, e no final reverterá para
soubesse então, que seria obrigado a à autocom iseração.” (Conference nosso bem. (Vide D&C 122:5-8.)
enfrentar tão cedo com o enfrentou. Report, outubro de 1967, pp. 14-15.) Fechando-se um a porta, outra se
Disse ele: O Élder Tuttle deixou-nos, então, abre, mesmo para um profeta na
“ Adversidade de um a ou outra estes versos de Roberto Browning prisão. Nem sempre temos sabedoria
espécie, é a experiência universal do H am ilton, intitulados “ A o Longo da ou experiência suficiente para discernir
58
adequadam ente todas as possíveis
entradas e saídas. A m ansão preparada
por Deus para cada um de seus
“CHAMADOS A SERVIR”
amados filhos, poderá ter apenas Élder Robert L. Backman
certas passagens e balaustradas, tapetes Da Presidência do Primeiro Quorum dos Setenta
e cortinas especiais, pelos quais ele
quer que passemos em nosso caminho
para possuí-los. “Convido-vos a vos comprometerdes a cumprir missão.
Com partilho da opinião expressa Convido-vos a vos tornardes parte do exército real do
por Orson F. W hitney nestas palavras:
“ N enhum a dor que sofremos, Senhor, a vos preparardes física, mental, social e
nenhum a provação por que passamos espiritualmente, começando agora mesmo. ”
é vã. Ela contribui p ara nossa
educação, para o desenvolvimento de
atributos como paciência, fé, fortaleza de assumi-lo. Comprometa-se! Leia o
e humildade. T udo o que sofremos e Livro de M órm on. Eu o fiz em nove
tudo o que suportam os, especialmente dias, e gastei apenas um a hora e meia
quando o suportam os com paciência, por dia. Com prom eta-se a ir à Igreja
edifica o caráter, purifica o coração, todas as semanas. É um m andam ento
expande a alm a e nos torna mais de Deus e é necessário para o batismo.
ternos e caridosos, mais dignos de Com prom eta-se a orar. Se você ler o
sermos cham ados de filhos de Deus... Livro de M órm on e orar a seu
e é através da aflição e sofrim ento, respeito, saberá que é verdadeiro. E,
faina e tribulação que obtem os a por fim, comprometa-se a se batizar.
educação que viemos adquirir aqui, e Cristo o fez, e você também deve fazê-
que nos torn ará mais semelhantes ao -lo. Suspeito que você saiba que o
nosso Pai e Mãe nos céus.” (Conform e evangelho é verdadeiro, ou não o
citado em Faith Precedes the Miracle, toleraria. Lembre-se, Deus sabe que
p. 98.) você sabe, e, se você não se
Em diversos m om entos de nossa com prom eter, ele ainda o considerará
vida, provavelmente repetidas vezes na responsável, pois você conhece a
vida, somos obrigados a reconhecer verdade. Ser m orno com relação ao
que Deus sabe o que nós não sabemos, evangelho não faz bem a ninguém,
e vê o que nós não enxergamos. este verão, nosso primeii neto

N
principalmente a você!”
“ Porque os meus pensam entos não são foi cham ado para a m ^são. C om o avô, sinto-me exultante ao
os vossos pensamentos, nem os vossos A com panham os com ver meu próprio sangue iniciando o
caminhos os meus caminhos, diz o expectativa e emoção seus preparativos serviço do Senhor tão bem preparado,
j Senhor.” (Isaías 55:8.) para essa grande aventura. Vimos um a e oro para que meus outros netos
Se tiverdes problem as em casa com transform ação ocorrer ao se despedir respondam tão prontam ente ao
filhos rebeldes, se sofreis reveses de nós, fazer sua investidura no templo cham ado como ele.
financeiros e tensão emocional que e entrar no Centro de Treinam ento Ponderando o que eles deveriam
ameaçam vosso lar e vossa felicidade, M issionário. Foi literalmente um fazer para se prepararem para uma
se tendes de enfrentar a perda de um a milagre ver um típico adolescente missão, acredito que a melhor fórmula
vida ou saúde, que paz seja com vossa egoísta tornar-se um abnegado servo que lhes poderia dar, e a toda a
alma. Nós não seremos tentados além do Senhor. Ele se transform ou num juventude da Igreja, encontra-se num
de nossa capacidade de resistir. Nossas hom em da noite para o dia. simples versículo no segundo capítulo
digressões e desapontam entos são o Vibrávamos com suas cartas do Centro de Lucas: “ E crescia Jesus em
caminho estreito e apertado que de Treinam ento, nas quais ele sabedoria, e em estatura, e em graça
conduz ao Senhor, conform e cantam os incentivava os amigos a fazerem o para com Deus e os hom ens” (vers.
em um de nossos hinos prediletos: mesmo que ele. N otam os um a nova 52).
E quando torrentes tiverdes que coragem brotar ao vê-lo imergir em Esse versículo nos dá um a idéia do
passar, sua missão. Tal coragem e espírito têm que o Salvador fez, ao se preparar para
O rio do mal não vos poderá tragar. aum entado agora que ele está no o ministério.
Pois ele que pode a tormenta cam po, ensinando aquilo em que crê. M ostra-nos que Jesus Cristo cresceu
acalmar Permiti-me com partilhar convosco física, m ental, social e espiritualmente!
Seus santos queridos virá resgatar. parte de um a carta que ele escreveu a
(“ Que Firme Alicerce” , Hinos, um amigo não-m em bro, que está E, como seus discípulos, podemos
n? 49.) pesquisando sobre a Igreja: fazer menos que isso?
Que Deus nos abençoe nos altos e “ É ótimo saber que você recebeu as Consideremos como nos
baixos da vida, no abrir e fechar das palestras. Elas são muito boas. Quero prepararm os da mesma form a, a fim
portas, eu oro em nom e de Jesus dizer-lhe algo a respeito de de que possamos verdadeiramente
Cristo. Amém. compromisso. Você simplesmente tem representá-lo.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 59
M órm on. Pensai em suas palavras:
“ Rapazes, o Livro de M órm on
modificará vossa vida e vos fortalecerá
contra os males de nossos dias.
Em prestará à vossa vida um a
espiritualidade que nenhum outro livro
conseguirá dar-vos. Será a mais
im portante obra que lereis ao
preparar-vos para a missão e a vida. O
jovem que conhece e am a o Livro de
M órm on, que o leu diversas vezes, que
tem um testem unho inabalável de sua
veracidade e aplica seus ensinamentos,
será capaz de resistir aos artifícios do
demônio, tornando-se um poderoso
instrum ento nas mãos do Senhor”
(Aos Rapazes do Sacerdócio, folheto,
1986).
Que promessa vinda de um profeta
de Deus!
Do Centro de Treinamento
Missionário, meu neto escreveu o
seguinte para um amigo: “ Leia o Livro
Preparação Física com prar mantimentos? Sabeis passar de M órm on... Ele é o melhor livro que
sem dinheiro? Sabeis fazê-lo render? já li, e não estou dizendo isso da boca
O serviço missionário é exigente. Se ainda não sabeis estas coisas, onde e para fo ra .”
Pressiona física e mentalmente. Não quando ireis aprendê-las? Ficareis surpresos ao ver com que
serve para os fracos. Requer boa freqüência vos utilizareis das escrituras
saúde, resistência, força e auto- Preparação Mental para enriquecer vossas palestras,
-controle. resolver dúvidas e relacionar os
Um missionário faz m uito exercício; M uito antes de sequer pensar em princípios ali contidos às experiências
cam inha grandes distâncias, sobe praticar Direito, tive de fazer o curso da vida real.
morros pedalando bicicleta, e ainda prim ário, secundário, faculdade, e Admoesto-vos a que estudeis uma
tem que sobreviver à com ida do obter um diplom a. Foram necessários língua estrangeira. Isto abrirá portas e
com panheiro. Levanta-se cedo e anos de estudo e dedicação. E, ainda proporcionará oportunidades que vos
trabalha arduam ente até tarde da assim, alguns de nós pensamos que serão de grande auxílio, não só na
noite. podemos compreender o Evangelho de missão, mas em toda a vida.
Quem cozinha, costura, lava e passa Jesus Cristo, que abrange toda a O Seminário oferece um a excelente
para vós? Quem arrum a vossa cam a, verdade, simplesmente freqüentando a oportunidade de vos preparardes
varre o chão, lava os pratos, conserta Igreja e fazendo um mínimo esforço m entalmente para a missão.
vossas roupas e engraxa vossos para aprender e praticar seus
sapatos? Quem vos lem bra da hora de ensinamentos vitais. Preparação Social
acordar ou de ir dormir? E nquanto vos preparais para a
Faríeis bem em tornar-vos auto- missão, lembrai-vos do conselho dos Que imagem tendes de vós mesmos?
-suficientes nesses aspectos, antes de antigos: “ N ão podeis ensinar o que A missão requer fé em si mesmo, e
irdes p ara a missão. É m uito mais fácil não sabeis, tanto quanto não podeis isso vem da prática. Vem da
aprender agora com mães am orosas, voltar de um lugar onde nunca compreensão de quem sois como filhos
irmãs e jovens da ala, do que esperar estivestes.” de Deus, e em quem podereis tornar-
até o m om ento em que sereis forçados C om o está vossa preparação -vos.
a aprender a sobreviver. educacional? Gostais de aprender? Um missionário logo descobre que,
Lembrai, em vossa juventude, da Sabeis escutar, ler, estudar, ponderar, se pensa que é capaz ou que não é
im portância de viver a Palavra de memorizar? capaz, ele está certo.
SaDedoria e das gloriosas promessas Estais lendo as escrituras
Honrais e apoiais a lei? Sois
que o Senhor nos dá, quando assim regularmente e procurando
confiáveis, pessoas de palavra? Não
fazemos. compreendê-las? Elas foram escritas
haverá outra época em vossa vida em
Com o parte de vossa preparação para vós e para mim, e não apenas
que podereis inspirar maior fé e
física, considerai como financiareis para aqueles que viveram na época em
confiança.
vossa missão. que foram dadas.
Se ainda não haveis aberto um a O Presidente Ezra T aft Benson Sabeis obedecer às regras? A missão
poupança para tal fim, não há melhor encorajou-vos a participar do é dirigida por regras.
mom ento do que este. program a de estudo diário das Sois honestos em vossos negócios
Sabeis fazer um orçam ento? Sabeis escrituras, em especial do Livro de com outrem ? Gostais das pessoas?
60
Podeis imaginar conviver com outro
missionário vinte e quatro horas por
dia e achar isso agradável?
Que grandes lições aprendereis sobre
companheirismo nessa pequena
sociedade!
Um dos missionários que trabalhou
comigo tinha dificuldade em se
relacionar com os com panheiros. Estes
sempre me pediam que os transferisse,
pois não conseguiam entender-se com
ele. Por fim, pedi a um de meus
melhores missionários que fosse
com panheiro dele, e insisti com ele que
fizesse todo o possível para ajudá-lo a
am ar seu trabalho. À medida que me
aproximava da cidade em que estavam
trabalhando, para um a conferência,
temi que ele, com o todos os outros que
o antecederam , pedisse transferência.
Para m inha surpresa, quando lhe
perguntei como se estava relacionando
com seu com panheiro, ele respondeu:
“ Estamos indo m uito bem! Três membros do Conselho dos D oze trocando idéias, a partir da esquerda: Élderes Dallin H. Oaks,
Descobrimos que temos algo em Russell M. Nelson e Neal A. Maxwell.
comum. Nenhum de nós esteve na
Á frica!” Deve reconhecer sua diretriz e com o conseguireis chegar lá. Isto vos
Prometo-vos que fareis algumas das inspiração. Sua vida deve ser pura, auxiliará a resistir às tentações de
mais duradouras amizades de vossa para que possa contar com a ajuda do Satanás, quando elas vierem — e elas
vida. Volto para os tem pos de m inha espírito em tudo o que fizer. certamente virão.
própria missão, lem brando-m e dos Com o podereis preparar-vos para 7. G uardai os m andam entos. Isto
irmãos com quem me associei. Eles usufruir'da influência do Espírito vos conduzirá à felicidade e realização.
tiveram um efeito poderoso e positivo Santo? 8. Descobrimos que o melhor modo
em m inha vida. Estão entre meus 1. M antende vossa vida limpa, em de vos preparardes para a missão é ter a
melhores amigos. pensamentos e ações. A imoralidade é experiência espiritual de ensinar o
Por que isso acontece? Alguém a mais poderosa arm a de Satanás evangelho a outras pessoas, antes de
disse: “ Uma missão é com o ser contra nós e nos leva a mais serdes cham ados. Admoestamo-vos a
mergulhado em um grande pote de infelicidade, pesar, rem orso e que busqueis vossos amigos e ajudeis a
am or!” degradação que qualquer outro ensiná-los, juntam ente com os
Recentemente, estive num a pecado. É m ortal para o nosso missionários de tempo integral ou de
conferência de estaca, onde um a bela progresso eterno. Evitai-a como a uma estaca, prestando-lhes testemunho
adolescente relatou sua experiência ao praga. nessa atm osfera. E ntão, sabereis como
trabalhar com um a dupla de 2. Orai sinceramente; então, escutai o Espírito Santo trabalha a fim de
missionárias. Com profunda em oção, a resposta do Senhor. conduzir as pessoas à verdade, e
ela falou do am or que aquelas jovens 3. Desenvolvei um testem unho do reconhecereis sua doce influência em
tinham a todas as pessoas, fossem elas Evangelho de Jesus Cristo, praticando vossa própria experiência.
amigáveis, receptivas ou não. Elas seus ensinamentos em vossas Compreendereis o que o jovem
reconheciam em cada pessoa um filho atividades diárias. servo de Eliseu compreendeu, quando
de Deus, profundam ente am ado por 4. Defendei vossas crenças. descobriu que a cidade estava cercada
ele. Poderiam fazer menos que isso? Estabelecei padrões para vossa vida e pelo exército sírio. Correndo para
Esse am or penetrava em cada contato não vos deixeis influenciar por padrões Eliseu, em pânico, perguntou:
que faziam, tornando até mesmo o mais baixos. Sois responsáveis por “ Ai, meu senhor! que faremos?
relacionamento das duas mais vossa própria vida! E ele disse: Não temas; porque mais
caloroso. 5. H onrai o sacerdócio que vos foi são os que estão conosco do que os
conferido pelo Senhor, e que vos que estão com eles.
Preparação Espiritual servirá de couraça por toda a vida, à E orou Eliseu, e disse: Senhor, peço-
m edida que respeitardes seu grandioso -te que lhe abras os olhos, para que
As verdades divinas somente podem poder. veja. "E o Senhor abriu os olhos do
ser conhecidas por meio do Espírito do 6. Fazei metas de longo alcance. moço, e viu; e eis que o m onte estava
Senhor. Determinai, antecipadam ente, vosso cheio de cavalos e carros de fogo, em
Um missionário deve estar em curso de ação. Traçai um plano, redor de Eliseu” (II Reis 6:15-17).
sintonia com esse sagrado espírito. estabelecendo onde desejais chegar, e Q uando estais em sintonia com esse
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 61
“A Luz e a V ida
sagrado espírito, estais bem arm ados
para serdes os representantes do
Senhor, preparados p ara ensinar e

DO MUNDO”
testificar, trazendo almas ao nosso
Salvador, Jesus Cristo.
No Seminário de Representantes
Regionais em abril último, o Élder Dallin H . Oaks
Presidente G ordon B. Hinckley disse:
D o Quorum dos Doze A póstolos
“ N a obra missionária, assim com o em
tudo o mais, a preparação precede o
poder. O encorajam ento para a “Nós amamos o Senhor Jesus Cristo. Ele é o Messias,
preparação ainda na juventude pode
fazer um a trem enda diferença.” nosso Salvador e Redentor. É o único nome pelo qual
P ara os meus netos, e p ara a poderemos ser salvos. Procuramos servi-lo. ”
juventude da Igreja, onde quer que
estejais, convido-vos a vos
comprom eterdes a cum prir missão. feitas por ele. Sob a direção e de
Convido-vos a vos tornardes parte do acordo com o plano de Deus, o Pai,
exército real do Senhor, a vos Jesus Cristo é o Criador, a fonte da luz
preparardes física, m ental, social e e vida de todas as coisas. P or meio da
espiritualmente, com eçando agora revelação m oderna, temos o
mesmo. testem unho de João dizendo que Jesus
O Presidente Benson lem brou-nos Cristo é “ a luz e o Redentor do
de que nada que façamos é mais m undo; o Espírito da verdade, que
im portante: “ Os estudos podem veio ao m undo, porque o m undo foi
esperar. Bolsas de estudo podem ser feito por ele, e nele estava a vida e a
adiadas; metas profissionais adiadas. luz dos homens.
Sim, até mesmo o casam ento no Os m undos foram feitos por ele; e os
templo deve esperar.” (Aos Rapazes homens foram feitos por ele; todas as
do Sacerdócio, folheto, 1986, p. 6.) coisas fóram feitas por ele, por meio
Juntam ente com o Presidente dele, e dele.” (D&C 93:9-10.)
Benson, convido-vos a m ostrar vosso
am or e compromisso para com o A Luz do Mundo
Senhor, respondendo ao seu cham ado
para servir e ju n tar vossas vozes às de Jesus Cristo é a luz do m undo
outros trinta e quatro mil missionários, eus queridos irmãos eirm ãs, porque ele é a fonte da luz que
cantando:

