Vous êtes sur la page 1sur 7

1

AROEIRA
Aroeira
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Nota: Para outros significados, veja Aroeira (desambiguação).

Aroeira

Schinus terebinthifolius

Classificação científica

Reino: Plantae

Divisão: Anthophyta

Classe: Magnoliopsida

Ordem: Sapindales

Família: Anacardiaceae

Género: ver texto

Aroeira ou arrueira é o nome popular de várias espécies de árvores da


família Anacardiaceae.
Destacam-se entre elas:

 Astronium fraxinifolium Schott & Spreng. - aroeira-do-campo, aroeira-vermelha,


gonçalo-alves, nativa dos cerrados do Brasil central.
 Lithraea molleoides (Vell) Engl. - aroeira-branca, aroeira-brava, aroeira-do-brejo,
aroeira-da-capoeira, bugreiro, nativa de várias formações do sul e sudeste do Brasil.
2

 Myracrodruon urundeuva Allemao (ex- Astronium juglandifolium Griseb., Astronium


urundeuva (Fr. All.) Engl.) - aroeira-do-campo, aroeira-da-serra, urundeúva, nativa
da caatinga e do cerrado, desde o Ceará até o Paraná.
 Aroeira-salsa, aroeira, aroeira-mole, fruto-de-sabiá, nativa dos campos de altitude do
sul do Brasil.
 Schinus terebinthifolius Raddi - aroeira-mansa, aroeira-vermelha, aroeira-precoce,
aroeira-pimenteira, aroeira-do-sertão, nativa de várias formações vegetais do
nordeste, centro-oeste, sudeste e sul do Brasil. Muito apreciada na culinária francesa,
onde é conhecida como poivre-rose, a pimenta rosa.
 Schinus molle - aroeira-salso, aroeira-periquita.
 Pistacia lentiscus L. – Espécie nativa da região mediterrânica e da Macaronésia,
conhecida como aroeira ou lentisco.

Referências[editar | editar código-fonte]


 Lorenzi, Harri: Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas
arbóreas do Brasil, vol. 1. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2002, 4a.
edição. ISBN 85-86174-16-X
 Lorenzi, Harri: Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas
arbóreas do Brasil, vol. 2. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2002, 2a.
edição. ISBN 85-86174-14-3

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


 Planta brasileira pode desarmar bactéria resistente a antibiótico
Este artigo sobre a ordem Sapindales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode
ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Categorias:

 Anacardiaceae
 Árvores de clima marítimo temperado
 Árvores de clima mediterrânico

 A mais indicada para o consumo é a aroeira mansa, já que as outras (como as


brancas ou bravas) causam efeitos semelhantes a urticária, edemas e
eritemas! Portanto, é bom saber os tipos de aroeiramansa, as
recomendadas: aroeira-do-campo, almecegueira, lentisco, rasteira, mole e
outras.

 Benefícios e receita do chá de aroeira - Chá Benefícios


 https://www.chabeneficios.com.br/beneficios-e-receita-do-cha-de-aroeira/

Tudo sobre aroeira: propriedades e


benefícios para a saúde
3

A aroeira é uma planta nativa de regiões Andinas e do Brasil, principalmente das regiões
frias como Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Seu nome científico
é Schinus molle e, popularmente, pode ser encontrada com nomes diferentes, como
anacauita, araguaraíba, aroeira, aroeira-da-praia, fruto-de-sabiá, pimenteiro, entre outros.
É uma espécie que pode atingir até 15 m de altura e 30 a 60 cm de diâmetro em idade
adulta.

Como a aroeira pode ser usada?


Possui importância econômica, pois são vários os usos e serviços possíveis, como a
extração de compostos que podem ser utilizados no tratamento de redes de pesca e de
peles, como o couro. Também pode ser utilizada como inseticida, e em perfumes.

A madeira também recebe diferentes usos, como lenha e moirões na construção civil. Na
encosta da Serra do Sudeste, a aroeira tem sido muito utilizada como palanque para
sustentação de pomares de videira. Na apicultura, sua florada abundante oferece grande
quantidade de pólen e néctar para as abelhas domésticas, um dos importantes visitantes
das aroeiras floridas.

Na gastronomia, seus frutos são conhecidos como pimenta rosa, utilizadas para
acrescentar sabor e refinamento aos pratos. O sabor suave é levemente apimentado da
aroeira vermelha, bem como sua bonita aparência, de uso decorativo, permite o seu
emprego em variadas preparações, podendo ser utilizada na forma de grãos inteiros ou
moídos.

