Vous êtes sur la page 1sur 3

A IGREJA CRISTÃ E O HOMOSSEXUALISMO

Neste artigo esclareceremos o que é Homossexualismo, o empenho da


militância LGBT para calar a voz do povo de Deus, sua visão distorcida
homofobia, a posição da Bíblia Sagrada e o posicionamento do autor sobre se
somos ou não homofobicos.

Primeiramente o que é Homossexualismo? É prática de relação amorosa


e/ou sexual entre indivíduos do mesmo sexo, isso do ponto de vista Psiquiátrico.

A militância LGBT está atacando a liberdade religiosa, o protestantismo e


a Igreja ortodoxa, na verdade estão tentando marginalizar as instituições
religiosas, tentando coibir a expressão da fé ou melhor, silenciar a voz do que
eles acreditam. Para eles os cristãos são homofobico.

“Os líderes cristãos que se dispõem a desaprovar publicamente o estilo de vida


homossexual são condenados e tachados de “antigays”, “homófobos” e fanáticos
religiosos pela imprensa. ” (SEVERO,1998, p.29)

Como Cristãos não podemos permanecer indiferentes a expansão do


homossexualismo. O movimento LGBT ameaça o próprio alicerce da sociedade.

Partindo dos conceitos acima, podemos afirmar juntamente com a Ética


Cristã que a pratica do homossexualismo não encontra apoio na Sagrada
Escrituras, ou seja, Bíblia Sagrada.

Em Marcos 7.21 – 23) Jesus deixa claro que não é a influência como:
(abuso sexual, ambiente familiar, deficiência, colegas, etc) que o torna alguém
impuro, mas que de dentro do coração pecaminoso do homem é que procedem
os maus desígnios e os males que os contaminam.

Pois do interior do coração dos homens vem os maus pensamentos, as


imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, v 22 as cobiças,
as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calunia, a arrogância e a
insensatez, v 23 Todos esses males vem de dentro e tornam o homem impuro.

Lembrando que os escritores bíblicos condenaram não apenas a práticas


do homossexualismo, mas também toda e qualquer pratica sexual que não
esteja dentro dos padrões ético-cristã, ou porque não dizer, aquela que é
estabelecida por Deus na criação.

Vejamos o que diz R.W.Stott:

Desde que a ordem (monogamia hetero) foi estabelecida pela criação,


não pela cultura, sua validade é permanente e universal. Não pode
haver liberação, das normas criadas por Deus. ( Slott p. 183 -184).

Dentro do Reino de Deus fica evidente que tal pratica é inaceitável, isso
não constitui por outro lado o preconceito. Isso os tem levados a acusarem a
igreja cristãs como fascistas e preconceituosas por aceitarem somente a
sexualidade que está na Bíblia.

IGREJA CRISTÃ – SOMOS HOMOFOBICOS

A partir de tudo que foi falado, percebe-se que existem uma interpretação
errônea do ativismo gay frente a massa Cristã. Ainda que algumas igrejas
tenham tomados direção opostas, fechando as portas, trancando no
exclusivismo religioso, afirmo que essa nunca foi e será o foco e a intensão da
igreja verdadeira de Cristo, a igreja sempre atuou através do Espirito Santo como
agente reconciliador do mundo para com Deus.

Bom lembrar que, ainda que alguns cristãos tenham comportamentos


homofobicos, isso não significa que todos os são, assim como não podemos
afirmar que todos que estão no ativismo Gay, e representante de todos os gays
existentes, sejam eles assumidos ou não assumidos.

Conforme está nas páginas sagradas, nunca houve e não haverá espaço
para críticas preconceituosa e desumana aos gays, a Igreja, o povo de Deus
sempre foi chamado em todo tempo para resistir as tais práticas e ao mesmo
tempo amar a todos independente do que eles fazem ou deixam de fazer. A
igreja de Cristo nunca foi homofobica.
Bibliografia

Bíblia. Português. Bíblia do Ministro: nova versão internacional. Tradução


pela comissão de tradução da Sociedade Bíblica Internacional. 1. ed. São Paulo:
Editora Vida, 2003

Dicionário Bíblico Universal, São Paulo, Editora Vida, 1981

Dicio. Disponível: https://www.dicio.com.br/homossexualismo/ Acesso em


03 de Junho de 2018

Slott: Grandes questões sobre o sexo p.183 -184