Vous êtes sur la page 1sur 6

View this page in: English Translate Turn off for: Portuguese Options ▼

More Create Blog Sign In

ARTE REAL - TRABALHOS MAÇÔNICOS

Início

“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA
CONTATO.

“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2016 POSTAGEM EM DESTAQUE

O QUE VINDES AQUI FAZER?


O PASSO LATERAL DA MARCHA DE COMPANHEIRO
Dependendo de onde ou a quem está pergunta
está sendo feita, nós teremos as mais diversas
respostas. Um exemplo seria se você fize...

SEJA BEM VINDO - SEJA UM SEGUIDOR.


A Marcha é uma técnica adotada nos três Graus Simbólicos. Como recém- Meus Irmãos.
elevados ao Grau de Comp.’.Maç.’., a Sublime Instituição abriu-nos uma porta Sua opinião é importante para nós.
a mais para ser explorada através dos estudos. E, estudando, notamos Nosso e-mail: foco.artereal@gmail.com
pequenas diferenças ritualísticas entre as diversas Potências, mas não nos
esqueçamos que todos somos Maçons e, como tais, temos como meta final o PESQUISAR ESTE BLOG
mesmo resultado moral, ou seja, a construção de nosso Templo Interior para
Pesquisar
a Glória do G.’.A.’.D.’.U.’., não importando a Potência à qual pertençamos.

Enquanto AApr.’.MMaç.’., ainda sem sabermos ler e nem escrever, somente TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA
soletrar, obrigatoriamente temos que ser guiados e orientados por nossos
MM.’. na luta e na perseverança em nosso caminhar na senda da Perfeição,
3 1 0 6 7 7 7
isto é, pelo caminho que nos leva das trevas à Luz, do Ocidente para o
Oriente, do mundo objetivo dos sentidos para o mundo subjetivo do espírito. SEGUIDORES
Este objetivo não é somente dos AApr.’. mas também dos CComp.’. e dos Followers (1398) Next
MM.’..

Sendo assim, nossos passos, sempre iniciados com o pé esquerdo, são


obrigatoriamente retos e dirigidos, sempre na mesma direção, pelos IIr.’. mais
experientes e compreende três passos de longitude desigual e proporcional a
3-4-5, lembrando o Teorema de Pitágoras e, a cada passo, juntando os pés em
ângulo reto, em esquadria.
Follow

Estes três passos simbolizam as três qualidades morais que caracterizam a


conduta do Apr.’.:- Retidão, Decisão e Discernimento. Também simbolizam ARQUIVO DO BLOG
que o maçom deve andar sempre retamente, em busca da virtude e da ► 2018 (54)
perfeição.
► 2017 (115)

Como CComp.’., devemos sempre nos recordar de que tudo tem lógica e, ▼ 2016 (167)
portanto, a lógica é o caminho mais seguro que pode existir. Também temos ► Dezembro (7)
que ter sempre em mente que devemos nos guiar a nós mesmos, uma vez que ► Novembro (9)
procuramos desenvolver o autodomínio.
► Outubro (9)

No Grau de Comp.’., a Marcha é a continuação do caminhar iniciado no grau ► Setembro (12)


anterior. É a Marcha do Apr.’. acrescida de mais dois passos. ► Agosto (13)
▼ Julho (13)
Ao passarmos do Nível à Perpendicular, ou dos cuidados do 1o.Vig.’. para os
do 2o.Vig.’., ou seja, da Coluna onde operávamos com Força para a Coluna VELAS E SEU SIGNIFICADO NA
MAÇONARIA
onde iremos trabalhar com a Beleza, e sedentos por novos conhecimentos,
deixamo-nos dominar pelos nossos devaneios. O ESTUDO DA ORDEM E DOUTRINA
MAÇÔNICA

