Vous êtes sur la page 1sur 11

Resumo de Português - fato presente;nesse caso,indica polidez e às

vezes ironia: “Daria para fazer silêncio!?”

Gramática b) Modo subjuntivo


Presente
1- Tempos verbais - fato presente, mas duvidoso,incerto:
“Talvez eles estudem...não sei”.
a) Modo indicativo - um desejo, uma vontade: “Que ele pague o
Presente→ fato ocorrido no momento em rodízio, este é o desejo delas.”
que se fala.
↓ Pretérito imperfeito
uma ação habitual : “Corro todas as - indica hipótese, condição: “Se ela estudasse,
tardes.”→fatos já passados pra se dar realce à a história seria outra.”
narrativa: “Em 1978,Montesquieu publica a
obra O espírito das leis.”(chamado de Pretérito perfeito
presente histórico ou narrativo) - fato passado, mas incerto, hipotético,
duvidoso: “Que tenha estudado bastante é o
Pretérito imperfeito que espero.”
- um fato passado
contínuo,permanente,habitual: “Nós Pretérito mais-que-perfeito
vendíamos sempre fiado”. -fato passado em relação a outro fato
- um fato passado, mas de incerta localização passado: “Se não tivéssemos saído da sala,
no tempo: “ Era uma vez..” teríamos terminado a prova tranqüilamente.”
- um fato presente em relação a outro fato
passado: “Eu lia quando ele chegou.” c) Imperativo
- indica ordem: “ Lave agora!”
Pretérito perfeito
- fato já concluído: “Estudei até duas horas da Tempos verbais primitivos- são os três
manhã e depois liguei para a Paula.” tempos que originam os demais: presente do
- usa-se a forma composta para indicar uma indicativo, pretérito perfeito do indicativo,
ação que se prolonga até o tempo presente: infinitivo impessoal( Ao chegar, Rafael falou
“Tenho estudado todas as noites.” para sua muito amada Carol.)
or. Subordinada adverbial reduzida de
Pretérito mais-que-perfeito infinitivo.
- indica uma ação passada em relação a outro
fato passado: “A bola já ultrapassara a linha 2- Vozes verbais
quando o jogador a alcançou.”
a) Ativa- o sujeito pratica a ação(sujeito
Futuro do presente agente): “ O homem feriu o animal.”
- fato futuro em relação ao momento em que b) Passiva- o sujeito sofre a ação(paciente):
se fala : “Irei ao out back”. Sintética:“Consertam-se calculadoras.”

Futuro do pretérito partícula apassivadora


- um fato futuro em relação a um fato Analítica: “ O homem é corrompido pela
passado; “Eu jogaria se não tivesse chovido.” sociedade.”(verbo ser+ particípio)
- fato futuro duvidoso: “Seria realmente c) Reflexiva- o sujeito pratica e ao mesmo
agradável chamar a Moema?” tempo sofre a ação: “ O homem feriu-se.”
poeta que nós todos conhecemos e
Obs: O verbo é a palavra que apresenta mais estimamos....”
possibilidades de flexão:número, pessoa, modo, Ana ensina modernos processos de leitura.
tempo e voz.Existe um caso que o verbo Ana ensina os modernos processos de leitura.
também tem flexão de gênero,é o particípio: No primeiro queremos significar que Ana
“A mesa foi quebrada”. “ O animal foi ensina alguns processos de leitura e, no
ferido.” segundo que ela ensina todos os processos.

3- Classificação dos verbos 5- Adjetivos

a) Regulares- conjugados de acordo com os Palavra que modifica o


paradigmas das conjugações(ar para a substantivo,atribuindo-lhe um estado,qualidade
primeira,er para a segunda e ir para a ou característica.A função adjetiva básica na
terceira). oração é a de adjunto adnominal.
b) Irregulares- não seguem os
paradigmas,verbo dar na primeira pessoa é 5.1-Locução adjetiva
dou. É a reunião de duas ou mais palavras
c) Defectivos- não apresentam todas as equivalentes a um único adjetivo.Geralmente
flexões.Alguns são conjugados apenas na são formadas por uma preposição e um
terceira pessoa(fenômenos da natureza),o substantivo: água de chuva(=pluvial).
