Vous êtes sur la page 1sur 23

Contabilidade para C.

Atuariais

Princípios, Postulados e Convenções Seção 04


Contábeis
Contabilidade para C. Atuariais

Comitês de Pronunciamentos Contábeis (CPC)

• SURGIMENTO: 2005

• CONSTITUIÇÃO: juntaram-se representantes dos preparadores


(elaboradores) de demonstrações contábeis, dos contadores, dos
auditores independentes, da academia, dos usuários das
informações contábeis, dos órgãos reguladores contábeis principais
do Brasil, do Ministério da Fazenda e seu órgão responsável pela
tributação e de outros interessados e constituíram os CPC- Comitês
de Pronunciamentos Contábeis”. (IUDÍCIBUS et.al, 2011, p.11)
Contabilidade para C. Atuariais

Comitês de Pronunciamentos Contábeis (CPC)

• Função: produzir Pronunciamentos, Interpretações e Orientações a partir


das Normas Internacionais emanadas do IASB, que é o órgão internacional
para o processo de convergência com mais de uma centena de países, a
começar por todos os da União Europeia.
• Os órgãos reguladores contábeis brasileiros aprovam esses documentos
emitidos pelo CPC e os tornam obrigatórios em seus respectivos âmbitos.
• Com isso, o Brasil caminhou para a partir do ano de 2010, suas normas
contábeis está totalmente convergidas às do IASB.
Contabilidade para C. Atuariais

Comitês de Pronunciamentos Contábeis (CPC)

O IASB está em pleno processo de atualização de sua Estrutura Conceitual,


que está sendo conduzido em fases. À medida em que um capítulo é
finalizado, itens da Estrutura Conceitual para Elaboração e Apresentação
das Demonstrações Contábeis, que foi emitida em 1989, vão sendo
substituídos. Quando finalizada, haverá um único documento, denominado
Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-
Financeiro (The Conceptual Framework for Financial Reporting), que
abrangerá outros relatórios além das demonstrações contábeis.
CPC 00 – Estrutura Conceitual

Estrutura da Norma:

• Esta versão da Estrutura Conceitual inclui dois capítulos da primeira fase do


projeto da Estrutura:
• Capítulo 1, Objetivo da elaboração e divulgação de relatório contábil-
financeiro de propósito geral; e
• Capítulo 3, Características qualitativas da informação contábil-financeira útil.
• Capítulo 2 (ainda não editado) tratará do conceito relativo à entidade que
divulga a informação; e o
• Capítulo 4 contém o texto remanescente da antiga Estrutura Conceitual.
Contabilidade para C. Atuariais

PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

Princípios Contábeis representam a essência das


doutrinas e teorias relativas à Ciência da Contabilidade

Resolução CFC nº 750/93 (com alterações dadas pela Resolução CFC


nº 1.282/10) dispõe sobre os Princípios de Contabilidade (PC):
"Art. 1º - Constituem PRINCÍPIOS DE CONTABILIDADE (PC) os
enunciados por esta Resolução.
§ 1º A observância dos Princípios de Contabilidade é obrigatória
no exercício da profissão e constitui condição de legitimidade das
Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC).
Contabilidade para C. Atuariais

PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

Princípio da Entidade PRINCIPIOS


“reconhece o Patrimônio como objeto da Contabilidade e • Entidade;
• Continuidade;
afirma a autonomia patrimonial, [enfatiza] a necessidade da • Oportunidade;
diferenciação de um Patrimônio particular no universo dos • Registro pelo
patrimônios existentes” Valor Original;
• Prudência;
• Competência.
“[...] o Patrimônio não se confunde com aqueles dos seus
sócios ou proprietários”
Contabilidade para C. Atuariais

PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

Princípio da Continuidade PRINCIPIOS


“pressupõe que a Entidade continuará em operação no • Entidade;
• Continuidade;
futuro e, portanto, a mensuração e a apresentação dos
• Oportunidade;
componentes do patrimônio levam em conta esta • Registro pelo
circunstância.” Valor Original;
• Prudência;
• Competência.
Contabilidade para C. Atuariais

PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

Princípio da Oportunidade PRINCIPIOS


• Entidade;
“refere-se ao processo de mensuração e apresentação dos • Continuidade;
componentes patrimoniais para produzir informações íntegras • Oportunidade;
e tempestivas.” • Registro pelo
Valor Original;
• Prudência;
• Competência.
Registro pelo Valor Original
“determina que os componentes do Patrimônio devem ser
inicialmente registrados pelos valores originais das
transações, expressos em moeda nacional.”
(Custo Histórico vs Variações)
Contabilidade para C. Atuariais

PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

Princípio da Prudência PRINCIPIOS


• Entidade;
“determina a adoção do menor valor para os componentes do • Continuidade;
ATIVO e do maior para os do PASSIVO, sempre que se • Oportunidade;
apresentem alternativas igualmente válidas para a • Registro pelo
Valor Original;
quantificação das mutações patrimoniais que alterem o • Prudência;
patrimônio líquido.” • Competência.
Contabilidade para C. Atuariais

PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

Princípio da Competência PRINCIPIOS


• Entidade;
“determina que os efeitos das transações e outros eventos • Continuidade;
sejam reconhecidos nos períodos a que se referem, • Oportunidade;
independentemente do recebimento ou pagamento.” • Registro pelo
Valor Original;
• Prudência;
• Competência.
Contabilidade para C. Atuariais