Abandonamos a linha central trilhada enquanto AApr.’., dando o primeiro O MAÇOM E A SOLIDARIEDADE
passo da marcha de Comp.’. em linha oblíqua para a direita ou para a O PASSO LATERAL DA MARCHA DE
esquerda, dependendo da Potência. COMPANHEIRO
TEMPLOS A VIRTUDE E MASMORRAS
Este passo lateral e oblíquo é realizado conduzido por nossa faculdade de AO VÍCIO
criar e, assim, arriscamo-nos aos perigos do desconhecido. Por isso, este A CABALA E A CORDA DE 81 NÓS
passo denomina-se de Imaginação.
O SILÊNCIO, VOZ DA INICIAÇÃO
Saindo da trajetória a que estávamos obrigados enquanto AApr.’., significa OS PRIMEIROS MESTRES MAÇONS
que já podemos e devemos variar nossos caminhos em busca da Verdade. A O TRONO
Razão vigia e controla constantemente os devaneios da criação, ou seja, da
A MAÇONARIA
Imaginação.
O BEM, O MAL E A LIÇÃO DA PEDRA
A Razão, que acompanha e reconduz a Imaginação de volta à realidade, BRUTA
sempre que esta se exceder, é simbolizada pelo pé direito que segue o A DISCIPLINA
esquerdo, formando uma esquadria. E é este pé esquerdo que dará o O GALO E A AMPULHETA - SÍMBOLOS
segundo passo, em ângulo reto, denominado de Afetividade, retornando ao MAÇÔNICOS
equador da Loja, demonstrando Obediência e Amor ao Trabalho.
► Junho (18)
Neste passo do pé esquerdo, o direito o acompanha, simbolizando o ► Maio (18)
regresso da Imaginação ao caminho inicial da Retidão, da Decisão e do
► Abril (19)
Discernimento, evidenciado nos três passos iniciais.
► Março (19)
A esquadria formada ao terminar a marcha leva o nome de Razão, protetora ► Fevereiro (17)
da Inteligência. O primeiro passo oblíquo também poderia se denominar de ► Janeiro (13)
Livre Arbítrio significando que não precisamos mais caminhar em linha reta,
pois já adquirimos conhecimento, podendo sair da trajetória. ► 2015 (287)

O segundo passo seria o da Consciência, pois já conseguimos discernimento ► 2014 (172)


e, por conseguinte, sabemos voltar ao caminho da retidão quando nossa ► 2013 (160)
Razão assim ordenar. Isto demonstra que, quando nos desviamos da linha
► 2012 (398)
reta a que estávamos obrigados como AApr.’., é porque os nossos MM.’. já
nos consideraram aptos a observar, procurar, experimentar e quantificar os ► 2011 (314)
métodos para assimilar e usufruir da filosofia contida e ensinada no Grau de
Comp.’..
COLABORADORES
Paulo Edgar Melo
Como todo adolescente, sentimo-nos cheios de energia e totalmente
independentes, auto-suficientes. Julgamo-nos possuidores dos TRABALHOS MAÇÔNICOS
conhecimentos, dos segredos e dos mistérios do caminho a ser percorrido e
não levamos em conta as sábias orientações dos mais velhos e mais
experientes que podem nos mostrar os atalhos para evitar passos
desnecessários.

Assim, através do livre-arbítrio de que somos dotados, abandonamos


impetuosamente, a linha central por onde até então trilhávamos e optamos
por outros caminhos para chegarmos à Verdade, contrariando aqueles
métodos impostos que nortearam nosso procedimento desde o início de
nossa senda.

Ao contrariarmos as regras seguidas até então, nós, os CComp.’., como


adolescentes no caminho da Perfeição, não devemos ser reprimidos em
nosso processo criativo nem tampouco doutrinados com teorias que
determinem nosso progresso, mas orientados para tais teorias.

É por isso que no Grau de Comp.’. há uma mudança no posicionamento das


Três Luzes Emblemáticas, onde o Compasso, agora, está entrelaçado ao
Esquadro, ou seja, uma perna do Compasso está livre do domínio moral do
Esquadro simbolizando que nós, os CComp.’. já nos encontramos em
condições de trilhar pelos caminhos da Verdade, em busca do saber, livre de
preconceitos e de superstições.

Os cinco passos do Comp.’. também nos recordam a Conjugação dos


Quinários:- De cinco anos é a idade do Comp.’.; os golpes de malhetes; as
pancadas de bateria; os toques no sinal de reconhecimento. Cinco são as
luzes que iluminam e cinco os pilares que sustentam a Loja de Comp.’..

De cinco viagens se compõe a elevação ao Grau. Quintessência é o quinto


elemento. Quinta Ciência é a classificação da Geometria dentro das Sete
Artes ou Ciências Liberais e, posicionada ao Meio Dia, a Estrela Rutilante
com suas cinco pontas a lembrar-nos que a Mente deve ser posta em Ação e
Movimento, portanto, devemos Criar e Trabalhar com Sabedoria e
Conhecimento!

Esta Peça de Arquitetura tem como finalidade um breve estudo sobre o tema
"O Passo Lateral da Marcha de Comp.’.Maç.’.".