verbo haver com o sentido de existir e o Nem toda locução possui um adjetivo
fazer na indicação de tempo transcorrido. correspondente: mulher sem graça.
d) Abundantes- Apresentam mais de uma
forma para uma mesma flexão.o verbo 6- Advérbio
haver apresenta duas formas para a primeira
pessoa do plural do presente do indicativo: Modifica o verbo,acrescentando-lhe uma
havemos e hemos.Ocorre com freqüência circunstância.Sintaticamente,os advérbios
no particípio. exercem a função de adjunto
adverbial.Podemos ter duas ou mais palavras
4- Classificação dos substantivos com o mesmo valor de advérbio,são as
locuções adverbiais: O cavalo corre a galope.
a) Comum- casa, felicidade,mesa,chão. 6.1 Classificação dos advérbios.
b) PróprioMarcos, Quirinópolis,Santiago. a) de lugar: Domingo lá na casa do
c) Concreto- seres propriamente ditos Rodney.
independentemente de sua existência b) de tempo : Camila jamais viverá sem o
real:fada,saci,deusa,bruxa,cadeira,caneta,ta amor de Mateus.
ça. c) de modo: Preciso beber alguma coisa
d) Abstrato- Indica coisas que não existem por rapidamente.
si, que são os resultados de uma ação: d) de negação: Não me lembro
felicidade, pobreza, caridade. dela,tampouco de sua irmã.
e) de dúvida: Pra semana,prometo,quiçá
Obs: O valor estilístico do artigo. nos vejamos?
Camões,grande poeta português,morreu. f) de intensidade: Diga um verso bem
Camões,o grande poeta português,morreu. bonito.
Na segunda frase, o artigo teve como efeito g) de afirmação: Realmente,é difícil
lançar sobre a representação mais visualidade e encontrar um advérbio de afirmação na obra de
mais familiaridade.Como quem diz: “Camões,o Paulinho da Viola.
Eles pedem-lhes carinho. Carinho é pedido
7- Pronome por eles.
O.I
Palavra determinante a qual substitui agente da passiva
o pronome substantivo) ou acompanha ( Tinha-lhe extrema dedicação. (tinha dedicação
pronome adjetivo) o substantivo. a ele.) Livros,revistas:tudo o atrai.
7.1 Classificação dos pronomes. Complemento nominal
a) pessoal: indica as pessoas do discurso. aposto
Será reto se for o sujeito da -o(s),a(s) → objeto direto
oração(eu,tu,ele,nós,vós,eles).Será oblíquo se - lhe→obj. indireto,complemento nominal,adjunto
exercer a função de complemento. “Mamãe adnominal.
comeu tanto que pensei,aquilo podia lhe fazer - me,te,se,nos,vos→ obj,direto ou obj.indireto.
mal.”Pronomes oblíquos átonos: -há um único caso em que o pronome oblíquo é
me,te,se(o,a,lhe),nos,vos,(os,as,lhes,se).Pronom sujeito: “Mandaram-me entrar”, o pronome me não
es oblíquos tônicos: é complemento do verbo mandar,e sim sujeito da
mim,comigo,ti,contigo,ele,ela,si,consigo,nós,co segunda oração,formada por um verbo entrar no
nosco,vós,convosco,eles,elas,si,consigo. infinitivo.A segunda oração é reduzida;desdobrada
b) possessivo: ficaria: “Mandaram que eu entrasse”(é objeto
meu,minha,nosso,nossa,seu,sua,vosso,vossa. direto oracional do verbo mandar).
c) demonstrativo: este(proximidade da
pessoa que fala),esse( proximidade da pessoa 8- Preposição
com quem se fala oi coisa pouco
distante),aquele( proximidade da pessoa de Palavra invariável que une termos de uma oração.
quem se fala ou coisa muito distante). a)combinação- a preposição aparece unida a
d) relativo: retoma um termo expresso outra palavra:ao,aonde.
anteriormente. “...a casa onde morava.”Variáveis:o b)contração- a preposição unida a outra palavra
qual,cujo,quanto.Invariáveis: que,quem,onde. perde algum elemento fonético : do,no,daquele.