POSTULADOS E CONVENÇÕES CONTÁBEIS

Regime de Competência
“reconhecimento simultâneo ou combinado das receitas e despesas
que resultem diretamente ou conjuntamente das mesmas transações
ou outros eventos”
• Associa a despesa a sua respectiva receita no mesmo exercício;
• Exercício: período temporal em que ocorrem as operações contábeis;

Regime de Competência vs Regime Caixa


Contabilidade para C. Atuariais

POSTULADOS E CONVENÇÕES CONTÁBEIS

Regime de Competência
• O regime de competência retrata com propriedade os efeitos de
transações e outros eventos e circunstâncias sobre os recursos
econômicos e reivindicações da entidade que reporta a informação
nos períodos em que ditos efeitos são produzidos,
independentemente dos recebimentos e pagamentos.

Regime de Competência vs Regime Caixa


Contabilidade para C. Atuariais

POSTULADOS E CONVENÇÕES CONTÁBEIS

Regime de Caixa
• Fornece melhor base de avaliação da performance passada e futura
da entidade do que a informação puramente baseada em
recebimentos e pagamentos em caixa ao longo desse mesmo período;
e é útil para avaliar a capacidade passada e futura da entidade na
geração de fluxos de caixa líquidos

Regime de Competência vs Regime Caixa


Contabilidade para C. Atuariais

POSTULADOS E CONVENÇÕES CONTÁBEIS

Regime de Caixa
• Informações sobre os fluxos de caixa da entidade também ajudam os
usuários a avaliar a capacidade de a entidade gerar fluxos de caixa
futuros líquidos, indicando como a entidade obtém e despende
caixa, informações sobre seus empréstimos e resgate de títulos de
dívida, dividendos e outras distribuições para seus investidores, e
outros fatores que podem afetar a liquidez e a solvência da
entidade.

Regime de Competência vs Regime Caixa


Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativas da Informação

Identificam os tipos de informação que muito provavelmente são reputadas como as mais
úteis para investidores, credores por empréstimos e outros credores, existentes e em
potencial, para tomada de decisões acerca da entidade que reporta com base na
informação contida nos seus relatórios contábil-financeiros (informação contábil-
financeira).

Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativa Fundamentais

• Relevância (valor preditivo e confirmatório)

• As informações são relevantes quando fazem a diferença nas decisões


econômicas dos usuários, ajudando-os a avaliar o impacto de eventos
passados ou corrigindo as suas avaliações anteriores (valor confirmatório),
ou ajudando-os nos processos para predizer resultados futuros (valor
preditivo)

Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativa Fundamentais

Representação fidedigna (completa, neutra e livre de erros);

1. informação precisa ser completa, Para ser completa, precisa conter o


necessário para que o usuário compreenda o fenômeno sendo retratado;
2. precisa ser neutra, Para ser neutra, precisa estar desprovida de viés na
seleção ou na apresentação, não podendo ser distorcida para mais ou para
menos; e
3. precisa ser livre de erro, Ser livre de erro não significa total exatidão, mas
sim que o processo para obtenção da informação tenha sido selecionado e
aplicado livre de erros.
Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativa de Melhoria

Comparabilidade;

Característica que permite a identificação e compreensão de similaridades e


diferenças entre os itens. É diferente da consistência que significa aplicação dos
mesmos métodos para os mesmos itens.

Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativa de Melhoria

Verificabilidade;

A verificabilidade ajuda a assegurar aos usuários que a informação representa fidedignamente o


fenômeno econômico que se propõe representar. A verificabilidade significa que diferentes
observadores, cônscios e independentes, podem chegar a um consenso, embora não cheguem
necessariamente a um completo acordo, quanto ao retrato de uma realidade econômica em
particular ser uma representação fidedigna.

Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativa de Melhoria

Tempestividades;

Tempestividade significa ter informação disponível para tomadores de decisão a tempo de poder
influenciá-los em suas decisões. Em geral, a informação mais antiga é a que tem menos
utilidade. Contudo, certa informação pode ter o seu atributo tempestividade prolongado após o
encerramento do período contábil, em decorrência de alguns usuários, por exemplo,
necessitarem identificar e avaliar tendências.

Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Característica Qualitativa de Melhoria

Compreensibilidade.

Classificação, a caracterização e a apresentação da informação são feitas com clareza e


concisão, tornando-a compreensível. Mas não é admissível a exclusão de informação complexa
e não facilmente compreensível se isso tornar o relatório incompleto e distorcido. Os relatórios
contábil-financeiros são elaborados na presunção de que o usuário tem conhecimento razoável
de negócios e que age diligentemente.

Fundamentais Melhoria
Características • Relevância • Comparabilidade;
Qualitativas • Representação • Verificabilidade;
Fidedigna • Tempestividades;
• Compreensibilidade.
Contabilidade para C. Atuariais

PARA PRÓXIMA AULA

Proceder a Leitura do CPC 00 (R1) em


http://static.cpc.mediagroup.com.br/Docum
entos/147_CPC00_R1.pdf e resumir os
conceitos dos:

• 1. Elementos das Demonstrações


Contábeis;

• 2. Reconhecimento dos Elementos das


Demonstrações Contábeis.
• Cap.04

Centres d'intérêt liés