Vous êtes sur la page 1sur 5

-Obra: Execução do projeto Elétrico do Prédio 1 do IF Sudeste MG – Campus São João

del-Rei

A obra a ser realizada compreende a instalação de iluminação, tomadas, alimentadores,


quadros, SPDA e lógica no prédio 1 do IF Sudeste MG – Campus São João del-Rei.
A execução de tal obra faz-se necessária devido a precariedade das instalações elétricas
do prédio que possui mais de 30 anos e não passou por nenhuma reforma significativa ao
longo desse tempo.
Ao longo dos anos, diversas intervenções foram realizadas nas instalações do prédio,
como a instalação de ares-condicionados, computadores, micro-ondas, criação de novos
circuitos de tomadas e iluminação que não foram previstos no projeto original, a fim de
atender as novas necessidades da instituição. Esse aumento da demanda, impacta
diretamente tanto na conta de energia mensal, quanto nas instalações elétricas que não
estão preparadas. Ou seja, aumentaram a carga instalada, mas as instalações elétricas,
que foram dimensionadas para suportar poucos aparelhos ligados a ela, continuaram as
mesmas, sem a necessária adequação. Fato este, evidenciado no quadro geral, onde foi
necessário a troca dos alimentadores, pois houve um superaquecimento dos condutores
antigos devido ao aumento de carga, esta sobrecarga nos condutores causou interrupção
no fornecimento de energia, causando suspensão das aulas até que o problema fosse
reparado, a figura a seguir mostra o quadro cujos condutores foram substituídos, nela
podemos constatar a marca do superaquecimento dos condutores.

Figura 1 – Quadro Geral

Uma instalação elétrica é composta por componentes que se desgastam ao longo da sua
utilização e chegam ao final da sua vida útil, devendo então ser realizada uma
manutenção e substituição. A fiação antiga, entretanto, pode estar provocando fuga de
energia, elevando o valor da sua conta e colocando em risco a segurança da instituição.
Além de elevar o valor da conta de luz, instalações inadequadas podem provocar
acidentes maiores, como choques, curtos-circuitos e até incêndios.
Foi realizado um Diagnóstico das Instalações Elétricas com objetivo de avaliar as
condições técnicas e de segurança das Instalações elétricas do IF Sudeste MG – Campus
São João del-Rei, visando identificar potenciais não conformidades de acordo com os
requisitos da NR- 10, do Ministério do Trabalho – Portaria 598 de 07 de Dezembro de
2004, cujo titulo é Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade, norma NBR
5410/2004 e demais normas regulamentadoras e legislação técnica aplicável.
Foi efetuada uma inspeção visual e uma avaliação técnica de campo, das Instalações
Elétricas. Durante a avaliação, foi elaborado também um registro fotográfico e coleta dos
dados técnicos das Instalações elétricas.

REGISTROS FOTOGRÁFICOS

DESCONFORMIDADES EM RELAÇÃO A NR10

Ítem 10.2.4 (b) da NR-10 – Laudo de Inspeção e medição do SPDA - Sistema de Proteção
contra Descargas Atmosféricas e Ítem 10.2.8.3 da NR-10 – Aterramento das
Instalações elétricas

Figura 2 – Sistema de proteção contra descargas atmosféricas

O prédio possui SPDA tipo Franklin, porém não existe documentação das inspeções e
medições do sistema de proteção contra descargas atmosféricas e aterramentos elétricos
mostrando sua eficácia.
Acredita-se que sua eficácia está comprometida uma vez que já ocorreram prejuízos ao
Campus como a queima de diversos equipamentos eletroeletrônicos. Cita-se como exemplo a
queima das catracas da guarita, do PABX, este por mais de uma vez, e a queima do
transformador. Este último evento causou suspensão das aulas e das atividades
administrativas gerando transtornos pra toda comunidade acadêmica.

Figura 3 - Transformador queimado devido à ineficiência do SPDA


Ítem 10.4 da NR-10 – Construção, Montagem, Operação e Manutenção

10.4. 1 e 10.4.4 - da NR-10 - Instalações elétricas seguras

Figura 4 – Condutores carregados expostos

Existem situações pontuais com presença de condutores expostos. Essa situação expõe os
profissionais ao risco de choque elétrico e arco elétrico, durante as intervenções rotineiras de
manutenção Elétrica.

Ítem 10.10 da NR-10 – Sinalização de Segurança

Figura 5 – Quadro de Distribuição

A maioria dos painéis não estão sinalizados. Não há documentação referente ao Quadro de
Distribuição (diagrama unifilar, memorial descritivo, etc), o que pode gerar risco aos trabalhadores
ao operá-lo, pois existem barramentos expostos podendo causar choques elétricos. Os circuitos
não são identificados com precisão, podendo gerar manobras inseguras.

,
Figura 6 - Tomadas de uso geral

Apenas algumas tomadas elétricas estão com plaquetas com a indicação da tensão
operacional dos circuitos elétricos. Sendo que a maioria das tomadas estão em
desconformidade com o novo padrão brasileiro.

Item 10.9 da NR-10 – Proteção Contra Incêndio e Explosão

Figura 7 – Extintores de Incêndio

O prédio 1 possui extintores de incêndio e hidrantes. No entanto, o prédio 1 não possui


instalações de combate a incêndio que atendam plenamente a legislação atual do corpo de
bombeiros. Nesse sentido, a precariedade das instalações elétricas torna-se um agravante
uma vez que estão sujeitas a curtos-circuitos como princípio de incêndio.
No Brasil, o projeto, a execução e a manutenção das instalações elétricas prediais são
regidos pela norma NBR 5410/2004, vigente, que é bastante enfática quanto à segurança
das pessoas e de bens patrimoniais em todas as suas prescrições e recomendações
técnicas.
Os argumentos apresentados anteriormente descrevem a forma em que são operadas e
mantidas as instalações elétricas do Prédio 1. Verifica-se que existe de fato não
conformidades das instalações com relação aos requisitos técnicos e legais aplicáveis.
As medidas existentes quanto às condições físicas das instalações elétricas do IF
Sudeste MG – Campus São João del-Rei – não atendem a requisitos normativos Técnicos
e de Segurança da NR-10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade bem
como a requisitos da NBR 5410/2004. Essas desconformidades já caracterizam condição
de risco às pessoas, ao patrimônio e ao meio ambiente. Dessa forma, é de suma
importância a execução do projeto elétrico, como forma de eliminar os riscos e atender as
necessidades do Campus.

-Obra:
- Descrição da obra a ser realizada (registros fotográficos, se houver).
- Apresentar, de forma robusta, os argumentos para aquisição da obra.
- Evidenciar prejuízos para o campus em virtude da não
realização, por exemplo: danos ao patrimônio ou redução de vagas em virtude
de falta de infraestrutura.

- Correlacionar a realização da obra com a necessidade de


expansão/sustentação do campus, evidenciando a possibilidade de
aumento/manutenção de vagas, explicitando os impactos na matriz
orçamentária da unidade.
- Outras informações relevantes.