Vous êtes sur la page 1sur 8

Acadêmico:____________________________________

ACADEMIA MUNDIAL DE PROFETAS E MESTRES


A TRÍPLICE DO HOMEM: ESPÍRITO, ALMA E CORPO.
Antes de entrarmos no assunto, parabéns por sua decisão de entrar no maior investimento do
seu espírito. O seu novo “eu” agradece por essa nova empreitada para desenvolver o seu homem
interior, seu coração, seu espírito.
Durante muitos anos Deus tem nos despertados para essa nova dimensão espiritual, de
entendimento Bíblico, para desenvolvermos potencialmente o nosso homem recriado, o nosso
espírito humano em três dimensões: espírito, alma e corpo.
Academia mundial de profetas e mestres, é um investimento totalmente inclinado para as
coisas do Espírito de Deus; tudo que envolve ou que concerne no âmbito ou dimensão espiritual
será nosso prato preferido na nossa Academia. Leva esse nome (ACADEMIA), por entendermos o
lugar onde se ministra instrução; ou como diz o dicionário da língua portuguesa: escola de ensino
superior, ou sociedade dos sábios. Deus trará para esse novo tempo os sábios e entendidos nas
coisas do Espírito.
Nosso objetivo maior em nossa Academia de profetas e mestres, é leva-lo a um nível
superior do Espírito, que nem um instituto ou seminário de teologia chegou. Não estamos
denegrindo a imagem dos seminários no Brasil, ou dizendo que somos melhores; a nossa intenção é
mostrar a você um lado muito pouco difundido nas faculdades de teologia que é: os ministérios
quíntuplos e os dons espirituais tanto na explicação teórica mas com discernimento espiritual,
quanto na prática com decência e ordem. E é claro lhe deixando mais suscetível ou melhor dizendo,
sensível ou inclinado para as coisas do Espírito Santo e treinando ou desenvolvendo o seu espírito
recriado.
Vamos ensinar com explicações bíblicas, estudos feito em vários livros de autoridade no
assunto, revelações dados de Jesus para nós e Rhemas na Palavra de Deus sobre: Os Dons
Espirituais. Você sabe o que é Palavra do conhecimento ou Palavra da sabedoria? Vou lhe explicar
em poucas palavras: A Palavra do conhecimento é a revelação sobrenatural mediante o Espírito
Santo, de certos fatos na mente de Deus que nos falam ou nos mostram algo no passado ou no
presente. A Palavra da Sabedoria é a revelação sobrenatural mediante o Espírito Santo a respeito de
certos fatos, planos e propósitos na mente de Deus para o futuro. A diferença entre os dois dons a
Palavra do conhecimento e a Palavra da sabedoria é: que a revelação que a Palavra do
conhecimento traz, está sempre no tempo presente ou a respeito de algo que já aconteceu no
passado. A palavra da sabedoria, por outro lado, sempre fala do futuro. Nós iremos explicar com
mais detalhes nas apostilas: Academia de Profetas e Mestres “E os Dons”.
Um outro exemplo são as três categorias de visão, dentro do discernimento de espíritos.
Você sabia que existe três níveis ou três tipos de visões: Visão espiritual, Êxtase e Visão Aberta.
Que serão explicadas com detalhes na Academia de Profetas e Mestres.
Falaremos sobre o quíntuplo ou ofício do ministério na igreja: Apostolo, profetas,
evangelista, pastores e mestres.
Você sabia que os pregadores hoje consagrados nesse oficio de apostolado, estão na quarta
classe de apóstolos? Ou seja, são chamados de “não fundacionais”; pelo fato de não lançarem outro
fundamento, no qual já foi posto. Você sabia também que pelo fato do apostolo Paulo alistar em
primeiro lugar esse oficio não significa que seja o dom mais importante no corpo local hoje, nem
significa que os apóstolos devem predominar sobre outros dons ministeriais no Corpo de Cristo. Em
outras palavras, Paulo não estava estabelecendo uma hierarquia para o governo da igreja local. Na