Somos hoje conclamados a servir e a


pregar o bom Jesus.
M estou feliz pelo privilégio de
estarmos aqui juntos neste
m aravilhoso dia do Senhor, para
adorar nosso Pai Celestial e seu Filho
“ provém da presença de Deus para
encher a imensidade do espaço” .
(D&C 88:12.) Sua luz é “ a luz
verdadeira que ilumina todo o homem
Vamos a um mundo de pesares para Jesus Cristo e para sermos instruídos que vem ao m undo” . (D&C 93:2; vide
proclamar a luz. por seus servos. tam bém D&C 84:46.) As escrituras
Somos hoje conclamados às fileiras O Livro de M órm on fala da visita cham am esta luz universal de “ a luz da
das hostes do Redentor. do Senhor ressuscitado ao povo das verdade” (D&C 88:6), “ a luz de
Vamos pelas sendas e atalhos para Américas. Vestido com um a túnica Cristo” (D&C 88:7; M orôni 7:18), e o
demonstrar valor. branca, ele desceu dos céus. P arado no “ Espírito de C risto” . (M orôni 7:16.)
Juntos, todos juntos, cantaremos em meio da m ultidão, ele estendeu a mão Esta é a luz que vivifica nossa
união; e disse: compreensão. (Vide D&C 88:11.) É “ a
Prontos, sempre prontos, entoamos a “ Eis que sou Jesus Cristo cuja vinda luz pela qual (podemos) julgar” .
canção. ao m undo foi anunciada pelos (M orôni 7:18.) Ela é concedida “ a
Todos cantaremos nosso hino triunfal: profetas. todos os homens, para que eles possam
Jovens de Sião, lutemos pela causa E eis que sou a luz e a vida do conhecer o que é bom e o que é m au ” .
celestial. m u n d o .” (3 Néfi 11:10-11.) (M orôni 7:16.)
(“ Cham ados a Servir” , Cante Ele repetiu esta declaração em Jesus Cristo é tam bém a luz do
Comigo, B-85.) m uitas revelações m odernas. (Vide m undo porque seu exemplo e seus
D&C 12:9; 39:2; 45:7.) Em harm onia ensinamentos iluminam o caminho que
“ E crescia Jesus em sabedoria, e em com suas palavras, afirm am os devemos percorrer para retornar à
estatura, e em graça para com Deus e solenemente que Jesus Cristo, o Filho presença de nosso Pai Celestial. Antes
os hom ens” (Lucas 2:52). Unigénito de Deus, o Pai Eterno, é a do nascimento de Jesus, Zacarias
0 juventude da Igreja, ide e fazei o luz e a vida do m undo. profetizou que o Senhor Deus de Israel
mesmo; preparai-vos p ara servir! Jesus Cristo é a luz e a vida do visitaria seu povo “ para alum iar aos
Em nom e de Jesus Cristo, amém. m undo porque todas as coisas foram que estão assentados em trevas e
62
som bra de m orte, afim de dirigir os
nossos pés pelo cam inho da p az” .
(Lucas 1:79.)
D urante seu ministério, Jesus
ensinou: “ Eis que eu sou a luz; eu vos
dei o exem plo.” (3 Néfi 18:16.) Mais
tarde ele disse aos seus apóstolos:
“ Levantai vossa luz p ara que brilhe
perante o m undo” , acrescentando:
“ Eis que eu sou a luz que levantareis:
aquilo que me vistes fazer.” (3 Néfi
18:24.) Ele ensinou à m ultidão nefita:
“ Sabeis o que deveis fazer em minha
igreja, pois as obras que me vistes
fazer, essas mesmas fareis.” (3 Néfi
27:21.)
O Salvador deu ênfase ao íntimo
relacionamento de sua luz com seus
m andam entos quando ensinou aos
nefitas: “ Eis que eu sou a lei e a luz.”
(3 Néfi 15:9.)
O salmista expressa esse
relacionamento: “ Lâm pada p ara os
meus pés é tua palavra, e luz para o
meu cam inho.” (Salmos 119:105.)
Q uando o Senhor fez Léhi e seu
povo sair de Jerusalém , ele disse: “ E
serei vossa luz no deserto e prepararei
o caminho à vossa frente, enquanto Autoridades do Primeiro Quorum dos Setenta.
seguirdes meus m andam entos.” (1
Néfi 17:13.) porque seus ensinamentos e seu assegurada porque o Senhor
À medida que obedecemos aos exemplo iluminam nosso cam inho e ressuscitado nos redimiu da m orte. De
m andam entos do Senhor, vemos sua porque seu poder nos incita a fazer o acordo com o plano do Pai, o Filho foi
luz cada vez mais brilhante em nosso bem. “ o prim ogênito dentre os m ortos” .
caminho e percebemos o cum prim ento (Colossenses 1:18.) “ Assim como
da promessa de Isaías: “ E o Senhor te A Vida do Mundo todos m orrem em A dão, assim
guiará continuam ente.” (Isaías 58:11.) tam bém todos serão vivificados em
Jesus Cristo tam bém é a luz do Jesus Cristo é a vida do m undo C risto.” (I Coríntios 15:22.)
m undo porque seu poder nos incita a devido a sua posição única no que as Jesus Cristo é tam bém a vida do
fazer o bem. O Profeta M órm on escrituras cham am de “ o grande e m undo porque expiou os pecados do
ensina: “ Todas as coisas boas vêm de eterno plano para salvar-nos da m undo. P or não resistirem à tentação,
Deus;... m orte” . (2 Néfi 11:5.) A dão e Eva foram “ banidos da
P ortanto, tudo o que incita e instiga Jesus ensinou: “ Eu sou a porta; se presença do Senhor” . (Helamã 14:16.)
a fazer o bem, e a am ar e servir a alguém entrar por mim, salvar-se-á... As escrituras se referem a essa
Deus, é inspirado por D eus.” (M orôni Eu vim para que tenham vida, e a separação como m orte espiritual. (Vide
7:12-13.) As palavras de M órm on tenham com abundância.” (João 10:9- H elam ã 14:16; D&C 29:41.)
anteciparam o que o Senhor diria mais - 10 .) A expiação do nosso Salvador
tarde a M orôni quando estava Mais tarde, Jesus explicou aos seus venceu essa m orte espiritual. Dizem as
compilando o Livro de M órm on: apóstolos: “ Eu sou o cam inho, e a escrituras “ que o Filho de Deus tinha
“ Mas os que crerem nestas coisas que verdade, e a vida. Ninguém vem ao expiado o pecado original” . (Moisés
eu falei,... saberão que estas coisas são Pai, senão por m im .” (João 14:6.) 6:54.) C onform e Paulo ensinou aos
verdadeiras, porque persuadem os H á duas maneiras de nos santos em Roma: “ Pois assim como
homens a fazerem o bem. aproxim arm os do Pai por meio da por um a só ofensa veio o juízo sobre
E tudo quanto persuade os homens missão expiatória do Filho. Em am bas todos os homens para condenação,
à prática do bem é de mim; porque o Jesus Cristo é a vida do m undo, nosso assim tam bém por um só ato de justiça
bem não vem de outrem , senão de Salvador e nosso Redentor. veio a graça sobre todos os homens
m im ... eu sou a luz, a vida e a verdade Pelo poder e exemplo da infinita para justificação de vida.” (Romanos
do m undo.” (Éter 4:11; vide tam bém expiação de Jesus Cristo, toda a 5:18.) Em virtude dessa expiação, “ os
D&C 11:12.) hum anidade será ressuscitada. (Vide 2 homens serão punidos por seus
E assim vemos que Jesus Cristo é a Néfi 9:7, 12.) Nossa vida m ortal próprios pecados e não pela
luz do m undo porque é a fonte de luz tornou-se possível devido ao seu ato transgressão de A dão” . (2? Regra de
que vivifica nossa compreensão, criativo. Nossa vida im ortal foi Fé.)
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 63
Depois de um a breve conversa, eu
disse ao meu amigo que gostaria de lhe
m ostrar um a coisa. Dirigimo-nos então
ao centro de visitantes na Praça do
Templo. Contem piam os os quadros
dos apóstolos e profetas da Bíblia e do
Livro de M órm on, e nos dirigimos à
ram pa que leva ao segundo andar.
Neste local, a grande estátua do Cristo
ressurreto, de Thorvaldsen, dom ina a
am bientação sugestiva da imensidão
do espaço e da grandeza das criações
de Deus.
Q uando nos deparam os com essa
m ajestosa representação de Cristo,
com os braços estendidos e mãos
m ostrando os ferimentos de sua
crucificação, meu amigo suspirou
profundam ente. Permanecemos
quietos por alguns minutos,
usufruindo de um a reverente
com unhão de pensamentos piedosos
com relação ao nosso Salvador. Então,
Nosso Salvador nos redimiu do nosso Salvador e Redentor, é a vida do sem outros comentários, nos dirigimos
pecado de A dão, mas, quais são os m undo porque sua ressurreição e sua à saída. No caminho, passamos por
efeitos de nossos próprios pecados? expiação nos salvam tanto da morte um pequeno dioram a que m ostra o
Com o “ todos pecaram ” (Romanos física quanto da m orte espiritual. Jacó Profeta Joseph Smith ajoelhado no
3:23), todos estão espiritualmente rejubilou-se com este dom de vida: Bosque Sagrado.
m ortos. Novamente, nossa única “ Oh! Q uão grande é a bondade de Ao deixarmos a Praça do Templo,
esperança de vida é o nosso Salvador, nosso Deus, que nos preparou o meu amigo me disse: “ Obrigado por
o qual, ensina o Profeta Léhi: “ Ele se cam inho para escaparmos das garras mostrar-m e aquilo. Agora eu
oferece em sacrifício pelo pecado, desse terrível m onstro, sim, aquele com preendo melhor sua crença.”
satisfazendo assim as dem andas da m onstro, m orte e inferno, que eu Espero que todas as pessoas que
lei.” (2 Néfi 2:7.) cham o m orte do corpo e tam bém tenham dúvidas se somos ou não
P ara reivindicar o triunfo inspirador m orte do espírito.” (2 Néfi 9:10.) cristãos possam chegar a essa mesma
do Salvador sobre a m orte espiritual G ostaria que todos pudessem conclusão.
que sofremos por nossos próprios entender a nossa crença e ouvir nosso Nós am am os o Senhor Jesus Cristo.
pecados, precisamos seguir as testem unho de que Jesus Cristo, nosso Ele é o Messias, nosso Salvador e
condições que ele prescreveu. Salvador e Redentor, é a luz e a vida Redentor. É o único nome pelo qual
Conform e nos diz nas revelações do m undo. poderemos ser salvos. (Vide Mosiah
modernas: “ Pois eis que eu, Deus, 3:17, 5:8; D&C 18:23.) Procuram os
sofri estas coisas por todos, para que Nosso Salvador e Redentor servi-lo. Pertencemos à sua igreja, A
arrependendo-se não precisassem Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos
sofrer; Algumas pessoas que professam ser Últimos Dias. Nossos missionários e
M as, se não se arrependessem, seguidoras de Cristo, insistem que os membros prestam testem unho de Jesus
deveriam sofrer assim com o eu sofri.” m em bros de A Igreja de Jesus Cristo Cristo em muitas nações do m undo.
(D&C 19:16-17.) dos Santos dos Últimos Dias não são De acordo com o que o Profeta Néfi
Nossa terceira Regra de Fé descreve cristãos. Na verdade, alguns até escreveu no Livro de M órm on: “ E
as condições do Salvador com estas ganham a vida atacando nossa igreja e falamos de Cristo, nos regozijamos em
palavras: “ Cremos que, por meio do suas doutrinas. G ostaria de que todas Cristo, pregamos a Cristo,
Sacrifício Expiatório de Cristo, toda a elas pudessem passar pela mesma profetizam os de Cristo e escrevemos de
hum anidade pode ser salva pela experiência que passei recentemente. acordo com as nossas profecias, para
obediência às leis e ordenanças do Recebi em meu escritório, um que nossos filhos saibam em que fonte
evangelho.” telefonema de um amigo que estava devem procurar o perdão de seus
De acordo com as palavras do nosso visitando a Cidade do Lago Salgado pecados.” (2 Néfi 25:26.)
Salvador, segundo foram registradas pela prim eira vez. Ele é um homem Com o declaramos em nossa
no Livro de M órm on, ele ensinou ao culto e um cristão sincero e dedicado. primeira Regra de Fé: “ Cremos em
povo neste continente: “ E todo aquele Apesar de não termos discutido o Deus, o Pai Eterno, e em seu Filho,
que ouvir minhas palavras, arrepender- assunto, nós dois sabemos que alguns Jesus Cristo e no Espírito S anto.”
-se e for batizado, será salvo.” (3 Néfi líderes da igreja dele têm ensinado que Deus o Pai, o grande Eloim, o Deus
23:5.) os mem bros da nossa igreja não são Todo-Poderoso é o Pai de nosso
Em sum a, o Senhor Jesus Cristo, cristãos. espírito, o criador do céu e da terra e o
64
autor do plano de nossa salvação.
(Vide Moisés 1:31, 2:1-2; D&C 20:17-
-21.) Jesus Cristo é seu Filho
U ma Porta Chamada Amor
Unigénito, Jeová, o Santo e Deus de Presidente Thom as S. M onson
Israel, o Messias, “ o Deus de toda a Segundo Conselheiro na Primeira Presidência
terra” . (3 Néfi 11:14.) C om o declara o
Livro de M órm on: “ A salvação foi, é
e há de ser pela expiação do sangue de “O desejo de elevar, a disposição de ajudar e a bondade
Cristo, o Senhor O nipotente.” para dar vêm de um coração cheio de amor. ”
(Mosiah 3:18; vide tam bém Moisés
6:52, 59.) As escrituras proclam am e
nós afirm am os reverentemente que leve do lamaçal da m undanidade para
Jesus Cristo é a luz e a vida do m undo. o altiplano da retidão? Na mente do
O que este conhecimento significa ser honesto, continua ecoando
para os santos dos últimos dias? ternam ente esse convite pessoal do
(Somos cham ados de “ santos” por ser Senhor: “ Eis que estou à porta e bato:
este o term o usado nas escrituras para se alguém ouvir a m inha voz, e abrir a
referir-se àqueles que procuram porta, entrarei em sua casa...”
santificar sua vida fazendo convênios (Apocalipse 3:20.) Essa porta terá um
de seguir a Cristo.) nome? Certam ente que sim. Resolvi
Nosso Salvador é a luz do m undo. cham á-la de “ porta do am or” .
Devemos viver de m aneira a podermos O am or é o catalisador de onde
ser iluminados pelo seu Espírito, e provém a m udança. O am or é o
podermos ouvir e prestar atenção aos bálsamo que faz a alm a sarar. Mas o
sinais de endosso do Espírito Santo, am or não cresce como a erva daninha,
que testifica com respeito ao Pai e ao nem cai como a chuva. Ele tem seu
Filho. (Vide D&C 20:26.) Devemos preço. “ Porque Deus am ou o mundo
estudar os princípios do seu evangelho de tal m aneira, que deu o seu Filho
e receber suas ordenanças. Devemos unigénito, para que todo aquele que
obedecer a seus m andam entos, nele crê não pereça, mas tenha a vida
ecentemente, a Associated Press eterna.” (João 3:16.) Esse Filho,

R
incluindo seus dois grandes
m andam entos de am ar a Deus e de recebeu um verdadeiro catálogo mesmo o Senhor Jesus Cristo,
am ar e servir nosso próxim o. (Vide criminal, ao obter as notícias dos entregou a vida, para que tivéssemos a
M ateus 22:36-40.) Devemos ser fiéis acontecimentos diários mundiais, para vida eterna, tão grande era seu amor
aos convênios que fizemos em nome de depois transmiti-los aos lares de todos ao Pai e a nós.
Jesus Cristo. os continentes. Um doutor da lei aproximou-se
Nosso Salvador é tam bém a vida do As manchetes eram concisas. deste mesmo Jesus e perguntou-lhe:
m undo. Devemos ser gratos pelo seu Falavam de assassinato, estupro, “ Mestre, qual é o grande m andam ento
absoluto dom de im ortalidade. assalto, perversão, fraude, trapaça e na lei?
Devemos receber as ordenanças e corrupção. Anotei algumas: “ Homem E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor
guardar os convênios necessários para M ata Esposa e Filhos, Depois Volta a teu Deus de todo o teu coração, e de
receber seu dom condicional de vida A rm a C ontra Si P ró p rio ” ; “ Criança toda a tua alma, e de todo o teu
eterna, o m aior de todos os dons de Identifica M olestador” ; “ Centenas pensamento.
Deus. (Vide D&C 14:7.) Perdem Tudo N um a Falcatrua de Este é o primeiro e grande
Em suma, os santos dos últimos dias Milhões de D ólares” . E a lista sórdida m andam ento.
convidam todos os homens e mulheres prosseguia. Sombras de Sodom a, E o segundo, semelhante a este, é:
a “ virem a C risto” . reflexos de G om orra. Am arás o teu próximo como a ti
Como nos disse um profeta do Livro O Presidente Ezra T aft Benson tem mesmo.
de M órm on: “ Quisera que viésseis a dito repetidamente: “ Vivemos num Destes dois m andam entos depende
Cristo, o Santo de Israel, para m undo iníquo.” O A póstolo Paulo toda a lei e os profetas.” (Mateus
participar de sua salvação e do poder advertia: “ Haverá hom ens amantes de 22:36-40.)
de sua redenção. Sim, vinde a ele e si mesmos, avarentos, presunçosos, Em sua terna e comovente
ofertai-lhe vossas almas inteiras, como soberbos, blasfemos, desobedientes a despedida, Jesus ensinou,
dádiva; continuai a jejuar, orando e pais e mães, ingratos, profanos... mais aconselhando seus am ados discípulos:
perseverando até o fim, e, assim como amigos dos deleites do que amigos de “ Aquele que tem os meus
vive o Senhor, sereis salvos.” (Omni D eus.” (II Tim óteo 3:2-4.) m andam entos e os guarda, esse é o que
1:26.) Temos de sofrer a mesma sina dos me a m a .” (João 14:21.) Bastante
Que Deus nos abençoe a todos para que viviam nas cidades da planície? transcendente foi a instrução: “ Um
virmos a Cristo. Testifico que ele é o Não conseguimos aprender a lição da novo m andam ento vos dou: Que vos
nosso Salvador e nosso Redentor, a luz época de Noé? “ Porventura não há ameis uns aos outros: como eu vos
e a vida do m undo, em nom e de Jesus ungüento em Gileade?” (Jeremias amei, que tam bém vós uns aos outros
Cristo. Amém. 8:22.) Ou existe um a porta que nos vos am eis.” (João 13:34.)
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 65
Onde existe am or, não há discórdia.
Onde existe am or, não há contenda.
Onde existe am or, Deus estará
tam bém . Todos nós temos a
responsabilidade de guardar seus
m andam entos. As lições encontradas
nas escrituras são cumpridas em nossa
vida. Joseph Smith ensinava que “ a
felicidade é o objetivo e o propósito da
nossa existência; e também será o fim,
caso sigamos o caminho que nos leva
até ela; e esse rum o é a virtude,
retidão, fidelidade, santidade e
obediência a todos os m andam entos de
Deus” . (Ensinamentos do Profeta
Joseph Smith, comp. Joseph Fielding
Smith, p. 249.)
N a clássica peça musical Camelot,
encontram os um a fala de advertência a
todos. Depois de começar a
aprofundar-se o triângulo familiar
entre o Rei A rtur, Lancelote e
Guenevere, diz o primeiro: — Não
devemos deixar que nossas paixões
destruam nossos sonhos.
Nessa mesma peça, é citada outra
verdade pelo mesmo Rei A rtur, ao
As crianças pequenas conseguem Três crianças indo para a cama prefigurar um m undo melhor: —
aprender a lição do am or. As depois de comer. Violência não é força, e compaixão
profundas instruções das sagradas Como acham que a Mãe adivinhou, não é fraqueza.
escrituras, elas freqüentem ente não Qual das crianças mais a amou? Neste m undo em que vivemos, existe
entendem. E ntretanto, respondem (Joy Allison, The World’s Best Loved a tendência de, falando das necessárias
prontam ente a estes conhecidos versos: Poems. New York: H arper and Row, m udanças, ajuda requerida e alívio
— Te amo, mãe — dizia 1955, pp. 243-244.) desejado, term inarm os com esta frase:
Joãozinho, O lar deveria ser um refúgio de “ Eles deveriam fazer algo a respeito” ,
Mas, descuidado, esquecido do am or. H onra, cortesia e respeito mas sem definir quem são eles. Gosto
trabalho comezinho simbolizam o am or e caracterizam a muito desta mensagem: “ Que haja paz
Vai correndo balançar-se no jardim, família justa. Num lar assim, o pai não na terra, a começar por m im .”
Deixando-lhe água e lenha por ouvirá a denúncia do Senhor registrada Senti os olhos m arejados, quando li
carregar, enfim. no livro de Jacó: “ Haveis quebrantado a respeito do menino que, num a de
— Te amo, mãe — diz Maria com os corações de vossas ternas esposas e nossas cidades do Leste, ao encontrar
prazer, perdido a confiança de vossos filhos, um vagabundo dorm indo na calçada,
— Amo-te mais do que posso dizer! por causa de vossos maus exemplos foi buscar em casa seu próprio
Então ficou horas a fio a rebuliçar diante deles; e os soluços de seus travesseiro e o colocou debaixo da
A té sua mãe ficar aliviada, quando corações sobem a Deus contra vós.” cabeça do desconhecido. Talvez lhe
se fo i a brincar. (Jacó 2:35.) soassem do precioso passado as gratas
— Te amo, mãe — disse Soninha, palavras: “ Q uando o fizestes a um
Em 3 Néfi, o Mestre instruiu: “ Não
— Hoje vou ajudar-te no que puder destes meus pequeninos irmãos, a mim
haverá disputas entre vós...
até a noitinha. o fizestes.” (Mateus 25:40.)
Pois em verdade, em verdade vos
— Que bom que à escola hoje não
digo que, aquele que tem o espírito de Louvo aqueles que, com am oroso
precisei comparecer!
discórdia, não é meu, mas é do cuidado e preocupação solidária
Então ninou o bebê até ele
dem ônio, que é o pai da discórdia e alimentam o fam into, vestem o
adormecer.
leva a cólera aos corações dos homens, desnudo e acolhem o sem teto. Aquele
Depois, de mansinho, a vassoura
para contenderem uns com os outros. que percebe a m orte de um pardal, não
pegou,
Varreu o chão, o quarto arrumou; E eis que esta não é a minha se esquecerá de tal serviço.
alegre, ocupou-se o dia inteiro doutrina, ou seja, a de agitar com ira Um sino não é sino até que o soes,
E o trabalho amoroso fo i seu os corações dos homens, uns contra os A canção não é canção até que a
companheiro. outros; ao contrário, é preceito de cantes
— Te amo, mãezinha — voltaram a m inha doutrina que tais coisas devem E no coração o amor não está
dizer, cessar.” (3 Néfi 11:28-30.) fadado a ficar.
66
Am or não é amor até que o
distribuas.
(“ Sixteen Going on Seventeen” , de
The Sound o f Music, Rodgers e
Hammerstein.)
N a sagrada Bíblia, lemos:
“ E aconteceu... ir (Jesus) à cidade
cham ada N aim ...
E quando chegou perto da porta da
cidade, eis que levavam um defunto,
filho único de sua m ãe, que era
viúva...
E, vendo-a, o Senhor moveu-se de
íntim a compaixão por ela, e disse-lhe:
Não chores.
E, chegando-se, tocou o esquife (e
os que o levavam pararam ).”
Na majestade de seu ministério
messiânico, ele ordenou: “ M ancebo, a
ti te digo: Levanta-te.
E o defunto assentou-se, e começou
a falar. E entregou-o a sua m ãe.”
(Lucas 7:11-15.)
O desejo de elevar, a disposição de
ajudar e a bondade para dar vêm de
um coração cheio de am or.
Diz o poeta: “ O am or é o mais
nobre atributo da alm a h u m an a.” E
William Shakespeare adverte: “ Não
amam aqueles que não dem onstram
seu am o r.” (Two Gentlemen o f
Verona, ato 1, cena 2, linha 31.)
Uma professora m ostrava seu am or
com sua filosofia diretiva: “ Ninguém
fracassa na m inha classe. Tenho por
responsabilidade ajudar cada aluno a
vencer.”
Certo líder do quorum do
sacerdócio na Cidade do Lago Salgado
— um executivo aposentado — disse-
-me: — Este ano ajudei doze irmãos
desempregados a conseguirem um
emprego estável. N unca me senti mais
feliz em m inha vida. — De baixa
estatura, “ Little E d ” , como
costumávamos chamá-lo
afetuosamente, nesse dia avantajou-se
com os olhos brilhando e voz
em bargada. M ostrara seu am or,
ajudando irmãos necessitados. com um a mensagem que difundiu im portante de todas é, Amor.
Um negociante grandalhão e rijo, entre grupos cívicos e empresariais. O Poucos anos atrás, a M organ High
atacadista no ram o avícola, esquema era simples e breve: School enfrentou a Millard High
dem onstrou seu am or com um simples As cinco palavras mais im portantes School pelo cam peonato estadual de
com entário, quando alguém tentou são: Eu me orgulho de ti. futebol am ericano. De sua cadeira de
pagar-lhe duas dúzias de galinhas: — As quatro palavras mais im portantes rodas à qual estava confinado, Jan
Serão entregues a viúvas, não é? Não são: Qual é tua opinião? Smith, técnico da M organ, disse à sua
custam nada. E, ao colocá-las no As três palavras mais im portantes equipe: — Está é a mais im portante
porta-malas, acrescentou, com voz são: Por favor, sim l partida de sua vida. Se perderem,
hesitante: — E existem mais onde estas As duas palavras mais im portantes lam entarão para sempre. Se ganharem,
estavam. são: Muito obrigado. lembrar-se-ão dela para sempre.
Robert W oodruff, um executivo da E à lista do Sr. W oodruff, eu Considerem cada jogada como a mais
geração passada, percorreu a América acrescentaria: A palavra mais im portante de todas.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 67
refeitório. Sentada diante de seu prato
cheio, brincava com a comida sem
levar um só bocado à boca. Q uando
falei com ela, limitou-se a olhar para
mim com olhos benignos, porém
vazios. Apanhei o garfo e pus-me a lhe
dar de comer, falando o tempo todo
sobre seu serviço a rapazes e meninas
como obreira da Prim ária. Não houve
um vislumbre sequer de
reconhecimento, muito menos um a
palavra. Duas outras residentes da casa
de repouso olhavam-me com expressão
intrigada. Finalmente, disseram: —
Não adianta conversar com ela. Não
reconhece ninguém — nem mesmo a
própria família. N ão falou um a só
palavra todos esses anos que está aqui.
O almoço term inou. Meu monólogo
foi m orrendo. Levantei-me para partir.
Segurando sua frágil m ão entre as
minhas, fitei aquele semblante belo,
apesar das rugas, e disse: — Deus te
abençoe, Melissa. Feliz Natal.
Então, repentinamente, ela falou: —
Eu te conheço. Você é Tommy
M onson, meu menino da Prim ária.
Com o eu te amo! Levando m inha mão
aos lábios, nela depositou o beijo do
am or. Lágrimas rolavam-lhe pelas
faces, banhando nossas mãos. Essas
mãos, nesse dia, foram abençoadas
pelos céus e honradas por Deus,
enquanto cantavam os anjos arautos.
As palavras do Mestre pareceram
De trás da porta, sua esposa, que ele — Sinto-me incapaz de incentivar os adquirir um significado nunca antes
cham ava carinhosam ente de sua meninos da classe dos Bandeirantes a plenamente sentido: “ M ulher, eis aí o
assistente, ouviu o m arido dizer: — Eu serem reverentes na abertura da teu filho!” E ao discípulo: “ Eis aí tua
os am o, rapazes. O jogo não me Prim ária. Estaria disposto a me m ãe!” (Vide João 19:26-27.)
im porta. Eu os am o e por isso lhes ajudar, Tommy? Lá fora, o céu estava azul — azul-
desejo a vitória. M organ High School, Prom eti à Irm ã Melissa que -celeste. O ar era frio — gelado. A
a equipe mais fraca, venceu a partida e ajudaria. Pareceu-me muito estranho, neve, branca — de um branco
ganhou o cam peonato estadual. mas não a ela, que não tenha mais cristalino.
O am or genuíno é um reflexo do havido problem a de reverência na De Belém pareciam ecoar estas
am or de Cristo. Anualm ente, no mês Prim ária. Ela fora à origem do palavras:
de dezembro, nós o cham am os de problem a — eu. A m or foi a solução.
espírito do N atal. D á p ara ouvi-lo. Dá Passaram-se anos. A maravilhosa O dom glorioso divinal, nenhum
para vê-lo. D á p ara senti-lo. Mas Irm ã Melissa, agora com noventa e ruído faz,
nunca sozinho. tantos anos, vivia num a casa de Porém a este mundo nova esperança
Certo dia de inverno, lembrei-me de repouso na região noroeste da Cidade traz--.
um a experiência de infância. Eu tinha do Lago Salgado. Pouco antes do Sereno e sem arautos, sem toques de
então onze anos. Nossa Presidente da N atal, resolvi visitar m inha querida clarim
Prim ária, Melissa, era um a senhora presidente da Prim ária. Pelo rádio do Traz ele ao mundo redenção, amor e
carinhosa; de meia-idade. Um dia, na carro, ouvi cantarem : “ Eis dos anjos a paz sem fim !
Prim ária, a Irm ã Melissa pediu-me que harm onia, Cantam glória ao novo (“ Pequena Vila de Belém” , Hinos,
fosse conversar com ela, depois de os Rei!” (Hinos, n? 46), e pus-me a n? 119.)
outros partirem . E ficamos os dois refletir sobre outra visita feita por O dom maravilhoso foi dado,
sentados na capela vazia. Colocando o homens sábios m uitos séculos atrás, recebida a bênção celeste, e veio o
braço en torno de meus om bros, ela se levando ouro, m irra e incenso. Eu, Cristo am ado — tudo através da porta
pôs a chorar. porém , levava unicamente am or e o cham ada am or. Declaro esta solene
Surpreso, perguntei por que estava desejo de dizer: — M uito obrigado. verdade em nom e de Jesus Cristo.
triste, ao que respondeu: Encontrei a Irmã Melissa no Amém.
68
SESSÃO VESPERTINA DE DOMINGO concernentes ao sétimo e ao
4 de outubro de 1987 qüinquagésimo ano:
“ Seis anos semearás a tua terra, e
seis anos podarás a tua vinha, e

