Vous êtes sur la page 1sur 251

82-P9008

MANUAL DE INSTRUÇÕES
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Conteúdo
1. INTRODUÇÃO 1
1.1 Conventions e terminologia ................................................................................................. 3
1.2 símbolos utilizados .............................................................................................................. 5
1.3 Informação de Segurança .................................................................................................... 7
1.4 CDeclaração E .................................................................................................................. 12
1.5 Principais características ................................................................................................... 14
1.6 Hespecificações ardware ................................................................................................... 16
1.7 Euplaca DENTIFICAÇÃO ............................................................................................... 19
1.8 vocênpacking e inspecção ................................................................................................. 21
1.9 requisitos elétricos ............................................................................................................ 23

2. DATALOG INTERFACE 8 OPERADOR 25


2.1.1 informações ................................................................................................................... 25
2.1.2 Calibration ..................................................................................................................... 27
2.2 Menu principal .................................................................................................................. 29
2.2.1 Ttela ransducer .............................................................................................................. 31
2.2.2 Iniciar ecrã condições / Fim .......................................................................................... 35
2.2.3 tela Graph ...................................................................................................................... 40
2.3 OPÇÕES ........................................................................................................................... 43
2.3.1 Ctela alibration .............................................................................................................. 45
2.4 Eucontras que aparecem no manual ..................................................................................... 2
2.5 histórico de revisão manual ................................................................................................. 4
2.6 Euntended e uso adequado ................................................................................................... 6
2.7 riscos e disposição ambientais .......................................................................................... 11

3. DESCRIÇÃO 13
3.1 teespecificações chnical .................................................................................................... 15
3.2 CONEXÃO e controle ...................................................................................................... 17

4. Instalação e Configuração 20
4.1 Colocação do sistema ....................................................................................................... 22
4.2 EuNSTALANDO o DATALOG 8 ................................................................................... 24
4.3 mapas de firmware ............................................................................................................ 25
4.3.1 opções ........................................................................................................................... 26
4.3.2 Test prazo ...................................................................................................................... 28
4.4 test Run ............................................................................................................................. 30
4.4.1 loggintela modo g .......................................................................................................... 33
4.4.2 Channtela de configurações el ....................................................................................... 37
4.4.3 tela de tabela de dados .................................................................................................. 42
4.5 Calibration ........................................................................................................................ 44
4.5.1 tela de configurações de hardware ................................................................................ 47
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Eu 82-P9008 Rev.2 EN

4.6 Barra de titulo ...................................................................................................................51

5. DataComm 2 SOFTWARE 53
5.1 Cespecificações omputer ..................................................................................................54
5.1.1 configurações de poupança de energia .......................................................................... 58
5.2 EuNSTALANDO o software ............................................................................................62
5.3 painel principal .................................................................................................................64
5.3.1 Connestatuto exão ......................................................................................................... 65
5.4 Gpainel de gestão rupo ......................................................................................................66
5.4.1 nome do grupo e cor ...................................................................................................... 67
5.4.2 loggcanais de er ............................................................................................................. 67
5.5 Cpainel de gestão hannel ..................................................................................................69
5.5.1 Connected Datalog ........................................................................................................ 70
5.5.2 Barra de status ............................................................................................................... 70
5.5.3 Tambémlbar .................................................................................................................. 71
5.5.4 As configurações de hardware ...................................................................................... 72
5.5.5 Cdados alibration .......................................................................................................... 72
5.5.6 Tleituras ransducer ........................................................................................................ 73
5.5.7 Tambémlbar .................................................................................................................. 74
5.5.8 níveis de entrada ............................................................................................................ 74
5.6 tepainel configuração r ......................................................................................................76
5.6.1 Tbase de ime ................................................................................................................. 77
5.6.2 condições de início ........................................................................................................ 78
5.6.3 Comece botão de teste ................................................................................................... 81
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/2015
5.6.4 Tlimites Ravel ............................................................................................................... 82
5.6.5 Zbotões ero .................................................................................................................... 84
5.6.6 Texibição ransducer ...................................................................................................... 85
5.6.7 Pare botão de teste ......................................................................................................... 85
5.7 Gpainel raph ...................................................................................................................... 87
5.7.1 Gráfico .......................................................................................................................... 87
5.7.2 Tambémlbar .................................................................................................................. 89
5.8 Rpainel eview ................................................................................................................... 91

6. vocêCantar a DATALOG 8 92
6.1 Gerenciamento de opções de sistema ............................................................................... 95
6.1.1 Changing o idioma de exibição ..................................................................................... 96
6.1.2 gerenciamento de memória USB .................................................................................. 99
6.1.3 Editar as configurações de hardware ........................................................................... 101
6.1.4 Utilizando um transdutor de deslocamento para medir estirpe ................................... 104
6.1.5 Performing uma calibração ......................................................................................... 107
6.2 Desligamento da unidade ................................................................................................ 113
6.3 RUnning o software ........................................................................................................ 115
6.3.1 Changing o idioma de exibição ................................................................................... 116
6.4 Configuring as unidades ................................................................................................. 117
6.4.1 Editar as configurações de hardware ........................................................................... 119
6.4.2 Loading uma calibração prévia ................................................................................... 123
6.4.3 Adicionaring um novo grupo ....................................................................................... 124

02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

iii
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN

6.4.4 Excluindo um grupo existente ..................................................................................... 125


6.4.5 Editar um grupo existente ........................................................................................... 126
6.5 Criação de transdutores ...................................................................................................127
6.5.1 Estabelecer limites de transdutor ................................................................................. 127
6.5.2 Utilizando um transdutor de deslocamento para medir estirpe ................................... 129
6.5.3 Utilizando extensómetros ............................................................................................ 130
6.6 RUnning um teste ...........................................................................................................131
6.7 Reviewing um teste prévio ..............................................................................................135
6.8 Cperder o software ..........................................................................................................136

7. MANUTENÇÃO 137
7.1 Omanutenção preventiva do perator ...............................................................................139

8. DIAGNÓSTICO E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS 140


8.1 Diagnostics ......................................................................................................................141
8.2 Troubleshooting ..............................................................................................................142
5

02/11/201

8.3 Eunfo ................................................................................................................................ 50


8.4 KEYBOARD ................................................................................................................... 52
8.5 Descrição .......................................................................................................................... 53
8.5.1 definições do endereço IP .............................................................................................. 55
8.5.2 configurações de controle de conta de usuário .............................................................. 60
8.5.3 Loarquivos de calibração de fábrica ADing .................................................................. 63
8.5.4 Tambémlbar .................................................................................................................. 64
8.5.5 lista de grupos ................................................................................................................ 65
8.5.6 Tambémlbar .................................................................................................................. 66
8.5.7 grupos existentes ........................................................................................................... 67
8.5.8 Barra de status ............................................................................................................... 68
8.5.9 Tambémlbar .................................................................................................................. 69
8.5.10 ChannInformações el mesa ............................................................................................ 70
8.6 Cpainel alibration ............................................................................................................. 71
8.6.1 Channnúmero el ............................................................................................................ 72
8.6.2 Transducer detalhes ....................................................................................................... 72
8.6.3 Cgráfico alibration ......................................................................................................... 73
8.7 Hpainel de configurações ardware ................................................................................... 74
8.7.1 Tleituras ransducer ........................................................................................................ 74
8.7.2 tensão de excitação ........................................................................................................ 75
8.7.3 Texibição ransducer ...................................................................................................... 76
8.7.4 UMAmodo QUISIÇÃO ................................................................................................. 77
8.7.5 pare de condições .......................................................................................................... 79

82-P9008 Rev.2 EN ii
8.8 Cpainel de configurações hannel ...................................................................................... 82
8.8.1 Sconfiguração dos comboios ......................................................................................... 83
DATALOG 8
Eumanual de
8.9 nstruction
tepainel de controlo r ........................................................................................................ 85
8.9.1 Tambémlbar .................................................................................................................. 85
8.9.2 Tempo gasto .................................................................................................................. 86
8.9.3 Tambémlbar .................................................................................................................. 87
8.10 Dpainel tabela ATA .......................................................................................................... 89
8.10.1 Tcapaz ........................................................................................................................... 89
8.10.2 Tambémlbars ................................................................................................................ 91
8.11 Ligar o aparelho ................................................................................................................ 93
8.11.1 Changing a data ea hora ................................................................................................ 95
8.11.2 Definir o endereço IP .................................................................................................... 97
8.12 Criação de transdutores ................................................................................................... 101
8.12.1 Estabelecer limites de transdutor ................................................................................ 103
8.12.2 Utilizando extensómetros ............................................................................................ 105
8.13 dados de registro ............................................................................................................. 109

9. vocêCANTAR O SOFTWARE DataComm 2 114


9.1 Gerenciamento de opções de sistema ............................................................................. 116
9.1.1 Changing a senha ........................................................................................................ 116
9.1.2 Changing o endereço IP .............................................................................................. 117
9.1.3 Performing uma calibração ......................................................................................... 120
9.2 Gerenciamento de grupos de transdutores ...................................................................... 124

ºé manual de instruções é parte integrante da máquina e devem ser lidas antes de utilizar a máquina e ser
seguramente mantido para referência futura.
CONTROLOS reserva todos os direitos deste manual; nenhuma parte ou toda podem ser copiados sem a
permissão por escrito da
CONTROLOS.

ºe uso correto deste equipamento deve ser rigorosamente respeitados, qualquer outro uso deve ser
considerado como incorrecto. O fabricante não pode ser responsabilizado por danos causados pelo uso
incorreto da máquina.
ºe máquina não deve ser adulterado por qualquer motivo. Em caso de adulteração, o fabricante declina qualquer
responsabilidade pelo funcionamento e segurança da máquina.

Este manual é publicado pela controles.

CONTROLOS reserva-se o direito de atualizar seus manuais, sem notificação, a fim de corrigir eventuais erros de
digitação, erros, actualização das informações e / ou actualização de programas e / ou acessórios.
Tais alterações serão inseridas na última edição do manual.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
ºé manual em Inglês é a versão original. Impresso na Itália.

82-P9008 Rev.2 EN iv 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1. IntroductioN
Tele DATALOG 8 é um registador de dados de múltiplos propósitos de oito canais que
podem ser usados para uma ampla variedade de aplicações laboratoriais e local. Medidas
para até oito transdutores são gravados simultaneamente em tempo real e exibido no grande
ecrã táctil a cores. calibrações de transdutores, seleção de idioma e de aquisição de dados são
gerenciados a partir da interface touchscreen baseado em ícones de fácil utilização. Os dados
são armazenados em um cartão de memória USB conectado à unidade.

Tele DataComm 2 (82-P9008 / SOF) é um software de aquisição de dados opcional que pode
ser usada para executar a unidade DATALOG 8 a partir de um PC. Até oito unidades pode
ser conectado a um PC, utilizando um concentrador LAN de alta velocidade, para criar um
sistema modular com até 64 canais. A partir do software, transdutores podem ser
organizados em grupos pelo operador para aquisição e gestão de diferentes testes
independente. Os dados de teste são armazenados diretamente no PC em formato ASCII e
pode ser carregado de volta para o software para revisão.

ºé manual está disposto da maneira seguinte:


Seções 1 e 2 contêm informações sobre o próprio Manual, aspectos ambientais e de
segurança, e as descrições e especificações para a DATALOG 8;
Seção 3 contém informações de instalação e configuração para o DATALOG 8;
A Seção 4 descreve as características e funções da interface de usuário
DATALOG 8;
Secção 5 descreve os procedimentos de instalação, características e funções do DataComm 2
opcional software;
Secção 6 descreve como operar o DATALOG 8 usando a tela sensível ao toque, com o
passo-a-passo
instruções para os procedimentos mais
comuns;
Secção 7 descreve como operar o DATALOG 8 usando o software DataComm 2, com
instruções de passo-a-passo para os procedimentos mais comuns;
Secções 8 e 9 contêm necessárias ações de manutenção e sugestões de solução de
problemas.

Tele
NOTA:
presente manual é atualizado para o produto é vendido com a fim de
conceder uma referência adequada para a operação e manutenção do
equipamento.
Tele manual podem não refletir quaisquer alterações ao produto que não impactam
serviço
operações.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/201 1 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.1 Ícones que aparecem no manual

ºécuidado.
ícone indica uma nota; por favor leia os itens marcados com este ícone com

ºé ícone indica uma advertência; os itens marcados com este ícone conter
informações de segurança para o operador e / ou engenheiro de serviço.

82-P9008 Rev.2 EN 2 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.2 Convençãos e terminologia

Tele seguintes convenções são usadas ao longo do manual:


THIS fonte é utilizada para os principais componentes
numeradas do firmware e software. Todos os outros
componentes são escritos emeste tipo de letra.
Values que pode ser selecionado ou inserido em células são
escritos em negrito.

Eun este manual o termo 'memory stick USB' refere-se ao dispositivo de armazenamento de
dados portátil que se conecta à tomada USB da unidade DATALOG 8. Ele também pode ser
conhecido como um 'pen drive USB', 'pen drive USB', etc.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 3 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.3 Manuahistória l revisão

Revisão / Data CA inscrição hange


Software / Versão do
firmware
Rev. 1/06 de agostoth 2015 Primeira versão manual.
SW v2.2.2 / v1.11 FW
Rev. 2/02 de novembrond 2015 A Fig. 5-2 na secção 5.2.1 corrigido.
SW v2.2.2 / v1.11 FW

82-P9008 Rev.2 EN 4 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.4 Símbolos utilizados

Eun este manual e no próprio equipamento são utilizados os seguintes ícones:

Símbolo Descrição

Dtensão angerous

CONFORMIDADE com as directivas CE

interruptor de alimentação:
0 = dispositivo não ligado à linha de
alimentação eu = dispositivo ligado à
linha de alimentação

02/11/2015 5 82-P9008 Rev.2 EN


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.5 intendeuso d e adequada

Tele DATALOG 8 é projetado para operar através de um ecrã táctil integrado ou com o
software PC DataComm 2.

Durante a operação normal, a área de trabalho é parte da frente da unidade. O painel traseiro
da unidade tem soquetes para conectar a fonte, o cartão de memória USB e os transdutores.
Eles são normalmente ligados durante a fase de instalação (secção 3.4).

TEle operador é responsável por ligar o equipamento, realizando a sequência do ensaio,


parar o equipamento, no caso estejam reunidas as condições de emergência e desligar o
equipamento.

TEle operador deve ser treinado no uso correto do equipamento e os aspectos de segurança
relativas à sua utilização.

TEle equipamento só deve ser utilizado conforme descrito


neste manual.

TEle equipamento nunca deve ser utilizado para fins diferentes daqueles para os quais foi
concebido e fabricado fins. Qualquer outro uso do equipamento pode acarretar riscos de
segurança imprevistos e deve, portanto, ser considerado impróprio e potencialmente
perigoso.

CONTROLS não vai ser responsabilizado por danos ou ferimentos resultantes do uso
indevido do equipamento.
DATALOG 8
02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 6 Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.6 Safety informações

ATENÇÃO:
Read completamente esta seção.

CONTROLS projeta e constrói os seus equipamentos em conformidade com os requisitos de


segurança relevantes; Além disso, fornece todas as informações necessárias para usar o
equipamento corretamente e todos os avisos relacionados com a utilização do equipamento.

CONTROLS não vai ser responsabilizado por:


 vocêse do equipamento que não seja o uso pretendido;
 DAmage para o equipamento e / ou o operador causada por qualquer instalação ou
manutenção outros que não os descritos neste manual, ou por uso inadequado ou
incorrecta procedimentos;
 modificações mecânicas e / ou eléctricos para o equipamento realizada durante ou após a
instalação, além daqueles descritos neste manual.

TEle equipamento não foi concebido para ser usado em uma atmosfera explosiva.

Eunstalação e qualquer intervenção técnica só podem ser efectuados por pessoal técnico
qualificado e autorizado pelo controles.

Opessoal técnico nly autorizados podem retirar a tampa e / ou ter acesso aos componentes
sob tensão.

Euf o operador detecta irregularidades ou danos durante o uso normal, ele / ela deve informar
imediatamente uma pessoa técnica autorizada.

atividades de manutenção e serviço só pode ser realizada por pessoal técnico autorizado que
foram devidamente treinados e aconselhados sobre os riscos residuais do equipamento.

Eut é a responsabilidade do comprador para garantir que o pessoal de operação do


equipamento foram devidamente instruídos sobre todas as questões de segurança e riscos
residuais relacionados com o equipamento.
02/11/201
DATALOG 8
7 82-P9008 Rev.2 EN
5 Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
Tele seguinte tabela lista as partes do equipamento que pode apresentar alguns riscos
residuais para a segurança do pessoal se as instruções contidas neste manual, e quaisquer
outros manuais fornecidos com o equipamento, não forem seguidas.

PErsonnel UMArea com riscos residuais


Operator UMAll componentes eléctricos têm de ser protegidos contra
eventuais derrames de água para evitar os perigos
associados.
Com as tampas removidas a partir de componentes
eléctricos, áreas com alta voltagem estão presentes.
Para proteção continuou fogo:
Os fusíveis dos componentes eléctricos têm de ser
substituídos com os do mesmo tipo e classificação;
Quando o equipamento é encontrado para ser defeituoso,
peças só devem ser substituídas por peças originais;
Eut é a responsabilidade da comprador para garantir que
as políticas de prevenção de incêndios são adequadamente
aplicadas de acordo com
Cdisposições E.

82-P9008 Rev.2 EN 8 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
Below é uma lista de todos os avisos presentes neste manual.

ATENÇÃO:
UMAdispositivos de segurança ll deve ser funcional em todos os momentos.
tampas de protecção danificados ou
dispositivos deve ser substituído imediatamente. Quando os componentes de
segurança são substituídos, os dispositivos de protecção devem ser
adequadamente ligado e testado. qualquer manipulação
dos dispositivos de segurança põe em perigo o pessoal de operação.

ATENÇÃO:
Eu estouuso adequado de sistemas de teste pode causar ferimentos ao pessoal e /
ou danos ao equipamento. Qualquer uso do equipamento diferente do descrito no
relevantes
manuais de instruções irá anular os termos da garantia do equipamento.

ATENÇÃO:
Euf o equipamento é trazido a partir de um ambiente frio dentro de uma sala
aquecida
condensação sobre e dentro de itens elétricos podem constituir um perigo e levar
ao mau funcionamento dos itens quando iniciado. Espere até que o equipamento
está em quarto
temperatura antes de ligar e a utilizá-la.

ATENÇÃO:
Tele aterramento geral deve respeitar as normas locais; incompatíveis qualidade
de aterramento pode ser perigoso para a segurança do operador e causar elétrica
componentes a funcionar mal.

ATENÇÃO:
Covers só pode ser removido por técnicos autorizados, utilizando o relevante
Ferramentas. UMAepois de realizar a manutenção / reparação, certifique-se
de que todas as tampas estão adequadamente substituído e protegido.

ATENÇÃO:
Babertura ntes / remoção de tampas, desligar a fonte de alimentação para o
dispositivo e
Wait pelo menos 1 minuto.

ATENÇÃO:
Avoid derramar água ou outros líquidos, mesmo acidentalmente, para aparelhos
electricos
equipamento, pois isso pode causar curto-circuitos. Antes de limpar o
equipamento, desligue-o da rede eléctrica.

ATENÇÃO:
Para proteção continuou incêndio, substitua os fusíveis com o mesmo tipo e
classificação. Além disso, em caso de falha, os componentes só pode ser
substituído usando peças originais. É a responsabilidade do comprador para
garantir que as políticas de prevenção de incêndios são
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction corretamente implementado de acordo com as
directivas CE.

02/11/201 9 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

ATENÇÃO:
Tele interruptor de alimentação, localizado próximo ao soquete da fonte de
alimentação, deve estar no off
( “0”) posição antes de conectar o cabo de alimentação para o fornecimento de
energia eléctrica.

ATENÇÃO:
Deixar de executar as acções de manutenção recomendadas ou manutenção
realizada por pessoas não autorizadas pode anular a garantia.
CONTROLS não será responsável pelas ações de manutenção e serviços
realizados por pessoas não autorizadas.