realidade estava relacionando estes ofícios na ordem que escolheu por causa da maneira que Deus
estabeleceu ou desenvolveu dons ministeriais na Igreja Primitiva.
Na verdade todos os dons do ministério precisam ser cuidadosa e acuradamente investigados
e aplicados no nosso contexto eclesiástico. Não estou dizendo que não possamos ter ou que foi
abolido esse ou aquele dom, pelo contrario eles estão em vigor; como diz meu discipulador e pastor
Osvaldo do Nascimento: “se a igreja não acordar para o Ministério Quíntuplo, ela vai falir nos dons
espirituais”. Porém a igreja de Jesus precisa se atualizar no Espírito, na Bíblia e saber quem são? De
que forma ? em que momento? Onde? Por que? É consagrado um pregador ou proclamador ou
quem ensina a Palavra nesses ofícios ministeriais. Quais são os critérios? Existe mesmo um
chamado divino? Os homens têm esse poder para se auto-intitular apóstolo, ou profeta, evangelista,
pastor e mestre? Veremos muito sobre essas questões e outras mais.
Nós vamos desenvolver o teu espírito. É possível? É claro! Deixo lhe dizer algo para aguçar
seu espírito recriado: Você sabe quem fala em línguas? É seu espírito! Quem canta cânticos
espirituais? Seu espírito. Não estou falando do Espírito Santo( Ele concede todas as coisas). Estou
falando do seu interior! Jesus disse: “ do seu interior fluirão rios de águas vivas”.(você sabe como é
isso na pratica? Não se preocupe você vai aprender).Você sabia que o teu espírito tem uma voz? O
homem interior, que é um homem espiritual, tem uma voz; exatamente como o homem exterior
tem uma voz. chamamos esta voz de consciência. Como diz o Kenneth Hagin: “chamamos esta
voz de: voz tranqüila e suave”.
Você já se perguntou pra que serve seu espírito? Veja: ele estava morto para as coisas certas
em Deus, Deus através de seu Espírito nos ressuscitou, nos fez nova criatura nós nascemos de novo,
mas no espírito. O meu espírito foi vivificado! Não foi minha alma ou meu corpo. Quero lhe dizer
algo: você é espírito! O seu verdadeiro “eu”! Eu sou espírito, possuo uma alma e habito num corpo.
Quando o corpo físico do homem está morto na sepultura, o espírito continua a viver. Esta parte do
homem é eterna. Os espíritos nunca podem morrer.
VAMOS VER ALGUMAS VANTAGENS AO FAZER A ACADEMIA DE PROFETAS E
MESTRES:
• Veremos com detalhes como você nunca viu a diferença entre espírito, alma e corpo.
• Aprenderá como ouvir sua consciência, sua intuição.
• Familiarize-se a voz do seu espírito. É ele que vai captar as revelações do Espírito, e
depois vai enviar a sua mente.
• Desenvolva ou alimente seu espírito, ou seja, fique mais consciente do seu espírito, e
menos consciente da carne.
• Seja guiado pelo seu espírito e não por profetas
• Tudo sobre os dons espirituais: a palavra do conhecimento, a palavra da sabedoria, o
discernimento de espíritos, o Dom da fé, o dom da operação de milagres, os dons de
cura, o dom da profecia(vamos aprender muito aqui, nem todos que profetizam são
profeta, mas todos os profetas tem esse dom), o dom da diversidade de línguas, o
dom da interpretação de línguas
• Tudo sobre o ministério quíntuplo com detalhes bíblicos: apóstolos, profetas,
evangelistas, pastores e mestres. Tenha só uma idéia: para ser um profeta por
exemplo, tem que ter o dom de profecia e pelos menos dois dos dons de revelação.
• Tudo sobre selo do Espírito, enchimento do Espírito e Plenitude(transbordar) do
Espírito Santo.
• E dez razões porque todo crente deve falar em línguas. E sete passos para receber o
Espírito Santo, com evidencia no falar em línguas.
• E muito mais, que olhos nem viram, nem mente pensou nem espírito esperou.
• Matricule-se na maior Academia de profetas e mestres.