“U ma Celebração colherás a sua novidade;


Porém ao sétimo ano haverá sábado
de descanso para a terra, um sábado

SIGNIFICATIVA” ao Senhor: não semearás o teu campo


nem podarás a tua vinha...
Tam bém contarás sete semanas de
Élder L. Tom Perry anos, sete vezes sete anos; de maneira
Do Quorum dos Doze A póstolos que os dias das sete semanas de anos te
serão quarenta e nove anos.
Então no mês sétimo, aos dez do
“Cultivemos em nossas famílias, comunidades e nações, mês, farás passar a trom beta do
tradições duradouras que nos recordem consistentemente jubileu: no dia da expiação fareis
as verdades eternas do Senhor e de nossos antepassados passar a trom beta por toda a vossa
terra.
que as preservaram para os nossos dias. ” E santificareis o ano qüinquagésimo
e apregoareis liberdade na terra a todos
atenção à nossa história e os seus moradores: ano de jubileu vos
aproveitemos a oportunidade para será, e tornareis, cada um à sua
rever o passado. Por meio das possessão, e tom areis, cada um à sua
experiências passadas, antecipamos o fam ília.” (Levítico 25:3-4, 8-10.)
futuro. Dizia Cícero a respeito da A cada qüinquagésimo ano, a terra
história: deveria retornar aos seus primitivos
“ Não saber o que se passou em proprietários ou seus descendentes;
tempos antigos é permanecer sempre todos os israelitas vendidos como
criança. escravos para quitação de dívidas
Se não se fizer uso dos labores do deveriam ser libertados; e a terra,
passado, o m undo estará fadado a quando no ano sétimo ou sabático,
permanecer sempre na infância do deveria ficar sem cultivo. Mesmo em
conhecim ento.” (De Oratore, II.) nossos dias, a tradição dos anos
Este verão reacendeu em mim um sabáticos é perpetuada nas
m aior interesse por nossa história e universidades, que encorajam seus
herança. As semelhanças encontradas e professores a tirar licença para viagens
o paralelismo existente entre a nação de estudo a cada sete anos. A palavra
hebraica e a história da nossa própria jubileu, em sentido genérico, significa
Igreja, têm-me intrigado e fascinado. “ carneiro” ou “ chifre de carneiro” e
cabamos de passar um verão Moisés foi preparado por nosso Pai refere-se a trom beta de chifre usado

A repleto de comemorações de
acontecimentos de grande
significado histórico. No dia vinte e
quatro de julho, celebramos o 140?
Celestial para ser o líder da nação
hebraica. Seu nome ilustre adorna as
páginas da nossa história antiga. Por
meio de Moisés, o Senhor revelou as
para proclam ar o início do Ano
Jubileu, ou o qüinquagésimo ano.
Parece haver quatro propósitos para
as celebrações e tradições da antiga
aniversário da chegada dos pioneiros festividades e eventos que os israelitas Israel e cada um deles pode ser
mórm ons ao Vale do Lago Salgado. deveriam observar como lembretes utilizado como um guia e influência de
Ao mesmo tem po, estávamos pessoais de sua libertação da como celebramos e o significado que
com em orando o 150? aniversário da escravidão e do nascimento de uma dam os às nossas celebrações.
chegada dos primeiros missionários nova nação. Essas celebrações Prim eiro, as tradições preservaram a
SUD à G rã-Bretanha. Finalmente, os assumiam duas formas. Em primeiro fé religiosa e fortaleceram a fibra
cidadãos deste grande país, os Estados lugar, havia celebrações de espiritual do povo de Israel. Como
Unidos, membros e não-m em bros, acontecimentos históricos, como a exemplo, examinemos as mensagens
com em oraram recentemente o segundo Páscoa, para lembrar ao povo de Israel implícitas na celebração do Ano
centenário de sua Constituição. que fora libertado pela m ão do Jubileu. Um trecho da Enciclopédia
Todos esses eventos tiveram um Senhor. Depois, havia tradições ligadas Internacional da Bíblia nos diz que, “ o
impacto m arcante e duradouro na a períodos de tem po determ inados por qüinquagésimo ano deve ser um tempo
história da Igreja. A o participar de vários múltiplos do núm ero sete. de proclam ar liberdade a todos os
muitas das festividades deste verão É claro, o sétimo dia era o Dia do habitantes da terra. Deus redimiu seu
histórico, fiquei a ponderar o Senhor, um dia de descanso; o sétimo povo do cativeiro no Egito (Levítico
propósito dessas celebrações. mês, um tempo de colheita. A seguir, 25:42); e nenhum deles deve ser
A celebração de acontecimentos como lemos no capítulo vinte e cinco rebaixado novamente à condição de
passados faz com que prestemos de Levítico, havia instruções especiais ...escravo... O filho escolhido de Deus
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 69
tempos de unificação das tribos para o
estabelecimento de um a união mais
sólida.
Tais celebrações devem receber
nosso apoio e atenção. Fiquei surpreso
com o vigor e a maneira adequada
como os membros da Igreja, residentes
nos Estados Unidos, celebraram o
bicentenário da Constituição.
Afinal, nós declaramos na décima
segunda Regra de Fé: “ Cremos na
submissão aos reis, presidentes,
governadores e magistrados, na
obediência, honra e m anutenção da
lei.” Sabemos que, atualm ente, este
conselho ainda é necessário. Todos os
membros da Igreja devem
comprometer-se a obedecer e honrar as
leis do país em que vivem. Devemos
ser exemplos de obediência aos
governos sob os quais vivemos. Para
que a Igreja seja útil às nações do
m undo, ela deve exercer uma
influência salutar na vida das pessoas
que a ela se unem , tanto em assuntos
temporais quanto nos espirituais.
No vigésimo segundo capítulo de
Mateus, relembramos o caso dos
fariseus quando tentavam confundir o
Salvador no que achavam
contraditório em seus ensinamentos
com relação à Igreja e ao Estado:
não deve ser oprim ido... Na verdade, (Geoffrey W. Bromley, ed., 4 vols., “ Dize-nos, pois, que te parece? É
como cidadãos do reino teocrático, G rand Rapids, Mich.: William B. lícito pagar o tributo a César, ou não?
mestres e servos tornaram -se irm ãos... Eerdm ans Publishing C o., 1968, Jesus, porém , conhecendo a sua
Assim, com o é visto em sua aplicação 2:1142.) malícia, disse: Por que me
mais am pla, somente por sua lealdade Que mensagens poderosas — que experimentais, hipócritas?
a Deus, Israel poderia, como nação, dizem que os israelitas eram os filhos M ostrai-me a m oeda do tributo. E
esperar ser livre e independente de escolhidos de Deus, e que tudo o que eles lhe apresentaram um dinheiro.
outros m estres... possuíam pertencia a Deus, e que E ele diz-lhes: De quem é esta efígie
Um segundo aspecto do Ano somente ele poderia conceder título e esta inscrição?
Jubileu era o da restituição de todos os perm anente de terra. N a verdade, essas Dizem-lhe eles: De César. Então ele
bens imóveis. O propósito era o de mensagens, expressas na tradição do lhes diz: Dai pois a César o que é de
dem onstrar que a terra está sujeita A no Jubileu, lembravam ao povo de César, e a Deus o que é de D eus.”
basicamente à lei de Deus, e não aos Israel a sua genealogia espiritual e seu (Mateus 22:17-21.)
desejos do hom em ... A legislação compromisso com o Senhor. Continuando o ministério do
específica de Deus dizia respeito à As celebrações do Natal e da Salvador, os apóstolos admoestavam
inalienabilidade dos títulos de terra de Páscoa, a nossa observância anual do os santos a serem ordeiros e
Israel. Requeria a devolução de todas Dia do Pioneiro, os eventos cumpridores da lei. Escrevendo a Tito,
as propriedades hereditárias à família comemorativos da restauração dos Paulo declara: “ Admoesta-os a que se
que originalmente as possuía, e o sacerdócios A arônico e de sujeitem aos principados e potestades,
restabelecimento do acordo inicial com Melquisedeque, as festas de aniversário que lhes obedeçam, e estejam
relação à divisão que Deus fez da terra. da Sociedade de Socorro e as preparados para toda a boa o b ra .”
Não ensinava nem a teoria econômica encenações ao ar livre de fatos (Tito 3:1.)
socialista que diz que um a pessoa deve históricos — fazem com que nos Com o mem bros da Igreja, vivemos
receber de acordo com suas lembremos de nossa herança espiritual sob o estandarte de m uitas bandeiras
necessidades... nem o sistema da livre e aum entam nossa gratidão ao Senhor diferentes. É m uito im portante
iniciativa que permite um a expansão por tudo o que ele faz por nós. compreendermos qual é o nosso lugar
ilimitada da propriedade privada. Ao Segundo, as celebrações e as e nossa posição nos países em que
contrário, estabelecia um título fixo de tradições de Israel tinham um vivemos! Devemos familiarizar-nos
propriedade assinado por D eus.” com ponente político. Aqueles eram com a história, a herança e as leis das
70
terras que nos governam . Nos países
que nos permitem participar dos
negócios governam entais, devemos
usar nosso livre-arbítrio e nos
empenharm os no apoio e defesa dos
princípios da verdade do direito e da
liberdade.
Terceiro, as celebrações e tradições
de Israel tiveram sensível im pacto
cultural. Seus festivais e comemorações
eram épocas de com partilhar talentos e
realizações. Eram épocas de
com partilhar conhecimento prático
associado com avanços nas artes e
ciências.
U m a parte im portante da herança
que nos foi deixada pelos pioneiros é a
apreciação por todas as form as de arte.
Nossos antepassados pioneiros,
literalmente venceram as planícies
dançando e cantando. E ra a m aneira
de que dispunham para m anter o
ânim o em face das enormes
dificuldades.
À medida que os pioneiros se
estabeleciam em com unidades, eles
construíam teatros, organizavam
bandas e corais, e enviavam artistas em
missões para obter a experiência e o
treinam ento necessários para
desenvolver plenamente seus talentos.
Certamente, rendemos homenagem à
nossa herança pioneira, fazendo da
cultura e da beleza um dos pontos altos
de nossas comemorações. E assim
fazendo, não estamos também
glorificando o Senhor através das
maravilhosas criações de nossas mãos e
mentes?
Finalmente, as celebrações e
tradições da antiga Israel tinham um
profundo significado social. Eram
épocas de edificação do senso
com unitário, um tem po de
reafirm ação da fraternidade
com partilhada por todos, um tem po de
unir as famílias.
Na conferência geral de 1880, o
Presidente John Taylor anunciou um O Presidente Taylor propôs então trezentas vacas, e as restantes seriam
A no Jubileu da Igreja. Ele propôs aos que: doadas pelas estacas da Igreja.
líderes da Igreja várias maneiras de Prim eiro, metade de todos os E finalmente, a Sociedade de
celebrar o A no Jubileu — maneiras débitos dos mem bros para com o Socorro angariaria alqueires de trigo
que trouxeram mais união aos santos. Fundo Perpétuo de Imigração fosse para serem emprestados aos pobres
O Presidente Taylor disse: perdoada. com o semente. E ntão, após a colheita,
“ Ocorreu-me que precisamos fazer Segundo, os pobres seriam o empréstimo seria devolvido,
algo, como já foi feito anteriorm ente, desobrigados do pagam ento do dízimo estabelecendo-se assim um estoque
para aliviar os que estão sufocados por referente aos seus vencimentos perm anente de trigo para semear.
dívidas, ajudar os necessitados, rom per anteriores. (Alguém perguntou ao Presidente
o jugo daqueles que se vêem oprim idos Terceiro, a Igreja reuniria um Taylor se o trigo seria em prestado sem
e fazer deste, um tem po de júbilo rebanho de mil vacas leiteiras para juros. Ele respondeu: “ É claro que
geral.” (Conference Report, abril de serem distribuídas aos pobres e sim; não queremos nenhum
1880, p. 61.) necessitados. A Igreja contribuiria com despropósito desse tipo; é um tempo
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 71
de jubileu.” ) (Conference Report, abril
de 1880, pp. 61-64.)
Que efeito maravilhoso a proposta
S eguir aos Irmãos
do Presidente Taylor deve ter tido na Elder L. Aldin Porter
estrutura social da Igreja! Resgatando do Primeiro Quorum dos Setenta
as tradições da antiga Israel para suprir
as necessidades da época, o Presidente
Taylor m ostrou aos mem bros com o ser Desenvolver amor aos profetas, videntes e reveladores: ler
verdadeiros santos dos últimos dias.
A celebração de eventos históricos
as escrituras, fazer o que os profetas nos pedem e orar por
im portantes perpetua as tradições, mas eles.
não substitui o estudo da história. Pelo
contrário, serve como estímulo ao Ele disse:
estudo. Construím os pontes entre o “ A gora, irmãos, creio que há uma
presente e o passado e proporcionam os coisa que deveríamos fixar muito bem
relevância e interesse ao nosso estudo em nossa mente. Nem o Presidente da
da história. Q uando celebramos, nos Igreja, nem a Prim eira Presidência,
lembramos. As vezes, reencenamos nem a voz unida da Primeira
aquilo que aconteceu anteriorm ente. Presidência e os Doze, jam ais
Q uando honram os as tradições, na desencam inhará os santos ou emitirá
realidade fazemos o que os nossos um conselho ao m undo, que seja
ancestrais fizeram. contrário ao propósito e à vontade do
Espero que continuem os a Senhor.” (Ensign, julho de 1972,
com em orar os eventos históricos e a p. 88.)
cultivar as tradições que sempre Quando o Presidente Smith fez essa
celebramos com um propósito. Oro declaração, o Espírito testificou-me de
que tornem os nossas celebrações mais que era verdadeira. Esse mesmo
significativas, reafirm ando nossos Espírito presta testemunho novamente
valores espirituais, políticos, culturais e hoje.
sociais. Com o mem bros desta gloriosa O Presidente Spencer W. Kimball
igreja, com partilham os um a rica contou a experiência de um homem
herança. Nós literalmente nos que “ se rebelou contra o cham ado de
apoiam os nos om bros dos gigantes de m pouco depois de receber este Brigham Young para que fossem aos
fé, visão e espírito que nos
precederam.
Q uando os honram os assim como
seus m uitos sacrifícios, nós
U cham ado, eu estava viajando de
Baton Rouge, Louisiana, para
Lago Salgado. Um jovem homem
negócios aproximou-se de mim, no
vales do sul, dizendo: — Ninguém irá
dizer-me para onde ir e o que fazer!”
de Por causa de sua rebelião pessoal, ele
tirou toda sua família da Igreja. Como
preservamos seus feitos e os princípios avião, e apresentou-se como um santo sua decisão pouco retardou o
e valores que eles defenderam . E isto dos últimos dias. Perguntou-m e se program a de colonização! Os vales
nos proporciona um a m aneira estava viajando para comparecer a foram colonizados a despeito dele.
m aravilhosa de honrar a Deus! reuniões, ao que lhe respondi Q uão pouco sua rebeldia prejudicou a
Aprendemos da antiga Israel que há afirm ativam ente. Igreja! Ela tem crescido com
um lugar para eventos com em orativos. — O senhor irá ver o Presidente constância sem ele. Mas, como ele
Cultivemos em nossas famílias, Benson? sofreu em seu progresso eterno! Em
comunidades e nações, tradições — Acho improvável, em vista da contraste, houve muitos que
duradouras que nos recordem natureza das reuniões. levantaram estacas, mudaram -se para
consistentemente as verdades eternas — Q uando o senhor o vir, diga-lhe novos m undos e criaram famílias de fé
do Senhor e de nossos antepassados que, em bora nós nunca nos tenham os e devoção.” (Conference Report, abril
que as preservaram para os nossos encontrado, tenho um profundo am or de 1955, p. 94.)
dias. a ele. — E retornou a seu lugar. O que podemos fazer para ajudar a
Que Deus nos conceda m anter viva a E ra tarde; logo as luzes foram sendo desenvolver am or aos profetas,
rica herança que é nossa, cultivando apagadas, o que me deu am pla videntes e reveladores? Permiti-me
especialmente as tradições familiares oportunidade de meditar nessa fazer três sugestões.
que nos sirvam de lembretes constantes experiência. Prim eira, ler as escrituras,
dos nossos padrões e nossos valores. Irm ãos e irmãs, há grande segurança especialmente o Livro de M órm on. Ao
Esta é a obra do Senhor na qual em ter am or aos Irm ãos. E nquanto falar das escrituras, o Profeta Joseph
estamos em penhados. Presto viajávamos durante a noite, veio-me à Smith disse: “ Aquele que o lê com
testem unho disto. Ele vive. Jesus é o lem brança um a experiência que me freqüência, o apreciará melhor e
Cristo, o Salvador do m undo. Que nos ocorreu neste tabernáculo, há alguns aquele que se familiariza com ele,
possamos engajar em sua obra é m inha anos. Creio que foi a última vez que o reconhecerá a mão que o escreveu,
humilde oração, em nom e de Jesus Presidente Joseph Fielding Smith falou onde quer que possa vê-la.” (History
Cristo. Amém. em um a reunião geral do sacerdócio. o f the Church , 2:14.)
72
Leiamos as escrituras e
“ reconheceremos a m ão .”
O mesmo espírito sentido ao lermos
a palavra do Senhor nas escrituras,
acom panha os pronunciam entos dos
profetas do Senhor. A o aprenderm os a
am ar a palavra do Senhor, conform e
escrita nas escrituras, am arem os a
palavra do Senhor transm itida através
de seus profetas.
Segundo, fazer o que os profetas nos
pedem. Observemos as palavras do
Salvador:
“ E os judeus maravilhavam-se,
dizendo: Com o sabe este letras não as
tendo aprendido?
Jesus lhes respondeu, e disse: A
minha doutrina não é minha, mas
daquele que me enviou.
Se alguém quiser fazer a vontade
dele, pela mesma doutrina conhecerá
se ela é de Deus, ou se eu falo de mim
m esm o.” (João 7:15-17.)
O Presidente Benson, na conferência
de abril de 1986, falou: “ O Livro de
M órm on não tem sido e ainda não é o
centro de nosso estudo pessoal, ensino
no lar, pregação e obra missionária.
Disto é preciso nos arrependerm os.”
(A Liahona, julho de 1986, p. 4.)
Irmãos e irmãs, façamos o que o
profeta nos pede e, em pouco tem po,
saberemos que ele fala a palavra do
Senhor.
Terceiro, orar por eles. Invoquemos
as bênçãos do céu sobre a cabeça dos
profetas, videntes e reveladores. O
Senhor responde às orações
sustentadoras dos santos. Além disso, grande a sua queda.” (3 Néfi vossa liderança? Segui aos Irmãos.
ao nossos corações se voltarem para os 14:24-27.) Pais, desejais que vossos filhos
Irmãos em oração sincera, ficarão Observastes, irmãos e irmãs, que sintam vosso am or e aceitem de boa
cheios de am or a eles. caiu a chuva, transbordaram os rios, e vontade vossa direção? Amai aos
H á segurança em am ar aos Irm ãos. sopraram os ventos sobre as duas Irmãos.
Que espécie de segurança? O M estre casas? Apenas porque seguimos a Ouvimos nesta conferência aquilo
concluiu o Sermão da M ontanha, palavra do Senhor, não significa que que o Senhor queria que soubéssemos.
registrado em M ateus e em 3 Néfi, com não sofreremos os ventos da O que foi dito e o que ainda o será,
a seguinte declaração: adversidade; significa que deve ser examinado, ponderado, orado
“ Todo aquele que ouve estas minhas sobreviveremos espiritualmente a eles! a respeito e seguido. N ão deixeis
palavras, e as guarda, eu o com paro a O profeta M órm on aconselhou-nos qualquer dúvida quanto à vossa
um homem prudente, que edificou sua com grande poder sobre os profetas posição. Declarai em tom silencio',o
casa sobre a rocha. quando falou: “ Ai daquele que nega que amais aos Irmãos e que ireis segui-
E caiu a chuva, transbordaram os as revelações do Senhor e que diz que o -los. Àcrescentai sinais de exclamação
rios, sopraram os ventos e com bateram Senhor já não obra mais por meio de a vossas palavras, ao seguir serena e
aquela casa, que não caiu, porque fora revelação, nem por profecia, nem por fielmente aos Irmãos.
construída sobre a rocha. dons, nem por línguas, nem por curas Descobrireis que ireis “ (gozar) das
E todo aquele que ouve estas minhas ou pelo poder do Espírito Santo!” (3 palavras da vida eterna neste mundo e
palavras, e não as observa, é Néfi 29:6.) da vida eterna no m undo vindouro.”
com parado a um hom em im prudente, Líderes do sacerdócio, quereis elevar (Moisés 6:59.) Sou testemunha de que
que edificou a sua casa sobre a areia; o nível espiritual de vossas esta é a obra de Deus. H á um profeta
E desceu a chuva, transbordaram os m ordom ias? Segui aos Irmãos. entre nós, o Presidente Ezra Taft
rios, sopraram os ventos e com bateram M aridos, quereis que vossa esposa Benson. Em nome de Jesus Cristo.
aquela casa, e ela desabou, sendo tenha mais confiança em vós e em Amém.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 73
Num cam po de refugiados em
Serviço Abnegado Bataan, Filipinas, vi um a de nossas
queridas missionárias sentar-se no chão
Élder William R. Bradford sujo ao lado de um a senhora idosa que
D o Primeiro Quorum dos Setenta estava chorando, confusa e com medo.
A poiando gentilmente a cabeça da
senhora em seu om bro, afagava seus
“Muitas coisas são interessantes e sedutoras, enquanto cabelos com um a das mãos enquanto
outras são realmente importantes. ” colocava o outro braço ao seu redor
para confortá-la.
Fiquei sabendo que aquela senhora
a família é um desafio. As roupas são tinha sido expulsa de seu lar. Alguns
surradas e com partilhadas. M oda é de seus familiares haviam sido m ortos.
aquilo de que dispõem e, em muitos Ela fora m altratada, arrastada por
casos, não é suficiente. Expliquei-lhe selvas e florestas e finalmente
que a som a de dinheiro conseguida por escorraçada de seu próprio país. Ela
aqueles jovens especiais poderia nem ao menos sabia falar o idioma dos
sustentar vários desses missionários seus atuais benfeitores.
durante a missão inteira. Conversamos Mais tarde, quando conversava com
sobre o valor relativo de um a viagem a missionária sobre o trabalho que
recreativa com parada com o serviço vinha fazendo, ela disse com lágrimas
missionário. rolando pelas faces: — Esta é a melhor
Disse ele: — Está-me pedindo que coisa que já fiz. M uitas coisas são
eu faça os jovens doar esse dinheiro interessantes e sedutoras, enquanto
para o fundo missionário geral da outras são realmente importantes.
Igreja? — Respondi: — N ão, não pedi Algumas vezes, devido à pressão do
que fizesse isto. Disse apenas que m undo que nos rodeia, nossos projetos
existem coisas melhores para se fazer. de serviço se tornam projetos de
Expliquei que não era contra o tipo de interesse próprio ao invés de projetos
projeto que eles estavam planejando, abnegados, visando ao bem-estar do
mas que deve haver certo equilíbrio e próximo.

