Vous êtes sur la page 1sur 2

Construir um problema elencando seu tema prioritário com a estratégia PICO

A coinfecção por Tuberculose entre portadores de HIV sendo esta coinfecção a causa
de um terço das mortes entre soro positivos no ano de 2015 (TEIXEIRA DE SIQUEIRA-
FILHA et al., 2018). Entre algumas das metas globais definidas para este grupo, a
Organização Mundial de Saúde tem como meta reduzir estas infecções para valores
inferiores a 250.000 casos anuais (BOIGNY, 2016). Além destes, tem-se verificado o
aumento destes casos na região norte do Brasil desde 2012 (GUIMARÃES et al., 2017),
movimento este que tem sido contrário a estabilização desta coinfecção no país no mesmo
período. Baseado nestes resultados, como anda a prevalência deste grupo em relação ao
Estado de Tocantins?

Com base na sua pergunta de pesquisa procurar 5 artigos (preferencialmente de


revisão sistemática com metánalise).

ABAY, S. M. et al. The effect of early initiation of antiretroviral therapy in TB/HIV-


coinfected patients: A systematic review and meta-analysis. Journal of the International
Association of Providers of AIDS Care, [s. l.], v. 14, n. 6, p. 560–570, 2015.

BOIGNY, R. N. Mortality related to tuberculosis-HIV / AIDS co-infection in Brazil ,


2000-2011 : epidemiological patterns and time trends Mortalidade relacionada à coinfecção
tuberculose e HIV / AIDS no Brasil , 2000-2011 : padrões epidemiológicos e tendências
temporais. [s. l.], v. 32, n. 10, p. 1–11, 2016.

GUIMARÃES, M. D. C. et al. Mortalidade por HIV/Aids no Brasil, 2000-2015: motivos


para preocupação? Revista Brasileira de Epidemiologia, [s. l.], v. 20, n. suppl 1, p. 182–
190, 2017. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-
790X2017000500182&lng=pt&tlng=pt>

TEIXEIRA DE SIQUEIRA-FILHA, N. et al. Economic burden of HIV and TB/HIV


coinfection in a middle-income country: a costing analysis alongside a pragmatic clinical
trial in Brazil. Sexually Transmitted Infections, [s. l.], p. sextrans-2017-053277, 2018.
Disponível em: <http://sti.bmj.com/lookup/doi/10.1136/sextrans-2017-053277>

Classificar as revistas que você utilizou na plataforma Sucupira CAPES


British Medical Journal - Ausente
Caderno de Saúde Pública – Ausente
Cogitare Enfermagem – B5
Journal of the International Association of Providers of AIDS Care – Ausente
Revista Brasileira de Epidemiologia – Ausente

Elaborar um texto (até duas laudas) com esse material utilizando citações indiretas
com o gerenciador de referências Mendeley

A infecção por HIV/SIDA é um dos mais importantes e e persistentes problemas de


saúde público que vem afligindo a saúde mundial. Entre suas principais dificuldades, temos
o fato de que pessoas portadoras desta infecção tem maior susceptibilidade ao
desenvolvimento de doenças infecciosas, em relação aos demais, neste sentido umas das
principais fontes de infecção é o aumento relativo para a infecção por Tuberculose, é capaz
de causar em até duas vezes o aumento a propensão de mortes por portadores de HIV
(BOIGNY, 2016).

A epidemia mundial de AIDS afetou cerca de 37 milhões de pessoas ao redor do


mundo, causando cerca de 1,1 milhão de mortes no ano de 2015, de forma relativa estes
dados, um terço destas mortes estava relacionada a associação do HIV com Tuberculose
(TEIXEIRA DE SIQUEIRA-FILHA et al., 2018), sendo esta coinfecção a principal
responsável por mortes de pacientes infectados por HIV (ABAY et al., 2015). De forma
adicional um terço das pessoas que vivem com HIV apresentam infecção latente por
Tuberculose (TEIXEIRA DE SIQUEIRA-FILHA et al., 2018).

No Brasil esta coinfecção vem apresentando uma distribuição heterogênea entre os


diversos grupos populacionais. De forma geral, estes valores tem seguido um avanço
decrescente tendendo para uma estabilização e controle do problema (BOIGNY, 2016).
Porém, de forma individual, as regiões norte e nordeste tem tido um crescimento acentuado
nos números de óbitos a partir dos anos de 2012 (GUIMARÃES et al., 2017).

Falar sobre a doença e sua disseminação...

Controle e como é tratado no pais

Principais formas de coleta de dados