e) indefinido: aquele que se refere à terceira 8.1 Crase
pessoa do discurso de modo Ocorrências:
impreciso.Variáveis:algum,nenhum,todo,outro,muito a) substantivos femininos que
,pouco,certo,vário,tanto,quanto,qualquer,um. admitem o artigo.Irei à Bahia(volto
Invariáveis:alguém,ninguém,tudo,outrem,nada,algo,a da Bahia)
lgures,alhures,nenhures. b) lugar,terra,distância e casa
f) interrogativo: formular uma determinadas. Vou à Paris dos meus
pergunta.Que,quem,qual,quanto. sonhos de criança. Ele arava a terra
7.2 Colocação pronominal. da roça do Seu Luis. ( Terra como
a) Ênclise: o pronome átono está colocado planeta tem crase).
depois do verbo que complementa. “Disseram-me a c) Palavra masculina que subentende à
verdade.” moda de. Era um texto à Camões.
b) Próclise: o pronome átono está colocado d) Adjunto adverbial feminino. Às
antes do verbo. “ Não nos disseram a verdade.” pressa,às claras,à tarde.
c) Mesóclise: ocorre com as formas verbais no e) Quando o artigo a equivale a ao.
futuro do presente e do futuro do pretérito. “Dir-se-ia f) Pronomes
que tal construção é desusada no Brasil.” demonstrativos:aquele(a),aquilo e a.
7.3 Pronome na oração. Refiro-me àquele rapaz. Dei o livro
Ela é alguém. à quem mo pediu.
Suj. V.L predicativo do sujeito Facultativos:
a) Expressão até a no sentido de É o conjunto enunciativo que numa
movimento. Fui até a feira. oração dada contém a informação nova para
b) Nome próprio feminino. o ouvinte.
c) Pronome possessivo. Dei o presente a) verbal: tem como núcleo
a minha mãe. significativo um verbo. “Senti seu toque
Não ocorre: suave.”
a) antes de verbo,plural e substantivo b) nominal: tem como núcleo significativo
masculino. um nome.O verbo é não significativo(verbo de
b) Palavras repetidas:gota a gota,frente ligação)e une o sujeito ao predicativo,
a frente. indicando circunstâncias referentes ao estado
c) Artigo indefinido. Assisti a uma do sujeito. “Ele é senhor das suas mãos e
peça. ferramentas.”
d) Quando não há concordância. Fui a c) verbo-nominal: apresenta dois núcleos
festas. significativos,um verbo e um nome.O
e) Antes de pronome (exceção predicativo pode referir-se ao
senhora,senhorita,dona e madame sujeito(predicativo do suj) ou ao complemento
como pronomes de tratamento). verbal (predicativo do objeto).O verbo é
Refiro-me a ela. sempre significativo, indicando processos.
“ O dia amanheceu ensolarado.” As
9- Sujeito. mulheres julgam os homens inconstantes.”
Suj pred do suj suj
A) sujeito simples objeto direto pred do objeto
Possui um único núcleo. Os dois
chegaram tarde. 11- Complementos verbais
B) sujeito composto
Possui mais de um núcleo. Alimentos e a) Objeto direto.
roupas andam caros. Complemento que se liga diretamente
C) sujeito indeterminado ao verbo transitivo,sem preposição.
Bateram à porta. “Houve muita confusão na partida final
Precisa-se de mentes criativas.(se é do campeonato.”
índice de indeterminação do sujeito) Obj direto
D) orações sem sujeito. - objeto direto preposicionado: possui
Formadas apenas pelo preposição para evitar
predicado,articulam-se a partir de um ambigüidade(1),no caso de
verbo impessoal. divindade(2) ,indicando parte de um
- verbos que indicam fenômenos da todo(3),pronomes indefinidos de
natureza: Amanheceu repentinamente. pessoa(4),pronomes de
- verbos estar,fazer,haver e ser quando tratamento(5),pronomes pessoais
indicam fenômenos meteorológicos ou oblíquos tônicos(6).
se relacionam ao tempo em geral. Está (1) Eu amo meu pai como a meu irmão.
tarde. Faz frio nesta época. (2) Amar a Deus. (3) Eu bebi do leite.