O
s jovens de determ inada ala que, com parativam ente, algumas Os projetos de serviço abnegados
haviam trabalhado para coisas são interessantes e atraentes são os projetos do evangelho. Eles têm
arrecadar a grande som a de enquanto outras são im portantes. continuidade. Não são eventos
dinheiro necessária para um a viagem Mais tarde, o bispo me disse que especiais baseados em entretenimento,
que estavam planejando realizar. havia conversado com os jovens e que diversão e jogos. Não precisam ser
Com o eu tinha certa amizade com o eles com preenderam a profundidade e regulamentados ou controlados.
bispo, este telefonou-m e para pedir o espírito da nossa conversa anterior. Projetos de serviço abnegados são
que o ajudasse a obter alguma Eles queriam sacrificar sua viagem e projetos de pessoa para pessoa. São
publicidade para que esses jovens doar todo o dinheiro para o fundo aqueles projetos realizados face a face,
recebessem reconhecimento público missionário geral. Perguntaram se olho a olho, voz ao ouvido, coração a
pelas boas coisas que estavam fazendo. poderiam trazer o cheque e tirar coração, espírito a espírito e m ão na
Disse-lhes que não iria ajudá-los. algumas fotografias comigo ao m ão.
Surpreso, ele me perguntou o motivo. fazerem a doação, e publicar no jornal Devemo-nos lembrar de que somos
Respondi que apesar de estarem um a foto e um artigo referente ao fato. seres sociais. Nosso destino eterno está
fazendo algo louvável, algumas coisas Surpreendi-o novamente. Disse que ligado ao destino de nossos
são interessantes enquanto outras são não. E ntão acrescentei: — Talvez fosse semelhantes. Dentro deste sistema
im portantes, e que poderia haver um im portante ensinar aos seus jovens social, há sempre desejo de
propósito mais elevado para o dinheiro um a lei de reconhecimento mais reconhecimento, e é assim que deve ser
ganho com todo aquele dispêndio de elevada. O reconhecimento do alto é desde que seja m antido dentro de seus
energia. silencioso. Ele é registrado limites.
Ele ficou mais surpreso ainda e cuidadosam ente e sem alarde. Deixe O Élder M arvin J. A shton contou
perguntou o que eu queria dizer com que sintam a alegria e guardem no certa vez que, durante um a reunião,
isto. Expliquei-lhe que meu ministério coração e na alm a o tesouro que um a senhora sentada atrás dele
me leva a países em que as pessoas são advém do serviço abnegado e passou-lhe um bilhete, que dizia
menos privilegiadas que aquelas onde silencioso. simplesmente: — O senhor poderia
ele vive. Conheço seus desafios e Eles assim fizeram e, agora, como virar-se e olhar para mim? — Disse ele:
sacrifícios. Falei-lhe das dificuldades prêm io, cada um deles possui um a — Todos precisam ser notados.
enfrentadas pelos jovens daqueles lem brança e um orgulho que Dentro de cada um de nós existe
lugares para obter fundos necessários reconhecem ser um a das coisas um a grande necessidade de sentir-se
p ara sair em missão. M uitas vezes, até melhores e mais im portantes que já parte de alguma coisa. Esse sentimento
obter com ida suficiente p ara alim entar fizeram. de unidade e pertencer nasce do calor
74
de um sorriso, de um aperto de m ão
ou abraço, de demonstrações de am or
não pronunciadas. Ele vem nos
momentos calmos, reverentes de um a
conversa serena e um ouvido atento.
Vem através de um a voz suave e
constante que nos lem bra que somos
irmãos e irmãs, filhos de um Pai
Celestial.
Obter reconhecimento e louvor dos
homens pode transform ar-se num a
busca obsessiva na vida de um a
pessoa. Pode levar de um ato a outro
até que a vida esteja repleta de egoísmo
e vaidade. O prazer m om entâneo do
reconhecimento e louvor dos homens *. ' < ï ;*V i i *
faz com que, quase sempre, as pessoas
desejem mais. Se não puderem obtê-lo
de um m odo, tentarão de outro. Se evangelho, o egoísmo predom ina. De mas a necessidade de as pessoas se
não puder ser obtido de m aneira todas as influências que levam os em penharem em serviço abnegado é
natural, as pessoas tentarão obtê-lo homens a escolher o que é errado, o im portante. Preocupa-nos o fato de
representando um tipo de vida que não egoísmo é, sem dúvida, a mais forte. que a ociosidade e a diversão estejam
é o seu. A ânsia de popularidade, de Onde ele está não encontram os o substituindo a meditação e a oração.
ser valorizado pelos com panheiros e de Espírito. Os talentos não são A preocupação com a m oda, com o
obter reconhecimento dos homens é com partilhados, as necessidades dos dinheiro e com o acúmulo de coisas
uma força poderosa. pobres não são m itigadas, os fracos materiais para proveito próprio é
É inútil buscar a honra ou não são fortalecidos, os ignorantes não interessante e sedutora, mas a
reconhecimento dos homens. Essa são ensinados e os que estão perdidos dedicação de tem po e recursos pessoais
vaidade é prejudicial porque nasce do não são recuperados. à causa da proclam ação do evangelho
egoísmo. Cristo ensina isto claramente O egoísmo, visto na sua verdadeira é im portante.
quando fala daqueles que “ se essência, é a ausência de em patia e Reuniões, materiais e planejamento
estabelecem como a luz do m undo com paixão, o abandono da são interessantes, mas a execução é
para que possam ter lucros e o louvor fraternidade, a rejeição do plano de im portante.
do m undo, porém não procuram o Deus, o isolamento da alma. A constante exortação de vir a
bem-estar de Sião. Com o já disse, muitas coisas, de Cristo é acom panhada da promessa de
fato a m aioria, são interessantes e que nele seremos aperfeiçoados. Se
Eis que o Senhor proibiu isto; e, muitas são sedutoras. M as, algumas fizermos tudo o que estiver ao nosso
portanto, o Senhor Deus ordenou que são realmente im portantes. Os limites alcance, am ando e servindo a Deus
todos os homens tenham caridade, que de tem po nos m ostram que precisamos com toda nossa vontade, mente e
é am or. E se não têm caridade, nada dar prioridade a certas coisas. O dom força, então haverá graça suficiente
são. Portanto, se tiverem caridade não divino e celestial do arbítrio nos para nós. P or sua graça, depois de
permitirão que o trabalhador de Sião permite decidir até que ponto tudo que puderm os fazer, podemos
pereça. prestaremos serviço aos outros e tornar-nos perfeitos em Cristo. Não
Mas o trabalhador de Sião permitiremos que eles nos sirvam. A devemos, pois, empenhar-nos, através
trabalhará para Sião.” (2 Néfi 26:29- profundidade do envolvimento no que de serviços abnegados, a alcançar o
-31.) é im portante, em lugar de apenas reconhecimento do Deus Todo-
A abnegação é retidão, pois abrange interessante, é nossa escolha pessoal. -Poderoso, que é nosso Pai?
o verdadeiro espírito de Ao fazermos tais escolhas, devemos “ E, cham ando a si a m ultidão, com
companheirismo. É a verdadeira considerar que o brilho e com oção de os seus discípulos, disse-lhes: Se
essência da amizade. É o retrato do projetos festivos e divertidos são alguém quiser vir após mim, negue-se a
verdadeiro am or e unidade da interessantes, mas os doentes, si mesmo, e tom e a sua cruz, e siga-me.
hum anidade. Sua recompensa é a solitários, inválidos, desabrigados, Porque qualquer que quiser salvar a
liberdade da alm a, uma proximidade crianças carentes e idosos sua vida perdê-la-á; mas, qualquer que
da divindade, o merecimento de ter a abandonados são im portantes. perder a sua vida por am or de mim e
com panhia do Espírito. Todo o As revistas, os jornais e toda do evangelho, esse a salvará.
requisito do plano de Deus para nossa inform ação que nos é passada pelos Pois que aproveitaria ao homem
salvação baseia-se no dar de si. meios de comunicação são ganhar todo o m undo e perder a sua
A única m aneira de um a pessoa interessantes e atraentes, mas as alma?
santificar-se debaixo dos céus é o escrituras são im portantes. Ou que daria o homem pelo resgate
serviço abnegado. Os program as de rádio, televisão e a da sua alm a?” (Marcos 8:34-37.)
Quando não se desenvolve um com odidade da aposentadoria tornam No sagrado nome de Jesus Cristo.
serviço abnegado e centralizado no interessantes os passeios e diversões, Amém.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 75
Com prom eti-m e com o Senhor, no
“Eu Irei e Cum prirei...” dia em que fui apoiado, que o serviria
de todo o coração, poder, mente e
Élder Lynn A. Sorensen força; reafirmo-o agora aos Irmãos da
do Primeiro Quorum dos Setenta Prim eira Presidência e a todos vós.
Tudo o que for necessário nesse
sagrado serviço, estarei disposto a
“O Senhor prepara o caminho, se formos diligentes e cumprir. Mas necessito de vossa fé e
fiéis em cumprirmos a nossa parte. ” orações e espero ser digno delas.
G ostaria de expressar publicamente
meu am or e sincera gratidão à minha
senti, quando o Presidente Thom as S. maravilhosa esposa, mãe de nossos
M onson fez meu cham ado. As nove filhos, que está a meu lado há
palavras de Néfi adquiriram para mim quase quarenta e cinco anos. Ela tem
um significado nunca antes sido um a fonte de força e sempre me
considerado: apoiou nos cham ados da Igreja,
“ E eu, Néfi, disse a meu pai: Eu irei em bora seu fardo tenha sido bem
e cumprirei as ordens do Senhor, pois pesado pelos seus próprios cham ados e
sei que o Senhor nunca dá ordens aos pela responsabilidade com os filhos e o
filhos dos homens sem antes preparar lar.
um cam inho, pelo qual suas ordens Aprecio imensamente o apoio que
poderão ser cum pridas.” (1 Néfi 3:7.) sempre recebi de meus pais e
Sinto que esta escritura tem um familiares. A meus filhos e filhas, suas
grande significado para cada um na esposas e esposos e aos vinte e sete
Igreja, não im porta qual seja o seu lindos netos, (até as 8h25 min desta
cham ado. A experiência ensinou-me m anhã) expresso meu am or e
que o Senhor prepara o cam inho, se apreciação pelo extraordinário apoio,
formos diligentes e fiéis em cumprir por sua fé e orações a nosso favor, e
nossa parte. pela alegria e felicidade que trouxeram
A sabedoria do Élder Russell M. para nossa vida.
Nelson foi de m uita valia, pois ele Sou grato por m inha designação
embro-me com o se fosse ontem ,

L
ensinou que não somos cham ados para para a Presidência de Área do Brasil
da primeira vez que assisti a um a posições de liderança pelo que somos, com Élder Gibbons e Élder Cam argo,
conferência geral. mas pelo que podemos vir a ser. Tenho e pela oportunidade de servir
Eu era ainda menino e meus m uito o que m elhorar para estar novamente com o caloroso e admirável
maravilhosos pais trouxeram -m e ao capacitado a servir o Senhor como ele povo do Brasil. Tenho sido
Tabernáculo, para que, cedo na vida, deseja. especialmente abençoado por estar
pudesse ter um a experiência espiritual
especial. Sentamo-nos nesta galeria à
esquerda do púlpito, de onde eu podia
olhar para baixo, diretam ente para as
Autoridades Gerais.
Foi um a grande emoção para mim,
ver o Presidente Heber J. G rant pela
primeira vez. Lembro-me,
particularm ente, de como o Presidente
G rant juntou-se à congregação e
cantou com m uito fervor, e de como
os duros bancos de m adeira pareciam
desconfortáveis para mim, mesmo com
minha pouca idade. Recordo-me de
que olhei para os assentos individuais e
estofados, ocupados pelo C oro do
Tabernáculo e decidi que, um dia,
cantaria no C oro e teria um assento
confortável, reservado na conferência.
Bem, de algum m odo as linhas de
comunicação foram em baralhadas.
Isto não era o que eu tinha em mente.
Sinto-me tão humilde com este Os visitantes de várias partes do mundo, que não falam inglês ouviram com fones os discursos da
conferência em seu próprio idioma. A tradução simultânea em vinte e sete línguas fo i feita por
cham ado, não esperado, que não intérpretes de tempo integral e voluntários localizados no subsolo do Tabernáculo, que assistiram à
tenho palavras para expressar o que conferência em monitores de televisão.

76
envolvido de várias form as no
crescimento da Igreja lá, nos últimos
quarenta e oito anos e vê-lo passar de
Sacrifício e Au to -Suficiência
menos de 200 m embros em 1940, para Élder M. Russell Ballard
mais de 250.000 hoje. do Quorum dos Doze A póstolos
Ao freqüentar várias conferências de
estaca, é em ocionante encontrarm os
líderes jovens — homens como o “Algo de especial acontece ao indivíduo ou unidade da
Presidente Santos. Ele abraçou o Igreja, quando o povo se torna mais independente e auto-
evangelho aos dezessete anos. Q uando
decidiu aceitar o cham ado para a suficiente. ”
missão, foi repudiado pela família e
expulso de casa, junto com seus mais auto-suficientes, as pessoas
escassos pertences. C ontudo, serviu incorporaram em sua vida o princípio
fielmente e mais tarde encontrou um a do sacrifício e aprofundaram sua fé.
linda jovem conversa. Eles foram Dizia o Profeta Joseph Smith:
selados no templo e estão criando sua “ A religião que não requer o
família sob o convênio. Com somente sacrifício de todas as coisas, jamais
trinta anos de idade, é bem sucedido tem poder suficiente para produzir a fé
nos negócios e um grande líder na necessária para a vida e salvação; pois,
estaca. Com o o Senhor abençoa os desde o princípio da existência do
membros fiéis da Igreja! hom em , a fé necessária para o desfrute
da vida e salvação jam ais pôde ser
A Irmã Sorensen e eu tivemos
obtida sem o sacrifício de todas as
recentemente a oportunidade de
coisas terrenas.” (Lectures on Faith,
percorrer a nova Missão Fortaleza.
6:7.)
Isso nos lembrou de nossas próprias
Q uando os santos se esforçam para
experiências missionárias. Um
tornarem -se inteiramente auto-
presidente de missão recebe
-suficientes, acontece algo de especial,
semanalmente centenas de cartas de
que vai muito além do decréscimo de
seus missionários, a respeito dos mais
custos. Por exemplo, quando os líderes
variados assuntos. A maioria das que
da Igreja na América do Sul voltaram
recebi eram muito espirituais e
sta tem sido um a conferência a atenção para a diminuição de custos
expressavam a gratidão do missionário
pela oportunidade de servir ao Senhor
e seu testem unho sobre a im portância e
veracidade da obra. Preservei a maior
E m aravilhosa, irmãos e irmãs.