VOCE VAI ESTUDAR AGORA SUA PRIMEIRA MINISTRAÇÃO NA ACADEMIA

TEMA: A TRIPLICE DO HOMEM: ESPÍRITO, ALMA E CORPO.


INTRODUÇÃO - Vamos começar por esse assunto de fundamental importância que é as três
dimensões do homem.
Nós só teremos uma acurada percepção do espírito humano, do novo homem em Cristo, se
soubermos discernir, ou distinguir o espírito, a alma(mente) e o corpo.
Nessa primeira faze da nossa Academia de profetas e mestres vamos resumir assim a tríplice
do homem:
1. Espírito – A dimensão do homem que lida com a âmbito espiritual. A parte do homem que
conhece a Deus.
2. Alma – A dimensão do homem que lida com o âmbito mental. O intelecto do homem. As
sensibilidades e a vontade. A parte que raciocina e pensa.
3. Corpo – A dimensão do homem que lida com o âmbito físico. A casa em que habitamos.

A Palavra de Deus diz assim: “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do
que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir alma e espírito”...Hb.4:12. se
fossem iguais, Paulo não teria dito: “ ... e o vosso espírito, alma e corpo, sejam conservados íntegros
e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” ( I Ts.5:23).

I ESPIRITO DO HOMEM

É importante sabermos que toda vez que aparece a palavra coração no Novo Testamento se
refere ao espírito ou o íntimo do homem. O coração do homem é o seu espírito. Então essas duas
palavras, “coração” e “espírito” são usadas de modo intercambiável nas Escrituras.
O homem é um espírito que possui uma alma e habita num corpo. O espírito do homem é
aquela parte dele que conhece a Deus. Kenneth Hagin diz o seguinte: “Ele (o homem) está na
mesma classificação de Deus porque Deus é Espírito, e Ele criou o homem para ter comunhão com
Ele”. Então percebemos pela declaração de Hagin, que quando Deus criou o homem à Sua imagem,
como está escrito em Gênesis 1:27 que diz: “ E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de
Deus o criou; macho e fêmea os criou”. Ele diz que aqui nesse versículo que o homem é espírito
porque Deus é Espírito, então a concepção de Adão foi pela imagem de Deus dentro do seu corpo,
troquemos a palavra “Imagem” pelo “Espírito”: “o Espírito de Deus o criou”(vers.27b). Meus
amados o homem não é um animal. Para ter comunhão com Deus ele deve estar na mesma categoria
com Deus. Por isso, assim como Deus é Espírito, assim também o homem é espírito.
Muitas pessoas acham difícil diferenciar o espírito da alma. É mais fácil diferenciar o corpo
das outras duas dimensões do homem do que distinguir o espírito e a alma. A única autoridade à
qual podemos apelar para entendermos a diferença é a palavra de Deus; principalmente o Novo
Testamento. O Antigo Testamento foi traduzido do hebraico, e uma só palavra tem sido traduzida
como doze coisas diferentes. Hagin faz uma lista de seis dessas palavras: espírito, vento,
redemoinho, sopro forte, bafio, hálito, etc.
No hebraico original, a Bíblia fala das almas dos animais. Os animais realmente tem alma,
porque têm faculdades limitadas de raciocínio, e essas faculdades são da alma. Os animais também
demonstram afeição, e esta também faz parte da alma.
Quando o espírito de animal( essa aplicação está errada, em algumas traduções já foi
corrigida. Você vai encontrar essa tradução errônea na Bíblia Thompson), é mencionado no Antigo