ATENÇÃO:
Ao operar com as tampas abertas / removido e a unidade ligados à rede
alimentação, cuidados devem ser tomados como de alta tensão está presente em
algumas partes da unidade. Apenas autorizado e técnicos de serviço qualificados
estão autorizados a abrir / retirar a tampa.
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 10
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.7 environmental riscos e disposição

INFORMAÇÃO PARA O PROPRIETÁRIO DO EQUIPAMENTO

Tele símbolo acima, quando ligado ao equipamento ou à embalagem relevante, indica que o
produto tem de ser eliminados separadamente de outros tipos de lixo, no final da sua vida
útil.

Tor conseguinte, ao descartar o produto, o proprietário deve fazê-lo em um ponto de coleta


apropriado para produtos eléctricos e electrónicos fornecidos pelas autoridades locais.

Tele descarte correto deste produto e o tratamento posterior incentiva a fabricação de


produtos utilizando materiais reciclados e limita o impacto ambiental do produto causada
pela eliminação inadequada.

Eu estouo descarte adequado do produto está sujeito às sanções previstas pelos regulamentos

locais. Consulte as leis e regulamentos locais para o descarte adequado do produto.


DATALOG
02/11/201
8
11 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual
5 de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1.8 CDeclaração E
ºé a página mostra uma cópia da declaração CE. O original é fornecido com o equipamento.

82-P9008 Rev.2 EN 12 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2. DESCRIÇÃON
Tele principais componentes da unidade DATALOG 8 são identificados abaixo. A figura
mostra o aparelho visto de trás.

5
4
3

Fig. 2-1

Ref. Descrição
1 Texibição ouchscreen
2 PTomada ower com fusível e interruptor on / off
3 vocêTomada SB para conexão USB memory stick
4 Tomada LAN para conexão ao PC (opcional)
5 soquetes mini-DIN para transdutores de conexão

02/11/201 13 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2.1 Main recursos

 UMAdjustable display gráfico de 5,7” ecrã táctil a cores


 8 canais de entrada independentes
 Numerical exibição gráfica e de leituras
 Compatible com células de carga, transdutores de pressão, medidores de tensão, LDT /
LVDT / potenciométricos transdutores de deslocamento
 resolução efetiva de 131.000 pontos
 Sampling taxa de até 500 leituras / segundo por canal através da LAN e até 10 leituras /
segundo por canal no modo local
 Cum ser usado no local, alimentado por uma fonte independente de alimentação portátil
(por exemplo, 82-P9008 / MTD) ou por uma bateria de automóvel utilizando o kit de
conector 82-P9008 / BAT1
 Grande capacidade de armazenamento de dados com memory stick USB (fornecido)
 modos de registro programáveis
 amostragem de dados simultânea de todos os canais de acordo com o modo de registo
seleccionado
 Cum ser controlado por software PC dedicado (opcional) via conexão LAN / Ethernet
 vocêp 8 unidades podem trabalhar em uma rede criando um sistema modular com até 64
canais independentes (apenas disponível quando utilizar o software PC)
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 14
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2.2 TechnicaL especificações

 Fonte de alimentação: 110-230 V, 50-60 Hz, 1 ph


 Número de canais: 8
 taxa de amostragem: até 10 leituras / segundo por canal por USB, até 500 leituras /
segundo por canal através da LAN
 resolução efetiva: 131.000 pontos
 Cport omunicação: LAN / Ethernet
 conexão de PC: opcional
 tensão de excitação (VEXC): a partir de 1 V a 10 V, para cada par de canais (até 4)
 NEDE modo: até 8 unidades
 Dentrada atalogger: 0-10 V; 0-20 mA
 Software: opcional, DataComm 2 (82-P9008 / SOF)
 Calibration: calibrações individuais de hardware de todos os canais geridos pelo firmware
 Dimensions: L290 x D195 x H100 mm (com tela totalmente levantada e cartão de
memória USB fornecido conectado: L290 x P250 x H241 mm)
 Peso: 2,5 kg
Nota: todas as dimensões e pesos são aproximados.

02/11/201 15 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2.3 Hardwarespecificações e

Gcaracterísticas eral
Name DADOSLOG 8
Fabricante CONTROLS, Liscate (MI) Itália
Código do produto 82-P9008
Rated tensão de linha 110-230 VAC
frequência de linha 50-60 Hz
Número de fases Mono
corrente máxima 300 mA @ 230 VCA
Método de entrada de Cabo de linha e plugue
energia
Peso 2,5 kg
Hoito 100 mm (241 mm com visor totalmente levantada)
comprimento 290 mm
Depth 195 mm (250 mm com USB fornecido ligado)
Nota: todas as dimensões e pesos são aproximados.

Ecaracterísticas AMBIENTAL
Ogama de temperaturas peracio +15 a +40 ° C
Ohumidade relativa peracio
(RH) <50% RH @ 40 ºC

82-P9008 Rev.2 EN 16 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2.4 connection e controle

Tele seguintes conexões estão localizadas na parte de trás da unidade:


 1 não. soquete de energia para conexão à fonte de alimentação
 1 não. entrada USB para a conexão de um dispositivo de memória USB para armazenar
dados de teste
 1 não. Tomada LAN para conexão a um PC com o software DataComm 2 (opcional)
 8 não. soquetes mini-DIN para conexão de transdutores de medição

Tele interruptor de energia está localizado na parte de trás do aparelho, por cima da tomada de
potência (fig. 2-2).

Fig. 2-2
Tele números de canal usados no firmware da unidade correspondem às tomadas Mini-DIN
como mostrado na Fig. 2-3 abaixo.

2 4 6 8

1 3 5 7

Fig. 2-3

Transducers com um tampão Lumberg estão ligados às tomadas de mini-DIN utilizando


cabos adaptadores, tais como P9008 / ELT (pacote de 4). Quadro 2-1 mostra como os pinos
dos dois tipos diferentes de conector deve ser ligado.

o controlo total da unidade é conseguida usando o ecrã táctil montado na base. Em


alternativa, o aparelho pode ser controlado usando o software DataComm 2 (82-P9008 /
SOF).

Nota: quando usado com o software DataComm 2, até oito unidades pode ser conectado a
um PC utilizando um comutador Ethernet (por exemplo, 26-WF4645). Quando mais do que
uma unidade está ligado ao PC, os números de canais são atribuídos no software de acordo
com o endereço de IP de cada unidade, com a primeira unidade com números de canal de 1
a 8, o segundo números de unidade de 9 a 16 e assim por diante. Os endereços IP são
atribuídos no firmware de cada unidade. Ver secções 3.4 e 6.2.3.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/201 17 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

euumberg Mini-DIN

Número do PIN Número do PIN Descrição


1 4 + V Excitação
2 3 + Signal
3 5 - V Excitação
4 2 - Signal
5 - Not conectado
6 - Escudo

Tabela 2-1

82-P9008 Rev.2 EN 18 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2.5 identification placa

EuDENTIFICAÇÃO placas com o número de modelo e um único número de série pode ser
encontrada ligada à unidade, perto de tomada de alimentação eléctrica. Um exemplo é
mostrado abaixo.
5

02/11/201
Rev.2 EN DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1
9

8
2
-
P
9
0
0
8
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

3. MontagemN E CONFIGURAÇÃO
Tele instruções dadas neste capítulo descrevem como instalar e ligar a unidade DATALOG 8
corretamente, a fim de que ele pode ser utilizado normalmente. procedimentos iniciais de
inspecção, os requisitos de energia e instruções para instalar a unidade estão incluídos.

Tele informações deste capítulo é destinado a pessoal treinado de


serviço.

Tele fornecedor da unidade pode fornecer a assistência ea assessoria técnica necessária para
a pré-instalação; todas as fases de pré-instalação estão ao custo do comprador e deve ser
realizada em conformidade com as indicações dadas abaixo.

ATENÇÃO:
UMAdispositivos de segurança ll deve ser funcional em todos os momentos.
tampas ou dispositivos de proteção danificadas devem ser substituídas
imediatamente. Quando os componentes de segurança são substituídos, os
dispositivos de protecção devem ser adequadamente ligado e testado. qualquer
manipulação
dos dispositivos de segurança põe em perigo o pessoal de operação.

ATENÇÃO:
Euf o equipamento é trazido a partir de um ambiente frio dentro de uma sala
aquecida
condensação sobre e dentro de itens elétricos podem constituir um perigo e levar
ao mau funcionamento dos itens quando iniciado. Espere até que o equipamento
está à temperatura ambiente antes de ligar e a utilizá-la.

ATENÇÃO:
Tele aterramento geral deve respeitar as normas locais; aterramento incompatíveis
qualidade pode ser perigoso para a segurança do operador e causar componentes
elétricos ao mau funcionamento.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 20 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

3.1 Unpacking e inspecção

TEle unidade foi cuidadosamente verificada tanto mecanicamente e eletricamente antes da


expedição; ele deve ser inspeccionado para qualquer dano que possa ter ocorrido durante o
transporte.

NOTA:
Euf o material contentor de transporte ou a embalagem estiver danificada, ele deve
ser mantido até que o aparelho tenha sido mecanicamente e electricamente
marcada.
Euf há danos mecânicos e / ou o conteúdo estiver incompleto, por favor notifique
o representante CONTROLES local.
Euf o recipiente de transporte é danificado ou mostra o sinal de tensão, notificar o
transportador, bem como um representante da CONTROLO. Guarde o material
de transporte para o portador de
inspeção e, se possível, tirar algumas fotos.

ATENÇÃO:
Euf o equipamento é trazido a partir de um ambiente frio dentro de uma sala
aquecida
condensação sobre e dentro de itens elétricos podem constituir um perigo e levar
ao mau funcionamento dos itens quando iniciado. Espere até que o equipamento
está à temperatura ambiente antes de ligar e a utilizá-la.

vocêNPACK todos os componentes; certifique-se de que você possui cada item e verifique
se eles estão em boas condições.

Tele DATALOG 8 compreende:


 1 não. unidade DATALOG
 (Opcional) um CD com o software (arquivos e calibração do transdutor, se for o caso)
 1 não. memory stick USB *
 1 não. cabo LAN *
 1 não. cabo de energia*
 1 não. stylus touchscreen *
* Estes itens são mostrados na Fig. 3-1 abaixo.
DATALOG 8
Eumanual de
Fig. 3-1 nstruction

02/11/201 21 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

3.2 placement do sistema

Tele DATALOG 8 unidade deve ser posicionado em um local conveniente, de modo que a
transdutores e cartão de memória USB pode ser facilmente conectado, eo interruptor de
alimentação pode ser facilmente acessado.

Tele área em torno da unidade deve ser mantido livre de obstáculos e de substâncias que
podem causar pessoal a escorregar ou tropeçar.

Eut é a responsabilidade do comprador para fornecer um local de instalação com iluminação

adequada. A unidade necessita de circulação de ar adequado ao seu redor para assegurar um

arrefecimento adequado do interno


dispositivos.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 22 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

3.3 electricarequisitos l

Tele tabela abaixo mostra as especificações eléctricas da unidade DATALOG 8.

Descrição Eespecificações EUROPEUS


tensão monofásica 110-230 VAC
Freqüência 50-60 Hz
corrente máxima 300 mA @ 230 VCA

TEle equipamento deve ser conectado a um sistema de aterramento adequado, cuja eficiência
deve ser verificada por pessoal qualificado. À massa deve ser através do cabo de alimentação,
tal como especificado acima.

ATENÇÃO:
Tele aterramento geral deve respeitar as normas locais; incompatíveis qualidade de
aterramento pode ser perigoso para a segurança do operador e causar elétrica
componentes a funcionar mal.

Tele linha de alimentação devem estar equipados com um dispositivo de segurança


(disjuntor e falha de terra) de uma capacidade adequada no que diz respeito às especificações
elétricas fornecidas acima.

TEle unidade é auto-protegido por fusíveis. Em caso de sobrecarga, o fusível desliga a


unidade automaticamente a partir da linha de alimentação. O fusível está localizado na parte
de trás do aparelho, perto da tomada de corrente (Fig. 3-2).

Fig. 3-2

ATENÇÃO:
Para proteção continuou incêndio, substitua os fusíveis com o mesmo tipo e
classificação. Além disso, em caso de falha, os componentes só pode ser
substituído usando peças originais. isto
é a responsabilidade do comprador para garantir que as políticas de prevenção de
incêndios são adequadamente aplicadas de acordo com as directivas CE.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/201 23 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

3.4 installing o 8 DATALOG

ATENÇÃO:
Tele interruptor de alimentação, localizado próximo ao soquete da fonte de
alimentação, deve estar no off
( “0”) posição antes de conectar o cabo de alimentação para o fornecimento de
energia eléctrica.

1. Ligue o cabo de alimentação fornecida na tomada de alimentação de alimentação da


unidade (Fig. 3-3) e, em seguida, ligar o cabo para o fornecimento de energia eléctrica.

Fig. 3-3

2. Euf você estiver usando o software DataComm 2 para controlar a unidade, conecte o
cabo LAN fornecido à tomada LAN localizado na parte de trás da unidade. Se você
estiver usando apenas uma unidade, conecte a outra extremidade do cabo à tomada LAN
do PC. Se você estiver conectando mais de uma unidade para o PC, conecte a outra
extremidade do cabo a um switch Ethernet (por exemplo, 26-WF4645). O interruptor
deve ser ligado ao PC de acordo com as instruções do fabricante.

3. Euf os transdutores foram calibradas na fábrica, que vai ser marcado com o número de
série da unidade e o número de canal que foram ligados em quando calibrado. Ligue
cada transdutor nas tomadas mini-DIN na parte de trás da unidade que corresponde à
etiqueta. Consulte a Fig. 2-3, na página 17 para a configuração de canal. Cabos
adaptadores (por exemplo, P9008 / ELT) são necessários para ligar transdutores com
tampões Lumberg.
Nota: os canais são agrupados em pares, com respeito à tensão de excitação (VEXC). Os
transdutores que requerem a mesma VEXC Deve ser, por conseguinte, ser ligado ao
mesmo par de canais (1 & 2, 3 & 4, 5 & 6, 7 e 8). Se uma célula de carga com um V EXC
de 9 V está conectada a um canal emparelhado com um transdutor de deslocamento com
um VEXC de 10 V, ambos os canais serão padrão para o valor mais baixo de 9 V.
Consulte as seções 4.5.2 e 6.3.1 para mais detalhes.

4. UMAtransdutores de ny que não foram calibrados na fábrica antes do envio não deve ser
ligado até que as configurações de hardware tiverem sido verificados. Antes de ligar os
transdutores, siga secção 6.1 (Mudar a unidade) e ponto 6.3.1 (Editar as configurações de
hardware). Em seguida, desligar a unidade (secção 6.5) e tapar os transdutores para
dentro dos canais apropriados.


NOTA
:
Ligar a unidade DATALOG 8 com configurações de hardware incorretas para
os transdutores conectados podem causar danos ao equipamento. Controles não
será responsabilizado por danos causados ao equipamento devido ao hardware
incorreta
DATALOG 8
Eumanual de
configu nstruction
rações.

82-P9008 Rev.2 EN 24 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4. DATALOL 8 de interface OPERADOR


ºé secção descreve as diferentes funções da interface de ecrã táctil que é usado para controlar
a unidade DATALOG 8 no modo de stand-alone. Para um guia de navegação rápida, ver os
mapas de firmware em 4.1 abaixo. Instruções para operar o aparelho usando a tela sensível
ao toque são dadas na secção 6.

Tele
NOTA:
interface touchscreen é bloqueada quando o aparelho estiver conectado a um
PC rodando o software opcional DataComm 2. controle total da unidade é através
do software.


NOTA:
Tele touchscreen deve ser operado usando a caneta fornecida. Hitting o
ecrã táctil pode danificá-la fortemente. Nunca use uma caneta ou um objeto
pontiagudo como danos
para pode resultar do equipamento. A garantia será anulada se a tela está
danificado devido ao uso indevido.

4.1 Firmwarmapas e
4.1.1 1 Info
02/11/201
DATALOG 8
25 82-P9008 Rev.2 EN
5 Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.1.2 2 Opçãos

82-P9008 Rev.2 EN 26 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.1.3 3 Calição ra b

02/11/201 27 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.1.4 4 test prazo

82-P9008 Rev.2 EN 28 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.2 Main menu


Tele MENU PRINCIPAL (FIG. 4-1) é apresentada quando o aparelho é ligado e pode ser
devolvida para fechando outros painéis.

Fig. 4-1
No menu principal, quatro opções podem ser selecionadas:
 Execução de teste - para selecionar intervalos de registro e início do teste / stop
condições, zero leituras e executar um teste (ver secções 4.3 e 6.4)
 calibragem - para configurar as definições de hardware dos canais de transdutor (tensão
de excitação e nível de entrada) e realizar calibrações (ver secções 4.5, 6.3.1 e 6.3.5)
 opções - para definir a data ea hora e endereço IP da unidade, para alterar o idioma de
exibição e gerenciar o cartão de memória USB (ver secções 4.4 e 6.2)
 @Info - para ver CONTROLES informações da empresa, o número da versão do
firmware, o número de série da unidade eo endereço IP ea máscara de sub-rede para
ligação ao PC (ver secção 4.6)

02/11/201 5
DATALOG 8
29 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.3 Test Run


Selecionando o ícone Operação de teste da principal MENU abre o TELA
TRANSDUTOR DISPLAY (Fig. 4-2 & 4.3.1). A partir deste ecrã, o
modo de registo pode ser seleccionado (4.3.2), as condições
iniciais e finais podem ser ajustados (4.3.3), limites para
cada transdutor pode
ser inseridos (4.3.4), e um teste pode ser iniciado.

Fig. 4-2

Fig. 4-3
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 30
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
4.3.1 1 Transdu cer displa tela y
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte inferior da tela antes registro for iniciado
(Figura 4-2.):
 SAZEDO - para iniciar o registro de dados.
Nota: todos os canais activados são registados simultaneamente nos intervalos de tempo
seleccionados (ver abaixo). Os canais podem ser ativado / desativado naCHANNEL
DEFINIÇÕES TELA (4.3.4).
 INTV LOGGING - para abrir o registro MODE SCREEN (4.3.2) em que
os intervalos de registo de dados podem ser geridos.
 NOME DO ARQUIVO - para introduzir um nome de arquivo para os dados registrados.
NOTA: dados só serão salvas se um memory stick USB é conectado à unidade. Os dados
são armazenados em um arquivo .txt separado por tabulações.
NOTA: o nome do arquivo pode ter até 8 caracteres e não deve conter espaços.

Tbotões stas estão disponíveis na parte inferior da tela depois de registro for iniciado (Figura
4-3.):
 STOP - para parar o registro de dados.
 MANUAL LOG - para adicionar as leituras atuais para o arquivo de dados. (A linha é
marcada como um registo de utilizador na coluna nota do ficheiro.)
 VIEW GRÁFICO - para abrir o ecrã de gráficos (4.3.5) onde os dados registrados para
qualquer canal pode ser representada graficamente, e a partir de onde os dados tabelados
pode ser visualizado.

Tele seguinte é mostrado para cada um dos canais habilitados da unidade (ver Fig 4-4.):

Ref. Descrição
1 Cnúmero hannel
2 leitura ao vivo transdutor
Nota: as casas decimais e unidades de medição estão definidos na
CALIBRATION SCREEN (4.5.1).
NOTA: quando a leitura está dentro dos limites superiores e inferiores durante o
registro, o
fundo da célula é verde; se a leitura sai dessa faixa fundo fica vermelho.
Tocar a leitura antes de iniciar sessão começa abre aCHANNEL
DEFINIÇÕES TELA (4.3.4) em que os limites são estabelecidos.
3 curso mínimo e máximo
NOTA: estes valores indicam as leituras mais altas e mais baixas ao vivo
alcançados pelo transdutor. Eles só são atualizados durante o registro.
4 RESTABELECER button, para redefinir os valores viagem mínimo e máximo para
zero
5 ZERO botão, para definir o transdutor lendo a zero
NOTA: este botão só está disponível antes do início do registro de dados. Se um
deslocamento zero é
aplicada, as leituras do transdutor irá ser relativo a esta compensação.
3

4
1

2 5

Fig. 4-4
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 31 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Cperdendo a tela retorna ao menu principal.


NOTA: a tela não podem ser fechadas enquanto os dados está registrando.

82-P9008 Rev.2 EN 32 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
4.3.2 2 loggincreen g modo s
ºé tela (fig. 4-5) é para definir os intervalos de registo para aquisição de dados.
To ver a tela, selecione o botão LOGGING INTV na parte inferior da tela TRANSDUCER
EXIBIÇÃO antes registro for iniciado (ver 4.3.1 e Fig. 4-2).