O ro que meus comentários não


no serviço missionário, o Senhor os
abençoou com um a idéia simples
porém maravilhosa: os membros
destoem do espírito que vimos poderiam proporcionar o almoço aos
parte delas. São preciosas para mim.
sentindo. missionários de tempo integral todos
Um a tocou-me o coração
D urante o ano que passou, as os dias. E ra um a obrigação que os
profundam ente. Élder Costa, um
Presidências de Área da América do santos sul-americanos podiam assumir
missionário brasileiro, escreveu-me, em
Sul passaram a sentir-se preocupadas e que fortaleceria membros e
sua última carta antes de deixar o
com a dependência de suas áreas dos missionários, igualmente. Provou ser o
campo missionário:
recursos financeiros da sede da Igreja. meio para os membros dessa parte do
“ Presidente, talvez com o passar do Sensatamente, esses irmãos podiam ver m undo aperfeiçoarem os santos e
tempo eu esqueça sua aparência, seu que as necessidades futuras exigiriam proclam arem o evangelho — dois
m odo de andar e coisas assim. Mas seu mais fundos do que a sede da Igreja aspectos da missão da Igreja.
am or ao evangelho e seu testem unho, poderia fornecer. Com unicando os resultados da
nunca esquecerei.” As Presidências de Área reuniram-se aplicação prática dessa idéia, diz um
Se for para ser lembrado pelos com os respectivos representantes presidente de estaca:
membros da Igreja, espero que seja regionais e presidentes de estaca, para “ Tive um encontro com o presidente
dessa m aneira, pois tenho um grande deliberarem juntos como ajudar a da missão e debatemos a idéia de
am or ao evangelho e a todos os Igreja na América do Sul a tornar-se nossos membros fornecerem o almoço
membros da Igreja de todo o m undo. mais auto-suficiente. Estudaram meios diário aos missionários. Pedi aos
Sei que não é fácil sentar nessas de reduzir despesas e, ao mesmo bispos tem po na reunião sacramental
poltronas vermelhas estofadas, mas tem po, aum entar a participação dos de suas alas para expor a idéia básica.
tenho um testem unho ardente e sincero m embros. Expliquei-lhes as bênçãos que os
desta obra. Chegaram à conclusão de que m em bros, seus filhos, vizinhos e a
Que o Senhor me abençoe para que prédios bastante simplificados estaca receberiam.
eu possa tocar a vida de todos a quem atenderiam plenamente às necessidades Em m inha própria ala, observamos
ele ama. Que eu possa ser sempre da Igreja. Encontraram meios de os um resultado inesperado do sacrifício
guiado e dirigido por ele, oro em nom e m em bros doarem mais trabalho de nossos membros. A freqüência na
de Jesus Cristo. Amém. voluntário, dim inuindo assim os custos reunião sacramental passou de oitenta,
de construção. Procurando tornar-se
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 77
noventa pessoas por sem ana para gravata e cabelos bem aparados, vêm à
cento e cinqüenta. O núm ero de nossa casa. Eles estão cheios da luz do
batismos aum entou de um ou dois evangelho. Brincam com as crianças.
para cerca de doze ao mês. A Contam -nos suas maravilhosas
participação em geral cresceu em nossa experiências missionárias. Eles são bem
estaca, e em todas as alas sentimos um educados, corteses e gentis. Depois de
espírito mais terno. passarem mais ou menos um a hora
O bispo de m inha ala contou-m e o conosco, voltam a cuidar da obra do
caso de duas crianças que são Senhor.”
membros da Igreja, mas os pais não. Que pais não se alegrariam em ter
Elas apoiaram o program a com a mão filhos como os dois missionários aos
erguida e, chegando em casa, quais um a viúva idosa ofereceu
contaram aos pais que haviam almoço. Depois de haverem almoçado
assumido a obrigação de dar almoço algumas vezes na casa dela,
aos missionários. O resultado foi que com praram -lhe um ram o de flores em
os pais estão ouvindo as palestras sinal de gratidão. Ao receber as flores,
missionárias e freqüentando as a irm ã olhou-os atônita e depois se pôs
reuniões da Igreja. Esperamos que a chorar. Os élderes acharam que
logo se batizem .” haviam cometido algum erro e
Certo bispo inform ou ao presidente procuraram desculpar-se. Mas ela os
da estaca que não contava com interrom peu, dizendo que nunca em
núm ero suficiente de m embros ativos sua vida havia recebido flores, nem
para dar almoço aos missionários mesmo do m arido, quando este era
todos os dias. Sabiamente, o presidente vivo. M ostrou-se radiante durante o
da estaca sugeriu que ele convidasse os almoço, e depois pediu aos élderes que
membros menos ativos a participarem lar. Não só voltaram à plena atividade, esperassem uns instantes. Entregou-
do program a. Para grande surpresa do com o batizamos um m em bro da -lhes então o nome e endereço de sua
bispo, m uitos desses membros família e posteriormente tam bém seus melhor amiga, pedindo que ensinassem
gostaram da idéia de receber os vizinhos — tudo por nos terem essa família. Esta aceitou o evangelho
missionários para o almoço. Na convidado para alm oçar com eles.” de todo o coração e provou ser o
verdade, muitos deles mostraram-se O utro missionário escreveu: melhor batismo familiar desses dois
ansiosos por contar aos missionários a “ A mãe de uma família pobre nos missionários.
história de sua conversão. Geralmente, procurou e perguntou quando meu Talvez estas palavras de um de
iam buscar fotografias dos com panheiro e eu iríamos comer na nossos fiéis presidentes de missão
missionários que os haviam batizado. casa dela. Sabedor das condições sirvam de resumo disso tudo:
Uma idéia tão simples está m odestas da família, conversei com o “ O esforço de auto-suficiência tem
proporcionando muitas bênçãos presidente do ram o. Ele disse: — sido um a bênção para nossa missão,
inesperadas à Igreja. Élderes, esta família deu-nos uma não só por haver reduzido a despesa
Q uando os mem bros compartilham grande lição com seu exemplo de dos missionários em quarenta e oito
seu alimento com os missionários, estes hum ildade. É um grande privilégio tê- dólares por mês, em média, mas
trazem para dentro de seu lar aquele -los em nosso ram o. Eles são pobres, devido à m aior convivência de nossos
espírito especial que só os missionários mas querem participar. Desejamos que missionários e missionárias com
possuem, abençoando am bas as partes. aceitem o convite. Se a com ida for membros e não-membros. Muitas
Muitos mem bros menos ativos estão pouca, passem lá em casa depois e experiências causaram a reativação de
voltando à plena participação, e comam conosco.” membros e batismo de não-membros.
muitos mais ainda se estão envolvendo Na Bolívia, um a jovem mãe com Os membros recebem alimento
na obra missionária devido a essa quatro filhos pequenos expressou seu espiritual e sentem mais am or aos
simples expressão de am or e serviço. testem unho dizendo: missionários. Até o presente, não
Quantas vezes, irmãos e irmãs, “ Sou muito grata pelo privilégio de houve um único problem a.”
conseguimos resolver problem as receber os missionários lá em casa. É E o presidente continua: “ Tenho-me
aparentem ente grandes com meios um prazer dar-lhes de comer, mesmo perguntado se a experiência de Alma
relativamente simples! temendo que às vezes não tenham os o não foi igual ao que vemos acontecer
G ostaria de com partilhar convosco suficiente para eles.” (Quero dizer que aos santos peruanos e aos
algumas experiências resultantes da membros de todas as partes do m undo m issionários.”
cooperação de membros e sentem o mesmo tem or.) Ela Nós lemos em Alma:
missionários. Contou-nos um élder: prossegue: “ E ntretanto, sou tão grata “ E sentindo-se fam into, ao entrar
“ Por poderm os alm oçar com uma por esta oportunidade, pois meus na cidade, disse (Alma) a um homem:
família inativa, eles voltaram à plena quatro filhinhos aguardam Queres dar algo de comer a um
atividade na Igreja. Ao com erm os com ansiosamente o dia em que os humilde servidor de Deus?
eles, deram-se conta da im portância da missionários vêm comer conosco. E o homem lhe disse: Sou nefita, e
oração antes de cada refeição. Agora Q uando chega a nossa vez, dois sei que és um santo profeta de Deus,
reina um espírito m aravilhoso nesse rapazes simpáticos de camisa branca, porque és o homem a quem um anjo
num a visão me m andou que recebesse, m antim entos, cobertores, roupas de
dizendo: Tu o receberás. P ortanto, cam a e colchões.
vem comigo para a m inha casa e dar- Com a venda de acolchoados e
-te-ei do meu alimento; e sei que serás guloseimas, as moças angariaram mais
um a bênção p ara mim e m inha casa. de trezentos dólares. Um sacerdote de
E sucedeu que o recebeu em sua casa Lima, aluno do último ano do curso
esse hom em que se cham ava secundário, foi com vinte e oito
Amuleque; e trazendo pão e carne os colegas, todos não-m em bros, ajudar
pôs diante de A lm a.” (Alma 8:19-21.) na remoção de detritos em Chosica.
Algo de especial acontece ao A presidência da Sociedade de
indivíduo ou unidade da Igreja, Socorro da estaca fez seguidas visitas à
quando o povo se torn a mais região devastada, dando às irmãs
independente e auto-suficiente. Eles se instruções sobre higiene, medidas
sentem mais seguros de si, mais sanitárias, alimentação e “ como
positivos e convictos, e refletem-no em organizar o viver familiar num a
suas ações. barraca” .
Em m arço deste ano, como As estacas não pretendiam recorrer
certamente vos lembrais, devastadoras aos fundos gerais de bem-estar da
avalanchas de rochas e lam a Igreja. Os líderes de estaca
soterraram seis aldeias nas m ontanhas requisitaram todas as reservas de
a leste de Lima, Peru. Todas essas fundo de jejum de suas alas e ramos.
cidadezinhas situavam-se na área da Pediram aos membros da estaca que
Estaca San Luis Lima Peru. O fizessem um jejum especial no dia 29 Robert Cundick, organista do Tabernáculo.
deslizamento deixou vinte e cinco mil de m arço de 1987, para levantar
pessoas desabrigadas. Dezoito famílias fundos que ajudassem a cobrir as muito para a América do Sul tornar-se
SUD tiveram suas casas totalm ente despesas. auto-suficiente, mas estamos
destruídas, enquanto outras cento e Alguns prestaram tocante progredindo e o Senhor abençoa
noventa e oito necessitavam testem unho. G uadalupe, que não era nossos esforços.
urgentemente de m antim entos, roupas m em bro da Igreja, perdeu Sou imensamente grato ao Senhor
e medicamentos. absolutam ente tudo. Depois, abrigada pelos líderes e outros membros da
Um dia após o deslizamento, um num pequeno côm odo de nossa capela, Igreja, tanto homens como mulheres,
m em bro da presidência da estaca deu à luz um menino. Declarou que o que vivem cheios do tipo de fé que os
acom panhado por dois outros Senhor a ajudara a escapar. A prendera dispõe a sacrificar-se pela edificação do
m em bros, andou cinco quilômetros que tudo no m undo é transitório e reino de Deus. Esses santos realmente
metido até a cintura na lam a e pode ser perdido. Agradeceu ao ram o sentem e vivem o princípio ensinado
destroços a fim de fazer um a avaliação e à Igreja por abrir-lhe as portas e pela pelo Rei Benjamim aos nefitas:
dos danos. Averiguaram que mais de assistência recebida. “ Q uando estais a serviço de vosso
trezentas pessoas, mem bros e não- A Irm ã Leonora de Contreras, próxim o, estais somente a serviço de
-membros, haviam-se refugiado na presidente da Sociedade de Socorro, vosso D eus.” (Mosiah 2:17.)
capela de Chosica. disse saber que o evangelho é Irmãos e irmãs, como poderá cada
No dia seguinte, a presidência da verdadeiro. Expressou gratidão por seu m em bro usufruir a emoção e bênção
estaca convocou um a reunião de seus m arido, portador do sacerdócio, e que do sacrifício em prol da obra? A
onze bispos e presidentes de ram o, tem a força de um pilar. A catástrofe resposta é muito simples, como quase
fazendo numerosas designações para o destruiu os frutos de um a vida inteira todas as respostas na Igreja. Todo
fornecimento das provisões de labuta em menos de trinta minutos. m em bro da Igreja pode pagar o dízimo
necessárias. Solicitaram a cada ala e Lembrou-se das palavras do filho que integral e honestamente, e comparecer
ram o que providenciasse grupos de serve na Missão Peru Trujillo. Ao ao acerto de dízimo. Diz o Senhor:
trabalho para ajudarem a pôr as casas partir, ele lhe dissera: — M ami, não “ N a verdade (agora) é um dia de
dos mem bros em ordem . im porta o que aconteça, se precisar de sacrifício e um dia para o dízimo do
A presidência da estaca decidira ajuda, peça ao Senhor, e mantenha-se meu p o v o .” (D&C 64:23.)
resolver o problem a sem pedir auxílio a perto dos irmãos. — Ela externou G ostaria de lembrar-vos as palavras
outras estacas. Em pouco tem po, apreço pela assistência recebida dos do Presidente Spencer W. Kimball a
verificaram que seria tarefa impossível. líderes da estaca. respeito das ofertas de jejum:
Recorreram, então, ao seu Irm ãos e irmãs, sei m uito bem que “ Muitas vezes, somos um tanto
representante regional, solicitando que relatórios semelhantes poderiam vir de mesquinhos e imaginamos que, se...
providenciasse auxílio econômico das outras partes do m undo. Os princípios custou apenas alguns centavos,
outras estacas da região. Os santos do do sacrifício, auto-suficiência e am or devemos dar essa importância ao
Peru cerraram fileiras. em ação aplicam-se igualmente em Senhor. Em m inha opinião, quando
A Estaca Iquitos, por exemplo, toda parte. Falei da América do Sul, somos abastados, como acontece a
m andou treze caixotes de roupas, porque meu atual encargo me leva muitos de nós, devemos ser generosos,
pesando cada qual trinta quilos. para lá, facultando-m e experiências muito generosos...
Outras estacas e alas contribuíram com mais diretas nessa área. A inda falta Acho que devemos doar não apenas
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 79
o valor que economizamos em duas
refeições, porém mais, muito mais —
um a quantia dez vezes m aior, quando
Oportunidades de S ervir
podemos fazê-lo.” (Conference Élder Franklin D. Richards
Report, abril de 1974, p. 184; citado do Primeiro Quorum dos Setenta
também em Veste-te da Tua Fortaleza,
Sião, Guia de Estudo do Sacerdócio de
Melquisedeque 1986, p. 117.) “É-nos impossível fazer sacrifício na edificação do reino
Todo m em bro pode dar um a de Deus. Considero que é muito mais uma questão de ter
generosa oferta de jejum .
Irmãos e irmãs, a Igreja necessita de uma grande oportunidade de servir a Deus. ”
vossas contribuições para o fundo
missionário geral. Este fundo
possibilita o serviço de milhares de e depois, vinte e sete anos antes desta
missionários. Os que estão em conferência, o Presidente N. Eldon
condições de fazê-lo, devem contribuir Tanner, o Élder Theodore M. Burton e
generosamente. O Senhor provê eu, fomos cham ados como
oportunidade igual a todo m em bro de Autoridades Gerais.
toda parte do m undo de receber as M inha primeira designação foi
bênçãos decorrentes do pagam ento de supervisionar as nove missões da Costa
dízimos e ofertas. Leste, do C anadá até a Flórida, por
Todo m em bro pode dar cinco anos. Foi um a experiência
generosamente de seu tem po e talentos extraordinária. M inha designação
para a edificação do reino de Deus na seguinte foi junto ao Presidente
terra. Nenhum m em bro da Igreja deve Spencer W. Kimball, que na ocasião
perder essa oportunidade de exercer fé era m em bro do Quorum dos Doze, e
e sentir o espírito proveniente do supervisionava a América do Sul.
sacrifício humilde. Obervar o grande Organizamos a primeira estaca da
bem que os santos sul-americanos América do Sul em São Paulo, Brasil,
fazem com seus escassos meios, ajuda- em maio de 1966. Com o mencionou o
-me a perceber quão mais muitos de Élder Lynn A. Sorensen, o crescimento
nós em outras partes do m undo lá foi espantoso. Lembro-me de que o
poderíamos fazer. Jam ais nos devemos Presidente Kimball disse: “ Não

Q
esquecer deste ensinamento do ueridos irmãos e irmãs, ao ouvir chamaremos nenhum norte-americano
Salvador: “ A qualquer que muito for as palavras dos Irm ãos nesta para as posições principais de
dado, muito se lhe pedirá, e ao que tarde, verificamos que m uito foi liderança.” E havia muitos santos dos
muito se lhe confiou, m uito mais se lhe dito sóbre sacrifício. Não pude deixarúltimos dias m orando em São Paulo
pedirá.” (Lucas 12:48.) Ele tem-nos de pensar nas palavras de um naquela época, que trabalhavam em
abençoado abundantem ente. Lembro- conhecido hino: “ O sacrifício traz as empresas associadas aos Estados
-me das palavras instrutivas de um de bênçãos do céu.” Unidos. Ele falou: “ Cham arem os o
nossos hinos: Sempre achei, contudo, que povo local.” E assim, nossa norm a era
realmente é-nos impossível fazer cham ar homens e mulheres do local,
Eu devo partilhar, sacrifício na edificação do reino de para ocuparem essas posições e
Pois muito recebi. Deus. Considero que é m uito mais tam bém servirem como missionários.
A cada dia, um a questão de ter um a grande Naquela época, em 1966, não havia
Muitas bênçãos tu me dás; oportunidade de servir a Deus. estacas na América do Sul, ao passo
E tuas dádivas, A Irm ã Richards e eu m oram os em que hoje há perto de duzentas.
Eu sei que sempre devo dividir. W ashington, D .C . durante quinze Mais tarde, tive a oportunidade de
(“ Eu Devo P artilhar” , hino a ser anos. Q uando retornam os a Lago passar três anos com Élder Delbert L.
publicado no novo hinário da Igreja.) Salgado, m udam os para a área de Stapley, na supervisão das missões da
Oro que, ao sairmos desta M onte Olympus. No espaço de um América Central e México. Recordo-
conferência, levemos conosco as ano, aproxim adam ente, lembro-me de -me de que havia duas estacas no
mensagens dos irm ãos com os que eles dividiram a Estaca de México então; um a nas Colônias e
princípios que hão de ajudar-nos a Millcreek Leste e cham aram o outra na Cidade do México. H oje há
sermos santos mais auto-suficientes. Presidente G ordon B. Hinckley como perto de cem estacas lá.
Testifico que nesta conferência nos presidente. Fui cham ado para ser o A Igreja tem crescido e se
foi ensinada a verdade, que Deus vive, presidente da missão da estaca e, desenvolvido com líderes e
que Jesus Cristo é seu Filho, e que o durante três anos e meio, tive a missionários locais. Se tivesse tem po,
evangelho foi restaurado nestes últimos oportunidade de servir sob a direção eu poderia relatar algumas experiências
dias. Tudo isto faço em seu sagrado do Presidente Hinckley. maravilhosas que tive com jovens e
nom e, mesmo o nom e de Jesus Cristo, Mais tarde, fui cham ado para ser homens e mulheres de mais idade,
amém. presidente de missão de tem po integral, envolvidos na obra missionária.
80
Gostaria apenas de salientar,
novamente, o que Élder M. Russell
Ballard falou a respeito da im portância
de contribuir para o Fundo
Missionário Geral da Igreja.
Sabeis que todo mem bro é um
missionário. Creio que o Presidente
David O. McKay foi o primeiro a
enfatizar esse dever. H á algum tem po,
eu estava lá em M ontana, em visita a
uma conferência da estaca. Após a
sessão m atinal, eu passeava fora da
capela, quando vi um m enino em pé,
vestido com elegância em roupas de
domingo. Olhei-o bem e disse: —
Filho, você está com ótim a aparência.
Qual é seu nome?
Ele respondeu: — Joseph Smith
Curdy.
E eu falei: — Joseph Smith Curdy!
É um bonito nome. Você será um
grande missionário.
Ele respondeu: — Eu já sou um
grande missionário. N a rua de baixo,
algumas quadras de onde m oro, há
um a família que tem dois meninos
mais ou menos da m inha idade; faz
três ou quatro meses que eu os trago
para a capela comigo. H á
aproxim adam ente um mês, eu disse a
eles: “ Vocês gostariam de receber as
palestras dos m issionários?” Eles
disseram: “ Bem, temos que falar com
nossos pais.”
Então, nós falamos com seus pais e
eles disseram: “ Bem, se você nos
deixar ouvi-los, ficaremos felizes em
deixar os missionários ensiná-los.”
N ão houve qualquer problem a;
portanto, os missionários ensinaram as
palestras à família. Joseph Smith
Curdy contou-me: — A família inteira
será batizada no próximo sábado. Eu
já sou um grande missionário.
Não pude deixar de concordar com
ele.
Irmãos e irmãs, as oportunidades
que temos nesta Igreja, são
maravilhosas. Não apenas no
program a missionário mas também
nas ordenanças do templo e na
genealogia. meio da restauração do evangelho em próprio Jesus Cristo. Presto-vos esse
Sou grato por ter sido destinado a sua plenitude. P or causa da testem unho. A Igreja foi restaurada, o
nascer neste período particular da Restauração, vós e eu podemos prestar poder de agir em nome de Deus, foi
história do m undo, em que o o testem unho de que Deus vive, que restabelecido e temos um poderoso
evangelho foi restaurado em sua Jesus é o Cristo e que Joseph Smith foi profeta à frente desta Igreja hoje.
plenitude. Estou convencido de que o um grande profeta de Deus. Dizemos Que o Senhor possa abençoar a ele.
Espírito do Senhor está sendo que Joseph Smith fez mais pela E que as bênçãos escolhidas de nosso
derram ado sobre a face da terra, m uito salvação da hum anidade do que Pai Celeste vos acompanhem ao
mais hoje do que em qualquer época qualquer outro homem que tenha deixardes esta conferência, oro, em
anterior da história do m undo, por nascido na terra, com exceção do nome de Jesus Cristo. Amém.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 81
chefe por meio do qual (podeis) ser
“Vinde a Cristo ” libertados.” (Mosiah 5:8.)
Ele é a Luz: “ É a luz... do m undo;
Presidente Ezra Taft Benson sim, um a luz sem fim, que nunca
poderá ser escurecida.” (Mosiah 16:9.)
Ele é Amoroso: “ Am a o m undo a
“ Voltemos a reler continuamente o Livro de Mórmon, ponto de entregar sua própria vida.”
para virmos mais plenamente a Cristo, estarmos (2 Néfi 26:24.)
Ele é o Mediador: “ O grande
comprometidos com ele, centralizados e consumidos nele. ” M ediador... de todos os hom ens.” (2
Néfi 2:27.)
do Senhor, conform e são mencionados Ele é Misericordioso: H á um a
no Livro de M órm on, m ostrando que “ multidão de ternas misericórdias” . (1
Jesus é o Cristo. Em seguida, Néfi 8:8.)
confirm am os cada um deles com uma Ele é Poderoso: “ É mais poderoso
breve citação do Livro de M órm on. que todo o m u n d o .” (1 Néfi 4:1.)
Ele Vive: “ Ele é... a vida do Ele é Milagroso: “ Sou um Deus de
m undo... um a vida que é infinita.” m ilagres.” (2 Néfi 27:23.)
(Mosiah 16:9.) Ele é Obediente: Obediente ao Pai
Ele é Invariável: “ O mesmo ontem , “ na observância de seus
hoje e para sem pre.” (2 Néfi 27:23.) m andam entos” . (2 Néfi 31:7.)
Ele é Onipotente: Tem todo o
Ele é o Criador: “ Criou todas as
“ poder, tanto nos céus como na
coisas, tanto no céu como na te rra .”
terra” . (Mosiah 4:9.)
(Mosiah 4:9.)
Ele é Onisciente: “ O Senhor tudo
Ele é o Exemplo: Deu “ o exemplo.
sabe, desde o com eço.” (1 Néfi 9:6.)
E disse aos filhos dos homens: Segui-
Ele é nosso Redentor: “ T oda a
-m e” . (2 Néfi 31:9-10.)
hum anidade se encontrava num estado
Ele é Generoso: “ A ninguém ordena
de perdição e queda, e assim
que não participe de sua salvação.” (2
continuaria, se não confiasse nesse
Néfi 26:24.)
R edentor.” (1 Néfi 10:6.)
eus am ados irmãos e irmãs, Ele é Divino: “ Eis que sou D eus.”

M
Ele é a Ressurreição: Ele causou a
esta tem sido mais uma (2 Néfi 27:23.)
“ ressurreição dos m ortos, sendo ele o
conferência gloriosa, pelo que Ele é Bom: “ Todas as coisas boas
primeiro a ressuscitar” . (2 Néfi 2:8.)
sou grato ao Senhor e elogio meus vêm de D eus.” (M orôni 7:12.)
Ele é Reto: “ Seus caminhos são
irmãos por seus inspirados conselhos, e Ele é Misericordioso: “ É cheio de retidão eterna.” (2 Néfi 1:19.)
o coro pelos edificantes números graça e verdade.” (2 Néfi 2:6.) Ele é o Governador: Governa “ nas
musicais. Ele Cura: As “ pessoas doentes, com alturas dos céus e embaixo na terra” .
A principal missão do Livro de toda espécie de moléstias e possuídas (2 Néfi 29:7.)
M órm on, declarado em sua página de de demônios e espíritos im undos... Ele é o nosso Salvador: “ Não há
rosto, é “ convencer ao judeu e ao foram curadas pelo poder do Cordeiro outro nome dado debaixo do céu,
gentio de que Jesus é o Cristo, o Deus de Deus” . (1 Néfi 11:31.) mediante o qual o homem possa
Eterno, m anifestando-se a todas as Ele é Santo: “ Oh! Q uão grande é a salvar-se, a não ser o deste Jesus
nações” . santidade de nosso D eus!” (2 Néfi C risto.” (2 Néfi 25:20.)
Aquele que busca a verdade 9:20.) Ele é Inocente: Sofreu “ tentações e
honestam ente, pode obter o Ele é Humilde: Ele “ se hum ilha não (cedeu) a elas” . (Mosiah 15:5.)
testem unho de que Jesus é o Cristo, ao perante o P ai” . (2 Néfi 31:7.) Ele é Verdadeiro: “ És Deus de
ponderar, em espírito de oração, as Ele é Prazeroso: O “ P a i” deu-lhe verdade e não podes m entir.” (Éter
palavras inspiradas do Livro de “ alegria... com pleta” . (3 Néfi 28:10.) 3:12.)
M órm on. Ele é o nosso Juiz: “ Todos serão Ele é Sábio: “ Ele tem toda a
Mais da m etade de todos os levados diante do tribunal de Deus, a sabedoria.” (Mosiah 4:9.)
versículos do Livro de M órm on fim de serem julgados por ele.”
referem-se a nosso Senhor. Algum (M osiah 16:10.) Ao m editar todas estas e muitas
nome de Cristo é m encionado mais Ele é Justo: “ Os julgam entos de outras provas da divindade do Senhor,
freqüentemente por versículo no Livro Deus são sempre ju sto s.” (Mosiah encontradas no Livro de M órm on,
de M órm on que até mesmo no Novo 29:12.) meu coração se extravasa com o do
Testam ento. Ele é Bondoso: Ele tem “ imensa compositor:
Ele recebe no Livro de M órm on bondade... para com os filhos dos Senhor, meu Deus, quando eu,
mais de cem diferentes nomes, nomes hom ens” . (1 Néfi 19:9.) maravilhado,
estes particularm ente significativos na Ele é o Legislador: “ Sou eu quem Os grandes feitos vejo da tua mão:
descrição de sua natureza divina. deu a lei.” (3 Néfi 15:5.) Estrelas, mundos e trovões rolando,
Consideremos alguns dos atributos Ele é o Libertador: “ Não há outro A proclamar teu nome na amplidão.
82
Canta minh ’alma, então, a ti, Senhor,
Grandioso és tu, grandioso és tu!
Canta minh ’alma, então, a ti, Senhor,
Grandioso és tu, grandioso és tu!
(iGrandioso És Tu, trad. Rev.
Nathanael Emmerich, 1959.)
Depois de convencida, por meio do
Livro de M órm on, de que Jesus é o
Cristo, a pessoa tem de dar o passo
seguinte: tem de vir a Cristo. A prender
os preceitos encontrados no Livro de
M órm on, considerado pelo P rofeta
Joseph Smith o livro mais correto da
terra, é só o primeiro passo. Atendo-se
aos preceitos encontrados na “ pedra
fundam ental” de nossa religião, o
homem consegue aproximar-se mais de
Deus do que por qualquer outro livro.
Não podem os, pois, ver por que
devemos ler esse livro diariam ente e
praticar seus preceitos em todos os
momentos?
Lendo o Livro de M órm on, um
crescente núm ero de pessoas tem-se
convencido de que Jesus é o Cristo.
Agora precisamos de um núm ero
crescente que use o Livro de M órm on
para comprometer-se com Cristo.
Precisamos se convencidos e
nefita, diz M orôni: “ Sim, vinde a coração seja posto no Senhor para
com prom eter-nos.
Cristo, sede perfeitos nele... e, se vos sempre. Aconselha-te com o Senhor
Voltemos mais um a vez ao Livro de
negardes a todas as impiedades e em tudo quanto tiveres de fazer.”
M órm on, desta feita para aprender
am ardes a Deus com todo o vosso (Alma 37:36-37.)
alguns princípios acerca de vir a Cristo,
poder, mente e força, então sua graça “ Lembrai-vos, lembrai-vos” , diz
comprometer-se com ele, centralizar e
vos será suficiente.” (M orôni 10:32.) H elam ã, “ de que é sobre a rocha de
consumir-se nele. Citarem os apenas
Aqueles com prom etidos com Cristo nosso Redentor, que é C risto,... que
umas poucas das num erosas passagens
servem “ de testemunhas de Deus em deveis construir os vossos alicerces,
sobre o assunto.
qualquer tem po, em todas as coisas e para que quando o demônio
Precisamos, primeiro, saber que
em qualquer lugar” em que se desencadear a fúria de seus ventos,...
Cristo nos convida a virmos a ele. “ Eis
encontrem , “ mesmo até à m orte” . (eles não tenham) força para vos
que ele envia um convite a todos os
(Mosiah 18:9.) Eles guardam sempre o arrastar ao golfo da m iséria.” (Helamã
homens, pois que seus braços de
nom e de Cristo “ escrito em (seus) 5:12.)
misericórdia estão estendidos para
corações” . (Mosiah 5:12.) Tom am Néfi disse: “ (O Senhor) encheu-me
eles,... Sim, diz ele, vinde a mim e
“ sobre si o nome de Cristo, com a com seu am or, até consumir a minha
participareis do fruto da árvore da
firme resolução de servi-lo até o fim ” . carne.” (2 Néfi 4:21.) Aqueles que se
vida.” (Alma 5:33-34.)
(M orôni 6:3.) Q uando levamos um a consomem em Cristo, são “ vivificados
Vinde, pois ele está de “ braços vida centralizada em Cristo, “ falamos em C risto” . (2 Néfi 25:25.) Eles “ não
abertos para vos receber” . (M órm on de Cristo, nos regozijamos em Cristo, (padecem) nenhum a espécie de aflição
6:17.) pregamos a C risto” . (2 Néfi 25:26.) que não (seja) absorvida na alegria de
Vinde, pois “ ele consolará vossas Recebemos “ as palavras agradáveis de Cristo” . (Alma 31:38.) Jesus os recebe
aflições (e) defenderá vossa causa” . Deus (e regozijamo-nos) em seu em seus braços. (Vide M órm on 5:11.)
(Jacó 3:1.) am o r” . (Jacó 3:2.) Mesmo Diz Néfi: “ Glorio-me em meu Jesus,
“ Vinde a ele, e ofertai-lhe vossas acabrunhado por causa de suas pois redimiu m inha alma do inferno.”
almas inteiras com o dádiva.” (Ômni iniqüidades, Néfi diz: “ Sei em quem (2 Néfi 33:6.) E Léhi: “ Estarei
26.) confiei. Meu Deus tem sido meu eternam ente cercado pelos braços de
Encerrando o registro da civilização ap o io .” (2 Néfi 4:19-20.) seu am or. ” (2 Néfi 1:15.)
jaredita, M orôni diz: “ Eu vos exorto a Lembremo-nos do conselho de Pois bem, meus queridos irmãos e
que busqueis esse Jesus de quem os Alma: “ Que todos os teus feitos sejam irmãs, leiamos o Livro de M órm on e
profetas e apóstolos têm escrito.” no Senhor, e aonde quer que fores que convençamo-nos de que Jesus é o
(Éter 12:41.) o seja no Senhor; sim, que os teus Cristo. Voltemos a reler
Em suas palavras conclusivas, pensamentos sejam dirigidos ao continuam ente o Livro de M órm on,
escritas já no final da civilização Senhor; sim, que o afeto do teu p ara virmos mais plenamente a Cristo,
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 83
estar com prom etidos com ele, REUNIÃO GERAL DAS MULHERES
centralizados e consum idos nele. 26 de setembro de 1987
Encontram os o adversário todos os
dias. Os desafios desta época
rivalizam-se com os de qualquer era
passada, e esses desafios crescerão 0 Que Aprendemos de E va
tanto espiritual com o temporalm ente. Élder Russell M. Nelson
Temos de m anter-nos achegados a
D o Quorum dos Doze Apóstolos
Cristo, assumir seu nome diariam ente,
lembrá-lo sempre e guardar seus
m andam entos. “ Vós podeis, vós precisais, ser a diferença.
Na últim a carta de M órm on a seu
filho M orôni, registrada no Livro de
Sois vitais para a equipe com um só propósito.