Testamento, como em Eclesiastes 3:21(B.T.), a alusão diz respeito ao fôlego do animal. Os animais
não são espíritos; são meramente alma e corpo. Quando os animais morrem, é o fim.
O homem, porém, é um espírito. Tem uma natureza tríplice. Mas sabemos tão pouco a
respeito do espírito o homem, e fizemos tão pouco para desenvolvê-lo.
Mesmo assim, o espírito do homem pode ser educado e melhorado, assim como sua mente
pode ser educada e melhorada. O espírito pode ser treinado e desenvolvido assim como corpo pode
ser desenvolvido. Como? Através da Palavra de Deus. Veremos isso com mais detalhes depois do
ultimo capitulo que fala do corpo humano. Voltemos ao assunto do espírito humano!
Jesus disse à mulher junto à fonte em Samaria: “Deus é espírito; e importa que os seus
adoradores o adorem em espírito e em verdade”(Jo. 4:24). Não podemos conhecer a Deus nem tocar
nEle fisicamente. Ele não é homem. É Espírito. Não podemos comunicarmo-nos com Deus
mentalmente, porque Ele é Espírito. Mas podemos alcança-Lo com o nosso espírito, e é através do
nosso espírito que chegamos a conhecer a Deus.
Sabemos, pois, que Deus é Espírito. Mesmo assim, Deus, que pe Espírito, tomou sobre Si um
corpo humano. Jesus era Deus manifestado na carne. “ No principio era o Verbo, e o Verbo estava
com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no principio com Deus. Todas as coisas foram feitas por
intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez... E o Verbo se fez carne, a habitou entre
nós...” (Jo 1:1-3, 14).
Quando Deus tomou sobre Si a forma humana, não era menos Deus do que quando não tinha
corpo. O homem, na ocasião da morte física, deixa seu corpo. Mas não é menos homem do que era
quando tinha seu corpo. Percebemos esse fato no relato dado por Cristo a respeito do estado de
Lazaro e do rico depois de morrerem (Lc.16:19-31).
Na Epístola de Paulo à igreja em Tessalônica percebemos um relance da natureza tríplice do
homem. “ O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo, sejam
conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (l Ts. 5:23).
Referindo-se ao espírito do homem, Pedro falava a respeito do “homem interior do coração”.
Ele nos mandava não nos preocupar com os adornos exteriores. “Seja, porém, o homem interior do
coração, unido ao incorruptível de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de
Deus”. (l Pe.3:4). Esse é o homem verdadeiro. Não se trata do homem exterior, do homem de carne
e ossos; nem é o corpo. Trata-se do homem interior.
Paulo se referiu a esse “homem interior do coração” – o espírito do homem – como o homem
interior. “...mesmo que o nosso homem exterior se corrompa( outra tradução diz ‘esteja em
decadência’), contudo o nosso homem interior se renova de dia em dia”(2Co.4:16). O homem
exterior, ou o corpo, está envelhecendo ou em “decadência” e precisa de manutenção. Mas seu
verdadeiro “eu” não está envelhecendo, porque Paulo disse: “...contudo o nosso homem interior se
renova de dia em dia”.
Uma pessoa pode desenvolver seu próprio espírito humano porque o homem é um ser
espiritual. Pode saber coisas no seu espírito porque está espiritualmente alerta. Seu espírito conhece
coisas que sua mente desconhece. Mas vamos falar sobre isso mais acuradamente em outra
oportunidade. Isso aqui é só pra você ter uma idéia da tria do homem.
2 A ALMA DO HOMEM

