Vous êtes sur la page 1sur 2

ANEXO XV

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85 /PRES/INSS, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2016


(Substitui o Anexo XV da IN nº 77/PRES/INSS, de 21 de janeiro de 2015)

PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO – PPP


1- CNPJ do Domicílio Tributário/ CEI 2- Nome Empresarial 3- CNAE
70.154.489/000131 CAISA INDUSTRIAL SANTANA LTDA - EPP 23.427/02
4- Nome do Trabalhador 5- BR/PDH 6- NIT
ANTONIO DO NASCIMENTO SILVA N/A 121.30545.46-9
7- Data do Nascimento 8- Sexo (F/M) 9- CTPS (Nº, Série e UF) 10- Data de Admissão 11- Regime Revezamento
19/07/1962 M 93743 - 00003-RN - 2° VIA 01/03/2010 N/A
12 CAT REGISTRADA
12.1- Data do Registro 12.2- Número de CAT 12.1- Data do Registro 12.2- Número da CAT
N/A N/A N/A N/A
13 LOTAÇÃO E ATRIBUIÇÃO
13.1- Período 13.2- CNPJ/CEI 13.3- Setor 13.4- Cargo 13.5- Função 13.6- CBO 13.7- Cód. GFIP
OLEIRO - AUXILIAR
01/03/2010 A 14/09/2011 70.154.489/000131 FORNOS FORNEIRO 8281-05 04.
FORNEIRO
14 PROFISSIOGRAFIA
14.1- Período 14.2- Descrição das Atividades
Exerce a Função de Alimentar o forno com lenha e/ou utilizar outro tipo de combustível quando necessário, realizar e registrar controle
01/03/2010 A 14/09/2011 de temperatura, efetuar limpeza nos forno e fecha portas também organizar setor, executa a atividade modo habitual e permanente
não ocasional nem intermitente, sempre obdecendo normas de saúde e segurança do trabalho
II SEÇÃO DE REGISTROS AMBIENTAIS
15 EXPOSIÇÃO A FATORES DE RISCOS
15.7-
15.3- Fator de 15.4- Intensidade/ 15.6- EPC EPI
15.1- Período 15.2- Tipo 15.5- Técnica utilizada 15.8- C.A EPI
Risco Concentração Eficaz (S/N) Eficaz
(S/N)
Poeiras totais e
Quimico minerais
MODERADA QUALITATIVA Treinamentos S 10578

MODERADA -
QUALITATIVA E
(79,5>85,4 dB(A)) dose
Ruído QUANTITATIVA Treinamentos S 5745
de 6h de Trab. Diario por
(decibelímetro)
turno
Físico
MODERADA - 30,3°C -
QUALITATIVA E
Calor IBUTG - 6h de Trab. Treinamentos - S 28474
QUANTITATIVA (IBUTG)
Diario por turno
Posturas
01/03/2010 A 14/09/2011 Inadequadas,
Levantamento de
Ergonômico Peso, LEVE QUALITATIVA Treinamentos S N/A
movimentos
repetitivos

Incêndio,
queimaduras,
Acidentes Quedas, Cortes LEVE QUALITATIVA Treinamentos S 28498
e Perfuração no
Corpo

15.9 Atendimento aos requisitos das NR-06 e NR-09 do MTE pelos EPI informados (S/N)
Foi tentada a implementação de medidas de proteção coletiva, de caráter administrativo ou de organização do trabalho, optando-se pelo EPI por inviabilidade
técnica, insuficiência ou interinidade, ou ainda em caráter complementar ou emergencial
S
Foram observadas as condições de funcionamento e do uso ininterrupto do EPI ao longo do tempo, conforme especificação técnica do fabricante, ajustada às
S
condições de campo.
Foi observado o prazo de validade, conforme Certificado de Aprovação-CA do MTE. S
Foi observada a periodicidade de troca definida pelos programas ambientais, comprovada mediante recibo assinado pelo usuário em época própria. S
Foi observada a higienização. S
16 RESPONSÁVEL PELOS REGISTROS AMBIENTAIS
16.1- Período 16.2- NIT 16.3- Registro Conselho de Classe 16.4- Nome do Profissional Legalmente Habilitado
210046987-8/D - CREA EMERSON CRUZ VIEIRA

15.4.00500/D CRQ/RN 211308863-


01/03/2010 A 14/09/2011
125.97744.64-9 0/D - CREA/RN MTE
Nº 6880/D - SRTE-RN
I I I SEÇÃO DE RESULTADOS DE MONITORAÇÃO BIOLÓGICA
17 EXAMES MÉDICOS CLÍNICOS E COMPLEMENTARES (Quadros I e II, da NR-07)
NÃO INFORMADO MAIS DETALHES NESTA SEÇÃO EM VIRTUDE DA RESOLUÇÃO Nº. 1.715 DE 08 DE JANEIRO DE 2004, DO CONSELHO FEDERAL DE
MEDICINA

