Vous êtes sur la page 1sur 6
tours te soi | PODER JUDICIARIO /, TRIBUNAL DE 185 it Estado do Para AGRAVO DE INSTRUMENTO N° 918 6* VARA CiVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIAO METROPOLITANA DE CURITIBA AGRAVANTES: ELIAS ALEXANDRINO DE SOUZA € QUTRO RESIDENCIAL MARQUES DO PARANA RELATOR: DES. LUIZ LOPES AAGRAVO DE INSTRUMENTO - COBRANCA DE TAXAS CONDOMINIAIS - EXCESSO DE PENHORA - MATERIA NAO SUBMETIDA A APRECIACAO DO JUIZO SINGULAR - NAO CONHECIMENTO - IMPUGNACKO AO CUMPRIMENTO DE SENTENCA - ALEGAGAO DE OFENSA AO ARTIGO 475-B, DO CODIGO DE PROCESSO CIVIL E DE EXCESSO DE EXECUGAO. = - NAO OcORRENCIA. RECURSO CONHECIDO EM PARTE E, NO MAIS, DESPROVIDO 1 - Se a materia relativa ao alegado excesso de penhora ndo foi ubmetida 4 apreciagdo do Ju Singular, é vedade ao Tribu Documents assed vgtaimente, confome MP n.* 2200-27200, Lin.” 1141972006 « Resolute.” 0572008, do TPRIOE ‘documento pode ser cessado no endeege elton iam rs Pagina 1605 cua serc00 sr eto do Para PODER JUDICIARIO TRIBUNAL DE JUSTIC. Agravo de Instrumento n‘* 918.981-3 conhecé-1a, sob pena de ofensa principio do duplo grau de jurisdicao. 2 - N&o se civisando ofensa ao artigo 475-8, do Cédigo de Processo Civil, nem tampouco o aventado excesso de execucéo, néo hé suporte para acolher a impugnacéo 20 cumprimento de sentenga, mdxine quando se divisa que 0 débito exequendo foi apurado através de célculo elaborado por Contadoria do Juizo, nos exatos termos do titulo judicial. vistos, relatados e discutidos os presentes autos de Agravo de Instrumento n° 918.981- 3, da 6* Vara Civel do Foro Central da Comarca da Regido Metropolitana de CURITIBA, em que sao agravantes ELIAS ALEXANDRINO DE SOUZA e OUTRO e agzravado CONJUNTO RESIDENCIAL MARQUES DO PARANA. Cuida-se de Agravo de Instrumento, voltado contra a decisdo de fs. 176/178-TJPR, que em autos sob n° 0001030-47.2003.8.16.0001, rejeitou a impugnagao ao cumprimento de sentenca, determinando o Documerio assinaco digtaimante confome MP n 2:200-2/2001, Lin 1141972006 « Resolo "092008, do TJPRIOE (© clocumeno pode sor acessado no encerero eetriico hip pus br Pipa 205 PODER JUDICIARIO. TRIBUNAL DE JUSTI Estado do Parad Agravo de Instrumento n° 919.981-3 3 Prosseguimento do feito pelo montante de RS 66.348,04 (sessenta e seis mil, trezentos e quarenta e oito reais e quatro centavos). Insatisfeitos, recorrem os agravantes, argumentando que o cumprimento de sentenca viola o artigo 475-B, do Cédigo de Processo Civil, posto que a planilha apresentada pelo credor fez mencdo a célculos partindo de um saldo devedor aleazério, divorciado dos valores corretos, havendo notério excesso de execucdo. Argumentam, também, que houve excesso de penhora, que deve ser reduzida, conspante artigo 685, 1, do Cédigo de Processo Civil. Busca a concessdo de efeito suspensivo ao recurso, reformando-se a decis4o ao final. © pretendido efeito suspensivo foi indeferido, consoante se vé da deciséo de fls. 186/187. © agravado apresentou contraminuta pugrando pelo desprovimento do recurso. # o relatério. & de se ver, primeiramente, que a matéria relativa ao alegado excesso de penhora nao foi submetida a apreciagdo do Juizo Singular, sendo vedado ao Tribunal conhecé-la, sob pena de ofensa ao principio do duplo grau de jurisdi¢ao. Documenta assinagoditamente, cnioeme MP .* 2200-22001 Ll.” 11.4192006 « Resougdo * 08/2008 do THPR/OE cone oor ceed eden woth tocol ry 1909