- verbo haver na indicação de existência (4) Não excluo a ninguém. (5) Não
ou acontecimento. Havia bons motivos. quero cansar a Vossa Senhoria. (6)Nem ele
entende a nós,nem nós a ele.
10- Predicado. - objeto direto pleonástico: indica
repetição para destacar. “A bola,eu não
a vi.”
c) Aposto.
b) Objeto indireto. Amplia,explica,desenvolve ou resume a
O verbo exige preposição. “Os homens idéia contida no termo.
pedem-lhes amor sincero.” -explicativo: “A lingüística,ciência das
c) Complemento nominal. línguas humanas,permite-nos
Completa,sempre com preposição,o interpretar melhor nossa relação com o
sentido de um substantivo,um adjetivo mundo.”
ou um advérbio. “O povo está certo de -enumerativo: “A vida se compõe de
uma guerra.” “A redação abordou muitas coisas:amor,arte,ação.”
favoravelmente ao réu.” “Lucas tem - resumidor: “Fantasias,suor e
tendência para o futebol.” sonho,tudo isso forma o carnaval.”
d) Agente da passiva. - comparativo: “Seus
Pratica a ação expressa pelo verbo. “A olhos,indagadores holofotes,fixaram-
beleza será valorizada pelo homem.” se por muito tempo na baía anoitecida.”
-especificativo: “A obra de Camões é
12- Termos acessórios. símbolo da cultura portuguesa.”
d) Vocativo( apóstrofe).
a)Adjunto adverbial. Além dos termos essenciais,integrantes
b)Adjunto adnominal. e acessórios da oração,há um outro
Determina, especifica ou explica um termo independente,à parte do sujeito e
substantivo.O adjunto adnominal é uma do predicado.É o vocativo que serve
função adjetiva,pois são os adjetivos e para chamar,invocar ou interpelar um
as locuções adjetivas que normalmente ouvinte. “Vós,poderoso rei,cujo alto
exercem esse papel.Além império...”
deles,artigos,numerais e pronomes
adjetivos atuam como adj adnominais. 13- Vírgula.
“O poeta português deixou uma obra
originalíssima.” Sujeito e predicado não devem ser
Obs: diferenças entre adjunto separados por vírgula.
adnominal e complemento: - polissíndeto: “E homens,e mulheres,e
1- O complemento relaciona-se a um crianças,e todos,enfim,perseguem o
substantivo,adjetivo ou advérbio;o adjunto mesmo ideal.”
relaciona-se apenas ao substantivo. - elipse: omissão de um termo
2-Quando o termo não estiver subentendido. “Em suas vidas,apenas
antecedido por preposição é um gestos essenciais.”
adjunto. - complemento pleonástico: “A mim, nada
3- O complemento equivale a um me disseram sobre o assunto.”
complemento verbal,ou seja,só se - Adjuntos adverbiais fora da posição.
relaciona a substantivos cujos “Ontem,num belo transatlântico,retornou
significados transitam;portanto seu de viagem.” Caso sejam de pequena
valor será passivo,é sobre ele que recai extensão,as vírgulas podem ser
a ação(paciente).O adjunto tem sempre dispensadas: “Amanhã ele chegará ao
valor ativo(agente). Brasil.”
“O assalto ao banco foi inútil.” “O - O vocativo por não fazer parte nem do
assalto dos libertadores foi inútil.” predicado,nem do sujeito,deve sempre ser
C.N separado por vírgulas. “O mundo não vale
adj adn o mundo,meu bem.”
14- Funções do que. 15- Funções do se.

a) pronome substantivo interrogativo: a)substantivo: quando nomeamos a


substitui o elemento sobre o qual deseja própria palavra,vem acompanhado de
resposta,exercendo sempre uma das artigo: “O se pode ser um pronome
funções substantivas. pessoal.”