Fig. 4-5
Tele modo de registo é seleccionado ao tocar no botão ao lado da opção desejada; o botão fica
azul quando o modo selecionado. Uma opção pode ser selecionada a partir do seguinte:
 modo linear - seleccionar este modo para log leituras em intervalos regulares. A célula
adjacente é para entrar no intervalo em segundos.
Por exemplo: a entrada de um intervalo de 1,00 (., Como mostrado na figura 5/4) dá
leituras em tempos gastos de 1,0, 2,0, 3,0 segundos e assim por diante ...
 modo polinomial - este modo utiliza a fórmula A x leitura númeroB para calcular
intervalos de registo em segundos, em que A é o valor introduzido na primeira célula
adjacente (esquerda) e B é o valor na segunda célula (direita).
Por exemplo: utilizando um = 15,0 & B = 2,0 (., Como mostrado na figura 5/4) dá
leituras em tempos gastos de 0,25, 1, 2,25, 4, 6,25, 9, 12,25, 16 minutos, e assim por
diante ... que é adequado para uma fase de consolidação isotrópica BS1377.
 modo exponencial - este modo utiliza a fórmula Um número x cobertura com pão ralado
para calcular intervalos de registo em segundos, em que A é o valor introduzido na
primeira célula adjacente (esquerda) e B é o valor na segunda célula (direita).
Por exemplo: utilizando um = 3,6 & B = 2,0 (., Como mostrado na figura 5/4) dá leituras
em tempos decorridos de 0,12, 0,24, 0,48, 0,96, 1,92, 3,84, 7,68, 15,36 minutos, e assim
por diante ... que é adequado para um ASTM edométricos consolidação.
NOTA: os números podem ser alterados tocando no número e inserindo um novo valor
usando o
TECLADO.

02/11/201 5
DATALOG 8
33 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
 mesa intervalos - seleccionar este modo para leituras em intervalos programados pelo
operador de registro.
Tele intervalos são inseridos em uma tabela que é aberta, selecionando o texto “mesa
Intervalos”. Ver Fig. 4-6.
NOTA: para alterar os intervalos de tempo, toque no valor e insira um número (em
segundos), utilizando o TECLADO. Os valores são salvos automaticamente quando a tela é
fechada. números de leitura com um intervalo de tempo de 00000 não será registrado.
NOTA: uma leitura de início é automaticamente gravado em
zero minutos.

Fig. 4-6
Escala do eixo X serve para definir o máximo de escala do eixo x do gráfico (ver 4.3.5). A
escala pode ser alterado por um toque no texto (Figura 4-7.) Até que o valor desejado seja
mostrado: as opções são 1 min, 5 min, 15 min, 30 min, 1 hora, 6 horas e 24 horas.

Fig. 4-7
Tbotão ele Condições Abre a tela CONDIÇÕES início / fim (4.3.3).

Cperdendo a tela retorna à tela TRANSDUCER DISPLAY (as alterações são salvas
automaticamente).
DATALOG 8
02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 34 Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
4.3.3 3 Stuma ta / Fim creen condição ss
ºé a tela (Fig. 4-8) é para definir as condições que a unidade usará para decidir se e quando
para iniciar e parar o registro.
To ver a tela, selecione o botão LOGGING INTV na parte inferior da tela TRANSDUCER
DISPLAY para abrir a tela LOGGING MODE e, em seguida, selecione o botão Condições
(ver 4.3.2 e Fig. 4-5).

Fig. 4-8
Tele condições são selecionados tocando no botão ao lado da opção desejada (s); o botão fica
azul quando a condição é selecionada.

UMAny da seguinte Scondições TART cum ser


seleccionado:
 atraso inicial - selecione essa opção para atrasar o início da exploração madeireira. A
célula adjacente é para entraro atraso tempo necessário, em minutos.
 limiar de leitura - selecione essa opção para iniciar o registro quando a leitura do
transdutor designado atinge um determinado valor. A célula é adjacente para a selecção
do número do canal e do transdutor entrar o valor limiar em unidades de medição. Para
alterar o canal, manter a tocar no número de canal até que a requerida é mostrado.
 Stempo tart - esta opção pode ser selecionada, se você quiser iniciar o registro em um
momento específico do dia (correspondente ao relógio interno do aparelho). A célula
adjacente é para entrar no tempo, em hh: mm: ss.
NOTA: os valores podem ser alterados tocando no número e inserindo um novo valor
usando o
TECLADO.
Euf mais de uma opção for selecionada, o registro será iniciado quando uma das condições
torna-se verdade, qualquer um que ocorrer primeiro. Se nenhum deles for selecionado, o
registo vai começar assim que o botão START na tela TRANSDUCER VISOR ser
aproveitado.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 35 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
UMAny da seguinte condições finais pode ser seleccionado:
 mamãetempo ximum - selecione essa opção para parar o registro depois de um
determinado período de tempo decorrido. A célula é adjacente para introduzir o tempo
desejado, em minutos.
 limite de dados registrados - selecione essa opção para parar o registro quando um
determinado número de leituras foram gravadas. A célula é adjacente para a introdução
do número de leituras.
 limiar de leitura - selecione essa opção para parar o registro quando a leitura do
transdutor designado atinge um determinado valor. A célula é adjacente para a selecção
do número do canal e do transdutor entrar o valor limiar em unidades de medição. Para
alterar o canal, manter a tocar no número de canal até que a requerida é mostrado.
 Fim do tempo - esta opção pode ser selecionada se você quiser log para parar em uma
hora específica do dia (correspondente ao relógio interno do aparelho). A célula adjacente
é para entrar no tempo, em hh: mm: ss.
NOTA: os valores podem ser alterados tocando no número e inserindo um novo valor usando
o
TECLADO.
Euf mais de uma opção for selecionada, o registo irá parar quando uma das condições torna-
se verdade, qualquer um que ocorrer primeiro. Se nenhum deles for selecionado, o registo
continuará até que o botão STOP na tela TRANSDUCER VISOR ser aproveitado.

Cperdendo a tela retorna à tela LOGGING MODE (as alterações são salvas
automaticamente).
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 36 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
4.3.4 4 channels ettin gs s creen
ºé tela (fig. 4-9) é a activação / desactivação de um canal, o estabelecimento de limites de
deslocação e a inserir as configurações de calibre.
To ver no ecrã, torneira na leitura do transdutor de canal requerida na tela TRANSDUTOR
DE VISUALIZAÇÃO (veja # 2 na Fig. 4-4 (página 31)).
NOTA: para acessar a tela que você deve digitar o código de acesso '00101'. Isto evita que
os dados a ser acidentalmente modificado.
Nota: o número do canal seleccionado é mostrado na BARRA DE TITULO.

Fig. 4-9
Tele seguintes configurações estão disponíveis para todos os canais:
 canal habilitado - quando o botão adjacente é de cor azul o canal é activado e será
registado. Quando o botão é preto o canal está desativado e nenhum dado será registrado.
O status pode ser alterado tocando no botão.
 Limite superior - isto é para definir um limite superior (máximo) limite de viajar para o
transdutor.
 Limite inferior - isto é para definir um limite (mínimo) de viagem mais baixa para o
transdutor.
NOTA: quando um limite é excedido durante o registro, o fundo do transdutor leitura na
transduçãoR ECRÃ fica vermelho para alertar o operador, que pode, então, tomar
as medidas adequadas. Os limites de viagem ou a capacidade de um transdutor pode ser
encontrada na documentação do fabricante. Os valores podem ser alterados tocando no
número e inserindo um novo valor usando oTECLADO.


NOTA:
UMAllowing um transdutor para exceder a sua capacidade pode causar danos ao
equipamento
ou dar leituras não confiáveis.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 37 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
 Scalc trem. habilitar- quando o botão adjacente é de cor azul o cálculo estirpe é activada:
a entrada para o comprimento de base é apresentada (ver abaixo) e, na tela
TRANSDUTOR DISPLAY, as unidades de leitura do canal será microtensão. O status
podeser alterada tocando no botão.
 Base de dados de comprimento - este campo é apresentado apenas se calc Strain.
permitir está ligado e é para introduzir a distância sobre a qual a tensão está a ser medido.
Esta poderia ser a distância entre os centros dos pontos de apoio (ver Fig. 4-10) ou o
comprimento do indicador, dependendo de quãoo medidor / transdutor está ligado à
amostra. O valor é usado para calcular a deformação da amostra em microtensão ( ):

μ= Ε × 10-6 = Δ × 10-6
�0
WAqui:
L é a deformação medido;
eu0 é o comprimento da base.
Tele valor pode ser alterado tocando no número e inserindo um novo valor usando o
TECLADO.


NOTA
:
Tele comprimento da base deve ser medida nas mesmas unidades como o
transdutor ligado ao canal de medição. Por exemplo, se o transdutor é calibrado
para medir mm, o comprimento da base deve ser introduzida em mm.

Amostra Base de
dados de
compriment
o

Fig. 4-10
Tstas configurações adicionais referem-se a medidores de tensão e está disponível apenas
quando UV é seleccionada para o nível de entrada no ecrã de definições de hardware (4.5.2)
(ver Fig 4-11.):
 fator de calibre K - esta é para introduzir o factor de conversão a mudança na resistência
calibre em um valor de deformação. Esse valor deve ser fornecido pelo fabricante. O
valor pode ser alterado tocando no número e inserindo um novo valor usando o teclado.
 Ponte - esta é para especificar a configuração do dispositivo de compensação de ponte de
Wheatstone (82-P0398). Toque o valor para alternar entre ½ e ¼.
 Voltage VEXC - este exibe a tensão de excitação definido nas configurações de hardware
SCREEN (4.5.2).

Cperdendo a tela retorna à tela TRANSDUCER DISPLAY (as alterações são salvas
automaticamente).
DATALOG 8
Eumanual de
82-P9008 Rev.2 EN 38 nstruction02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Fig. 4-11

02/11/201 39 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.3.5 5 graptela h
ºé ecrã (Fig. 4-12) parcelas de dados registados para os canais activados sobre um gráfico
com o tempo como eixo das abcissas (valores x). O gráfico é atualizado cada vez que uma
nova leitura é gravado.
To ver a tela, selecione o botão Visualizar gráfico na parte inferior da tela TRANSDUCER
Indicação após registro for iniciado (ver 4.3.1 e Fig. 4-3).

Fig. 4-12
One canal de cada vez é representada graficamente no gráfico. O canal é selecionado
tocando o número de canal botões coloridos na extrema esquerda da tela; o número do canal
seleccionado é apresentado no canto superior esquerdo do ecrã.

Tele escala eixo X é definido na tela de LOGGING MODE (4.3.2) antes de registro for
iniciado. Se o tempo de registo excede a escala, um outro gráfico que vai ser criado com a
escala de partida eixo-x, onde o anterior terminou. trama de dados irá continuar no novo
gráfico, com o processo repetido cada vez que a escala máxima é atingida. O número de
página gráfico é indicada no canto superior direito do gráfico (por exemplo, # 001 é a página
1). páginas gráfico anterior pode ser exibida tocando no ecrã nas áreas marcadas em
vermelho na Fig. 4-13.

Tele seguintes botões estão disponíveis na parte inferior da


tela:
 STOP - para parar o registro de
dados.
 MANUAL LOG - para adicionar as leituras atuais para o arquivo de dados. (A linha é
marcada como um registo de utilizador na coluna nota do ficheiro.)
 VDADOS IEW - para a abertura da tela de dados TABELA (4.3.6) onde tabulados dados
registados para todos os canais habilitados pode ser visualizado.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction Cperdendo a tela retorna à tela TRANSDUCER DISPLAY.

82-P9008 Rev.2 EN 40 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

◄ ANTERIOR NEXT ►

Fig. 4-13

02/11/201 41 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.3.6 6 Duma tela ta tabl e


ºé ecrã (Fig. 4-14) mostra uma tabela que contém os dados
registrados.
To ver a tela, selecione o botão de exibição de dados na parte inferior da tela Graph após
registro for iniciado (ver 4.3.5 e Fig. 4-12).

Fig. 4-14
Tele primeiro (à esquerda) coluna exibe o tempo decorrido em dias, horas, minutos e
segundos; o visor outras colunas de dados registados para todos os canais que estão activadas
(ver 4.3.4). As unidades de medida são apresentados no topo de cada coluna; os números de
canal estão na parte inferior.
NOTA: para atualizar a tela, fechar e reabri-la. canais de pessoas com mobilidade são
mostrados como ******.

Tele as setas à esquerda da tela são usados para rolar para cima e para baixo através das
páginas de dados; o número da página é mostrada acima das teclas de seta.

Cperdendo a tela retorna para a tela Graph.


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 42 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.4 Opçãos
Selecionando o ícone Opções no menu principal abre as opções do menu (Fig. 4-15).
As seguintes configurações podem ser gerenciados a partir deste menu:
 Data hora - para alterar a hora e data do relógio interno da unidade.
 Língua - para alterar o idioma de exibição.
 Rede - para alterar o endereço IP da unidade (somente necessária quando se utiliza a
DataComm 2 software).
 Memória USB - para selecionar qual ação tomar se não houver cartão de memória USB é
conectado, e para gerenciar o conteúdo do cartão de memória USB.
Consulte a seção 6.2 para obter mais informações e os procedimentos.

Fig. 4-15

02/11/201 43 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.5 calibragem
Selecionando o ícone CALIBRAÇÃO a partir do MENU PRINCIPAL abre o menu de
calibração (Fig. 4-16). A partir desta tela, calibrações podem ser visualizados ou
realizada para cada
de oito canais da unidade (seleccionando o botão apropriado número de canal, ver 4.5.1)
e as configurações de todos os canais de hardware pode ser definido (selecionando a tecla
Enter, ver 4.5.2).
NOTA: seja necessário um código para editar os dados de calibração e configurações de
hardware.

Fig. 4-16
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 44
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
4.5.1 1 Calib ra ção s creen
ºé tela (fig. 4-17) é para ver e executar a calibração do transdutor ligado ao canal
seleccionado.
To ver no ecrã, seleccionar o botão de número de canal apropriado a partir do menu de
calibração (ver 4.5 & Fig. 4-16).
Nota: o número do canal seleccionado é mostrado na BARRA DE TITULO.
NOTA: para editar os dados que você deve selecionar o EDITAR botão e digite a senha
'00101'. Isto evita que os dados a ser acidentalmente modificado.

4.5.1.1

4.5.1.2

4.5.1.3
4.5.1.4

Fig. 4-17
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte inferior da tela:
 EDITAR - para desbloquear a folha para edição.
 SAVE - este é mostrado depois da folha ter sido desbloqueado para a edição e é para salvar
quaisquer alterações feitas aos dados.
 RESTABELECER - este é mostrado depois da folha ter sido desbloqueado para a edição e é
para limpar os dados da tabela de calibração. Uma mensagem pede confirmação.
4.5.1.1 HAR dwa reco nf i gur ati on
ºé a área mostra a excitação do nível de entrada e tensão de definir para o canal. Os valores
não podem ser editadas aqui - eles são retirados da tela de configurações de hardware (4.5.2).
4.5.1.2 T ra ns duc er de caudas
Tcampos stas são para entrar as seguintes informações sobre o transdutor:
 identidade - um nome para o transdutor
 F.Escala - a escala / capacidade total do transdutor
 vocêlêndea - as unidades de medida que o transdutor é leitura

02/11/201 45 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
 DP - o número de casas decimais para exibir as leituras de transdutores (em todas as
telas)
NOTA: os valores podem ser alterados tocando no campo e inserindo um novo valor usando
o
TECLADO.
4.5.1.3 CAli br ati em ta e bl
TEle tabela contém dados para até oito pontos de
calibração.
Tele primeira (à esquerda) é coluna para introduzir os valores de referência - as leituras do
equipamento de referência (por exemplo micrómetro, indicador blocos, medidor de pressão)
- em unidades de medição. Os valores desta coluna pode ser mudado pressionando a célula e
inserindo um novo valor usando o teclado.
Tele segunda coluna (meio) exibe a leitura em divisões (bits) que corresponde ao
leitura de referência. Estes valores não podem ser inseridos manualmente - eles são
capturados por tocar no ícone na linha correspondente da terceira coluna (direita).
4.5.1.4 ReA di ng
Tele duas células exibir a leitura ao vivo em divisões (bits) e unidades de medida. a ZERO
botão é para definir o valor em unidades de medição a zero.

Cperdendo a tela retorna ao menu de calibração (as alterações não salvas serão
perdidas).
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 46 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
4.5.2 2 Difícilwa re s ss creen reparativos
ºé tela (fig. 4-18) é para visualizar e editar os níveis de excitação e a tensão de entrada de
todos os oito canais.
To ver a tela, selecione o botão Inserir do menu de calibração (ver 4.5 e Fig. 4-16).
NOTA: para editar os dados que você deve selecionar o EDITAR botão e digite a senha
'00101'. Isto evita que os dados a ser acidentalmente modificado.

Fig. 4-18
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte inferior da tela:
 EDITAR - para desbloquear a folha para edição.
 SAVE - isso é mostrado após a folha foi desbloqueado para a edição e é para salvar as
alterações feitas nas configurações.

Eun a unidade DATALOG 8, os canais são agrupados em quatro pares, com cada par tendo a
mesma tensão de excitação. A seguir são apresentados para cada par de canais (ver figura 4-
19.):

Ref. Descrição
1 Cleituras Hannel em divisões
2 Cnúmeros Hannel
3 Eunível ntrada para o primeiro canal
Tele nível de entrada pode ser alterado tocando no valor até que a opção
desejada é mostrada. As opções são: LOW (20 mV); ALTA (10 V); UV (20 mV,
para a estirpe
gAuges); mA (0-20 mA, para 0-20 e 0-40 transdutores MA). referência deve
ser feita a documentação recebida com o transdutor para garantir a
opção de correção é selecionada. Veja também a Tabela 4-1 na página
49.
02/11/201 47 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4 Vexcitação oltage
ºé pode ser ajustado para qualquer valor entre 0,5 e 10 V DC. O valor correto
deve ser escrito na documentação recebida com o transdutor. O mais adjacente
e botões menos são usados para alterar o valor. Veja também a Tabela 4-1 na
página 49.
5 Eunível ntrada para o segundo canal. Veja # 3 acima.

1 2 3 4 5

Fig. 4-19

Cperdendo a tela retorna ao menu de calibração (as alterações não salvas serão
perdidas).

82-P9008 Rev.2 EN 48 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
TEle tabela abaixo mostra as configurações de hardware para alguns dos transdutores mais
comumente fornecidos pelos controles:

Ttipo Capacity Pcódigo Sensibilida Nível de Vexcitaç


ransdu roduct de entrada ão oltage
cer
3,5 kN 28-WF0370 /
célula BAIX
para t 2 mV / V 9V
de carga O (20
100 kN pa
externa mV)
ra
1 28-WF6350/
28-WF0376
célula de BAIX
kN pa
t 2 mV / V 9V
carga O (20
a ra
submersív mV)
25 kN 28-WF6356
el 1000 kPa 28-WF6300
Pressão BAIX
para pa 100 mV fs 2V
(ESI) O (20
3500 kPa ra
mV)
28-WF6302
Pressão BAIX
1000 kPa 28-WF6300 1,5 mV / V 10 V
(GEFRAN) A
(20mV)
Pressão 20-700 BAIX
por exemplo 3 mV / V 6V
(GEFRAN) Barra O (20
82-P0700
mV)
deslocamento 10 mm 30-WF6207
HIGH
linear a pa 1,000 mV / 10 V
(10 V)
potenciométri 100 mm ra V
ca 30-WF6210
82-P0390
UV
medidor de 20000 V pa 2 mV / V 2V
(20 mV)
tensão folha ra
82-P0393
5 mm 82-P0340 / 5
BAIX
linear LDT a pa 2 mV / V 10 V
O (20
100 mm ra
mV)
82-P0340 /
2 mm 82-P0331
100 / A1
Souplifie HIGH
a pa 10 V fs 10 V
d (10 V)
10 ra
LVDT
milímetro 82-P0331 / C1
s - 0-20 mA mA
Csaída urrent - 10 V
4 - 20 mA (0 - 20 mA)

Tabela 4-1

02/11/201 49 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.6 Info
Selecionando o ícone @Info da principal MENU exibe uma tela
mostrando CONTROLES informações da empresa, o número da
versão do firmware e o endereço IP
e uma máscara de sub-rede para
conexão ao PC.