M órm on, ele dá um conselho que se Por meio de vossa diversidade, edificai em união. ”
aplica aos nossos dias. Pai e filho
estavam vendo toda um a civilização
cristã ruindo, porque seu povo não se desimpedido. Ele se assemelha mais a
dispunha a servir o Deus da terra, um a pista de obstáculos com barreiras,
mesmo Jesus Cristo. Diz M órm on: poças de lam a ou ciladas a cada curva
“ Mas, apesar de vermos essa dureza de que encontram os. A vida não é para
coração, meu querido filho, ser fácil. A corrida não se destina a ser
trabalhem os diligentemente; porque, se vencida pelo corredor velocista ou de
deixarmos de labutar, atrairem os sobre desempenho efêmero. A vitória é
nós a condenação. Pois temos um a conquistada só pelos que têm fé
missão que devemos executar, suficiente para não esmorecer, para
enquanto habitarm os este tabernáculo continuar no caminho estreito e
de barro, a fim de vencermos o apertado.
inimigo de toda a justiça, para que A Irm ã W inder colocou nosso
nossas almas possam encontrar propósito em perspectiva. Ensinou
descanso no reino de D eus.” (M orôni um a verdade eterna: “ Os homens
9:6.) Vós e eu temos um a missão existem para que tenham alegria.” (2
semelhante a cum prir: vencer o Néfi 2:25.) E ressaltou um dos meios
inimigo e encontrar descanso p ara a de realizar-se a genuína alegria: prestar
alma no reino. serviço abnegado e valioso a outros.
Então M órm on, esta grande alm a, Com o participante masculino, tenho
conclui sua carta ao filho am ado, hoje a grande responsabilidade de
residente e Irmã Benson, espero externar profundos sentimentos de

P
M orôni, com estas palavras:
“ Sê fiel a Cristo, meu filho, e oxalá que possais sentir o am or e gratidão. Em nome dos homens da
não te aflijam as m inhas revelações a espírito que se irradia das Igreja, digo-vos: “ O brigado!”
ponto de causar-te a m orte; possa milhares de irmãs nesta Reunião Geral Expresso não só gratidão, mas nosso
Cristo te anim ar, e possam os seus das M ulheres. Presidente Hinckley e afeto tam bém . Nesta numerosa
sofrimentos e m orte, a m anifestação Presidente M onson, estendemos nosso audiência, estão representadas nossas
do seu corpo a nossos pais, sua afeto a vós e vossas esposas. O queridas companheiras, mães, irmãs,
misericórdia e longanimidade, a com parecim ento dos membros da filhas e netas. Nós vos respeitamos e
esperança de sua glória e vida eterna, Prim eira Presidência simboliza o apoio honram os. Apoiamos vossos
permanecer em teu espírito para deles a cada um de nós. Em nome maravilhosos esforços. Recebemos
sempre. deles, externo sua gratidão e am or a com gratidão o benefício de vosso
E possa a graça de Deus, o Pai, cujo todas vós. conselho e discernimento nos desafios
trono se acha nas alturas dos céus, e de Apreciei profundam ente a oração de que com partilham os. E agradecemo-
nosso Senhor Jesus Cristo, que se abertura e as mensagens da presidência -vos, como mães ou futuras mães, por
assenta à direita de seu poder até que geral da Sociedade de Socorro e este vossa parceria com Deus na doação de
todas as coisas se sujeitem a ele, estar e m aravilhoso coro feminino. vida. Sem a mulher, todo o propósito
permanecer contigo para sem pre.” A Irm ã Doxey falou de nosso da criação deste m undo teria sido vão.
(M orôni 9:25-26.) privilégio de fortalecer a família — o Esta verdade aprendemos nas
M inha prece em favor de cada um com ponente básico da sociedade, a escrituras a respeito do sacerdócio, da
de nós é que sigamos igualmente este unidade fundam ental da Igreja. A criação, de A dão e Eva.
inspirado conselho: “ Ser fiel a família é prevista no plano de Deus Antes de o m undo ser form ado, o
C risto.” Então ele nos exaltará, e a sua para criar seus filhos e prepará-los para Senhor Jesus Cristo era Jeová, “ o
graça estará e continuará conosco para voltarem a ele — como famílias. G rande Eu Sou... o princípio e o fim ...
sempre. Que assim seja, eu oro A Irm ã Evans ajudou-nos a que olhou sobre a vasta extensão da
humildemente em nom e de Jesus entender que a hum anidade não eternidade, e sobre todas as hostes
Cristo. Amém. percorre um caminho fácil e seráficas dos céus” . (D&C 38:1; vide
84
também D&C 29:1; 39:1.)
Ele disse a A brãao, depois de
primeiro m ostrar-lhe “ as inteligências
que foram organizadas antes de existir
o m undo, (que) entre todas estas havia
muitas nobres e grandes.
E Deus viu estas almas que eram
boas, e ele ficou no meio delas e disse:
A estes farei meus governantes.”
(Abraão 3:22-23.)
Então o Senhor revelou que A braão
era um deles, eleito e preordenado
antes de nascer. E a escritura continua:
“ E havia entre eles um que era
semelhante a Deus, e disse aos que se
achavam com ele: Desceremos... e
faremos um a terra onde estes possam
hab itar.” (A braão 3:24.)
“ E ntão... os Deuses organizaram e
form aram os céus e a te rra .” (A braão
4:1.) Por certo vos lembrais de que,
depois de a terra ter sido criada,
dividida, embelezada e dotada de vida
vegetal e animal, restava o coroam ento
da criação: o ser hum ano. “ E assim os
Deuses desceram para form ar o A Presidência Geral da Sociedade de Socorro: à esquerda, Irmã Joy F. Evans, primeira conselheira;
homem em sua própria imagem, ... Presidente Barbara W. Winder e Irmã Joanne B. Doxey, segunda conselheira.
macho e fêmea eles os fo rm aram .”
(Abraão 4:27; vide tam bém Gênesis despeito do poder e glória da criação designada pela Deidade para co-criar e
1:26.) até esse ponto, faltava ainda o elo final acalentar vida, a fim de que o grande
O principal propósito da criação foi na cadeia da criação. Todos os plano do Pai tivesse consecução. Eva
prover corpos, possibilitar a vida e propósitos do m undo e tudo o que foi “ a mãe de todos os viventes” .
experiências m ortais a esses espíritos existia no m undo seria inútil, sem a (Moisés 4:26.) Foi a primeira de todas
que aguardavam impacientes. m ulher — a pedra-angular no edifício as mulheres.
Pergunta: Qual foi o papel do da criação do sacerdócio. Do nosso estudo de Eva, podemos
sacerdócio no processo da criação? Q uando Eva foi criada — quando aprender cinco lições fundamentais de
O Profeta Joseph Smith ensinou: Deus fez seu corpo — A dão exclamou: im portância eterna:
“ O sacerdócio é um princípio eterno “ E sta... é osso dos meus ossos e carne 1. Ela trabalhava ao lado de seu
e existiu com Deus desde a de m inha carne; ela se cham ará com panheiro (vide Moisés 5:1).
eternidade... Cristo é o grande sumo M ulher, porque do homem foi 2. Ela e A dão assumiram as
sacerdote; A dão é o seguinte... O tira d a .” (Moisés 3:23.) responsabilidades da paternidade e
sacerdócio foi dado primeiramente a Eva foi form ada da costela de m aternidade (vide Moisés 5:2).
Adão; a ele se deu a Prim eira A dão. (Vide Gênesis 2:22; Moisés 3. Ela e seu com panheiro adoravam
Presidência e teve suas chaves de 3:22; A braão 5:16.) Acho interessante ao Senhor em oração (vide Moisés
geração em geração. Recebeu-o na que animais form ados pelo nosso 5:4).
Criação antes de ser form ado o C riador, tal como os cães e gatos, 4. Ela e A dão cumpriam os
m undo.” (Ensinamentos do Profeta tenham treze pares de costelas, m andam entos divinos da obediência e
Joseph Smith, pp. 153-154.) enquanto que o ser hum ano só tem sacrifício (vide Moisés 5:5, 6).
Disse o Presidente Brigham Young: doze. Suponho que ele poderia ter 5. Ela e o m arido ensinaram o
“ O sacerdócio... é a lei pela qual os usado qualquer outro osso, mas a evangelho aos filhos (vide Moisés
mundos existem, existiram e costela, situada e retirada do lado, 5:12).
continuarão a existir p ara todo o parece denotar parceria. A costela não Dessas cinco lições fundam entais,
sem pre.” (Discursos de Brigham significa dom ínio nem subserviência, podem os extrair padrões que se
Young, p. 132.) mas um a relação lateral de parceria, aplicam às condições atuais.
Assim, pois, o sacerdócio é o poder para viver e trabalhar lado a lado. Examinemo-las, lição por lição.
de Deus. Suas ordenanças e convênios A dão e Eva foram unidos em 1. Ela trabalhava ao lado de seu
se destinam a abençoar igualmente m atrim ônio para o tem po e toda com panheiro. A dão portava o
homens e mulheres. P or esse poder, a eternidade pelo poder desse sacerdócio sacerdócio. Eva servia em consórcio
terra foi criada. Sob a direção do Pai, eterno. (Vide Gênesis 2:24-25; Moisés m atriarcal com o sacerdócio patriarcal.
Jeová foi o criador. C om o Miguel, 3:25; A braão 5:18-19.) Eva veio como Assim, hoje, toda mulher poderá ligar-
Adão fez a sua parte — tornou-se o consorte, para form ar e organizar o -se a seu m arido, como consortes
primeiro homem. E ntretanto, a corpo de homens m ortais. Foi unidos em propósito. As escrituras
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 85
Pó, volta a dormir.
Pois estou ninando meu filho,
E os bebês anos irão adquirir.
(A utor desconhecido.)
Fico contente que a Irm ã Nelson
nunca tenha tentado ser “ superm ãe” .
Mas ela tem sido um a mãe
“ confortante” . E isto conseguiu
sendo, simplesmente, ela própria.
Q uando as prioridades estão em seu
devido lugar, torna-se mais fácil tolerar
tarefas inacabadas.
“ Veloz nos foge o tem po; não há
como o reter.” (Hinos, n? 55.) E
enquanto ele se esvai, não vos
esqueçais da preciosa perspectiva
eterna. Perseverando fielmente até o
fim, fareis jus às recompensas
prom etidas por vosso Pai Celeste. Elas
incluem tronos, reinos, principados,
poderes, domínios, glória,
imortalidade e vidas eternas. (Vide
estabelecem claram ente que “ nem o D&C 75:5; 128:12, 13; 132:19, 24;
tornar-se-á mais belo e precioso a cada
varão é sem a m ulher, nem a mulher ano que passar. Moisés 1:39.)
sem o varão no Senhor” . (I Coríntios Q uanto a vós, irmãs sem filhos e 3. Eva e seu com panheiro adoravam
11:11.) “ Assim não são mais dois, mas aquelas sem com panheiro, lembrai-vos ao Senhor em oração. Q uando “ Adão
um a só carne.” (Mateus 19:6; Marcos de que a escala de tem po do Senhor é e Eva... invocaram o nome do
10:8; D&C 49:16.) Prodigiosam ente, é Senhor” (Moisés 5:4), estabeleceram
muito mais longa que as horas
preciso um homem mais um a mulher solitárias de vossa preparação ou a um precedente. E à medida que
para fazer um homem ou um a mulher. totalidade desta vida m ortal. Elas são adotarm os essa form a de oração,
Sem a união dos sexos, não podemos meros microssegundos em com paração seguir-se-ão bênçãos de sabedoria e paz
existir nem nos torn ar perfeitos. com a eternidade. O Senhor sem pessoal.
Pessoas comuns e imperfeitas “ Aconselha-te com o Senhor em
dúvida, está ciente de vossa disposição
conseguem edificar-se m utuam ente, e dignidade. As recompensas tudo quanto tiveres de fazer, e ele te
tornando-se um só. A contribuição dirigirá para o bem .” (Alma 37:37.)
espirituais da m aternidade são
total de um cônjuge ao outro é Orai a sós em vossos aposentos, na
acessiveis a todas as mulheres.
essencial para a exaltação. Isto é assim solidão de vosso santuário. Extravasai
Acalentar os pequenos, confortar os
os anseios de vossa alma. E ntão, orai
para “ que a terra cum pra o fim da sua assustados, proteger os vulneráveis,
criação” . (D&C 49:16.) ensinar e incentivar não precisa — nem com e pek> vosso m arido, vossos
Assim, pois, labutai e amai em filhos, ou vossos irmãos, vossos pais e
deve — limitar-se a nossos próprios
todos vossos familiares. Fazei notar o
consórcio. H onrai vosso consorte. filhos.
Todo e qualquer senso de rivalidade peso de vossa inocência ao motivardes
Irm ãs, sede pacientes. Conheço um carinhosam ente outros a praticarem
quanto a lugar ou posição é im próprio pouco das pressões que suportais. boas obras. Com a mente assim
para am bos, particularm ente quando Vossas cozinhas são muito pequenas. sintonizada com o Senhor e seu poder,
sois iluminadas pelo conhecimento das Vosso orçam ento por demais apertado.
escrituras. vossa influência benéfica se torna
Vossas energias não bastam para imensuravelmente grande. E neste
2. Assim como A dão assumiu as atender a todas as solicitações. Apesar m undo de pecado e tentação, o poder
responsabilidades da paternidade, Eva de tudo isso, “ Prolongue os bons
arcou com as da m aternidade. Ela não da oração vos protegerá e será um
m om entos, que estão a se escoar” . escudo para vossos entes queridos.
se esquivou. Assim tam bém vós podeis (Hinos, n? 55.) Reservai tem po para
receber agradecidas, de braços abertos, Aconselho as mulheres da Igreja a
vossa renovação espiritual.
os filhos m andados por Deus, por que aceitem a responsabilidade
meio de vossa divina designação como Com partilharei alguns versos que individual de conhecer e am ar o
têm sustentado a Irm ã Nelson através Senhor, Comunicai-vos com ele. Ele
co-criadoras. Sede obedientes, com
vosso m arido, ao m andam ento de vos dos anos. Eles tam bém refletem seu dar-vos-á força, inculcando em vossa
multiplicardes e povoardes a terra, senso de prioridade: mente inspiração e revelação pessoal.
segundo vos perm itir vossa Lavar e esfregar para amanhã pode 4. A dão e Eva cumpriam os
oportunidade, orientação espiritual, ficar, m andam entos divinos da obediência e
sabedoria e vossa saúde. Assim Pois os bebês crescem sacrifício. Eles receberam
conseguireis alegria e regozijo em vossa Conforme aprendemos com pesar. “ m andam entos que adorassem ao
posteridade. Esse enriquecimento Assim, sosseguem da aranha as teias. Senhor seu Deus, e que oferecessem...
86
(uma) oferta ao Senhor” . (Moisés 5:5)
Esta instrução de adorar e oferecer
sacrifício foi obedecida por A dão e
Eva. Posteriorm ente aprenderam que
isto era “ à semelhança do sacrifício do
Unigénito do Pai, que é cheio de graça
e verdade” . (Moisés 5:7.)
Q uando veio à terra, Cristo cumpriu
a prom etida função de tornar-se o
supremo cordeiro sacrificatório. Sua
expiação nos proporcionou um destino
maior e um conceito mais nobre.
Continuam os tendo o m andam ento do
sacrifício, mas não pelo derram am ento
de sangue animal. Alcançamos nosso
mais elevado senso de sacrifício ao nos
tornarm os mais consagrados ou
santos.
Isto fazemos, obedecendo aos
m andam entos de Deus. Assim, as leis
da obediência e sacrifício estão
inapelavelmente interligadas.
subestimeis a influência benéfica que obedecerdes a todos os mandamentos
Considerai os m andam entos de
podeis exercer sobre vossos pais. Ainda de Deus, vossa santidade fortalecerá o
obedecer à Palavra de Sabedoria, de
não encontrei um só pai que se fundam ento da fé que tem vosso pai.
santificar o Dia do Senhor, de pagar o
considerasse perfeito. P or isso, Q uando vós dois estais ligados
dízimo honestam ente. A o cumprirm os mantende-vos em am orosa paciência espiritualmente, a soma de um mais
estes e outros m andam entos, algo
ao lado de vosso pai imperfeito. um é obviamente mais que dois.
maravilhoso nos acontece. Tornam o-
G ostaria de ilustrar este ponto com 5. A dão e Eva ensinaram o
-nos disciplinados! Tornam o-nos um a história pessoal. evangelho aos filhos. Hoje, continua
discípulos! Tornam o-nos mais
M uitos anos atrás, quando nossas cabendo aos homens e mulheres essa
consagrados e santos — com o nosso
filhas eram ainda novinhas, a Irm ã obra m eritória. Antes de ensinar,
Senhor! Nelson e eu as levamos a um a pescaria. porém , tendes de primeiro aprender
Presto tributo às am adas senhoras
Foi um dia maravilhoso. Todos acerca de vossa existência pré-mortal,
em m inha vida que me ensinaram
estavam fisgando peixes. Então as da criação, queda, expiação de Cristo e
lições santificadoras. som bras da noite de sábado motivo da m ortalidade. Estudai as
D urante algum tem po em nosso interrom peram nossa diversão. Eu escrituras e interiorizai-as. Ensinai fé,
primeiro ano de casados, a Irm ã estava tão entusiasm ado com nosso arrependim ento, batismo e o dom do
Nelson tinha dois empregos enquanto sucesso, que me permiti racionalizar Espírito Santo. E ntão, permiti que
eu term inava a Faculdade de Medicina. com as meninas. (A racionalização é vosso com prom etim ento com a missão
Antes de seu pagam ento chegar, um dos grandes obstáculos à da Igreja se evidencie em tudo quanto
descobrimos que devíamos mais do obediência.) Sabendo que o dia fizerdes. Pregar o evangelho,
que ela receberia. Então aproveitam os seguinte era dom ingo, disse meio aperfeiçoar os santos e redimir os
um a opção na época existente, de doar brincando: — Se acordarm os duas mem bros de vossa família vos levará a
meio litro de sangue por vinte e cinco horas mais cedo, poderemos pegar concentrar-vos nos convênios e
dólares. No intervalo entre seu mais alguns peixes e parar exatamente ordenanças de im portância eterna.
emprego de professora durante o dia e na nossa hora de levantar. Ao exercerdes vosso arbítrio, ensinai
de vendedora num a loja de música à Silêncio! M inha esposa e minhas coisas edificantes e úteis. Ensinai os
noite, fomos ao hospital e vendemos filhas fitavam-me com olhos sérios. O princípios da honestidade, auto-
meio litro cada um. Q uando retiraram silêncio glacial foi quebrado, quando -suficiência e de abster-se de contrair
a agulha do braço dela, ela me disse: nossa pequena de sete anos indagou: dívidas desnecessariamente.
— Não se esqueça de pagar o dízimo — Paizinho, você comeria o peixe Construireis um a sociedade mais
do meu dinheiro de sangue. (Q uando a que apanhou no domingo? — estável agindo assim. E lembrai-vos de
mãe dela soube que eu estava Acrescentando a seguir: — Pediria ao vosso exemplo. O que sois é muito
“ sangrando” sua filha no intervalo Pai Celestial que abençoasse o peixe mais im portante do que vossos atos ou
entre dois serviços, acho que não se apanhado no dia do Senhor? palavras. Não podemos todos fazer
agradou muito do novo genro.) Essa Desnecessário dizer que não todas as coisas. As condições, tempo
obediência, porém , representou um a pescamos na m anhã seguinte. disponível e talentos diferem
grande lição para mim. Seu O com prom etim ento delas com o am plam ente entre nós. Vossa
com prometimento com o dízimo dia santificado tornou-se meu, diversidade vos leva a numerosos
tornou-se meu tam bém . tam bém . campos de atividade. Nestes, fazei
Vós, filhas justas, jam ais Assim é, queridas filhas. Ao sentir vossa presença.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 87
Vossos inimigos num a sociedade
sórdida aviltam a virtude da m ulher e a
santidade da m aternidade. Vosso F ortalecer a Família
m undo, conspurcado pela im oralidade Joanne B. Doxey
e afligido por doenças venéreas, Segunda Conselheira na Presidência Geral da Sociedade de Socorro
necessita de vosso exemplo justo. Pois
a ira de Deus é acesa por governos que
patrocinam a jogatina, toleram a “Nós, mulheres, demonstremos nosso amor ao Senhor,
pornografia ou legalizam o aborto.
Essas forças servem hoje p ara denegrir
cumprindo a responsabilidade que nos deu de “apascentar
as mulheres, exatamente com o nos dias seus cordeiros”, trazendo almas para ele e fortalecendo a
de Sodom a e G om orra.
Vós podeis, vós precisais, ser a
família, tanto aqui como no mundo vindouro. ”
diferença. Sois vitais para a equipe do
Senhor — um a equipe — com um só cordeiros, enriquecer e proteger o lar e
propósito. P or meio de vossa fortalecer a família.
diversidade, edificai em união. P o r que, na vossa opinião, os
Aglutinai-vos em toda santidade. profetas nos estão lem brando nosso
Alicerçai-vos no “ fundam ento dos sagrado dever de “ apascentar os
apóstolos e dos profetas, de que Jesus cordeiros” e proteger o lar e a família?
Cristo é a principal pedra da esquina” . Porque é contra o lar e a família que
(Efésios 2:20.) Satanás dirige seus esforços mais
Conform e mencionou a Irm ã destruidores; e um núm ero excessivo
W inder, realizaram-se hoje as exéquias de ovelhas está-se desgarrando ou
da Irm ã Camilla Kimball, quando lhe deixando-se induzir a abandonar o
foram prestados magníficos e aprisco... e há lobos espreitando para
merecidos tributos. Podem os aprender devorar o rebanho.
muito de seu grande exemplo de Com o podemos preparar as crianças
coragem. Imitemos sua fé e acatemos, para seu im portante papel se nós, suas
igualmente, este ensinamento do Livro m entoras, estamos ausentes ou somos
de M órm on, que lhe dava tam anha negligentes? É um a tarefa assombrosa,
força e segurança: mas repleta de esperança e felicidade,
“ Lembrai-vos de que é sobre a se assim a tornarm os.
rocha de nosso Redentor, que é Cristo, Examinemos mais a fundo a família

