Vous êtes sur la page 1sur 3

Introdução aos Microcontroladores

Características Básicas
Os Microcontroladores (MCU ou uC) estão praticamente em todo lugar: automóveis, aviões,
brinquedos, TVs, etc.

São dispositivos programáveis na sua maioria auto-contidos (sistemas embarcados ou


embutidos), possuindo um sistema dentro de um chip, gerando a sigla SOC do termo em inglês
System on a chip.

Estes dispositivos incluem dentro de um único chip CPU, memória (de dados e de programa),
entrada/saída, temporizadores, relógio interno, entre outros hardwares específicos.
Deste modo, estes dispositivos de controle possuem baixo preço e alta eficiência.

Possuem outras funções diferenciadas e normalmente não encontradas em microprocessadores


“top de linha” (temporizadores, conversores A/D e D/A, etc).

O grande ganho deste dispositivos é possuir o Hardware e software integrados em um único chip.
Estes dispositivos compõem sistemas computacionais que controlam os mais diferentes
equipamentos, como por exemplo: controle de estacionamentos, sistemas de automação,
sistemas de segurança.

Pode-se citar que um carro médio possui 15 MCU, um carro de luxo em torno de 64 MCU, além
dos diversos dispositivos como celulares, microondas, ventilador, portão automático, entre tantos
outros.

Possuem como principais características:

• Programação de memória não-volátil (EEPROM, Flash), deste modo, o programa do controlador


pode ser regravado várias vezes, inclusive podendo até mesmo se auto-gravar para alguns PICs;

• Possui Interrupções, sendo assim, algumas funções podem ser executadas quando acontece
algo importante, suspendendo a operação em execução para que outras mais importantes
possam ser executadas;

• Possui entradas e saídas (E/S) analógicas e digitais, permitindo a leitura e saída de tensão na
faixa de 0 a 5 Volts corrente contínua;

• Possui E/S serial, permitindo transmissão e recepção com outros dispositivos através da
comunicação serial, obedecendo os protocolos de comunicação RS232, I2C e SPI;

• Interface para memória externa/barramento, o que permite o aumento da memória de


armazenamento quando necessário em aplicações específica;

• Programação no sistema (ISP - In System Programming), o que permite a gravação do


microcontrolador em sua própria execução, além do normal que é gravar previamente à
execução.

De forma resumida, o Microcontrolador possui as funcionalidade abaixo:


Microcontrolador x Microprocessador

O Microprocessador (MPU) é um Circuito Integrado (CI) com milhões de

transistores usados em conjunto para armazenamento e manipulação de

dados, ele compõem os computadores, sendo uma das suas peças internas.

Enquanto isto, o Microcontrolador (MCU) é um processador especial,

geralmente contém no mesmo chip diversos periféricos, sendo usado

na maior parte das vezes como controle digital.