Das suas folhas, através do seu extrato seco, o principal benefício fitoterápico é ajudar na
redução da secreção de ácidos no estômago. Por essa ação, suas folhas são utilizadas no
tratamento de úlcera gástrica. As últimas pesquisas apontam também para uma possível
diminuição das dores articulares.

O óleo essencial é responsável especialmente pela ação antimicrobiana contra vários tipos
de bactérias e fungos, bem como atividade repelente contra a mosca. Além de utilizado na
forma de loções, géis e sabonetes para limpeza de pele, coceiras, espinhas (acne),
manchas, desinfecção de ferimentos, micoses e para banhos.

Em algumas regiões, seu uso também é direcionado para tratar tosse e bronquite.

Conheça as propriedades e os
benefícios da Aroeira
Aroeira é uma planta medicinal, também conhecida como aroeira vermelha,
aroeira-da-praia, aroeira mansa ou corneíba, que pode ser utilizada como remédio
caseiro para tratar doenças sexualmente transmissíveis.
O seu nome científico é Schinus terebinthifolius Raddi e pode ser comprada em
algumas lojas de produtos naturais e em farmácias de manipulação.
4

Para que serve a Aroeira


A aroeira serve para tratar febre, reumatismo, sífilis, úlceras, azia, gastrite, tosse,
bronquite, íngua, diarreia, cistite, dor de dente, artrite, distensão dos tendões e
infecções da região íntima.
infecções da região íntima.

Propriedades da Aroeira
As propriedades da aroeira incluem sua ação adstringente, balsâmica, diurética,
anti-inflamatória, antifúngica, antibactericida, tônica e cicatrizante ginecológico.
Modo de uso da Aroeira
Para fins terapêuticos são utilizadas as cascas, especialmente para fazer chá, e as
outras partes da planta, para preparar banhos.
 Infusão de aroeira para problemas de estômago: Adicionar 100 gramas do
pó da casca de Aroeira em 1 litro de água fervente. Tomar 3 colheres de sopa
ao dia.
 Banhos de aroeira para reumatismo e problemas de pele: Colocar 20 g de
cascas de aroeira em 1 litro de água e deixar ferver por 5 minutos. Coar e
tomar banho com a infusão morna.
Veja algumas indicações desta plata medicinal em:
 Remédio caseiro para doenças sexualmente transmissíveis
 Solução caseira para tirar manchas da pele
 Tratamento da inflamação da glândula de Bartholin

Efeitos colaterais da Aroeira


Os efeitos colaterais da aroeira incluem reações alérgicas na pele e mucosas.
Contraindicações da Aroeira
A aroeira está contraindicada para indivíduos com pele muito sensível.

Os 10 Benefícios da Aroeira
Para Saúde
Os Benefícios da Aroeira Para Saúde Pois, a Aroeira possui uma
grande quantidade de nutrientes que são essenciais para saúde geral do
corpo. Além disso, a Aroeira (Schinus terebinthifolius) é uma planta
medicinal também conhecida como Aroeira-mansa, Aroeira-
brasileira, Aroeira-vermelha, árvore-de-Aroeira, cabuí, cambuí, fruto-de-
5

sabiá, aguaraíba, Aroeira-do-brejo, pimenteira, corneíba, Aroeira-do-


Paraná, pimenta-rosa, dentre outros nomes populares. Pertence à família
Anacardiaceae. Então, confira Os 10 Benefícios da Aroeira Para
Saúde:
 Aroeira Para Saúde do Coração;
 Aroeira Para Combater a Bronquite;
 Aroeira Para Tratar Artrite;
 Aroeira Para a Circulação Sanguínea;
 Aroeira Para Cicatrização de Ferida;
 Aroeira Para Combater Infecções;
 Aroeira Para Saúde da pele;
 Aroeira Para Combater o Reumatismo;
 Aroeira Para Prevenir Sífilis.
Então, confira em detalhes Os Benefícios da Aroeira Para Saúde:

Benefícios da Aroeira Para Saúde do Coração: A Aroeira podem ser


consumida afim de melhora a saúde do coração. Pois, a Aroeira é rica
em capsaicinoides, que ajuda a reduzir o colesterol no organismo. Ele
auxilia na quebra do colesterol e ajuda na elimina-los. Além disso,
a Aroeira também ajuda no bloqueio da ação de um gene que pode
dificultar o fluxo de sangue nas artérias. Ele bloqueia a ciclooxigenase-2,
que pode contrair os músculos ao redor dos vasos sanguíneos.