A alma é o intelecto. Trata-se das sensibilidades e da vontade do homem. É a parte do


homem que raciocina e pensa.
Em Romanos 12.1 vemos nos ensinamentos de Paulo que devemos fazer algo com o nosso
corpo. “...que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o
vosso culto racional”. No versículo imediatamente seguinte Paulo passa a dizer algo a respeito da
mente, que é o intelecto do homem, ou sua alma. “E não vos conformeis com este século, mas
transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e
perfeita vontade de Deus” (v.2).
Entendemos agora que a nossa alma necessita de uma renovação. E não o nosso espírito.
Nosso espírito precisa ser alimentado pela Palavra de Deus e desenvolvido para ter um melhor
desempenho para as coisas espirituais decodificando então, as informações do Espírito Santo. Mas a
alma não é assim! Trazemos muito lixo da velha natureza, do velho homem, que mesmo
crucificado, morto, deixou imprimido ou registrado na nossa mente, ou seja na alma: pensamentos,
atitudes e comportamentos alheios à vontade de Deus.
A mente ou a alma do homem está (genericamente falando) corrompida por causa do pecado
que lhe é inerente. A natureza pecaminosa, herdada de Adão, se manifesta também em suas criações
e realizações. De fato existem bombas tão poderosas que basta um louco apertar um botão e, em
poucos instantes todo o planeta será destruído.
Nossa sociedade é constante assaltada pelas mais engenhosas expressões da mente para
causar pânico e a dor, através de roubos, seqüestros e assassinatos. Olhe toda a engenhosidade para
assaltar bancos, casas e pessoas; todo tipo de filme pornográfico e violento, que semeia o pecado e a
corrupção; ai estão amostras das marcas da mente do homem, criando o bem e criando o mal.
Imaginemos o que seria a mente restaurada! Vamos lembrar de algo.
Nosso espírito é recriado pelo Espírito Santo, que passa a habitar nele. Somos transformados
em santuário, mas a nossa alma precisa ser restaurada. Do contrario, intrusos virão pelo lado de
fora, entrarão em nossa alma e bloquearão o nosso espírito.
Nós teremos uma apostila falando tudo sobre a alma, aguarde! Agora vamos concluir os dois
primeiros assuntos: espírito e alma dessa forma: o homem interior, isto é, seu espírito, é lugar onde
acontecem as comunicações de Deus.. “O espírito do homem é a lâmpada do “Senhor”(Pv.20:27).
“O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”(Rm.8:16). Em nosso
espírito acontece o entendimento das coisas espirituais. A apóstola Valnice diz o seguinte em seu
livro Personalidades Restauradas: “Ali (falando do espírito humano recriado em Deus) são
recebidas às impressões, a luz e direção de Deus para os Seus filhos. Não é no corpo, nem na
mente, que o plano de Deus para nossa vida é revelado e , sim, em nosso espírito humano
recriado pelo Espírito de Deus. O veículo dessa comunicação é o Espírito Santo”.
A mente não é aniquilada, mas recebe e decodifica as mensagens do espírito. O espírito
humano recriado e habitado pelo Espírito Santo recebe a comunicação, a impressão, a luz e, por sua
vez, transmite-as à mente. É na mente que a direção será analisada à luz da Palavra; nela tudo será
julgado de acordo com a revelação escrita.E renovada com a Palavra não terá problemas em
entender a revelação acontecida no espírito, decidindo, portanto, andar de acordo com ela.
A cooperação do espírito e da mente é necessária à compreensão da vontade de Deus. Só
então o homem pode tomar uma decisão consciente a respeito da direção espiritual. Haverá sempre
uma submissão inteligente, no pleno uso de suas faculdades aos propósitos de Deus revelados no
homem interior. É assim que o espírito e alma caminham em interdependência.