Fig. 4-20

82-P9008 Rev.2 EN 50 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.7 Title bar


Tele TÍTULO BAR corre ao longo da parte superior de cada tela e contém:
 Tele tela título ou, durante o registro, o nome do estado e arquivo de teste, se for o caso
 Tele data e hora de acordo com o relógio interno da unidade (isto pode ser definido no
OPÇÕES - ver secção 6.2)

 ºé ícone é exibido se a unidade detectou um memory stick USB conectado

 ºé ícone é exibido se a unidade estiver conectada a um PC através de um cabo LAN

Fig. 4-21

02/11/201 51 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4.8 keyboard
º. É a tela aparece automaticamente sempre que algo precisa ser digitado Se o campo for uma
entrada de texto, a tela exibe automaticamente um teclado 'qwerty' (Fig 4-22.); se exige um
número, um teclado numérico é exibido. Algumas das chaves são explicados abaixo.

6 2

5 3

Fig. 4-22

Ref. Descrição
1 CURbotões SOR (para mover o cursor para onde você deseja digitar)
2 COSTAStecla de espaço (para apagar caracteres)
3 tecla ESC (cancela a entrada e fecha a tela)
4 Ochave K (aceita a entrada e fecha a tela)
5 tecla MODE para alternar entre o modo alfabético e o modo numérico
6 tecla SHIFT (para digitação em maiúsculas)

82-P9008 Rev.2 EN 52 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5. DATACOMH 2 SOFTWARE
Tsua seção só é relevante se você tem o software DataComm 2 (82-P9008 / SOF).

ºé seção descreve todas as telas diferentes, botões e painéis que compõem o software. O
procedimento para instalar o software também é dada. Instruções de uso são dadas na secção
7.

5.1 Description
Tele software DataComm 2 é um programa opcional que pode ser instalado em um PC e
usado para controlar até oito DATALOG 8 unidades conectadas ao PC através de um switch
Ethernet ou um DATALOG 8 unidade ligada directamente ao PC. O software é usado para
controlar todas as funções da unidade DATALOG 8; quando o software estiver em execução,
o ecrã táctil da unidade está bloqueado.
Tele software tem muitas das mesmas funções que o firmware DATALOG 8 mas tem a
vantagem adicional de permitir que o operador para organizar os canais de todas as unidades
conectadas (até 64 canais) em grupos de testes ou aplicações particulares. Isto significa que
mesmo se você tiver apenas uma unidade, você pode executar vários testes, com diferentes
taxas de registro e começar vezes, simultaneamente. O registro pode ser programado para
começar e / ou terminar automaticamente quando forem respeitadas determinadas condições
(por exemplo, em um momento específico ou quando uma leitura do transdutor é atingido).

Quando
NOTA:
o DATALOG 8 está ligado a um PC executando o DataComm 2
software, o ecrã táctil está bloqueado.
02/11/201
DATALOG 8
53 82-P9008 Rev.2 EN
5 Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.2 Calcularespecificações r

Um PC é necessário com as seguintes especificações


mínimas:
 Pentium 4 ® 3 GHz CPU
 resolução de tela de 1024 x 768 pixels com qualidade de cor definida
para 32 bits
 1 GB de espaço livre no
disco rígido
 CD-ROunidade
M
 porta Ethernet 10/100
Mb
 sistema de 7 ou 8 operacional Microsoft
Windows
 RAM memória:: mínimo de 2 GB; 4GB
recomendado

Tele configurações do PC deve ser configurado conforme descrito nas seções a seguir antes
de instalar o software. As instruções são dadas para o Windows 7 e 8 sistemas operacionais.
Para verificar qual sistema operacional do PC tem, abra Painel de controle e encontrar
Sistema (ver Fig. 5-1).

Fig. 5-1
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 54 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
5.2.1 1 Endereço IP CONFIGURAR s
Tele propriedades da placa de rede deve ser definida conforme descrito abaixo.

5.2.1.1 W i ndows 7 Ope classificação Sys TEM

1. OPainel de controle da caneta. Selecione Centro de Rede e Compartilhamento e, em


seguida, selecione Alterar configurações do adaptador a partir do menu.

2. Seleccione a ligação LAN e, em seguida, clique em Alterar configurações desta conexão.

3. Selecione Internet Protocol Version 4 a partir da lista e clique no botão Propriedades.

4. Verifique se as configurações são exatamente como mostrado na Fig. 5-2 e, em seguida,


clique no botão OK.

5. Cperder Painel de Controle.

02/11/201 5
DATALOG 8
55 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Fig. 5-2

5.2.1.2 W i ndows 8 Ope classificação Sys TEM

1. OPainel de controle da caneta. Selecione Rede e InternetNetwork e Centro de


compartilhamento e em Alterar configurações do adaptador, selecione no menu.

2. Seleccione a ligação LAN e, em seguida, clique em Alterar configurações desta conexão.

82-P9008 Rev.2 EN 56 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
3. Selecione Internet Protocol Version 4 a partir da lista e clique no botão Propriedades.

4. Verifique se as configurações são exatamente como mostrado na Fig. 5-2 e clique no


botão OK.

5. Cperder Painel de Controle.

02/11/201 5
DATALOG 8
57 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.2.2 2 Energy Savin gs etti NGS


Tele definições de poupança de energia deve ser desligada para evitar que o PC desligar
durante um teste.

5.2.2.1 W i ndows 7 Ope classificação Sys TEM

1. OPainel de Controle caneta e selecione Opções de Energia.

2. Selecione o plano de energia Equilibrado e clique em Alterar configurações do plano.

3. Selecione Nunca para todas as configurações de energia off disponíveis e, em seguida,


clique no botão Salvar alterações
botão.

4. Cperder painel de controlo.

82-P9008 Rev.2 EN 58 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
5.2.2.2 W i ndows 8 Ope classificação Sys
TEM

1. OPainel de Controle caneta e selecione Hardware e som.

2. A partir das Opções de Energia, selecione Alterar quando o computador dorme.

3. Selecione Nunca para todas as configurações de energia off disponíveis e, em seguida,


clique no botão Salvar alterações
botão.

4. Cperder painel de controlo.


02/11/201
DATALOG 8
59 82-P9008 Rev.2 EN
5 Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.2.3 3 vocês er uma configuração l ccount contro


Tele configurações de controle de conta de usuário deve ser configurado da seguinte forma:

Eut
NOTA:
é importante que as configurações de UAC são configurados como descrito
abaixo. Se o
configurações não estiverem corretas, alguns elementos do software não
funcionará corretamente.

1. A partir do menu Iniciar do Windows, abra o Painel de Controle e selecione Action


Center.

2. selecionar Change Configurações de Controle de Conta.

3. Defina o nível para Nunca notificar.


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 60 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

4. Clamber OK, feche o Painel de Controle e reinicie o PC.


NOTA: se as configurações do UAC são alteradas após o software foi instalado, o
software deve ser re-instalado de outra forma as alterações não serão eficazes.

02/11/201 61 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.3 installing o software


1. EuNSERT o CD contendo os arquivos de instalação fornecidas pelos controles no PC.

2. Ocaneta a pasta chamada 'Volume', botão direito do mouse clique no arquivo do


aplicativo chamado 'setup' e selecione Executar como admininstrator a partir do menu
(Fig. 5-3).

Fig. 5-3

3. Siga as instruções dadas na tela.

4. Tele software será instalado no diretório especificado no início da instalação (o padrão é


'C: \ Program Files \ Datacomm2' ou 'C: \ Program Files (x86) \ Datacomm2').

5. To criar um atalho na área de trabalho, clique com o botão direito do mouse em qualquer
lugar da área de trabalho e selecione Novo ► atalho no menu. Use o botão Procurar para
localizar o arquivo chamado 'Datacomm2.exe' no diretório de instalação e siga as
instruções na tela.

6. Euf o PC tenha o Windows 7 ou superior do sistema operacional (ver página 54), o


programa deve ser definido para ser executado com direitos de administrador: localize o
arquivo chamado 'Datacomm2.exe' no diretório de instalação; clique com o botão direito
do mouse sobre o arquivo e selecione Propriedades no menu. Abra a guia
Compatibilidade e marque a Executar este programa como uma caixa de seleção
administrador. Ver Fig. 5-4. Clique em Aplicar e depois em OK para fechar a janela.

Fig. 5-4
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 62 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
7. Euf o PC está a executar o software do anti-vírus, este pode ter de ser configurado para
permitir a comunicação entre a unidade de DATALOG 8 (s) e o PC.

5.3.1 1 loadinarquivos cto ry cal ibra ção g fa

Euf os transdutores fornecidos com a unidade (s) DATALOG 8 foram calibrados na fábrica
antes do envio, os arquivos de calibração serão incluídos no CD com o software DataComm
2. Antes de utilizar o equipamento, os arquivos devem ser copiados do CD para o PC da
seguinte forma:

1. EuNSERT o CD contendo os arquivos de calibração fornecidas pelos controles no


PC.

2. Copy a pasta chamada 'canais'.

3. Ocaneta o diretório de instalação (o padrão é 'C: \ Program Files \ Datacomm2' ou 'C: \


Program Files (x86) \ Datacomm2') e abra a pasta chamada 'data'. Cole a pasta 'canais'
para a pasta 'dados'. Quando perguntado se você deseja substituir os arquivos existentes,
selecione sim.
DATALOG
02/11/201
8
63 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual
5 de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.4 Main painel


ºé o painel mostra o estado de ligação de quaisquer DATALOG 8 unidades que estão ligadas
ao PC, e uma lista de grupos de canais existentes, a partir de onde os testes podem ser
configurados e iniciado. A hora ea data (sincronizado com o relógio PC) são exibidos na
parte inferior do painel.
Tele painel é exibido automaticamente quando o software é
executado.

5.4.1

5.4.2 5.4.3

Fig. 5-5
5.4.1 1
Too
lbar
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte superior do painel:

botão MANAGEMENT GROUP


Ocanetas o GROUPAINEL DE P DE GESTÃO Waqui os canais de
qualquer das unidades conectadas podem ser organizados em grupos, e
grupos existentes podem ser modificados. Ver secções 5.5 e 7.4.

Rbotão EVISÃO
Ocanetas o Painel de Revisão para o carregamento de testes
anteriores e visualização dos dados numa tabela ou representados num
gráfico. Consulte as seções 5.14 e 7.7.
botão de calibração
Dpresenta o CHANNEPAINEL DE G DE GESTÃO, De onde as
configurações de hardware podem ser configurados, calibrações pode ser
visto, interpretado e descarregado / enviado, e os endereços IP do
DATALOG 8 unidades podem ser alteradas. Ver secções 5.6 e 7.3.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 64 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

botão Configurações
Ocanetas um painel pop-up para alterar o idioma do software e senha.
Consulte a secção 7.2.

botão INFO
Ocanetas um painel de exibição de informações empresa controla e o
número da versão do software.

EXIT
Cperde o software.

5.4.2 2 Vigaristan ec ç ã o s s tatu


ºé a área exibe o status da conexão de até oito DATALOG 8 unidades que podem ser
conectados ao PC. O olhar desta área pode ser alternado entre duas opções:
 Eu estouas idades das unidades (ver Fig 5-5.) - quando um aparelho está conectado e
ligado, a imagem é de cor azul, a conexão LED é verde eo endereço IP é exibido.
 EuINDICADORES (ver figura 5-6.) -, quando a unidade é ligada e ligada, o indicador é
verde e mostrar o endereço de IP da unidade.
Tele imagem superior / indicador representa 1 unidade (com o endereço IP
192.168.000.020), o próximo para baixo representa unidade 2 (192.168.000.021) e assim por
diante. (Veja a seção 7.3.1 para obter informações sobre a configuração do endereço IP das
unidades).

Fig. 5-6

To interruptor entre os dois olhares, clique neste botão no canto inferior esquerdo do
painel.

5.4.3 3 Group t lis


ºé a área contém uma lista de todos os grupos de transdutores que tenham sido criados,
usando os nomes e cores atribuídas pelo operador. Testes são iniciados a partir daqui
clicando duas vezes o nome do grupo. Quando um novo grupo é criado, ele aparecerá
automaticamente na lista.
Tele grupos pode ser expandido (para exibir todos os canais do grupo) clicando no sinal de
mais ao lado do nome do grupo, ou recolhido (para esconder os canais), clicando no sinal de
subtração. Os nomes de canais são atribuídos no PAINEL DE CALIBRAÇÃO (5,7).
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/201 65 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.5 Groupainel de gestão p


UMAny transdutores ligados a qualquer um dos DATALOG rede 8 unidades podem ser
organizados em grupos de acordo com o teste de aplicação ou registo de dados que é
necessário para. Este painel é para gerenciar os grupos de transdutores.

To abrir o painel, clique no botão MANAGEMENT GROUP no MAIPAINEL N.

5.5.1

5.5.2

5.5.4

5.5.3

5.5.5

Fig. 5-7
5.5.1 1
Too
lbar
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte superior do painel:

ADD botão GROUP


vocênlocks o painel para edição, permitindo que um novo grupo para ser
criado. Consulte a seção 7.4.1.
NOTA: um novo grupo só pode ser criado se existem canais não atribuídos
disponível nas unidades conectadas.

botão Salvar grupo


Salva o novo grupo.

Mbotão odify GROUP


vocênlocks o grupo seleccionado no EXISTIR EMG GRUPOS lista
permitindo que ele seja editado.
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 66
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

APAGAR botão GROUP


Deletes o grupo seleccionado no EXISTIR EMG GRUPOS Lista.

EXIT
Cperde o painel.
Nota: quaisquer alterações não guardadas serão perdidos quando o painel
se encontra fechado.

5.5.2 2 Groupna mim e lour co


ºé a área exibe o nome e cor atribuída ao grupo selecionado na lista de grupos existentes.
Ambos podem ser editadas ao criar um novo grupo ou clicando no botão Modificar GROUP.
Clicando sobre a cor grupo abre uma paleta (Fig. 5-8), de onde uma nova cor pode ser
seleccionada.

Fig. 5-8
5.5.3 3 Existir
emrupos gg
ºé a área contém uma lista de todos os grupos de transdutor que foram criadas, mostrando os
nomes e cores atribuídas pelo operador. Um grupo é selecionada para edição ou exclusão,
clicando uma vez sobre o nome do grupo.
5.5.4 4 Registrocanais de g de er
ºé a área exibe um bloco de oito canais para cada uma das unidades conectadas ao PC, com o
número da unidade eo endereço IP acima. Os números de canais são atribuídos pelo software
de acordo com o endereço de IP da unidade. Veja a Tabela 7-1 na página 117.
Quando um canal foi atribuído a um grupo, o fundo da célula muda para a cor grupo.
Tele a seguir são apresentados para cada canal (ver figura
5-9.):

Ref. Descrição
1 DADOSLOG 8 número de canal (1 a 8)
2 Channel número atribuído pelo software (1 a 64)
3 leitura ao vivo transdutor
Nota: as casas decimais e unidades de medição estão definidos na PANE
CALIBRAÇÃOeu (5,7).
NOTA: quando uma leitura do transdutor está fora de alcance, o fundo da leitura
pisca vermelho. Os limites superior e inferior estão situados noCHANNEL
DEFINIÇÕES PAINEL (5,10).

02/11/201 5
DATALOG 8
67 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

1 2

Fig. 5-9
5.5.5 5 Stum
tus ba r
ºé bar na parte inferior do painel contém um indicador para cada um dos oito unidades que
podem ser ligadas ao PC. Quando um aparelho estiver conectado e ligado, o indicador é
verde eo endereço IP da unidade é exibida.
Tele primeiro (à esquerda) indicador representa 1 unidade (com o endereço IP
192.168.000.020), o segundo representa ao longo da unidade 2 (192.168.000.021) e assim
por diante.
Tele data e hora (sincronizado com o relógio PC) são exibidos no lado direito da barra.
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 68
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.6 channepainel l gestão


ºé o painel é para o gerenciamento de dados de calibração do transdutor, e é também onde os
endereços IP e configurações de hardware do canal do registro de dados 8 unidades ligadas
ao PC podem ser editados.

To abrir o painel, clique no botão de calibração no MAIPAINEL N.

5.6.1

5.6.2

5.6.3

Fig. 5-10
5.6.1 1
Too
lbar
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte superior do painel:

Botão VISUALIZAR
CALIBRAÇÕES
Ocanetas o CALIBRAGEMPAINEL N Waqui calibrações para a unidade
seleccionada de entre o connectéD DATALOG lista pode ser
visualizado e realizado. Consulte a seção 5.7.
VISTA botão configurações de
hardware
Ocanetas o hardwarE DEFINIÇÕES DE PAINEL Waqui a
configuração de hardware (tensão de excitação e os níveis de entrada) para
a unidade seleccionada de entre o connectéD DATALOG lista podem
botão SET IP ADDRESS
ser visualizados e editados. Consulte a secção 5.8.
Ocanetas um painel onde o endereço de IP da unidade seleccionado de
entre o
connectéD DATALOG lista pode ser alterada. Consulte a seção 7.3.1.
DATALOG 8
Eumanual de
02/11/201 69 82-P9008 Rev.2 EN
nstruction
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

botão SALVAR
CALIBRAÇÕES
Salva todos os dados de calibração no formato
de arquivo .txt.
NOTA: os dados de cada canal é salvo em uma pasta individual de
acordo com o número do canal atribuído pelo software (1-64) na pasta do
EXIT
diretório de instalação dos dados \ Channels '.
Cperde o painel.

5.6.2 2 Vigaristan ected D Atalo g


ºé lista drop-down é para selecionar a unidade DATALOG 8 que você deseja
gerenciar.
NOTA: apenas as unidades que estão conectados ao PC e ligado pode ser selecionado.
Ver 5.6.4.
5.6.3 3 channel informações tabl e
ºé tabela contém todos os dados de calibração a partir da unidade seleccionada na lista
DATALOG conectado. A linha de cabeçalho contém o número de canal. O restante das
linhas são descritos na Tabela 5-1 abaixo.

Ref. Descrição painel fonte


Name TEle nome dado ao transdutor / canal
Capacity Tele escala completa / capacidade do Calibration (5.7.5)
transdutor
vocêmedida nit Tele medição unidades
V exc Vexcitação oltage
Hconfigurações ardware
Nível Tele nível de entrada (5.8)
True 0 leituras 'virtual' que são usados para
gerenciar leituras do transdutor negativos
DIV 0
True 1 a 10 Tele faz referência a leitura, em Calibration (5.7.5)
unidades de medida, para pontos de
calibração de 1 a 10
DIV 1 a 10 Tele transdutor leitura, em bits,
para pontos de calibração de 1 a
10
Tabela 5-1
5.6.4 4 Stum
tus ba r
ºé bar na parte inferior do painel contém um indicador para cada um dos oito unidades que
podem ser ligadas ao PC. Os endereços IP das unidades são exibidos acima dos indicadores.
Quando uma unidade é ligada e ligada, o indicador correspondente fica verde.
Tele data e hora (sincronizado com o relógio PC) são exibidos no lado direito da barra.
DATALOG 8
Eumanual de
82-P9008 Rev.2 EN
nstruction 70 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.7 Calibragn painel


ºé o painel apresenta detalhes de transdutores e os dados de calibragem tabulados e gráficos,
e contém funções para a realização de novas calibrações, carregar calibrações arquivados, e
transferir os dados para a unidade DATALOG 8.
To abrir o painel, clique no botão de calibração no MAIPAINEL N para abrir o
CHANNEPAINEL DE G DE GESTÃO , Seleccionar a unidade desejada a
partir da connectéD DATALOG lista (5.6.2) e, em seguida, clique no Vbotão
IEW CALIBRAÇÕES.
NOTA: para acessar o painel você terá que digitar a senha. Isto evita que os dados a ser
acidentalmente modificado. A senha padrão é 'controles'.

5.7.1

5.7.2 5.7.3

4.5.1

5.7.5 5.7.6

5.7.7

Fig. 5-11
5.7.1 1
Too
lbar
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte superior do painel:

botão de calibração EDIT


vocênlocks o canal seleccionado (ver 5.7.2) para a edição.
NOTA: você terá que digitar a senha para desbloquear o painel.

eubotão de calibração
OAD
Ocanetas uma caixa de diálogo de arquivo padrão do Windows Abrir para
selecionar um arquivo de calibração que foi salvo anteriormente no PC e
carregar os dados para o painel.
NOTA: os dados de cada canal é salvo em uma pasta individual de
acordo com o número do canal atribuído pelo software (1-64) na pasta do
diretório de instalação dos dados \ Channels '.
DATALOG
02/11/201
8
71 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual
5 de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

botão de guardar a calibragem


Ocanetas uma caixa de diálogo de arquivo padrão do Windows Salvar
para salvar os dados de calibração no PC.
NOTA: os dados são salvos como um arquivo .txt. Ver nota acima.

botão de calibração UPLOAD


vocêploads a calibração activa para a unidade DATALOG 8.