C
o Filho de Deus, que deveis construir om endo com seus discípulos às eterna. Todas nós vivemos com nosso
os vossos alicerces, para que quando o margens do Lago da Galiléia, o Pai Celeste antes desta vida terrena.
demônio desencadear a fúria de seus Cristo ressurreto perguntou a Dizem as escrituras que recebemos
ventos, quando soltar suas flechas no Simão Pedro: “ Simão, filho de Jonas,nossas “ primeiras lições no m undo dos
furacão, sim, quando todo o seu amas-me mais do que estes? E ele espíritos e (fomos preparadas) para
granizo e violenta tempestade vos respondeu: Sim, Senhor; tu sabes que (virmos) no devido tempo do Senhor, a
colherem, nada disso tenha força para te am o. Disse-lhe: Apascenta os meus fim de (trabalharm os) em sua vinha
vos arrastar ao golfo da miséria e cordeiros.” (João 21:15-17.) para a salvação das almas dos
angústia sem fim, por causa da rocha Será que nossas ocupações hom ens” . (D&C 138:56.)
sobre a qual estais edificados; porque é m undanas têm precedência sobre N a existência pré-m ortal, nossa
uma fundação segura, da qual não nossos objetivos eternos, exatamente família celeste foi o modelo que
caem os homens que nela constroem .” com o Pedro foi indagado sobre suas deveríamos seguir na condução de
(H elam ã 5:12.) prioridades? nossa família aqui na terra. Fomos
A m adas irmãs, comprom etei vossa M inhas am adas irmãs, m inha preparadas para integrar um a família
vida com vosso Pai Celeste, com seu mensagem para vós, neste m om ento, é terrena, na qual pudéssemos
filho Unigénito e com sua igreja por um a mensagem de am or e incentivo; “ reaprender” verdades sagradas que já
eles restaurada nestes últimos dias. que nós, mulheres, dem onstrem os aprendêram os anteriormente.
Testifico-vos que é verdadeira e que o nosso am or ao Senhor, cum prindo a Os pais são os primeiros e mais
Presidente Benson é o profeta na terra, responsabilidade que nos deu de influentes mestres de seus filhos. A
hoje. U m a dispensação do evangelho “ apascentar seus cordeiros” , trazendo responsabilidade de ensinar valores
foi confiada aos nossos cuidados. almas para ele e fortalecendo a família, corretos e verdades sagradas não pode
Infinitos princípios do sacerdócio, leis tanto aqui com o no m undo vindouro. ser delegada, com sucesso, a ninguém
e poderes dependem de nossa parceria. É glorioso ser mulher nestes últimos mais. Temos de lembrar-nos da
Invoco as bênçãos do Deus dias. Junto com o sacerdócio, cabe-nos santidade destes filhos; eles não nos
O nipotente sobre vós — para que preparar um a geração justa para a pertencem; são filhos de nosso Pai —
tenhais sucesso no cum prim ento de segunda vinda de Cristo. Estamos seus filhos espirituais que vêm à terra.
vosso destino divino, em nom e de sendo dirigidas por um profeta vivo Consta que um grupo de irmãs da
Jesus Cristo. Amém. que nos aconselha a apascentar os Sociedade de Socorro estava reunido
88
fazendo um doce cham ado
“ divindade” , na casa de um a delas. Os
dois garotinhos da casa tiveram
permissão de lambiscar todas as sobras
do doce que conseguissem raspar das
colheres, panelas e form as. Acontece
que era o sábado de um a conferência
geral e, enquanto a família ouvia os
discursos, um dos oradores com entou:
“ H á um a centelha de divindade em
cada um de n ó s.” Então um dos
meninos levantou-se, pulando, e disse:
“ Um a centelha de divindade? O ba, eu
estou cheio dela!”
Sim, as crianças estão cheias de
divindade e, sem dúvida, são
ministradas por anjos. E ntretanto, a
am orosa criação e educação de que
necessitam para viverem na terra, tem
de ser m inistrada pelos pais, mães e
aqueles que as influenciam. Elas
precisam ser am adas, e precisam ser
ensinadas. O Senhor ressurreto
reiterou a recom endação de Isaías,
quando disse: “ E todos os teus filhos
serão instruídos do Senhor; e
abundante será a paz de teus filhos.”
(3 Néfi 22:13.)
Se am arm os ao Senhor, Irmã Bárbara W. Winder, Presidente Gera! da Sociedade de Socorro, abraça uma visitante.
“ apascentaremos seus cordeiros” . Mas
como? Ele nos deu diretrizes para
guiar-nos nessa breve existência m ortal m apa e obedecermos à sinalização, destino. O papel-chave no ensino
e de volta ao nosso lar celeste. sem dar um a porção de voltas dessas verdades cabe à mulher; por
O princípio é ilustrado pela desnecessárias, nós conseguimos isso, precisamos ter conhecimento e
experiência vivida por alguns de nossa percorrer a m ortalidade e alcançar m uita fé. Q uando temos convicções
família, quando m orávam os num a nosso destino em segurança, no devido firmes, podemos dar, confiantes, de
cidade grande. Devido a diferenças nos tem po do Senhor. As decisões nossa força interior àqueles que nos
horários de trabalho e escola, fomos determ inam o destino. cercam. Nós somos responsáveis pelo
obrigados a reservar passagens em Quais são alguns desses sinais ou nosso próprio desenvolvimento
vôos diferentes de duas empresas diretrizes que nos ajudam no caminho pessoal, que nos dará essa confiança.
diversas. Parte da família em barcou da vida terrena? O verdadeiro valor pessoal provém
num aeroporto, enquanto meu filho e • O profeta vivo fala o pensam ento e de um relacionam ento seguro com o
eu deveríamos partir de outro, ao sul vontade de Deus; Pai Celeste. O valor individual é
da cidade, a quase duas horas de carro. • A oração, pela qual podemos falar intrínseco; é interior; é eterno. É algo
E havia desafios: Seguir pelo lado com Deus e sermos guiadas pelo Santo que não nos pode ser tirado quando
contrário da pista a que estávamos Espírito; fenece o viço da juventude, quando
acostum ados, congestionamento de • As escrituras, através das quais Deus condições econômicas nos deixam
trânsito, estrada em reparos, além de nos fala; desoladas, quando somos acometidas
tempo limitado para pegar o avião. Ao • O sacerdócio, com o poder de agir em de doenças ou achaques, nem quando
começar a viagem, sentimo-nos em nom e de Deus; e se obscurecem proeminência e
total dependência do Senhor. Com o • Os sagrados convênios e ordenanças notoriedade.
m apa rodoviário nas m ãos, tentei fazer que nos oferecem vida familiar eterna M uitas são desencaminhadas, pelas
o papel de navegador (que não é meu com nosso Pai Celeste. falsas doutrinas do m undo de que
forte), enquanto meu filho procurava “ O lar é o fundam ento de um a vida juventude, beleza, adornos, posses,
dirigir o carro alugado. Eu esperava ju sta ” , dizia o Presidente David O. poder, títulos ou realizações é que
sinceramente que os autores do m apa McKay. (Stepping Stones to an determ inam nosso valor. Com o na
houvessem acom panhado a sinalização Abundant Life, Salt Lake City, U tah, época do Livro de M órm on, há quem
da estrada, pois não tínham os 1971, p. 276.) É o lugar apropriado prefira tornar-se popular aos olhos do
condições de cometer um engano ou para ensinarmos a “ visão da m undo a fazer o que Deus espera de
retroceder para alcançar nosso destino. eternidade” a nossos familiares e nós. Bem no início de seu ministério, o
Quão semelhante à vida, pensei: Se ajudá-los a seguir os sinais do Senhor advertiu Joseph Smith: “ Pois
confiarmos no Senhor, seguirmos o cam inho, a fim de alcançarem seu eis que tu não devias ter temido mais
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 89
casa do Elder W idtsoe, e no fim ele
m ostrou-nos seu gráfico de linhagem,
resultado de longa e minuciosa
pesquisa. Ao desenrolar o tal gráfico,
este estendeu-se por três cômodos da
casa. Isto causou-nos tam anha
impressão, que nos motivou a começar
a pesquisa em busca dos próprios
antepassados. Que maravilhoso
começo para um interesse e
participação vitalícios nessa sagrada
obra! Q uando trabalham os na nossa
história familiar, nossa vida é acrescida
de certa dimensão espiritual.
Irmãs em Sião, poderia haver um
cham ado mais compensador do que
trabalhar na vinha do Senhor para a
salvação de almas? Nós temos o
excelente privilégio de fortalecer
famílias e influenciar àqueles confiados
aos nossos cuidados, bem como aos
que nos precederam além do véu. Para
aos homens do que a D eus.” (D&C filhos pequenos, cujo m arido servia que não julguemos a tarefa árdua
3:7.) num cham ado da Igreja que lhe demais, lembrai-vos de que anjos estão
E com o podem os conseguir um tom ava m uito tem po. Freqüentem ente ao nosso lado para nos am parar, se
relacionam ento seguro com o Pai chegava em casa tarde do trabalho, estivermos dispostas a fazer a nossa
Celeste? Novamente, recomendamo- com tem po apenas para algumas parte. As bênçãos prom etidas são
-vos os sinais e diretrizes destinados a palavras de saudação, e lá se ia de quase mais do que podemos imaginar.
nos guiar pela vida: oração fervorosa, novo para desincubir-se de seus deveres Temos sido abençoadas pelo profeta
orientação pelo Santo Espírito e estudo eclesiásticos. Às vezes, era preciso de Deus em nosso dia, quando disse:
diário das escrituras, o que nos ajudará consolar as crianças e, de vez em “ O ram os por vós. Apoiamo-vos.
a levar um a vida virtuosa; “ en tão ” quando, a própria mãe se consolava ao Honram o-vos ao dardes à luz,
dizem as escrituras, “ tua confiança se dizer: “ N ão somos mesmo felizes que nutrirdes, educardes, ensinardes e
tornará forte na presença de Deus” . o paizinho seja digno de servir o Pai amardes pela eternidade. Prometo-vos
(D&C 121:45.) Celestial, para que sejamos tão as bênçãos dos céus e “ tudo que (o)
A força interior da mulher é abençoados?” Tal apoio, em lugar de Pai possui” (D&C 84:38), ao
im portante no relacionam ento reclamações, resultou num a influência magnificardes o mais nobre de todos
conjugal. Q uando m arido e mulher duradoura nesse lar e família. os cham ados.” (Ezra T. Benson, “ To
trabalham juntos em retidão, am ando U m a parte im portante do plano the Mothers in Zion ” , Fireside for
e apreciando-se m utuam ente, a família para a relação familiar eterna é receber Parents, Salt Lake City: The Church
é fortalecida de inúm eras maneiras. as ordenanças e os convênios nos o f Jesus Christ o f Latter-day Saints, 22
Dirigindo-se aos pais e maridos num templos sagrados para nós próprias e de fevereiro de 1987, p. 13.)
Serão para Pais, disse o Presidente nossos antepassados. Essas ordenanças A doro ser mãe, esposa, filha, irm ã e
Benson: “ Confiam os que forneçam e convênios são um a âncora segura mulher nestes últimos dias. O Senhor
liderança ju sta em seus lares e famílias para a família, tanto aqui com o no conhece e am a cada um a de nós e
e que, com sua com panheira e mãe de além. C ada um a de nós pertence a um a deseja abençoar-nos em nossa
seus filhos, dirijam a família de volta família e tem antepassados que im portante obra. Temos de estar
ao Pai E tern o .” (Ezra T. Benson, “ To realmente lhe pertencem. Então, por dispostas a vir a ele; aceitar sua
the Mothers in Zion” , Fireside for que não buscar esses entes queridos e vontade acima de nosso próprio
Parents, Salt Lake City: The Church realizar a obra vicária que nos selará a querer; trazer almas para ele;
o f Jesus Christ o f Latter-day Saints, 22 eles num a família eterna? apascentar seus cordeiros e ovelhas,
de fevereiro de 1987, p. 13.) O Élder John A. W idtsoe falava por para que no grande dia em que nos
Essa liderança justa é realçada pelo experiência própria ao dizer: “ Todo o encontrarm os face a face com ele, nos
poder do sacerdócio restaurado à terra que procura ajudar àqueles que estão possa dizer: “ Vinde a mim, vós que
para nos abençoar e dirigir. Com o do outro lado, recebe em troca ajuda sois abençoados, pois que vossas obras
podemos nós, mulheres, receber as em todos os aspectos da vida.” (The foram obras de justiça.” (Alma 5:16.)
bênçãos plenas e o poder do sacerdócio Forefather Quest, A Lesson Book for Presto-vos testem unho de que o
em nossa vida? Podem os apoiar e Third Year Junior Genealogy Classes, Senhor vive, e oro que possamos
suster aqueles que o portam em Genealogy Society o f U tah, 1937, p. cum prir alegremente nossa sagrada
retidão. Isto é por desígnio divino, não 22.) responsabilidade de fortalecer a família
pelo plano do homem. Q uando eu era m ocinha, nosso aqui e na esfera vindoura. Em nom e de
Conheço um a irm ã com diversos grupo foi convidado para um serão na Jesus Cristo. Amém.
90
por mulheres.
Como Vencer os D esafios H á populações que não dispõem de
água potável ou não têm água de
espécie alguma, exceto a que
da Vida conseguem carregar na cabeça, muitas
vezes de longa distância. Outras vivem
Joy F. Evans à som bra da guerra. O que dá a essas
Primeira Conselheira na Presidência Geral da Sociedade de Socorro
irmãs coragem para perseverar? Como
no caso dos pioneiros, é a fé em que o
Pai certamente virá, a fé no Evangelho
“Podemos encontrar coragem para enfrentar os desafios e de Jesus Cristo.
Existem ainda outras palavras da
ainda prestar serviço àqueles cujas necessidades são letra desse grande hino:
maiores que as nossas. ” Chegando a morte, tudo irá bem.
Vamos paz todos ter! {Hinos, n? 8.)
Todos nós nos defrontam os, algum
para a qual estivessem preparadas. dia, com perguntas sobre vida e morte,
Depois de ensinar nosso filho de nove propósito e nossa própria e inevitável
anos a m anejar um pequeno barco a partida. Todos nós sofremos ou
vela, permitiu que saísse velejando sofreremos perdas. Talvez seja por isso
sozinho. O menino partiu radiante e que rios é ensinado “ chorar com os
sua silhueta com o colorido colete que choram ” (Mosiah 18:9), e
salva-vidas foi-se apequenando mais e “ (chorar) a perda dos que m orrerem ” .
mais contra o horizonte. Finalmente, (D&C 42:45.)
acham os que seria melhor David David Macbeth M oir escreveu certa
certificar-se de que “ tudo (estava) vez:
b em !” ; e assim, ele saiu no encalço do
menino em outro pequeno barco a Sentimos falta de teus passinhos na
vela. Q uando o alcançou, Doug estava escada;
sentado calmamente, esperando — Sentimos tua falta na oração noturna;
havia-se esquecido de como dar a O dia inteiro tu nos faltas — por toda
volta! O que mais me encantou foi sua parte.
resposta ao pai: “ Eu sabia que você (The Spoken W ord, Improvement Era,
viria.” agosto de 1981, p. 35.)
Irmãs, nós tam bém , podemos ter A m orte de um a criança é
certeza de que quando acontecer de particularm ente pungente, ou então de
lguma vez já se perguntaram , nos esquecermos das instruções ou não um jovem — ou de um pai ou mãe tão

