Vous êtes sur la page 1sur 3

Data:06/02/2018

Plano de Redução e Uso de Produtos


Elaborado por: Clube Fitossanitários
Amigos da Terra

Este plano é aplicado hoje na pratica de todas as fazendas que fazem parte do Projeto
Gente que Produz e Preserva – Padrão RTRS com o intuito de monitorar e ate mesmo
usar mecanismos para que ocorra a redução dos Produtos Fitossanitários os
Produtores são bastante atenciosos quanto ao posicionamento dos produtos em suas
lavouras e dosagens realmente necessárias pois seu Custo de Produção depende
totalmente disso além dos cuidados com a toxidade em questões ambientais .

RECOMENDAÇÕES PARA A REDUÇÃO E USO PRODUTOS FITOSSANITARIOS

As principais recomendações para a Redução de agrotóxicos são:

 Escolha o agrotóxicos adequado, Leia o rótulo com atenção e siga


rigorosamente as instruções do fabricante. Em caso de dúvida, procure
esclarecer-se sobre o rótulo com pessoas que possam ajudá-lo.
 Inspecione sempre a lavoura, Não deixe que as pragas, doenças e ervas
daninhas tomem conta, mas não aplique o produto sem necessidade.
 Verifique se os equipamentos de aplicação estão em boas condições de uso,
sem vazamentos e bem calibrados. No caso dos pulverizadores, estes devem
estar com os bicos desentupidos e filtros limpos. Nunca use a boca, nem
arames, alfinetes e outros objetos perfurantes para desentupir os bicos dos
pulverizadores. Siga as instruções dos técnicos e dos fabricantes.

 Observe rigorosamente o intervalo recomendado entre a última aplicação e a

colheita, conforme vem indicado no rótulo, para evitar resíduos além dos
permitidos nos produtos agrícolas.

 Não aplique agrotóxicos quando houver vento forte. Aproveite as horas mais
frescas do dia. Não aplique contra o vento.
 Sempre que tiver a opção de usar produtos Biológicos optar por eles .

As principais recomendações para o Uso de Produtos Fitossanitários são:

 Abra as embalagens com cuidado, para evitar respingos, derramamento do


produto, ou levantamento do pó. Mantenha o rosto afastado e evite respirar o
defensivo.

 Ao preparar e aplicar defensivos use macacão completo ou camisa de mangas

compridas, chapéu de aba larga e botas impermeáveis. Proteja-se com luvas,

máscara e óculos adequados, de acordo com a recomendação contida no rótulo.

 Não faça misturas sem orientação de um técnico. Produtos misturados nem


sempre são necessários, podem tornar-se mais tóxicos, ou mesmo perder o
efeito como agrotóxico.
 Os agrotóxicos não utilizados devem ficar nas embalagens com seus rótulos
originais, bem fechadas e guardadas em depósitos apropriados.
 Guarde sempre os agrotóxicos em depósito fechado e que não tenham acesso
a crianças, pessoas desavisadas, ou animais domésticos e onde não estejam
guardados alimentos, rações e medicamentos.
 Não permita que crianças e outras pessoas desnecessárias ao trabalho e
animais domésticos permaneçam nos lugares de preparo e aplicação dos
agrotóxicos.
 Não permita que menores de idade trabalhem na aplicação de agrotóxicos.

 Nas aplicações por via aérea (avião) use somente produtos e formulações
permitidas e registradas para essa finalidade.

 Cuidado para não contaminar os rios, lagoas e fontes, casas e depósitos, nem
as propriedades dos vizinhos.
 Nunca utilize as embalagens vazias dos agrotóxicos para outros fins. Elas
devem ser enxaguadas três vezes e a calda acrescentada à preparação a ser
pulverizada (tríplicelavagem). Mantenha a embalagem usada na propriedade
para futura reciclagem controlada pelos órgãos ambientais responsáveis.
 Não queimar ou enterrar as embalagens, pois geram graves problemas
ambientais. Ao terminar o trabalho, tome banho com bastante água e sabão. A
roupa de serviço deve ser trocada e lavada diariamente.
 Nunca transporte os agrotóxicos juntamente com alimentos, medicamentos e
rações e nem permita pessoas ou animais sobre a carga dos mesmos. Na
eventualidade de acidentes no transporte de agrotóxicos, solicite instruções
mais detalhadas aos órgãos de assistência técnica da região.