EXIT
Cperde o painel.
NOTA: este botão não está disponível quando o painel é desbloqueado
para edição.

5.7.2 2 channel mb nu er
ºé é para selecionar o número do canal DATALOG 8 que deseja trabalhar. Os canais 1 a 8
pode ser seleccionado.
Nota: o canal tem de ser seleccionado antes do botão de calibração EDIT é clicado - o
selector não está disponível quando o painel é desbloqueado para edição.
5.7.3 3 Difícilwa re s s reparativos
Tstas dois campos mostram o nível de entrada e tensão de corrente de excitação do canal. Os
valores não podem ser editadas aqui - eles são retirados do painel de configurações de
hardware (5,8).
5.7.4 4 Transdu cer detai ls
Tcampos stas são para entrar as seguintes informações sobre o transdutor:
 Nome do canal - um nome para o transdutor (este texto é usado na lista de grupos
(5.4.3))
 Stored exc V. - a tensão de excitação armazenadas no arquivo de calibração para
o canal
Nota: se um arquivo arquivado foi carregado em, este valor pode ser diferente da actual
VEXC valor (ver 5.7.3). Neste caso, os dois valores flash vermelho e, quando a calibração
estiverenviados para a unidade, você será solicitado a escolher se quer manter o valor
atual ou atualizar a unidade com o valor armazenado. É importante que a correcta VEXC
valor é usado. veja 5.8.4para informação.
 Unidade de medida - os (engenharia) unidades que o transdutor está
medindo
 grande escala - a capacidade máxima do transdutor
 decimais - o número de casas decimais para exibir as leituras de transdutores (em todos
os painéis). Um máximo de seis podem ser seleccionados.
5.7.5 5 CaliDados ção ra b
ºé a área tem uma tabela que contém os dados para até dez pontos de calibração e
ferramentas para editar a tabela. A primeira coluna (à esquerda) mostra o número de pontos
de calibração. A segunda coluna (meio) mostra os valores de referência - as leituras do
equipamento de referência (por exemplo micrómetro, indicador blocos, medidor de pressão)
- em unidades de medição. A terceira coluna (direita) exibe a leitura em divisões (bits) que
corresponde à leitura de referência.
Tele seguintes botões estão disponíveis para gerenciar os dados na
tabela:

DESBLOQUEAR botão TABLE


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction vocênlocks tabela de calibração de modo que os dados podem ser
adicionados ou eliminados.

82-P9008 Rev.2 EN 72 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

ADD botão POINT


Dpresenta uma célula para entrar na leitura de referência, juntamente com
o ADQUIRIR botão POINT e a Cbotão PONTO ANCEL (ver abaixo).

APAGAR botão POINT


Deletes o último ponto da tabela de calibração.

botão TABELA CLARA


CLears todos os dados da tabela de calibração.

ADQUIRIR botão POINT


Captures a leitura corrente do transdutor em bits e entra-o na primeira
linha em branco da mesa, juntamente com a leitura de referência.
NOTA: este botão só está disponível após a ADD botão POINT é clicado.

CANCELAR botão POINT


Cancels aquisição do ponto de calibração.
NOTA: este botão só está disponível após a ADD botão POINT é clicado.

5.7.6 6 Calib ra ção g raph


Tele planeja gráfico os dados de calibração, com as leituras do transdutor em bits como
abscissa
(X) e as leituras de referência em unidades de medida em ordenadas
(y).
5.7.7 7 Transdu CER ler ing s
ºé a área exibe o transdutor de leitura em divisões (bits) ea leitura calculada em unidades de
medida. A leitura em unidades de medição é calculado pela aplicação de um ajuste linear
através dos pontos de calibração.

Tele botão zero é para definir o valor em unidades de medição a zero.


DATALOG
02/11/201
8
73 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual
5 de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.8 Hardwarpainel e configurações


ºé o painel serve para editar as configurações de hardware (tensão de excitação e de nível de
entrada) dos DATALOG 8 canais.
To abrir o painel, clique no botão de calibração no MAIPAINEL N para abrir o
CHANNEPAINEL DE G DE GESTÃO, Seleccionar a unidade desejada a partir
da connectéD DATALOG lista (5.6.2) e, em seguida, clique no VIEW botão
configurações de hardware.

NOTA: para acessar o painel você terá que digitar a senha. Isto evita que os dados a ser
acidentalmente modificado. A senha padrão é 'controles'.

5.8.1

5.8.2 5.8.3 5.8.4

Fig. 5-12
5.8.1 1
Too
lbar
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte superior do painel:

botão CARREGAR DEFINIÇÕES


vocêploads os níveis de entrada e a tensão de excitação para todos os oito
canais para a unidade DATALOG 8 seleccionado.

EXIT
Cperde o painel.

Tele seguintes são apresentados os valores para os canais da unidade DATALOG 8


seleccionado (os números de canal são mostradas para o lado esquerdo do painel):
5.8.2 2 Transdu CER ler ing s
Tcampos stas exibir as leituras em divisões (bits) dos transdutores.
5.8.3 3 Inpuels tl ev
Tlistas stas suspensas são para seleccionar os níveis de entrada. As opções são: LOW (20
mV); ALTA (10 V); Corrente (0-20 mA, para 0-20 e 0-40 mA transdutores) e UV (20 mV,
para medidores de tensão). Deve ser feita referência à documentação recebida com o
DATALOG 8
transdutor
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 74 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
para garantir a opção de correção é selecionada. Veja também a Tabela 4-1 na página 49, que
mostra as configurações de hardware para alguns dos transdutores mais comumente
fornecidos pelos controles.
5.8.4 4 exci ta ção vol ta ge
Eun a unidade DATALOG 8, os canais são agrupados em quatro pares, com cada par tendo a
mesma tensão de excitação (VEXC). Isto pode ser ajustado para qualquer valor entre 0,5 e
10 V DC. O valor correto deve ser escrito na documentação recebida com o transdutor. As
mais e menos adjacentes botões são usados para alterar o valor.
Nota: transdutores que requerem a mesma VEXC deve ser ligado ao mesmo par de canais (1
& 2, 3 & 4, 5 & 6, 7 e 8). Se uma célula de carga com um VEXC de 9 V está conectada a um
canal emparelhado com um transdutor de deslocamento com um VEXC de 10 V, ambos os
canais será o padrão para o valor mais baixo de 9 V.

02/11/201 5
DATALOG 8
75 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.9 Tespainel
configuração t
ºé o painel serve para configurar o modo de registo, especificando quaisquer condições de
início e fim automáticas, e iniciar um teste. Cada grupo tem seu próprio painel.
To abrir o painel, clique duas vezes sobre o grupo transdutor que pretende utilizar para o teste
no
GROULISTA P (5.4.3).

5.9.1

5.9.2

5.9.3

5.9.4

5.9.5

5.9.6

Fig. 5-13
5.9.1 1 Transdu y cer
displa
ºé a área exibe os nomes e leituras ao vivo de todos os canais do grupo, com o nome do
grupo e cor no topo e o status de teste na parte inferior. Duplo clique sobre a linha de um
transdutor abre aPAINEL configurações de canal (5.10) onde limites
de percurso pode ser definido, um desvio zero pode ser
aplicada, e o canal pode ser configurado para ler na estirpe.
Quando a leitura está dentro dos limites de curso, a célula de leitura é verde. Se o transdutor
DATALOG 8 intervalo, a célula fica vermelho e a célula adjacente indica se o limite superior
vai fora do
Eumanual de
ou inferior foi excedido.
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 76 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
5.9.2 2 Ti me bas e
ºé lista drop-down é para selecionar as unidades de tempo que serão utilizados para calcular
os intervalos de registro. As opções são min (minutos) e SEC (segundos).
5.9.3 3 acqui Siti em mod e
Tele modo de registo é selecionado nesta lista drop-down. Uma das seguintes opções podem
ser selecionadas:
 euno ouvido - seleccionar este modo para gravar leituras em intervalos regulares
determinados pelo valor introduzido para o fator A.
Por exemplo: para registrar um lendo a cada 30 segundos, 30 seria inserido para o fator
UMA e Sec
Would ser seleccionado para o Time
de base.
 Polynomial - com este modo selecionado, as leituras são registados em intervalos
determinados pela fórmula:
T (i) = UMA × i B
WAqui:
t Eué o tempo decorrido;
Eu Eué o número de leitura, a partir de uma;
UMA e B são os factores introduzidos pelo operador
Por exemplo: utilizando factores UMA = 0,25 & B = 2,0 min e seleccionando para o
base de tempo dá leituras em tempos decorridos de 0,25, 1, 2,25, 4, 6,25, 9, 12,25, 16
minutos, e assim por diante ... que é apropriado para uma fase de consolidação
isotrópica BS1377.
 Exponential - este modo usa a seguinte fórmula para calcular os intervalos de registro:
T (i) = UMA
× B Eu
Por exemplo: utilizando UMA = 0,06 & B = 2,0 min e seleccionando para o base de
tempo dá leituras em tempos decorridos de 0,12, 0,24, 0,48, 0,96, 1,92, 3,84, 7,68, 15,36
minutos, e assim por diante ... que é apropriado para um teste ASTM edométricos
consolidação.
 Tcapaz - seleccionar este modo para log leituras em intervalos pré-programados. Os
intervalos são inseridos e salvos em um arquivo .txt que é então colocado no meio de um
painel pop-up - ver Fig 5-14..
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction Fig. 5-14

02/11/201 77 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
To criar o arquivo, os tempos decorridos de todas as leituras exigidas, em minutos, são
inseridos em uma única coluna, a partir da leitura 1, usando um programa como o
Notepad. Um exemplo é mostrado na Fig. 5-15.

Fig. 5-15
NOTA: uma leitura de início é automaticamente gravado em zero minutos em todos os modos
de registro.


NOTA
:
as taxas de corte que causam um número excessivo de leituras para ser gravado
deve ser
evitado como lidar com grandes arquivos de dados pode ser problemático. Se
um teste é esperado para ser executado por um longo tempo, a taxa de registro
deve ser definido em conformidade com os intervalos de tempo grandes.
Tele taxa de login não pode ser alterado após o teste foi
iniciado.

5.9.4 4 Stuma ta conditi ons


UMAny das seguintes opções pode ser marcada para controlar automaticamente o início da
atividade madeireira:
 Atraso na partida - assinale esta opção para atrasar o início da exploração madeireira
após o botão Iniciar teste é clicado. O atraso tempo necessário, em segundos, é
introduzido na Delay adjacenteseparador (ver Fig. 5-16).

Fig. 5-16
 Start em gatilho - assinale esta opção para iniciar o registro quando a leitura de um
transdutor designado atinge um determinado valor. No separador TRIG adjacentes (ver
Fig. 5-17), o número de canal pode ser seleccionado e o valor de disparo (em unidades de
medida) inserido. A direçãodo movimento é selecionado a partir da lista drop-down.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82- P 02/11/2015
9008 Rev.2 EN 78
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Fig. 5-17
Por exemplo:
1. Tele transdutor de deslocamento é a leitura de 10 mm e estará movendo-se para zero
durante o teste. Você deseja iniciar o registro quando o transdutor lê 9 mm. Para
conseguir isso, você deve digitar 9 naValue celular e selecione queda para a Direção.
2. Tele carregar está lendo 5 kN e será cada vez maior durante o teste. Você deseja
iniciar o registro quando as cargas é de 100 kN. Para conseguir isso, você deve digitar
100 noValor celular e selecione ascensão para o Direction.
 Start na hora programada - esta opção pode ser marcada se você quiser iniciar o registro
em um momento específico do dia (correspondente ao relógio do PC). A hora e a data são
introduzidos no separador de tempo adjacentes (ver Fig. 5-18). O botão na guia pode ser
clicado para abrir um painel calendário pop-up (Fig. 5-19), onde a data pode ser escolhido
eo tempo podem ser inseridos. Os formatos deve ser dd / mm / aaaa (data) e hh: mm: ss
(tempo).

Fig. 5-18
Euf mais de uma opção está marcada, o registro será iniciado quando uma das condições
torna-se verdade, qualquer um que ocorrer primeiro. Se nenhum deles estiver assinalada, o
registo será iniciado assim que o botão Iniciar teste (5.9.6) é clicado.

Fig. 5-19
5.9.5 5 Stop condi
ção s
UMAny das seguintes opções pode ser marcada para controlar automaticamente quando o
registro será interrompido:
DATALOG
02/11/201
8
79 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual
5 de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
 mamãetempo de teste ximum - assinale esta opção para parar o registro quando o teste
foi executado por um determinado período de tempo. O tempo decorrido, em minutos, é
introduzido no MaxTime adjacenteseparador (ver Fig. 5-20).

Fig. 5-20
 mamãex leituras - assinale esta opção para parar o registro quando um determinado
número de leituras foram gravadas. O número de leituras é inserido na guia MaxRdg
adjacentes (ver Fig. 5-21).
NOTA: esta opção não está disponível se a tabela é selecionada para o modo
de aquisição.

Fig. 5-21
 Stopo no gatilho - selecione essa opção para parar o registro quando a leitura de um
transdutor designado atinge um determinado valor. No separador TRIG adjacentes (ver
Fig. 5-22), o número de canal pode ser seleccionado e o valor de disparo (em unidades de
medida) inserido. A direçãodo movimento é selecionado a partir da lista drop-down.
Por exemplo: você quer parar o registro quando a carga chegou a 5000 kN e tem, em
seguida, começou a diminuir. Para conseguir isso, você deve digitar 5000 noValor
cQueda ell e selecione para a Direction.

Fig. 5-22
 Stopo na hora programada - esta opção pode ser selecionada se você quiser log para
parar em uma hora específica do dia (correspondente ao relógio do PC). A hora e a data
são introduzidos no separador de tempo adjacentes (ver Fig. 5-23). O botão na guia pode
ser clicado para abrir um painel calendário pop-up (Fig. 5-19), onde a data pode ser
escolhido eo tempo podem ser inseridos. Os formatos deve ser dd / mm / aaaa (data) e hh:
mm: ss (tempo).

Fig. 5-23
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 80 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
Euf mais de uma opção for selecionada, o registo irá parar quando uma das condições torna-
se verdade, qualquer um que ocorrer primeiro. Se nenhum deles for selecionado, o registo
continuará até que o botão de parada TEST (5.11.3) é clicado.
5.9.6 6 Stuma ta tes t bu tton
ºé botão na parte inferior do painel pede ao operador para digitar um nome e um
local para salvar os dados de teste e, em seguida, inicia o teste, com o PAINEL DE
CONTROLE DE TESTE (5,11) exibido. Se quaisquer condições de partida foram
assinalada, o registro será iniciado quando uma das condições for atendida, o que
ocorrer primeiro.
NOTA: uma leitura de início é automaticamente gravado em zero minutos. Os dados são
gravados em uma tabulação separados arquivo .txt. O local padrão para os arquivos é dos
dados Log \ 'pasta do diretório de instalação.

To fechar o painel, clique no botão Fechar no canto superior direito.

02/11/201 5
DATALOG 8
81 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.10 channepainel de configurações l


ºé o painel serve para definir os limites de percurso de transdutores individuais dentro de um
grupo, a configuração de um canal para medir a tensão, e aplicando deslocamentos.
To abrir o painel, clique duas vezes sobre o grupo transdutor na lista de grupos (5.4.3) para
abrir o painel de teste SETUP e, em seguida, clique duas vezes sobre a linha exigida do
display transdutor (5.9.1).

5.10.1

5.10.2

5.10.3

Fig. 5-24
5.10.1 1 mits li Trav
el
ºé a área é para definir uma parte superior (máximo) e uma menor limite (mínima) de
viagens para o transdutor, de modo que utilizando o transdutor para além da sua gama
recomendada pode ser evitado.
NOTA: quando um transdutor está fora de alcance, o fundo do transdutor leitura no
CONFIGURAÇÃO DO PAINEL DE TESTE, a PAINEL DE GESTÃO DO GRUPO e a
ENSAIO DE CONTROLO
PANEeu Wdoente ser vermelho para alertar o operador. Os limites de viagem ou a
capacidade de um transdutor pode ser encontrada na documentação do fabricante.
DATALOG 8
Eumanual de
82-P9008 Rev.2 EN 82 02/11/2015
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

NOTA:
UMAllowing um transdutor para exceder a sua capacidade pode causar danos ao
equipamento
ou dar leituras não confiáveis.

5.10.2 2 Estirpe configu ra ç ão


ºé a área contém os seguintes itens para a fixação de um transdutor de deslocamento para
exibir leituras em estirpe, ou para o uso de um medidor de tensão:
 Nível de entrada - indica o nível de entrada do canal, o qual é definido no painel de
configurações de hardware (5,8).
 Ativar tensão - este interruptor é para transformar a estirpe de cálculo para um transdutor
de deslocamento ligado e desligado. Quando o interruptor estiver ligado (verde), o
cálculo estirpe é activada: o de entrada paraBase de dados de comprimento É
apresentada (ver a seguir e na Fig. 5-25) e o transdutor vai ler na micro tensão.

Fig. 5-25
 Base de dados de comprimento - este campo é apresentado apenas se Ativar interruptor
de tensão está ligado e é para entrar a distância sobre a qual a tensão está a ser medido.
Esta poderia ser a distância entreos centros dos pontos de apoio (ver Fig. 5-26) ou o
comprimento do indicador, dependendo como o medidor / transdutor está ligado à
amostra. O valor é usado para calcular a deformação da amostra em microtensão ( ):

μ= Ε × 10-6 = Δ × 10-6
�0
WAqui:
L é a deformação medido;

eu0 é o comprimento da base.

NOTA
:
Tele comprimento da base deve ser medida nas mesmas unidades como o
transdutor ligado ao canal de medição. Por exemplo, se o transdutor é calibrado
para medir mm, o comprimento da base deve ser introduzida em mm.

Nota: esta entrada não é necessário se um medidor de tensão está a ser utilizado. Veja as
configurações adicionais abaixo.
DATALOG
02/11/201
8
83 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual
5 de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Amostra Base de
dados de
compriment
o

Fig. 5-26
Tconfigurações adicionais stas (ver Fig. 5-27) referem-se a medidores de tensão e está
disponível apenas quando
vocêV é seleccionado para o nível de entrada no painel de configurações de hardware (5.8):
 fator de calibre - esta é para introduzir o factor de conversão a mudança na resistência
calibre em um valor de deformação. Esse valor deve ser fornecido pelo fabricante do
medidor.
 configuração de ponte - esta lista pendente é para especificar a configuração do
dispositivo de compensação de ponte de Wheatstone (82-P0398). As opções são ½ e ¼.

Fig. 5-27
 V Corrente exc. - este exibe o definido na tela de configurações de hardware (5.8.4)
tensão de excitação.
 leitura atual - este mostra a leitura do transdutor ao vivo, em unidades de medida. Se o
Ativar tensão interruptor está ligado, as leituras são exibidas em
microstrain ( ).
5.10.3 3 Zero ttons bu
Tstas dois botões são para aplicação de um deslocamento para o canal seleccionado ou de
todos os canais no grupo zero. Depois de um deslocamento zero é aplicado, a leitura do
transdutor (s) serão todos em relação a esta compensação.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 84 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.11 Tespainel de controlo t


ºé o painel é apresentado quando um teste é iniciado (ver 5.9.6) e exibe vivem leituras para
os canais do grupo seleccionado, com botões para mostrar os dados gravados num gráfico ou
numa mesa. Cada grupo tem o seu próprio painel, permitindo que múltiplos testes para ser
monitorizada simultaneamente.

5.11.1

5.11.2 5.11.3

5.11.4

Fig. 5-28
5.11.1 1 Transdu cer displa y
Ver 5.9.1.
5.11.2 2 Toolba r
Tele seguintes botões estão disponíveis no painel:

botão GRÁFICO VISTA


Ocanetas o GRAPPAINEL H Waqui dados gravados são plotados.
Consulte a seção 5.12.

botão Table View


Ocanetas o PAINEL dados da tabela Waqui dados gravado é
apresentado numa tabela. Consulte a seção 5.13.