A como eu me pergunto, o que


dava à mulher pioneira coragem
para cantar: “ Tudo bem! Tudo
bem !” , apesar de seus inúmeros
soubermos o que fazer, nosso Pai virá
socorrer-nos.
“Mas não deveis desanimar, se tendes
necessários. Sentimos falta dos que
m orrem . Não im porta quantos amigos
ou parentes se tenha, a perda de um
ente am ado é difícil.
Deus para vos amar. ” (Vinde, ó
desafios? A grande diferença, para nós, é o
Santos, Hinos, n? 8.)
Já se perguntaram com o, em face conhecimento de que a morte náo é
dos problem as e preocupações atuais, Talvez não recebamos um a visita um a separação final, de que a família
nós podemos continuar cantando: pessoal do Senhor (provavelmente pode ser eterna. Nosso entendimento
“ Tudo bem !” não), mas as respostas virão pela da realidade da ressurreição torna a
Nós, irmãs da Igreja, necessitamos oração, pelas escrituras, pelas palavras espera suportável e cheia de propósito.
de respostas pessoais a essas perguntas, do profeta ou pela voz suave e branda Na verdade, doce é a paz que o
para desincumbirmo-nos do encargo da inspiração. G ostaria de assegurar- evangelho traz. Nisto, tam bém , o
de buscar e socorrer os aflitos, -lhes que realmente podemos encontrar consolo que as irmãs dão umas às
m inistrar aos pobres e necessitados, coragem para enfrentar os desafios e outras e a famílias enlutadas, faz parte
confortar os que sofrem, alim entar o ainda prestar serviço àqueles cujas da obra de am or designada às
fam into, ensinar e instruir esposas e necessidades são maiores que as mulheres.
mães, receber bem e integrar cada nossas. As mulheres solteiras da Igreja
irm ã, dirigir as moças e educar as H oje em dia, temos, em m uitos continuam a ser incluídas diariamente
crianças — tudo isso para prom over o lugares, irmãs vivendo em pobreza, nas preces dos líderes da Igreja.
aperfeiçoam ento dos santos. convivendo com fome e doença, altos Numerosas irmãs sozinhas levam uma
Anos atrás, meu m arido, David, e índices de m ortalidade infantil e vida rica e plena. Elas criaram um lar
eu levamos nossos filhos para veranear reduzida a expectativa de vida. Em feliz para si próprias, seus familiares e
às margens de um lago. Ele sempre certos lugares, menos de metade da amigos. Servem como líderes e
teve m uita confiança na capacidade população sabe ler ou escrever, dos professoras nas auxiliares; cumprem
das crianças de fazer qualquer coisa quais setenta por cento representados missão; freqüentam o templo e fazem
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 91
negligenciam os filhos ou os m altratam
física, emocional ou sexualmente, são
infiéis aos seus convênios ou votos
m atrimoniais, ou desonestos em outros
sentidos. Se alguém assim estiver
ouvindo, gostaríamos de implorar-lhe
esta noite que se arrependa, que
procure ajuda e perdão.
M órm on escreveu a respeito de
outro povo, em outra época e lugar,
que se encontrava em semelhante
estado de iniqüidade. Dizia ele, como
poderíamos dizer hoje: “ E não
pecavam por ignorância, porque
conheciam a vontade de Deus relativa
a eles.” (3 Néfi 6:18.)
Tenho uma boa amiga que, tempos
atrás, se encontrou nessa situação. Não
sei, nem preciso saber qual era seu
problem a, mas ela reuniu coragem
suficiente para confessar ao bispo.
Houve um tribunal da Igreja; ela foi
excom ungada e iniciou o difícil
processo do arrependim ento. Passado
um tempo considerável, por ocasião de
seu novo batismo, após haver sarado
espiritualmente, ela externou grande
a obra genealógica; prestam serviço de respostas simples, exceto fazerem o apreço pelo bispo, que derram ara
solidariedade; tornam o m undo um m elhor que puderem , dia a dia (o que lágrimas condoídas, apesar de manter-
lugar m elhor porque elas fazem parte se aplica a todas as irmãs): ir em -se firme nas providências inevitáveis; a
dele. frente, aprender, avaliar seu próprio uma amiga da Sociedade de Socorro
Nesse grupo existem irmãs que potencial, de seus familiares, de sua que, segundo ela, a ajudara a
nunca se casaram , em bora a m aioria com unidade; orar com fé; exam inar as “ com preender e perdoar todos os que
desejaria fazê-lo. Temos irmãs viúvas escrituras; encontrar maneiras de não conseguiam entender ou perdoá-
que vivem sós, e aquelas cujo servir; m anter pura a própria vida, e -la” ; aos que a ajudaram a conservar
casam ento term inou em divórcio. limpos e sinceros os seus seu testem unho naquela tem porada de
Muitas delas enfrentam decisões relacionamentos; perdoarem os que as desespero silencioso, em que “ voltar
difíceis quanto às suas opções de vida. m agoaram . para casa” parecia quase impossível.
Devem exercer uma profissão? Podem Mesmo sendo assim, entretanto, que Recentemente, recebi um bilhete
ter êxito no m undo dos negócios toda irm ã sinta o calor da amizade de dessa amiga, agora casada no templo e
tradicionalm ente reservado aos suas irmãs na Igreja, e o apoio do mãe de três encantadores filhos, e que
homens? Devem tentá-lo? Com o sacerdócio por parte de mestres dizia: “ Diga às irmãs que vale a pena.
equilibrar suas expectativas com a familiares e bispos dedicados. Que Conte-lhes como pode ser bela e
realidade de sua vida? Com o encontrar sejam incluídas, bem-vindas, e tenham gostosa a vida, quando se guarda os
relacionamentos proveitosos que não oportunidades de servir. m andam entos.”
tenham implicações sexuais? Qual a Existem na Igreja algumas mulheres Essa lição sirva, talvez, a dois
melhor m aneira de cum prir o papel lésbicas assim como homens propósitos: Se não estiverem levando
que o Senhor reservou às mulheres? homossexuais. O Senhor decretou: um a vida pessoal pura e justa, se
Algumas dessas irmãs têm filhos. “ Não erreis” (I Coríntios 6:10; tropeçaram de alguma form a,
Seus desafios são m uitos, ao Romanos 1:26) e, por mais duro que arrependam -se e retornem . O am or e a
procurarem preencher o papel de pai e seja, essas pessoas precisam guardar esperança são reais!
mãe, com proventos insuficientes na igualmente os m andam entos. Se conhecem alguém (ou o ente
maioria das vezes. Se têm um emprego Casam ento e relações íntimas devem am ado de alguém) que foi
e procuram ser auto-suficientes, surge ficar reservados a m arido e mulher; excomungado ou desassociado,
a preocupação com o atendim ento aos qualquer relacionam ento sexual fora procurem compreender sua angústia.
filhos. Mesmo quando os filhos estão do casam ento, seja entre hom em e Às vezes, o que se diz ou faz é menos
crescidos, essas mães continuam sendo m ulher ou pessoas do mesmo sexo, é im portante do que a evidência de que a
mães e com partilham as provações proibido. pessoa se im porta o bastante para dizer
deles bem com o suas alegrias. Estas Às vezes, temos notícia de membros ou fazer algo a respeito.
são realidades nada fáceis para muitas da Igreja que aparentem ente são Algumas irmãs se vêem apanhadas
irmãs. plenamente ativos e fazem tudo o que na teia do alcoolismo ou uso de drogas
P ara todas elas não existem lhes cabe fazer, e que não obstante com seu em aranhado de trapaças,
92
culpa e vida im produtiva. Algumas são
pessoalmente dependentes do álcool ou
drogas ilegais ou prescritas por
médico. O utras são familiares de
alcoólatras ou viciados em drogas.
P ara elas, torna-se difícil achar que
“ tudo está bem ” ; mas, ainda assim,
existe esperança.
Procurar ajuda logo no início
propicia a m elhor chance de
recuperação. Fingir que o problem a
não existe, encobrir o erro ou
resguardar a pessoa das conseqüências
de seus atos, jam ais resolverá o
problem a. Existem excelentes recursos
profissionais e grupos de apoio, alguns
dos quais, em bora sem ligação oficial
com a Igreja, ainda assim apóiam os
valores SUD. Acima de tudo,
reconheçam a dependência do Senhor.
Permitam que ele as ajude e cure.
Conform e Alma nos ensina a
respeito da fé, o desejo de crer, de
mudar, poderá ser como um a semente
que germ inará, crescerá e produzirá
frutos. (Alma 32:27-43.) “ T u d o ”
poderá voltar a estar “ bem ” !
Poderá haver m om entos em que não
compreenderemos o motivo dos Élder Howard W. Hunter, Presidente Interino do Conselho dos Doze, recebe um cumprimento
desafios que enfrentam os, quando caloroso do Presidente Ezra Taft Benson.
tudo o que acontece nos parece Auden: Collected Poems, ed. Edward nós de que “ bem-aventurados os que
injusto, ou as pessoas que nos cercam M endelson, Nova York: Random são fiéis e perseveram, quer em vida,
parecem indiferentes ao nosso House.) quer na m orte, pois herdarão a vida
sofrimento. eterna” , (D&C 50:5), e a promessa
Talvez vocês conheçam o quadro da Assim é com a maior parte de nosso
sofrim ento pessoal: o m undo continua feita a Joseph Smith de que “ tua
lenda mitológica de ícaro, pintado por adversidade e as tuas aflições serão por
Peter Bruegel. Sua obra ilustra a agindo como se nada de anorm al
estivesse acontecendo. Entretanto, um m om ento” . (D&C 121:7.)
história de ícaro, que tentou voar com Jam ais sejamos indiferentes, irmãs,
asas de cera, feitas por seu pai. De fato dentro dos laços da irm andade na
Igreja, esperamos que seja diferente. às provações alheias. Sejamos sensíveis
conseguiu, mas em seu entusiasmo,
para com nosso próximo que sofre,
aproximou-se demais do sol, cujo calor U m a de nossas filhas e sua família não im porta a razão.
derreteu a cera e fez ícaro cair no mar. sofreram um a tragédia, recentemente. E quando as provações forem
No quadro de Bruegel, apenas suas A casa deles se incendiou, restando- nossas, sigamos em frente com “ um a
pernas são visíveis ao desaparecer ele -lhes m uito pouco de seus bens esperança resplandecente” (2 Néfi
nas verdes águas. Não muito distante, terrenos. A bênção foi que, apesar de 31:20) no Senhor Jesus Cristo; e
um pescador e um homem do campo estarem em casa cinco dos seus seis digamos, como Paulo: “ Em tudo
continuam em sua faina e, apesar do filhos, os dois adolescentes se somos atribulados, mas não
fato inusitado de um rapaz caindo do lem braram de instruções que já haviam angustiados; perplexos, mas não
céu, um veleiro prossegue calmamente recebido, pegaram os pequenos e desanim ados.” (II Coríntios 4:8.)
em sua rota. saíram correndo. Ninguém se feriu. E Todas nós estamos sujeitas à morte e
Dizia W. H . Auden a respeito do receberam m uito conforto de sua ala e adversidade, assim como à vida
sofrimento e da indiferença do m undo: vizinhos que acorreram com im ortal. Q uanto ao resto, poderemos
“Sobre o sofrer jamais se enganaram m antim entos, roupas e ofertas de dizer: “ Tudo bem!, tudo bem !”
Os Velhos Mestres: quão bem auxílio. Eis a bênção de se pertencer à Presto-vos testemunho de que o
compreendiam “ família de D eus” . (Efésios 2:19.) evangelho é verdadeiro, que somos
Sua posição humana; como ele Ninguém lhes deu simplesmente as guiadas hoje por um profeta e pelo
acontece. costas e prosseguiu em seu caminho. sacerdócio de Deus. Que consigamos
Enquanto outros estão comendo, A essa família, assim como a outros acatar seu conselho ao enfrentarm os os
Abrindo uma janela ou que sofrem provações e dor, foram desafios pessoais e ajudarm os outras a
Simplesmente andando a esmo... ” oferecidos am or e auxílio, bênçãos do assim fazerem, eu oro em nome de
(“ Musée des Beaux A rts” , em W. H. sacerdócio e a certeza do Pai de todas Jesus Cristo. Amém.
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 93
m andar” . (A braão 3:25.)
E ncontrar Alegria na Vida O Livro de M órm on nos conta o
belo exemplo de um povo que, em bora
Barbara W. W inder passando por m uita tribulação, teve a
Presidente Geral da Sociedade de Socorro m arcante experiência de sentir alegria
eterna enquanto na mortalidade. No
primeiro dia do Senhor ressurreto entre
“Alegria não se resume, aparentemente, na felicidade, o nefitas, ele ensinou-lhes m uita coisa
mas é a sensação resultante da manifestação do Espírito do seu evangelho. Ao se preparar para
partir, viu um povo que dem onstrava
Santo dentro de nós. ” grande fé e ansiava por suas palavras.
Tam anha foi sua compaixão para com
eles, que se dem orou mais e m inistrou-
por vezes até os próprios eleitos. Ele -lhes segundo as necessidades pessoais
gostaria de fazer-nos crer que os deles. As escrituras nos dizem que
padrões do evangelho que sabemos ser “ ninguém pode calcular a
bons: virtude, honestidade, extraordinária alegria que encheu
m oralidade,cortesia, diligência, pureza (suas) alm as” . (3 Néfi 17:16-19.) E o
m ental e corporal, já deixaram de ser Salvador “ lhes disse: Bem-aventurados
im portantes. Quero reafirmar-vos que sois em virtude de vossa fé. Eis que
os valores eternos do Senhor agora é completa a minha alegria.” (3
continuam válidos. Os cam inhos do Néfi 17:20.)
m undo podem ter m udado, mas os Alegria não se resume,
m andam entos de Nosso Pai Celeste, aparentem ente, na felicidade, mas é a
dados para o nosso bem, ainda estão sensação resultante da manifestação do
em vigor, e a verdadeira alegria vem Espírito Santo dentro de nós.
somente quando fazemos a vontade Com o prover em nossa vida um
dele. clima que favoreça a presença do
Será que ficamos desejando que Espírito Santo, para que tenhamos
nossas atuais experiências terminem mais alegria? Exatamente como um
logo, achando que seríamos mais reservatório acum ula água para saciar
felizes fazendo outra coisa qualquer? e reabastecer a terra sedenta, nós
rm ãs, todas nós estamos em Mães com filhos pequenos talvez tam bém podemos arm azenar

I diversos estágios de progresso, não


im porta se somos solteiras ou
casadas. Estamos sentindo a influência
confortadora do Espírito nesta
pensem que a vida seria mais fácil se
eles já estivessem criados e fora de
casa, mas esta é a época oportuna para
ensinar princípios do evangelho.
experiências, conhecimentos e desejos
para reabastecer e fortalecer nossas
necessidades espirituais. H á quatro
maneiras proveitosas de acumular
reunião. P o r favor, saibam de meu M inha mãe ensinou-me que temos a reservas de retidão e auto-suficiência
am or e cuidado por vocês! obrigação de dar; que outros não nos espiritual. Nós nos preparam os:
Q uanto tem po faz que bradaram de devem nada; que dar traz mais alegria 1. Desenvolvendo um a disposição
júbilo? No G rande Conselho dos Céus, do que receber. alegre na qual o espírito possa habitar.
em nossa existência pré-m ortal, todos Q uando criança, desejei m uito um a 2. Aprendendo a vontade do
os filhos e filhas de Deus rejubilaram - festa de aniversário. E ntão convidei Salvador para nós, para que
-se. (Jó 38:7.) Nosso Pai Celeste deu- todas m inhas amigas, apesar da data conheçamos nosso potencial divino.
-nos oportunidade de nascer, assumir ainda estar longe, pedindo-lhes que 3. Com preendendo e aceitando seu
as responsabilidades da m ortalidade, cada um a me trouxesse um a m oeda de sacrifício expiatório, e arrependendo-
que permitem a oportunidade de dez centavos. Q uando m inha mãe -nos de nossos pecados.
plenitude de alegria, mas tam bém soube da m inha arte, im ediatamente 4. G uardando seus m andam entos e
implicam riscos de desobediência, me repreendeu, explicando-me tom ando a firme resolução de servi-lo.
pecado e sofrim ento. N ão obstante, m inuciosamente por que estava errado Examinemos esses quatro pontos:
quando se revelou o plano do Pai e o que eu fizera. Em seguida, foi Prim eiro: Desenvolver um a
tom am os conhecimento de nosso comigo procurar m inhas amiguinhas disposição alegre permite uma
potencial divino de im ortalidade para que eu pudesse desculpar-me. Foi atm osfera na qual o espírito pode ser
futura, todas nós rejubilam os. um lição em baraçosa, mas que jam ais nutrido, incentivado a florescer e
A gora estamos aqui; acaso esqueci. frutificar.
duvidamos da palavra do Senhor: Pensando no plano eterno do Sentir-se pessimista e negativa a
“ Os hom ens existem p ara que tenham Senhor para nós, será que realmente respeito de nossas experiências não
alegria” ? (2 Néfi 2:25.) pretendemos não ter nenhum a m elhorará nossa qualidade de vida. A
Nós vivemos um a época crítica na dificuldade, luta nem adversidade? resolução de ter bom ânimo nos ajuda,
história do m undo. Satanás e suas Pois o plano destina-se a nos provar e tam bém aqueles que nos cercam, a
hostes estão atarefados. Suas tentações “ com isto, para ver se (faremos) todas gozar melhor a vida.
são implacáveis, enganando muitos, as coisas que o Senhor Deus (nos) O Elder M arvin J. A shton nos
94
lembra:
“ Com a ajuda de Deus, o bom
ânim o nos ajuda a superar o
deprimente hoje ou as condições
difíceis... É a luz do sol quando nuvens
encobrem o céu.” (“ Tende Bom
 nim o” , A Liahona, julho de 1986, p.
68.) Cada qual é responsável por sua
própria felicidade. Procurem os cultivar
esse espírito de alegria em nosso lar e
permitamos que se irradie de nossa
face onde quer que estejamos.
Anos atrás, quando nosso filhinho
de quatro meses teve de ser operado,
senti-me desam parada e só na sala de
espera do hospital. O utra mãe ali
presente foi particularm ente
consoladora para mim. Levou-me a
conhecer sua filha de doze anos,
acometida de leucemia. Verifiquei que
era igual à mãe, aceitando calmamente
e com bom ânim o sua doença fatal. A
menina estava ocupada, fazendo panos
de lavar pratos para as enfermeiras.
Sua anim ação ajudou-m e a me
distanciar tem porariam ente de meu
próprio problem a.
Poucos dias mais tarde, nosso bebê,
já em casa, estava muito melhor.
Recebi um bilhete dessa outra mãe. A
enfermidade levara m inha nova m aternidade, e que (não im porta se o peso de (nossas) cargas... confortar
amiguinha de volta ao Pai Celestial, casadas ou solteiras), tornem os nosso os que necessitam de conforto e servir
mas antes de partir ela pedira à mãe lar um lugar de am or e aprendizagem, de testem unhas de Deus em qualquer
que me mandasse um pano de pratos de refúgio e aprim oram ento. (“ The tem po” . (Mosiah 18:8-9.) Isto pode
feito por ela. H onored Place o f W om an” , Ensign, não ser fácil devido às vozes mundanas
Que belo exemplo de “ bom ânim o” novem bro de 1981, p. 105.) incitando-nos a fazer o contrário.
foram para mim, mesmo em condições A tentando para a voz de nosso M antenham o-nos achegadas ao
tão difíceis. Haviam aprendido a profeta, lendo as sagradas escrituras, Senhor; desenvolvamos nosso
aceitar as coisas que não podiam jejuando e orando, aplicando à nossa potencial divino, usando nossos dons e
remediar e lembravam-se das palavras vida os ensinamentos que aprendemos talentos conform e ele nos tem
do Salvador: “ Tende bom ânimo e não pela confirm ação recebida do Espírito recom endado.
temais, pois eu, o Senhor, estou Santo — essa voz suave e m ansa que Regozijemo-nos ao trabalhar com
convosco e convosco ficarei.” (D&C traz “ paz à (nossa) m ente” (D&C aqueles que portam o sacerdócio, cada
68:6 .) 6:23), estamos sem dúvida qual assumindo suas responsabilidades
Eu, tam bém , lembrei-me das aum entando nosso reservatório e com partilhando nossos dons, para
palavras dele: “ ...os que aturaram as espiritual. que todos nos edifiquemos em
cruzes do m undo... esses herdarão o Existem na Igreja algumas irmãs conjunto.
reino de Deus... e sua alegria será encantadoras que se contentam em Terceiro ponto: Compreender que a
completa para sem pre.” (2 Néfi 9:18.) deixar que outras pessoas se bênção da expiação nos permite
Segundo ponto: A prender a vontade encarreguem no ensino, prestem arrependerm o-nos e renovarmos
do Salvador para nós ajudar-nos-á a serviço, cum pram os cham ados. Irmãs, semanalmente nosso convênio
conhecer nosso potencial divino e nos é muito im portante que cada um a de batismal.
dará alegria. nós se disponha a fazer qualquer coisa Alegria é saber que, pelo sacrifício
Irmãs, tende alegria, sabendo que que nos for solicitada. Não escolhemos expiatório de Cristo, nossos pecados
temos um profeta de Deus na terra o que aceitaremos, exatamente como poderão ser perdoados, mesmo como
hoje! Dai graças pelo poder não decidimos a quais m andam entos ensinava o Rei Benjamim. O povo dele
governante e sustentador do iremos obedecer. orou em grande humildade e, tendo
sacerdócio! Regozijai-vos com as Diz o Senhor: “ ...levanta o coração pedido perdão de seus pecados, “ sobre
glórias de nossa feminilidade. Nosso e regozija-te, e apega-te aos convênios eles desceu o Espírito do Senhor e os
profeta, Ezra T aft Benson, pediu que que fizeste... acautelando-te contra o encheu de alegria, tendo recebido a
entendamos a dignidade e valor de orgulho.” (D&C 25:13-14.) Somos remissão de seus pecados, e tendo paz
(nosso) papel no divino processo da adm oestados a “ carregar m utuam ente de consciência, por causa da profunda
a L ia h o n a / J a n e ir o de 1988 95
surpresa de todos, conseguiu subir os
degraus e entrar em casa sozinha.
— Bem — com entou com a filha —
acho que foi muito bom para ela.
O Salvador nos adm oestou a
difundir seu evangelho para que todos
pudessem vir a ele. Nós participam os,
preparando nossa casa para ser um
“ Centro de Treinam ento M issionário”
para nossos filhos e nós mesmas.
Podem os participar ainda dessa
grande causa missionária, integrando
aqueles que se desviaram. É preciso ser
paciente e diligente, mas que grande
alegria, quando conseguimos trazer de
volta ao Salvador esses nossos irmãos e
irmãs! (Alma 31:35.)
G ostaria de com partilhar com vocês
a história de um a querida irmã. Cito o
que ela escreveu: “ Em nossa casa
havia alcoolismo, consumo de drogas,
dois divórcios. Eu vivia em treva
espiritual com duas crianças pequenas,
quando “ anjos de misericórdia”
vieram mais um a vez. Todos os meses
eu espiava pela janela, quando as
professoras visitantes procuravam
visitar-me. Então me escondia até que
fossem em bora. Mas elas não
desistiram e estou tão contente e grata
por isso. Aprendi que o am or de Deus
fé que tinham em Jesus C risto” . (tomai) cuidado convosco mesmos,
não tem fim !”
(Mosiah 4:3.) com vossos pensam entos, palavras e
Essa irm ã é agora membro pleno da
Segundo James E. Talmage, obras, e (observai) os m andam entos de
Igreja, passou pelo templo, e está
arrependimento “ indica um pesar D eu s...” (Mosiah 4:13-14, 29-30.)
repleta de felicidade e alegria!
piedoso pelo pecado, um pesar que Diz o Salvador: “ Um novo
Irmãs, preparem os nosso
acarretará um a reform a no m odo de m andam ento vos dou: Que vos ameis
reservatório de força espiritual, na qual
viver, e compreende: (1) convicção de uns aos outros, como eu vos amei a
podemos encontrar alegria! É a
culpabilidade; (2) desejo de se ver livre vós.” (João 13:34.) Esse grande am or
recompensa de Deus pelo viver justo!
dos efeitos prejudiciais do pecado; (3) capacitou-o a viver servindo o
determinação sincera de abandonar o próxim o, chegando a entregar sua vida Já se aproxim ando do fim da vida,
pecado e fazer o bem ” . (.Regras de Fé, por nós. Ele espera que nos sirvamos tendo vivido anos de provação, quase
p. 105; tam bém , Curso de Estudo da umas às outras como ele nos serviu. que além do alcance de nossa
Sociedade de Socorro, 1976-77, p. 67.) U m a viúva idosa lutava com as imaginação, depois de arrastado pelas
O arrependim ento implica a confissão limitações impostas pela artrite. ruas, coberto de alcatrão e penas,
de pecados graves e a reparação, onde Q uando foi viver com a filha, retraiu- vendo alguns de seus melhores
necessário e possível. -se para dentro de seu m undo companheiros se voltarem contra ele, o
Q uarto ponto: G uardar os tristonho. Tinha que ser auxiliada a Profeta Joseph Smith ainda conseguia
m andam entos e a firme resolução de subir e descer degraus, ao sair e entrar testificar e nos anim ar dizendo:
servir ao Salvador proporciona um a em casa. “ Agora, que ouvimos nós no
alegria indescritível aqui e felicidade N a esperança de proporcionar à mãe evangelho que recebemos? Um a voz de
eterna no m undo vindouro. experiências positivas, a filha sugeriu alegria! U m a voz de misericórdia dos
O Rei Benjamim ensina que não nos que lesse para um a vizinha cega. céus... um a voz de alegria para os
devemos injuriar umas às outras, mas Relutante, concordou. vivos e m ortos; novas alegres de
antes “ viver em paz., não (permitir) Gemendo com o esforço, a senhora grande gozo... Regozijem-se vossos
que (nossos) filhos andem fam intos ou idosa perm itiu que a filha a ajudasse a corações, e sede muito alegres.” (D&C
desnudos, (ou) transgridam as leis de descer os degraus. Em seguida, subiu a 128:19, 22.)
Deus, (ou) briguem e disputem entre si, rua m anquejando, para desincumbir-se Possamos ter alegria em nossa fé,
(mas)... se (am em )... e (sirvam) uns de sua incôm oda visita. mesmo em nosso conhecimento de que
aos outro s” . Diz ele ainda: “ N ão vos Passou-se um a hora. Duas horas. Jesus é o Cristo, o Filho do Deus
posso descrever todas as coisas pelas Finalmente, os familiares viram-na vivente. Eu o digo em nome de Jesus
quais podeis cometer pecado; ...m as ... voltando m uito anim ada. P ara Cristo. Amém.
96
A utoridades do Primeiro Quorum dos Setenta.

Os visitantes de várias partes do mundo, que


não falam inglês ouviram com fones os
discursos da conferência em seu próprio
idioma. A tradução simultânea em vinte e sete
línguas fo i feita por intérpretes de tempo
integral e voluntários localizados no subsolo do
Tabernáculo, que assistiram à conferência em
monitores de televisão.

Estátuas de Joseph Smith, á direita, e de seu Com o Tabernáculo lotado, muitos assistiram ã conferência em monitores de televisão colocados no
irmão Hyrum parecem observar a Praça do centro de visitantes na Praça do Templo e em outros edifícios adjacentes.
Templo na Cidade do Lago Salgado.