BIBLIOGRAFIA
Companheiro Maçom – Ir.’. Inácio Jorge Paulo Filho – Ed. Country
Curso de Maçonaria Simbólica – Companheiro – Theobaldo Varoli Filho – A
Gazeta Maçônica
Grau de Companheiro e Seus mistérios – Jorge Adoum – Ed. Pensamento
Caminhos da Perfeição: O Companheiro – Walter de Oliveira Bariani – Ed.
Maçônica A Trolha
Cartilha do Companheiro – José Castellani e Raimundo Rodrigues – Ed.
Maçônica A Trolha
Postado por TRABALHOS MAÇÔNICOS às terça-feira, julho 19, 2016

3 comentários:
nadio de Oliveira 2 de setembro de 2017 19:50

GOSTEI MUITO DESTE TRABALHO DO GRAU DE COMPANHEIRO!!!!!!


Responder

Moacyr Melo Junior 6 de março de 2018 17:41


Excelente prancha, muito instrutiva e esclarecedora.
Responder

Guilheme A. Melo 12 de março de 2018 22:45


Bela obra de arquitetura. Gostaria de saber a referência da informação sobre a proporção
de 3-4-5 da longitude dos passos, na marcha do Aprendiz.
Responder

Digite seu comentário...

Comentar como: Conta do Goog

Publicar Visualizar

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Links para esta postagem


Criar um link

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga

Assinar: Postar comentários (Atom)

POSTAGENS POPULARES

O COMPANHEIRO
O homem no primeiro grau deixa o mundo profano pelo maçônico ou, simbolicamente
falando, deixa as trevas pela luz. Se for dócil aos ...

A PRIMEIRA INSTRUÇÃO DE APRENDIZ


Como qualquer criança recém-nascida, o Aprendiz é tomado por uma intensa
curiosidade por tudo que está a sua volta, o significado dos s...

O PAINEL DO GRAU DE APRENDIZ.


Um dos mais antigos símbolos da Maçonaria é o Painel da Loja ou Quadro. Como
relatam vários Trabalhos, a explicação da existênci...

GRUPOS MAÇÔNICOS NÃO RECONHECIDOS NO BRASIL


PARA MAÇONS REGULARES Relação incompleta de grupos maçônicos no Brasil
não reconhecidos pelo Grande Oriente do Brasil - GOB, pela ...

RESUMO DA 2ª INSTRUÇÃO DE APRENDIZ


À medida que evoluímos em nossa caminhada de progresso, vamos
concluindo sobre pontos comuns de nossa identidade co
concluindo sobre pontos comuns de nossa identidade, co...

ESTRELA FLAMEJANTE
Preliminarmente, devo dizer que a síntese desta peça de arquitetura é analisar as
várias significações que os bons exegetas atribuem ao...

EXALTAÇÃO A MESTRE. MESTRE DE QUÊ?


Enfim chegou o dia, tão aguardado, da exaltação. Vamos atingir a plenitude
maçônica. Iniciamos a Sessão como Companheiros e, ao final, s...

A QUARTA INSTRUÇÃO DO GRAU DE APRENDIZ DO R.´.E.´.A.´.A.´.


Introdução Esta Peça não contém a transcrição da Quarta Instrução de Aprendiz. Só
o Maçom que a conhece ou a têm por escrito, poderá e...

COMO RECONHECER UM MAÇOM!


Ser reconhecido Maçom podemos até por um simples PIM na lapela. Por isso nossa
preocupação deve ser: Que qualidade de Maçom sou rec...

A PALAVRA PASSE NO GRAU DE COMPANHEIRO


INTRODUÇÃO A palavra foi a forma com a qual a sociedade conseguiu encontrar a
melhor forma de se comunicar. Articulando as mesmas tr...

GOOGLE+ FOLLOWERS

ARTE REAL - TRABALHOS MAÇÔNICOS


focoartereal.blogspot.com

MINHA LISTA DE BLOGS

A Herança Grega na Maçonaria – 1ª Parte – O Ponto Dentro do Círculo


Pequena História da Maçonaria no Brasil – Parte V
Há 3 dias

A PARTIR PEDRA
Há uma semana

O Prumo de Hiram
A maçonaria especulativa nasceu de uma sociedade de jantares?
Há 4 semanas

.·. ARLS FRATERNIDADE E AMIZADE N º .·.


04/07/2018 - Regularização do Ir. Gabriel Nascimento Silva
Há 4 semanas

Espaço do Maçom
"Evolucionismo ou Criacionismo, o que diz a Maçonaria". Em breve...
Há 3 meses

Filhos de Hiram
KUM BA YAH My Lord
Há 2 anos

LODGE LUZ DO ORIENTE N.o 80


Grão-Mestre
Há 5 anos

TRANSLATE

Select Language

Powered by Translate

Tema Janela de imagem. Tecnologia do Blogger.