Mbotão LOG ANUAL


UMAdds as leituras atuais para o arquivo de dados. (Tacrescentou linha é
marcada como um registro de usuário na coluna nota do arquivo e tabela de
dados.)

5.11.3 3 botão de teste Parar


ºé botão é para parar o teste, excesso de equitação quaisquer condições de parada
que podem ter sido programados.

02/11/201 5
DATALOG 8
85 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
NOTA: uma leitura final é gravado automaticamente quando o registro estiver parado.
5.11.4 4 decorrido ti me
ºé indicador mostra a quantidade de tempo decorrido desde que o registo começou, no formato
dd: hh: mm: ss.

82-P9008 Rev.2 EN 86 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.12 graph painel


ºé painel exibe dados gravados para o teste seleccionado representadas num gráfico
personalizada.
To abrir o painel, clique no Vbotão IEW GRÁFICO no TESPAINEL DE CONTROLE
T
(5.11) (ou no painel de revisão (5,14), se visualizar um teste histórico).

5.12.2

5.12.1

Fig. 5-29
5.12.1 1 r
Toolba
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte inferior do painel:

Botão "voltar
Cperde o painel.

botão Table View


Ocanetas o PAINEL dados da tabela Waqui dados gravado é
apresentado numa tabela. Consulte a seção 5.13.

Mbotão LOG ANUAL


UMAdds as leituras atuais para o arquivo de dados. (Tacrescentou linha é
marcada como um registro de usuário na coluna nota do arquivo e tabela de
dados.)

5.12.2 2 Gráfico
Os dados registados para todos os transdutores de grupo pode ser traçada no gráfico, com o
tempo ou dos dados de canal individuais marcadas como abcissa (x) e todos os canais em
ordenadas (y). O gráfico pode ser personalizado utilizando as funções descritas a seguir:
DATALOG 8
02/11/201 Eumanual82-P9008
de Rev.2 EN
87
5 nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

 tipo X - esta lista drop-down na parte central inferior dos controles gráfico do qual os
dados são plotados como abcissas (valores x). Select Time ou qualquer canal de grupo.
 escala X - esta lista drop-down na parte inferior esquerda dos controles gráfico que tipo de
escala é usado para o eixo x do gráfico. As opções são lineares, logarítmicas e quadrática.
 lenda - localizado no lado direito do gráfico, este fornece uma chave de cores para os
dados de enredo e também permite que você escolha qual dos canais são plotadas em
ordenadas (valores de y).
DATA pode ser mostrado / escondido assinalando / desmarcando a caixa de verificação ao
lado do número de canal. Um menu com opções para personalizar a cor da linha e estilo
pode ser acessado pelo botão direito
mOuse clicar na tecla de cor individual. Consulte a Fig. 5-30.

Fig. 5-30 Fig. 5-31

 opções de gráficos - exibido clicando com o botão direito em qualquer lugar na área do
gráfico, este menu (Fig.
5-31) contém as seguintes opções úteis para personalizar o gráfico e captura de dados:
- Cdados opy - captura uma imagem do gráfico ao vivo, que pode então ser colado em
outro programa como o MS Paint ou o Word
- VItens isible - tem opções para mostrar esconder a legenda de plotagem, X Escala e Y
Escala /
- Clear Graph - limpa os dados de corrente a partir do gráfico
- UMAutoscale X - transforma autoscaling do eixo x on / off
- UMAY utoscale - transforma autoscaling do eixo y on / off
- UMALegend Lote utosize - isto deve sempre ser assinalada de modo que os rótulos
são totalmente visível
- Exporta - tem opções para exportar os dados exibidos no gráfico ao vivo para a área
de transferência ou diretamente para uma planilha do Excel, e para criar um arquivo de
imagem do gráfico ao vivo.
 Pressionar botão - este botão no canto inferior direito do gráfico pára o gráfico que está
sendo atualizado com novas leituras. registro de dados continua em segundo plano, mas o
gráfico não será atualizado até que o botão é clicado novamente.
 paleta Graph - estas ferramentas permitem áreas específicas do gráfico para ser visto com
mais detalhes por zoom in e out e movendo a região do gráfico que é exibido. A função
de cada ferramenta é como se segue:
Cursor movement - atualmente desativada.
Zoom - mudar isso em permite que você zoom in e out da área gráfica.
Pa - mudar isso em permite que você arraste o conteúdo da área do gráfico em
torno para ver áreas diferentes.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 88 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.13 Datum painel de mesa


ºé painel exibe dados gravados para o teste seleccionado numa tabela.
To abrir o painel, clique no Vbotão TABLE IEW no TESPAINEL DE CONTROLE T
(5.11) (ou no painel de revisão (5,14), se visualizar um teste histórico).

5.13.2

5.13.1

Fig. 5-32
5.13.1 1 r
Toolba
Tele seguintes botões estão disponíveis na parte inferior do painel:

Botão "voltar
Cperde o painel.

botão GRÁFICO VISTA


Ocanetas o GRAPPAINEL H Waqui dados gravados são plotados em um
gráfico. Consulte a seção 5.12.

Mbotão LOG ANUAL


UMAdds as leituras atuais para o arquivo de dados. (Tacrescentou linha é
marcada como um registro de usuário na coluna nota do arquivo e tabela de
dados.)

5.13.2 Tabela 2
dados registrados para todos os transdutores do grupo é mostrada na tabela. A primeira
coluna (à esquerda) contém os números de leitura; o segundo tem o tempo decorrido em
dias, horas, minutos e segundos; o terceiro tem o tempo decorrido em minutos. As colunas
seguintes contêm as leituras para cada canal, com o número de canal de medição e as
unidades indicadas nas linhas de cabeçalho. oNota coluna pode ser usado para gravar os
comentários clicando em uma linha e digitação de texto na janela de pop-up.

02/11/201 5
DATALOG 8
89 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
Tele botões diretamente abaixo e à direita da tabela pode ser usado para percorrer as linhas e
colunas:
Clambendo este tipo de pergaminhos botão da tabela até o fim dos dados;

ºé do tipo rolos uma linha ou coluna de cada vez.


Tele célula localizada no canto inferior direito da tabela exibe o número da primeira leitura
visível.
ºé botão para o centro-direita da tabela pára a tabela que está sendo atualizado com
novas leituras. registro de dados continua em segundo plano, mas a tabela não será
atualizado até que o botão é clicado novamente.

82-P9008 Rev.2 EN 90 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

5.14 Review painel


ºé o painel é para o gerenciamento de dados de teste históricos. Os testes podem ser
carregados, visualizados, excluídos e salva novamente. testes históricos podem ser vistos
enquanto os testes ao vivo estão em execução.

To abrir o painel, clique no botão REVIEW no painel principal.

Fig. 5-33
5.14.1 1 rs
Toolba
Tele seguintes botões estão disponíveis no painel:

botão Abrir arquivo de


Ocanetas uma caixa de diálogo de arquivo padrão do Windows Abrir a
partir de onde um arquivo de teste podem ser selecionados.

botão SALVAR AS
Para salvar o arquivo de teste selecionado com um novo nome.

botão DELETE
Para excluir o arquivo de teste selecionado.

EXIT
Cperde o painel.

botão GRÁFICO VISTA


Ocanetas o GRAPPAINEL H Waqui dados gravados são plotados em um
gráfico. Consulte a seção 5,12 (recursos relacionados a um teste ao vivo são
desativados).
botão Table View
Ocanetas o PAINEL dados da tabela Waqui dados gravado é
apresentado numa tabela. Consulte a seção 5,13 (recursos relacionados a
um teste ao vivo são desativados).
DATALOG 8 82-P9008 Rev.2 EN
02/11/2015 91
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6. usinG DO DATALOG 8
ºé seção descreve como operar a unidade DATALOG 8 usando a interface touchscreen.

Euf
NOTA:
usando o software DataComm opcional 2, seguir os procedimentos descritos
em secção 7; quando o software está em execução o ecrã táctil está bloqueado e
não pode ser usado para
controlar a unidade.

TEle números em círculos sobre os números referem-se aos números dos passos da seção. Se
precisar de mais informações sobre qualquer parte da interface touchscreen, consulte as
descrições na seção 4.

UMAll as instruções dadas nesta seção assumem que a unidade DATALOG 8 está instalado,
conforme descrito na seção 3.

ATENÇÃO!
Eu estouuso adequado de sistemas de teste pode causar ferimentos ao pessoal e /
ou dano ao
equipamento. REFER os manuais de instruções hardware relevantes para
informações de segurança e procedimentos para o uso correto do equipamento.
UMAny uso do equipamento diferente do descrito na instrução relevante
manuals irá anular os termos da garantia do equipamento.


NOTA:
Tele touchscreen deve ser operado usando a caneta fornecida. Hitting o
ecrã táctil pode danificá-la fortemente. Nunca use uma caneta ou um objeto
pontiagudo como danos
para pode resultar do equipamento. A garantia será anulada se a tela está
danificado devido ao uso indevido.


NOTA:
Tporta USB ele no painel traseiro do aparelho é apenas para a conexão do
memvara ORY para armazenar dados de teste. Não usá-lo para recarregar
dispositivos portáteis, como telefones celulares, leitores de MP3, etc.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 92 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.1 Alternar emg a unidade


1. Certifique-se de que: os transdutores são conectados nos canais corretos *, o cabo de
alimentação está ligado (ver 3.4), e rede eléctrica está ligado.

:Alternando a unidade DATALOG 8 com configurações de hardware incorrectos


*NOTA

para a
transdutores ligados entre si pode causar danos no equipamento. Se transdutores
estão sendo usados pela primeira vez, as configurações de hardware deve ser
verificado antesconectá-los. Consulte a seção 6.3.1. Controles não será
responsabilizado por danos materiais causados pelo uso de configurações de
hardware incorrectos.

2. Euf você deseja salvar os dados registrados, conecte um dispositivo de memória USB na
porta USB (Fig. 6-1).

Fig. 6-1

3. Pressione o interruptor de alimentação localizado ao lado do soquete de energia para a


posição ON ( “I”).

4. Tele exibir virá em mostrar a tela de título (Fig. 6-2). Depois de alguns segundos, o
MAIN MENU será exibida.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction Fig. 6-2

02/11/201 93 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
NOTA: se nenhum stick USB é conectado, uma mensagem de aviso aparecerá (Fig. 6-3)
avisando que os dados não serão salvos. Toque emENTRAR botão para fechar a
mensagem.

Fig. 6-3

Tele
NOTA:
memory stick USB deve ser ligado / desligado quando a unidade é
desligado. Não deve ser desconectado durante um teste está em execução.

82-P9008
DATALOG 8
Rev.2 EN 94 02/11/2015
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.2 Managinopções do sistema g


6.2.1 1 Changing a data de um nd ti me

1. Selecione Opções no menu principal.

2. Selecione Data / hora no menu de opções para abrir a tela Calendário / Relógio
(Fig. 6-4).

3. Tap a data ou hora e digite um novo valor usando o teclado.

4. Cperder a tela para voltar ao menu de opções. Feche as opções do menu para
voltar ao MENU PRINCIPAL.

Fig. 6-4

02/11/201 5
DATALOG 8
95 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.2.2 2 Changing a displa y langu ag e

1. Selecione Opções no menu principal.

2. Escolha um idioma no menu Opções para abrir a tela Language (Fig.


6-5).

3. Tap uma linguagem para selecioná-lo. O display irá mudar imediatamente.


NOTA: na versão atual italiano e inglês estão disponíveis.

4. Cperder a tela para voltar ao menu de opções. Feche as opções do menu para
voltar ao MENU PRINCIPAL.

Fig. 6-5

82-P9008 Rev.2 EN 96 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.2.3 3 Definiçõesg th endereço de IP e


ºé o procedimento só é necessário quando mais de uma unidade está ligada, através de uma
rede, a um PC rodando o software DataComm 2. Até oito unidades podem ser conectados
dessa forma e cada unidade deve ter um endereço IP diferente, como mostra a Tabela 6-1
abaixo. O endereço IP padrão da unidade é 192.168.000.020. Alternativamente, o
procedimento pode ser gerido usando o software - consulte a secção 7.3.1.

vocêlê endereço de IP Cnúmeros Hannel


ndea atribuído pelo software
1 192.168.000.020 1a8
2 192.168.000.021 9-16
3 192.168.000.022 17 a 24
4 192.168.000.023 25 a 32
5 192.168.000.024 33 a 40
6 192.168.000.025 41-48
7 192.168.000.026 49 a 56
8 192.168.000.027 57 a 64

Tabela 6-1


NOTA:
Tele interface touchscreen é bloqueada quando o aparelho estiver conectado ao PC
eo
DATACOMM 2 software está em execução. Este procedimento deve ser
realizado antes de executar o software.

Fig. 6-6
1. Selecione Opções no menu principal.

02/11/2015 97 82-P9008 Rev.2 EN


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
2. selecionar networK fROM OPÇÃOS MENU para abrir o configuração de rede
ecrã (Fig. 6-6).

3. Tap o endereço IP e editar os dois últimos números, de acordo com a Tabela 6-1
utilizando o
TECLADO.
NOTA: a máscara de sub-rede não deve ser alterado. Deve sempre ser 255.255.255.000.

4. Cperder a tela para voltar ao menu de opções. Feche as opções do menu para
voltar ao MENU PRINCIPAL.
DATALOG 8 02/11/2015
82-P9008 Rev.2 EN 98
Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
6.2.4 4 NOSB memorando ry s carrapato mana gamento
Os dados registados só pode ser armazenado, se um dispositivo USB estiver ligado à unidade
de DATALOG 8 (ver 2.4). Logging ainda pode ser realizado sem um cartão de memória
USB conectado, mas os dados não serão guardadas para uso futuro. O procedimento na
seção 6.2.4.1 abaixo descreve como contar a unidade que ação tomar se não encontrar um
dispositivo USB conectado.
NOTA: um memory stick USB é fornecido com a unidade, mas qualquer dispositivo adequado
pode ser usado.
6.2.4.1 Setti ng t ele ser ha vi a de t ele uni t whe n nenhuma L SB stickisco nne CTED

1. Selecione Opções no menu principal.

2. selecionar USB MEMÓRIA de OPÇÃOS


HOMENSvocê para abrir o Gerenciamento de memória USB ecrã
(Fig. 6-7).

Fig. 6-7

3. Euf você desejar que a unidade emite um alarme sonoro se você começar a registrar sem
um stick USB conectado, toque no botão da opção do meio (Alarme sonoro). O botão
fica azul quando a opção for selecionada.

4. Tele superior e opções de fundo são selecionados em um “ou / ou” base. Selecione:
 Se não for detectado, não iniciar o teste se quiser que a unidade para evitar o registo
seja iniciado quando nenhum stick USB é conectado;
 Se não for detectado, iniciar o teste de qualquer maneira se você deseja permitir o
registo para começar mesmo quando não há USB é conectado.

5. Cperder a tela para voltar ao menu de opções. Feche as opções do menu para
voltar ao MENU PRINCIPAL.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/201 99 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
6.2.4.2 Deleti ng filesfromthe US vara B
Tele área na parte inferior da tela de gerenciamento de memória USB (Fig. 6-7) exibe o
seguinte conteúdo do stick USB:
 Número de arquivos
 Number de diretórios (pastas)
 Paratamanho tal de arquivos em bytes
 Número de bytes ainda disponíveis

1. Tap o botão Bin para apagar todo o conteúdo do stick USB. Você será solicitado
para confirmar (Fig. 6-8).

Fig. 6-8

2. Uma mensagem do sistema será exibida enquanto o arquivo está sendo excluído.

3. Close the screen to return to the OPTIONS MENU. Close the OPTIONS MENU
to return to the MAIN MENU.

Tele
NOTA:
memory stick USB deve ser ligado / desligado quando a unidade é
desligada. Não deve ser desconectado durante um teste está em execução.

82-P9008 Rev.2 EN 100 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.3 Definiçõesg-se transdutores


6.3.1 1 Editing th e ha RDW um re s s reparativos
Euf os transdutores sendo usado com o DATALOG 8 foram calibrados na fábrica antes do
envio, as configurações de hardware já estará configurado. Se um transdutor é transferida
para um outro canal ou está a ser utilizado em um canal, pela primeira vez, as configurações
de canal de hardware deve ser configurado como se segue:

:Alternando
NOTA

a unidade DATALOG 8 com configurações de hardware


inadequados para o
transdutores ligados entre si pode causar danos no equipamento. As
configurações de hardware deve ser verificado antesctransdutores onectar.
Controles não será responsabilizado por danos materiais causados pelo uso de
configurações de hardware incorrectos.

1. Selecione a calibração a partir do MENU PRINCIPAL.

2. Selecione o botão Enter no menu de calibração (Fig. 6-9) para abrir a tela HARDWRE
AJUSTES (Fig. 6-10).

Fig. 6-9

3. Selecione o botão Editar e digite a senha '00101' usando o teclado.

4. TO mudar o nível de entrada, tocar no valor de acordo com o número de canal necessário
até que a opção desejada é mostrado (BAIXO (20 mV), elevado (10 V), UV (20 mV) ou
mA (0-20 mA). Consulte a seção 4.5.2 para mais informações.

5. Tele canais são agrupados em quatro pares, com cada par tendo a mesma tensão de
excitação. Para aumentar a excitação para um par de canais, tocar no botão mais
adjacente ao par relevante. Para diminuir a excitação, use o botão de menos. Consulte a
seção
4.5.2 para mais informações.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 101 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
6. Selecione o botão Salvar para salvar as alterações.

7. Cperder a tela para retornar ao menu de calibração. Fechar o menu de calibração


para voltar ao menu principal.

Fig. 6-10

82-P9008 Rev.2 EN 102 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.3.2 2 Definiçõesmi g tran sducer li ts


Um limite mínimo e máximo de viagem pode ser definido para cada canal. Quando o
transdutor está lendo dentro destes limites durante o registro do fundo da leitura do
transdutor na tela TRANSDUCER Display é verde. Se a leitura do transdutor ficar abaixo do
mínimo ou acima do máximo, o fundo muda para vermelho para alertar o operador, que
pode, então, parar o teste, se necessário.

1. Select RUN TEST a partir do MENU


PRINCIPAL.

2. Tap a leitura do número do canal que deseja editar na tela TRANSDUCER DISPLAY
(Fig. 6-11) e digite a senha '00101' usando o teclado.

Fig. 6-11

3. Eun a TELA configurações de canal, (Fig. 6-12), editar o superior (máximo) e / ou mais
baixos limites (mínimo) de viagem tocando no campo e inserindo um novo valor usando
o teclado.
NOTA: os limites de viagem ou a capacidade de um transdutor pode ser encontrada na
documentação do fabricante.

Fig. 6-12

4. Cperder a tela para retornar à tela TRANSDUCER DISPLAY. Feche o


transduçãoR DISPLAY para retornar ao MENU PRINCIPAL.
02/11/201 5
103
DATALOG
82-P9008
8
Eumanual
Rev.2 EN de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.3.3 3 usinga transdutor di ELPS ceme nt para medir estirpe


Transducers que foram calibrados para medir em unidades de comprimento (por exemplo,
mm) pode ser configurado para ler na estirpe ( , microtensão) como se segue:
NOTA: este procedimento não se aplica a medidores de tensão - para este tipo de dispositivo
de medição ver 6.3.4.

1. Select RUN TEST a partir do MENU PRINCIPAL.

2. Tap a leitura do número do canal que deseja editar na tela TRANSDUCER DISPLAY
(Fig. 6-11) e digite a senha '00101' usando o teclado.

3. Eun a CHANNEL DEFINIÇÕES TELA, (Fig. 6-13), o toque Scalc trem. habilitarbotão.
Tele botão fica azul quando a opção for selecionada.

4. Eun o campo de comprimento base, introduzir o comprimento de referência para o


cálculo microtensão a partir das medições do transdutor. Consulte a seção 4.3.4 para
mais informações.

Tele
NOTA:
comprimento da base deve ser medida nas mesmas unidades como o
transdutor ligado
para o canal é de medição. Por exemplo, se o transdutor é calibrado para medir
mm, o comprimento da base deve ser introduzida em mm.

5. Cperder a tela para retornar à tela TRANSDUCER DISPLAY. Feche o


transduçãoR DISPLAY para retornar ao MENU PRINCIPAL.