Aroeira-mansa – Schinus terebinthifolius


Postada na 28 de outubro de 2013 por Raquel Patro — 6 Comentários ↓

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmail
6

Foto: Ives Clayton Gomes Goulart

 Nome Científico: Schinus terebinthifolius


 Nomes Populares: Aroeira-mansa, Aguaraíba, Aroeira do-sertão, Aroeira-brasileira, Aroeira-
da-praia, Aroeira-do-brejo, Aroeira-do-paraná, Aroeira-pimenteira, Aroeira-vermelha,
Bálsamo, Cabuí, Cambuí, Corneíba, Fruto-de-sabiá, Pimenta-rosa
 Família: Anacardiaceae
 Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Ervas Condimentares, Medicinal
 Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
 Origem: América do Sul, Argentina, Brasil, Paraguai
 Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
 Luminosidade: Sol Pleno
 Ciclo de Vida: Perene
A aroeira-mansa é uma árvore de pequeno a médio porte, capaz de alcançar de 5 a
9 metros de altura. Seu caule é um pouco tortuoso e a casca escura e fissurada. As
folhas são imparipinadas, com 8 a 12 centímetros de comprimento e 7 a 13
folíolos verdes, elípticos a obovados, com nervuras claras. A aroeira-mansa
é dióica, isto é, há árvores fêmeas e árvores machos. As flores são pequenas,
branco-esverdeadas, dispostas em inflorescências axilares e terminais do tipo
rácemo, e são muito atrativas para abelhas. Os frutos são pequenas drupas,
esféricas, rosadas a avermelhadas, que servem como condimento e alimentam as
aves silvestres. O florescimento ocorre na primavera e no outono e
o pólen abundante pode provocar reações alérgicas e irritações em pessoas
sensíveis.
A aroeira-mansa é uma árvore bastante interessante para arborização urbana. Seu
porte médio e a frutificação ornamental, aliados à rusticidade da planta, fazem
com que ela seja uma excelente escolha para o paisagismo, prestando-se como
arvoreta e cerca-viva. Ela também é indicada para reflorestamento de áreas
degradas, pois é uma árvore pioneira. A pimenta-rosa, o fruto da aroeira-mansa, é
muito popular na França, onde é utilizada na ornamentação e tempero de
preparações culinárias. Seu sabor é levemente picante e adocicado. Da aroeira
ainda se pode ser extrair madeira, própria para moirões e lenha, e óleos
essenciais, utilizados em fitoterapia.
Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, enriquecido com matéria
orgânica e irrigado nos primeiros anos de implantação. As podas de formação
estimulam uma copa mais densa, arredondada e bonita. Para a formação de
cercas-vivas as podas devem ser efetuadas cedo para estimular o surgimento de
múltiplos caules. A aroeira-mansa é considerada planta invasiva em muitos
países onde é exótica, devido a facilidade de propagação. Multiplica-se facilmente
por estacas e sementes.
Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar
essa informação.
 Facebook (o mais popular)
 Twitter (o mais rápido)
 Google Plus (o que mais cresce)
 Pinterest (o mais colorido)
 E-mail (o mais democrático)
 WhatsApp (o mais mobile)

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmail
7

Medicinal:
 Indicações: afecções respiratórias, candidíase, micoses, tumores, afecções da pele, febres,
artrite, erisipela, hipertensão, dor-de-dente, hemorragias
 Propriedades: antibiótica, antifúngica, cicatrizante, balsâmica, depurativa, hipotensiva
 Partes Utilizadas: folhas, frutos, cascas

Raquel Patro é gaúcha, radicada em Curitiba, e criou o site Jardineiro.net com a


missão de ajudar as pessoas a conhecer mais sobre plantas ornamentais,
jardinagem e paisagismo. Ela escreve de uma forma objetiva, técnica e ao mesmo
tempo leve e criativa, para que todos possam se beneficiar das informações. Com
mais de 11 anos de atuação, e cerca de 15 mil visitas diárias, o site Jardineiro.net é
referência absoluta no setor.