“ Que sussurrou você ao meu b)Pronome apassivador: forma,ao lado
ouvido?”(em função de objeto direto) de verbos transitivos diretos e transitivos
“ Que terá acontecido?” ( em função de diretos e indiretos a voz passiva sintética.
sujeito) “Elaboraram-se vários projetos.”
b) pronome adjetivo interrogativo: Sujeito paciente
acompanha os substantivos nas frases c) índice de indeterminação do
interrogativas,desempenhando função sujeito:com verbos intransitivos,transitivos
de adjunto adnominal. indiretos e de ligação.O verbo deve estar
“Que livro você está lendo.” sempre na terceira pessoa do singular.
c) pronome relativo: refere-se a um “ Sempre se é responsável pela vida.”
termo anterior ao mesmo tempo que serve de d) pronome reflexivo. Na voz reflexiva
conectivo subordinativo entre o sujeito e o objeto verbal pertencem à mesma
orações.Geralmente introduz uma oração pessoa gramatical. “ Talvez ele se prepare para
subordinada adjetiva,nela desempenhando uma o encontro.”
função substantiva. e) pronome recíproco. “Os jogadores se
“ Às pessoas que eu detesto diga sempre que abraçaram.”
não presto.”( or subordinada adjetiva restritiva) f) pronome integrante do verbo. Com os
e) conjunção coordenativa: liga verbos pronominais. “Arrependeu-se
orações coordenadas. “Ainda que amargamente daquele gesto.
anda e nunca chega a lugar algum.” g) pronome expletivo ou de realce: Ocorre
f) Conjunção subordinativa: introduz principalmente ao lado de verbos de
orações subordinadas substantivas e movimento ou que exprimem atitudes da
adverbiais. “Fugimos todos,que a pessoa em relação ao próprio corpo, em
maré não estava pra peixe.” construções em que não apresenta função
g) Substantivo . “Meu bem querer tem essencial para a compreensão da mensagem.
um quê de pecado acariciado pela “Foi-se o tempo da ingenuidade.” “Talvez se
emoção.” risse de minha insegurança.”
h) Advérbio(quão) . “Que cedo para h) sujeito de um infinitivo. Estruturas
levantar.” formadas pelos auxiliares
i) Interjeição. “Quê!Você por aqui!” causativos(deixar,mandar e fazer) e
j) Partícula expletiva ou de realce: a sensitivos(ver,ouvir,sentir) quando seguidos de
retirada do que não prejudica a objeto direto na forma de oração reduzida. O
estrutura sintática. “Oh!Que pronome se atuará como sujeito. “Deixou-se
saudade que tenho da aurora da ficar à janela a tarde toda.”
minha vida...” i) conjunção subordinativa integrante. O se
k) Preposição: equivale à preposição introduz or subordinadas substantivas. “ Não
de em locuções verbais formadas sei se tudo isso vale a pena.”
com os auxiliares ter e haver. “Se eu j) conjunção subordinativa condicional :
quiser falar com Deus tenho que Introduz as or subordinadas adverbiais
ficar a sós tenho que apagar a luz..”
condicionais. “Se o acordo fosse cumprido,toda Obs: Apesar de transitivos indiretos,esses
essa desordem seria evitada.” verbos podem surgir na voz passiva analítica:
l) conjunção subordinativa causal. Introduz or As leis da natureza devem ser obedecidas.
subordinadas adverbiais causais. “meu c)responder (a)
deus,por que me abandonaste se sabias que eu Pede objeto indireto para indicar a quem ou
era fraco.” ao que se responde: “Respondi ao meu irmão.”
“Respondemos às questões propostas.”
16- Usos do porquê. Apresenta objeto direto se exprime resposta:
“Respondeu-nos que iria avaliar nossa proposta.”
- preposição por + pron interrogativo que d) simpatizar (com)- antipatizar (com)
equivalendo a por qual razão: “Por que criar a Não são pronominais. “Simpatizei com você.” E
dor.” Ainda não chegaram?Por quê? não: “Simpatizei-me com você.”
- preposição por + pron relativo que, 17.4 verbos que podem ser transitivos diretos
equivalendo a pelo qual. “Só eu sei as esquinas ou indiretos sem alteração de sentido.
por que passei.” a) abdicar
- conjunção causal ou explicativa, com valor de “Abdicou as(das) regalias do cargo.”
pois. “Venha depressa,porque sua presença é b) acreditar
indispensável.” “Não acreditava a (na) própria audácia.”
- substantivo;significa o motivo,a razão. c) almejar
“Deve haver um porquê convincente para tal “Almejamos a (pela) paz mundial.”
comportamento.” d) ansiar
“ Anseia (por) dias melhores.”