Fig. 6-13
DATALOG 8
82-P9008 Rev.2 EN 02/11/2015
Eumanual de 104
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.3.4 4 using estirpe g agosto ES


medidores de tensão (por exemplo, 82-P0390), aderidas à superfície de uma amostra, pode
ser ligado à unidade de DATALOG 8, a fim de medir directamente as características de
deformação. A partir desses dados, é possível determinar o módulo de Young e coeficiente
de Poisson.

Para uma configuração de ponte ¼, cada calibre deve ser ligado ao DATALOG 8 por meio
de um dispositivo de compensação para completar o circuito de ponte de Wheatstone. Um
dispositivo adequado pode ser fornecido por meio de comandos (82-P0398). Este dispositivo
consiste de três resistências 120 Ω ligados uns aos outros, de tal maneira como para
funcionar como os três braços passivas da ponte de Wheatstone (ver Fig. 6-14). Um aparador
é inserida para equilibrar a ponte, compensar as não linearidades e zero definir a ponte antes
das medições são realizadas. Os cabos para ligar os medidores de tensão para o dispositivo
de compensação são incluídos com o dispositivo.

Fig. 6-14
Euconfiguração ponte nd ¼, o sinal de saída (V, em microvolts) da ponte de Wheatstone é:
1
= × Δ𝑅
4 𝑅
WAqui:
U é a tensão de excitação de ponte;
R é a mudança na resistência do medidor de tensão activo.
ºé último parâmetro está relacionado com a mudança no comprimento de medida com a
seguinte relação:
Δ
Δ𝑅 = (1 + 2 ×) ×
=×ε
𝑅 �0
WAqui:
L é a alteração no comprimento de medida;
eu0 é o comprimento da base;
K é o factor de medidor;
é a estirpe medido.
DATALOG 8
Eumanual de
02/11/201 82-P9008 Rev.2 EN
105
nstruction
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
Tele medir factor K depende da razão entre o material utilizado para fazer o medidor de
tensão e pode ser encontrado impresso na caixa que os calibres são fornecidos na de Poisson.
Para calibres de tensão da folha, o valor é normalmente de cerca de 2.

Tele DATALOG 8 exibe leituras em microstrain (ou microepsilon), calculado da seguinte


forma:
Δ
× 10-6 = 4×
μ=
�0 ×
medidores de tensão pode ser ligado a qualquer um dos oito canais da unidade. O nível de
entrada dos canais deve ser definido como UV na tela de configurações de hardware.
Consulte a seção 6.3.1.

6.3.4.1 E va l ua ti on de Modul-nos de c onc rete 's Youn g


ºé teste é realizado em cilindros de betão 150 mm de altura x 300 mm. Três extensómetros
folha activas (pelo menos 50 mm de comprimento) estão ligados lateralmente, em intervalos
de 120º, para a superfície da amostra, paralelos ao seu eixo e centrada em torno de meia-
altura.
Cada medidor de tensão está ligado a um dispositivo de compensação diferente (82-P0398);
os dispositivos de compensação são então ligados aos canais do DATALOG 8 que foram
estabelecidos para os medidores de tensão (ver acima).
Tele compressibilidade da amostra é calculado a partir da média das três medições
independentes.
Nota: o comprimento de cada aferidor de tensão deve ser pelo menos 10 vezes maior do que
o maior diâmetro do grão e não deve ser ligada dentro de D / 2 das extremidades da
amostra, em que D é o diâmetro de amostra.
6.3.4.2 E va l u ti na de P ss oi em' SRATIO de co nc rete
Tele configuração para este teste é o mesmo que acima, (6.3.4.1), com a adição de mais três
calibres de tensão, posicionado perpendicularmente ao eixo do cilindro.
Tele calibres adicionais são ligados a três diferentes dispositivos de compensação (82-
P0398), que são então ligados aos canais do DATALOG 8 que foram estabelecidos para os
medidores de tensão.
Eun esta configuração, seis medições independentes de tensão são realizadas; três no eixo
vertical e três na radial.
6.3.4.3 luati E VA em de 'Modul s-nos um nd Poi ss em' Youn g SRATIO de r oc k
Para este teste, um ou dois aferidores de tensão estão ligados perpendicularmente ao eixo da
amostra, para medir a tensão radial, e um ou dois são ligados em paralelo ao eixo, para medir
a deformação vertical.
Cada medidor de tensão está ligado a um dispositivo de compensação diferente (82-P0398);
os dispositivos de compensação são então ligados aos canais do DATALOG 8 que foram
estabelecidos para os medidores de tensão.
Nota: o comprimento de cada aferidor de tensão deve ser pelo menos 10 vezes maior do que
o maior diâmetro do grão e não deve ser ligada dentro de D / 2 das extremidades da
amostra, em que D é o diâmetro de amostra. Para uma amostra de rocha com um diâmetro
de 54 mm, 20 mm Espessura de longo estirpe deverá ser satisfatório.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 106 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6,3. 5 perfo Rmin ga calib ração


Transducers deve ser calibrado quando da sua primeira conectado a qualquer novo canal.
Eles também devem ser recalibrada periodicamente para garantir que eles ainda estão
funcionando corretamente.
Para este procedimento, será necessário dispor de um equipamento adequado de referência
que é calibrado (e de preferência rastreável) e tem a mesma ou maior capacidade do que o
transdutor.

Bntes de partida, certifique-se os transdutores são ligados como descrito na secção 3.4, e o
aparelho é ligado (ver 6.1).

1. Selecione a calibração a partir do MENU PRINCIPAL.

2. Seleccionar o número de canal que o transdutor está ligado a partir do menu de


calibração (Fig. 6-15).

Fig. 6-15

3. Selecione o botão Editar na tela de calibração e digite a senha '00101' usando o teclado.
O texto do botão muda para SALVAR.

4. Euf necessário, editar os detalhes do transdutor tocando em cada campo e inserindo um


novo valor usando o teclado. (Veja 4.5.1.2 para obter informações.) Toque no botão
SALVAR após mudar os valores para que o firmware será atualizada.

5. Colocar o transdutor e o equipamento de referência para a posição para o primeiro ponto


de calibração (normalmente zero). Quando o Reading em divs é constante, toque no
ícone na primeira linha da tabela de calibração para capturar a leitura e inseri-lo na
tabela.

6. Tap a primeira linha do 'Ref.' coluna e inserir o valor indicado no equipamento de


referência, utilizando o teclado. Toque no botão SAVE.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 107 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
7. Mover o transdutor em posição para o próximo ponto de calibração. Quando o Reading
em divs é constante, toque no ícone na próxima linha da tabela de calibração. Digite o
valor mostrado no equipamento de referência na 'Ref.' coluna e toque no botão SAVE.

4
6

Fig. 6-16

8. Rpasso EPEAT 7 para todos os pontos restantes.


NOTA: um máximo de oito pontos de calibração pode ser realizada. O valor de
referência não pode exceder a escala do transdutor inserido nodetalhes transdutor.

9. Cperder a tela para retornar ao menu de calibração. Selecione outro número de


canal para executar outra calibração ou fechar o menu de calibração para retornar
para o MENU PRINCIPAL.

82-P9008 Rev.2 EN 108 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.4 loggindados g
Bntes de partida, certifique-se os transdutores são ligados como descrito na secção 3.4 e
calibrado (ver 6.3.5), e o aparelho é ligado (ver 6.1).

1. Select RUN TEST a partir do MENU PRINCIPAL.

2. Selecione o botão FILENAME na parte inferior da tela TRANSDUCER EXIBIÇÃO


(Fig. 6-17) e introduzir um nome do ficheiro de dados através do teclado.
NOTA: o nome do arquivo não deve conter espaços.

3 8

8 4 2

Fig. 6-17

3. To ativar / desativar o log para um canal, toque no transdutor de leitura para abrir a tela
de configurações do canal (Fig. 6-18) e toque no botão Channel habilitado. Quando o
botão é de cor azul, o registo está activado; quando é logging preto está desativado.
Feche a tela e repita para outros canais, se necessário.
NOTA: quando um canal está desativado, a leitura do transdutor é exibido como '******'.

Fig. 6-18

4. Selecione o botão LOGGING INTV na parte inferior da tela TRANSDUCER EXIBIÇÃO


para abrir o TELA DE REGISTO MODO (Fig. 6-19). Selecione o modo de registro que
você quer

02/11/201 5
109
82-P9008
DATALOG 8
Rev.2 EN Eumanual de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
usar e editar o intervalo, fatores ou mesa para obter os intervalos de registro necessárias.
Veja 4.3.2 para mais detalhes.

Fig. 6-19

5. Defina a escala de eixo x do gráfico de dados tocando em XaEscala xis até que apareça o
valor requerido. Se você quiser que todos os dados sejam plotados em uma página
gráfico, certifique-se de que o valor da escala selecionada é maior do que a duração
prevista do teste. Veja 4.3.2 para obter informações.

6. Selecione o botão CONDIÇÕES na parte inferior da tela LOGGING MODE (Fig.


19/6) para abrir as condições de início / fim TELA (Fig. 6-20).

Fig. 6-20

82-P9008 Rev.2 EN 110 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
Selecione todas as condições que deseja usar para acionar o início eo fim do registo, e
editar os valores, se necessário. Veja 4.3.3 para mais detalhes. Se você deseja iniciar e
parar o registo manualmente, certifique-se nenhuma das opções são selecionadas.

7. Cperder o START / condições finais tela e do modo de tela de registro para


retornar à tela TRANSDUCER DISPLAY.

8. Certifique-se os transdutores estão todos em posição para o início do teste. Se necessário,


defina as leituras a zero selecionando o botão ZERO ao lado da leitura do transdutor.

Fig. 6-21

9. Selecione o botão START para iniciar o registro. Se você selecionou quaisquer


condições iniciais na etapa 6, o registro será iniciado quando uma das condições for
verdadeira, qualquer que ocorrer primeiro (se você selecionou mais de um).

10. TO vista registado dados representados num gráfico (Fig. 6-22), seleccionar o botão
VIEW gráfico na parte inferior da tela TRANSDUTOR DE VISUALIZAÇÃO. Para ver
os dados em forma tabulada, selecione o botão de exibição de dados na parte inferior da
tela gráfica.

Fig. 6-22

11. Euf você precisa tomar uma leitura adicional a qualquer momento, selecione o botão
LOG MANUAL na parte inferior da tela TRANSDUCER exibir ou a tela Graph.

02/11/201 5
111
DATALOG
82-P9008
8
Eumanual
Rev.2 EN de
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
12. Euf você selecionou quaisquer condições finais na etapa 6, o registo pára
automaticamente quando uma das condições for verdadeira, qualquer que ocorrer
primeiro (se você selecionou mais de um). Para parar o registo manualmente, selecione o
botão STOP (você será solicitado a confirmar).

82-P9008 Rev.2 EN 112 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

6.5 Alternar emg a unidade


Certifique-se de todos registro de dados está parado e, em seguida, pressione o botão de
energia localizado próximo ao soquete de alimentação ao ( “0”) posição OFF.

Fig. 6-23

02/11/201 113 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7. usinG DO DataComm 2 SOFTWARE


Tsua seção só é relevante se você tem o software DataComm 2 (82-P9008 / SOF).

ºé seção descreve como operar a unidade DATALOG 8 usando o software DataComm 2. Os


números em círculos sobre as figuras referem-se aos números dos passos da secção. Se
precisar de mais informações sobre qualquer parte do software, consulte as descrições na
seção 5.

UMAll as instruções dadas na presente secção partem do princípio de que a unidade


DATALOG 8 é instalado como descrito na secção 3 e o software DataComm 2 é instalado
no computador de acordo com as instruções na secção 5.3.

ATENÇÃO!
Eu estouuso adequado de sistemas de teste pode causar ferimentos ao pessoal e /
ou danos ao equipamento. REFER os manuais de instruções hardware relevante
para a segurança
informações e procedimentos para o uso correto do equipamento.
UMAny uso do equipamento diferente do descrito nos manuais de instruções
relevantes irá anular os termos da garantia do equipamento.

Tporta
NOTA:
USB ele no painel traseiro do aparelho é apenas para a conexão do
memvara ORY para armazenar dados de teste. Não usá-lo para recarregar
dispositivos portáteis, como telefones celulares, leitores de MP3, etc.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 114 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.1 correndog o software


1. Ligar a unidade (s) DATALOG 8 de acordo com o procedimento na secção 6.1.

2. Ligar o PC. Quando estiver pronto, execute o software DataComm 2 clicando no ícone
no desktop (Fig. 7-1) ou selecionando DataComm 2 a partir do menu Iniciar do
Windows.

Fig. 7-1
Tele inicialização tela (Fig. 7-2) é mostrado por alguns segundos e, em seguida, no painel
principal se abre.

Fig. 7-2
DATALOG
02/11/201
8 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de 115
5
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.2 Managinopções do sistema g


7.2.1 1 Changing a displa y langu ag e

1. Clamber o Sbotão CONFIGURAÇÃES no MAIPAINEL N para abrir o opções


painel (Fig.
7-3).

2. Selecione um idioma na lista drop-down e, em seguida, clique no botão OK para


confirmar a alteração e fechar o painel. A mudança entra em vigor imediatamente.
NOTA: na versão atual italiano e inglês estão disponíveis.

Fig. 7-3

7.2.2 2 Changing ord passw

1. Clamber o Sbotão CONFIGURAÇÃES no MAIPAINEL N para abrir o painel de


opções (FIG.
7-3).

2. Clamber o botão Alterar senha, digite a senha atual quando solicitado (o padrão é
'controles') e clique no botão OK.

3. Eun a janela que aparece (Fig. 7-4), a entrar nova palavra-passe no campo
superior. Digite a mesma senha no campo inferior e, em seguida, clique no botão
OK para fechar a janela.

Fig. 7-4
NOTA: a senha não pode ser recuperada por controles se você perder ou esquecer.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 116 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.3 CONFIGURARg as unidades


7.3.1 1 Changing o vestido ad IP
vocêp oito unidades podem ser conectados, através de uma rede, para o PC rodando o
software DataComm 2. Cada unidade deve ter um endereço IP diferente, como mostra a
Tabela 7-1 abaixo. O endereço IP padrão é 192.168.000.020 mas se especificado no
momento da encomenda, os endereços IP das unidades terá sido configurado na fábrica, e as
unidades serão marcados em conformidade.

vocêlê endereço de IP Cnúmeros Hannel


ndea atribuído pelo software
1 192.168.000.020 1a8
2 192.168.000.021 9-16
3 192.168.000.022 17 a 24
4 192.168.000.023 25 a 32
5 192.168.000.024 33 a 40
6 192.168.000.025 41-48
7 192.168.000.026 49 a 56
8 192.168.000.027 57 a 64

Tabela 7-1
Tele seguinte procedimento pode ser usado para alterar o endereço IP
de uma unidade:
NOTA: se você tiver mais de uma unidade e eles não são rotulados com um endereço IP
definido de fábrica, conectar e configurar as unidades de um de cada vez, atribuir o número
mais alto primeiro e terminando com 1 unidade.

1. Clamber o botão de calibração no painel principal para abrir o painel de


administração do canal (Fig. 7-5).

Fig. 7-5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/201 117 82-P9008 Rev.2 EN
5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

2. Selecione a unidade que deseja configurar a partir da lista DATALOG conectado


e, em seguida, clique no botão Definir endereço IP. Digite a senha para abrir o
Editar
nepainel Twork (Fig. 7-6).
NOTA: a senha padrão é 'controles'.

Fig. 7-6

3. vocêSE os botões de seta para aumentar / diminuir os dois últimos dígitos do


endereço IP.
To salvar o novo endereço, clique no botão Upload e, em seguida, confirmar quando
solicitado.

4. Uma mensagem aparecerá dizendo para você reiniciar o logger. Clique no botão
OK para fechar a mensagem e, em seguida, fechar o painel Editar rede.

5. Ligue o aparelho DATALOG 8 Desligar e voltar a utilizar o interruptor de alimentação


na parte de trás da unidade. O software agora se conecta à unidade usando o seu novo
endereço.

6. Cperder o painel de gestão CANAL para voltar ao painel principal.


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 118 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.3.2 2 Editing th e ha RDW um re s s reparativos


Euf os transdutores sendo usado com o DATALOG 8 foram calibrados na fábrica antes do
envio, as configurações de hardware já estará configurado. Se um transdutor é transferida
para um outro canal ou está a ser utilizado em um canal, pela primeira vez, as configurações
de canal de hardware deve ser configurado como se segue:

Alternando
NOTA:
a unidade DATALOG 8 com configurações de hardware
inadequados para os transdutores conectados podem causar danos ao
equipamento. As configurações de hardware
deve ser verificado antes ctransdutores onectar. Controles não será
responsabilizado por danos materiais causados pelo uso de hardware incorreta
configurações.

1. Clamber o botão de calibração no painel principal para abrir o painel de


administração do canal (Fig. 7-5).

2. Selecione a unidade que deseja configurar a partir da lista DATALOG


conectado e, em seguida, clique no botão Configurações vista do hardware.
Digite a senha para abrir
O painel de configurações de hardware (Fig. 7-7).
NOTA: a senha padrão é 'controles'.

3 4

Fig. 7-7

3. TO mudar o nível de entrada, seleccionar uma opção (BAIXO (20 mV), elevado (10 V),
a corrente (0 -. 20 mA) ou UV (20 mV) da lista suspensa em conformidade com o
número do canal Consulte seção 5.8.3 para mais informações.

4. Tele canais são agrupados em quatro pares, com cada par tendo a mesma tensão de
excitação (VEXC). Para aumentar a VEXC para um par de canais, tocar no botão mais
adjacente ao par relevante. Para diminuir o VEXC, use o botão de menos. Consulte a
seção5.8.4 para em formação.

5. Clamber o Envio botão para enviar as definições para a unidade e


confirme quando solicitado.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
6. Cperder a hardwarE DEFINIÇÕES DE PAINEL e, em seguida,
fechar o managemen CHANNELPAINEL T para voltar ao
MAIPAINEL N.
02/11/2015 119 82-P9008 Rev.2 EN
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.3.3 3 perfo Rmin ga calib ração


Euf os transdutores sendo usado com o DATALOG 8 foram calibrados na fábrica antes do
envio, desde que estejam conectados aos canais corretos, eles não precisam ser calibrados e
estão prontos para uso. No entanto, eles devem ser recalibrada periodicamente para garantir
que eles ainda estão funcionando corretamente. Transdutores também deve ser calibrado
quando conectado pela primeira vez a qualquer canal que não foram calibrados antes.

Para este procedimento, será necessário dispor de um equipamento adequado de referência


que é calibrado (e de preferência rastreável) e tem a mesma ou maior capacidade do que o
transdutor.

Bntes de partida, certifique-se os transdutores são ligados como descrito na secção 3.4 e a
unidade é ligada (ver 6.1).

1. Clamber o botão de calibração no painel principal para abrir o painel de


administração do canal (Fig. 7-8).

Fig. 7-8

2. Selecione a unidade que o transdutor desejar calibrar é conectado a partir do


connectéD DATALOG listar e, em seguida, clique no VIbotão EW
CALIBRAÇÕES.
Digite a senha para abrir o painel CALIBRATION (Fig. 7-9).
NOTA: a senha padrão é 'controles'.

3. Selecione o número do canal que o transdutor está conectado.

4. Clamber o botão de calibração EDIT e digite a senha para desbloquear o painel


para edição.

5. Se necessário, editar os detalhes do transdutor. (Veja 5.7.4 para obter

informações.) 6. Clamber o botão de destravar TABLE para desbloquear

a tabela.

7. Euf já há dados na tabela, clique no botão TABELA CLARA para removê-lo.


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 120 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
8. Clamber o botão Point Adicionar e colocar o transdutor e o equipamento de
referência para a posição para o primeiro ponto de calibração (geralmente zero).

Fig. 7-9

9. Eun o campo de referência que tem aparecido (Fig. 7-10), introduzir a leitura do
equipamento de referência. Quando a leitura TRANSDUCER em divs é estável,
clique em
o botão OK para gravar os valores para a mesa.

10. REPEAT os passos 8 e 9 para todos os pontos restantes.


NOTA: um máximo de dez pontos de calibração pode ser realizada.

Fig. 7-10
11. Quando terminar, clique no DESBLOQUEAR botão TABLE para bloquear a tabela.