3 O CORPO DO HOMEM

Vamos ver, agora, o que as escrituras têm para dizer a respeito do corpo. Como já dissemos
do homem é : o homem interior; aquela parte dele que conhece a Deus. O corpo é o homem
exterior, a parte física, a casa onde habitamos. “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus
que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto
racional” (Rm.12.1). aqui Paulo não estava escrevendo a pecadores. Estava escrevendo aos santos
em Roma, pois disse: “ Rogo-vos, pois, irmãos...” Dirige a sua carta “ A todos os amados de Deus,
que estais em Roma, chamados para serdes santos...” (Rm. 12.1). Ele nos mandou fazer algo com o
nosso corpo – “...que apresenteis os vossos corpos por sacrifico vivo...” Depende de nós. Se não
fizermos nada com o nosso corpo, nada será feito com ele.
Note também que Paulo não mandou apresentar-nos a Deus. Se você é um filho de Deus,
você já pertence a Ele. Você realmente não pode apresentar a alguém uma coisa que já pertence a
ele. Você não teria o direito de tirar um lencinho do bolso de um homem e de dá-lo a ele como
presente. Já pertence a ele. Você não pode tirar o carro de alguém da garagem dele e dá-lo a ele
como presente. Já pertence a ele. Não é possível você pegar alguma coisa que já pertence a Ele a
dá-la a Ele como presente. Já é dEle.
Paulo disse que vós (o homem interior) “apresenteis os vossos corpos( a casa terrestre que
habitais)...” Nós, e não Deus, somos os zeladores daquela casa. Nós mesmos devemos apresentar
nossos corpos “por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”.
Há aquele que dizem: “Ora, o corpo e as suas atividades não fazem diferença nenhuma. Esse
velho corpo humano não vai mesmo para o céu”. Mas para Deus faz uma grande diferença aquilo
que fazemos com nosso corpo. Ele quer que apresentemos nossos corpos “por sacrifício vivo...que é
o vosso culto racional”.
Paulo disse: “ E assim, se alguém está em Cristo, é novo criatura: as coisas antigas já
passaram; eis que se fizeram novas” (2Co.5.17). existem muitas pessoas que vão atrás de
convidados para se tornarem fruto fiel e muitas vezes forçam as pessoas a se comportarem melhor.
Querem que procurem viver corretamente. Mas, sabe de uma coisa? Kenneth Hagin diz: “Eu nunca
fiz um esforço para viver corretamente. Simplesmente nasci de novo e tive uma vida certa a parti de
então” ; ele ainda diz mais: “ficar sentado na igreja aos domingos de manha ou a noite não
transformará você em cristão, assim como ficar sentado na sua garagem não transformará você em
automóvel. Tais coisas não levarão você para o céu. Porém, nascer de novo o levará”.
O cristianismo é nascer de novo! O cristianismo é receber o dom da vida eterna. Quando a
vida eterna, que é a natureza e a vida de Deus, é transmitida ao seu espírito, transforma você. Essa
vida de Deus que entra no coração do homem faz com que esse homem interior(o homem real)
fique sendo um novo homem. Não precisamos refazer a nós mesmos; e nem poderíamos fazer isso.
Quando nascemos de novo, porém, ficamos sendo um novo homem com uma nova natureza, porque
Paulo disse: “ as coisas antigas já passaram(nossa velha natureza pecaminosa); eis que se fizeram
novas”.
Depois de nascermos de novo, ainda teremos problemas com a carne, mas não teremos
problemas com o homem real. Algumas pessoas tem dito: “ È necessário morrermos para o velho
eu”. Quando, porém, nascemos de novo, o velho eu já está morto e temos, no lugar dele, um novo
eu. O que precisamos é morrer para a carne.
Mas, você pode dizer, a carne não é o velho eu? Não, não é. A sua carne é o mesmo corpo, a
mesma carne que era antes de você ser salvo, mas aquele homem por dentro( que era o velho eu, o
velho você) tornou-se um novo eu, um novo homem em Cristo. Esse homem interior tornou-se um
novo homem. Quando assim acontece, “as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”. É
uma “ nova criatura” em Cristo.
O corpo não é novo; mesmo assim, na vinda de Cristo, receberemos um corpo novo. Por
enquanto, Deus espera que façamos algo com o nosso corpo, que o apresentemos “por sacrifício
vivo”... Ele espera que tenhamos controle sobre o nosso corpo e que não nos deixemos dominar Por
ele.
1 Coríntios 9.27: “Mas esmurro o meu corpo, e o reduzo à escravidão, para que, tendo
pregado a outros, não venha eu mesmo ser desqualificado”.
Não deixemos o corpo nos dominar. Não deixamos nosso corpo reinar sobre nós. Somos nós
que governamos o nosso corpo. O homem interior deve governar o corpo.
A maioria das pessoas, no entanto, são governadas pelo corpo. E é isso que as conserva no
estado de carnalidade. Paulo diz: “ainda sois carnais” 1Co.3.2. kenneth Hagin diz : “Em certa
versão, a palavra aqui traduzida “carnal” é traduzida “governados pelo corpo” . Os cristãos carnais
são cristãos governados pelo corpo. Estão permitindo que o corpo domine sobre ele”. Noutras
palavras estavam fazendo coisas e vivendo como pessoas que nunca tinham nascido de novo. Eram
“meros homens” ao invés de serem homens sobrenaturalmente transformados vivendo
vitoriosamente em Cristo Jesus.
Você que lendo está apostila ou fazendo a Academia mundial de profetas e mestres no
Brasil, a escolha é sua! Podemos deixar nosso corpo dominar-nos ou o nosso espírito se quisermos.
Aquele corpo, se nós o deixamos, continuará fazendo as coisas que sempre tem feito. Ou podemos
optar por manter nosso corpo sob controle. Nosso homem interior pode domina-lo e apresenta-lo a
Deus como sacrifício vivo.