17.1 Data 17.2 Tipo 17.3 Natureza 17.4 Exame (R/S) 17.5 Indicação de Resultados

( ) Normal ( ) Alterado
( ) Estável
01/03/2010 A 14/09/2011 ( ) Agravamento
( ) Ocupacional
( ) Não Ocupacional
18 RESPONSÁVEL PELA MONITORAÇÃO BIOLÓGICA
18.1- Período 18.2- NIT 18.3- Registro Conselho de Classe 18.4- Nome do Profissional Legalmente Habilitado
01/03/2010 A 14/09/2011 CRM/RN-D - 598 DR.CARLOS ALBERTO PEGADOR
I V RESPONSÁVEIS PELAS INFORMAÇÕES
Declaramos, para todos os fins de direito, que as informações prestadas neste documento são verídicas e foram transcritas fielmente dos registros administrativos,
das demonstrações ambientais e dos programas médicos de responsabilidade da empresa. É de nosso conhecimento que a prestação de informações falsas neste
documento constitui crime de falsificação de documento público, nos termos do artigo 297 do Código Penal e, também, que tais informações são de caráter privativo
do trabalhador, constituindo crime, nos termos da Lei nº 9.029/95, práticas discriminatórias decorrentes de sua exigibilidade por outrem, bem como de sua
divulgação para terceiros, ressalvado quando exigida pelos órgãos públicos competentes.
19- Data Emissão PPP 20- REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA
20.1- NIT 20.2- Nome
119.60553.47-4 ANDRE TORRES BARBALHO
(Carimbo)

13/06/2018

(assinatura)
OBSERVAÇÕES
As informações contidas neste PPP foram elaboradas com base em Registros ambientais que a empresa atual dispõe são eles;
LTCA – LAUDO DE CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO;
PPRA – PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS e
PCMSO – PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL.
Declaro que todas as informações prestadas são verdadeiras tanto quanto, em consciência, e completas e que estou consciente de que quaisquer afirmações.
INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS ACIMA;
A Referida Função Esta Exposta Ao Agente FÍSICO (Calor e Ruído), QUÍMICO (Poeiras Totais e minerais), não existe agentes BIOLÓGICOS além dos
outros riscos ERGONÔMICO e de ACIDENTES que não estão descrito na NR15 porem faz suas referidas definições em outras NORMAS
REGULAMENTADORAS DO M.T.E, "EM" Intensidade Superior Ao Limite De Tolerância Permitido, Conforme NR15 ANEXO, COM REGIME DE TRABALHO
TIPO DE ATIVIDADE INTERMITENTE COM DESCANSO NO PRÓPRIO LOCAL DE TRABALHO sendo (45min de trabalho e 15min de Descanso), ATIVIDADE
DE TIPO MODERA, em trabalho HABITUAL E PERMANENTE, Já obedecendo o QUADRO N°2 , o operário tem uma media ponderada de taxa de
metabolismo de 287M(Kcal/h) para cada hora de trabalho, Já de acordo com o QUADRO N.º 3 TAXAS DE METABOLISMO POR TIPO DE ATIVIDADE
usando o método coreto o que diz a NR15 o operário trabalha 45min e descansa 15min em ritmo de trabalho conforme o indicado Acima, o operário em
nosso analise e o que diz a documentação que observamos "FAZENDO JUS" Ao Adicional De Insalubridade em 20% No Período de Trabalho declarado
acima de acordo Com os nossos Registros Ambientais.
Declaro, sob as penas da lei, serem verdadeiras as informações acima.
O referido é verdadeiro e dou fé.

Constituição Federal de 1988; Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006; Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013; Lei nº 8.069, de 13 de julho
de 1990; Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991; Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991; Lei nº 8.745, de 9 de dezembro de
1993; Lei nº 9.528, de 10 de dezembro de 1997; Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 1999; Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002; Lei nº 10.666, de 8 de maio de
2003; Lei nº 12.815, de 5 de junho de 2013; Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999; Decreto nº 6.932, de 11 de agosto de 2009; e Decreto nº 7.556, de 24 de
agosto de 2011.
De acordo com a resolução nº 1.751 de 08/01/2004 do Conselho Federal de Medicina regulamentando o procedimento ético-médico relacionado ao PPP, resolve:
Art. 2º - É vedado ao médico do trabalho, sob pena de violação do sigilo médico profissional, disponibilizar , à empresa ou ao empregador equiparado á empresa, as
informações exigidas no anexo XV da seção III, "SEÇÃO DE RESULTADOS DE MONITORAÇÃO BIOLÓGICA" , campo 17 e seguintes, do PPP, previstos na IN nº
99/2003. Parágrafo único- Fica o médico do Trabalho responsável pelo encaminhamento das informações supra destacadas diretamente á perícia do INSS.

Eu, ( ANTONIO DO NASCIMENTO SILVA), declaro para todos os fins que for de direito, que recebi cópia do meu PPP em _____/______/______

_____________________________________________________________

Centres d'intérêt liés