Vous êtes sur la page 1sur 6

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS


CURSO: Matemática
PROFESSORA: Henriette Damm

PLANO DE AULA
IDENTIFICAÇÃO
Instituição Escolar: FURB – Fundação Universidade Regional de Blumenau
Professor (a): Isabela Pereira Geremias
Ensino Fundamental ( X ) Ensino Médio ( )
Ano de Ensino: 7º ano
Conteúdo: Números e operações—Adição de números inteiros
Duração da aula: 20 minutos

TEMA DA AULA
Trabalho e consumo – Sistema monetário.
OBJETIVO GERAL
Compreender os conceitos da adição de números inteiros de forma contextualizada.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender os conceitos matemáticos da adição de números inteiros.
• Entender onde esse tema é aplicado no cotidiano.
• Saber que uma adição pode ter resultado negativo.
• Efetuar cálculos de adição de números inteiros sem a utilização do método
tradicional.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Primeiro momento: Para começar, devemos apresentar um problema envolvendo o
conteúdo e o tema transversal utilizando o retroprojetor. Para isso lemos a questão problema
para os alunos.
Fonte: DANTE, Luiz Roberto, 2012, p. 27.

Segundo momento: Para resolver a questão problema, utilizamos um material pedagógico


chamado “fichas coloridas da adição”, e que deve seguir algumas regras, por isso, devemos
explicar o funcionamento deste recurso seguindo as seguintes orientações:
Regras do material:
1. Retângulos vermelhos representam unidades negativas.
2. Retângulos azuis representam unidades positivas.
3. Triângulos vermelhos representam dezenas negativas.
4. Triângulos azuis representam dezenas positivas.
5. Círculos vermelhos representam centenas negativas.
6. Círculos azuis representam centenas positivas.
7. A cor roxa representa números negativos e a cor amarela representa números
positivos.
8. Figuras de formas iguais e cores diferentes anulam-se.
9. Um círculo pode ser trocado por dez triângulos, respeitando as cores.
10. Um triângulo pode ser trocado por dez retângulos, respeitando as cores.
11. Dez retângulos podem ser trocados por um triângulo, respeitando as cores.
12. Dez triângulos podem ser trocados por um círculo, respeitando as cores.
13. O resultado final deve ter apenas uma cor.
14. No sistema monetário, uma dívida é representada por números negativos, e temos
como regra do material pedagógico usar a cor roxa para representar números
negativos. Portanto, SEMPRE que representarmos números negativos (dívidas),
utilizaremos as figuras planas na cor roxa.
15. Nessa mesma linha de raciocínio, quando temos uma poupança (“dinheiro
sobrando”), representamos por números positivos, e temos como regra do material
pedagógico usar a cor amarela para representar números positivos. Portanto,
SEMPRE que representarmos números positivos, utilizaremos as figuras planas na cor
amarela.

Terceiro momento: Inicialmente resolvemos a letra “a” da questão problema, objetivando


que os alunos compreendam os conceitos matemáticos da adição de números inteiros, e a
utilização correta do material pedagógico. Para que os estudantes acompanhem o raciocínio,
projetamos a questão problema no quadro e entregamos uma folha contendo as regras para
cada aluno.

Questão a:

Fonte: DANTE, Luiz Roberto, 2012, p. 27

Para começar a explicação, desenhar três espaços no quadro onde serão separados os
grupos de fichas. Um grupo será o valor positivo, o segundo o valor negativo, e o terceiro o
resultado da junção (adição) dos dois primeiros grupos. Colar no quadro as fichas utilizadas e
fazer todo o processo usando as fichas e o quadro para que todos os alunos possam ver o
que está acontecendo.
Grupo negativo: José tinha R$120,00 negativos, portanto, ele tinha uma DIVIDA com o banco
no valor de cento e vinte reais. Vamos representar esse valor com:
1 círculo roxo e 2 triângulos roxos, ou seja: Uma centena + duas dezenas.
Grupo positivo: José fez um depósito de $200,00, logo, ele poupou duzentos reais. Vamos
representar esse valor com:
2 círculos amarelos, ou seja: Duas centenas.

Questões para dialogar com os alunos:


• O que é maior, a divida ou a poupança de José?
A poupança.

• José vai continuar devendo ao banco? Porque?


Não, pois o valor que ele depositou é maior só que o valor que ele deve.

• Qual será o saldo final de José? Vamos fazer o cálculo:


Ficamos com dois grupos de figuras:
1º) 1 círculo roxo + 2 triângulos roxos.
2º) 2 círculos amarelos.
Pela regra, figuras iguais de mesma cor se anulam. Então, um círculo roxo anulará um círculo
amarelo.
(nesse momento, tira-se do quadro um círculo de cada grupo)
O que sobrou?
1 círculo amarelo (no grupo dos positivos), e 2 triângulos roxos (no grupo dos negativos).
Precisamos ficar com apenas uma cor de figuras, por isso, vamos seguir a regra 3 que diz:
“Um círculo pode ser trocado por dez triângulos, respeitando as cores.”, e trocar um círculo
amarelo por dez triângulos amarelos.
(tiramos o círculo amarelo e colocar dez triângulos amarelos no lugar, explicando que uma
centena tem o mesmo valor que dez dezenas).
Com essa troca, vamos ficar com:
10 triângulos amarelos e 2 triângulos roxos.
Agora podemos anular 2 triângulos de cada grupo.
Agora que temos figuras de apenas uma cor (8 triângulos amarelos), podemos colocá-los no
grupo “resultado”.
Nesse grupo teremos: 8 triângulos amarelos, ou seja, 8 dezenas positivas. Por tanto, José
ficará com um saldo positivo de R$80,00.
Quarto momento: Agora que os alunos sabem como funciona o material pedagógico,
apresentamos um problema mais complexo. Seguindo o mesmo contexto e exemplo da
primeira questão problema, trabalhamos com a segunda.

Fonte: DANTE, Luiz Roberto, 2012, p. 28

APÊNDICES
Apêndice 1: Lista de Exercícios.
Instituição Escolar: FURB – Fundação Universidade Regional de Blumenau
Professor (a): Isabela Pereira Geremias
Ano de Ensino: 7º ano
Conteúdo: Números e operações—Adição de números inteiros
Aluno:_________________________________________________
Turma:______________________ Data:______________________

1) Agora que você já sabe como efetuar uma


adição com números inteiros e como funcionam
as fichas coloridas da adição, ajude José a
descobrir qual será o seu saldo ao final de cada
ação (b à c). Lembre-se de usar as fichas para
ajudá-lo e chamar a professora em caso de
dúvidas.
Respostas:
b) Negativo R$5,00
c) Positivo R$5,00
d) Positivo R$250,

Fonte: DANTE, Luiz Roberto, 2012, p. 27


Apêndice 2: Avaliação.
Trabalho em dupla.
Baseando-se no na lista de exercícios, os estudantes terão duas aulas de quarenta e cinco
minutos para criar três situações problemas envolvendo o sistema monetário e adição de
números inteiros. As duplas deverão apresentar no quadro-negro as questões que
desenvolveram e resolvê-las utilizando as fichas coloridas da adição.

REFERÊNCIAS
Livro sétimo ano: Fonte: Dante, Luiz Roberto. Projeto Teláris. 1. ed. São Paulo: Ática, 2012. v.2