02/11/2015 121 82-P9008 Rev.2 EN


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

12. To salvar os dados de calibração em um arquivo de texto que pode ser carregado
de volta em uma data posterior, clique no botão guardar a calibragem.
NOTA: os dados são salvos em uma pasta individual de acordo com o número do canal
atribuído pelo software (1-64) na pasta do diretório de instalação dos dados \ Channels
'.

13. Enviar os novos dados para a unidade, clicando no botão de calibração UPLOAD.
Quando o upload estiver completo (que vai demorar alguns segundos), o painel será
re-
trancada.

14. Euf necessário, selecione outro número de canal para calibrar e repita o procedimento a
partir do passo 4.

15. Clamber o EXIT para fechar o painel.


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 122 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.3.4 4 loadinlacuna calib revious ção ra


Calibrations que foram salvos como arquivos de texto (veja a etapa 12 da seção 7.3.3) pode
ser carregado de volta para o software e enviados para a unidade, permitindo que vários
transdutores a serem atribuídos ao mesmo canal sem recalibrar cada vez que eles estão
conectados. Por exemplo, você pode ter duas células de carga de diferentes capacidades que
pretende ligar para o mesmo canal e trocá-los de acordo com os requisitos do ensaio e / ou
amostra de teste.
Nota: arquivados os dados de calibragem só deve ser carregado para o mesmo canal que foi
usado para realizar a calibração.

1. Siga os passos 1 a 4 da secção 7.3.3 para acessar o painel CALIBRATION.

2. Clamber o botão Carga de calibração. Na caixa de diálogo Windows File Abrir


padrão que aparece, selecione o arquivo de calibração que você deseja carregar e
clique
o botão OK.

3. DADOS O transdutor detalhes e calibração pode ser editada, se necessário, seguindo as


etapas de 5 a 11 de secção 7.3.3.

4. Enviar os dados para a unidade, clicando no botão UPLOAD CALIBRATION.


Quando o upload estiver completo (que vai demorar alguns segundos), o painel será
re-bloqueado.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

02/11/201 123 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.4 Managingrupos g transdutor


Channels de quaisquer DATALOG 8 unidades ligadas ao PC pode ser agrupadas em
conjunto, em qualquer combinação, para criar “grupos de teste” de modo a que cada peça de
equipamento de teste tem um grupo de canais que pode ser conectado de forma
independente. Esta seção descreve como criar, editar e excluir esses grupos.

7.4.1 1 Adicionar emgan ew g rupo

1. Clamber o Gbotão GESTÃO RUPO no painel principal para abrir o


GROUPAINEL DE GESTÃO P (Fig. 7-11).

2. Clamber o ADD botão GROUP para desbloquear o


painel.

Fig. 7-11

3. Digite um nome para o grupo e selecione uma cor clicando sobre a cor existente e
selecionando um novo a partir da paleta.

4. Clamber em qualquer CANAIS LOGGER você deseja atribuir ao novo grupo. Quando
seleccionado, o cor grupo será exibido na célula.
NOTA: canais já atribuídos a outros grupos não podem ser selecionados. Para mover
um canal a partir de um grupo para outro, ele deve ser não atribuído a partir do
primeiro grupo (ver 7.4.3)

5. To salvar o novo grupo, clique no Sbotão AVE GROUP e confirme quando


solicitado.

6. Cperder o painel de gestão GROUP para retornar ao painel principal.

7. O novo grupo é exibido na lista de grupos (5.4.3).


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
82-P9008 Rev.2 EN 124 02/11/2015
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.4.2 2 del eting um grupo stin g exi

1. Clamber o Gbotão GESTÃO RUPO no painel principal para abrir o


GROUPAINEL DE GESTÃO P (Fig. 7-12).

2. Selecione o grupo que deseja excluir da lista de grupos existentes e, em seguida,


clique no botão Apagar grupo. Confirme quando solicitado.

Fig. 7-12
3. Cperder o painel de gestão GROUP para retornar ao painel principal.

02/11/2015 125 82-P9008 Rev.2 EN


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.4.3 3 Editing um grupo g stin exi

1. Clamber o Gbotão GESTÃO RUPO no painel principal para abrir o


GROUPAINEL DE GESTÃO P (Fig. 7-13).

2. Selecione o grupo que deseja excluir da lista de grupos existentes e, em seguida,


clique no botão GROUP EDIT para desbloquear o painel.

4
2

Fig. 7-13

3. To alterar o nome ou a cor, basta editar o texto nome do grupo e clique na cor existente e
escolha um novo a partir da paleta.

4. To remover um canal atribuído ao grupo, clique no canal na área dos canais registrador.
A cor do grupo é removida da célula e o canal está agora disponível para ser atribuído a
um outro grupo.

5. To adicionar um canal ao grupo, clique no canal na área dos canais registrador.


Quando seleccionado, o cor grupo será exibido na célula.

6. To salvar as alterações, clique no Sbotão AVE GROUP e confirme quando


solicitado.

7. Cperder o painel de gestão GROUP para retornar ao painel principal.


DATALOG 8
82-P9008 Rev.2 EN 02/11/2015
Eumanual de 126
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.5 Definiçõesg-se transdutores


7.5.1 1 Definiçõesmi g tran sducer li ts
Um limite mínimo e máximo de viagem pode ser definido para cada canal. Quando o
transdutor está lendo dentro destes limites durante o registro do fundo da leitura do
transdutor no painel de controle TEST é verde. Se a leitura do transdutor ficar abaixo do
mínimo ou acima do máximo, o fundo muda para vermelho para alertar o operador, que
pode, então, parar o teste, se necessário.

To definir os limites, o transdutor deve ser atribuído a um grupo transdutor. Consulte a


secção 7.4.

1. Eun A lista de grupos (5.4.3) no painel principal, clique duas vezes o grupo que contém
os transdutores que você deseja definir limites para. O PAINEL DE TESTE
CONFIGURAÇÃO vai abrir (Fig. 7-14).

Fig. 7-14

2. Double clique na linha que exibe o transdutor que deseja editar. As configurações de
canal PAINEL (Fig. 7-15) vai abrir. Editar o limite superior (máximo) e / ou o limite
inferior (mínimo), como exigido.
NOTA: os limites de viagem ou a capacidade de um transdutor pode ser encontrada na
documentação do fabricante.
DATALOG
02/11/201
8 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de 127
5
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Fig. 7-15

3. Clamber o botão OK para salvar os valores e fechar o painel.

4. To retornar ao painel principal, clique no botão Fechar no canto superior direito da


TEST CONFIGURAÇÃO DO PAINEL.

82-P9008 Rev.2 EN 128 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.5.2 2usinga transdutor di ELPS ceme nt para medir estirpe


Transducers que foram calibrados para medir em unidades de comprimento (por exemplo,
mm) pode ser configurado para ler na estirpe ( , microtensão) como se segue:
NOTA: este procedimento não se aplica a medidores de tensão - para este tipo de dispositivo
de medição ver 7.5.3.

1. Eun A lista de grupos (5.4.3) no painel principal, clique duas vezes no grupo que contém
o transdutor que deseja usar para medir a tensão. O PAINEL DE TESTE
CONFIGURAÇÃO vai abrir (Fig. 7-16).

2. Double clique na linha que exibe o transdutor que deseja usar para medir a tensão. o
CHANNEL configurações do painel (Fig. 7-17) vai abrir.

3. Mova o Ativar tensão mudar para a posição de activação (verde).

4. Eun o campo de comprimento base, introduzir o comprimento de referência para o


cálculo microtensão a partir das medições do transdutor. Veja a seção 5.10.2 para obter
mais informações.


NOTA:
Tele comprimento da base deve ser medida nas mesmas unidades como o
transdutor ligado
para o canal é de medição. Por exemplo, se o transdutor é calibrado para medir
mm, o comprimento da base deve ser introduzida em mm.

5. Clamber o botão OK para salvar as configurações e fechar o painel. O


transdutor está agora lendo em .

Fig. 7-16

6. To retornar ao painel principal, clique no botão Fechar no canto superior direito da


TEST CONFIGURAÇÃO DO PAINEL.
02/11/201
DATALOG 8
82-P9008 Rev.2 EN
129 Eumanual de
5
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.5.3 3 using estirpe g agosto ES


Siga os passos 1 a 3 da secção 7.5.2 para abrir o painel de configurações canal e mudar o
cálculo pressão sobre. Introduza a configuração da ponte e factor de Medida (Fig. 7-17) e,
em seguida, seguir os passos 5 e 6 da secção 7.5.2.

Fig. 7-17
REFER a seção 6.3.4 para obter informações sobre
medidores de tensão.

82-P9008 Rev.2 EN 130 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.6 correndoteste ga
Bntes de iniciar, certifique-se os transdutores são conectados como descrito na seção 3.4, e
calibrado (ver 7.3.3), e a unidade e software em execução (ver 6.1 e 7.1).

1. Eun A lista de grupos (5.4.3) no painel principal, clique duas vezes no grupo que você
deseja utilizar para o teste. O painel de teste de configuração (fig. 7-18) vai abrir.

2. Seleccionar parâmetros de intervalo log adequados para atingir a taxa de registo de dados
necessária para o teste, ou de carga em uma tabela de intervalos de tempo pré-definido.
Veja 5.9.3 para mais detalhes.

Fig. 7-18

3. Selecione todas as condições que deseja usar para acionar o início eo fim do teste, e
editar os valores, se necessário. Ver 5.9.4 e 5.9.5 para mais detalhes. Se você deseja
iniciar e parar o registo manualmente, certifique-se nenhuma das opções estão marcadas.

4. Certifique-se os transdutores estão todos em posição para o início do teste. Se você


deseja aplicar um deslocamento para um ou todos os transdutores zero, clique duas vezes
sobre a linha que exibe o transdutor você quiser deslocar para abrir as definições de
canal PAINEL (Fig. 7-19). Para definir o
DATALOG
02/11/201
8 82-P9008 Rev.2 EN
Eumanual de 131
5
nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
selecionado transdutor para zero, clique no botão Zero. Para definir todos os transdutores
no grupo a zero, clique em tudo o botão Zero. limites transdutor e medição de tensão
também são definidos acima neste painel - ver a secção 7.5. Clique no botão OK para
salvar as configurações e fechar o painel.

Fig. 7-19

5. Clamber o botão Iniciar teste e, na caixa de diálogo do Windows Salvar arquivo


padrão que aparece, selecione um local e digite um nome de arquivo para salvar o
dados. Clique no botão OK para fechar a janela e iniciar o teste. O PAINEL DE
CONTROLO DE ENSAIO (Fig. 7-20) vai abrir.
NOTA: o local padrão para os arquivos de dados de teste é dos dados Log \ 'pasta do
diretório de instalação. Os dados são salvos em um arquivo .txt separado por
tabulações.

6. Se você selecionou quaisquer condições de partida no passo 3, o registro será iniciado


quando uma das condições for verdadeira, qualquer que ocorrer primeiro (se você
selecionou mais de um).

7. To vista logado dados plotados em um gráfico, selecione o VIEbotão


GRÁFICO W. o
GRAPH PAINEL (Fig. 7-21) vai abrir. Consulte a seção
5.12 para obter informações sobre o
funções no painel.

8. To vista os dados registrados em uma tabela, selecione o botão de exibição de


tabela. O PAINEL DE DADOS DE TABELA (Fig. 7-22) vai abrir. Consulte a
seção 5.13 para obter informações sobre o
funções no painel.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 132 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Fig. 7-20

Fig. 7-21
9. Euf você precisa tomar uma leitura adicional a qualquer momento, clique no
Mbotão LOG ANUAL no TESPAINEL DE CONTROLE T , a DATUM PAINEL
TABLE
PAINEL.ou o GRÁFICO

10. Euf você selecionou quaisquer condições finais na etapa 3, o log pára
automaticamente quando uma das condições for verdadeira, qualquer que ocorrer
primeiro (se você
1). Para parar selecionou
o registo mais de selecione oSbotão TOP TEST no TESTE
manualmente,
CONTROL PAINEL (Você será solicitado a confirmar).

02/11/2015 133 82-P9008 Rev.2 EN


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Fig. 7-22
Nota: vários testes pode ser executado simultaneamente através da repetição do
procedimento acima para outros grupos de transdutores. Se necessário, oPAINEL DE
CONTROLE DE TESTEs de todos os grupos activos podem ser providenciados na área de
trabalho, a fim de monitorizar o progresso de todos os testes.

82-P9008 Rev.2 EN
02/1
DATALOG 8
134 Eumanual de
1/20
15 nstruction
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.7 Reviewinteste anterior ga

1. Clamber o botão REVIEW no painel principal para abrir o Painel de Revisão


(Fig. 7-23).

Fig. 7-23

2. Clamber o botão arquivo aberto e, na caixa de diálogo Windows File Abrir padrão
que aparece, localize o arquivo para o teste que você deseja carregar e clique no OK
botão.

3. To visualizar os dados plotados no PAINEL DE GRÁFICO (5,12), clique no


botão Visualizar gráfico. O painel será aberto no modo de revisão, com alguns
recursos (relacionados a um ao vivo
teste) desativado.

4. To visualizar os dados representados no painel de dados TABLE (5,13), clique no


botão de exibição de tabela. O painel será aberto no modo de revisão, com alguns
recursos (relacionados com a
um teste ao vivo) desativado. Os dados não podem ser alterados, mas os
comentários podem ser adicionados, se necessário, na coluna Note.

5. To retornar ao Painel de Revisão a partir do painel gráfico ou painel de dados


tabela, clique no botão BACK.

6. Clamber o EXIT para fechar a ReviePAINEL W.


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction
02/11/2015 135 82-P9008 Rev.2 EN
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

7.8 closing o software

Tele software não pode ser fechada, enquanto um teste está em execução. Certifique-
se de todos os testes são parados e, em seguida, fechar todos os painéis, finalmente,
fechando oPainel principal. Confirme quando solicitado.

82-P9008 Rev.2 EN 136 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

8. MANUTENÇÃOE
UMAs com todo o equipamento eléctrico, este aparelho deve ser usado corretamente, e
manutenção e inspeção deve ser realizada em intervalos regulares. Tais precauções irá
garantir o funcionamento seguro e eficiente do equipamento.
manutenção periódica consiste em inspeções feitas diretamente pelo operador de teste e / ou
pelo pessoal de serviço autorizado.
Manutenção do equipamento é de responsabilidade do comprador e deve ser realizada como
indicado neste capítulo.
Deixar de executar as acções de manutenção recomendadas ou manutenção realizada por
pessoas não autorizadas pode anular a garantia.

ATENÇÃO:
UMAdispositivos de segurança ll deve ser funcional em todos os momentos.
tampas ou dispositivos de proteção danificadas devem ser substituídas
imediatamente. Quando os componentes de segurança são substituídos, os
dispositivos de protecção devem ser adequadamente ligado e testado. qualquer
manipulação
dos dispositivos de segurança põe em perigo o pessoal de operação.

ATENÇÃO:
Babertura ntes / remoção de tampas, desligar a fonte de alimentação para o
dispositivo e
Wait pelo menos 1 minuto.

ATENÇÃO:
Avoid derramar água ou outros líquidos, mesmo acidentalmente, para aparelhos
electricos
equipamento, pois isso pode causar curto-circuitos. Antes de limpar o
equipamento, desligue-o da rede eléctrica.

ATENÇÃO:
Para proteção continuou incêndio, substitua os fusíveis com o mesmo tipo e
classificação. Além disso, em caso de falha, os componentes só pode ser
substituído usando peças originais. É a responsabilidade do comprador para
garantir que as políticas de prevenção de incêndios são
corretamente implementado de acordo com as
directivas CE.

ATENÇÃO:
Deixar de executar as acções de manutenção recomendadas ou manutenção
realizada por pessoas não autorizadas pode anular a garantia.
CONTROLS não será responsável pelas ações de manutenção e serviços
realizados por pessoas não autorizadas.

ATENÇÃO:
Ao operar com as tampas abertas / removido e a unidade ligados à rede
alimentação, cuidados devem ser tomados como de alta tensão está presente em
algumas partes da unidade. Apenas autorizado e técnicos de serviço qualificados
estão autorizados a abrir / remover
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction cobre.

02/11/201 137 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

ATENÇÃO:
Covers só pode ser removido por técnicos autorizados, utilizando o relevante
Ferramentas. UMAepois de realizar a manutenção / reparação, certifique-se
de que todas as tampas estão adequadamente substituído e protegido.

82-P9008 Rev.2 EN 138 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

8.1 Operador's manutenção preventiva

Eunspections deve ser feita directamente pelo operador de acordo com a tabela abaixo.

UMAction Quando
CParreira para garantir que não há nenhum dano Bntes de cada sessão de trabalho
externo ao equipamento, o que poderia
comprometer a segurança do uso
CParreira para garantir que não há água ou
em torno componentes elétricos
CHeck todas as conexões do transdutor
CParreira que todos os transdutores do sistema
estão dentro de calibração
Ginspeção eral Semanal
CParreira que todas as etiquetas e placas de
classificação estão intactas e devidamente
anexado
Rtransdutores ecalibrate UMAt intervalos regulares, de acordo
com os procedimentos internos

02/11/201 139 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

9. DIAGNÓSTICOS & SOLUÇÃO DE


PROBLEMAS
ºé seção fornece informações sobre as ferramentas de diagnóstico presentes no sistema, e na
solução de problemas dos problemas mais comuns.

Depending sobre o problema encontrado, solução de problemas deve ser realizado pela
divisão do sistema em blocos funcionais. Sistematicamente eliminar os blocos como a causa
do problema, verificando que cada um está funcionando corretamente.

ATENÇÃO:
UMAdispositivos de segurança ll deve ser funcional em todos os momentos.
tampas de protecção danificados ou
dispositivos deve ser substituído imediatamente. Quando os componentes de
segurança são substituídos, os dispositivos de protecção devem ser
adequadamente ligado e testado. Qualquer manipulação dos dispositivos de
segurança põe em perigo o pessoal de operação.

ATENÇÃO:
Babertura ntes / remoção de tampas, desligar a fonte de alimentação para o
aparelho e esperar pelo menos um minuto.

ATENÇÃO:
Covers só pode ser removida por pessoal técnico autorizado, usando as
ferramentas relevantes. UMAepois de realizar a manutenção / reparação,
certifique-se de que todas as tampas são
adequadamente substituídos e protegidos.
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

82-P9008 Rev.2 EN 140 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

9.1 Diagnósticos
Tport ele LAN na parte traseira do DATALOG 8 tem um LED que monitora o status da
conexão com o PC. As funções do diodo emissor de luz são descritos na tabela abaixo.

Função / Colour estado Significado Prazões OSSÍVEIS


localizaçã para condições
o anômalas
UMActivid Oalcanc EM vocênit é  vocênit é desligado
ades / volta e conectado ao PC  PC é desligado
de unidade  RJ45 cabo estiver
PISCA Dispositivo
danificado ou
está se
desconectado
comunicando
com o PC
OFF vocênit é
desconectad
o do PC

02/11/201 141 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

9.2 Troubleshooting

TEle tabela abaixo fornece uma lista de possíveis causas e verificações no caso de uma
condição de hardware defeituoso é encontrado.

Tipo de culpa Pações OSSÍVEIS


DADOSLOG 8 não  Certifique-se de que o interruptor de alimentação da
tem poder unidade está ligada e a fonte de alimentação para a
unidade está ligada
 Cos pedaços que o fusível não está fundido (ver Fig. 2-1, na
página 13)
 CParreira que a fonte de alimentação é da qualidade correta
Transducer lendo  Cos pedaços
(seção 3.3) que o transdutor está ligado de forma segura
incorretamente ou para o canal correcto (secção 3.4) e o cabo não está
não responder danificado
 Certifique-se de que os dados de calibração está correta (seção
4.5.1)
 CParreira que as configurações de hardware são
apropriado (seção 4.5.2)
 Tele transdutor ou um canal pode estar com
tenão st não começar  CParreira
defeito; deocontato
modo de condições
controla de início ede
departamento de registro (4.3.2,
4.3.3)
serviço

82-P9008 Rev.2 EN 142 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Nãotes:

02/11/201 143 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Nãotes:

82-P9008 Rev.2 EN 144 02/11/2015


DATALOG 8
Eumanual de
nstruction

Nãotes:

02/11/201 145 82-P9008 Rev.2 EN


5
DATALOG 8
Eumanual de
nstruction