Vous êtes sur la page 1sur 4

1

UNIVERSIDADE POLITÉCNICA
A POLITÉCNICA
ESAEN - Escola Superior de Altos Estudos e Negócios

MESTRADO EM AUDITORIA – 1ª. EDIÇÃO - 2015/2016

EXAME DE ÉPOCA NORMAL

DISCIPLINA: ESTATÍSTICA E MATEMÁTICA FINANCEIRA

DOCENTE: Prof. Doutor José Dias Curto

ESTUDANTE: …………………………………………………………………………………………………………………………..

TURMA: …………………………………………………….……. DATA: ____/____/_____

____________________________________________________________________________________

NOTA: Os alunos podem utilizar o Excel na realização dos cálculos e para consulta podem trazer duas folhas
A4 escritas de ambos os lados com as notas pessoais (fórmulas e outras anotações). A duração do exame é
1h30 + 30m de tolerância. As respostas são escritas directamente na folha do exame.

I (Perguntas para 12 valores)

1. (1.0) Tradicionalmente quais são os sectores devedores líquidos de um sistema financeiro? (assinale
a resposta correcta)
Resto do Mundo e Estado
Famílias e Empresas
Famílias e Resto do Mundo
Estado e Empresas
2. (1.0) Qual é a principal função de um sistema financeiro? (assinale a resposta correcta)
Mecanismo de transmissão
Mecanismo de transmissão e venda de títulos
Intermediação financeira
Intermediação financeira e compra de títulos
3. (1.5) Refira as principais diferenças entre o mercado primário e o mercado secundário.

4. (1.5) Considere uma taxa de juro anual nominal de 18% e uma taxa de inflação anual de 14%. Calcule
a taxa de juro anual real exacta e aproximada.
2

5. Para uma taxa de juro anual efectiva de 14% calcule a taxa de juro anual nominal supondo que:
i. (1.5) Os juros são capitalizados ao trimestre.

ii. (1.5) Os juros são capitalizados instantaneamente (continuamente).

6. A tabela seguinte regista o valor do Consumo anual (em MZN) da família Mussane e do Índice de
Preços no Consumidor (IPC) referente ao período 2010-2015.
ANO CONSUMO IPC
2010 340000 100
2011 370000 112
2012 400000 115
2013 430000 114
2014 460000 117
2015 490000 118

a. (1.0) Interprete o valor do IPC para o ano 2011.

b. (1.5) Calcule o valor do Consumo de 2014 a preços de 2010.

7. (1.5) Refira as principais vantagens do método de amostragem MUS-PPS (Proporcionalidade


Proporcional ao Valor) na selecção de amostras em revisão e auditoria.
3

II (Perguntas para 16 valores)

Uma instituição financeira está a “vender” uma aplicação com as seguintes características: valor de
aquisição (momento 0): 50000 MZN, reembolsos anuais (entregas por parte da instituição) de 25000
MZN no final de cada um dos próximos 3 anos. Admitindo uma taxa de atualização (referente a
aplicações alternativas de risco semelhante) de 16% e juros compostos ao ano, responda às seguintes
questões.

1. (1.0) Haverá risco de taxa de juro se um cliente decidir subscrever esta aplicação?

2. (1.5) Com base no critério do VAL diga se é vantajoso para o cliente subscrever a aplicação.

3. (1.5) Qual deverá ser o valor do último reembolso (entrega no final do terceiro ano por parte da
instituição financeira) para o VAL ser igual a 10000 MZN, mantendo-se as restantes condições.
4

III (Perguntas para 20 valores)

Um investidor pretende calcular o valor a receber ao fim de 4 anos resultante de uma aplicação
financeira indexada a uma Taxa de Referência com as seguintes características: até ao 3º ano, e no
início de cada ano, aplica uma quantia de 5000 MZN e os juros vencidos são capitalizados ao trimestre
resultando numa taxa de juro anual efectiva de 14%. No 4º ano (e apenas neste ano) a remuneração
depende da Taxa de Referência. Assim, se esta taxa for igual ou inferior a 13%, a taxa de juro anual
efectiva reduz-se para 12% mas o investidor recebe um juro extra no valor de 500 MZN. Caso contrário,
a taxa de juro anual efetiva eleva-se para 15%.

1. (1.0) Calcule o valor (futuro) da aplicação no final do 3º ano nas condições acima referidas.

2. (1.5) Seja p a probabilidade da Taxa de Referência estar acima dos 13% no 4º ano. Se p = 0.30 qual
deverá ser o valor esperado (total) da aplicação no final do prazo (4º ano)?

3. (1.5) E qual deverá ser o valor de p que torna indiferente a alteração da taxa de juro anual efectiva
resultante da evolução da Taxa de Referência? (o valor esperado da capitalização deve ser igual ao
que seria obtido se a taxa de juro anual efectiva se mantivesse nos 14%).