17- Regência verbal. e) anteceder
“Sua partida antecedeu (a) uma série de fatos
17.1 Verbos intransitivos. estranhos.”
a) chegar- ir. Preposição a, em para indicação f) atender
de tempo ou meio. “Cheguei a esta cidade em “ Atendeu os (aos) meus conselhos.”
setembro.” “chegamos no trem das onze.” “Fui g) Atentar
para a Argentina.”(morar) “Fui a Argentina “ Atente esta( nesta/para esta) forma de
“(vou retornar). escrever.”
b) comparecer. em ou a. “Comparecemos ao h) cogitar
estádio(no estádio).” “ Cogitávamos (de/ em) um novo plano.”
17..2 Verbos transitivos diretos. i) gozar
a) “Gozava (de) privilégios impudicos.”
Abandonar,adorar,amar,conhecer,convidar,ver, j) necessitar
visitar,entre outros.devemos dizer: abandoná- “Necessitamos (de) algumas horas.”
lo,adorá-lo,amá-lo... O pronome lhe só k) proceder
acompanha esses verbos quando exercer “ Intensas manifestações procederam a (à)
função de adjunto adnominal. “Conheço-lhe o mudança de regime.”
bom humor.”(o lhe equivale a seu) l) presidir
b) compartilhar,esperar e pisar também são “ Ninguém presidia o(ao) encontro.”
verbos transitivos diretos. m) renunciar
17.3 verbos transitivos indiretos. “ Não renuncie o (ao) espírito de suas
a) consistir(em) “Um bom desempenho convicções.”
consiste em usar..” n) satisfazer
b) obedecer(a) desobedecer(a) “Devemos “ Era difícil satisfazê-lo(lhe).
obedecer aos nossos princípios.” o) versar
“Sua palestra versou (sobre) o estilo dos No sentido de atrair atenção,solicitar presença é
clássicos.” transitivo direto . Rege a preposição por no sentido
17.5 verbos transitivos diretos e indiretos de invocar. “Mandei chamar os meninos.”
a) comparar “Chamava pelos deuses.” No sentido de atribuir
“ Comparei seu comportamento ao(com o) um nome,pode apresentar objeto direto ou indireto,
de um bebê.” ao qual se refere predicativo preposicionado ou
b) informar não. “Chamaram o pobre homem gatuno.”
Deve apresentar obj direto de coisa e “chamaram ao pobre homem gatuno.” “Chamaram
indireto de pessoa,ou vice-versa. o pobre homem de gatuno.” “Chamaram ao pobre
“Informei-o do ocorrido.” homem de gatuno.”
“Informei-lhe o ocorrido.” e) custar
c) pagar-perdoar È intransitivo no sentido de ter determinado valor.
Objeto direto indica coisa e objeto indireto “Frutas e verduras não deveriam custar muito.” No
indica pessoa. sentido de ser difícil pode ser intransitivo ou
“ pagar algo a alguém” “ perdoar algo a transitivo indireto. “Muito custa viver tão
alguém” sozinho.” “Custa-me crer que tomou realmente tal
d)pedir atitude.” V. intrans
Rege obj direto de coisa(geralmente na Obj indireto
forma de oração subordinada substantiva) e f) implicar
indireto de pessoa: “Pedi-lhe ajuda.” Pedi-lhe que Transitivo direto no sentido de dar a entender ou
mantivesse sua posição.” trazer como conseqüência. “Suas atitudes
e) preferir implicavam um firme propósito.” “Liberdade de
Pede a preposição a. “Prefiro vinho tinto ao escolha implica amadurecimento político.”
branco.” Como transitivo direto e indireto,significa
17.6 verbos cuja mudança de regência comprometer. “Implicaram aquele jornalista em
implica mudança de sentido questões políticas.” No sentido de antipatizar é
a) agradar transitivo indireto. “ Implicava com quem não
transitivo direto no sentido de fazer carinhos.No trabalhasse conscientemente.”
sentido de causar agrado rege objeto indireto: g) proceder
“Agrada os filhos.” “Sua opinião não agrada aos É intransitivo no sentido de ser decisivo. “As
que querem mudanças.” afirmações da testemunha procediam;não havia
b) aspirar como refutá-las.”
Transitivo direto no sentido de sorver; no Como transitivo indireto possui os sentidos de ter
sentido de desejar é transitivo indireto. origem(preposição de); fazer,executar(preposição
“Aspirava o perfume.” “Aspirávamos a a). “O vocábulo estilo procede do latim stilus.”
melhores condições de vida.” “Procedeu-se o exame das provas.”
c) assistir h) querer
No sentido de ver,presenciar, é transitivo No sentido de desejar é transitivo direto. “Querem
indireto. “Assistimos ao jogo.” melhor tratamento.” Transitivo indireto no sentido
No sentido de caber,pertencer, é transitivo de estimar. “Querem muito aos amigos.”
indireto. “O direito à livre expressão de suas i) visar
opiniões assiste a todo ser humano.” Transitivo direto,apresenta os sentidos de mirar e
No sentido de auxiliar é transitivo direto ou pode de pôr visto. “Visar o alvo.” “Visar um
ser indireto. “O médico assiste (ao) o paciente.” documento.” No sentido de ter em vista é transitivo
No sentido de morar é intransitivo. “Assistimos indireto(prep a). “Prometeram tomar medidas que
em Quirinópolis,uma pacata cidade de Goiás.” visassem ao bem-estar.”
d)chamar
18- Concordância verbal Bateu meio-dia no relógio. Soaram três
horas.
a)sujeito composto.
Pedro ou Paulo irá buscar o pacote. O verbo 19- Concordância nominal
aparece no singular porque a conjunção ou tem
valor excludente. a)quanto ao número
Um olhar,uma carícia,um beijo era suficiente. O adjetivo irá para o plural ou concordará com
Idéia de gradação,o verbo pode concordar como o número do substantivo mais próximo.
último núcleo. O sentimento de posse gerou um amor e um
b) o núcleo do sujeito é um substantivo só usado ciúme doentios. O sentimento de posse gerou um
no plural: se o substantivo aparecer precedido de amor e um ciúme doentio.
artigo no plural,o verbo irá para o plural;não b) quanto ao gênero
aparecendo artigo,o verbo ficará no singular. Se os substantivos forem de gêneros diferentes,o
Memórias de um sargento de milícias é a melhor adjetivo aparecerá no masculino ou concordará
crônica. As Memórias de um sargento de com o substantivo mais próximo. Este livro traz
milícias são a melhor crônica. noções de língua e literatura portuguesa. Este
c)o sujeito é o pronome relativo que. O verbo livro traz noções de língua e literatura
concordará com o antecedente. portuguesas.Este livro apresenta modismos e
Apascento os pianos que gritam. gíria brasileira. Este livro apresenta modismos e
d)sujeito oracional gíria brasileiros.
O sujeito é constituído por uma oração c)quando o adjetivo vem antes dos substantivos.
subordinada substantiva subjetiva,o verbo ficará Em geral concorda com o substantivo mais
sempre na terceira pessoa do singular. É próximo. Percorreu tortuosos caminhos e veredas.
importante que todos sejam aprovados. Percorreu tortuosas veredas e caminhos.
e) verbos impessoais d)as expressões é proibido,é necessário,etc.
Não têm sujeito e só aparecem na terceira Ficam invariáveis se o substantivo não é precedido
pessoa do singular. Verbos que indicam de artigo. É proibido entrada. É proibida a entrada.
fenômenos da natureza,o verbo haver no sentido e) bastante,caro,barato,longe
de existir, verbos haver e fazer indicando tempo Quando advérbios,são invariáveis. Repetirei
decorrido. Faz três anos que estudo. bastantes vezes essa questão. Este caso está
f) o verbo ser bastante complicado. Meus caros amigos. Esse
A concordância pode ser feita tanto com o pepino está muito caro! Levai-me a esses longes
sujeito quanto com o verdes. Fique longe de mim.
predicativo,dependendo de qual se quer
destacar.Se o predicativo ou o sujeito for 20- Gêneros literários
um nome próprio ou indicar pessoa,ele
prevalecerá. Tudo é flores no presente. a)Lírico
Eram tudo travessuras de criança. O - subjetivo, manifestado por um eu-lírico ou eu-
homem é cinzas. O Brasil,senhores,sois poético;
vós. - tempo estático;
Nas orações impessoais o verbo ser - é comumente expresso em forma de verso;
concorda com o predicativo. São chuvas de - presença das funções poética e emotiva da
verão. linguagem.
g) verbos bater,dar,soar b) Épico
Quando se referem às horas do - caráter histórico;
dia,concordam com o numeral. - assunto:história e lenda, o maravilhoso e as
realidades cotidianas,a magia e o culto.
- inspiração impessoal e coletiva,narrativas de - Assíndeto:ausência da conjunção e. “Sobre o
grandes feitos de um povo. papel um verso,um pensamento,uma saudade.”
-epopéia: narrativa que se misturam fatos - Polissíndeto: repetição da conjunção e. “E
reais,lendas e mitos,heróis e deuses,sob uma rola,e tomba,e se espedaça.”
atmosfera do maravilhoso. -Anáfora: repetição da palavra no início de
- lendas versos ou frases.
- mitos “O amor é fogo que arde sem se ver
c) Dramático É ferida que dói e não se sente
- reúne a objetividade épica e a subjetividade É um descontentamento descontente
lírica. É dor que desatina sem doer.”
- mundo predominantemente objetivo -Aliteração:repetição de sons consonantais.
- tempo dinâmico “Vozes veladas,veludosas,vozes.”
- os personagens são ativos(drama,ação) - Assonância: repetição de sons vocálicos.
- “A lua na rua
tipos:tragédia,comédia,tragicomédia,drama,auto, Nua é sua
farsa. Psiu,possua.”
- Onomatopéia: imitação de um som. “O zum-
21- Tipos de discurso zum da abelha.”
- Hipérbato: inversão da ordem direta. “De tudo
a) Direto . “Ele disse: ao meu amor serei atento.”
- Não irei ao bar hoje.” - Anacoluto:interrupção da idéia textual.
b) Indireto. “Ele disse que não iria ao “Bicicleta,eu nunca tive alegria na infância.”
bar.” - Silepse: concordância ideológica com o
c) Indireto livre. “O Ariano ia sentido. São Paulo é muito suja(de gênero).O
andando e pensava que a vida poderia povo saíram em passeata(de número).Os
ser melhor-Meu Deus que injustiça!” esportistas somos marginalizados.(de pessoa)
d) Discurso do narrador. Quando o b) de pensamento:alteram e recriam significados.
narrador põe sua opinião na história - Antítese:oposição. “Ora galgando altura,ora
como Machado de Assis fazia. caindo.”
- Paradoxo: oposição impossível. “É solitário
andar por entre gente.”
22- Figuras de linguagem - Hipérbole: exagero. “Quase morri de saudade!”
- Eufemismo: suavização. “Em plácido repouso
- Denotação: significado real,do dicionário. “Ele adormeceu.”
está com a cara manchada.” - Gradação: disposição de idéias em ordem
- Conotação:sentido figurado. “João quebrou a crescente ou decrescente. “Vim,vi e venci.”
cara.” - Apóstrofe:vocativo “Não dá mais para segurar
a) de construção ou de sintaxe:alteram a estrutura explode,coração.”
gramatical da frase. - Personificação ou prosopopéia: caracterização
- Elipse: omissão de um termo ainda não humana de seres inanimados ou de animais. “O
mencionado,deduzido do contexto. “Na terra,seis vento grita ao mundo.”
tanques de guerra. (existem)” c) figuras de palavras:uso da conotação
- Zeugma: omissão de um termo mencionado. - Metáfora:comparação implícita. “Passo no
“João trabalha de vendedor,José de motorista.” mundo,meu amor,a ler,no misterioso livro do teu
- Pleonasmo: repetição de uma idéia óbvia. “O ser...”
corpo caiu pela escada abaixo.” - Comparação: explícita. “Tu és como um anjo
em minha vida!”
- Metonímia:substituição de um nome pelo outro.
Autor pela obra:Leio Drummond sempre. O
continente pelo conteúdo. Bebi três copos de
água. Lugar pelo produto.Adoro um Prosseco
legítimo.
- Catacrese: emprego de palavras fora do seu
significado real. “Ele embarcou no avião das
sete.”